Você está na página 1de 23
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1

EquilíbrioEquilíbrio QuímicoQuímico

Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Equilíbrio Equilíbrio Químico Químico 1
Reversibilidade Reversibilidade # Algumas reações são irreversíveis, ou seja, uma vez obtidos os produtos não

ReversibilidadeReversibilidade

# Algumas reações são irreversíveis, ou seja, uma vez obtidos os produtos não há previsão espontânea de regeneração dos reagentes.

CH 4 ( g ) + 2 O 2 ( g ) → CO 2 ( g )+ 2 H 2 O ( l ) queima do metano

# Outras reações são reversíveis, ou seja, os produtos podem regenerar os reagentes espontaneamente.

2 NO 2 ( g ) → N 2 O 4 ( g ) reação direta

2 NO 2 ( g ) ← N 2 O 4 ( g ) reação inversa

castanho

incolor

dimerização do dióxido de nitrogênio

Reversibilidade Reversibilidade # reação de formação da amônia N 2 ( g )+ 3 H

ReversibilidadeReversibilidade

# reação de formação da amônia

N 2 ( g)+ 3 H 2 ( g) → 2 NH 3 ( g) Δ f G o =−32,90 kJmol 1

# se todos os gases estiverem a 1 bar de pressão, a reação será espontânea

# após a formação de alguma amônia, a reação reversa começa a ocorrer

2 NH 3 ( g ) → N 2 ( g )+ 3 H 2 ( g )

Reversibilidade Reversibilidade # no equilíbrio (indicado com ) , as duas reações terão a mesma

ReversibilidadeReversibilidade

# no equilíbrio (indicado com ), as duas reações terão a mesma velocidade e estarão ocorrendo, embora não haverá mais mudanças nas concentrações de produtos e reagentes

mais mudanças nas concentrações de produtos e reagentes N 2 ( g )+ 3 H 2

N 2 ( g )+ 3 H 2 ( g )

mais mudanças nas concentrações de produtos e reagentes N 2 ( g )+ 3 H 2

2 NH 3 ( g )

Conceito Conceito # composição da mistura de reação: ● concentração ou pressões parciais de reagentes

ConceitoConceito

# composição da mistura de reação:

concentração ou pressões parciais de reagentes e produtos.

# equilíbrio químico:

estágio de uma reação química onde não há mais tendência de mudança na composição da mistura de reação

Conceito Conceito # assim que há formação de produto, a reação no sentido inverso começa

ConceitoConceito

# assim que há formação de produto, a reação no sentido inverso começa a acontecer

# o equilíbrio químico é “dinâmico”, acontece quando a reação direta e a reação reversa acontecem ao mesmo tempo, com velocidades iguais

# a

situação

de

equilíbrio

ocorre numa

composição da mistura reacional muito bem

determinada

Conceito Conceito # O equilíbrio químico é atingido quando as velocidades das reações direta e

ConceitoConceito

# O equilíbrio químico é atingido quando as velocidades das reações direta e inversa tornam-se iguais. Nessa situação, as concentrações de todas as espécies permanecem constantes, mas não necessariamente iguais.

iguais. Nessa situação, as concentrações de todas as espécies permanecem constantes, mas não necessariamente iguais.
Conceito Conceito # As concentrações de todas as espécies mantêm-se constantes, mas não necessariamente iguais.

ConceitoConceito

# As concentrações de todas as espécies mantêm-se constantes, mas não necessariamente iguais.

As propriedades físicas e organolépticas, como temperatura, pressão, odor e cor também permanecem constantes.

O equilíbrio químico tem natureza dinâmica, ou seja, uma vez atingido as reações direta e inversa continuam a ocorrer porem na mesma taxa. Em nível molecular, as espécies continuam interagindo.

Conceito Conceito

ConceitoConceito

Conceito Conceito
Conceito Conceito

ConceitoConceito

Conceito Conceito
Conceito Conceito
Constante Constante de de Equilíbrio Equilíbrio - - K K

ConstanteConstante dede EquilíbrioEquilíbrio -- KK

Constante Constante de de Equilíbrio Equilíbrio - - K K
Constante Constante de de Equilíbrio Equilíbrio - - K K
Constante Constante de de Equilíbrio Equilíbrio - - K K
Lei Lei de de Ação Ação das das Massas Massas # Princípio de Le Châtelier:

LeiLei dede AçãoAção dasdas MassasMassas

# Princípio de Le Châtelier:

Posição de um equilíbrio sempre é deslocada na direção que alivia a pertubação que é aplicada a um sistema.

# Deslocamento

na

posição

do

equilíbrio

provocada pela adição de um dos reagentes ou produtos a um sistema.

Lei Lei de de Ação Ação das das Massas Massas # A temperatura constante, em

LeiLei dede AçãoAção dasdas MassasMassas

# A temperatura constante, em 1866 os químicos noruegueses Guldberg e Waage:

aA + bB

em 1866 os químicos noruegueses Guldberg e Waage: aA + bB cC + dD K c

cC + dD

Kc = [ C ] c [ D ] d [ A ] a [ B ] b

Lei Lei de de Ação Ação das das Massas Massas # Concentrações estado-padrão: das espécies

LeiLei dede AçãoAção dasdas MassasMassas

# Concentrações estado-padrão:

das

espécies

é

expressa

no

Solutos: 1,0 mol·L -1 ;

Gases: 1,0 atm;

Sólidos e Líquidos: Estado Puro =>

» são omitidos porque são iguais à unidade;

K C = K P ×( RT ) Δ n

Constante Constante de de Equilíbrio Equilíbrio - - K K # Equilíbrio Genérico # No

ConstanteConstante dede EquilíbrioEquilíbrio -- KK

# Equilíbrio Genérico

# No equilíbrio

Constante de de Equilíbrio Equilíbrio - - K K # Equilíbrio Genérico # No equilíbrio #
Constante de de Equilíbrio Equilíbrio - - K K # Equilíbrio Genérico # No equilíbrio #

# Constante de Equilíbrio

Constante de de Equilíbrio Equilíbrio - - K K # Equilíbrio Genérico # No equilíbrio #
Exemplo Exemplo – – 01 01 # A constante de equilíbrio para a reação H

ExemploExemplo 0101

# A constante de equilíbrio para a reação

H 2 O H + + OH

é chamada de K W ([H + ]·[OH - ]) e possui o valor de 1,0×10-14 a 25 °C. Dada a equação

NH 3 ( aq ) + H 2 O NH + 4 + OH K NH 3 = 1,8 × 10 5

encontre

reação

a

constante

de

equilíbrio

NH + NH 3 ( aq ) + H +

4

para

a

Resolução Resolução – – 01 01 # Tendo que multiplicar o dividir a equação deve-se

ResoluçãoResolução 0101

# Tendo que multiplicar o dividir a equação deve-se fazer o mesmo na constante;

# Tendo que inverter a constante deve-se aplicar a potência -1 na constante;

# Constante final = produtório das constantes parciais.

+

H 2 O H + + OH

K 1 = K W

NH + 4 + OH NH 3 ( aq ) + H 2 O K 2 = 1

K

NH 3

NH + 4 NH 3 ( aq ) + H +

K 3 = K 1 × K 2 = 5,6 × 10 10

Resolução Resolução – – 01 01 # Tendo que multiplicar o dividir a equação deve-se

ResoluçãoResolução 0101

# Tendo que multiplicar o dividir a equação deve-se fazer o mesmo no expoente da potência da constante;

# Tendo que inverter a constante deve-se aplicar a potência -1 na constante;

# Constante final = produtório das constantes parciais.

# Constante final = produtório das constantes parciais. H 2 O ↔ H + + OH

H 2 O H + + OH

das constantes parciais. H 2 O ↔ H + + OH − K 1 = K

K 1 = K W

+

NH + 4 + OH NH 3 ( aq ) + H 2 O K 2 = 1

OH − ↔ NH 3 ( aq ) + H 2 O K 2 = 1
OH − ↔ NH 3 ( aq ) + H 2 O K 2 = 1

K

NH 3

NH + 4 NH 3 ( aq ) + H +

K 3 = K 1 × K 2 = 5,6 × 10 10

Termodinâmica Termodinâmica # Entalpia (H): ● Calor envolvido, absorvido ou liberado, em certa reação. »

TermodinâmicaTermodinâmica

# Entalpia (H):

Calor envolvido, absorvido ou liberado, em certa reação.

» H = H produtos - H reagentes

» ∆H > 0 => endotérmico, calor é absorvido (solução torna-se fria).

» ∆H < 0 => exotérmico, calor é liberado (solução torna-se quente).

Termodinâmica Termodinâmica # Entropia (S): ● Medida da "desordem" de certo material. # Energia Livre

TermodinâmicaTermodinâmica

# Entropia (S):

Medida da "desordem" de certo material.

# Energia Livre de Gibbs (G)

Associação

de

∆H

e

∆S

para

mensuração

da

espontaneidade de uma reação química.

» ∆G = ∆H - T·∆S

» ∆G > 0 => processo não-espontâneo => K < 1.

» ∆G < 0 => processo espontâneo => K >1.

K = e

−Δ G o

RT

Pertubações Pertubações no no Sistema Sistema # Quociente da Reação (Reacional), Q: ● Expressão que

PertubaçõesPertubações nono SistemaSistema

# Quociente da Reação (Reacional), Q:

Expressão que indica o estado da reação.

Q

aA + bB

= [ C ] c [ D ] d

[ A ] a [ B ] b

+ bB = [ C ] c [ D ] d [ A ] a [

cC + dD

Q = K, está em equilíbrio químico; Q > K, então a reação inversa

o

formam

reagentes. Q < K, então a reação direta deve ocorrer para atingir o equilíbrio. Reagentes formam produtos.

deve

ocorrer

para

atingir

equilíbrio.

Produtos

Referências Referências Bibliográficas Bibliográficas - Harris, D. C.; Análise Análise Química Química

ReferênciasReferências BibliográficasBibliográficas

- Harris, D. C.; AnáliseAnálise QuímicaQuímica QuantitativaQuantitativa, 5ª ed., LTC Editora: Rio de Janeiro, 2001.

- Skoog, Douglas A.; West, Donald M. ; Holler F. James. FundamentosFundamentos dede QuímicaQuímica AnalíticaAnalítica, 8ª ed., Editora Thomson: São Paulo, 2005.

- Brady, J. E.; Humiston, G. E.; QuímicaQuímica GeralGeral volumesvolumes 11 ee 22, 2ª ed., LTC Editora: Rio de Janeiro, 1986.

23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23
23