Você está na página 1de 4
NOÇÕES BÁSICAS. OAB 1ª FASE – RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DIREITO AMBIENTAL 1. (OAB/CESPE – 2008.1) Com

NOÇÕES BÁSICAS.

OAB 1ª FASE – RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DIREITO AMBIENTAL

  • 1. (OAB/CESPE – 2008.1) Com relação à disciplina constitucional no âmbito do meio ambiente, assinale a

opção correta.

  • a) A Constituição consagra o direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado fora do Título II, que se

refere aos direitos e garantias fundamentais.

  • b) As usinas que operem com reator nuclear devem ter sua localização definida em lei estadual.

  • c) O estudo prévio de impacto ambiental para instalação de obra potencialmente lesiva ao meio ambiente,

embora não tenha sido expressamente consagrado na Constituição, tornou-se obrigatório em virtude da

jurisprudência pacífica do Supremo Tribunal Federal (STF).

  • d) Por disposição constitucional, o Atol das Rocas é considerado patrimônio nacional, devendo sua

utilização obedecer às condições de preservação do meio ambiente.

GABARITO: A

  • 2. (OAB/CESPE – 2007.3) Segundo o jurista Vladimir Passos de Freitas, na concepção moderna de meio

ambiente, este é considerado não apenas como a natureza mas também como as modificações que o homem

nela vem introduzindo. Assim, assinala o jurista, é possível classificar o meio ambiente em ambiente natural,

que compreende a água, a flora, o ar, a fauna, e ambiente cultural, que abrange as obras de arte, imóveis históricos, museus, belas paisagens, enfim, tudo o que possa contribuir para o bem-estar e a felicidade do ser humano. Considerando tal concepção, assinale a opção correta.

  • a) A Constituição Federal admite formas específicas de proteção do patrimônio cultural, tais como o

tombamento, o registro, o inventário, a retrocessão e a desapropriação.

  • b) As criações científicas e tecnológicas integram o patrimônio cultural brasileiro, sendo elas objeto de

especial proteção pelo poder público.

  • c) Os municípios não detêm competência para proteger o patrimônio cultural, em razão da relevância

nacional dos bens que o integram.

  • d) Sendo comum a competência material para a proteção do patrimônio cultural, União, estados, DF e

municípios podem instituir tombamento de bens imóveis dotados de valor histórico-cultural, não se admitindo, porém, o tombamento de um mesmo bem por mais de uma pessoa política, em razão da proibição do bis in idem. GABARITO:B

  • 3. (OAB/CESPE – 2007.2) Relativamente aos princípios gerais do direito ambiental e a suas formas de

materialização, assinale a opção correta.

  • a) De acordo com o princípio da precaução, diante de ameaças de danos sérios e irreversíveis, a falta de

certeza científica não pode ser invocada como motivo para se adiarem medidas destinadas a prevenir a

degradação ambiental, podendo a administração pública, com base no poder de polícia, embargar obras ou atividades.

  • b) Consoante o princípio do poluidor-pagador, a definição dos custos de produção de determinada empresa

poluidora não pode levar em consideração os custos sociais externos decorrentes de sua atividade poluente,

sob pena de cometimento de infração administrativa ambiental.

  • c) Em decorrência do princípio da prevenção, o empreendedor deve apresentar ao poder público estudo

prévio de impacto ambiental referente a qualquer atividade que implique a utilização ou transformação de

recursos naturais.

  • d) O princípio da função sócio-ambiental da propriedade autoriza o poder público a impor limites apenas ao

uso de bens imóveis localizados em área rural, no que respeita à exploração de seus recursos naturais, não se aplicando, porém, tal preceito à propriedade urbana.

- 1 –

OAB 1ª FASE – RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DIREITO AMBIENTAL GABARITO:A SISNAMA. INSTRUMENTOS DE PROTEÇÃO AO MEIO

OAB 1ª FASE – RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DIREITO AMBIENTAL

GABARITO:A

SISNAMA. INSTRUMENTOS DE PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE.

  • 4. (OAB/CESPE – 2008.1) Quanto à constituição e ao funcionamento do Conselho Nacional do Meio

Ambiente (CONAMA), julgue os itens que se seguem.

I A participação dos membros do CONAMA é considerada serviço de natureza relevante e não será remunerada, cabendo às instituições representadas o custeio das despesas de deslocamento e estadia. II O CONAMA é composto pelo plenário, pelas câmaras técnicas e pelos diretórios regionais de políticas socioambientais.

  • III Nesse Conselho, é obrigatória a presença de um representante de sociedade civil legalmente constituída,

de cada uma das regiões geográficas do país, cuja atuação esteja diretamente ligada à preservação da

qualidade ambiental e cadastrada no Cadastro Internacional das Organizações Não-Governamentais Ambientalistas. Assinale a opção correta.

  • a) Apenas o item I está certo.

  • b) Apenas o item II está certo.

  • c) Apenas o item III está certo.

  • d) Todos os itens estão certos.

GABARITO:A

QUESTÃO 84

  • 5. (OAB/CESPE – 2008.1) São instrumentos da Política Nacional do Meio Ambiente

I o estabelecimento de padrões de qualidade ambiental e o zoneamento ambiental.

II a avaliação de impacto ambiental e o licenciamento e a revisão de atividades efetivamente ou potencialmente poluidoras.

  • III os incentivos à produção e instalação de equipamentos e a criação ou absorção de tecnologia, voltados

para a melhoria da qualidade ambiental e a criação de espaços territoriais especialmente protegidos pelo

poder público federal, estadual e municipal, tais como áreas de proteção ambiental de relevante interesse ecológico e reservas extrativistas. Assinale a opção correta.

  • a) Apenas os itens I e II estão certos.

  • b) Apenas os itens I e III estão certos.

  • c) Apenas os itens II e III estão certos.

  • d) Todos os itens estão certos.

GABARITO:D

  • 6. (OAB/CESPE – 2007.3.PR) Quanto ao Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e sua relação com o Relatório

de Impacto Ambiental (RIMA), assinale a opção correta.

  • a) O EIA deve ser elaborado posteriormente à autorização da obra ou atividade potencialmente poluidora,

desde que o licenciamento prévio tenha sido autorizado pelo órgão ambiental competente.

  • b) Em respeito ao segredo industrial e comercial, a Constituição Federal de 1988 (CF) estabeleceu como

uma das características centrais do EIA o sigilo, sendo, portanto, vedada a sua publicidade.

  • c) O EIA e o RIMA apresentam algumas diferenças: o primeiro compreende o levantamento da literatura

científica e legal pertinente, trabalhos de campo, análises de laboratório e a própria redação do relatório. É, portanto, mais abrangente que o segundo e o engloba em si mesmo.

- 2 –

OAB 1ª FASE – RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DIREITO AMBIENTAL d) O EIA divide-se em três etapas

OAB 1ª FASE – RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DIREITO AMBIENTAL

  • d) O EIA divide-se em três etapas bem distintas: a análise da dinâmica dos sistemas socio-ambientais, a

diagnose das interferências ecossistêmicas e a avaliação progressiva das ações antrópicas, sendo estes os elementos que darão suporte à redação do RIMA. GABARITO: C

  • 7. (OAB/CESPE – 2007.2) Considerando aspectos relativos à proteção administrativa do meio ambiente,

assinale a opção correta.

  • a) A legislação brasileira estabelece, em enumeração taxativa, todos os casos em que a administração

pública deve exigir do empreendedor a elaboração de estudo prévio de impacto ambiental, o qual nunca

poderá ser dispensado pelo órgão ambiental.

  • b) O EIA/RIMA é uma das fases do procedimento de licenciamento ambiental, devendo ser elaborado por

equipe técnica multidisciplinar indicada pelo órgão ambiental competente, cabendo ao empreendedor

recolher à administração pública o valor correspondente aos seus custos.

  • c) São instrumentos da Política Nacional do Meio Ambiente, entre outros, o zoneamento ambiental, a

avaliação de impactos ambientais e a criação de espaços territoriais especialmente protegidos, em áreas públicas ou particulares.

  • d) A legislação brasileira estabelece, em rol exemplificativo, os casos em que a administração pública deve

solicitar ao empreendedor estudo de impacto ambiental (EIA). A exigência, ou não, do EIA está vinculada ao custo final do empreendimento proposto, de acordo com tabela fixada pela administração pública. GABARITO: C

  • 8. (OAB/CESPE – 2007.2) Acerca do Sistema Nacional de Unidades de Conservação, assinale a opção

correta.

  • a) As UCs podem ser criadas por decreto do Poder Executivo, mas somente a lei em sentido formal pode

autorizar a desafetação ou a redução de seus limites.

  • b) A reserva particular do patrimônio natural é uma UC que visa à conservação da diversidade biológica,

cuja criação depende tão-somente da manifestação de vontade do proprietário perante o órgão ambiental e

da subseqüente declaração de interesse social para fins de desapropriação da área.

  • c) Nas unidades de conservação (UCs) de proteção integral, a visitação pública é absolutamente proibida;

entretanto a administração pública pode autorizar a realização de pesquisa científica em tais unidades.

  • d) A reserva extrativista é uma espécie de UC de uso sustentável de domínio coletivo privado, cuja

titularidade cabe a populações extrativistas tradicionais, assim reconhecidas pelo poder público.

GABARITO: A

RESPONSABILIDADE CIVIL E PENAL.

  • 9. (OAB/CESPE – 2007.2) Com relação à responsabilidade por danos ambientais, assinale a opção correta.

    • a) A responsabilidade civil em matéria ambiental é de caráter objetivo, prescindindo-se, para sua

caracterização, do elemento culpa e do nexo causal entre a conduta e o evento danoso.

  • b) A natureza objetiva da responsabilidade civil por danos ambientais inspira-se em um postulado de

eqüidade, pois aquele que obtém lucros com uma atividade deve responder por eventuais prejuízos dela

resultantes, independentemente de culpa, sendo igualmente irrelevante saber se a atividade danosa é lícita ou ilícita.

  • c) A responsabilidade civil por danos causados ao meio ambiente, por ser de natureza objetiva, exige a

caracterização de culpa para efeito de obrigação de reparar os prejuízos causados.

  • d) Em razão da necessidade de melhor proteção ao meio ambiente, é objetiva a natureza das

responsabilidades penal e administrativa por danos causados a esse bem jurídico.

- 3 –

OAB 1ª FASE – RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DIREITO AMBIENTAL GABARITO: B 10. (OAB/CESPE – 2007.3) Assinale

OAB 1ª FASE – RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DIREITO AMBIENTAL

GABARITO: B

  • 10. (OAB/CESPE – 2007.3) Assinale a opção correta em relação ao dano ambiental.

    • a) Sendo o meio ambiente um bem difuso, o dano ambiental também tem natureza exclusivamente difusa,

razão pela qual é vedado ao indivíduo — vítima direta de um dano — reivindicar indenização a si próprio.

  • b) Quanto à extensão, o dano ambiental pode ser patrimonial, quando disser respeito à perda material do

bem ambiental, ou extrapatrimonial, quando ofender valores imateriais, reduzindo o bem-estar do indivíduo ou da coletividade ou atingindo o valor intrínseco do bem.

  • c) Dada a irreversibilidade do dano ambiental, a única forma de reparação contra esse tipo de dano, na via

judicial, é a indenização pecuniária, a qual deverá resultar em recursos para a minimização

dos impactos na área afetada pela atividade lesiva.

  • d) A responsabilidade civil por danos causados ao meio ambiente é de natureza objetiva, sendo

imprescindíveis, para sua caracterização, o elemento culpa e a comprovação do indiscutível caráter lesivo da

atividade desenvolvida pelo agente. GABARITO: B

  • 11. (OAB/CESPE – 2008.1.SP) Assinale a opção correta acerca dos crimes contra o meio ambiente.

    • a) As pessoas jurídicas devem ser responsabilizadas administrativa, civil e penalmente nos casos em que a

infração seja cometida por decisão de seu representante legal ou contratual, ou de seu órgão colegiado, no interesse ou benefício da sua entidade.

  • b) Punem-se pelo crime ambiental o autor e os co-autores, mas não o partícipe.

  • c) A competência para o julgamento desses crimes, em regra, é da justiça federal.

  • d) Quando animais forem exterminados dentro de unidade de conservação ambiental mantida pela União, a

competência para julgamento do crime ambiental será da justiça estadual.

 

GABARITO: A

12.

(OAB/CESPE – 2007.2) Assinale a opção correta no que se refere à tutela ambiental penal do meio

ambiente.

  • a) Admite-se, na legislação brasileira, em caráter excepcional, a responsabilidade penal objetiva da pessoa

jurídica por crime ambiental, exigindo-se, para sua caracterização, a culpabilidade social da empresa.

  • b) Na hipótese de o diretor de uma empresa determinar a seus empregados que utilizem veículos e

instrumentos a ela pertencentes, em horário normal de expediente, para extraírem e transportarem madeira

de lei, sem autorização do órgão ambiental competente, destinada a construção particular daquele dirigente, fica caracterizada a responsabilidade penal da pessoa jurídica e da pessoa física.

  • c) Em razão da prática de crime ambiental, são aplicáveis às pessoas jurídicas, de forma isolada ou

cumulativa, penas de multa, suspensão total ou parcial de atividades, interdição temporária, proibição de

recebimento de subvenções ou subsídios, prestação de serviços à comunidade, independentemente da obrigação de reparar os prejuízos causados.

  • d) Nos crimes ambientais, a aplicação de pena de multa decorrente de sentença transitada em julgado

impede a cominação de multa por infração administrativa relativamente ao mesmo fato, em razão do

princípio do non bis in idem. GABARITO: C

- 4 –