Você está na página 1de 8
PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS [PPRA] <#NomeEmpresa#> <#ValidadeContrato#> Razão Social: <#RazaoSocial#> CNPJ: <#CNPJ#> Atividade Econômica:

PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS [PPRA]

<#NomeEmpresa#>

<#ValidadeContrato#>

Razão Social: <#RazaoSocial#> CNPJ: <#CNPJ#>

Atividade Econômica: <#AtividadeEconomica#> CNAE: <#CNAE#> Grupo: <#Grupo#> Grau de Risco: <#GrauRisco#>

Endereço: <#Logradouro#> Bairro: <#Bairro#> Cidade: <#Cidade#> Estado: <#UF#>

Nº Inicial de Funcionário: <#NumFuncInicial#> Sexo Feminino: <#pctFuncFen#>% Sexo Masculino: <#pctFunc,Masc#>% Horário de Trabalho: <#HorarioTtrabalho#>

1

. DEFINIÇÃO

Esta Norma Regulamentadora (NR) estabelece a obrigatoriedade da elaboração e implementação, por parte de todos os empregadores e instituições que admitam trabalhadores como empregados, do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais – PPRA, visando a preservação da saúde e da integridade dos trabalhadores, através da antecipação, reconhecimento, avaliação e conseqüente controle da ocorrência de riscos ambientais existentes ou que venham a existir no ambiente de trabalho, tendo em consideração a proteção do meio ambiente e dos recursos naturais.

O PPRA é parte integrante do conjunto mais amplo das iniciativas da empresa no campo de preservação da saúde e da integridade dos trabalhadores, devendo estar articulado com o disposto nas demais NR, em especial com o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional – PCMSO (NR 7).

  • 2 . ESTRUTURA DO PPRA

1 . DEFINIÇÃO Esta Norma Regulamentadora (NR) estabelece a obrigatoriedade da elaboração e implementação, por parte
  • 2.1 planejamento anual com estabelecimento de metas e prioridades

..

Consiste no estabelecimento de prazos de execução do programa, com base na antecipação e/ou reconhecimento, dos riscos ambientais avaliados, bem como na nomeação de responsáveis, da empresa, para cumprimento das mesmas

  • 2.2 estratégia e metodologia de ação

..

Como na primeira etapa de uma metodologia de ação temos a fase de elaboração. Esta consiste basicamente do apronto do Documento Base, que tal, sua identificação, localização, fonte geradora, possíveis danos à saúde relacionados ao risco, sua avaliação quantitativa, bem como o número de empregados expostos ao risco ambiental identificado .

Após, o reconhecimento e caracterização do risco ambiental, deverão ser descritas as medidas de controle para sua eliminação ou redução a índices que não comprometam fisicamente ou mentalmente os trabalhadores . Tais medidas deverão ser apresentadas e discutidas na Direção da Empresa e com a CIPA, caso hajam.

  • 2.3 desenvolvimento do PPRA

..

O primeiro passo do reconhecimento é o levantamento preliminar, que corresponde ao estudo detalhado do local e de sua estrutura. A etapa seguinte é a pesquisa e estudo do levantamento preliminar, que visa controlar os riscos ambientais presentes e que são considerados em três grandes categorias de riscos genéricos, cada qual com seu grupo de agentes ambientais: Agentes Físicos, Químicos e Biológicos, existentes nos diversos ambientes de trabalho da empresa e que em função de sua natureza, concentração ou intensidade e tempo de exposição, possam ser capazes de causar danos à saúde do trabalhador. Cada agente ambiental possui medidas específicas que devem ser verificadas detalhadamente. Estas medidas variam grandemente de agente para agente, visto apresentarem características completamente diversas, mesmo dentro de uma determinada categoria.

Estão incluídas neste programa, as pesquisas destas categorias de agentes ambientais que se resumem em:

riscos físicos

Consideram-se agentes físicos as diversas formas de energia as quais possam estar expostos os trabalhadores tais como: ruídos, vibrações, radiações, temperaturas extremas (frio e calor), pressões anormais, umidade.

riscos químicos

Consideram-se agentes químicos as substâncias, compostas ou produtos que possam penetrar no organismo pela via respiratória, ou que, pela natureza da atividade de exposição, que possam ter contato ou serem absorvidos pelo organismo através da pele ou ingestão, tais como: poeiras, fumos, neblinas, gases, vapores e outras substancias ou produtos químicos.

riscos biológicos

Consideram-se agentes biológicos os microorganismos causadores de doenças com os quais pode o trabalhador entrar em contato, no exercício de diversas atividades profissionais. Algumas atividades podem conviver com agentes biológicos tais como: vírus, bactérias, fungos, parasitas e bacilos.

riscos ergonômicos

Visa estabelecer parâmetros que permitam a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores, de modo a proporcionar um máximo de conforto, segurança e desempenho eficiente. As condições de trabalho incluem aspectos relacionados ao levantamento, transporte e descarga de materiais, ao mobiliário, aos equipamentos e às condições ambientais do posto de trabalho e à própria organização do trabalho.

riscos de acidentes

Situações e condições de insegurança dentro do local de trabalho, facilitam a ocorrência de acidentes, e devem ser observadas para serem removidas a tempo de evitá-los.

2.4

..

estratégia e metodologia de ação

Deverão ser adotadas pela empresa contratante, as medidas necessárias e suficientes para a eliminação, a minimização ou o controle dos riscos ambientais observados pela empresa contratada durante o processo de avaliação. Estas medidas ou a validação dos já existentes deverão ser realizadas em curto, médio ou longo prazo.

O estudo, desenvolvimento e implantação de medidas de proteção coletiva deverá obedecer a seguinte hierarquia:

Medidas que eliminam ou reduzam a utilização ou a formação de agentes prejudiciais à saúde;

Medidas que previnam a liberação ou disserminação desses agentes no ambiente de trabalho;

Medidas que reduzam os níveis ou a concentração desses agentes no ambiente de trabalho.

Quando comprovado pelo empregador ou instituição a inviabilidade técnica da adoção de medidas de proteção coletiva, ou quando estas não forem suficientes ou encontrarem-se em fase de estudo, planejamento ou implantação, ou ainda em caráter complementar ou emergencial, deverão ser adotadas outras medidas, obedecendo-se à seguinte hierarquia:

Medidas de caráter administrativo ou de organização do trabalho; e

Utilização de equipamento de proteção individual – EPI.

O PPRA deve estabelecer critérios e mecanismos de avaliação da eficácia das medidas de proteção implantadas considerando os dados obtidos nas avaliações realizadas e no controle médico da saúde previsto na NR 7.

  • 2.5 ..

responsabilidades

Do empregador:

estabelecer, implementar e assegurar o cumprimento do PPRA, como atividade permanente da empresa ou instituição;

Dos trabalhadores:

colaborar e participar na implantação e execução do PPRA;

seguir as orientações recebidas nos treinamentos oferecidas dentro do PPRA; e

informar ao seu superior hierárquico diretor ocorrências que, a seu julgamento, possam implicar riscos à saúde dos trabalhadores.

3 . DESCRIÇÃO DA EMPRESA

3.1 atividade [digite aqui o texto .... ] 3.2 estrutura do prédio [digite aqui o texto
3.1
atividade
[digite aqui o texto
....
]
3.2
estrutura do prédio
[digite aqui o texto
] ....

instalações

[digite aqui o texto

....

]

ventilação

[digite aqui o texto

....

]

iluminação

[digite aqui o texto

....

]

segurança

[digite aqui o texto

....

]

extintores de incêndio

[digite aqui o texto

....

]

conforto

[digite aqui o texto

....

]

setor

[digite aqui o texto

....

]

número de empregados

 

[digite aqui o texto

....

]

horários e turnos

 

[digite aqui o texto

....

]

  • 4 . SETORES

  • 4.1 setor (x)

[digite aqui o texto

....

]

  • 4.2 setor (y)

[digite aqui o texto

....

]

  • 4.3 setor (z)

[digite aqui o texto

....

]

  • 5 . PERFIL PROFISSIOGRÁFICO

[digite aqui o texto .... ] número de empregados [digite aqui o texto .... ] horários

Função (x)

Função: [Função] Atividade:

Riscos Ocupacionais:

Físicos:

Químicos:

Biológicos:

De Acidentes:

Medidas Preventivas: [Medidas

...

]

Função (y)

Função: [Função] Atividade:

Riscos Ocupacionais:

Físicos:

Químicos:

Biológicos:

De Acidentes:

Medidas Preventivas: [Medidas

...

]

6 . IDENTIFICAÇÃO E AVALIAÇÃO DE RISCOS

6 . IDENTIFICAÇÃO E AVALIAÇÃO DE RISCOS 6.1 .. RISCO ERGONÔMICO Setor Fonte No. Agentes Operacional
  • 6.1 ..

RISCO ERGONÔMICO

Setor Fonte No. Agentes Operacional Geradora Func. Grau de Risco: 01234 Medidas de Controle: Prioridades: 01234
Setor
Fonte
No.
Agentes
Operacional
Geradora
Func.
Grau de Risco: 01234
Medidas de Controle:
Prioridades: 01234
* verificar tabelas no item 7
6.2
..
RISCO FÍSICO
AGENTE [RUÍDO]
Nível de Ruído
Tipo de Ruído
Fonte
No.
tempo de
LT
médio
contínuo
impacto
Setor Operacional
Geradora
Func.
exposição
dBa/max
Grau de Risco: 01234
Medidas de Controle:
Prioridades: 01234
* verificar tabelas no item 7
AGENTE [FRIO/CALOR]
Avaliação Quantitativa
Fonte
No.
Tipo de
TBI
TBN / IBUTG
Setor Operacional
Geradora
Func.
Exposição
LT 
6 . IDENTIFICAÇÃO E AVALIAÇÃO DE RISCOS 6.1 .. RISCO ERGONÔMICO Setor Fonte No. Agentes Operacional

Grau de Risco: 01234 Medidas de Controle:

Prioridades: 01234

* verificar tabelas no item 7

6.3

..

RISCO QUÍMICO

AGENTE [?]

LT VT Setor Fonte No. Tipo de Avaliação ppmg / ppmg / Substância  Operacional Geradora
LT
VT
Setor
Fonte
No.
Tipo de
Avaliação
ppmg /
ppmg /
Substância 
Operacional
Geradora
Func.
Exposição
Quantitativa
mg/m 3
mg/m 3

Grau de Risco: 01234 Medidas de Controle:

Prioridades: 01234 * verificar tabelas no item 7

7 . TABELAS

6.3 .. RISCO QUÍMICO AGENTE [?] LT VT Setor Fonte No. Tipo de Avaliação ppmg /

7.1

GRAU DE RISCO

Grau de Risco

Categoria

Significado

 

Fatores do ambiente ou elementos materiais que não constituem nem um

0

insignificante

incômodo nem um risco para a saúde ou integridade física.

 

Fatores do ambiente ou elementos materiais que constituem um incômodo sem

1

baixo

ser uma fonte de risco para a saúde ou integridade física.

 

Fatores do ambiente ou elementos materiais que constituem um incômodo

2

moderado

podendo ser de baixo risco para a saúde ou integridade física.

 

Fatores do ambiente ou elementos materiais que constituem um risco para a saúde ou integridade física.do trabalhador, cujos valores ou importâncias estão

3

alto ou sério

notavelmente próximos dos limites regulamentares.

 

Fatores do ambiente ou elementos materiais que constituem um risco para a saúde ou integridade física.do trabalhador, com probabilidade de acidente ou

4

muito alto ou crítico

doença elevada.

7.2

PRIORIDADES

Grau de Risco

Prioridade

Descrição

 

A implantação da medida de controle não é necessária ou manter as medidas já

0

e 1

insignificante

existentes.

 

A implantação da medida de controle é necessária porém a prioridade é baixa.

2

baixo

Manter as medidas já existentes

 

A implantação da medida de controle é necessária e a prioridade é média, ou a

3

moderado

melhoria das medidas já existe.

 

Medida de controle necessária e a prioridade é alta. Devem ser adotadas

4

alto ou sério

medidas provisórias imediatamente.

8 . CRONOGRAMA

[digite aqui o texto

....

]

9 . FORMA DE REGISTRO E DIVULGAÇÃO DOS DADOS

[digite aqui o texto

....

]

  • 10 . PERIODICIDADE E FORMA DE AVALIAÇÃO DO PPRA

[digite aqui o texto

....

]

  • 11 . EQUIPAMENTOS UTILIZADOS NA COLETA DE DADOS E MEDIÇÕES

[digite aqui o texto

....

]

  • 12 . RECOMENDAÇÕES GERAIS

[digite aqui o texto

....

]