Você está na página 1de 4

Metrologia Industrial

Universidade Metodista de Piracicaba

4 S. EGM Noturno

Sumrio
Introduo..................................................................................................................... 2

Funo do Projetor ....................................................................................................... 2

Tipos de Projeo ......................................................................................................... 2 Projeo Diascpica.................................................................................................. 3 Projeo Episcpica .................................................................................................. 3

Prtica .......................................................................................................................... 3

Concluso..................................................................................................................... 4

Bibliografia .................................................................................................................... 4

Metrologia Industrial

Universidade Metodista de Piracicaba

4 S. EGM Noturno

Introduo
Os meios ticos de medio foram empregados, no incio, como recurso de laboratrio, para pesquisas etc. Pouco a pouco, foram tambm conquistando a indstria, na qual resolvem problemas, facilitam a produo e melhoram a qualidade dos produtos. Hoje, os projetores j trabalham ao lado das mquinas operatrizes ou, muitas vezes, sobre elas, mostrando detalhes da pea durante a usinagem.

Funo do Projetor
O projetor de perfil utilizado para verificao de peas pequenas e de formato complexo, ele amplia a imagem da pea em sua tela de vidro, conforme Figura 1.

Figura 1

O projetor possui uma mesa de coordenadas mvel, com dois cabeotes micromtricos, alm da tela rotativa e graduada de 1 a 360, tendo resoluo de 10.

Tipos de Projeo
De acordo com as necessidades de medio o operador do projetor pode optar pela Projeo Diascpica (Figura 2) ou pela Projeo Episcpica (Figura 3).

Figura 2

Figura 3

Metrologia Industrial

Universidade Metodista de Piracicaba

4 S. EGM Noturno

Projeo Diascpica
Utilizada para medio de peas com contornos especiais, como pequenas engrenagens e roscas, este tipo de projeo utiliza do condensador para focar a imagem, no qual um raio de luz transpassa a pea e projeta o perfil da mesma.

Projeo Episcpica
Este tipo de projeo utilizado para que possamos verificar a superfcie da pea, assim possvel analisar gravaes e acabamentos superficiais. Para que a imagem no fique distorcida, o projetor possui diante da lmpada um dispositivo ptico chamado condensador. Esse dispositivo concentra o feixe de luz sob a pea. Os raios de luz, no detidos por ela, atravessam a objetiva amplificadora. Desviados por espelhos planos, passam, ento, a iluminar a tela, (Figura 4).

(Figura 4).

Prtica
Na prtica ns medimos o ngulo do filete de uma rosca, resultando em 62, assim afirmamos que esta uma rosca mtrica, medimos a profundidade da mesma rosca, resultada em 1,556 mm e seu passo de 2,518 mm. Realizamos posteriormente o mapeamento do perfil do dente de uma engrenagem, conforme Grfico 1.

Metrologia Industrial

Universidade Metodista de Piracicaba

4 S. EGM Noturno

Grfico 1

Concluso
Um instrumento de medida muito til, o projetor de perfil ideal para medio de peas pequenas e complexas, possuindo facilmente seu espao na maioria dos laboratrios de metrologia.

Bibliografia
Telecurso 2000 Profissionalizante Mecnica Metrologia. Fundao Roberto Marinho Captulo 21.

Você também pode gostar