Você está na página 1de 2

Acesso é poder e poder é informação!

:)

O vídeo "O mundo de Rafinha" mostra o quanto o capitalismo tem


influenciado a sociedade nos tempos atuais. Comprar é o fator que
determina participar ou não da realidade. Por essa razão todos consomem
produtos cada vez mais. Nós somos parecidos com o Rafinha, já que
estamos inseridos nesse sistema capitalista. É este que rege todas as
relações da sociedade sendo o responsável pela criação de novos
produtos, cada vez mais desenvolvidos e exóticos, que hiptonizam o
consumidor. Estamos inseridos nesse meio. Comprar indica status e
molda todas as relações dentro dos grupos.

Além disso, o capitalismo trouxe consigo a necessidade da tecnologia


avançada. Essa foi tão desenvolvida e incentivada que, hoje, todos são
dependentes da mesma. No caso de Rafinha, viver navegando na rede -
internet ferramenta - o faz mais presente na realidade. A maioria das
relações humanas está sendo guiada pela rede. Todos comentam,
criticam, expõe opiniões e suprem todas as outras necessidades de um
ser comum. Com isso, atividades manuais não têm mais destaque nesse
espaço. O homem está deixando seus cargos para as máquinas
inovadoras, tudo graças ao fenômeno da globalização.

Esse processo vem integrando cada vez mais todas as partes do mundo.
O que se produz em um lugar é distribuído em outro, idealizado em um
diferente e enfim comercializado num outro local. Os países estão
integrados às redes online onde todo tipo de informação se encontra fácil
e, na maioria das vezes, gratuitamente. A imagem do planeta se dá da
junção de várias empresas, das quais são impulsionadas pelo consumo
humano. Visando o lucro todos produzem e procuram vender o produto
rápido, isso se dá pelo fato de existirem as concorrências. Por esse
motivo, as empresas inovam a todo o momento.

Nesse tempo, todo tipo de informação pode ser disseminado na internet.


Talvez boas, mas podendo ser ruim. Acesso é poder! A demasiada
quantidade de informações aumenta a exigência de qualidade do produto
por parte do consumidor. Mais informados eles buscam o que realmente
desejam e cobram suas exigências. Domar o poder adquirido pelo acesso
é uma grande dificuldade. Na rede, abertamente, as pessoas defendem os
seus interesses. Empresas são duramente criticadas ou elogiadas. Não há
como responder a questão: Internet é um bem ou mal? É claro que os
benefícios tragos por ela são de extrema importância na sociedade.

Consumidores, como fica claro no vídeo, estão deixando de ser passivos


para serem ativos. O desejo dos mesmos é o que governa a criação de
novos produtos e todo o sistema capitalista. São eles que medem o
sucesso de produtos, bandas, empresas e todos os outros aspectos. Hoje,
são internautas que dominam.
As empresas, diante desse quadro, estão investindo na experiência e não
apenas nas idéias. É cada vez mais comum a integração de todos no meio
digital. Isso não se limita à rede online, mas aos celulares, TV's digitais,
rádios digitais, PDA’s, blackberries e esses são planejados seguindo os
interesses específicos de cada pessoa.

Esse mundo conectado, colaborativo e tecnológico já está se tornando


natural. Crianças nascem nesse ambiente e crescem dentro dele. Além
disso, adultos são cobrados a estar nesse sistema. Os mais idosos levam
a lembrança de um passado e a imagem de um presente totalmente
diferente. O que todos sabem é que temos o poder em nossas mãos.
Cabe a cada um usá-lo de forma sábia e correta.

- Thaís Djenane

Turma Mênfis