Você está na página 1de 32

Mestrado Profissional em Engenharia de

Software

UMA FERRAMENTA PARA RASTREABILIDADE DE
CORE ASSETS EM LINHA DE PRODUTOS DE
SOFTWARE
Anderson Fonseca e Silva
Vinicius Cardoso Garcia

19 de maio de 2011

AGENDA

1.Resumo
2.Introdução
3.Caracterização do Problema
4.Trabalhos Relacionados
5.Fit2Mapping
– Metamodelo
– Funcionalidades
6.Restrições
7.Considerações e Trabalhos Futuros
8.Resultados
9.Referências

RESUMO

Este trabalho apresenta uma ferramenta CASE para auxiliar nas atividades de
engenharia de uma Linha de Produtos de Software (LPS), permitindo manter a
rastreabilidade entre características e os artefatos de software (i.e. requisitos,
componentes, entre outros). Além de fornecer recursos de múltiplas visões para os
modelos da análise de domínio e segurança na análise de impactos sobre uma LPS,
projetada pelo engenheiro de software, através de uma matriz de rastreabilidade.

INTRODUÇÃO

Linha de Produtos de Software (LPS)
Customização em Massa
Plataforma de Software
Engenharia de Linha de Produtos de Software.
Engenharia de domínio e aplicação.
Rastreabilidade

CARACTERIZAÇÃO DO PROBLEMA

As ferramentas de análise de domínio... demonstraram uma ausência com
relação ao mapeamento entre features e os artefatos que constituem a
aplicação gerada. Lisboa (2010)
“...um modelo de features... representadas em um modelo, se tornam
meramente símbolos. Czarnecki (2005)

CARACTERIZAÇÃO DO PROBLEMA

Mapeamento de artefatos

Geração de produtos com base na engenharia de aplicação

Segmentar grandes modelos

CARACTERIZAÇÃO DO PROBLEMA

TRABALHOS RELACIONADOS
Critérios para a seleção dos trabalhos:
- O contexto do processo de engenharia de domínio e a modelagem de features;
- A proposta de um metamodelo que prevê a rastreabilidade entre os modelos
resultantes da análise de domínio e artefatos como requisitos, código-fonte,
dentre outros;
- A utilização da notação baseada em cardinalidades.
Ferramentas Selecionadas:

Ferramenta

Fabricante

PLUSS Toolkit

Umes University e Land SystemsHSgglunds

RequiLine

Research Group Software Construction

pure::variants

GmbH

FeaturePlugin

Generative Software Development Lab

TRABALHOS RELACIONADOS
PLUSS Toolkit

Metamodelo do PLUSS Toolkit [14]

TRABALHOS RELACIONADOS
RequiLine
O objetivo principal da ferramenta é suprir as deficiências que outras ferramentas de
requisitos possuem referentes ao gerenciamento de variações e dependências.

Editor de diagramas RequiLine

TRABALHOS RELACIONADOS
pure::variants
Se baseia em dois conceitos: modelos de features (partes comuns e variáveis) e
family models (elementos arquiteturais).

Modelo de Features da pure::variants [30].

TRABALHOS RELACIONADOS
FeaturePlugin
Utiliza a notação baseada em cardinalidades, especializações do diagrama de
features e configuração baseada no diagrama de features.

Metamodelo do FeaturePlugin [15].

TRABALHOS RELACIONADOS
Discussão

(i) agrupamento de xor-or features baseado em cardinalidades
(ii) segmentação do modelo de features
(iii) rastreabilidade de core assets
(iv) modelagem de diagramas UML
(v) configuração do produto

FIT2MAPPING
A ferramenta é de uso livre (gratuito), utilizando o licenciamento MIT, onde é
necessário a inclusão do aviso de copyright e de permissão em todas as cópias ou
parte substanciais do software.

Organização das camadas

FIT2MAPPING - Metamodelo

Metamodelo da Fit2Mapping

FIT2MAPPING - Funcionalidades

Modelagem de Features

FIT2MAPPING - Funcionalidades

Segmentação e Múltiplas visoes do modelo

FIT2MAPPING - Funcionalidades

Agrupamento OR / X-OR baseado em cardinalidades

FIT2MAPPING - Funcionalidades

Compartilhamento entre features

FIT2MAPPING - Funcionalidades

Modelagem de Requisitos

FIT2MAPPING - Funcionalidades

Diagrama de especificação de requisitos (requisitos, cenários e passos);

FIT2MAPPING - Funcionalidades

Reuso de cenários e passos entre requisitos.

FIT2MAPPING - Funcionalidades

Mapeamento entre as features e requisitos, cenários e passos.

FIT2MAPPING - Funcionalidades

Diagrama de Componentes

FIT2MAPPING - Funcionalidades

Mapeamento entre as features e componentes

FIT2MAPPING - Funcionalidades

Matriz de rastreabilidade

FIT2MAPPING - Funcionalidades

Árvore de configuração do produto

RESTRIÇÕES

- Sem suporte a geração de arquivos XMI;
- O compartilhamento de features não resolvido de forma satisfatória;
- Ausência de relacionamento bi-direcional;
- Análise do modelo de features ausente;
- Falta de interoperabilidade;
- A configuração do produto não concluída.

CONSIDERAÇÕES FINAIS E TRABALHOS FUTUROS

Considerações Finais
Ferramenta para auxiliar o engenheiro de software nas atividades de projeto de uma
LPS,
Funcionalidades para a modelagem de domínio e engenharia de aplicação,
Recursos para a modelagem de diagramas baseados na UML,
Rastreabilidade de features e core assets.
Trabalhos Futuros
Resolução das atuais restrições.
Portabilidade para o ambiente web.

RESULTADOS

- Elaboração de um metamodelo
- Ferramenta desktop para auxiliar o projeto de LPS
- Validação GQM (100% utilidade no uso da ferramenta)
- Artigo aceito
Silva, A. F. ; Garcia, Vinicius Cardoso . A Traceability Tool for Mapping Features
and Core Assets in Software Product Lines. In: The 12th International Conference
on Software Reuse, 2011, Pohang. Demonstration section of The 12th International
Conference on Software Reuse, 2011. (link)

Dúvidas

Dúvidas ???

REFERÊNCIAS
[1] (IEEE, 1990) Institute of Electrical and Electronic Engineers. IEEE Standard Glossary of Software Engineering
Terminology (IEEE Std 610.12-1990). New York, NY: Institute of Electrical and Electronics Engineers, 1990
[2] CZARNECKI, K. Eisenecker, U: Generative Programming: Methods, Tools and Applications. Addison Wesley Longman
(2000).
[3] CZARNECKI, Krysztof. Antkeiwicz, Michael. (2005) Mapping Features to Models: ATemplate Approach Based on
Superimposed Variants. Generative Programming and Component Enginering. 4th International Conference.
[4] ERIKSSON, M., Morast, H., Borstler, J., Borg, K. (2006) An Empirical Evaluation of the PLUSS Toolkit, Technical
Report, Depto of Computing Science, Umea University, UMINF-06.31.
[5] J. PARK, M. Moon, K. Yeom. (2004) Dream: domain requirement asset manager in product lines, in: International
Symposium on Future Software Technology (ISFST), Xian, China.
[6] KANG, K. C., Cohen, S. G., Hess, J. A., Novak, W. E., and Peterson, A. S. (1990). Featureoriented domain analysis
(foda) feasibility study. Technical Report Technical Report CMU/SEI-90-TR-21, Software Engineering Institute, Carnegie
Mellon University.
[7] LISBOA, L., Garcia, V., Lucrédio, D., Almeida, E., Meira, S., Fortes, R. (2010) A systematic review of domain analysis
tools. Elsevier.
[8] POHL, Bockle and Linden. (2005) Software Product Line Engineering – Foundations, Principles and Techniques, pages
9-10, Springer-Verlag New York, Inc., Secaucus, NJ, USA.
[9] S. BUHNE, K. Lauenroth, P. Klaus. (2005) Modelling requirements variability across product lines, in: IEEE
International Conference on Requirements Engineering, pp. 41–52.