Você está na página 1de 4

SER E PERMANECER—EIS O SEGREDO DA VIDA VITORIOSA

Paulo disse que O NOSSO VELHO HOMEM FOI COM ELE CRUCIFICADO PARA
QUE O CORPO DO PECADO SEJA DESFEITO PARA QUE NÃO SIRVAMOS MAIS
AO PECADO (RM 6,6). Isso é um facto eterno! Tão verídico quanto a morte de Cristo,
quanto a nossa existência, quanto a existência do que nos rodeia, isto é, “a parte que em
nós gosta de pecar foi mortalmente ferida” (Rm 6,6 BV).
Esse é um facto: o nosso velho homem foi com ele crucificado (para quê?) para que o
corpo do pecado seja desfeito (para quê?) para que não sirvamos mais ao pecado. O que
nos mantinha SERVOS do pecado é o CORPO DO PECADO, esse corpo dominado
(corrompido) pelo pecado nos MANTINHA na posição de escravo. Aquela tendência para
bebida que se desencadeava de tempo em tempo no nosso corpo é que nos tornava
ESCRAVOS DA BEBIDA, o mesmo se aplica para todos os outros pecados. Tudo parte
do corpo do pecado. Há algo de corrupto nos nossos corpos, isto é, na nossa mente que nos
faz ser ESCRAVOS DO PECADO. E esse corpo só possuí essa tendência porque está a ser
controla por alguém, o famoso HOMEM, que quando nos convertermos é substituído e
passa a ser chamado de VELHO (ANTIGO). Quando Cristo foi crucificado, esse HOMEM
também foi, experimentou a morte com Cristo, e a partir daí o CORPO DO PECADO foi
DESFEITO (sem poder, incapacitado, gr. Katargéo), consequência: NÃO MAIS SERVIR
AO PECADO.
Entendamos o Rom 6,6: “o nosso velho homem foi com ele crucificado PARA QUE o
corpo do pecado fosse desfeito, PARA QUE não sirvamos mais ao PECADO”. Um facto
leva ao outro, pois a conjunção “para que” implica isso. A crucificação do velho homem
teve um OBJECTIVO a alcançar: DESFAZER O CORPO DO PECADO, e o desfazimento
do corpo do PECADO DO PECADO teve também o seu objectivo: FAZER COM QUE
NÃO SIRVAMOS MAIS AO PECADO. Deus, a fim de nos pôr a NÃO SERVIR AO
PECADO, não foi directamente ao problema, FOI NA RAÍZ DO PROBLEMA, Ele bem
sabia o quê que nos tornava SERVOS DO PECADO—o nosso corpo do pecado, e ao ir ao
corpo do pecado Ele encontrou a raiz do problema do CORPO DO PECADO, era o
VELHO HOMEM e para este a solução FOI A MORTE, lhe fez participar da mesma morte
que o seu FILHO JESUS.
ISSO É UM FACTO, está no PRETÉRITO PERFEITO (foi CRUCIFICADO), isto é, o
nosso velho homem não vai ser crucificado, nem tem que ser crucificado ELE JÁ FOI
CRUCIFICADO, daí a razão do gerúndio imperativo “SABENDO QUE” (=fiquem a saber
que). É uma questão de ficar a saber, quem está a ser controlado pelo pecado, não precisa
CRUCIFICAR O SEU VELHO HOMEM, só precisa FICAR A SABER, pois crucificar o
velho homem é o mesmo que negar o TESTEMUNHO QUE DEUS JÁ DEU—O VOSSO
VELHO HOMEM FOI CRUCIFICADO COM (AO MESMO TEMPO QUE) CRISTO—
Portanto devemos crer NO QUE DEUS DISSE. “Pai! Eu creio na tua palavra, assim como
eu creio que Cristo morreu também creio que quando ele morria o meu velho homem
também estava a ser crucificado junto com ele”
Há um ponto a considerar TUDO ISSO SÃO APENAS VERDADES OBJECTIVAS. Que
repousam no objecto, e na pratica? Como poderei TER ESSA VERDADE NA MINHA
REALIDADE? Como poderei desfrutar dessa verdade? O meu velho homem foi realmente
crucificado com Cristo, mas..., como poderei mergulhar nessa verdade? A bíblia diz que eu
tenho o Espírito Santo e eu consigo tocar essa realidade, é um facto inegável em mim,
mas...quanto à morte do velho homem como poderei tocar essa verdade que realmente o
meu HOMEM ANTIGO foi crucificado???? Muitos cristãos ainda vivem como se o seu
velho homem nunca tivera sido crucificado, Como viver essa verdade???
Aqui começa a minha mensagem:
João mostrou 2 aspectos sobre a vida do cristão em relação ao pecado:
1. Todo o que é nascido de Deus NÃO PECA (1 JO 3;9)
2. Qualquer que permanece1 nele NÃO PECA (1 JO 3;6)
A fim de mantermos posição contra o pecado e nos mantermos fora do seu jugo e do seu
poder. Temos que compreender esses 2 aspectos da vitoria de Cristo sobre o pecado. Na
primeira carta de João, ele mostrou 2 características, 2 aspectos, 2 verdades sobre O
VIVER ESSA VERDADE. Enfrentei problemas profundos quanto a esse facto, visto que
tomava em consideração o 1º facto mais do que o 2º. No mesmo peso que João diz sobre o
SER, é com o mesmo impulso que ele fala do PERMANECER.
Deixa ser claro contigo, NÃO BASTA SER FILHO DE DEUS PARA NÃO PECAR, MAS
SIM SER UM FILHO DE DEUS QUE NELE PERMANECE. ALELUIA!
Todo o facto espiritual está em Cristo e só desfruta dele aquele que se mantém nele. “Ele
nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais EM Cristo Jesus” (EF
1,3) aqui está o local aonde está toda a bênção espiritual—CRISTO JESUS. Só desfruta
dessas bênçãos aquele que se mantém nele ou melhor só desfrutamos das bênçãos
espirituais ENQUANTO estivermos nele, a isso é que chamamos de PERMANECER.
Gosto de dar esse exemplo, na vida cristã não existe aquilo de “se conectar com a energia
para acumular carga para o dia”, aqui é “viver conectado com a energia, se se desconectas
não tens carga nenhuma”. Ninguém vem ter com Cristo para receber e depois ir para casa
com aquilo que recebeu, não!, nós vivemos NELE, andamos NELE e nos movemos NELE
(At 17,28) Somente conectados com ele é que funcionamos, desligados dele NADA
TEMOS! É como uma televisão, que se desliga assim que há um corte de energia, ao
contrario dos telefones, portáteis, UPS, etc.
A nossa vitoria sobre o pecado origina desses 2 factos: PELO FACTO DE SERMOS
NASCIDOS DE DEUS e PELO FACTO DE PERMANECERMOS NELE. O primeiro é
UMA QUESTÃO DE SER, basta que sejas de uma vez por todas2 o serás—filho de Deus.
1
O VERBO PERMANECER USADO POR JOÃO , TANTO AQUI COMO EM JO. 15 NO
GREGO É O MESMO, “MENÕ” QUE SIGNIFICA “SE MANTER, FICAR FIXO EM,
PERMANECER, SE ESTACIONAR EM”. USOU-SE DESSAS VARIAÇÕES DE
SIGNIFICADO DURANTE ESSA MENSAGEM.
2
De uma vez por todas, não quer dizer PARA SEMPRE...podemos deixar de ser filhos de Deus e
passar a ser filhos do diabo, basta que nos rebelemos contra Cristo seguindo o mundo, o pecado e
as ilusões dessa presente era.
Isso acontece no Novo Nascimento, quando recebemos a Jesus ele invade a nossa natureza
com um lavar regenerador e renovador e implanta em nós a sua filiação e já está. Mas o
segundo não é um acto definitivo de acontecer de uma vez por todas, É UMA ACÇÃO
CONTINUA, até porque Jesus ordenou QUE PERMANECESSEMOS NELE, “estai em
mim” (Jo.15,3), ESTAR NELE já estamos (2 Co.5;17), o que ele mandou É CONTINUAI
EM MIM.
A nossa natureza como Filhos de Deus só terá algum valor diante da tentação SE NOS
MANTERMOS NELE, o SER tem que estar acompanhado com o PERMANECER para
podermos CONCORDAR COM DEUS que O NOSSO VELHO HOMEM FOI
REALMENTE CRUCIFICADO.
A afirmação de João de que “qualquer que Nele PERMANECE, não PECA” é
fundamentado no versículo anterior: “Sabemos que ele se manifestou para tirar os nossos
pecados E NELE NÃO HÁ PECADO e QUALQUER QUE NELE PERMANECE não peca
(1 Jo 3.5-6), A verdade é que EM JESUS NÃO HÁ PECADO, somente
PERMANECENDO NELE é que poderemos DESFRUTAR DESSE FACTO EM CRISTO.
Aquilo que é normal em Jesus passa a ser normal em nós QUANDO permanecemos NELE.
“Estai em mim e eu em vós”—eis a promessa do Senhor. SE VOÇÊS CONTINUAREM
EM MIM, EU TAMBÉM VOU FICAR EM VÓS. É DISSO QUE DEPENDE A NOSSA
VITÓRIA—a presença de Cristo.
Ele mesmo disse: “aquele que é nascido de Deus não peca porque A SEMENTE DE DEUS
PERMANECE NELE E NÃO PODE PECAR PORQUE É NASCIDO DE DEUS”. Eis o
que justifica o facto de que QUEM NASCEU DE DEUS NÃO PODE PECAR. Pelo facto
de A SEMENTE DE DEUS NELE PERMANECER. Quer dizer, que a semente de Deus
está em todos os que de Deus nascem, mas o que lhes impede de PECAR é a
PERMANENCIA DESSA SEMENTE—Jesus Cristo pelo seu Espírito—esta é a semente de
Deus. Portanto, procuremos fazer dele A NOSSA FONTE, NOSSO PODER.
O QUE É PERMANECER NELE?
“permanecei em mim, e eu permanecerei em vós; como a vara de si mesma não pode dar
fruto, se não permanecer na videira, assim também vós, se não permanecerdes em mim
(Jo. 15,4)”
A analogia usada por Jesus para nos explicar o que é permanecer nele, é a ligação entre a
vara e a videira. Como é que eles estão ligados? Eu pensava que se tratava de “estar dentro
dele”, não, a vara não está “dentro” da videira apenas CONECTADO com a videira, é isso
que Jesus nos manda fazer, ESTAR “CONECTADO” com ele, estar ligado à ele, NUMA
RELAÇÃO DE DEPENDÊNCIA.
Precisamos viver ligados a ele, todo o nosso ser ligado CONSCIENTEMENTE a Ele, só
assim poderemos experimentar a sua PRESENÇA em nós.
Não permanece nele aquele que passa todo o dia INCONSCIENTE DE CRISTO,
Não permanece nele aquele cuja mente está voltada para tudo menos para Jesus
Não permanece nele aquele que passa o dia sem orar, nem ler a bíblia,
Não permanece nele aquele que passa todo o dia sem se submeter a comunhão do Espírito,
Não permanece nele aquele que não se “traz” para a comunhão, Aquele que não sussurra pelo
menos uma palavra a Jesus, aquele que cuja mente não está fixa no Senhor,
Não permanece nele todo aquele que tem UMA CONSCIÊNCIA alheia à presença do Espírito
Santo,
Nele não permanece aquele que ainda não entendeu que só pela oração e pela meditação nas
Escrituras é podemos NOS CONSERVAR NELE, nutrindo a nossa fé.
Permanecemos NELE, quando a nossa fé está na pessoa dele. É assim que permanecemos Nele.
PERMANECER NELE é equivalente ao ANDAI NA MINHA PRESENÇA (Gn 17,3).
Visto que um dos significados para preposição grega en (em) é “com”, Isto é, permanecei
em mim é o mesmo que permanecei comigo, “fiquem comigo, mantenham-se ligados a
mim, aonde quer forem procurem estar comigo, ligados a mim, conscientes de mim, com a
mente na vanguarda da minha presença, quando vocês fizerem isso, eu também estarei
convosco”.
JESUS disse: “Se vós permanecerdes em mim, E AS MINHAS PALAVRAS ESTIVEREM
EM VÓS” (Jo 15,7) aqui está um outro aspecto do permanecer em Jesus: MANTER EM
NÓS AS SUAS PALAVRAS. Conservemo-nos CONSCIENTES das palavras de Jesus,
nem se for para citá-las de dia e de noite, escrever na tua mão, nos umbrais da porta, ou
em qualquer lugar, que o faças, MAS QUE TENS QUE ESTAR CONSCIENTE DAS
PALAVRAS DELE, isso deves estar, “os crentes são fortes apenas quando a palavra de
Deus neles habita (Smith Wigglesworth)”
É a Palavra dele que David escondeu no seu coração para não pecar contra ele (Sl 119, 11).
Isso não é um método, é um estilo de vida PERMANENTE EM JESUS. Não permanece
nele aquele cuja espírito está vazio das palavras do seu Senhor. “As palavras que eu vos
disse ELAS SÃO ESPÍRITO E VIDA” (Jo 6;63)
Como saberei que tenho permanecido NELE e ELE em mim? Pelo Espírito que nos foi
dado (1 Jo 3,24). Somente isso evidencia que nele permanecemos: A HABITAÇÃO DO
ESPÍRITO SANTO! Consciencializemo-nos da pessoa do Espírito Santo, a fim de
podermos ter certeza de que nele TEMOS PERMANECIDO.
Paro por aqui: “PROCURA, AGORA QUE ÉS FILHO DE DEUS, PERMANECER
NELE”...”Passa muito tempo, diariamente pela manhã e à noite, em oração e comunhão
direta com Deus. Isso te trará poder para a salvação. NÃO HÁ ERUDIÇÃO NEM
ESTUDO QUE COMPENSE A PERDA DESSA COMUNHÃO. SE DEIXARES DE
MANTER COMUNHÃO COM DEUS, "TE ENFRAQUECERÁS E SERÁS COMO
QUALQUER OUTRO HOMEM” (CHARLES G.FINNEY)”

Por Pedro Alione Miguel José, aos 2 de Abril de 2009

Interesses relacionados