Você está na página 1de 7

Sistemas

de
Informaçõe
s
(SI)
Trabalho de
Computação I
Equipe “Imformandos”
Amanda Conrado Pereira
Daniele de Oliveira Moreira
Juliana Lopes de Moraes
Thatiana de Alencar Lima

Escrito por:
Amanda Conrado Pereira

Definição
Um Sistema de Informação (SI) é um sistema cujo elemento principal é a informação.
Seu objetivo é armazenar, tratar e fornecer informações de tal modo a apoiar as funções
ou processos de uma organização.
Geralmente, um SI é composto de um sub-sistema social e de um sub-sistema
automatizado. O primeiro inclui as pessoas, processos, informações e documentos. O
segundo consiste dos meios automatizados (máquinas, computadores, redes de
comunicação) que interligam os elementos do sub-sistema social.
Ao contrário do que muitos pensam, as pessoas (juntamente como os processos
que executam e com as informações e documentos que manipulam) também fazem parte
do SI. O SI é algo maior que um software, pois além de incluir o hardware e o software,
também inclui os processos (e seus agentes) que são executados fora das máquinas.
Isto implica em que pessoas que não usam computadores também façam parte
do sistema e, conseqüentemente, necessitem ser observadas e guiadas pelos processos
de planejamento e análise de sistemas.
O perigo de não se dar atenção ao aspecto social é que os sistemas
automatizados (incluindo o software), não sejam eficazes ou não possam ser utilizados,
apesar de estarem funcionando perfeitamente (pelo menos, em ambientes de teste).
No ambiente real, os aspectos sociais interferem e muito no funcionamento do
SI. Os processos podem ser modificados em razão de aspectos sociais não bem
controlados. Por esta razão, é que existem muitos sistemas que após implantados
acabam não sendo utilizados ou até mesmo trazendo prejuízos ou dificultando o
trabalho nas organizações.
Um exemplo de tal descuido aconteceu com um supermercado que gastou em
torno de 200 mil dólares para informatizar seus caixas (check-out), com o intuito de
eliminar as filas. Entretanto, após a implantação do sistema, o que se viu foi que as filas
aumentaram. Apesar da rapidez com que os preços são contabilizados, alguns problemas
de ordem social acabaram por prejudicar o serviço.
Entre tais problemas, observou-se: a difícil identificação do local onde está o
código de barras (funcionário mal-treinado ou etiquetas mal-colocadas), problemas com
a leitora ótica (exigindo passar várias vezes o produto para que o código fosse
identificado ou mesmo digitá-lo), problemas na passagem do produto pela leitora do
código (etiqueta com o código mal colocado, dobrado ou em lugar inacessível), demora
no preenchimento de cheques, falta de empacotadores ou mesmo sacolas, etc.
Assim, o Analista de Sistemas deverá também estudar e planejar o sub-sistema
social de cada SI. Antigamente, esta era uma função somente do Analista de O&M.
Entretanto, hoje em dia parte da função de O&M está sendo incorporada pelos Analistas
de Sistemas, formados na área de Informática.
É responsabilidade do Analista de Sistemas definir os objetivos do SI, as
informações que o SI manipulará, os processos e pessoas que farão parte do SI, as
máquinas que serão usadas nos processos e o inter-relacionamento entre os vários SI’s
na organização.

Alguns tipos de SI’s


Veja a diversidade de áreas em que um analista de sistemas pode operar:
1 Sistemas de Informação Rotineiros ou Transacionais (SIR’s, SIT’s, SPT’s)
2 Sistemas de Gestão Empresarial Integrada - ERP (Enterprise Resource Planning)
3 Sistemas de Gestão de Suprimentos
4 Sistemas de Informações Gerenciais (SIG’s ou MIS – Management Information Systems)
5 Sistemas de Apoio à Decisão (SAD’s ou DSS – Decision Support Systems)
6 Sistemas Especialistas
7 Sistemas de Simulação
8 Sistemas de Informações Distribuídas
9 Sistemas de Automação
10 Sistemas de Informações Geográficas (GIS)
11 Sistemas de Hipertextos, Hipermídia e Multimídia
12 Sistemas de Gestão Eletrônica de Documentos (GED)
13 Sistemas de Informações Textuais (Indexação e Recuperação de Informações)
14 Sistemas de Workflow
15 Sistemas de Data Warehouse (Armazém de Dados)
16 Sistemas de Database Marketing
17 Sistemas de CRM (Customer Relationship Management)
18 Sistemas de Data Mining (Mineração de Dados ou Descoberta de Conhecimento)
19 Sistemas de Text Mining
20 Sistemas de Web Mining
21 Sistemas de Personalização e Recomendação
22 Sistemas de Groupware
23 Sistemas de Intranet
24 Sistemas de Extranet
25 Sistemas de Portais Corporativos
26 Sistemas de E-business
27 Sistemas de Comércio Eletrônico (e-commerce)
28 Sistemas de Informações Pervasivos e Ubíquos
29 Sistemas de Business Intelligence
30 Sistemas de Inteligência Competitiva
31 Sistemas de Gestão do Conhecimento

Veja onde um profissional da área pode atuar:


Embora seja uma profissão relativamente nova, já conquistou um espaço relevante no
mercado de trabalho. Pesquisas revelam que de 50% a 75% das demandas da área de
Computação estão destinas aos profissionais de Sistemas de Informação. "As empresas
sentiam a necessidade de um profissional capaz de construir um sistema de informação
adaptado aos seus negócios. E o profissional de SI surgiu para suprir estas carências",
explica a coordenadora da graduação de Sistemas de Informação da Faculdade de
Tecnologia IBTA, Lúcia Contente Mós. "Além disso, conseguem reunir os
conhecimentos das demais áreas de Tecnologia da Informação, ampliando o leque de
oportunidades."
Os profissionais dessa área devem ser capazes de analisar problemas e propor soluções
criativas, interagindo com diferentes áreas do conhecimento e intervindo na realidade de
forma empreendedora. Por isso, o analista de SI poderá atuar no desenvolvimento
tecnológico dos Sistemas de Informação, na gerência de Departamento de Tecnologia da
Informação ou de empresas de Informática, no ensino de computação e, ainda, como
empreendedor em Informática.
Desta forma, as demandas estão concentradas nas empresas públicas, particulares e nas
consultorias tecnológicas. E mais: o mundo da pesquisa e da docência vem abrindo cada
vez mais espaço para os recém-formados.

Sistema de informação
com ferramenta de
gestão
Sistema
A busca pela solução dos problemas conduz os gestores a unir as partes que
compõem a organização para formar um sistema que dará condições para administrar o
todo.

Classificação do Sistema
Os sistemas podem ser classificados de várias maneiras, porém para efeito desse
trabalho, classificam-se os sistemas de duas maneiras principais: Sistemas Abertos e
Sistemas Fechados.
I.Sistema Aberto
A interação da empresa com a sociedade e o ambiente onde ela atua caracteriza
essencialmente o chamado sistema aberto.
II.Sistema Fechado
O sistema fechado independe do meio externo para o desenvolvimento das suas
funções. Os sistemas fechados são entendidos como os que não mantém relação de
interdependência com o ambiente externo.

Sistema Empresa
Conhecendo as definições de sistemas, pode-se afirmar, portanto, que a empresa é
um sistema aberto, em razão da sua interação com o meio ambiente externo. A empresa
capta no meio externo os recursos brutos, processa e devolve ao ambiente externo em
forma de bens ou serviços prestados, ou informações, atendendo as necessidades da
sociedade. No decorrer desse processo podem ocorrer desvios e resultados
insatisfatórios, a retroalimentação permite a correção desses desvios, a fim de que se
possam alcançar os objetivos satisfatoriamente.

Sistemas de Informação
Os sistemas de informação têm por objetivo gerar informações para a tomada de
decisões, os dados são coletados, processados e transformados em informação. Sistemas
de informação é uma série de elementos ou componentes inter-relacionados que coletam
(entrada), manipulam e armazenam (processo), disseminam (saída) os dados e
informações e fornecem um mecanismo de feedback.

Finalidades dos Sistemas de Informação


As empresas precisam estar preparadas para lidar com os problemas internos e
externos do ambiente em que estão inseridas, para tanto buscam no desenvolvimento de
sistemas de informações suporte para a resolução desses problemas.A razão mais forte
pelas quais as empresas constroem os sistemas, então, é para resolver problemas
organizacionais e para reagir a uma mudança no ambiente.
Os sistemas de informação objetivam a resolução de problemas organizacionais
internos, e a conseqüente preparação para enfrentar as tendências da crescente
competitividade de mercado.

Por que utilizar Sistemas de Informação?


A necessidade do Sistema de Informação (SI) nas empresas surgiu devido ao grande
e crescente volume de informações que a organização possui. Com o Sistema de
Informação estruturado a apresentação das informações necessárias e também já
propiciando uma visão das decisões, a empresa garante um grande diferencial em
relação aos concorrentes, e os gestores podem tomar decisões mais rápidas e de fontes
seguras.

Sistema de Informação Gerencial (SIG)


O sistema de informação gerencial dá suporte às funções de planejamento, controle
e organização de uma empresa, fornecendo informações seguras e em tempo hábil para
tomada de decisão.O sistema de informação gerencial é representado pelo conjunto de
subsistemas, visualizados de forma integrada e capaz de gerar informações necessárias
ao processo decisório.

Importância dos Sistemas de Informação


Gerencial para as Empresas
Tem-se dificuldade em avaliar quantitativamente os benefícios oferecidos por um
sistema de informação gerencial, o sistema de informação gerencial pode, sob
determinadas condições, trazer os seguintes benefícios para as empresas:
• Redução dos custos das operações;
• Melhoria no acesso às informações, proporcionando relatórios mais precisos e
rápidos, com menor esforço;
• Melhoria na produtividade;

Aspectos que Fortalecem os Sistemas de


Informação Gerencial nas Empresas
Os sistemas de informação gerenciais são instrumentos para o processo decisório.
Por conseqüência, para que a empresa possa usufruir as vantagens básicas dos Sistemas
de Informação Gerenciais, é necessário, que alguns aspectos sejam observados. Entre
estes podem ser citados:
• O envolvimento da alta e média gestão;
• A competência por parte das pessoas envolvidas com o SIG;
• O uso de um plano mestre ou planejamento global;
• A atenção específica ao fator humano da empresa;

Condições de Tomada de Decisão


As decisões são tomadas sob diversas condições, sob condições de certeza,
condições de incerteza e condições de risco. As decisões programadas normalmente
oferecem um grau de risco menor do que as decisões não-programadas

Tecnologia da
informação
Na atualidade o mundo vive na era da informação, exigindo das organizações uma
gestão estratégica eficiente, a qual pode ser facilitada pela utilização de recursos
inteligentes oferecidos pela tecnologia de informação e sistemas de informação.
Tendo em vista tais processos de sistema de informação é relevante falar em
tecnologia da imformação.
A tecnologia da informação inovou o mundo dos negócios. Os processos
empresarias precisam ser dotados de confiabilidade, eficiência e eficácia.
A tecnologia da informação é utilizada para melhorar o desempenho das atividades
da empresa, e por conseqüência apoiar os processos empresariais.

A Internet como veículo da tecnologia de


informação
A Internet como veículo é essencial, visto que seu crescimento influi diretamente na
evolução das novas Tecnologias da Informação, propiciando cada vez mais a redução de
custo e conectando em tempo real, empresas e pessoas ao redor do mundo, e
possibilitando um atendimento diferenciado e personalizado.

Como foi observado durante a pesquisa a grande maioria dos entrevistados utiliza a
internet regularmente.