Você está na página 1de 1

Estudando: Noções de Psicologia da Aprendizagem - Prime Cursos - C

http://www.primecursos.com.br/openlesson/9998/101143/

Estudando: Noções de Psicologia da Aprendizagem

Objetivos e conteúdos da Psicologia da Educação

A Educação, incluindo a educação escolar, deve ter a função de promover o desenvolvimento integral do aluno, ou

seja, o desenvolvimento em seus aspectos sociais, cognitivos e afetivos. Deve, portanto, considerar os aspectos relacionados ao desenvolvimento da identidade do aluno, promovendo o fortalecimento da auto-estima e da capacidade de autonomia.

A Psicologia é uma ciência voltada para a compreensão do desenvolvimento humano e seus determinantes. Essa

ciência tem contribuído para a compreensão dos fenômenos educacionais, considerando que ensinar e aprender

envolve processos psicológicos bastante complexos. Várias explicações ou conhecimentos psicológicos contribuíram para o surgimento do corpo teórico da Psicologia da Educação, como a Psicologia do Desenvolvimento e da Aprendizagem, a Psicologia da Motivação e a Psicologia Social.

No entanto, apesar de relacionada com a aplicação dos princípios psicológicos aos fenômenos educativos, a Psicologia da Educação constitui uma área de conhecimento com programas de pesquisa, objetivos e conteúdos próprios. Realiza contribuições originais levando em conta as explicações da Psicologia e as características dos processos educacionais. Dessa forma, a relação entre a Psicologia da Educação e o conhecimento psicológico é de interação e não de dependência, visto que as teorias psicológicas não se aplicam diretamente na resolução de problemas gerados nas situações práticas de ensino e aprendizagem.

O objeto de estudo da Psicologia da Educação são os processos de mudança comportamental provocados ou induzidos nas pessoas como resultado de sua participação em atividades educativas (COLL; PALÁCIOS; MARCHESI, 1996).

A Psicologia da Educação tem como objetivos:

Elaborar teorias que expliquem de forma científica as diversas questões ligadas à educação;

Proporcionar modelos explicativos dos processos de mudança comportamental (aprendizagem);

Contribuir para o planejamento de situações educativas eficazes;

A Auxiliar na resolução de problemas educativos concretos a partir da elaboração de procedimentos, estratégias

e

modelos de planejamento e de intervenção.

De acordo com Coll (1996), o conteúdo da Psicologia da Educação pode ser categorizado em dois grandes blocos: o processo de mudança comportamental e os fatores ou variáveis presentes nas situações educativas e que as afetam de forma direta ou indireta. O primeiro tema (processos de mudança comportamental) foi tradicionalmente estudado por psicólogos em termos de processos de aprendizagem, processos de desenvolvimento e socialização. No que se refere aos fatores ou variáveis presentes nas situações educativas, há várias possibilidades de organização e sistematização.

Se nos limitarmos às situações educativas escolares, poderemos agrupar os fatores que afetam as situações educativas em:

Fatores intrapessoais ou internos ao aluno: a maturidade física e psicomotora; os mecanismos de aprendizagem;

o

nível dos conhecimentos prévios; o nível de desenvolvimento; as características afetivas (motivação e atitudes);

e

as características de personalidade (autoconceito e sistema de valores).

Fatores Sócio-ambientais: características do professor (capacidade intelectual, conhecimento da matéria,

capacidade pedagógica, traços de personalidade, características afetivas); fatores de grupo e sociais (relações

interpessoais); condições materiais (recursos didáticos e meios de ensino em geral); e as intervenções pedagógicas (métodos de ensino).

Os dois grandes blocos abarcados pela Psicologia da Educação - o processo de mudança comportamental ou aprendizagem e as variáveis presentes nas situações educativas - serão estudados no decorrer das próximas unidades didáticas.