Você está na página 1de 2

A Excntrica Famlia de Antonia O filme conta a histria de Antonia, uma mulher forte, decidida, que, aps a morte de sua

me, se muda com sua filha Danielle para a fazenda onde morava quando era mais jovem. L ela to bem aceita quanto uma colheita ruim, ou uma criana defeituosa. Antonia tem princpios diferentes das pessoas daquela comunidade, e por isso vista com antipatia por eles, que muitas vezes se escandalizam com as atitudes dela e de sua filha. Ela rompe clichs e preconceitos. Um exemplo quando Danielle resolve que quer ter um filho e vai para cidade simplesmente para deitar-se com um homem e engravidar. Elas so hostilizadas pelo padre da cidade, mas no se abatem. Elas do um jeito de provar que o padre no to santo quanto apare nta. Ns assistimos extasiados o desenrolar da trama, a saga familiar atravessa trs geraes, falando de fora, de beleza e de escolhas que desafiam o tempo. Os seus personagens curiosos, como o filsofo Dedo Torto (que podemos comparar com Nietzsche), a neta superdotada, a filha lsbica, o estuprador, o padre herege, entre tantos outros. Vemos que mesmo com os acontecimentos do filme, o que mantm a famlia unida a generosidade de Antonia, sempre acolhendo a todos e tornando as coisas melhores. Eles no buscavam sentindo na existncia. Simplesmente viviam. O nico que questionava a existncia era Dedo Torto, que de tanta angstia resolveu matar-se. E deixou uma carta que dizia o seguinte:
"(...) absurdo crer que a dor constate que nos aflige seja apenas momentnea . Pelo contrrio: a desgraa a regra e no a exceo. A quem culpar por nossa existncia? A exploso solar que nos deus a vida? Eu me acuso j que no creio em Deus ou reencarnao, se acreditasse poderia me iludir de que a vida nos promete uma divina sobremesa aps uma indigesta refeio. No quero mais pensar, acima de tudo no quero pensar".

O filme aborda vrios temas, como vingana, justia, preconceitos, o suicdio, mas sobretudo, uma celebrao do tempo, da vida e da morte. No por acaso que no incio do filme dito que Antonia sempre soube quando chegaria sua hora. No faz refletir sobre o sentido da vida, porque devemos aproveit-la, e pensar no quanto ainda se pode fazer pelo mundo, pela vida e por tudo que existe em ns e precisa ser modificado, simplesmente celebrando a vida.

eu fiz que nem lulu disse. ela quebra padroes morais, tipo aceita o homossexualism da filha, uma mae solteira com um moi se filho, um padre que larga a batina, ela nao se cala diante do estupro da vizinha, coisa q a mae da feinha tava fazendo, ela aceita um doente mental, quebra o padrao de sexo s com casamento... acho que isso

Você também pode gostar