Você está na página 1de 2

) Depsito Voluntrio ou Convencional resulta da vontade livre das partes. (CC, art.

. 627 a 646) Ocorre a escolha livre do depositrio, confiando sua guarda coisa mvel corprea para ser restituda quando reclamada. Somente se prova por escrito (art. 646), podendo ser feito atravs de instrumento particular ou pblico; O depsito voluntrio verificado nos arts. 627 a 646 do Cdigo Civil e a resultante de um acordo de vontades, ou sej a, da manifestao volitiva de ambos os plos contraentes. O depsito voluntrio, tambm denomjnado de convencional oriundo da livre conveno dos contraentes, j que o depositante que escolhe espontaneamente o depositrio, confiando a este ltimo a guarda do bem mvel para ser restitudo quando reclamado, sem sofrer quaisquer presses das circunstncias externas. O depsito voluntrio, confonne o art. 646, se provado por escrito: e) Depsito voluntrio Ocorre quando resultar de acordo entre as partes, escolhendo o depositante o depositrio que desejar, essa modalidade gratuita, exceto se houver conveno em contrrio, se resultante de atividade negocial ou se o depositrio o praticar por profisso. O artigo 646 do Cdigo Civil de 2002 estabelece que:

"O depsito voluntrio provar-se- por escrito".


Portanto, exigida forma escrita apenas como meio de prova do contrato de depsito voluntrio. Mas o instrumento do depsito poder ser suprido por outras provas, como a testemunhal. O depsito voluntrio ocorre por livre iniciativa das partes, podendo ser gratuito ou oneroso Art. 628. O contrato de depsito gratuito, exceto se houver conveno em contrrio, se resultante de atividade negocial ou se o depositrio o praticar por profisso. Pargrafo nico. Se o depsito for oneroso e a retribuio do depositrio no constar de lei, nem resultar de ajuste, ser determinada pelos usos do lugar, e, na falta destes, por arbitramento. Deposito Voluntrio: A forma voluntria estabelecida pelas partes atravs de uma conveno livre, pela qual o depositante elege espontaneamente, segundo sua prpria vontade, o depositrio. - Forma escrita (art. 646/cc) - O contrato de depsito voluntrio provar-se sua existncia. - Natureza juridica: no solone, real, gratuito ou oneroso, unilateral ou bilateral. Obrigaes do depositante: - Pagar ao depositrio o preo combinado. Se no existir qualquer referncia a preo, presume-se gratuito o depsito. - Ainda o depositante obrigado a pagar as despesas feitas pelo depositrio, com a guarda da coisa, e os prejuzos que porventura houver sofrido.

Obrigao do depositrio: - O depositrio deve guardar da coisa, e custodi-la com o zelo e diligncia que costuma ter com o que lhe pertence, de modo a restitu-la no mesmo estado em que foi recebida. (art. 630/ CC). - Qualquer violao ao dever de zelo, ateno e cuidado, decorrente de culpa ou dolo, resulta em responsabilidade civil, obrigando-se o depositrio a indenizar o dano causado, exonerando-se no caso de fora maior, devidamente provada (art 642/CC). - O depositrio deve restituir a coisa, que abranger todos os frutos ou rendimentos acrescidos, assim que o solicitar o depositante, ou que se vencer o prazo.

Você também pode gostar