Você está na página 1de 43

O MEU DEUS

É ORIGINAL
O MEU DEUS É ORIGINAL

SUMÁRIO

DO AUTOR 3
1 – COMPARAÇÃO COM “DEUS PIRATA’ 4
2 – DEFINIÇÃO DO QUE É PIRATARIA 7
3 – TIPOS DE PIRATARIA 11
4 – REFUTAÇÃO DOS ARGUMENTOS PRÓ 12

PIRATARIA
5 – CONSEQUENCIAS DA PIRATARIA 18
6 – PIRATARIA NA BÍBLIA 23
7 – RAZÕES PARA USAR APENAS O ORIGINAL 30
8 – BÊNÇÃO ORIGINAL 35
9 – PROPOSTA PARA LIBERTAÇÃO 38
10 – ALGUMAS REFERÊNCIAS 42

2
O MEU DEUS É ORIGINAL

DO AUTOR

Ai daquele que contende com o seu Criador! o caco entre outros cacos de
barro! Porventura dirá o barro ao que o formou: Que fazes? ou a tua
obra: Não tens mãos? Isaías 45:9

A obra de Deus é perfeita. Nós somos a excelência da


Sua criação. E Ele nos deixou um “manual de instruções”, a Sua
Palavra. Não como obedecer um pouco, ou obedece ou não.
Quem desobedece, contende. Melhor é obedecer

Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar; e o atender melhor é do


que a gordura de carneiros. 1 Samuel 15:22

3
O MEU DEUS É ORIGINAL

1 – COMPARAÇÃO COM “DEUS PIRATA’

Imaginemos a seguinte cena:


Uma irmã, do estilo “fogo puro” muito crente em Cristo
Jesus descobre que algum ente muito próximo e querido ficou
doente. Uma doença muito grave, daquelas incuráveis. Oras,
como todo “crente fiel”, essa irmãzinha começa a orar e clamar
a Deus pela cura do seu ente querido (nem vamos entrar no
mérito da forma da intercessão nem das razões pela qual a
pessoa possa ter adoecido, ok?). E ora, jejua, ora, chora, ora,
faz vigília, ora, vai ao monte, ora mais um pouco, luta com
todas as suas forças e ... nada acontece. Pior, o estado da
pessoa se agrava mais ainda.
Então muito revoltada por Deus não ter “atendido ao
clamor de um justo”, essa irmãzinha decide abandonar tudo e
vai faz um pacto e uma promessa a um dos tantos “guias” que
têm por aí: “Se meu querido for curado, subo a escadaria do
Cristo Redentor de joelhos, sem almofada levando equilibrado
na cabeça (sem as mãos) a imagem do São Jorge, 3 galhos de
arruda na orelha esquerda, dois patuás como brinco na orelha
direita e carregando junto meu ente querido nem que seja na
maca”. Aí o guia diz:

4
O MEU DEUS É ORIGINAL

“Além disso (bafo de charuto), sunssê vai ter que fazer


um trabáio na encruzilhada. Matar duas galinha preta,
derramar o sangue na boca do sapo e custurá prele engoli
tudin.”
A (agora ex) irmãzinha paga o guia, faz o trabalho e
“milagrosamente” tem a sua prece atendida. Assim lá vai ela e
cumpre a promessa toda “feliz” por ter sido abençoada mesmo
que por um deus pirateado.

Esta estória totalmente fictícia parece absurda, não é


mesmo? Não consigo imaginá-la na vida real, se bem que não
podemos duvidar nunca da capacidade humana. Fico
imaginando a sua reação hilariante ao ter lido esse pequeno
causo.
Porém infelizmente essa realidade acontece todos os
dias no meio do povo de Deus. Obviamente a cena descrita foi
recheada de hipérboles, mas a sua essência está presente e
cada dia mais arraigada nos conceitos dos que deveriam apenas
estar firmes nas promessas de Deus.

E não duvidou da promessa de Deus por incredulidade, mas foi


fortificado na fé, dando glória a Deus, Romanos 4:20

5
O MEU DEUS É ORIGINAL

É incrível como o Deus que servimos pode curar Aids,


salvar drogados, recuperar pessoas à beira da morte, mas “não
pode” nos abençoar para que possamos comprar produtos
originais. Pior ainda, como podemos adorar e servir a esse
mesmo Deus por meio da pirataria, contradizendo o que o
salmista afirmou: Porque tu não és um Deus que tenha prazer na

iniqüidade, nem contigo habitará o mal. (Salmos 5:4). Estará Deus


feliz com nossos cânticos dessa forma? Derramará Ele do seu
Espírito Santo ao vermos um DVD evangélico pirata? Bem sei
que o Deus que servimos é o Deus do impossível e que a Sua
sabedoria é loucura para os homens, porém fico a me
perguntar: “Com todas as possibilidades presentes irá querer
Deus operar por meio de ilicitudes e até mesmo abençoar uma
pessoa em detrimento aos direitos de outra?”
Temos deixado de buscar unicamente em Deus a solução
dos nossos problemas e a realização do que sonha o nosso
coração para, da forma mais fácil e muitas das vezes errada,
satisfazermos as nossas vontades. Já paramos para pensar
como reagiríamos se estivéssemos do outro lado?
Desapercebidamente a pirataria está até mesmo sendo
difundida na própria igreja. Muito entristece saber que lideres
têm sido coniventes e pior, incentivadores desses atos, em
total desrespeito não apenas ao proprietário da obra pirateada,

6
O MEU DEUS É ORIGINAL

mas também às leis que regem este país e principalmente à


doutrina bíblica; o que será que está acontecendo? Será que
a Igreja está se amoldando ao mundo, ou será que todos estão
imaginando que Deus está com a visão cansada e não vê o que
estão a fazer. Ou ainda, será que as coisas mudaram e a
Palavra de Deus tem sido substituída pela “lei de Gerson”1?
Por que estamos constantemente buscando alargar o
caminho que o próprio Senhor Jesus afirmou em Mateus
7:13-14 ser apertado o caminho que conduz à vida e espaçoso
o caminho que conduz à perdição? Não estaríamos (igreja), com
essa atitude, tomando a forma do mundo? E qual a instrução
que recebemos de Paulo quanto a isso? (Ver Romanos 12:2)
O nosso Deus é o ORIGINAL, então nada mais óbvio que
desejarmos que tudo em nossa vida seja original.

7
O MEU DEUS É ORIGINAL

2 – DEFINIÇÃO DO QUE É PIRATARIA

Podemos definir pirata de várias maneiras. O mais


comum é: “o que não é original”. Entretanto há algumas
normas legais que tratam deste assunto e que melhor definem
o tema.
A Lei nº 9.609, de 19.02.1998 dispõe sobre a proteção
de propriedade intelectual de programa de computador, sua
comercialização no País, e dá outras providências. Ela explica o
que é permitido quanto à reprodução de programas e afirma em
seu artigo 2º que: “O regime de proteção à propriedade
intelectual de programa de computador é o conferido às obras
literárias pela legislação de direitos autorais e conexos vigentes
no País.” Portanto precisamos conhecer ao menos um pouco
sobre a legislação sobre direitos autorais para poder pensarmos
melhor sobre o tema.
A Lei sobre Direitos Autorais é a seguinte, lei nº Lei nº
9.610, de 19.02.1998. Trata-se de uma lei extensa, mas que
todos deveríamos conhecer ao menos o Capítulo III que versa
sobre os direitos autorais do autor e sua duração e também o
Capítulo IV que abrange as limitações aos direitos autorais.
Nos dois capítulos citados, aprendemos o que é
permitido (e como é permitido) e o que não é permitido realizar
sobre a obra que uma pessoa produziu. Não podemos nos

8
O MEU DEUS É ORIGINAL

esquecer de que não compete a nós julgar se quem produziu a


obra está atuando de forma correta ou não. Principalmente em
relação à obra de Deus, cada um prestará as suas contas a
Deus, não podemos fazer “justiça com as próprias mãos”.
Os produtos originais são mais caros em virtude dos
tributos arrecadados para garantir o pagamento dos direitos
autorais, Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços
(ICMS), Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI),
Programa de Integração Social/Contribuição para Financiamento
da Seguridade Social (PIS/Cofins). “Do valor cobrado de um CD
original no mercado nacional, 8% são para cobrir os direitos
autorais; 19% para os direitos artísticos; 15% para pagamento
do IPI; 12% para ICMS; 3% para o PIS/Cofins; 28% para
produção e 15% são previstos para o lucro. Na pirataria, o
infrator compra apenas uma mídia original e gasta centavos
para fazer uma cópia e revender a R$ 5,00 mercado
clandestino. Seu lucro é muito superior ao das gravadoras e
empresas de criação, por isso o ambulante que vende produtos
piratas não está reduzindo o desemprego, fazendo uma
atividade comercial e sim eliminando empregos com carteira
assinada e direitos constituídos de chefes de família.
Na verdade, no fundo, todos sabemos que a pirataria é...
pirataria oras (roubo!); ou em outras palavras menos cruéis,
ato ilícito para adquirir bens alheios. Mas as vantagens são

9
O MEU DEUS É ORIGINAL

tantas que preferimos negar essa condição e construir nossas


próprias leis entristecendo o Espírito Santo e dando mau
testemunho aos homens. Todo e qualquer produto adquirido de
forma ilegal, caracteriza-se como pirataria, ou seja, produtos
sem nota fiscal, salvo alguma exceção amparada por lei.
Um exemplo, são produtos comprados nos "paraísos" eletro-
eletrônicos, desmanche, etc.*1
Não se preocupe, emprestar um CD ao amigo não se
enquadra como crime. Porém, o que o seu amigo irá fazer com
isso, pode ou não ser enquadrado como infração. E quem irá
prestar contas é ele.
Para o advogado José Antônio Milagre, presidente da
Comissão de Propriedade Intelectual e Segurança da
Informação da OAB-SP, "quando se compra um CD, o que
está se comprando é apenas o suporte físico material, a
mídia, ao passo que o conteúdo intelectual não é, em
nenhum momento vendido. Trata-se de um licenciamento
exclusivo e permanente de uso", explica. Ou seja, quando
compramos um CD (por exemplo) compramos o direito de ouvi-
lo e não o de fazer o que bem entendermos.

1
http://maisjesus.net/page.php?23

10
O MEU DEUS É ORIGINAL

3 – TIPOS DE PIRATARIA
Poderíamos descrever por muitas páginas uma lista; “É pirata, é
original.” Porém isso nos afastaria do propósito deste livro que é o de
despertar em cada um a própria consciência.
Portanto, você deve pensar a respeito dos seus hábitos, das suas
compras e das suas aquisições.
É absurda a quantidade de produtos que são comercializados ou
“repassados” de forma ilegal. Nós comumente pensamos logo em CDs e
DVDs, mas vai muito além disso. Softwares, brinquedos, livros, e até
mesmo medicamentos entre muitas outras coisas. É até difícil imaginar
uma pessoa intencionalmente comprar um medicamento falsificado, não?
Porém ao conhecermos quais são os medicamentos mais
comercializados, nosso entendimento clareia um pouco. Segundo o
presidente do Conselho Nacional de Combate à Pirataria, Luiz Paulo
Barreto, são mais encontrados estimulantes sexuais, remédios para
celulite, queda de cabelo, emagrecimento e analgésicos. E
aparentemente ninguém teme o que diz a lei: comercialização de
medicamentos falsificados é crime hediondo e prevê pena de dez a 15
anos de reclusão.

11
O MEU DEUS É ORIGINAL

4 – REFUTAÇÃO DOS ARGUMENTOS PRÓ PIRATARIA


Chega a ser assombroso a quantidade e a qualidade das
justificativas para a prática e o consumo da pirataria. Desculpas
“tão convincentes” que estão, assim como em tantos outros
temas polêmicos, induzindo os escolhidos a praticarem atitudes
abomináveis ao Senhor. Porém um detalhe a receber menção
neste aspecto é o de que tanto a pirataria como qualquer outro
tema “polêmico” só o é pela falta de conhecimento citada em
Oseías 4:6 e pela falta de sabedoria na vida do povo cristão.
O tolo não tem prazer na sabedoria, mas só em que se manifeste aquilo
que agrada o seu coração. Provérbios 18:2

Vamos discorrer e refutar esses argumentos, devemos


raciocinar com a sabedoria que o Senhor nos concede para nos
limparmos desse lodo que tem nos envolvido a cada dia:

I – O CD original é muito caro:


Esse é o argumento mais comum e o mais fácil a ser
combatido, primeiramente com a visão cristã e em seguida com
o entendimento racional humano:
Oras, não servimos ao Deus capaz de curar
enfermidades leves ou incuráveis pelo conhecimento humano?
Não servimos ao Deus capaz de conceder empregos

12
O MEU DEUS É ORIGINAL

inimagináveis? Quantos e quantos testemunhos já vimos ou


testemunhamos de bênçãos financeiras? E esse mesmo Deus
não pode conceder a nós a quantidade de dinheiro suficiente
para comprar uma obra (CD, livro, DVD, etc.) que seja para
nossa própria edificação e para o engrandecimento da obra
dEle? Ou será que, simplesmente, estamos “investindo” as
nossas riquezas em coisas “mais importantes” que o
crescimento espiritual e o Reino de Deus?
Agora pensando racionalmente: Qual o custo de um CD
pirata por exemplo? Bem, o sujeito precisa adquirir o conteúdo
do CD certo? Ah, então pelo menos um ele compra né? Errado,
nem sempre, o sujeito dá um jeito e consegue o conteúdo do
CD, seja por download legal ou não, empréstimo do CD, roubo,
etc etc etc. Pois bem, aí ele compra milhares de CDs virgens por
míseros centavos a unidade, gasta 1 ou 2 minutos para gravar
no seu computador (isso deve consumir um absurdo de energia
elétrica, não?), imprime ou fotocópia a capa do CD original,
coloca num saquinho plástico e pronto. “É o CD, é o CD, 1 é 5
2 é 8!!!” É isso que ouvimos nas ruas. E vale ressaltar que o
computador, a impressora e os demais materiais empregados
não são de uso exclusivo disso, ou seja, se o pirateador não
copiar o CD musical, ele pode usar o computador para seu uso
pessoal, assim como a impressora. Ou seja, ele não repassa
dinheiro a ninguém além de si próprio.

13
O MEU DEUS É ORIGINAL

Porém, alguma vez você já parou para ler e conferir a


ficha técnica que está impressa, geralmente, na última folha do
encarte do CD? Se a resposta for não, pare a leitura deste livro,
pegue um CD original (O quê? Você não tem nenhum CD
original? Então empreste de alguém, pelo menos o encarte) e
conte quantas pessoas estão diretamente envolvidas na
produção daquele bem. São inúmeras pessoas: músicos,
maestros, arranjadores, diretores, técnicos, designers etc. Mas
além dessas pessoas, há envolvimentos indiretos como: a tia da
limpeza, a tia do cafezinho, o segurança, secretárias, e demais
pessoas envolvidas na gravadora. Mas não pára por aqui não,
ainda tem todos os custos e pessoas envolvidas com
embalagens, transporte, divulgação, lojistas e etc. E para fechar
a citação da cadeia produtiva, lembremos das fábricas,
instrumentos musicais e demais equipamentos envolvidos. A
questão dos impostos fica para outro ponto ok?
Agora responda sincera e honestamente: Considerando o
que envolve a produção dos CDs, qual é o mais barato e que
gera mais empregos, o original ou o pirata? Vai continuar
defendendo o indefensável?

De que serviria o preço na mão do tolo para comprar sabedoria, visto que
não tem entendimento? Provérbios 17:16

14
O MEU DEUS É ORIGINAL

II – O original tem um monte de imposto embutido


e o governo só rouba o nosso dinheiro e não faz nada.
Por isso não vou colaborar com essa roubalheira:
Esse é o argumento mais comum e o mais fácil a ser
combatido. Uma simples perguntinha: O pecado alheio lhe
autoriza a pecar também? Se alguém nas altas (ou baixas)
esferas governamentais utiliza de forma ilícita o dinheiro dos
nossos impostos, isso não nos concede o direito a não mais
pagar os tributos a nós instituídos.
...Dizem-lhe eles: De César. Então ele lhes disse: Dai pois a César
o que é de César, e a Deus o que é de Deus. Mateus 22:21
Tentar “ludibriar” o pagamento de impostos é tão errado
quanto roubar diretamente alguém. Você que lê esse livro,
alguma vez já orou a Deus na compra de algo consagrando o
valor que você deposita nas mãos do governo para que esse
dinheiro seja abençoado por Deus e tenha o seu destino
aplicado em uma situação, obra ou atividade realmente
necessária e de forma integral? Isso é difícil não é mesmo? Mais
fácil é reclamar do que ocorre no dia a dia. Porém deixo uma
reflexão: Deus nos coloca para vivermos uma vida fácil?

15
O MEU DEUS É ORIGINAL

III – É um absurdo a pessoa dizer que louva a


Deus e cobrar tão caro por isso. Ou, é um absurdo a
pessoa ter uma revelação de Deus e escrever algo e
querer lucrar cobrando por isso.
Eu fico muito entristecido quando ouço ou leio algo
semelhante. E isso é muito sério. Chega a ser decepcionante
ver irmãos “fortes na fé”, com anos de igreja e com eloqüentes
discursos, mas com esse discurso. Há duas citações bíblicas,
mas eu prefiro esta: ...E: Digno é o obreiro do seu salário. 1 Timóteo

5:18
Claro que vemos muitos abusos, principalmente o meio
evangélico com o tal do “Compre isso, compre aquilo, é benção
para sua vida irmãozinho. O CD do semestre passado já era,
agora você precisa do novo lançamento para ser abençoado”.
Etc etc etc. Essas atitudes sim são condenáveis.
Agora reclamar do preço de um livro edificante ou de um
CD abençoado e gastar fortunas com coleções, trilogias, boxes
(DVDs), roupas de marcas (mesmo comprando tudo pirata,
gasta-se fortunas com essas coisas), tantas “porcarias” que são
oferecidas pelo mundo dão atitudes tão antagônicas que só
mesmo a cegueira espiritual explica.

16
O MEU DEUS É ORIGINAL

IV – Mas eu tenho outros motivos que não estão


descritos.
Com certeza deve haver, mas para acabar de vez com
qualquer justificativa torpe para o pecado da pirataria, deixo um
breve recado que Paulo deixou aos Filipenses, e que bem cabe a
todos nós:
Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto,
tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é
de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.
Filipenses 4:8
E acrescento: não apenas pensar, mas agir. Devemos
viver, com honestidade e justiça. Se nossa justiça deve exceder

à dos fariseus (Mateus 5:20), quanto mais à dos ímpios. Pense,


se Cristo estivesse vivendo hoje a sua primeira vinda à terra, e
Ele pedisse algo, uma roupa ou um livro para ler e alguém lhe
desse algo falsificado ou de origem ilícita. Qual seria a reação
dEle? Será que a sua reação tem sido a mesma? E como seria
se a você fosse pedido, o que você ofereceria a Jesus? É o que
você oferece continuamente a Deus, o seu louvor, a sua
adoração baseada num CD ou DVD pirata, não é mesmo? Sua
adoração tem sido recebida por Deus da mesma forma como Ele
recebeu a oferta de Caim ou a de Abel?

17
O MEU DEUS É ORIGINAL

5 – CONSEQUENCIAS DA PIRATARIA
Depois de você ter lido que todas as possíveis
justificativas para a prática da pirataria não passam de ilusões
de Satanás para a nossa vida, as quais devemos imediatamente
rejeitar tão logo tomemos conhecimento, vamos agora entender
o que tem acontecido em nossas vidas devido a essas práticas.
Jeremias 22:13 nos diz: Ai daquele que edifica a sua casa com
injustiça, e os seus aposentos sem direito, que se serve do serviço do seu
próximo sem remunerá-lo, e não lhe dá o salário do seu trabalho.
Você se lembra quando seus pais lhe advertiam: “Ai de
você se fizer isso!”; o que acontecia quando não se respeitava
esse aviso? No mínimo uns petelecos, não é mesmo? Qual será
então a conseqüência vinda de Deus ao desobedecermos a uma
advertência dEle? Então seguimos lendo a seqüência do livro de
Jeremias e paramos no versículo 17: Mas os teus olhos e o teu
coração não atentam senão para a tua avareza, e para derramar sangue
inocente, e para praticar a opressão, e a violência. Que descrição
perfeita para quem pratica a pirataria em qualquer nível não?
Os olhos e o coração atentam apenas para a tua avareza. Você
não quer saber se aquele produto financia ministérios, missões
ou evangelismo, você quer é “receber da bênção”. Você não
quer saber se a venda legal daquele produto vai alimentar
famílias ou se vai financiar hospitais ou escolas, você quer

18
O MEU DEUS É ORIGINAL

apenas economizar o teu “pobre” dinheirinho. Pode até alegar:


“Mas eu não derrubo sangue inocente.” Ora, se não colabora
com a forma oficial para construir hospitais que é pelo
pagamento dos tributos devidos nem com missões que podem
salvar vidas antes da morte eterna, como não ser
responsabilizado pelo derramamento de sangue inocente? E o
que dizer então sobre o trabalhador que é demitido, pois a
fábrica não produz tantos produtos como antes devido à
pirataria. Alguém demitido por essa razão tem coragem de
afirmar que não se sente oprimido? Sim, você que comprou
produto pirata contribuiu para que isso ocorresse. Bem, quanto
à violência a situação é tão escancarada que comentários
tornam-se repetições vãs.

Romanos 6
13 Nem tampouco apresenteis os vossos membros ao pecado por
instrumentos de iniqüidade; mas apresentai-vos a Deus, como vivos
dentre mortos, e os vossos membros a Deus, como instrumentos de
justiça.
14 Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo
da lei, mas debaixo da graça.

19
O MEU DEUS É ORIGINAL

Quando eu vejo um pastor ou membro de ministérios, ou


seja. lideranças da igreja, afirmando terem comprado produtos
piratas, apresentando esses produtos à igreja e usando esses
materiais para evangelizar eu fico muito entristecido. Os
versículos citados de Romanos referem-se ao nosso corpo
mortal, mas podemos fazer uma comparação com o nosso
“corpo de Cristo” que é a igreja. Ou seja, vivemos com a
existência de inúmeras associações, órgãos, empresas,
sociedades, instituições, etc., cada um representando um corpo
com os seus membros. Cada igreja é um corpo no meio de
tantos outros, porém com um diferencial, o pecado não pode
nos dominar. Mas essa condição, infelizmente, tem sido
contrariada. O que acontece à uma igreja quando sua santidade
é deixada de lado e práticas pecaminosas são levadas aos
membros com tanta normalidade? Isso mesmo, o império das
trevas sobrepuja o que deveria ser propriedade do reino de
Deus. Aí começam as famosas orações: “Senhor, por que me
desamparastes... Senhor restaura tua igreja... Senhor, Senhor,
Senhor.” Mas ao apresentar os membros ao pecado, a igreja
torna-se escrava do mesmo.
Alguém pode alegar que não tem problema um
comportamento desses por ser “salvo, lavado e remido no
sangue do Cordeiro”, que Deus perdoa tudo. Mas...

20
O MEU DEUS É ORIGINAL

Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus? Não
erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os
efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os
bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de
Deus. I Coríntios. 6.9,10

Tem certeza que não tem problema nenhum praticar a


pirataria? Já vimos que por mais que não se tire dinheiro do
compositor, do escritor, nem da tia do cafezinho da gráfica. Mas
ao utilizarmos bens que foram produzidos por alguém e não
pagarmos o valor que é devido estamos praticando injustiça
contra essas pessoas. É complicado não? Eu imagino o
pensamento de muitos leitores agora até porque eu já passei
por isso, mas a questão é: Não existe pecadinho e pecadão e se
queremos viver a vida que Ele nos tem planejado, devemos
viver a vida que Ele nos tem planejado. Entenderam a
repetição? Se uma prática é correta devemos segui-la, se uma
prática é condenável, devemos rejeitá-la não importa o quanto
isso seja doloroso a nós mesmos num primeiro momento. Muito
mais valioso e importante é permanecer nos propósitos de
Deus.
Mas não há apenas conseqüências desastrosas da
pirataria na vida espiritual. No campo material também.
Segundo declaração do presidente da Associação Paranaense de

21
O MEU DEUS É ORIGINAL

Combate à Pirataria (APCP), Roberto Olívio ao portal


www.paranaonline.com.br em 2007, um dos grandes problemas
que a venda de produtos ilegais causa é a evasão fiscal, que no
Brasil atinge cerca de R$ 30 bilhões por ano. Imaginemos o
quanto esse dinheiro poderia trazer de benefícios ao povo.
Novamente vem a insana perguntinha: “Mas e a roubalheira?” E
novamente vem também a resposta padrão: “Não cabe a nós
roubar para evitar o roubo dos outros.

22
O MEU DEUS É ORIGINAL

6 – PIRATARIA NA BÍBLIA
Pode parecer estranho, mas a pirataria acompanha o ser
humano há muito tempo. A Bíblia nos relata algumas atitudes
do homem que simplesmente abandona a criação, os planos
originais de Deus para viver uma vida de falsidade e mentira,
uma vida de segunda linha.
Parece estranho porque quando pensamos em pirataria
pensamos em roupas, CDs ou DVD,s. Porém como já vimos,
toda e qualquer cópia sem autorização é uma espécie de
pirataria, pior ainda é quando se objetiva auferir lucro com essa
cópia e é exatamente isso que veremos nos três registros
bíblicos que separei sobre esse tema:

I - A CRIAÇÃO DE DEUS
A primeira frase, que é o primeiro versículo da Bíblia,
relata a primeira obra na Terra: 1 No princípio criou Deus os céus
e a terra. (Gênesis 1:1) na seqüência mais uma excelente obra do
Criador: E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a

nossa semelhança; e domine... (Gênesis 1:26a) Estava tudo muito


bem, mas em Gênesis 3:5b lemos uma “proposta” de Satanás a
Eva: sereis como Deus, sabendo o bem e o mal. Oras, já havia O
Deus, Ele não precisava e não precisa até hoje de nenhuma
cópia, Ele cuida de tudo. Mas o ser humano desde os primórdios

23
O MEU DEUS É ORIGINAL

até hoje tenta ser Deus. O homem busca ter poder sobre a vida
e sobre a morte. O homem tenta criar e recriar o mundo,
procura vidas em outros planetas. O homem ao invés de cuidar
do que Deus lhe deu, tenta criar condições de vida na Lua ou
em Marte. Mas não adianta, apenas Deus tem essa autoridade.
Nenhuma cópia “mal acabada” poderá atingir essa perfeição.
Para que o homem quer ser Deus se mal ele consegue cuidar da
sua própria vida? Guardadas as devidas proporções, é o mesmo
que cidadão que busca alimentar sua família copiando DVD’s e
vendendo aos conhecidos.

II - O BEZERRO DE OURO
E lá estava o povo peregrinando pelo deserto. Sendo
trabalhado e moldado por Deus para vencer cada obstáculo,
cada desafio que o caminho lhes apresentasse. Sim, Deus não
dá nada de graça além da salvação, o Seu povo precisa
conquistar para valorizar o que Deus concede. Quantas
maravilhas, quantos milagres originais e únicos até então o
Senhor havia operado para aquela multidão que saíra do Egito
de forma milagrosa. Moisés os liderava, mas em determinado
momento, Deus quis um momento a sós com Moisés e este
subiu ao monte. Mas como Deus não faz nada correndo nem às
pressas, o “papo” dEle com Moisés fluía e o povo sem saber de

24
O MEU DEUS É ORIGINAL

nada, ao invés de se ocupar com os seus afazeres logo procurou


piratear um deus para si:
Mas vendo o povo que Moisés tardava em descer do monte, acercou-se de
Arão, e disse-lhe: Levanta-te, faze-nos deuses, que vão adiante de nós;
porque quanto a este Moisés, o homem que nos tirou da terra do Egito,
não sabemos o que lhe sucedeu. E Arão lhes disse: Arrancai os pendentes
de ouro, que estão nas orelhas de vossas mulheres, e de vossos filhos, e de
vossas filhas, e trazei-mos. Então todo o povo arrancou os pendentes de
ouro, que estavam nas suas orelhas, e os trouxeram a Arão. E ele os
tomou das suas mãos, e trabalhou o ouro com um buril, e fez dele um
bezerro de fundição. Então disseram: Este é teu deus, ó Israel, que te tirou
da terra do Egito. (Êxodo 32:1-4)
Não foi um absurdo o que o povo fez? Tudo acontecendo
de forma a abençoar o povo, Deus operando maravilhas no
meio do povo e eles querendo “deuses” para serem carregados!
Mas também é uma comparação perfeita com os dias atuais.
Deus oferece o melhor ao seu povo. Mas pela pressa, pela
gastura, o povo se atravessa no tempo de Deus e faz tudo do
jeito errado, mas que traga o seu prazer imediato.

25
O MEU DEUS É ORIGINAL

III - OS SETE EXORCISTAS JUDEUS


No Novo Testamento também encontramos um caso
típico de um verdadeiro pirata. Vemos essa passagem no

capítulo 19 do livro de Atos a partir do versículo 13: E alguns dos


exorcistas judeus ambulantes tentavam invocar o nome do Senhor Jesus
sobre os que tinham espíritos malignos, dizendo: Esconjuro-vos por Jesus
a quem Paulo prega. E os que faziam isto eram sete filhos de Ceva, judeu,
principal dos sacerdotes. Respondendo, porém, o espírito maligno, disse:
Conheço a Jesus, e bem sei quem é Paulo; mas vós quem sois? E, saltando
neles o homem que tinha o espírito maligno, e assenhoreando-se de todos,
pôde mais do que eles; de tal maneira que, nus e feridos, fugiram daquela
casa. E foi isto notório a todos os que habitavam em Éfeso, tanto judeus
como gregos; e caiu temor sobre todos eles, e o nome do Senhor Jesus era
engrandecido.
Havia os apóstolos que operavam prodígios, haviam os
discípulos que já viviam conforme o ensinamento de Cristo e
qualquer um poderia, tão somente bastava aceitar a Cristo
como único e suficiente salvador, viver na mesma fé no mesmo
caminho. Porem aqueles sete homens, filho do principal dos
sacerdotes judeus quiseram tirar um proveito da situação, eles
não conheciam a Cristo, eles não eram cristãos. Muito
provavelmente eles queriam um pouco da “fama e do sucesso”
de Paulo. Podem até ter conseguido um breve feito, mas na

26
O MEU DEUS É ORIGINAL

hora da verdade foram humilhados e escorraçados, tiveram que


fugir dos espíritos. Imaginemos a cena dos sete homens fugindo
do espírito maligno. Não lembra exatamente a cena dos
ambulantes fugindo do “rapa”? Não lembra a destruição,
constantemente produzida pela Receita Federal de produtos
falsificados? Sim aqueles rolos compressores passando sobre
brinquedos, DVDs, etc.
Aqueles sete irmãos poderiam “legalizar a sua atividade”
se convertendo a Cristo, pagando o preço justo, servindo a Ele,
mas preferiram ser espertos e deu no que deu. Você pode se
esforçar, se dedicar e comprar apenas o que é original o que é
legalizado. Mas cada vez que você compra algo ilegal, você está
agindo como aqueles homens que “exorcizavam” sem
autoridade. Não queira continuar nessas práticas até a hora em
que você leve uma invertida. Volte-se para o comportamento de
Cristo.
Exatamente ao escrever o parágrafo anterior, o Senhor
me revelou mais uma passagem. Trata-se de uma passagem
sobre:

27
O MEU DEUS É ORIGINAL

IV - O EXEMPLO DE CRISTO
Cristo foi tentado num momento de extrema fraqueza a
idolatrar um deus falsificado.
Novamente o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe
todos os reinos do mundo, e a glória deles.E disse-lhe: Tudo isto te darei
se, prostrado, me adorares. Mateus 4: 8-9
E na seqüência Jesus coloca o diabo no seu devido lugar:

Então disse-lhe Jesus: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu
Deus adorarás, e só a ele servirás. Mateus 4: 10

Ele mostrou que o certo é apenas servir ao Deus original.


O Criador, O Detentor de tudo. Nesse ponto você pode afirmar:
“Sim eu sirvo apenas a Deus, não me curvo a satanás!”. Amém
e que assim seja, inclusive adquirindo e usando apenas o que
provém da boa e perfeita vontade de Deus. Com honestidade e
esforço. O Deus a quem servimos não é o Deus do mais fácil, é
o Deus do correto. Já vimos diversas desculpas, não vamos
repetir, elas são ciladas do diabo para derrotar a usa vida. Faça
como Cristo, ao curve-se a uma proposta aparentemente fácil
que pode abrir um profundo vale de destruição em sua vida.
Jesus poderia ter recebido naquele momento todo o
“poder” sobre mundo. Mas aquele não era o momento de Deus
para aquilo, o momento de Deus ainda está por vir, Para que ao

28
O MEU DEUS É ORIGINAL

nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e
debaixo da terra, Filipenses 2:10. Portanto, se você realmente
deseja alguma coisa, você realmente precisa daquilo e é da
vontade de Deus que você a obtenha, não se preocupe. Faça
como Cristo e não se dobre ao modo mais fácil (e errado) de
conquistar, apenas se esforce para conquistar que o Deus todo
poderoso irá abençoá-lo no momento exato e você vai realizar o
desejo do seu coração.

29
O MEU DEUS É ORIGINAL

7 – RAZÕES PARA USAR APENAS O ORIGINAL

Nesse material nós já lemos algumas boas razões para,


como filhos de Deus, não usarmos nem adquirirmos produtos
piratas ou ilegais. Agora vamos verificar algumas situações que
nos mostram que temos que utilizar produtos originais.

Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar?
Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos
homens. Mateus 5:13

Pois é isso mesmo, o mundo inteiro pode fazer tudo


errado, mas o servo de Deus tem por mandamento ser
diferente. O que faz o sal na comida? Ele realça o que tem de
bom, ele difere, ele muda o sabor. Vá comer feijão sem sal. É
horrível. Temos que salgar, temos que impactar o mundo com
nossa postura, com nossas atitudes. Cristo nos alertou, se nos
comportarmos como os demais seremos tão e somente lançado
fora para sermos pisoteados. É isso que queremos para a nossa
vida? Sou remido pelo sangue do Cordeiro, sou escolhido do
Deus único, do original. Não posso ser como os perdidos que se
perdem facilmente pela comodidade do mais fácil.

30
O MEU DEUS É ORIGINAL

Porque bem sabeis isto: que nenhum devasso, ou impuro, ou avarento, o


qual é idólatra, tem herança no reino de Cristo e de Deus. Efésios 5:5

A bíblia nos ensina que o avarento, é idólatra e que esse


não tem herança no reino de Deus. Mas o que idolatria tem a
ver com o nosso tema? A ligação está no fato da idolatria ser
originada pela avareza que entre outras coisas é o amor
excessivo e sórdido ao dinheiro. Portanto, quem adquire um
produto pirata simplesmente porque o original é muito caro, às
vezes até dizendo: “Não vou gastar meu dinheiro com isso!”,
principalmente ainda quando é um material que pode abençoar
e pior ainda é quando a pessoa possui recursos para comprar,
isso é avareza. E como está escrito no versículo citado, quem
possui essa postura não tem parte no reino de Deus. A escolha
é sua, se a sua vida for saciada com o que é original, amém.
Agora você que não se satisfaz com o que Deus lhe permite
naquele instante ou demonstra mais amor à sua riqueza, reflita
amado.

Outra importante razão para não nos aproveitarmos do


trabalho alheio, seja ele escrito, em áudio, imagens, etc; é o
respeito às leis, aos ordenamentos das autoridades. Diz a
Constituição Federal na seção de Direitos e Garantias

31
O MEU DEUS É ORIGINAL

Fundamentais no seu artigo 5° § 27 – “aos autores pertence o


direito exclusivo de utilização, reprodução ou publicação de suas
obras”;
Os direitos autorais também estão garantidos na Lei nº
9.610 de 19 de fevereiro de 1998 que atualiza e consolida tais
direitos no art. 5º § 7, art. 7º § 5, art. 9º, art. 28º, art. 29º,
art. 87º e art. 93º; O não cumprimento da Lei é um total
desrespeito não só ao proprietário da obra gravada com
também as autoridades constituídas.
Ora, o que nos ensina a bíblia?
Toda alma esteja sujeita às autoridades superiores; porque não há
autoridade que não venha de Deus; e as que existem foram ordenadas por
Deus.
Por isso quem resiste à autoridade resiste à ordenação de Deus; e os que
resistem trarão sobre si mesmos a condenação.
Porque os magistrados não são motivo de temor para os que fazem o bem,
mas para os que fazem o mal. Queres tu, pois, não temer a autoridade?
Faze o bem, e terás louvor dela; Romanos 13.1 a 3

Que passagem maravilhosa. Com certeza alguns podem


querer contra argumentar essa passagem bíblica para
desmerecê-la. Mas é impossível, pois a bíblia é única, ou é ou

32
O MEU DEUS É ORIGINAL

não é por completo. Como até aqui a Palavra de Deus está


correta, não podemos simplesmente ignorar trechos.
Quem estipula as leis são as autoridades constituídas,
mas o versículo 3 em especial nos traz uma importante
mensagem: Quanto à pirataria, estão sujeitos às penalidades
previstas em lei, tanto o que produz quanto o que adquire.
Desta forma quem pratica a iniqüidade pode ser levado à
autoridade para responder pelos seus atos. (Considerando a
pirataria como sendo uma espécie de roubo, o que compra é
equiparado ao receptador). Portanto quem procede com uma
conduta reprovável à estabelecida pela autoridade, esse sim
deve temer a autoridade. Porém a pessoa que conduz a sua
vida de forma irretocável tanto em relação aos ensinamentos do
Senhor quanto em relação aos ordenamentos das autoridades
humanas, esse não precisa temer visto que sua vida não será
objeto de verificação pelas autoridades.
Eu resumo essa parte do texto com um famoso ditado
popular; “Quem não deve, não teme!”. E quem não deve?
Quem não faz coisas erradas.

Acordai para a justiça e não pequeis mais; porque alguns ainda não têm
conhecimento de Deus; digo-o para vergonha vossa. I Coríntios. 15.34
Não vivemos com falta de amor ou compreensão, mas o
que realmente está cada vez mais longe do ser humano são

33
O MEU DEUS É ORIGINAL

caráter, consciência e vergonha na cara. Sim todos os que


vivem no erro e sabem que suas condutas não agradam a Deus
precisam imediatamente acordar e rejeitar essas condutas.
Devemos praticar o que é justo, correto e íntegro. Pois sempre
que usamos o “atalho” nós nos afastamos de Deus, nós
perdemos a oportunidade de conhecê-lO, de receber dEle e de
agradá-lO.

34
O MEU DEUS É ORIGINAL

8 – BÊNÇÃO ORIGINAL
Nós sempre anunciamos o Evangelho que transforma e
liberta. Contudo muitas vezes deixamos de viver o que
pregamos ou ouvimos e passamos a ser apenas passageiros da
nossa vida. Perdemos o controle dos nossos atos e somos
levados por impulsos ou pelas influências das outras pessoas. A
palavra do Senhor nos diz em Romanos 8:14
Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são
filhos de Deus.

Todos nos proclamamos como filhos de Deus, mas está


escrito que uma condição para que sejamos considerados filhos
de Deus é de termos a nossa vida guiada, conduzida pelo
Espírito Santo de Deus. Isso deveria ser algo supre fácil e
comum, afinal de contas todos nós temos a certeza de que
ninguém melhor que o Espírito Santo para conduzir a nossa
vida. Mas como é difícil permitirmos essa condução, não é
mesmo?
O que atrapalha e impede que o Espírito Santo nos
conduza é o pecado. Nossas práticas erradas nos afastam de
Deus, elas nos encobrem de tal modo que não nos permitem
olharmos e sentirmos a proteção divina. Uma simples brecha,
um mínimo deslize nos coloca à disposição de satanás para que

35
O MEU DEUS É ORIGINAL

ele possa destruir nossas vidas. E quanto mais usado por Deus
nós somos, quanto mais servimos a Deus, mais despertamos a
fúria no diabo e ele tenta mais rapidamente se aproveitar e nos
destruir.
Mas como esse tópico é para falar de bênçãos, vamos ao
assunto. Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses

são filhos de Deus. Como é maravilhoso ter a certeza no coração


de que Deus é o nosso Pai. Então basta sermos guiados pelo
Espírito. Mas como? Bem, quanto ao tema deste livro, a
resposta é simples. Sempre que formos adquirir algo temos que
dar atenção ao que o Espírito Santo nos fala, pois O mesmo

Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus. Ele nos
mostrará se nossa atitude está correta aos olhos de Deus ou
não. Nosso coração ficará inquieto e teremos vontade de não
seguir em frente se o que formos comprar ou “baixar” não for
de forma legal. Aí a escolha será unicamente individual, seguir
aos conselhos do Espírito Santo ou não. Quem seguir será filho
de Deus.
Certo, você está pensando: “Ser filho de Deus é legal, e
o que eu ganho com isso?” E eu lhe respondo com uma
excelente declaração de Cristo: Pois se vós, sendo maus, sabeis dar
boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais dará o Pai celestial o Espírito
Santo àqueles que lho pedirem? Lucas 11:13

36
O MEU DEUS É ORIGINAL

Aí está o grande “x” da questão. Eu vou adquirir um


produto que eu sei que é pirata. O Espírito Santo fala ao meu
coração para não seguir em frente. Eu ouço e atendo. Dessa
forma o Espírito Santo me testifica a Deus como filho dEle. Por
isso posso pedir a Deus condições e ao me esforçar, Ele me
abençoa para que eu compre o original do que eu quero. E isso
acontece.
Isso é uma grandiosa e indiscutível bênção. Não é
apenas uma “receita de bolo”. Isso é aplicação e é muito
verdadeira.

37
O MEU DEUS É ORIGINAL

9 – PROPOSTA PARA LIBERTAÇÃO

O Senhor Jesus nos disse em João 14 a partir do verso

25: “Tenho-vos dito isto, estando convosco. Mas aquele consolador, o


Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas
as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito. Deixo-vos a
paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se
turbe o vosso coração, nem se atemorize.
Essa promessa de Cristo não tardou a ser cumprida,
pouco após Sua ascensão o Espírito Santo desceu sobre o povo
na reunião de Pentecostes. Atentemo-nos para uma parte
especial dessa mensagem na qual Cristo explica qual é a função
do Consolador: “esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de

tudo quanto vos tenho dito”.


Pois bem, todos nós temos no Espírito Santo um
“professor” das coisas de Deus. Sempre que nossas atitudes
não seguem o ensinamento de Deus, o Espírito Santo nos alerta
e nos faz sentir que aquilo está desagradando a Deus. Mas isso
não acontece com qualquer um não, apenas os que permitem
que Ele tenha a liberdade para nos mostrar e falar. Mesmo uma
pessoa que já aceitou a Jesus Cristo como seu único e suficiente
salvador, quanto mais ela se infiltra numa vida de pecado, ela

38
O MEU DEUS É ORIGINAL

passa a não mais prestar atenção às advertências, repreensões


e ensinamentos do Espírito Santo. A conseqüência é desastrosa.
Façamos em nosso coração o propósito e mais,
cumpramo-nos. Sempre que venhamos ouvir a admoestação do
Consolador, que nos arrependamos e mudemos o nosso
caminho para não cairmos. Dessa forma vencemos e superamos
a armadilha cilada por Satanás, lembremos que ele possui
apenas 3 objetivos (João 10:10) e por mais aparentemente
inofensiva que seja uma atitude dele, é para cumprir seu
objetivo. Assim, todas as vezes que tivermos a possibilidade de
comprar algo falsificado, ouçamos e obedeçamos a voz do
Espírito Santo. Sempre que assim procedermos, estaremos
também resistindo ao diabo que, conforme afirma a Palavra de
Deus em Tiago 4:7, fugirá de nós.

Mas Deus, não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia agora a


todos os homens, e em todo o lugar, que se arrependam; Atos dos
Apóstolos 17:30

A bíblia afirma que todos pecamos, e nem precisava,


basta cada um ser honesto consigo mesmo que reconhecerá
suas falhas e transgressões. Porém muitas vezes cometemos
erros inconscientes, na ignorância (que conforme o dicionário

39
O MEU DEUS É ORIGINAL

Aurélio significa falta de saber; ausência de conhecimentos).


Como vimos no versículo acima, Deus perdoa as nossas
transgressões cometidas no tempo da ignorância, antes de
conhecermos a Sua verdade. Ele apenas coloca uma condição
para o perdão, que nós que erramos nos arrependamos.
Sempre que leio alguma mensagem sobre perdão eu me
lembro da diferença existente entre o perdão e a desculpa. Na
desculpa não é necessário o arrependimento, basta apenas
assumir a atitude. Por exemplo: alguém no ônibus ao vagar um
assento vai em direção ao mesmo para sentar e esbarra em
outra pessoa. Ela não quis machucar nem perturbar a outra
pessoa, ela simplesmente pede desculpas e pronto. Se essa
pessoa outra vez cometer essa atitude, ela novamente pedirá
desculpas e seguirá sua vida.
Já o perdão é diferente, pois ele precisa do
arrependimento, que significa a insatisfação causada por
violação de lei ou de conduta moral, e que resulta na livre
aceitação do castigo e na disposição de evitar futuras violações.
(Dicionário Aurélio). No arrependimento a pessoa precisa
aceitar que sua atitude violou uma regra e aquilo foi prejudicial,
a pessoa deve aceitar o castigo imposto e desejar nunca mais
cometer aquele erro. É algo realmente profundo, muitas vezes
não corretamente explicado por quem deveria fazê-lo. Mas não
pensem que essas curtas e sucintas linhas abordaram o tema

40
O MEU DEUS É ORIGINAL

perdão por completo, há muito mais a ser tratado, porém não é


esse o nosso objetivo nessa obra.
Portanto, precisamos nos arrepender profunda e
verdadeiramente de toda a pirataria e de toda a falsificação que
cometemos ou colaboramos quando não tínhamos o
conhecimento do erro. Deus prontamente nos perdoa e agora
sim a vida nesse caso também seguirá limpa.

Lembremo-nos de dois importantes conselhos:

1. Quem ouve a voz da justiça e vira o rosto, vira-se contra


DEUS.

2. Toda exortação deve ser recebida com alegria.

Porque assim é a vontade de Deus, que, fazendo bem, tapeis a boca à


ignorância dos homens insensatos;
Como livres, e não tendo a liberdade por cobertura da malícia, mas como
servos de Deus. 1 Pedro 2:15-16

41
O MEU DEUS É ORIGINAL

10 – ALGUMAS REFERÊNCIAS

Site mais Jesus


http://maisjesus.net/home.php

Uol
http://tecnologia.uol.com.br/ultnot/2007/11/05/ult4213u176.jhtm

1- Segue a Lei de Gérson a pessoa que "gosta de levar vantagem em tudo",


no sentido negativo de se aproveitar de todas as situações em benefício
próprio, sem se importar com a ética. A expressão originou-se em uma
propaganda, de 1976, para os cigarros Vila Rica, na qual o meia armador
Gérson da Seleção Brasileira de Futebol era o protagonista. Embora tenha
sido um dos maiores craques da história do futebol mundial, Gérson
sempre foi um jogador polêmico.

A propaganda dizia que esta marca de cigarro era vantajosa por ser
melhor e mais barata que as outras, e Gérson dizia no final: “Você
também gosta de levar vantagem em tudo, certo?”

(fonte: wikipédia)

Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti.
Salmos 119:11

42
O MEU DEUS É ORIGINAL

Senhor Deus, que esse material tenha sido bênção para


quem o leu. Que a Sua maravilhosa, completa e perfeita obra
se cumpra em nossas vidas. Hoje e sempre. Guarda-nos dos
maus caminhos, das más ações e que em tudo o Senhor seja
referência e prioridade em nossas vidas. Amém

Caso você tenha gostado dessa obra e deseja colaborar,


contando o seu testemunho, sua experiência, com sugestões ou
críticas. Por favor, entre em contato comigo:
luiz.souza@pop.com.br

Este e-book é GRATUITO, escrito por mim. Sua


distribuição é LIVRE, sendo PROIBIDA qualquer forma de
comercialização. Porém para qualquer reprodução ou
citação, peço a gentileza da citação. Que Deus tenha
liberdade para abençoar a sua vida.

1ª edição - março/2008 (finalizada em)

2ª edição (fiz uma pequena alteração no início para atingir um


público maior) junho/2008

43