Você está na página 1de 8

O Poder da Reflexividade

Rev. Hyung Jin Nim


Sede da Igreja, Seul, Coréia
14 de março de 2009

E eu estava explicando que devemos ter certeza que somos capazes de fazer o treinamento mais
humilde, não a fim de obtermos crédito por isso, mas para que possamos nos assemelhar a esse
coração dos Verdadeiros Pais, para que possamos nos assemelhar a essa qualidade de servo de
servos.
E eu expliquei a eles: “Naturalmente ninguém é perfeito, e eu não sou perfeito, ninguém é
perfeito, mas o fato que estamos treinando, que estamos continuamente observando a nós
mesmos através de nosso treinamento, esta é a coisa importante. Este é o motivo pelo qual
fazemos o treinamento. Esse é o motivo pelo qual fazemos o treinamento Danbury e o
treinamento para ser econômico, limpar banheiro, etc...”

Considerações de Boas Vindas

Yeon Ah Nim:

Boa tarde irmãos e irmãs! Estamos sempre honrados e felizes por vocês estarem aqui neste
santuário com o Pai Celeste e os Verdadeiros Pais. Para aqueles que estão se juntando conosco
via internet, também damos as boas vindas para vocês. Bem vindos irmãos e bem vindas irmãs.

Hyung Jin Nim:

Bem vindos irmãos e irmãs! Começaremos com o Cheon Song Gyeong, na página 452: “Tal
como todas as plantas absorvem a luz do sol como um elemento de vida, o amor é um elemento
de vida para as pessoas. Nossa esperança é que o Reino na terra que será edificado, é onde
podemos viver eternamente em amor e em adoração.”

Eu adoro como o Pai aqui compara o amor com o elemento de vida e a necessidade, algo que
precisamos, algo que nos nutre e nos dá força e vitalidade. Isso naturalmente vem direto do
Princípio. Mas quando pensamos sobre isso em nossas vidas, é realmente tão importante sermos
capazes de nutrir os outros que estão ao nosso redor, também em nosso ambiente familiar, em
nosso ambiente de amigos, onde quer que possamos estar. É tão importante criar essa atmosfera.
Estamos de fato nutrindo uns aos outros, dando vitalidade, força, nova esperança e nova vida,
uns para os outros. Isto é tão importante.

Irmãos e irmãs, oramos que toda semana seja esse tipo de elemento de nutrição, de nova
vitalidade. Quando estamos vindo para o culto, quando somos capazes de reunir a alegria da
semana passada, as vitórias da semana passada, e oferecemos isto para Deus, trazendo a Ele
felicidade, trazendo um sorriso a Ele neste dia, quando fazemos isso, acredito que a próxima
semana será ainda melhor, será ainda mais vitoriosa. Se vocês acreditam nisto, vamos aplaudir
Deus. Mais uma vez, bem vindos ao culto.
1
Mensagem de Yeon Ah Nim:

Pouco tempo depois que me juntei a Família Verdadeira, uma vez eu fiz uma pergunta para
Hyung Jin Nim. Eu falei a ele assim: "Eu realmente não compreendo como algumas pessoas
podem ser pessoas com rostos duplos. Eu não posso realmente entender como elas podem
esconder suas próprias emoções tão bem, e mostrar uma boa face, embora elas estejam em
terrível turbulência emocional.” Eu pensava que é somente possível se elas tivessem rostos
duplos, de fato duas faces. E eu disse: “Eu não quero ser assim.” Eu disse isso para ele.

Ao invés de responder minha pergunta, ele me fez uma pergunta. Ele disse: “Vamos dizer que
você acabou de descobrir que ultrapassou um evento muito difícil e está muito feliz por isso.
Logo depois disso, você tem que estar em um funeral e prestar respeitos para uma pessoa que
acabou de falecer. E ao estar em silêncio, você se torna hipócrita? Ele me fez essa pergunta.

Ele me fez outra pergunta. Ele disse: “Vamos dizer que você é uma professora. Você acha que
deveria ficar zangada com seus alunos porque você teve um dia terrível? Isto faz de você uma
hipócrita?” E eu não pude responder suas perguntas.

Recentemente eu vi o Verdadeiro Pai e a Verdadeira Mãe, e sabia que eles tinham muitas coisas
em suas mentes. Geralmente, eles estão muito felizes quando Shin Joon está por perto, mas
mesmo isso às vezes não funciona tão bem. Eles não estavam de bom humor na verdade, mas
mesmo durante esse período quando o Pai e a Mãe encontram com os membros, o Verdadeiro
Pai fala e sorri para os membros, e a Mãe canta canções alegres com os membros. E compreendi
que isto é sempre o que eles têm feito por nós. Eles sempre têm superado suas dificuldades e
situações pessoais para o bem público.

Irmãos e irmãs, na vida há momentos quando podemos sentir que ninguém realmente
compreende nossa dor, e que somos a única pessoa que sofre enormemente, mas quando
pensamos sobre nosso Pai Celeste e o curso de vida e de vitória dos Verdadeiros Pais, sabemos
que nossa montanha é muito menor do que a vitória dos Verdadeiros Pais e do Pai Celeste.

Irmãos e irmãs, vamos fazer deste, nosso melhor ano. Amamos muito vocês e acreditamos em
vocês. Adju!

Oração do Rev. Hyung Jin Nim:

Pai Celeste, agradecemos muito ao Senhor por este dia. Pai, damos louvor e honra neste dia pelo
Senhor ter trilhado uma estrada de lágrimas. Pai, o Senhor tem esperado por milhares de anos
pelo dia quando poderia ver Suas famílias nesta terra.

Pai, oramos que o Senhor possa ser inspirado hoje, que o Senhor possa encontrar nova esperança
hoje, que o Senhor possa encontrar um novo espírito de rejuvenescimento hoje. Pai, esteja
conosco enquanto passamos este momento na Sua presença. Oramos que o Senhor possa
abençoar cada uma das Famílias Abençoadas Centrais aqui. Oramos que o Senhor possa estar
com os irmãos e irmãs se juntando a nós por todas as partes do mundo no culto via internet. Pai,
por favor, abençoe suas famílias, abençoe seus filhos e abençoe seus descendentes.
2
Pai, oramos que possamos verdadeiramente ser esse tipo de pessoas que pode herdar Seu Amor
Verdadeiro, um Amor Verdadeiro que pode naturalmente subjugar até mesmo a força mais
escura. Pai, oramos que possamos herdar isso e ser capazes de verdadeiramente espalhar isso e
nos tornarmos bênçãos para este mundo.

Muito obrigado Pai, por este momento. Oramos que possamos novamente retornar alegria ao
Senhor, e dar um enorme sorriso para o Senhor hoje. Agradecemos muito ao Senhor.
Oferecemos todas estas coisas como uma única família, juntos como Famílias Abençoadas
Centrais, Adju!

Estória Interessante:

Vocês sabem, sempre gostamos de começar com algo um pouquinho engraçado. Eu ouvi uma
estória sobre o novo irmãozinho do pequeno Johnny. O bebê veio do hospital e ele tinha um
hábito muito interessante, e isso era chorar e gritar bastante. Ele chorava o tempo todo. E um dia
ele estava chorando alto como uma grande tempestade, e Johnny perguntou a sua mãe. Ele disse:
“Mamãe, de onde meu irmão veio?” A mamãe respondeu: “Bem, ele naturalmente veio do céu,
querido!” O pequeno Johnny respondeu: “Uaaau! Agora posso ver porque eles o jogaram fora!”
(Risadas e aplausos) Oh! Vocês gostaram bastante dessa hoje!

Sermão Principal:

Irmãos e irmãs, hoje eu gostaria de falar a vocês sobre o poder da reflexividade.


A fim de vivermos a vida abençoada, aprender o poder da auto-reflexividade é uma das chaves,
uma de nossas principais chaves.

Auto-reflexividade é muito simplesmente a capacidade de olharmos para nós mesmos


honestamente. Com reflexividade, você é capaz de ver suas forças e fraquezas. Você pode
verificar se está ou não sendo verdadeiro com seus objetivos que Deus deu a você, e assim, você
pode encontrar um caminho de aprimoramento constante. Aprender como “virar o espelho para
nós mesmos”, e ver a nós mesmos, é uma das chaves para vivermos a vida abençoada.

Vamos dar uma olhada em algumas das Escrituras hoje. Olharemos no Cristianismo, a partir do
livro de Provérbios 16:18. Vamos ler isto juntos: “A soberba precede a ruína, e a altivez do
espírito precede a queda.” Isto está novamente nos advertindo para sermos reflexivos e olharmos
para nós mesmos.

Vamos dar uma olhada no Budismo hoje a partir da “Guirlanda Preciosa” 406. Vamos ler isto
juntos: “Quem se imagina superior é orgulhoso maior do que o orgulho. Pensar que alguém tenha
recebido frutos ainda não alcançados é orgulho de conceito.” Novamente advertindo para sermos
reflexivos no caminho. Isto é muito importante!

No Islamismo: vamos ler a partir do Alcorão na 96ª Surata. Vamos ler isto juntos: “Em verdade,
o homem transgride, quando se vê independente. Sabe que o retorno de tudo será para o teu
Senhor.” Para lembrarmos para onde estamos indo, de onde viemos, etc...

3
E vamos olhar nas palavras do Verdadeiro Pai hoje. Vamos ler juntos. Isto vem do livro “A
Vontade de Deus e o Mundo.” “O princípio de criação de Deus é viver para o benefício dos
outros, não para o “eu”. Viver para o benefício do “eu” é a natureza de Satanás. Vocês devem
conhecer a origem de bem e mal. Ensinar uma religião é viver para o benefício dos outros e
servir os outros, e não ser arrogante.” Basicamente, humildade! Estamos novamente falando
sobre auto-reflexividade.

Em 1954, foi escrito um livro do ganhador do Prêmio Nobel, o autor William Golding. Era
intitulado: “O Senhor das Moscas”. Na década de 1960 foi um best-seller na América, e já estava
se tornando uma leitura exigida na maioria das escolas secundárias. Quando estávamos
crescendo em Nova York, já era uma leitura exigida em nossa escola secundária, como na
maioria das escolas secundárias por toda a América, por isso vocês devem ter lido este livro.

É intitulado "O Senhor das Moscas", e de fato estas palavras, ‘O Senhor das Moscas’ vem da
palavra hebraica “Belzebu”. Este é o significado da palavra Belzebu, a qual significa senhor das
moscas ou deus das moscas. Belzebu é outra palavra para Satanás. Assim, esse título é de fato
“Belzebu”.

É uma estória sobre um grupo de rapazes britânicos, e eles estão em uma viagem de avião. Eles
estão viajando para algum lugar, mas por acaso o avião cai em uma ilha e todos os adultos não
sobrevivem. E então há somente um grupo de rapazes, e este grupo de rapazes está com cerca de
13 anos em média, e eles começam a tentar governar a eles mesmos. Certamente dois grupos
dominantes se desenvolvem sob um rapaz chamado Ralph, e outro rapaz chamado Jack.

O grupo de Ralph está tentando ser civilizado. Eles estão tentando encontrar uma forma de
sinalizar por ajuda. Eles estão tentando descobrir um método: “Como podemos sair desta ilha.
Não queremos ficar aqui, queremos sair.”

O grupo de Jack faz o oposto. Lentamente eles começam a caçar. Eles começam a dizer: “Ei!
Nunca mais sairemos desta ilha. Devemos sobreviver.” Eles começam a se concentrar em:
“Vamos ter diversão, vamos apenas caçar!” Lentamente estes dois grupos começam a se
confrontar. Eles acreditam que nesta ilha existe um grande monstro neste enorme pico, e o grupo
de Jack que são os caçadores, eles prometem caçar e matar esta fera. Eles confundem um corpo
de um piloto morto com o monstro dormindo, e começam a caçar animais e oferecer sacrifícios
de animais para este monstro-deus da montanha. Vocês podem ver o cara com o corpo pintado?
Esse é o Jack! Ele faz pintura no corpo. Eles se tornam mais e mais animalescos, mais e mais
selvagens. O grupo de Ralph está tentando ser civilizado. Eles estão tentando utilizar eleições e
tentando encontrar os melhores métodos: “Racionalmente como podemos sair desta ilha? Esse é
nosso propósito. Não iremos ficar aqui e sobreviver. Queremos sair!” Mas o grupo de Jack está
se tornando mais e mais animalesco.

Para resumir esta longa estória, isto termina em um resultado desastroso. O grupo de Jack acaba
matando dois rapazes neste surto animalesco. Um rapaz é morto quando é confundido com o
monstro, e outro rapaz é atacado em uma emboscada na rocha, e porque eles o emboscaram na
rocha? Eles queriam tomar seus óculos. Essa foi a razão.

4
Assim, Ralph estava totalmente sozinho, e Jack e todos aqueles “selvagens” - eles tinham o
corpo pintado – agora estão caçando este último rapaz, o Ralph. Jack inicia um enorme incêndio
para expulsar e perseguir Ralph para fora da floresta, e este incêndio basicamente envolve a ilha
inteira em um enorme inferno. Um navio de marinheiros estava passando neste momento pela
ilha e avistam este enorme incêndio, e chegam para acabar com este tipo de insanidade. Eles
acabam colocando um fim ao Senhor das Moscas.

Vejam, sem reflexividade, uma pessoa não é capaz de ver o que está se tornando, tal como Jack
nesta situação. Jack era um civilizado estudante britânico. Ele era do ocidente, e estava
crescendo na parte superior do subúrbio, muito esperto, muito educado, muito civilizado,
aprendendo aritmética, ciência, química, e todas essas coisas.

Mas então, quando ficou neste ambiente isolado, ele se perdeu em suas emoções. Ele começou a
se tornar aquilo que eles se referiam como um “líder demoníaco”, ou “Senhor das Moscas.” Em
um determinado momento, um dos rapazes compreende que não há realmente nenhum monstro
na ilha, mas que o verdadeiro monstro reside dentro de cada uma dessas pessoas.

Reflexividade é uma das chaves para se manter sob verificação, para ter certeza que você está se
tornando quem Deus quer que você seja, e realizar esses dons e propósitos que Deus deu a
você.

Eu estava conversando com uma mãe outro dia, e ela estava refletindo sobre um de seus filhos.
Ele tem alguns momentos difíceis refletindo sobre si mesmo. Ele às vezes é rude e se mete em
brigas na escola. Ele tem mudado bastante de escolas. Ele magoou muitas vezes o coração de sua
mãe. E ela explicou como uma vez ela estava em uma piscina pública. Eles estavam nadando, e o
filho dela estava nadando e mergulhando; ele estava fazendo ondas enormes. Ele é um pouco
maior do que nessa foto – nessa foto ele é como um bebê, mas ele é bem maior – e havia
enormes ondas espalhando água ao redor. Então a mãe decidiu: “Este rapaz nunca me escuta
mesmo.” Ela decidiu filmá-lo. Então ela o filmou mergulhando e espalhando água, e mostrou a
ele este vídeo. E o rapaz ficou tão chocado. Ele ficou chocado pela forma como ele estava
demonstrando desrespeito pelas outras pessoas que estavam tentando utilizar a piscina. E ela de
fato filmou o rosto das outras pessoas e suas respostas, como: “Oh meu Deus! O que esse rapaz
está fazendo? Ele está desrespeitando totalmente a todos nesta piscina!”

Vejam, isto é reflexividade. A mãe o ajudou a ver a si mesmo a partir dos olhos dos outros, o
ajudou a ter uma visão objetiva, a visão das outras pessoas sobre ele. E ver a si mesmo a partir
desta perspectiva, abriu seus olhos sobre como de fato ele não estava respeitando os direitos das
outras pessoas neste espaço público. Às vezes precisamos ter amigos em nossas vidas que nos
dão este conselho sábio. Essas pessoas são tão preciosas! Naturalmente você não tem e não deve
aceitar todas as coisas negativas que toda pessoa diz sobre você como boas reflexões, mas
aquelas pessoas que estão ao seu redor, em quem você confia, que estão ali pelo seu bem-estar,
que verdadeiramente querem que você esteja bem, que desejam seu sucesso, desejam que você
seja o melhor, essas pessoas, sua sabedoria, seus conselhos, sua honestidade, devem ser
considerados. Isto é muito precioso! Estas pessoas dignas de confiança podem ser nossos
salvadores às vezes, e nos auxiliam a sermos verdadeiros com Deus e conosco mesmos.

5
Quando olhamos para a história bíblica, vemos a história da queda, e vemos o grande arcanjo
Lúcifer. Vocês sabiam que o nome Lúcifer é realmente uma palavra muito positiva? Lúcifer é de
fato um nome extremamente bom. Ele significa “aquele que traz luz”. Este é um nome muito
positivo. É “ele que traz luz para este mundo.” É um nome muito lindo!

Ele era o mais amado dos arcanjos. Ele era obediente, era poderoso, era o mais confiável entre
todos. Mas ele era fraco em um aspecto: sua capacidade de ser auto-reflexivo. E assim, ele
lentamente caiu na inveja. Ouvimos no Princípio muito claramente que Adão e Eva tinham a
atenção e o amor de Deus. “Como Deus pode amar eles? Eu tenho sido escravizado, eu tenho
servido a Ele. E simplesmente Ele adora estes “carinhas”, como Ele pode levar Sua atenção para
longe de mim?”

Sem ele saber, dia após dia sua inveja cresceu cada vez mais. Ela cresceu até se tornar um
ressentimento e ganância de querer roubar o amor que Adão e Eva recebiam: “Deus ama eles,
Ele não me ama. Acho que Ele realmente nunca precisou de mim em primeiro lugar. Bem, quem
precisa de Deus? Porque não preciso Dele, posso sair; eu posso fazer minhas próprias coisas. Se
Ele não precisa de mim, então eu não preciso Dele. Eu penso que então irei sair e ser contra Ele.”
E assim, vemos este processo na história. Ele agiu por sua ganância por amor, e no Princípio
vemos que ele enganou Adão e Eva, causando a eles a desobediência, e fazendo-os herdar o
amor falso de Lúcifer.

Eu estava explicando isto para os Hoon Sa Nims outro dia quando estávamos conversando,
quando estávamos praticando e treinando. Estávamos discutindo quão importante é,
especialmente nas posições de religiosos, que sejamos auto-reflexivos. Eu expliquei aos Hoon
Sas que, porque estamos na posição de responsabilidade da religião, devemos permanecer fiéis
em nosso serviço a Deus e aos Verdadeiros Pais. Eu disse que treinamentos são como marcos.
Eles auxiliam a nos observamos; eles nos auxiliam a verificarmos a nós mesmos ao longo do
caminho. E isto nos ajuda a ter certeza que estamos caminhando no caminho da bondade e
serviço, e não no caminho do auto-engrandecimento. Esse é um caminho muito perigoso.

Em um de nossos treinamentos, eu estava explicando a eles o que estive fazendo em meu próprio
treinamento por muitos anos. Sempre, toda vez que viajo, quando estamos viajando ou somos
chamados para diferentes lugares, sempre viajamos na classe econômica, e toda vez que estamos
em um avião, eu tenho líderes vindo até mim. Eles vem para a classe econômica e me dizem:
“Hyung Jin Nim, por favor, sente lá na frente. Por favor, sente lá. Eu viajarei no seu assento;
sente na classe comercial, por favor.” E isso era quando eu não tinha nenhuma responsabilidade.
Agora que tenho mais responsabilidade, eu tenho todo tipo de pessoas vindo até mim: “Por
favor” – não apenas me pedindo – “Por favor, vá sentar lá. Você DEVE sentar na classe
comercial. Você DEVE sentar na classe comercial para o nosso bem; por nosso bem, você deve
fazer isto! O que o mundo pensará se o presidente internacional está sempre viajando na classe
econômica? Você deve fazer isso para nosso benefício, por favor!” Agora eu compreendo, não
há nada inerentemente errado em sentar na classe comercial. Eu mesmo já viajei na classe
comercial muitas vezes na minha vida, mas a questão é que, como um líder religioso, uma pessoa
deve estar constantemente verificando a si mesma, constantemente treinando auto-reflexividade.
Isto é muito importante. Assim, ele não derrapa do caminho; assim, não começa a seguir por
caminhos para os quais não queremos ir.
6
E eu disse a eles: “Vocês sabem, eu realmente tenho feito este treinamento muito antes do Pai me
dar qualquer responsabilidade, e somente porque tenho responsabilidade, eu não irei mudar isto.
Eu não posso fazer isso. Sinto muito. E como meu irmão sempre diz: 'Se vocês não gostam disto,
então terão que contar para o Pai e pedir para ele me demitir! ' Isso é o que ele sempre diz."

Mas eu disse para os Hoon Sas:” O Pai tem nos ensinado – o Pai tem sido muito claro sobre isto
– que o lugar onde o mal não pode nos atacar é na humildade. É no lugar mais inferior. E o Pai
disse que, quando somos elevados como líderes religiosos, então é importante ir para o lugar
mais inferior em nosso treinamento, o treinamento mais baixo, porque recebemos respeito como
praticantes religiosos monásticos, como Hoon Sa Nims."

E eu estava explicando que devemos ter certeza que somos capazes de fazer o treinamento mais
humilde, não a fim de obter crédito por isso, mas para que possamos nos assemelhar a esse
coração dos Verdadeiros Pais, para que possamos nos assemelhar a essa qualidade de servo de
servos.

E eu expliquei a eles: “Naturalmente ninguém é perfeito, e eu não sou perfeito, ninguém é


perfeito, mas o fato que estamos treinando, que estamos continuamente observando a nós
mesmos através de nosso treinamento, esta é a coisa importante. Este é o motivo pelo qual
fazemos o treinamento. Esse é o motivo pelo qual fazemos o treinamento Danbury e o
treinamento para ser econômico, limpar banheiro, etc... "

Este tipo de coisas nos auxiliam a verificarmos a nós mesmos todo o tempo para nos ajudar a ver
quando de repente, depois de um ano (podemos pensar): “Agora eu não quero limpar mais os
banheiros, eu não quero mais fazer o treinamento Danbury. Eu estive fazendo isso por um ano.
Eu não quero mais fazer isto. Eu sou melhor do que isso.” Podemos ver a nós mesmos, podemos
verificar a nós mesmos através destes treinamentos objetivos.

Assim, falamos sobre quão importante é o treinamento, porque neste caminho, especialmente no
caminho no qual estamos nos concentrando na prática puramente religiosa e espiritual, é tão fácil
nos enganarmos, de fato nos iludir e acreditar que estamos ficando grandes, que realmente
estamos ficando maiores do que Deus. E assim, a esse respeito, estávamos conversando sobre
como é importante sempre verificarmos a nós mesmos através do treinamento, e compreender
que até mesmo nós, podemos nos tornar como Lúcifer ou Jack, o Senhor das Moscas.

Ambos começaram muito bem. Ambos começaram como aqueles que trazem luz, e Jack era um
excelente aluno na escola, mas se nos tornamos assim, então podemos prejudicar tantas pessoas
que nos respeitam, e outras pessoas que estão sob nossa responsabilidade. Assim, devemos
continuar treinando. Estávamos falando sobre isso.

Desta vez quando o Pai estava voltando para os Estados Unidos, ele me disse: “Não exagere!
Você vai ficar mal-humorado. Não exagere. Você deve estar bem de saúde, rapaz!” E eu disse:
“Appa, não se preocupe! Isto é nossa alegria, estamos treinando! Isto é treinamento. Estamos
ficando mais fortes a cada dia. Treinamento não é somente um grande exercício espiritual, Pai, é
também um grande exercício físico; ‘eu estou forte como um touro’!!!!” (expressão adaptada)

7
Irmãos e irmãs, o que podemos aprender hoje? Vamos lembrar que auto-reflexividade é uma
grande força e habilidade. Ela requer treinamento e força para olharmos objetivamente para nós
mesmos. Ela é muito libertadora quando você é capaz de olhar honestamente para si mesmo e
tentar ser essa pessoa que Deus abençoou você para ser.

Vejam, auto-reflexividade é libertadora, porque ela libera uma pessoa de ser uma prisioneira da
adulação das outras pessoas que dizem a VOCÊ quais são seus talentos. Ela ajuda você a se
mover para reconhecer por si mesmo o que Deus deu como seu grande potencial, o que Ele deu
como suas forças e suas fraquezas, seus objetivos e seus sonhos. Ela ajuda você a verificar se
está permanecendo fiel a esses talentos dados por Deus.

Se fazemos isso, eu acredito que em 2009 descobriremos a nós mesmos com mais vitória, mais
iluminação e mais paz, e viveremos essa vida abençoada e herdaremos o amor verdadeiro de
Deus.

Irmãos e irmãs, se vocês podem receber esta mensagem, vamos aplaudir Deus e os Verdadeiros
Pais! (Aplausos)

Transcrito por: Rev. Beatrice Clyburn / Cathy Quebral


Editado por: Rev. Bruno Klotz
Traduzido por: Marcos Alonso