Você está na página 1de 1

Centro Budista Tibetano Kagyü Pende Gyamtso

Sob a autoridade espiritual do Mui Venerável Kalu Rinpoche


Lamas residentes: Lama Sönam e Lama Trinle
DF 425 - Condomínio Jardim América – Lotes F1/F3, G2/G4
Estrada para Sobradinho II – DF – CEP 73.001-970
Fone 61 485 0697 – www.kalu.org.br - Mapa do local no site
Texto traduzido pelos pelo comitê de tradução do Centro Budista Tibetano Kagyü Pende Gyamtso

Respeito aos Mais Velhos

Há muito tempo, existiam três amigos – um elefante, um macaco e um pássaro –


que viviam perto de uma árvore de ficus de Bengala (Ni-kiu-lu). Eles comentavam entre si:
“Devido ao fato nos abrigarmos perto desta árvore, é necessário que nos respeitemos
mutuamente”.
O macaco e o pássaro perguntaram ao elefante: “Até onde vão as suas lembranças?”
O elefante respondeu: “Lembro-me de que, quando eu era jovem, esta árvore alcançava o
meu ventre.” O elefante e o pássaro fizeram a mesma pergunta ao macaco, que respondeu:
“ Lembro-me de que, quando era jovem, levantando a mão eu alcançava o topo desta
árvore.” O elefante disse ao macaco: “Você é mais velho que eu.” O elefante e o macaco
perguntaram ao pássaro, que disse: “Lembro-me de que, do lado ocidental das montanhas
nevadas, havia um grande ficus de Bengala. Eu comi um fruto dele e vim para cá; é em
conseqüência disso que a árvore nasceu.*1” Os outros dois disseram: “O pássaro é que é o
mais velho”.
O elefante colocou o macaco sobre sua cabeça e o macaco carregou o pássaro sobre
as suas costas; andaram juntos no meio dos homens, de aldeia em aldeia e de cidade em
cidade, repetindo sempre esta frase: se um homem tem a capacidade de guardar no seu
coração a Lei - respeitar aqueles que são mais velhos -, nesta vida será louvado; - no futuro,
nascerá nos caminhos excelentes.
O pássaro então pronunciou esta regra: “Quando todos os homens obedecerem a
este preceito, o ensinamento da Lei se expandirá.” (O Buddha disse…) “Todos vocês que
saíram do mundo para adotar a minha doutrina precisam, ainda mais, respeitar-se
mutuamente; desta forma, a Lei do Buddha se expandirá”. A partir de agora, adaptem-se a
isso: “Que o jovem e os velhos se respeitem, se cumprimentem com veneração, que se
encontrem e compartilhem as novidades.” Desta forma, os praticantes terão entendido os
ensinamentos do Buddha, e todos, jovens e velhos, mostrarão o respeito mútuo e a
veneração.

Interesses relacionados