Você está na página 1de 15
FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC Formação musical suposta para cada ano do 1º ciclo
FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC Formação musical suposta para cada ano do 1º ciclo

FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC

Formação musical suposta para cada ano do 1º ciclo

Cursos de Formação de Professores

António José Ferreira

Pág. 2

FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC

Pág. 2 FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC Com a acção Formação Musical e Música nas

Com a acção Formação Musical e Música nas AEC pretende-se dar aos professores de Música nas AEC que não passaram pelo Conservatório uma Formação Musical consistente e deixar um conjunto de sugestões que ajudem a desenvolver os conteúdos programáticos de modo interessante e eficaz.

1º ANO

SOM E SILÊNCIO

/

Definição /

Som é uma vibração que se propaga através de um meio gasoso, líquido ou sólido, a uma velocidade variável: maior densidade em que se propaga, maior a a velocidade de propagação.

Representação não convencional > Quadrado cheio, símbolo vazio > Pó, té, mé > Leitura Como podemos representar a pulsação?

/

Definição /

Pulsação é a marcação regular de uma música ou canção que pode não se ouvir mas se

sente por trás do ritmo.

/

Actividade /

Como representar um som igual a outro, com a mesma duração? Um coração? Um relógio? Uma boca? Um outro objecto sonoro? E para representar um silêncio? Uma flor? A lua? O sol? Uma borboleta?

>

Hiperligações

http://www.numaboa.com.br/coreto/tutor/fisica.php

>

Recursos

Folha em branco CD (Classic Touch, James Last)

SONS VOCAIS E NÃO VOCAIS

/ Definição /

Sons vocais são os que a voz humana realiza ou que os sintetizadores recriam imitando

a voz humana.

/ Actividade /

Audição, associação e identificação Uso de sons vocais como ritmos: Kh th th th

Pág. 3

FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC

Pág. 3 FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC Vocalizos sobre melodias conhecidas: lá, nô, zi, ou

Vocalizos sobre melodias conhecidas: lá, nô, zi, ou outras, conforme a aprendizagem das letras do alfabeto. Audição, identificação e representação de pequenas sequências de sons não vocais

> Recursos

CD 100 sound effects, vol. 3.

SONS REGULARES E IRREGULARES

/

Definição /

Regulares são os sons, de altura definida ou indefinida, que têm um ataque, produção e

extinção repetidos ou organizados.

/

Actividade /

Um voluntário faz sons regulares e outro sons irregulares.

Audição e identificação Representação não convencional: relógio, vento, chuva Schhhhhhhhh > fffffff

PERCUSSÃO E NÍVEIS CORPORAIS

/

Definição /

Percussão é o modo de produção de sons e de música através de batimento ou

entrechoque.

/

Actividade /

Representação e leitura Criação de gráficos corporais Desenvolvimento de aptidões motoras

>

Recursos

Meloteca partituras

SONS FRACOS, FORTES E MÉDIOS

/ Definição /

Intensidade é a qualidade do som que se prende com a energia utilizada pelo executante e a amplitude da vibração sonora, com sons mais fortes ou mais fracos.

/ Actividade /

Pintar os símbolos pintados com cores leves, carregadas e intermédias, conforme a intensidade

Audição de música clássica

Pág. 4

FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC

Pág. 4 FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC Jogo O jogo é especialmente indicado para o

Jogo

O jogo é especialmente indicado para o início do ano lectivo, para apresentação dos alunos e do

professor. Este explica o que é a pulsação e convida as crianças a senti-la no pulso, realçando que pode ser mais lenta ou mais rápida. Depois bate a pulsação em andamento lento, diz o seu nome e cada um diz o seu, sempre na pulsação. Poderá também fazer-se este jogo com os intervenientes a dizerem apenas a sílaba "forte" do seu nome, a sílaba tónica, sempre dentro da pulsação. Neste caso, a pulsação já pode ser mais rápida.

ANIMAIS LENTOS E ANIMAIS RÁPIDOS

/

Definição /

Andamento é o grau de velocidade ou movimento, mais lento ou mais rápido, de uma

 

música.

 

/

Actividade /

Que tens, cangurú?, canção com gestos Era uma vez um cavalo Caracol, caracol, põe os pauzinhos ao sol.

Antonio Vivaldi: A Primavera, alllegro

 

Jogo

 

O

professor diz o nome de um animal capaz de atingir velocidades elevadas (cavalo, leão, tigre),

e

as crianças movimentam-se rapidamente na sala; quando disser o nome de um animal que só

é

capaz de andamentos lentos, as crianças moviemntam-se na sala em andamento lento.

AGUDO OU GRAVE

/ Definição /

Altura é a qualidade dos sons que os torna mais graves ou mais agudos e que tem a ver com a frequência mais ou menos elevada, com o número maior ou menor de vibrações

por segundo.

/ Actividade /

Linhas melódicas: no quadro, um voluntário faz uma linha que sobe, desce ou se mantém de acordo com o som da flauta

Dizer em registos grave ou agudo “Certo dia, o João / andava com um balão. / Assustou-se com

o cão / estatelou-se no chão.”

Jogo Utilizando uma flauta de bisel ou outro instrumento de altura definida, o professor toca uma melodia conhecida de todos os alunos, dando propositadamente uma nota errada. Os alunos

Pág. 5

FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC

Pág. 5 FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC estarão atentos e, quando ouvirem a nota errada,

estarão atentos e, quando ouvirem a nota errada, levantam imediatamente o braço. O jogo é indicado para fomentar a atenção dos alunos. Além disso, contribui para a boa aprendizagem de uma canção.

Jogo Tocando pequenas melodias muito simples, progressivamente, o professor diz às crianças que deverão tocar a maraca pela cintura, pela barriga, pelo peito, pela boca e pela testa, conforme as notas são mais graves ou agudas.

SONS SEMELHANTES E SONS CONTRASTANTES

/

Definição /

A semelhança tímbrica é maior ou menor conforme os timbres se parecem ou

 

distinguem.

 

Jogo

O

professor dispõe pequenos instrumentos de percussão em círculo, no meio da sala,

instrumentos de sons semelhantes e contrastantes. Numa roda à volta dos instrumentos, ficarão

as

crianças, com as mãos atrás das costas. Pode haver muitos instrumentos. O professor

explica que cada um só pode apanhar um instrumento de som semelhante ao instrumento que

ele

tocar (clavas, bloco sonoro, caixa chinesa). Quem se enganar, fica fora de jogo.

Instrumentário Meloteca

SONS CURTOS E SONS LONGOS

/ Definição /

Duração é o valor de uma figura musical cuja execução é mais ou menos longa. Por

outras palavras, é o espaço que medeia entre o ataque e a extinção de um som.

/ Actividade /

Representação não convencional e figuras musicais: linhas horizontais de comprimento à duração da semibreve, mínima, semínima, colcheia

Curt curt long, curt curt long (O balão do João)

Jogo

O professor escreve no quadro duas, três ou quatro frases rítmicas, em representação

convencional ou não, dispostas correctamente. Explica aos alunos o valor das figuras, mínimas e semínimas, ou semínimas e colcheias, por exemplo. Se usar um teclado, pode usar figuras mais

longas. O jogo, que pode ser feito no 1º Ciclo, 2º Ciclo e outros contextos de Educação e

Pág. 6

FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC

Pág. 6 FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC Formação Musical, testa a atenção e favorece o

Formação

Musical,

testa

a

atenção

e

favorece

o

conhecimento

das

figuras

musicais.

SONS NATURAIS E SONS ARTIFICIAIS

/

Definição /

Sons naturais são os que encontramos no meio natural, enquanto os artificiais foram criados ou transformados pela mão do homem.

Modos de produção do som

IMITAÇÕES RÍTMICAS Leitura e execução de ritmos e jogo por níveis de dificuldade Avaliação Reforço positivo, pequenos presentes, cuidados a ter Apresentação do nome, da sílaba tónica do nome, do instrumento preferido. Pulsação e divisão da pulsação Divisão da pulsação Subdivisão da pulsação Compassos simples

2/4

 

Um grupo diz Um, e ouro diz Dois. Marca-se o compasso Faz-se contratempo, com Sss > Percute-se em contratempo. As figuras musicais Tá-á-á-á > Tá-a > Tá > Ti > Hino de Israel (9)

3/4

 

Hino da Grã-Bretanha (1) Valsas

4/4

Hino da Espanha (7) e Alemanha (4), Canadá (10), Hino da Europa (9ª de Beethoven, 4º and.) Folha com pentagramas Preenchimento de compassos ESCALA

/ Definição /

Escala é uma série de sons que serve de base a uma composição musical e que dá a uma

peça o seu estilo de música ligeira, cigana, chinesa ou jazz, por exemplo.

Pág. 7

FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC

Pág. 7 FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC / Actividade / Imitação melódica a começar no

/ Actividade /

Imitação melódica a começar no dó, com canções conhecidas CANÇÕES Dó, ré, mi, a Mimi > Cantando com as sílabas de Kodály Dó ré mi fá sol, olha o caracol >

O

balão do João >

Come a papa, Joana, come a papa > Frère Jacques > Vocalizar com sílabas de acordo com as letras que as crianças foram aprendendo.

A e i o u: são cinco as vogais

 

A de ave,

 

E

de Eva, I de Ivo,

O

de ova,

U

de uva.

Que tens, cangurú? Funga aláfia Havia un caçador

O

Cacá é um palhaço

Mexe a tóla Borboleta do pomar

ALTURA DOS SONS

/ Definição /

/ Actividade /

O grupo faz ritmos com maracas em cima, no registo agudo, e em baixo, no registo grave,

conforme o registo grave ou agudo em que o professor se move na na flauta de bisel.

O grupo lê as vogais do grave para o agudo e do agudo para o grave e do agudo para o grave.

Depois de fazer uma linha horizontal, cada um escreve figuras do lado de baixo ou do lado de

cima da linha, pensando que vai tocá-lo aseguir com o pé (som grave) ou com estalinhos. Cada formando cria uma representação não convencional em que os graves serão lidos com pum, ou dlão, e os agudos com pim, ou dlim.

Pág. 8

FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC

Pág. 8 FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC 2º Ano SONS   / Definição / Representações

2º Ano

SONS

 

/

Definição /

Representações não convencionais

/

Actividade /

Cada formando elabora um rítmo com 4 compassos FORTE - PIANO

/

Definição /

Representações e interpretação

/

Actividade /

O grupo faz o ritmo de uma canção conhecida com um palma forte, e depois com um dedo na

palma CRESCENDO / DIMINUENDO

/

Definição /

Crescendo é o aumento progressivo da intensidade de uma parte da música; o contrário

é dimuendo.

Representação e relação com o sinal < > da Matemática

/

Actividade /

Percussão com 1, 2, 3, 4, 5 dedos (e 5, 4, 3, 2, 1) na palma da outra mão

GRAVE MÉDIO AGUDO

/

Definição /

Exercício, jogo, teste e representação

SONS CURTOS E SONS LONGOS

/

Definição /

Representações não convencional e convencional SEMÍNIMA, PAUSA DE SEMÍNIMA, COLCHEIA

/ Definição /

Leituras, jogos e exercícios diversos tendo como apoio ferramentas informáticas

Figuração convencional, percussão, jogos exercícios rítmicos Jogo multimédia Rhythm master.

Pág. 9

FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC

Pág. 9 FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC 3º Ano NOTAS MI, SOL, LÁ / Actividade

3º Ano

NOTAS MI, SOL, LÁ

/

Actividade /

Cada formando escreve e interpreta melodias com essas notas

Ditados melódicos com três notas SEMÍNIMA, PAUSA DE SEMÍNIMA, COLCHEIA

/

Definição /

Figuras são símbolos que indicam a duração dos sons (semibreve, mínima, semínima,

colcheia, semicolcheia, fusa e semifusa, que vão desde os 4 tempos até 1/16 tempo).

/

Actividade /

Composição de ritmos e identificação auditiva PULSAÇÃO

/

Definição /

Manutenção da pulsação

Accelerando e rittardando Divisão e subdivisão da pulsação FLAUTA DE BISEL

Dedilhações e indicações A PAUTA E A CLAVE DE SOL

/

Definição /

Clave de sol na 2ª linha Como ensinar a escrever a clave MÓDULOS RÍTMICOS

Partituras na Meloteca Exercícios Percussão corporal e respectiva representação SONS CONTRASTANTES E SONS SEMELHANTES

Pedro e o lobo: clarinete-oboé vs clarinete-timbales IMITAÇÃO

/

Definição /

ESCALA PENTATÓNICA

/

Definição /

Dó ré mi sol lá dó DINÂMICA E INTENSIDADE

/ Definição /

Pág. 10

FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC

Pág. 10 FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC Dinâmica é conjunto de variações na intensidade de

Dinâmica é conjunto de variações na intensidade de uma peça musical, crescendo ou diminuindo.

Crescendo / Diminuendo pp, p, mf, f ff

HARMONIA

/

Definição /

Harmonia é ciência, estudo ou organização dos acordes com a sua sonoridade global e encadeamentos.

Distinção melodia / harmonia Intervalos melódicos e intervalos harmónicos

/

Definição /

Intervalo melódico é distância entre duas notas musicais no que se refere à altura, quando são tocadas sucessiva e não simultaneamente; os intervalos harmónicos ocorrem entre notas tocadas ou cantadas simultaneamente.

/

Actividade /

As pombinhas da Catrina, em tubos percutidos (acordes de Dó e Sol).

INSTRUMENTAL ORFF

/

Definição /

 

Musicalis

COMPASSOS

/

Definição /

Compasso é divisão métrica de um texto musical em que há uma regularidade de tempos fortes e fracos.

Binário, ternário e quaternário | Simples e compostos |

/

Actividade /

Exercícios a partir de canções e temas conhecidos

O balão do João / Parabéns a você / Hino da alegria FIGURAS MUSICAIS

/ Definição /

Nomes e duração

Pág. 11

FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC

Pág. 11 FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC CANÇÕES Pandeireta If you are happy Meloteca 2008

CANÇÕES Pandeireta If you are happy

Pág. 12

FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC

Pág. 12 FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC 4º Ano ESCALA PENTATÓNICA / Definição / A

4º Ano

ESCALA PENTATÓNICA

/

Definição /

A escala pentatónica é um conjunto ascendente e descendente de cinco sons (dó ré mi sol lá, por exemplo).

Audição e composição de melodia na escala pentatónica FORMA ABA E OUTRAS

/

Definição /

Twinckle, twinckle COMPASSOS SIMPLES

/

Definição /

Compasso simples é aquele cujo tempo é divisível por dois; quando é divisível por três, temos um compasso composto. FIGURAS E PAUSAS

Exercícios > Composição NOTAS NA FLAUTA DE BISEL

Musicalis + Flauta ESCALA DIATÓNICA

/

Definição /

Audição da escala em Musicalis com a pulsação, com a marcação do ritmo, com nome das notas INSTRUMENTOS DA ORQUESTRA

Pedro e o Lobo > Instrumentos em Musicalis DINÂMICA

/

Definição /

Crescendo e diminuendo TEXTURAS

/

Definição /

Pedro e o lobo: texturas fina e densa ANDAMENTOS

/

Definição /

Largo, adagio, allegro, presto Audição de obras clássicas CÂNONE

/ Definição /

Pág. 13

FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC

Pág. 13 FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC Cânone é a forma musical baseada na imitação

Cânone é a forma musical baseada na imitação - uma melodia é executada em duas ou mais partes diferentes, repetindo-se indefinidadmente.

O nosso galo é bom cantor

PONTO DE AUMENTAÇÃO

/

Definição /

Ponto de aumentação é um ponto que, colocado a seguir a uma figura, pausa ou outro ponto, lhe aumenta metade do seu valor.

/

Actividade /

As pombinhas da Catrina com e sem galopes LIGADURAS

/

Definição /

Ligaduras são linhas curvas utilizadas para ligar figuras em duração ou expressão, conforme são notas iguais ou diferentes. Expressão e prolongação ARPEJO E ACORDE

/

Definição /

Acorde é um grupo de três ou mais sons simultâneos identificáveis como um conjunto (dó mi sol, por exemplo, com duas terceiras sobrepostas). Arpejo é execução sucessiva das notas de um acorde, da nota mais grave para a mais aguda, podendo também suceder o inverso.

CANÇÕES

Assim se dança a Yienka

Dó re mi fá sol, cansado estou Escola, minha amiga

O nosso galo

Pág. 14

FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC

Pág. 14 FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC ACTIVIDADES COMPLEMENTARES LENGALENGA DE NOMES Complete uma lengalenga

ACTIVIDADES COMPLEMENTARES

LENGALENGA DE NOMES

Complete uma lengalenga com o seu nome, escrevendo versos de 7 sílabas que rimem com o nome.

Certo dia, a Inês foi à loja do chinês

TRAVALÍNGUAS

Crie travalínguas originais, inspirando-se nos seguintes:

1. A aranha arranha a rã. A rã arranha a aranha.

2. Bote a bota no bote e tire o pote do bote.

ADIVINHAS MUSICAIS

Crie uma adivinha musical, inspirando-se nas seguintes:

1. De que lado tem o violino as cordas?

2. Sou de metal,

tenho badalo.

Largam a corda,

logo me calo.

(António José Ferreira)

Pág. 15

FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC

Pág. 15 FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC RECURSOS CD-ROM   Musicalis. Educação Musical 2º |

RECURSOS

CD-ROM

 

Musicalis. Educação Musical 2º | 3º Ciclos do Ensino Básico. Porto Editora Multimédia 2005. Piano Virtual

 

Flauta de bisel > Músicas

 

Multimedia Music Games. Voyetra 1995. ISBN 1-888-743-16-6. Note blaster > Rhythm Master www.voyetra.com

DVD

 

Pedro e o lobo, de Prokofiev. Arthaus Music 2006. Instrumentos musicais da orquestra (Cordas, flauta transversal, oboé, clarinete, trompas, timbales) Introdução ao filme Ser capaz de, com os olhos fechados, reconhecer os instrumentos Criar diálogos para a estória musicada por Prokofiev

CD

 

National Anthems of the World. The London Theater Orchestra. Emporio 1995.

Classic touch, James Last. Spectrum Music 1993.

Videoprojector

Portátil

Colunas

Flauta de bisel

Papel branco

Avintes, 06 Julho 2008

Meloteca 2008