PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 34ª Câmara de Direito Privado

Registro: 2013.0000257010 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Embargos de Declaração nº 9142278-56.2009.8.26.0000/50000, da Comarca de Marília, em que é embargante SANTANDER SEGUROS S/A, é embargado MARIA PELAES DA SILVA. ACORDAM, em 34ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo, proferir a seguinte decisão: "Rejeitaram os embargos. V. U. Com imposição de multa.", de conformidade com o voto do Relator, que integra este acórdão. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores GOMES VARJÃO (Presidente) e NESTOR DUARTE. São Paulo, 6 de maio de 2013. Soares Levada RELATOR Assinatura Eletrônica

8. É o relatório.26. 2. Os embargos não serão acolhidos por não se tratar de nenhuma das hipóteses previstas no artigo 535 do CPC.2009.A. atribuindo-a à COSESP. Embargos de Declaração nº 9142278-56. Inexistência de omissões. contradições ou obscuridades. acórdão que em ação de cobrança de indenização securitária negou provimento ao apelo interposto. 1. no mérito repisando a necessidade de cumprimento do contrato firmado sob a égide do princípio “pacta sunt servanda”. Fundamento e decido. Embargos declaratórios opostos do v. EMBARGADA : MARIA PELAES DA SILVA V O T O Nº 22190 Embargos de declaração. contradição ou obscuridade no julgamento realizado. em que a recorrente insiste em pedido de acolhimento de preliminar de ilegitimidade de parte.0000/50000 2 . uma vez que não há omissão. entendendo nada dever a título de repetição de indébito à demandante.PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 34ª Câmara de Direito Privado COMARCA DE MARÍLIA EMBARGANTE: SANTANDER SEGUROS S. Embargos rejeitados com imposição de multa.

CPC. reabrir discussão sobre temas já decididos. é matéria que desafia recurso próprio. Pelo exposto. nos termos do art. condena-se o embargante em 1% sobre o valor da causa. Constou expressamente no acórdão embargado o afastamento da preliminar de ilegitimidade arguida. Diante do caráter manifestamente protelatório dos embargos. portanto. além do reconhecimento do equívoco pela embargante ao não cessar a “cobrança de prestações post mortem do segurado em conta corrente de seu cônjuge beneficiário. 538.0000/50000 3 . omissão. em sede de embargos. com imposição de multa.PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 34ª Câmara de Direito Privado A parte pretende. pois inexistente qualquer dos requisitos do art. 535 do CPC. Certa ou errada a análise. rejeitam-se os embargos. Inexiste. não havendo controvérsia em relação à sua devolução”. assim como a validade do contrato apesar das seguidas sucessões de apólices havidas. para o que não se prestam os embargos de declaração. SOARES LEVADA Relator Embargos de Declaração nº 9142278-56. parágrafo único.2009. evidenciando o caráter infringente do presente recurso. 3.26. que não este. obscuridade ou contradição a respeito dos temas tratados.8.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful