Modelos Corpusculares da matéria

Nome: ___________________________________________________________. Data: _____/_____/ ______.

Modelo de Dalton John Dalton : Professor na universidade inglesa New College (Manchester) e criador da primeira teoria atômica moderna (1803-1807). Seu modelo surgiu a partir da quantificação das substâncias que reagiam entre si para formar novas substâncias. Conclusões de Dalton: Átomos de elementos diferentes possuem propriedades diferentes. Átomos de um mesmo elemento possuem propriedades iguais e peso invariável. Átomos de um determinado elemento não se convertem a outros átomos de outros elementos por meio de reações químicas. Nas reações químicas, os átomos permanecem inalterados. O peso total de um composto é igual à soma dos pesos dos átomos dos elementos que o constituem. O Átomo pode ser imaginado como uma minúscula esfera maciça, impenetrável, indestrutível e indivisível. Falhas do Modelo de Dalton: Existência de isótopos Atomos podem ser alterados nas reações (ex.: perda ou ganho de elétrons) Ausência dos elétrons Ausência dos orbitais e níveis de energia Ausência do núcleo Modelo de Thomson Joseph J. Thomson: Físico britânico, ganhou o premio Nobel de física de 1906 devido a seus experimentos acerca da condução de eletricidade por gases. Experimento com raios catódicos → Esses raios não podiam ser vistos, mas eram detectados pelo fato de fazerem certos materiais apresentarem fluorescência. Conclusões de Thomson: Na presença de um campo elétrico ou magnético, os raios catódicos eram desviados, o que sugeria que eles possuíam carga. A natureza dos raios era a mesma, independente dos materiais do catodo. A razão carga/massa das partículas de raios catódicos era maior que a razão carga/massa do íon H + (menor átomo conhecido),sugerindo portanto, que o átomo era constituído por partículas ainda menores (e de carga negativa!). Este conclusão fez com que a visão do átomo de Dalton como menor partícula de matéria fosse revista.
Modelo Corposcular da mátéria: Dalton, Thomson, Rutherford, Bohr , Sommerfeld

Falhas do Modelo de Thomson: Não explicava a estabilidade eletrostática do átomo. particulas carregadas em movimento emitem radiação e.Modelos Corpusculares da matéria Nesse modelo. Quando um eletrão recebe energia suficiente passa a ocupar uma órbita mais externa (com maior energia) ficando o átomo num estado excitado. Bohr . A maior parte das partículas atravessou a barra sem sofrer desvios. Falha do Modelo de Rutherford: O modelo proposto por Rutherford também não explicava a estabilidade do átomo uma vez que. Sommerfeld . uma vez que um número muito grande de partículas negativas próximas umas das outras levaria a uma repulsão eletrostática elevada. Rutherford. os átomos podem ser divididos em partículas de cargas negativas (mais tarde reconhecidas como elétrons) incrustrados em uma ”massa positiva”.Existência de grandes “vazios” no átomo. Descoberta do núcleo (1911). de acordo com a eletrodinâmica clássica. Elétrons sem energia quantizada. Ausência do núcleo. Modelo de Bohr Niels Henrick David Bohr: Bohr apresentou alterações ao modelo de Rutherford: os eletrões só podem ocupar níveis de energia bem definidos. portanto. considerado pai da Física Nuclear (Nobel de 1908). Ausência dos orbitais e níveis de energia. Modelo de Rutherford Ernest Rutherford: Físico e químico neozelandês. o elétron deveria colapsar no núcleo. Se um Modelo Corposcular da mátéria: Dalton. Poucas partículas desviavam ou eram refletidas pela barra de ouro. Thomson. Um dos seus trabalhos mais significativos foi quando ele bombardeou uma finíssima lâmina de ouro com partículas alfa. e os eletrões giram em torno do núcleo em órbitas com energias diferentes. As órbitas interiores apresentam energia mais baixa e à medida que se encontram mais afastadas do núcleo o valor da sua energia é maior.

não necessariamente circulares. Rutherford.d. não sendo possível ocupar estados intermediários. O. segundo a qual a energia não é emitida em forma contínua. Cada camada ocupada por um elétron possui um valor determinado de energia (estado estacionário). Modelo Corposcular da mátéria: Dalton. Ao saltar de um nível para outro mais externo.Modelos Corpusculares da matéria eletrão passar de uma órbita para uma outra mais interior liberta energia.p. chamadas de camadas ou níveis de energia. Baseando-se nos estudos feitos em relação ao espectro do átomo de hidrogênio e na teoria proposta por Planck em 1900 (Teoria Quântica). Q. Thomson. o elétron emite um quantum de energia (igual ao absorvido em intensidade). Os elétrons estão na eletrosfera em camadas que estariam subdivididas em regiões menores denominadas subníveis(s. M. N. obtendo assim o modelo-Sommerfeld que dividia os níveis em subníveis(regiões menores) o que eliminava a decadência do elétron que ocorria no modelo anterior(Bohr) acrescentando mais dois números quânticos(azimutal e o magnético) além de estabelecer que os orbitais não tinham que se estabelecer num mesmo plano. Sommerfeld . os elétrons absorvem uma quantidade definida de energia (quantum de energia). denominados quanta de energia. na forma de luz de cor definida ou outra radiação eletromagnética (fóton).Os eletrões tendem a ter a menor energia possível . L. Modelo Rutherford – Bohr O modelo proposto por Rutherford foi aperfeiçoado por Bohr. P. Os elétrons só podem ocupar os níveis que tenham uma determinada quantidade de energia. os elétrons descrevem sempre órbitas circulares ao redor do núcleo. Ao retornar ao nível mais interno. os orbitais elípticos e a relatividade restrita.f)de energia. Bohr .estado fundamental do átomo. As camadas podem apresentar: K = 2 elétrons L = 8 elétrons M = 18 elétronsN = 32 elétrons O = 32 elétronsP = 18 elétrons Q = 2 elétrons Modelo de Sommerfeld Arnold Johannes Wilhelm Sommerfeld: Sua principal contribuição para a evolução do modelo atómico foi a inclusão no modelo de Niels Bohr. Foram propostos os seguintes postulados: Na eletrosfera. mas em ”pacotes”. Cada órbita é denominada de estado estacionário e pode ser designada por letras K.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful