Você está na página 1de 8

Jaime Kemp

Jaime Kemp 1

1

Jaime Kemp 1

OOOOO ninhoninhoninhoninhoninho estáestáestáestáestá vazio!vazio!vazio!vazio!vazio! EEEEE agora?agora?agora?agora?agora?

EEEEE agora?agora?agora?agora?agora? 1515151515 CapítuloCapítulo CapítuloCapítulo Capítulo

1515151515

CapítuloCapítuloCapítuloCapítuloCapítuloCapítuloCapítuloCapítuloCapítuloCapítulo 1111111111

OOOOO ninhoninhoninhoninhoninho estáestáestáestáestá vazio!vazio!vazio!vazio!vazio! eeeee agora?agora?agora?agora?agora?

ninhoninhoninhoninhoninho estáestáestáestáestá vazio!vazio!vazio!vazio!vazio! eeeee agora?agora?agora?agora?agora?
16 Quando o Inverno Chegar CapítuloCapítuloCapítuloCapítuloCapítulo 11111 OOOOO ninhoninhoninhoninhoninho

16

Quando o Inverno Chegar

16 Quando o Inverno Chegar CapítuloCapítuloCapítuloCapítuloCapítulo 11111 OOOOO ninhoninhoninhoninhoninho

CapítuloCapítuloCapítuloCapítuloCapítulo 11111

OOOOO ninhoninhoninhoninhoninho estáestáestáestáestá vazio!vazio!vazio!vazio!vazio! EEEEE agora?agora?agora?agora?agora?

Dentro em breve comemorarei 65 anos de idade! Devo confessar que não é muito fácil constatar que já cheguei a esta idade. Quando eu era jovem considerava uma pessoa de 65 anos muito velha, mas agora que cheguei lá parece- me que todo sexagenário ainda é broto!

Tenho pedido ao Senhor que, se for da sua vontade, eu viva até os 90 anos. Meu pai faleceu recentemente, com 92 anos de idade. Bem, é claro que só poderei viver tanto tempo se Jesus não voltar antes!

Também tenho orado para que o Senhor me dê força e vitalidade de, com 80 anos, poder comunicar eficazmente os princípios divinos para jovens e famílias.

Embora eu ainda esteja distante da minha aposentadoria – por sinal, não concordo com esse conceito – fico imaginando como será a minha vida nessa fase. Prefiro dizer que nunca vou me aposentar, mas simplesmente

OOOOO ninhoninhoninhoninhoninho estáestáestáestáestá vazio!vazio!vazio!vazio!vazio! EEEEE agora?agora?agora?agora?agora?

EEEEE agora?agora?agora?agora?agora? 1717171717 desacelerar. Na verdade, eu gostaria de morrer

1717171717

desacelerar. Na verdade, eu gostaria de morrer enquanto estivesse pregando o evangelho.

Confesso, porém, que há momentos em que a aposentadoria me seduz. Às vezes as lutas de uma vida missionária exaurem minhas forças: as viagens longas e constantes, as incertezas e dificuldades financeiras para manter o ministério são alguns dos pesos que carregamos para desenvolver uma tarefa extremamente gratificante. Minha querida esposa, Judith, costuma dizer: “Ficarei aliviada quando partir para a glória, porque não teremos que carregar nenhuma mala, retroprojetor, apostila ou livro. Somente nós mesmos”. Ah, essa possibilidade é muito atraente!

nós mesmos”. Ah, essa possibilidade é muito atraente! QuandoQuandoQuandoQuandoQuando ooooo

QuandoQuandoQuandoQuandoQuando ooooo

InvernoInvernoInvernoInvernoInverno ChegarChegarChegarChegarChegar

Paraaraaraaraara diversasdiversasdiversasdiversasdiversas pessoaspessoaspessoaspessoaspessoas aaaaa realidaderealidaderealidaderealidaderealidade nuanuanuanuanua eeeee cruacruacruacruacrua ééééé quequequequeque aaaaa velhicevelhicevelhicevelhicevelhice ééééé umaumaumaumauma viagemviagemviagemviagemviagem solitáriasolitáriasolitáriasolitáriasolitária eeeee amedrontadora,amedrontadora,amedrontadora,amedrontadora,amedrontadora, umumumumum fardofardofardofardofardo pesadopesadopesadopesadopesado demaisdemaisdemaisdemaisdemais paraparaparaparapara sesesesese carregarcarregarcarregarcarregarcarregar

Porém, a pura verdade é que eu amo o ministério, as viagens, os seminários, as pregações, o ensino, as apostilas, os livros e toda a parafernália que movimenta este trabalho. Por outro lado, sei que o paraíso será infinitamente melhor e eu esquecerei de todas as lágrimas, sofrimentos e lutas.

Enquanto posso envelhecer sorrindo, sei que existem muitos que não podem fazer o mesmo. Para diversas pessoas a realidade nua e crua é que a velhice é uma viagem solitária e amedrontadora, um fardo pesado demais para se carregar.

À medida que converso com pessoas descritas como

18 Quando o Inverno Chegar estando na terceira idade, noto um descontentamento crescente, apatia em

18

Quando o Inverno Chegar

estando na terceira idade, noto um descontentamento crescente, apatia em vez de aceitação feliz da época que se está vivendo. O ninho vazio, o sentimento de solidão, o medo do abandono e o peso dos anos refletido em dores no corpo tendem a fazer martelar na mente do idoso a seguinte pergunta: Qual o propósito dessa fase de minha vida?

Nos últimos dez ou quinze anos de vida de meu pai pude observar atitudes de desânimo, alguns sentimentos de frustração e o sofrimento que ele demonstrava. Em certas ocasiões eu me perguntei: “Será que quando eu estiver com 80 anos, se assim Deus permitir, serei infeliz, vou me sentir inútil, culpado, amedrontado e terei pena de mim mesmo, como meu pai?”. A bem da verdade, preciso honrar meu pai porque ele nunca deixou de aguardar com esperança sua partida para o céu e costumava designá-la como uma promoção.

Alguns dias atrás tomei café da manhã com um velho amigo. Esse senhor tem aproximadamente 85 anos e ainda é ativo na obra de Deus. Curioso, perguntei-lhe: “O que um homem precisa fazer para chegar aos 80 anos e conservar essa doçura, carinho, bondade e entusiasmo?”. Fiz esta pergunta por considerá-lo esse tipo de pessoa. Ele me respondeu: “Para chegar à minha idade e ainda saber ser doce, carinhoso, bondoso e entusiasmado, você precisa começar a desenvolver essas características agora, quando ainda tem 65 anos”.

Creio que posso dizer sem medo de errar que existem algumas atitudes que podem realmente debilitar uma

OOOOO ninhoninhoninhoninhoninho estáestáestáestáestá vazio!vazio!vazio!vazio!vazio! EEEEE agora?agora?agora?agora?agora?

EEEEE agora?agora?agora?agora?agora? 1919191919 pessoa. São reações que colocam uma nuvem

1919191919

pessoa. São reações que colocam uma nuvem escura sobre

a existência dos idosos e um sabor amargo em suas bocas.

Tenho observado quatro atitudes, em especial, que são comuns às pessoas que já estão no outono de suas vidas e quero identificá-las para perceber sua aproximação e não me entregar a elas:

para perceber sua aproximação e não me entregar a elas: QuandoQuandoQuandoQuandoQuando ooooo

QuandoQuandoQuandoQuandoQuando ooooo

InvernoInvernoInvernoInvernoInverno ChegarChegarChegarChegarChegar

PPPPParaaraaraaraara chegarchegarchegarchegarchegar ààààà minhaminhaminhaminhaminha idadeidadeidadeidadeidade eeeee aindaaindaaindaaindaainda sabersabersabersabersaber serserserserser doce,doce,doce,doce,doce, carinhoso,carinhoso,carinhoso,carinhoso,carinhoso, bondosobondosobondosobondosobondoso eeeee entusiasmado,entusiasmado,entusiasmado,entusiasmado,entusiasmado, vocêvocêvocêvocêvocê precisaprecisaprecisaprecisaprecisa começarcomeçarcomeçarcomeçarcomeçar aaaaa desenvolverdesenvolverdesenvolverdesenvolverdesenvolver essasessasessasessasessas característicascaracterísticascaracterísticascaracterísticascaracterísticas agora,agora,agora,agora,agora, quandoquandoquandoquandoquando aindaaindaaindaaindaainda temtemtemtemtem 6565656565 anosanosanosanosanos

AutopiedadeAutopiedadeAutopiedadeAutopiedadeAutopiedade É a síndrome do “Ai de mim!” que convence

o idoso de que ninguém se preocupa com ele, ninguém

consegue imaginar o que ele está passando ou sequer se importa se ele morrer. Essa autopiedade desenvolve uma inclinação para culpar todos os que o cercam pelos seus “ais” e, ao mesmo tempo, cria uma amargura que vai crescendo sorrateiramente em seu coração. Talvez tenha sido essa a reação de Elias depois de sair gloriosamente vitorioso no monte Carmelo, quando humilhou os profetas de Baal: “Já tive o bastante, Senhor. Tira a minha vida; não

sou melhor do que os meus antepassados” (1 Reis 19.4).

CulpCulpCulpCulpCulpaaaaa A culpa tem o poder de aprisionar nossas mentes e emoções, enquanto adoece nosso corpo e rouba toda nossa energia. Às vezes o idoso olha para trás e pensa:

! Realmente, troquei os pés pelas mãos. Se ao menos pudesse ter uma segunda chance!

20 Quando o Inverno Chegar Quando a pessoa envelhece tem bastante tempo para pensar. Infelizmente,

20

Quando o Inverno Chegar

Quando a pessoa envelhece tem bastante tempo para pensar. Infelizmente, nem sempre esses pensamentos são positivos. Parece que sua consciência insiste em torturá-la:

! Estou envergonhado e arrependido! Desperdicei minha vida, não soube vivê-la. Agora não tenho mais oportunidade para consertar os erros que cometi.

Em vários casos, a culpa é covarde e mentirosa, por isso a

o acusador dos nossos

irmãos que os acusa diante do nosso Deus, dia e noite” (Apocalipse 12.10). Conforme uma pessoa envelhece, ela se torna mais vulnerável e Satanás, astuto e implacável, não se cansa de tentar fazê-la sentir culpa para tentar tornar sua velhice miserável. Em detectando culpa real , devemos

Palavra descreve o inimigo como: “

lidar biblicamente com ela: confessá-la e procurar restaurar

a situação por ela causada.

IIIIInutilidadenutilidadenutilidadenutilidadenutilidade Sentir-se inútil é um dos sentimentos mais

destruidores que uma pessoa pode ter. Quando um idoso começa a se sentir inútil ele decreta que, dali para frente, terá uma subvida.

! Agora que já estou velho, não posso fazer quase nada.

Se tentar, atrapalharei os outros. Não tenho muito com que contribuir à esta vida. Só me resta sentar numa cadeira de balanço até que chegue a minha hora de

encontrar o Senhor!

Este tipo de atitude é especialmente comum entre aqueles que, anteriormente, foram dinâmicos, ativos, competentes

e competitivos. Para ser bem sincero, até mesmo eu, de vez em quando, me pego divagando:

! Será que ainda serei útil e produtivo quando estiver no fim da minha vida?.

OOOOO ninhoninhoninhoninhoninho estáestáestáestáestá vazio!vazio!vazio!vazio!vazio! EEEEE agora?agora?agora?agora?agora?

EEEEE agora?agora?agora?agora?agora? 2121212121 M e d o M e d o M e d o M

2121212121

MedoMedoMedoMedoMedo Esta, provavelmente, é a luta mais desgastante para aqueles que estão vivendo a terceira idade. Em geral, as pessoas têm medo:

! da morte

! do sofrimento físico

! da separação de entes queridos

! de uma saúde fragilizada

! do abandono

! de não possuir mais recursos financeiros

! de ser vítima de violência etc.

Tais temores são naturais e, mais cedo ou mais tarde, cada um de nós poderá se deparar com eles. Contudo, preciso alertar que nenhum desses temores é colocado em nosso coração pelo Senhor Jesus. Ainda hoje, pela manhã, li os seguintes versículos enquanto meditava na Palavra: “Os justos florescerão como a palmeira, crescerão como o cedro do Líbano; plantados na casa do Senhor, florescerão nos átrios do nosso Deus. Mesmo na velhice darão fruto, permanecerão viçosos e verdejantes, para proclamar que o Senhor é justo. Ele é a minha Rocha; nele não há injustiça” (Salmos 92.12-15).

Enquanto caminho em direção à minha própria velhice, meu desafio é permanecer “viçoso e verdejante, para proclamar que o Senhor é justo”.