Você está na página 1de 18

Disciplina: Contabilidade Empresarial

Cursos: Ciências Contábeis, Administração e Economia.


Prof.: Mônica Brandão

Marques, Mônica Brandão. ESTUDO DE CASOS


REFERENTES À APLICAÇÃO DAS
DETERMINAÇÕES DA LEI 6.404/76 (Art. 175 ao Art.
202) - Levantamento das demonstrações financeiras –
Balanço Patrimonial, Demonstração do Resultado do
Exercício, Demonstração das Mutações do Patrimônio
Líquido e Demonstração do Fluxo de Caixa. Rio de
Janeiro: UCAM, 1a edição, 2009.

ESTUDO DE CASOS REFERENTES À APLICAÇÃO DAS


DETERMINAÇÕES DA LEI 6.404/76 (Art. 175 ao Art. 202)
Levantamento das demonstrações financeiras – Balanço Patrimonial,
Demonstração do Resultado do Exercício, Demonstração das Mutações do
Patrimônio Líquido e Demonstração do Fluxo de Caixa.
2009
Estudo de Caso 1: Cia Caraptol
Conteúdo: Apuração do Resultado, Dividendos, Demonstração do
Resultado do Exercício e Balanço Patrimonial.

Balanço Patrimonial em 31.12.x6 da Cia Caraptol

Ativo Passivo

Circulante Circulante
Banco conta movimento 16.200 Fornecedores
7.800
Aplicação Financeira 5.600 Salários a pagar
1.600
Duplicatas a receber 8.000 Empréstimo bancário
14.000
Estoque 4.800 Dividendos a pagar
1.200

Não Circulante Não Circulante


Empréstimos a coligadas 6.000 Empréstimos de sócios
8.000
Investimento 30.000 Capital Social
80.000
Imobilizado 44.000
(-) Depreciação acumulada (2.000) Reserva de capital 2.000
Intangível 5.000 Reservas de lucro
3.000

Total 117.600 Total


117.600

Eventos ocorridos no 1o trimestre de x7.

1. Venda de 50% do estoque por R$ 5.600. 20% foram recebidos em cheque e o restante a
receber em 120 dias.
2. Banco credita na conta de aplicação financeira o valor de R$ 40 referente ao rendimento
do período.
3. Aquisição de bens de revenda por R$ 2.000, pagando R$ 1.200 em cheque e o restante a
ser pago a fornecedores em 60 dias.
4. Pagamento em cheque dos dividendos propostos e dos salários devidos.
5. As despesas administrativas totalizaram R$ 1.400 e foram pagas em cheque.
6. Houve uma venda de 20% do imobilizado por R$ 10.400 para recebimento no mês de
agosto. (O contador deu baixa em 20% do saldo da depreciação acumulada).
7. Aumento de capital social, em cheque, no valor de R$ 5.000.
8. Pagamento de 10% das dívidas com fornecedores (R$ 780), em cheque.
9. Pagamento de comissão aos vendedores no valor de R$ 500, em cheque.
10. Destinação de 25% do lucro do exercício para dividendos obrigatórios.
Razonetes das operações do trimestre:

------------------------------ ------------------------ -----------------------

------------------------------ ------------------------ -----------------------

------------------------ -----------------------

------------------------ -----------------------

------------------------------ ------------------------ -----------------------

------------------------------ ------------------------ -----------------------

------------------------------ ------------------------ -----------------------

------------------------------ ------------------------ -----------------------

------------------------------ ------------------------ -----------------------

------------------------------ ------------------------ -----------------------


------------------------------ ------------------------ -----------------------

------------------------------ ------------------------ -----------------------

------------------------------ ------------------------ -----------------------

------------------------------ ------------------------ -----------------------

------------------------------ ------------------------ -----------------------

------------------------------ ------------------------ -----------------------

------------------------------ ------------------------ -----------------------

------------------------------ ------------------------ -----------------------

Registros de Apuração de Resultado:

------------------------------ ------------------------ -----------------------


Apuração do Resultado Dividendos a pagar Reservas de lucro
------------------------------ ------------------------ -----------------------
-------------------------------------
Lucro ou Prejuízo Acumulado
-------------------------------------

Demonstração do Resultado do Exercício da Cia Caraptol


Em 31.12.x7

Balanço Patrimonial da Cia Caraptol


31.12.x7

Ativo Passivo
Circulante Circulante
Não Circulante Não Circulante

Total Total

Estudo de Caso 2: Empresa Norbel S.A.


Conteúdo: ARE, Cálculo da CSLL e IR, Participações Estatutárias, DRE e
Balanço Patrimonial.

Analise as contas apresentadas antes do levantamento das demonstrações financeiras:

Contas Saldo Devedor Credor


Receita bruta 138.000
Despesas com devedores duvidosos 1.500
Despesas não-operacionais 300
Receitas não-operacionais 600
Imobilizado 124.000
Intangível 30.000
Investimentos 42.000
Duplicatas a receber 6.000
Prov. p/ crédito de liquid. duvidosa 800
Depreciação acumulada 31.000
Custo do produto vendido 41.500
Abatimento sobre vendas 1.600
Tributos sobre vendas 24.500
Despesas administrativas 12.000
Receitas financeiras 700
Despesas com publicidade 1.000
Outras despesas operacionais 900
Ganho de equivalência patrimonial 500
Estoque 18.800
Devolução de vendas 5.300
Disponibilidade 16.800
Debêntures a pagar 4.200
Fornecedores 7.100
Empréstimos bancários 22.900
Tributos a recolher 19.500
Salários a pagar 12.500
Capital social 88.000
Reserva de capital 3.800
Reservas de lucro 5.000
Total ############

Com base nesses saldos e a partir dos dados a seguir, efetue os registros necessários e
elabore a DRE e o Balanço Patrimonial em 31.12.x1, de acordo com as exigências da Lei
Societária e da MP 449/08.

1. alíquota da CSLL 9%
2. alíquota do IR 15%
3. participações estatutárias – 10% para debenturistas; 10% para empregados e; 15%
para administradores.
4. 50% do lucro líquido deverá ser distribuído na forma de dividendos e o restante
na forma de reservas de lucro.

Registros de Apuração de Resultado:

------------------------------ ------------------------ -----------------------


Apuração do Resultado Tributos a recolher Part. Estat. a pagar
------------------------------ ------------------------ -----------------------
------------------------ ---------------------
Dividendos a pagar Reservas de lucro
------------------------ ---------------------

------------------------------------- Base de cálculo da CSLL e do IR


Lucro ou Prejuízo Acumulado
-------------------------------------

Base de cálculo das Participações

Demonstração do Resultado do Exercício da Cia Norbel


Em 31.12.x1
Balanço Patrimonial da Cia Norbel
31.12.x1

Ativo Passivo
Circulante Circulante

Não Circulante Não Circulante

Total Total
Estudo de Caso 3: Empresa Norbel S.A. (Continuação)
Conteúdo: ARE, Cálculo da CSLL e IR, Participações Estatutárias, DRE e
Balanço Patrimonial.

A partir das Demonstrações Financeiras da Empresa Norbel S.A. em 31.12.x1, pede-se


efetuar os registros abaixo para levantamento das novas demonstrações em 31.03.x2.

Dados a serem registrados:

1. Foram adquiridas mercadorias para revenda no valor de R$ 35.000, a prazo.


2. As vendas efetuadas no trimestre no valor de R$ 98.000. Recebimento de 40% a vista e
de 60% com emissão de duplicatas. O custo da venda foi de R$ 38.000.
3. As despesas administrativas somaram R$ 14.000 e foram integralmente pagas em
cheque.
4. Houve venda de ativo permanente imobilizado por R$ 11.200, a vista. O custo
histórico do bem era de R$ 15.600 e a depreciação acumulada somava até a data da
venda R$ 6.200. Do total da depreciação acumulada R$ 300 referem-se a despesas do
período.
5. Com base no passado, a empresa estimou uma perda provável com devedores
duvidosos no valor de R$ 900.
6. As despesas comerciais totalizaram R$ 6.200 para serem pagas no próximo período.
7. A alíquota da CSLL foi de 9% e a do IR foi de 15%.
8. As participações estatutárias foram calculadas em 10% para debenturistas, 10% para
empregados e 10% para administradores.
9. 50% do lucro líquido foram distribuídos em forma de dividendos e o restante do
valor foi destinado a reservas de lucro.

Razonetes das operações do trimestre:

------------------------------ ------------------------ -----------------------

------------------------------ ------------------------ -----------------------

------------------------ -----------------------
------------------------ -----------------------

------------------------------ ------------------------ -----------------------

------------------------------ ------------------------ -----------------------

------------------------------ ------------------------ -----------------------

------------------------------ ------------------------ -----------------------

------------------------------ ------------------------ -----------------------

------------------------------ ------------------------ -----------------------

------------------------------ ------------------------ -----------------------

------------------------------ ------------------------ -----------------------

------------------------------ ------------------------ -----------------------

------------------------------ ------------------------ -----------------------


Registros de Apuração de Resultado:

------------------------------ ------------------------ -----------------------


Apuração do Resultado Tributos a recolher Part. Estat. a pagar
------------------------------ ------------------------ -----------------------

------------------------ ---------------------
Dividendos a pagar Reservas de lucro
------------------------ ---------------------

------------------------------------- Base de cálculo da CSLL e do IR


Lucro ou Prejuízo Acumulado
-------------------------------------

Base de cálculo das Participações

Demonstração do Resultado do Exercício da Cia Norbel


Em 31.12.x2
Balanço Patrimonial da Cia Norbel
31.12.x2

Ativo Passivo
Circulante Circulante

Não Circulante Não Circulante

Total Total
Estudo de Caso 4: Cia Luvix
Conteúdo: Apuração do Resultado, Participações Estatutárias,
Demonstração do Resultado do Exercício, Destinação do Lucro Líquido
(Reservas e Dividendos), Demonstração das Mutações do Patrimônio
Líquido.

A Cia Luvix apresentava:

a) saldos em 31.12.x1:

Patrimônio Líquido
Capital Social R$ 250.000
Prejuízo Acumulado R$ (2.000)
b) saldos em 31.12.x2:

DRE
Resultado antes das participações R$ 8.000

c) dados do estatuto social com relação às participações:

10% para empregados


15% para administradores
5% para partes beneficiárias

d) por decisão da assembléia geral, o lucro líquido deverá ser destinado da seguinte
forma:

5% para reserva legal


10% para reserva estatutária
5% para reserva para contingências
25% para dividendos obrigatórios
o restante para reserva de retenção de lucros, aprovada em assembléia geral.

A partir dos dados acima, pede-se montar a DMPL e indicar os seguintes valores:

a) das participações a pagar;


b) do lucro líquido do período;
c) dos dividendos a pagar;
d) do patrimônio líquido;

Estudo de Caso 5: Cia Carlota


Conteúdo: Apuração do Resultado, Participações Estatutárias,
Demonstração do Resultado do Exercício, Demonstração das Mutações do
Patrimônio Líquido, Demonstração do Fluxo de Caixa e Balanço
Patrimonial.

Balanço Patrimonial em 31.12.x6 da Cia Caraptol

Ativo Passivo

Circulante 110.000 Circulante


92.000
Caixa 7.000 Impostos a recolher
2.000
Banco conta movimento 13.000 Fornecedores
10.000
Aplicação Financeira 20.000 Salários a pagar
5.000
Duplicatas a receber 91.200 Empréstimo bancário
70.000
PCLD (1.200) Dividendos a pagar
5.000

Duplicatas Descontadas (30.000)


Estoque 10.000
Não Circulante 20.000 Não Circulante
18.000
Realizável a Longo Prazo 20.000 Exigível a Longo Prazo
18.000
Investimento 30.000 Patrimônio Líquido
105.000
Imobilizado 42.000 Capital Social
102.000
(-) Depreciação acumulada (2.000) Reserva de capital
5.000
Intangível 15.000 Prejuízo Acumulado
(2.000)

Total 215.000 Total


215.000

Operações do 1o trimestre:

1. Aquisição de bens de revenda por R$ 2.000, a prazo.


2. Venda de 50% dos estoques por R$ 9.800, recebendo R$ 4.800 em cheque, ficando o
restante a receber em 120 dias.
3. As despesas administrativas e comerciais somaram R$ 3.600 e foram pagas em cheque.
4. Venda de 20% do saldo dos bens de uso por R$ 8.000, em cheque. A depreciação
acumulada do bem até a presente data era de R$ 880 e desse total, R$ 120 referiam-se as
despesas com depreciação do período.
5. Pagamento de empréstimo bancário em dinheiro no valor de R$ 3.000.
6. Venda de mercadorias do custo de R$ 2.500, por R$ 6.000, em dinheiro.
7. Pagamento do IR devido no valor de R$ 800, em cheque.
8. Pagamento dos dividendos propostos devidos, em dinheiro.
9. O estatuto informa o percentual das participações estatutárias: 10% para administradores
e 10% para empregados.
10. Destinação do lucro líquido:
a. 5% para reserva legal
b. 10% para reservas estatutárias
c. 10% para reservas para contingências
d. 25% para dividendos propostos
e. o restante para reservas de retenção de lucro.

Partindo dos saldos de 31.12.x6, efetue os registros do primeiro trimestre de 2008 e levante as
demonstrações financeiras (DRE, DMPL, BP, DFC).