Você está na página 1de 1

ESCALAPB PB ESCALACOR COR

Produto: EST_SUPL1 - INFORMATICA - 1 - 20/04/09
L1 - 912 CYANMAGENTAAMARELOPRETO
%HermesFileInfo:L-1:20090420:

SEGUNDA-FEIRA
O ESTADO DE S. PAULO L 20 DE ABRIL DE 2009 - Nº 912

http://link.estadao.com.br ■ Todo o conteúdo do Link na internet
Para falar com o editor ■ link@grupoestado.com.br

É hora de recuperar a risada perdida!
Trupe dos Cassetas volta a mira para a web
com objetivo de reconquistar jovens. PÁG. L8

Após PirateBay, ‘majors’ irão além
Com derrota do site sueco, indústria deve intensificar
ofensiva sob risco de tensão com internautas PÁG. L7
MARCELO DE SOUZA/DIVULGAÇÃO

Com a internet, corpos se digitali- INGLATERRA
zam e surge um ‘teatro expandido’
BRASIL

O furacão
digital CINGAPURA

chega ao
teatro

Teatro
: LUCAS PRETTI

Amatéria-primadoteatroéoen-
Teatro digital é a
soma entre atores,
0 e 1 se movimen-
UM PLANETA, UMA PEÇA - No espetáculo Play On Earth, três personagens ‘dividiam’ uma mesa mesmo estando em países diferentes, via web

contro, e não uma fita magnéti- tando na internet.
ca, um rolo fotográfico, um vinil.
A experiência do espetáculo ao A ação de dois ato-
vivo, tida como impossível de re- res em dois tem-
produzir, é o que vinha poupan- pos e espaços dife-
doasartes cênicasdosventosdi-
gitaisquehátemposjávarreram rentes correspon-
discos, fotografias e filmes. Pois dem a tempos infi-
os ventos se tornaram furacão e nitos e espaços vir-
conseguiram relativizar até a
presença, a experiência. Com a tuais. (...) O teatro
internet, estar em algum lugar digital é a lingua-
deixou de ser uma condição real, gem binária sendo
física. Os corpos se digitaliza-
ram. E, com eles, o teatro. usada para conec-
Ainda não são muitos pelo tar o orgânico com
mundo e no Brasil, mas grupos o inorgânico, o ma-
cênicosquepesquisamas possi-
bilidadesbináriasdoteatrolide- terial com o virtual,
ram a vanguarda artística con- o ator real com o
temporânea. A complexidade avatar, a plateia
vem justamente da fusão entre
as atuais teorias de arte (remix, presente com usuá-
hibridismo, cibercultura) ao rios de internet, o
que há de efêmero no teatro. palco físico com o
As principais experiências,
que o Link resume nesta sema- ciberespaço.
na, usam transmissões ao vivo Manifesto Binário,
pela web com o intuito de ligar e publicado pela companhia
desligarpalcoseplateiasdistan- La Fura Dels Baus
tes geograficamente. Junte a
projeção de vídeos, performan-
ces, iluminação, artes plásticas ATENÇÃO!
e há possibilidades infinitas.
Os próprios artistas não en- Entenda os conceitos abaixo
tendem direito a areia movedi- antes de abrir o Link e mergu-
çasobreaqualpropõemespetá- lhar no teatro digital.
culos inovadores. “Sabemos
que falamos de algo que não é Cibercultura - É a rela-
mais teatro, mas que tem na es-
sência uma teatralidade expan-
dida”, afirma Rodolfo Araújo,
ator e estudioso brasileiro do
1 ção entre os homens no
ciberespaço (a internet)
com a mediação da tec-
nologia. Aqui entram tanto os
chamado “teatro digital”. hábitos digitais quanto produ-
A própria alcunha é perigo- ções artísticas. Tem significado
sa por reduzir o conceito ao sig- diferente de cultura digital.
nificadodedigital entendidoco-
mo eletrônico pela maioria das
pessoas – e por incluir erronea-
menteoteatrotradicionalfilma-
do e postado no YouTube (que
não é, definitivamente, uma ex-
2 Cultura digital - É a am-
pliação da ideia de ciber-
cultura. A cultura digital
existe também fora do
ciberespaço, já que os produ-
periência de teatro digital). tos culturais são digitais e por
A discussão vai longe, mas já isso flexíveis, acessíveis.
há teóricos debruçados sobre o
assunto. A artista Nadja Masu-
ra, da Universidade de Mary-
land, nos EUA, trabalha numa
tese em que condiciona o teatro
digital a algumas característi-
3 Hipermídia - É a reu-
nião de várias mídias
(ou meios, formas de se
comunicar) de um jeito interre-
lacionado, não-linear e prova-
cas – basicamente a existência velmente sem fim. Aplica o con-
dealguémconduzindooespetá- ceito de hiperlinks à comunica-
culo, um texto (que não é ape- ção e à criação artística.
naspalavra) e opúblico. Aques-
tão é que todos os elementos
são relativos hoje em dia e ex-
pandidos a níveis máximos.
Se você nunca ouviu falar de
grupos como Phila 7, La Fura
4 Arte híbrida - Mistura
de várias artes ao ponto
de não ser possível cate-
gorizá-la em apenas um
campo. Obras híbridas são po-
Dels Baus, House Station Ope- tencializadas pela tecnologia e
ra, II Trupe de Choque e Cia. pelo experimentalismo da arte
Automecânica de Teatro, leia a contemporânea.
reportagem até o fim e relativi-
ze a cortina vermelha, os três
sinais e as máscaras da comé-
dia e tragédia – que coexistem,
claro,masrepresentamum tea-
tro de outros tempos. ●
5 Remix - É a forma de
arte e qualquer outro
trabalho autoral feito a
partir de uma obra pré-
existente. A partir de um dese-
nho, por exemplo, faz-se outro,
† Mais informações nas ou um vídeo, etc.
páginas L4 a L6

7 8 9 10 11 12