Você está na página 1de 29

3° Ano de Engenharia de Processamento Mineral

Processamento Mineral
Cominuição
Docente: Eng.º Bruno Bene

13-05-2013

Operações Unitárias

º Bruno Bene 3 .13-05-2013 Docente de Processamento Mineral: Eng.

º Bruno Bene 4 .Grau de liberação  é definido como a relação entre o número de partículas livres e o número total de partículas analisadas em uma dada granulometria. 13-05-2013 Docente de Processamento Mineral: Eng.

13-05-2013 Docente de Processamento Mineral: Eng.  F80 = tamanho das partículas na alimentação.Tamanho de partícula  diâmetro equivalente  distribuição granulométrica Relação de redução  Rr = Relação de redução.º Bruno Bene 5 . mais difícil será a operação.  P80 = tamanho das partículas no produto. De modo geral quanto maior o valor de Rr.

meios adequados à natureza da substância que se pretende dividir.º Bruno Bene 6 .Conceito  É a Operação Unitária que promove a redução dos corpos a partículas ou fragmentos de pequenas dimensões. para isso. utilizando. 13-05-2013 Docente de Processamento Mineral: Eng.

• S1 = área do produto. Esta lei se aplica à fragmentação muito fina como por exemplo.Lei de Rittinger  a área da nova superfície produzida por fragmentação é diretamente proporcional ao trabalho útil consumido. 13-05-2013 Docente de Processamento Mineral: Eng. • E = energia específica.º Bruno Bene 7 . • K = fator de proporcionalidade. à moagem de clinquer de cimento. • S0 = área inicial.

de preferência. Esta lei se aplica.Lei de Kick  o trabalho requerido é proporcional à redução em volume das partículas envolvidas  C = constante.  D0= diâmetro inicial. à fragmentação de matacões 13-05-2013 Docente de Processamento Mineral: Eng.º Bruno Bene 8 .  D1 = diâmetro final.

º Bruno Bene 9 .Lei de Bond  A energia consumida para reduzir o tamanho de um material é inversamente proporcional à raiz quadrada do tamanho. de preferência.  Esta lei se aplica.  P = tamanho do produto.  Eo = constante.  F = tamanho da alimentação. à fragmentação de matacões 13-05-2013 Docente de Processamento Mineral: Eng.

13-05-2013 Docente de Processamento Mineral: Eng.Lei de Bond  é mais usada pois fornece paramentros únicos WI que serve como base para o dimensionamento de equipamentos de cominuição.  É aplicável a faixa de tamanho mais usual em tecnologia mineral.º Bruno Bene 10 .  Funciona bem com o erro esperado de 15%.

13-05-2013 Docente de Processamento Mineral: Eng. até uma granulometria 80% passante em 100 µm. desde um tamanho inicial teroricamente infinito (F = ∞)..Work Idex ou Índice de Trabalho (Wi)  é definido como o trabalho necessário para reduzir a unidade de peso (tonelada curta = 907 kg) do material considerado.º Bruno Bene 11 .

º Bruno Bene 12 .Valores médios do Índice de Trabalho (Wi) 13-05-2013 Docente de Processamento Mineral: Eng.

13-05-2013 Docente de Processamento Mineral: Eng.Impacto  Forças de fragmentação aplicadas de forma rápida e em intensidade muito superior à resistência das partículas.  Geração de pequenos fragmentos.º Bruno Bene 13 .  Força mais eficiente em termos de utilização da energia.

aparecimento da fratura 13-05-2013 Docente de Processamento Mineral: Eng.Compressão  blocos de metros até partículas micrométricas.  Forças de compressão de alta intensidade aplicadas de maneira lenta e progressiva para aliviar o esforço.º Bruno Bene 14 .

º Bruno Bene 15 . insuficientes para provocar prevalece uma fraturas ao longo de toda a partícula concentração de esforços na área periférica da partícula aparecimento de pequenas fraturas. 13-05-2013 Docente de Processamento Mineral: Eng.Cisalhamento ou abrasão  forças de baixa intensidade.

Britagem .

º Bruno Bene 17 . 13-05-2013 Docente de Processamento Mineral: Eng. levando-os a granulometria compatíveis para utilização direta ou para posterior processamento.Conceito  Genericamente. britagem pode ser definida como conjunto de operações que objetiva a fragmentação de blocos de minérios vindos da mina.

Conceito  é um estágio no processamento de minérios. que utiliza. ou para a liberação de minerais valiosos de sua ganga.º Bruno Bene 18 . 13-05-2013 Docente de Processamento Mineral: Eng. equipamentos apropriados para a redução de tamanhos convenientes. em sucessivas etapas.

º Bruno Bene 19 .Classificação dos estágios 13-05-2013 Docente de Processamento Mineral: Eng.

Produto 13-05-2013 Produto 20 Docente de Processamento Mineral: Eng.º Bruno Bene .

 Sempre operam em circuito aberto e sem o descarte (escalpe) da fração fina contida na alimentação.º Bruno Bene 21 .  A britagem primária é realizada a seco. e  tem uma razão de redução em torno de 8:1. 13-05-2013 Docente de Processamento Mineral: Eng. Os britadores empregados são os de grande porte.  Alimentação é o ROM.

Tipos de Britadores usados  britador de mandíbulas.  britador giratório.º Bruno Bene 22 . 13-05-2013 Docente de Processamento Mineral: Eng.  britador de impacto e  britador de rolos dentado.

13-05-2013 Docente de Processamento Mineral: Eng.  É comum na britagem secundária o descarte prévio da fração fina na alimentação.  Tem como objetivo na maioria dos casos a redução granulométrica do material para a moagem. todas as gerações de britagem subsequentes à primária.º Bruno Bene 23 . com a finalidade de aumentar a capacidade de produção. Esta operação é chamada “escalpe”.

 britador de mandíbulas secundário. 13-05-2013 Docente de Processamento Mineral: Eng.  britador de martelos.  britador cônico.º Bruno Bene 24 .  britador de rolos.Tipos de Britadores usados  britador giratório secundário.

º Bruno Bene 25 . existem usinas com mais de três estágios. 13-05-2013 Docente de Processamento Mineral: Eng. cujo fato está ligado às características de fragmentação do material. ou à granulometria do produto final. Em geral é o último estágio de britagem. no entanto.

13-05-2013 Docente de Processamento Mineral: Eng.  granulometria máxima do produto obtido está compreendida na faixa de 25 a 3 mm.º Bruno Bene 26 .Tipos de Britadores usados  britadores cônicos.  razão de redução de 4:1 ou 6:1. Estes equipamentos exigem um maior controle de operação. geralmente trabalhando em circuito fechado.

 Forma das partículas.º Bruno Bene 27 .  Corrosividade do minério.Escolha do Tipo de Britadores  Tamanho máximo de blocos na alimentação. 13-05-2013 Docente de Processamento Mineral: Eng.  Conteúdo de argila e umidade.  Densidade do material.  Distribuição granulométrica da alimentação.

Tamanho máximo de blocos na alimentação O tamanho máximo da alimentação nos estágios intermediários de britagem é função das condições operacionais dos estágios anteriores.º Bruno Bene 28 . 13-05-2013 Docente de Processamento Mineral: Eng.

13-05-2013 Performance de Pneus em Equipamento de Transporte 29 .

Interesses relacionados