CONSTITUIÇÃO DO IMPÉRIO Por que o Brasil era uma monarquia entre repúblicas 1) a abertura dos portos estabeleceu uma

ponte entre a Coroa portuguesa e os setores dominantes da Colônia. 2) os esforços pela autonomia concentram-se no Rei.

- Era preciso construir um Estado nacional para organizar o país e garantir sua unidade. Porém, não havia uma elite política homogênea, com uma base social bem estruturada e portadora de um projeto claro para a nova nação.

- Constituição de 1824 * Organizou os poderes, definiu atribuições e garantiu direitos individuais.

D. Pedro teve desavenças com a Assembléia Constituinte em torno do campo de atribuições do Poder Executivo e Legislativo. D. Pedro dissolveu a Assembléia. Apesar da Constituição não definir muit do que havia sido proposto, ela nasceu “de cima para baixo”, imposta pelo Rei ao povo.  Teve aplicação muito relativa.

- Por que sua aplicação foi relativa? O povo era uma minoria de brancos e mestiços que votava que dependia dos grandes proprietários ruruais, poucos eram instruídos e acostumados a uma tradição autoritária. - Sistema político Monárquico Hereditário constitucional religião oficial católica

. cujo presidente era nomeado pelo Imperador. Pedro I é forçado a abdicar em favor de seu filho de 5 anos em 1831.Poder legislativo Câmara (temporário) Senado (vitalício)  nomeação do Imperador . D.Regência – 1831 a 1840  um dos períodos mais agitados da história política do Brasil Guerra dos Cabanos (1832) PE Cabanagem (1835) PA Sabinada (1837) BA Balaiada (1838) MA Farroupilha (1836) RS .O país foi dividido em províncias..Houve uma grande concentração de atribuição de atribuições nas mãos do Imperador. Pedro I e de o Exército ter se afastado dele. . conflitos entre liberais e absolutistas que desconfiavam da lealdade de D.Voto indireto e censitário Eleitores= renda anual de 100 mil réis Corpo eleitoral = renda anual de 200 mil réis + Brancos Deputado = renda anual de 400 mil réis + Brancos + católicos .Os analfabetos votavam. Após revoltas. . as mulheres não.

Sistema de governo assemilhado ao parlamentar.Segundo Reinado = D Pedro II  medidas de regresso (centralização política e reforço da figura do Imperador aliada a reformulação da Guarda Nacional) . Transformações sócio – econômicas = novos grupos sociais .Exército X Guarda Nacional 1831 . peculiar e restrito. .. Problema da escravidão.Crise do Segundo Reinado Atributos do governo com Exército e Igreja.

Presidente indicado pelo Imperador. Partidos se separavam no poder. Nomeava Senadores. dissolvia a câmara e aprovava ou vetava tudo. interpretando “a vontade e o interesse nacional”. Imperador = pessoa inviolável e sagrada sem responsabilidade alguma.CÂMARA SENADO CONSELHO DE ESTADO CONSELHO DE MINISTRO PODER MODERADOS Temporários Partido Liberal X Conservador Vitalício Nomeados pelo Imperador Vitalício. ajustes de pagamento e negociava pelo Imperador quando mesmo exercia atribuições do Poder Moderador. . Intervenção na política. Em 50 anos houve 36 gabinetes. Poder Imperial Gabinete Opinava sobre declaração de guerra. nomeados pelo Imperador com idade mínima de 40 anos e renda anual de 200 mil réis.