SAUDOSO FRANCISO CÂNDIDO XAVIER (02/04/1910 A 30/06/2002

)
Na madrugada do derradeiro dia do mês de junho, rojões e morteiros espocaram em comemoração à conquista do título da Copa do Mundo de 2002. Aquela fora a data escolhida a dedo pelo “Maior brasileiro de todos os tempos” (eleito em 2012) para seu regresso à Pátria Espiritual. Nove horas após o apito final, em casa, uma parada cardiorrespiratória interrompeu uma encarnação abençoada e no coração de cada um de nós, um vazio se fez. Aos 92 anos, Francisco Cândido Xavier, após cumprir sua missão, despiu-se de seu corpo e seguiu adiante. Nascido em Pedro Leopoldo, foi separado dos irmãos aos cinco anos de idade, por ocasião da morte de sua mãe, tendo sido entregue à sua madrinha, Rita de Cássia. Nessa época, Chico conheceu a dureza da vida ao lidar com a maneira áspera com que ela o tratava, tendo sido submetido a surras frequentes, a garfadas na barriga e à obrigação de, literalmente, lamber as feridas alheias. Quando a serenidade ameaçava ganhar distância, tinha o hábito de correr para um açude e entregar-se às preces, como sua mãe o ensinara. E foi justamente em um desses dias, que ela própria, Maria João de Deus, veio ensinar-lhe a sofrer com resignação, mantendo sempre a confiança em Jesus. Disse ela: “Tenha paciência. Quem não sofre não aprende a lutar". E ele aprendeu. Na escola, suas redações causavam desconfiança na professora Rosália, que chegou a imaginar que o aluno estivesse copiando de algum livro, pois só isso explicaria a qualidade de seus textos. Aplicou-lhe um teste surpresa e, uma vez mais, Chico a surpreendeu. O menino explicava que recebia o auxílio de Espíritos, mas ninguém acreditava. Com o novo casamento do pai, seus irmãos foram reunidos por imposição de Dona Cidália, a nova madrasta, que, ao contrário dos contos de fada, tornou-se um verdadeiro anjo para Chico. Sem saber como enfrentar a questão da mediunidade, a família, católica, recorreu ao padre Sebastião, que, apesar de bondoso, chegou a recomendar três surras diárias, com horário determinado, e, em outra ocasião, que participasse de uma procissão com uma pedra de 15 quilos sobre a cabeça, para afastar o diabo. Porém Chico manteve-se doce, sem jamais interromper a comunicação com o outro mundo. Em 1927 Maria da Conceição Xavier foi diagnosticada como desequilibrada mental, resultado de uma obsessão, conforme Chico viria a ser informado por José Hermínio Perácio, amigo espírita. Diante da situação da irmã, decide frequentar as reuniões de estudos da Doutrina Espírita e, sob orientação de Maria João de Deus, acelerou o estudo da obra de Allan Kardec. Em maio, participou da fundação do a Centro Espírita Luiz Gonzaga e psicografou, pela 1 vez. Foram 19 páginas sobre os Deveres Espíritas. Em 1931, com a desencarnação de sua madrasta, todos em casa ficaram abalados, especialmente Chico. Em 08 de julho desse mesmo ano, buscou o açude, seu lugar ideal para as preces. Foi interrompido, então, pela visão de uma cruz luminosa e, a seu lado, um Espírito cuja figura era estranhamente familiar, com semblante sério e vestindo uma túnica romana. O recém-chegado foi direto ao assunto. – Está mesmo disposto a trabalhar na mediunidade? – Sim, se os bons Espíritos não me abandonarem. – Você não será desamparado, mas, para isto, é preciso que trabalhe, estude e se esforce no Bem. – O Senhor acha que eu estou em condições de assumir o compromisso? – Perfeitamente, desde que respeite os três pontos básicos para o serviço. Diante do silêncio do desconhecido, Chico perguntou: – Qual o primeiro ponto? A resposta veio seca: – Disciplina. – E o segundo? – Disciplina – E o terceiro? – Disciplina, é claro.” Reiniciava ali a parceria com Emmanuel, seu mentor nessa encarnação. Dali em diante, sua faculdade, grandiosa expressão da Misericórdia Divina, se revelaria uma bênção de luz apta a guiar toda a Humanidade. Foram cerca de 410 livros psicografados, com 25 milhões de exemplares vendidos. Tivesse consciência da importância do iluminado Chico, o povo brasileiro estaria nas ruas comemorando efusivamente o maior brasileiro de todos os tempos.

GERALDO GUIMARÃES

Boletim Esperança
Informe de Estudos Espíritas, RJ, Ano IV, N. 48 EDITORIAL
156 anos depois do seu advento, cabe-nos, aos espíritas, fazer a indagação: “Como temos conduzido o estudo dessa obra basilar, ‘O Livro dos Espíritos’?” Temos analisado seus postulados de modo a sedimentar no coração dos que ouvem o desejo real de estabelecer modificações comportamentais de base, de raiz? Ora, se temos feito o aplicativo em nossa vida, naturalmente temos passado a notícia com a força do exemplo, que é a força intrínseca do progresso. Vale a pena pensar. Boa leitura, muita paz.
A EQUIPE

ABRIL, 2013

CHICO XAVIER FAZ ANIVERSÁRIO NO DIA 02 DE ABRIL.

NESTE BOLETIM
Capa
EDITORIAL MINUTOS DE SABEDORIA NA MESA COM CHICO XAVIER NEUROPLASTICIDADE AUTODIRIGIDA

PROGRAMAÇÃO DA CASA
2ª Feira (20:00 às 21:00) PALESTRAS DOUTRINÁRIAS: O LIVRO DOS ESPÍRITOS 01/04 – Vanessa Laucas Questões 773 e 775 08/04 – César Reis LIVRE 15/04 – Neandertal Alves LIVRE 22/04 – Josué Bezerra Questões 776 e 778 29/04 – Ana Guimarães LIVRE 3ª Feira (14:00 às 14:30) O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO 02/04 – Josué Bezerra Cap. XVII, item 11 09/04 – Valdete Bezerra Cap. XVIII, item 1 16/04 – Helena Alves Homenagem ao “O LIVRO DOS ESPÍRITOS” 23/04 – Vanessa Bianca Cap. XVIII, item 2 30/04 – Rafael Rodrigues Cap. XVIII, itens 3 e 4 5ª Feira (19:30 às 21:00) ESTUDO DO ESPIRITISMO Sábado (8:30 às 15:00) ESCOLA DE ESTUDOS ESPÍRITAS ESPERANÇA

SEMINÁRIO DE ANETE GUIMARÃES

NEUROPLASTICIDADE AUTODIRIGIDA

Giannina Laucas
Allan Kardec já asseverara, há mais de um século, que, se a ciência provasse que o Espiritismo estivesse errado em algum item, deveríamos abandoná-lo e seguir a ciência. Mas o que se constata, até o momento, é o contrário, ou seja, a ciência vem confirmando as informações dos Espíritos emitidas desde o século XIX. O que Anete Guimarães tem feito, em consonância com pesquisadores espíritas e não espíritas, é estabelecer a ponte entre ambos, comprovando sobejamente o pensamento espírita. Desse modo, perguntamos: “Qual o significado do título do seminário que a expositora desenvolveu no dia 4 de novembro de 2012, no Museu Militar Conde de Linhares (RJ)”? Anete Guimarães responde: “Trata-se de um estudo do cérebro e de sua capacidade de mudar. Segundo o Dr. Jeffrey Schwartz, autor de ‘A mente e o cérebro’, é preciso treinar o cérebro, flexibilizá-lo”. Visto que a Neurociência envolve certas áreas do conhecimento, tais como, Física, Química, Biologia, Psicologia, Medicina (Neurologia e Psiquiatria), a neuroplasticidade autodirigida exige que cada indivíduo se conheça compreendendo as relações entre essas áreas, para exercer domínio sobre suas más tendências e redirecionar a mente para o bem, destinação da Humanidade, conforme o projeto divino. (Continua no próximo Boletim)

Página 02
HEROÍNA ANÔNIMA EXPEDIENTE COLUNA DO CAMINHO ÀS VIDAS SEM RUMO

Página 03
MENSAGEM DO MÊS ESTUDANDO O LIVRO DOS MÉDIUNS

Página 04
SAUDOSO FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER PROGRAMAÇÃO DA CASA DATAS IMPORTANTES DO MÊS

MINUTOS DE SABEDORIA
Expulse de seu espírito todas as lembranças tristes. Será que remoer os erros vai conseguir sarar o mal que já houve? Não! Quanto mais revolver em seu coração as tristezas do passado, mais vai sofrer, sem resultado nenhum. Dirija sua mente às recordações alegres, aos momentos felizes, aos fatos agradáveis do passado. Acenda a luz, para que as trevas desapareçam. Carlos Torres Pastorino 01) Adolfo Bezerra de Menezes (Espírito); 02) Irma Castro – Meimei (Espírito); 03) Emmanuel (Espírito); 04) José Cândido Xavier (Espírito); 05) André Luiz (Espírito); 06) Francisco Cândido Xavier; 07) Geraldo Benício Rocha; 08) Francisco Teixeira de Carvalho; 09) Clóvis Tavares; 10) Cidália Xavier de Carvalho; 11) André Luiz Xavier; 12) Carlos Torres Pastorino; 13) Joffre Lellis; 14) Não identificado; 15) Arnaldo Rocha;
BOLETIM ESPERANÇA 48 – página 01

NA MESA COM CHICO XAVIER

DATAS IMPORTANTES DO MÊS
02/04/1910 – Nasce em Pedro Leopoldo, Minas, Chico Xavier. 11/04/1900 – Desencarna, no Rio, o Dr. Bezerra de Menezes. 12/04/1927 – Desencarna o francês Léon Denis. 18/04/1857 – Primeira edição de “O Livro dos Espíritos”. Esta data é considerada como um marco da doutrina. 30/04/1856 – Transmitida a Allan Kardec a primeira revelação mediúnica a respeito da missão que haveria de desempenhar.

BOLETIM ESPERANÇA 48 – página 04

ensinando-nos acerca da Doutrina Redentora e assim nos possibilitando apertar o passo em direção à felicidade eterna. visível e invisível. dos que já ultrapassaram as barreiras das possibilidades e nos ajudam a vencer os percalços que ainda nos acicatam a jornada. consoante a resposta à pergunta 909 de “O Livro dos Espíritos”. é muito mais do que as fibras da celulose: é instrumento transformador.E. Rendemos o nosso preito de gratidão a Allan Kardec e o nosso reconhecimento a F. Porfie com Jesus. o chamado: volta! Quem não conhecesse essa compulsão. de um lado. muita vez. comprovando o déficit auditivo de boa parte da população afetada. Ana Guimarães ESTUDANDO O LIVRO DOS MÉDIUNS – CAPÍTULO IV – ITENS 75 Ao darmos sequência ao estudo dos fenômenos físicos. a Sra. porém estabelecendo um código de conduta moral ou uma revolução comportamental. e talvez até seja. Quem deseja superar um vício deve se dispor a lutar com todas as forças. DIREÇÃO DA INSTITUIÇÃO Presidente: Luiz Carlos Bezerra Vice-presidente: Ricardo Drummond Secretários: Vanessa Bianca e Rafael Laucas EXPEDIENTE Direção do Jornal: Rafael Rodrigues Secretária: Regina Celia Campos Revisora: Giannina Laucas Colaboradores: Ana Guimarães Rita Pontes Vanessa Bianca Eugenia Maria Marcia Alves André Laucas Rafael Rodrigues BOLETIM ESPERANÇA 48 – página 02 André Laucas BOLETIM ESPERANÇA 48 – página 03 . antes de mais nada. À F. Disse Nosso Mestre: “Tudo que fizeres a um destes pequeninos é a mim que o fazeis”. j) Entretanto. intimorato. Em seguida. material. de outro. pelo incansável trabalho de difusão de todas as obras da lavra de Kardec. esta aderência é menor que a comum. os comparsas. vê-lo a distância já seria a glória. isto é. mas cadê que ele me larga?! Eu dou doze passos em outra direção. numa versão devidamente revisada em conformidade com o novo acordo ortográfico. O banheiro ficava no corredor. Amar o Espiritismo tem significância muito especial na nossa existência. a visita do auditor da rede ferroviária deu-lhe um enlevo. mas o silêncio continuou.B. g) Essa substância. elevando-nos em conhecimento e nos incentivando a crescer moralmente. por que não para? Bem sei que parece simples. Com o passar do tempo. mas acorda promovido a chefe das emoções. O perfume do amor está guardado no coração. que Allan Kardec presenteia o mundo com “O Evangelho Segundo o Espiritismo”. Foi também neste mesmo mês. eis que comemoramos o 156° aniversário de lançamento de “O Livro dos Espíritos”. De posse de todos esses dados. vendo-se obrigados a mudar o curso dos trilhos. como a oração. até os escolhidos. mas orar pedindo ajuda é fundamental. Em companhia de uma querida amiga. Sem auxílio. quiçá para lavar a tristeza. perguntando se havíamos quebrado o vidro de perfume. para a maioria das pessoas. h) Quando. deparamos-nos com o item 75 inteiro dedicado à elucidação. revelando acentuada sensibilidade ao objeto de seu desejo. i) A emissão desta substância também varia de médium para médium. vive a Sra. A despeito de que essa redundância de vocábulos possa parecer um excesso. Quando voltamos para o quarto. Pelo verbete. dono da situação. Eles demonstraram que puderam se superar. benfeitora desta cidade. com tanta facilidade. Entretanto. Uma dica? O Evangelho de Jesus. Em essência. através de sua obra.. manter-se fiel a essa escolha é que é o desafio. passou a ter sérias crises psíquicas nos momentos em que o trem passava pelas imediações de sua casa. antecipa-se lançando uma edição histórica comemorativa dos 150 anos. Carla tentou sensibilizar os responsáveis enviando mensagens eletrônicas. e. mas na alma de quem esse cupim se instala. lá está ele. mas quando levanto a cabeça para seguir em frente. Ofereceu exames audiométricos a todos que quisessem fazê-lo. e) Quando o Espírito está desencarnado. autista. Tudo começou quando seu filho. Apesar de termos participado das atividades da Casa. Além disso. esta emissão não é permanente. nos hospedamos em uma pequena pensão próxima à Casa da Prece e nos dirigimos para o encontro da noite. o que há são companhias discretas aos olhos do corpo. seja encarnado ou errante. contribuindo efetivamente para a evolução do Espiritismo. à medida que o tempo passa. por conta própria. em como exigimos tanto das pessoas que amamos e como as sobrecarregamos. ficamos comovidas e oramos agradecendo. O sonho acalentado com carinho. ficou um vazio no coração. à luz dos ensinamentos de Jesus. é perseverando nas boas escolhas que nos creditamos à infinita misericórdia Divina. viro a esquina. tíbio. no ano de 1864. Carla Müller. nossa amiga bateu à porta do banheiro. A esse respeito. uma vez que o reforço dos conceitos abordados. Os responsáveis pela MRS cederam ao grandioso trabalho dessa senhora a tal ponto que conquistaram a simpatia dos cidadãos. cujos decibéis eram muito acima do suportável. A exclamação foi unânime: “Chico esteve aqui!” O aroma da sua presença pairava no ar. Desse modo. em horários preestabelecidos. convocou um grupo de especialistas e. quando encarnado. acenando seguro. Aceitar as próprias falhas evita que sejamos vencidos pelo desânimo da derrota antecipada ou pela culpa temperada de hipocrisia da vitória fingida. Entrevistou um sem-número de pessoas que moravam junto à linha férrea e todo o comércio próximo aos trilhos. enumerando-as: a) Contém o princípio da vida. e a frustração não era agradável. consideramo-la uma importante característica da obra de Kardec. entre quem lê e quem escreve. COLUNA DO CAMINHO No dia 18 de abril. b) É o agente principal das manifestações físicas. seu períspirito se acha unido ao corpo físico. novamente. ouvi certa vez algo parecido com o seguinte: eu largo o vício.E. DATA SIGNIFICATIVA UM POUCO MAIS SOBRE O LIVRO ESPÍRITA ÀS VIDAS SEM RUMO Conversando com um conhecido. ajudando sua população a manter uma vida mais saudável. de modo a colaborar como o entendimento da manifestação física. Müller preparou um verdadeiro dossiê contendo informações científicas incontestáveis. Se. c) Recebe impulsão do Espírito. Estava pensando no Chico. Livro é mais. Barra do Piraí é o único município do Vale do Paraíba que usa um sino no trem ao invés do apito estrondoso. f) Contudo. há uma fenda que a fragiliza. desencarnados. Naquele momento. em todas. detecta. recordamos. lembrei-me do que minha vó dizia: em mente vazia o diabo faz morada. Estudar Kardec nos obriga a adentrar no pensamento lógico que o levou a estabelecer os conceitos e as bases do Espiritismo e ele nos convida. através do diálogo amistoso. seu períspirito se encontra livre do corpo físico. Convocada para a defesa dos mais sofridos. como eu a conheço. correndo o risco de se deparar com as ciladas que a falácia do mundo apresenta. basta uma gota de conhaque em uma receita de torta. além do desconforto social proveniente do forte barulho. A razão aponta o melhor caminho até a solução. Que o Senhor da Vida envolva a nossa heroína anônima e seus familiares em bênçãos de saúde e paz. mas cadê que as pernas obedecem? Decidir ficar longe do veneno é fácil. essa extraordinária mulher é hoje figura respeitada junto a autoridades governamentais e agraciada pelas preces daqueles que têm tido suas vidas promovidas à verdadeira dignidade. audaz para encarar as próprias deficiências e ousar enfrentá-las. em atitude pró-ativa. jamais imaginei que poderia me aproximar ou privar da sua intimidade. confiando sempre no auxílio do Alto e se dispondo a tentar até conseguir. o que se percebe é que só importou ao dicionarista a sua expressão mais simples. as lições de vida se multiplicavam. Acredito. Vanessa Bianca Há sonhos e sonhos guardados no coração de cada criatura. Importante encontrar a chave para abri-lo. plantar uma semente em seu coração. d) Condensado. porque o apito da locomotiva era alto e estridente. Segundo a definição que nos oferece o dicionário. Para cair. outros perduram acompanhando-nos os passos através do tempo. fomos envolvidas por delicioso perfume. servindo a quatro quartos. Dia virá em que teremos nosso próprio perfume. informar-se a respeito é aconselhável. o desgaste do corpo reclama a mudança de hábitos. acreditei que nada mais teria a pedir. o trabalho (remunerado ou voluntário). levando as garrafas de água que portávamos e que sempre eram fluidificadas por ele. intermediado pela benfeitora. pois onde quer que se encontre. ao me tornar espírita. portanto.HEROÍNA ANÔNIMA Em Barra do Piraí (RJ). que se ocupa de transferir informações e colaborar na construção de conhecimento novo em quem lê. possivelmente oriundo de um processo de cognição cuidadoso empregado pelo nosso querido Educador. a expectativa muito grande. Retornamos à pensão. Quando falamos de livro que divulgue a Doutrina Espírita podemos nos assegurar de que se trata de abençoada semeadura do saber. deixando emergir o homem novo que jaz mergulhado no chavascar das velhas e enganosas paixões alimentadas em múltiplas reencarnações. Atualmente. o esporte ou o estudo. do fluido cósmico universal. em algumas pessoas. O papel é apenas o recurso de que se vale o autor para comunicar-se com o leitor e. No dia em que ultrapassei o portão de sua casa. algumas vezes. que o verdadeiro espírita não pode ser fraco. Assim. poderia perguntar: será possível que você não entende que isso te faz mal? Sabendo disso. pode se ligar ao corpo em níveis de aderência diferenciados. Decidir mudar é definitivamente o primeiro passo. pois sempre empreende esforços para auxiliar os necessitados. Resolvi tomar um banho para dormir. iniciou um trabalho de laboratório realizando as medições dos decibéis. que compõe o períspirito. ao abri-las. Não houve tirania na história que não incendiasse bibliotecas. pois não estaremos apenas cerrando fileiras em torno do pensamento de Kardec. a Uberaba. dessa relação. também nós poderemos. Impressionante: o corredor estava todo perfumado assombrando a dona da pensão. com um esforço insignificante. a Espiritualidade dissipa as trevas. Em uma dessas visitas a Chico Xavier. Impressionados com a precisão dos dados nunca observados. Alguns são passageiros. o que era uma tradição centenária na cidade. a fazermos o mesmo e chegarmos a nossas próprias conclusões. os diretores da empresa renderam-se aos fatos. Pelos livros. Carla Müller procurou a direção da companhia ferroviária MRS Logística S/A. pois o esclarecimento a respeito da verdade espiritual nos aproxima de Deus. enganando. todavia o Chico não pudera comparecer em virtude do seu estado de saúde. pois não há compulsão solitária. podem nascer sentimentos bons ou maus. pode dizer-se que estes médiuns possuem maior facilidade de emanação de uma substância facilitadora dos efeitos físicos. ao fazê-lo. então. muita gente se esquece de que é preciso preparar-se para eventuais quedas. em revista as sentenças apresentadas de maneira lógica e crescente a respeito do fluido universal e as substâncias derivadas dele. era conhecer Chico Xavier. exigem atenção. deste precioso roteiro que nos foi legado por Kardec. Os sentidos do adicto o traem. então. é preciso substituir o mau hábito por uma atitude positiva. Há que ser forte. percebemos que a água das garrafas estava turva e. O problema dorme de aviso prévio. pois havia conseguido mais do que poderia sonhar. a criança já não participava das atividades ao ar livre. colabore com a apreensão dos que os estudam. Não posso negar que estava muito triste: a viagem era longa. esse fluido constitui o perispírito (invólucro semimaterial do Espírito). frequentemente. Passemos. pedindo que fosse evitado o forte apito. Interessante é que eles se modificam.B. Após seis meses. não há vitória possível. Ela. com carinho. livro é um conjunto de folhas impressas e reunidas em um volume. organizou gráficos com os dados obtidos. o que explica a intermitência do poder mediúnico. fui. mas esse dia não é hoje.