Você está na página 1de 7

OAB 1ª FASE – RESOLUÇÃO DE QUESTÕES

DIREITO PENAL

OABSP / 135 - DIREITO PENAL


QUESTÃO 51
1. Um delegado de polícia, querendo vingar-se de um desafeto, prendeu-o sem qualquer justificativa,
amedrontando-o com o seu cargo. Descobriu, posteriormente, que já existia mandado de prisão
preventiva contra aquele cidadão, cabendo a ele, delegado, cumpri-lo. Nessa situação, a conduta do
delegado
a) está acobertada pelo exercício regular de direito.
b) está amparada pelo estrito cumprimento do dever legal putativo.
c) não está acobertada por qualquer excludente de ilicitude.
d) está amparada pelo estrito cumprimento do dever legal.
GABARITO: C
QUESTÃO 52ÃO 53
2. Alguém que tenha, em sua residência, para consumo pessoal, substância entorpecente, sem
autorização legal, pratica, segundo a nova legislação sobre o tema, conduta caracterizada como
a) crime.
b) infração penal sui generis.
c) fato atípico.
d) contravenção.
GABARITO: A
QUESTÃO 54
3. Assinale a opção correta quanto às formas de exteriorização da conduta típica.
a) O crime de omissão de socorro é classificado como omissivo impróprio.
b) A apropriação de coisa achada é delito de conduta omissiva e comissiva ao mesmo tempo.
c) A apropriação indébita previdenciária é crime de conduta comissiva, apenas.
d) O crime de seqüestro exige uma conduta omissiva.
GABARITO: B
QUESTÃO 55
4. Em cada uma das opções abaixo, é apresentada uma situação hipotética, seguida de uma assertiva
a ser julgada. No que se refere à reparação do dano no Código Penal, assinale a opção em que a
assertiva está correta.
a) Zeca foi condenado por roubo e, para reabilitar-se, consultou seu advogado, informando-lhe que já
haviam passado mais de dois anos da extinção da pena, que manteve domicílio no país durante o
referido prazo e que nada havia a desabonar sua conduta pública ou privada. Informou, ainda, que não
reparou o dano causado pelo crime nem possuía documentos que demonstrassem a impossibilidade de
fazê-lo. Nessa situação, a reparação do dano não é condição para a reabilitação.
b) Hugo foi condenado à pena privativa de liberdade de dois anos de reclusão. Cumpriu mais de um
terço da pena, comprovou comportamento satisfatório durante a execução da pena, bom desempenho
no trabalho que lhe foi atribuído e aptidão para prover a própria subsistência mediante trabalho
honesto. Nessa situação, a reparação do dano não é condição para concessão do livramento
condicional.
c) Eduardo, funcionário público, praticou peculato culposo. Nessa situação, a reparação do dano, caso
preceda à sentença irrecorrível, extingue a punibilidade.
d) Pedro cometeu crime de furto, mas reparou o dano à vítima, por ato voluntário, na audiência de
instrução criminal. Nessa situação, a reparação do dano é causa de diminuição de pena.
GABARITO: C
QUESTÃO 56
5. Pedro e José prepararam e guardaram em depósito, para fins de difusão ilícita, aproximadamente
13.410 g de merla e 2.830 g de cocaína. Ambos foram autuados em flagrante delito. Na situação
hipotética descrita, o tipo penal pode ser classificado como
a) composto.
b) mandamental.
c) derivado.
d) aberto.
GABARITO: A

-1–
OAB 1ª FASE – RESOLUÇÃO DE QUESTÕES
DIREITO PENAL
QUESTÃO 57

6. Ernesto, funcionário público, após se aposentar, permitiu o fornecimento de sua senha de acesso
aos bancos de dados da administração pública a Vinícius, que, por acaso, acabou perdendo a senha. Na
situação narrada, a conduta de Ernesto é
a) atípica, porque não houve prejuízo para a administração pública.
b) típica e consiste em violação de sigilo funcional através de sistema informatizado.
c) típica e consiste em inserção de dados falsos em sistema de informações.
d) atípica, por se tratar de funcionário público aposentado.
GABARITO: B
QUESTÃO 58
7. Assinale a opção correta no que se refere aos casos de violência doméstica e familiar contra a
mulher.
a) Para a concessão de medidas protetivas de urgência, é necessária a audiência das partes.
b) Permite-se a aplicação, nos casos de violência doméstica e familiar contra a mulher, de penas de
cesta básica.
c) Nas ações penais públicas condicionadas à representação da ofendida, não será admitida renúncia à
representação.
d) É possível a prisão preventiva no crime de ameaça, punido com detenção, se resulta de violência
contra a mulher no âmbito familiar.
GABARITO: D
UESTÃO 59
8. De acordo com a Lei de Execução Penal, assinale a opção correta.
a) O detento que cumpre pena em regime fechado pode obter permissão para sair do estabelecimento,
mediante escolta, no caso de falecimento de companheira, por exemplo.
b) O recolhimento do beneficiário de regime aberto em residência particular não é admitido quando se
tratar de condenado acometido de doença grave.
c) O condenado que cumpre pena em regime fechado pode obter autorização para saída temporária do
estabelecimento, sem vigilância direta, no caso de visita à família.
d) Aquele que cumpre pena no regime semi-aberto e preenche os requisitos objetivo e subjetivo para a
progressão de regime tem direito a progredir para o regime aberto, mesmo que esteja desempregado
e sem qualquer proposta de trabalho.
GABARITO: A

OABSP/136 - DIREITO PENAL

9. A conduta de exigir, solicitar ou receber, para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda que
fora da função ou antes de iniciar seu exercício, mas em razão dela, vantagem indevida, para deixar de
lançar ou cobrar tributo ou contribuição social, ou para cobrá-los parcialmente, corresponde a
A) fato atípico.
B) crime de concussão.
C) crime de corrupção passiva.
D) crime contra a ordem tributária.
GABARITO: D

10. Assinale a opção correta com relação aos crimes de estupro e atentado violento ao pudor.
A) O crime de estupro, quando cometido em sua forma simples, só se enquadra na definição legal de
crime hediondo, se dele resultar lesão corporal de natureza grave ou morte da vítima.
B) O crime de atentado violento ao pudor com violência presumida não se enquadra na definição legal
de crime hediondo, se dele não resultar lesão corporal de natureza grave ou morte da vítima.
C) O crime de estupro com violência presumida não se enquadra na definição legal de crime hediondo,
se dele não resultar lesão corporal de natureza grave ou morte da vítima.
D) Os crimes de estupro e atentado violento ao pudor, quando cometidos em sua forma simples ou
com violência presumida, enquadram-se na definição legal de crimes hediondos, recebendo essa
qualificação ainda quando deles não resulte lesão corporal de natureza grave ou morte da vítima.
GABARITO: D

-2–
OAB 1ª FASE – RESOLUÇÃO DE QUESTÕES
DIREITO PENAL

11. Assinale a opção correta acerca da classificação dos crimes.


A) O crime é qualificado quando, ao tipo básico, ou fundamental, o legislador agrega circunstâncias que
elevam ou majoram a pena, tal como ocorre com o homicídio.
B) O delito de ameaça pode ser classificado como crime material.
C) Os crimes de quadrilha e rixa são unissubjetivos.
D) O delito de infanticídio pode ser classificado como crime comum.
GABARITO: A

12. Assinale a opção correta com base nos princípios de direito penal na CF.
A) O princípio básico que orienta a construção do direito penal é o da intranscendência da pena,
resumido na fórmula nullum crimen, nulla poena, sine lege.
B) Segundo a CF, é proibida a retroação de leis penais, ainda que estas sejam mais favoráveis ao
acusado.
C) Nenhuma pena passará da pessoa do condenado, podendo a obrigação de reparar o dano e a
decretação de perdimento de bens ser, nos termos da lei, estendidas até os sucessores e contra eles
executadas, mesmo que ultrapassem o limite do valor do patrimônio transferido.
D) O princípio da humanidade veda as penas de morte, salvo em caso de guerra declarada, bem como
as de caráter perpétuo, de trabalhos forçados, de banimento e as cruéis.
GABARITO: D

13. Segundo o Código Penal (CP) brasileiro, quando, por acidente ou erro no uso dos meios de
execução, o agente, em vez de atingir a pessoa que pretendia ofender, atinge pessoa diversa, ele deve
responder como se tivesse praticado o crime contra aquela. No caso de ser, também, atingida a pessoa
que o agente pretendia ofender, aplica-se a regra do
A) concurso material.
B) concurso formal.
C) crime continuado.
D) crime habitual.
GABARITO: B

14. Assinale a opção correta segundo o CP.


A) Na hipótese de embriaguez, voluntária ou culposa, pelo álcool ou por substância de efeitos
análogos, exclui-se a imputabilidade penal.
B) Se houver concurso entre agravantes e atenuantes, a pena deve aproximar-se do limite indicado
pelas circunstâncias preponderantes, entendendo-se como tais as que resultam dos motivos
determinantes do crime, da personalidade do agente e da reincidência.
C) O agente que incide em erro sobre elemento constitutivo do tipo legal de crime deverá ter excluída
a sua punibilidade.
D) Se alguém praticar crime sob coação moral irresistível, deverá ser punido juntamente com o autor
da coação ou da ordem.
GABARITO: B

15. Ainda de acordo com o que dispõe o CP, assinale a opção correta.
A) Ninguém pode ser punido por fato que lei posterior deixa de considerar crime, cessando em virtude
dela a execução e os efeitos penais e civis da sentença condenatória.
B) Considera-se praticado o crime no lugar em que ocorreu a ação ou omissão, no todo ou em parte,
bem como onde se produziu o resultado, sendo irrelevante o local onde deveria produzir-se o
resultado.
C) A lei excepcional ou temporária, embora tenha decorrido o período de sua duração ou cessadas as
circunstâncias que a determinaram, aplica-se ao fato praticado durante a sua vigência.
D) Considera-se praticado o crime no momento da produção do resultado.
GABARITO: C

-3–
OAB 1ª FASE – RESOLUÇÃO DE QUESTÕES
DIREITO PENAL

16. Aquele que omitir, em documento público ou particular, declaração que dele devesse constar, ou
nele inserir ou fizer inserir declaração falsa ou diversa da que devesse ser escrita, com o fim de
prejudicar direito, criar obrigação ou alterar a verdade sobre fato juridicamente relevante praticará o
crime de
A) falsificação de papéis públicos.
B) falsificação do selo ou sinal público.
C) falsidade ideológica.
D) falsificação de documento público.
GABARITO: C

17. Constitui, segundo a Lei de Execução Penal, direito que pode ser suspenso ou restringido ao preso
mediante ato motivado do diretor do estabelecimento prisional
A) o chamamento nominal.
B) a entrevista pessoal e reservada com o advogado.
C) o contato com o mundo exterior por meio de correspondência escrita, da leitura e de outros meios
de informação que não comprometam a moral e os bons costumes.
D) a representação e petição a qualquer autoridade, em defesa de direito.
GABARITO: C

18. Assinale a opção correta com base na legislação atual de combate às drogas (Lei n.o
11.343/2006).
A) Se um indivíduo, acusado de tráfico de drogas, colaborar voluntariamente com a investigação
policial e o processo criminal na identificação dos demais co-autores do crime e na recuperação total do
produto do crime, nessa situação, caso ele seja condenado, terá sua pena reduzida nos termos da lei.
B) Segundo a novel legislação, o indivíduo que esteja cumprindo pena em decorrência de condenação
por tráfico ilícito de entorpecentes não pode beneficiar-se de livramento condicional.
C) O agente que, em razão da dependência de droga, era, ao tempo da ação ou da omissão, qualquer
que tenha sido a infração penal praticada, inteiramente incapaz de entender o caráter ilícito do fato ou
de determinar-se de acordo com esse entendimento terá sua pena reduzida pela metade.
D) É vedada, em qualquer fase da persecução criminal relativa aos crimes previstos na lei em questão,
a infiltração, por agentes de polícia, em tarefas de investigação.
GABARITO: A

OAB.CESPE/2008.1 – DIREITO E PROCESSO PENAL

19. Com relação às causas excludentes de ilicitude (ou antijuridicidade), assinale a opção correta.
a) Agem em estrito cumprimento do dever legal policiais que, ao terem de prender indiciado de má
fama, atiram contra ele para dominá-lo.
b) O exercício regular do direito é compatível com o homicídio praticado pelo militar que, em guerra
externa ou interna, mata o inimigo.
c) Considera-se em estado de necessidade quem pratica o fato para salvar-se de perigo atual ou
iminente que não provocou por sua vontade ou era escusável.
d) Supondo o agente, equivocadamente, que está sendo agredido, e repelindo a suposta agressão,
configura-se a legítima defesa putativa, considerada na lei como caso sui generis de erro de tipo, o
denominado erro de tipo permissivo.
GABARITO: D

20. Acerca do princípio da inocência, assinale a opção correta.


a) Com a decisão de pronúncia, que reconhece a existência de crime e indícios de autoria, o nome do
réu pode ser incluído no rol dos culpados.
b) A restrição à liberdade do acusado antes da sentença definitiva deve ser admitida sempre que se
verificar o fumus boni iuris, independentemente da existência de periculum in mora.
c) O juiz deve ter plena convicção de que o acusado é responsável pelo delito, bastando a dúvida a
respeito da sua culpa para absolvê-lo.

-4–
OAB 1ª FASE – RESOLUÇÃO DE QUESTÕES
DIREITO PENAL

d) O réu tem o dever de provar sua inocência e cabe ao acusador apresentar indícios de autoria e
materialidade.
GABARITO: C

21. Acerca do crime de lavagem de dinheiro, previsto na Lei n.º 9.613/1998, assinale a opção
incorreta.
a) No processo por crime de lavagem de dinheiro, não se aplica o disposto no art. 366 do Código de
Processo Penal, que estabelece que o processo e o curso do prazo prescricional fiquem suspensos caso
o acusado, citado por edital, não compareça nem constitua advogado, situação em que o processo
deve seguir à sua revelia.
b) Esse crime admite ação controlada, pela qual a ordem de prisão de pessoas ou da apreensão ou
seqüestro de bens, direitos ou valores poderá ser suspensa pelo juiz, ouvido o Ministério Público,
quando a sua execução imediata possa comprometer as investigações.
c) O crime de lavagem de dinheiro pressupõe a existência de uma conduta antecedente, que não
precisa ser, necessariamente, criminosa, mas que deve estar prevista no rol exemplificativo da lei
acima citada.
d) Esse crime constitui atividade complexa, que envolve três fases: a introdução do dinheiro ilícito no
sistema financeiro, promovendo o distanciamento dos recursos de sua origem; a transformação,
quando, por meio de negócios, é ocultada a procedência dos recursos; e a integração, quando os bens
aparentemente regulares são incorporados ao sistema econômico.
GABARITO: C

22. Acerca do dolo e da culpa, assinale a opção correta.


a) Quando o agente comete erro sobre elemento constitutivo do tipo legal de crime, exclui-se o dolo,
embora seja permitida a punição por crime culposo, se previsto em lei.
b) Quando o agente, embora não querendo diretamente praticar a infração penal, não se abstém de
agir e, com isso, assume o risco de produzir o resultado que por ele já havia sido previsto e aceito, há
culpa consciente.
c) Quando o agente deixa de prever o resultado que lhe era previsível, fica caracterizada a culpa
imprópria e o agente responderá por delito preterdoloso.
d) Quando o agente, embora prevendo o resultado, não deixa de praticar a conduta porque acredita,
sinceramente, que esse resultado não venha a ocorrer, caracteriza-se a culpa inconsciente.
GABARITO: A

23. Júlio, empresário, deixou de recolher, no prazo legal, contribuição destinada à previdência social
que ele havia descontado de pagamento efetuado a segurado. Considerando a situação hipotética
descrita, assinale a opção correta.
a) O crime praticado por Júlio constitui espécie de apropriação indébita, que deve ser processado na
justiça federal mediante ação penal pública incondicionada.
b) O crime, consumado no momento em que Júlio decidiu deixar de recolher as contribuições, depois
de ultrapassado o prazo legal, admite tentativa e a modalidade culposa.
c) Caso Júlio, espontaneamente, confesse e efetue o pagamento integral das contribuições à
previdência social, antes do início da ação fiscal, ele terá direito à suspensão condicional da pena.
d) O juiz deve conceder o perdão judicial ou aplicar somente a pena de multa, caso Júlio seja primário
e tenha bons antecedentes.
GABARITO: A

24. Acerca da reincidência, assinale a opção correta.


a) Para efeito de reincidência específica, prevalece a condenação anterior, se, entre a data do
cumprimento da pena e a infração posterior, tiver decorrido tempo superior a 5 anos.
b) Para efeitos de reincidência, são considerados os crimes eleitorais, os crimes militares próprios e os
crimes políticos.
c) Para se caracterizar a reincidência na prática de crime, é necessário que haja trânsito em julgado de
sentença condenatória por prática de crime anterior.

-5–
OAB 1ª FASE – RESOLUÇÃO DE QUESTÕES
DIREITO PENAL

d) O agente que, na fase de recurso de sentença condenatória pela prática de crime, comete
contravenção penal, deve ser considerado reincidente não-específico.
GABARITO: C

25. A respeito da prescrição, assinale a opção correta.


a) A prescrição começa a correr a partir do dia em que transita em julgado, para a defesa, a sentença
condenatória.
b) O curso da prescrição interrompe-se pelo oferecimento da denúncia e pela sentença condenatória ou
absolutória recorrível.
c) Nas infrações permanentes, assim como na bigamia e na falsificação, a prescrição da pretensão
punitiva começa a correr a partir do primeiro dia em que o crime ocorreu.
d) No caso de o condenado evadir-se, a prescrição da pretensão executória deve ser regulada pelo
tempo que resta da pena.
GABARITO: D

OAB.CESPE/2008.2 – DIREITO E PROCESSO PENAL

26. Entre as penas restritivas de direitos previstas no Código Penal, não está incluída
A) a prestação de serviço a entidades públicas.
B) a prestação pecuniária.
C) a perda de bens e valores.
D) a interdição permanente de direitos.
GABARITO: D

27. Manoel está sendo investigado pela prática do crime de lavagem de dinheiro. Por meio de
testemunhas, a autoridade policial tomou conhecimento de que, em sua residência, constam provas da
autoria do crime, tais como dinheiro, registros contábeis e transferências bancárias. Considerando a
situação hipotética acima, assinale a opção correta.
A) A autoridade policial pode realizar imediatamente a busca e apreensão, visto que, quando realiza a
diligência pessoalmente, não necessita de mandado judicial.
B) Caso Manoel permita que a autoridade policial entre em sua residência, a diligência poderá ser
efetuada durante o dia ou à noite, com ou sem mandado judicial.
C) Cartas particulares encontradas durante a busca e apreensão, estejam elas abertas ou fechadas,
poderão ser apreendidas, quando a diligência ocorrer mediante autorização judicial.
D) Ainda que Manoel, durante a busca e apreensão, se negue terminantemente a abrir gavetas, sob o
argumento de que tenha perdido as chaves, os policiais não poderão arrombá-las; caso o façam, estará
caracterizado abuso de autoridade, independentemente da existência de mandado judicial.
GABARITO: B

28. Acerca dos crimes contra a honra, assinale a opção correta.


A) O agente que atribui a alguém a autoria de um estupro, ciente da falsidade da imputação, comete o
crime de calúnia.
B) O agente que imputa a alguém a conduta de mulherengo, no intuito de ofender sua reputação,
comete o crime de injúria.
C) O agente que designa alguém como ladrão, no intuito de ofender sua dignidade, comete o crime de
difamação.
D) O agente que preconceituosamente se refere a alguém como velho surdo, ciente da idade e
deficiência da pessoa, comete uma das modalidades do crime de racismo.
GABARITO: A

-6–
OAB 1ª FASE – RESOLUÇÃO DE QUESTÕES
DIREITO PENAL

29. Com base na legislação penal, não se impõe o dever de agir


A) ao pai que deixa de prover ao filho em idade escolar a instrução primária, porque deseja que este o
ajude no trabalho.
B) ao médico que, em face de pedido do paciente, deixa de denunciar à autoridade pública doença cuja
notificação seja obrigatória.
C) ao servidor público que deixa de praticar, indevidamente, ato de ofício, para satisfazer sentimento
pessoal de comiseração.
D) ao condutor do veículo que, por motivo de segurança, deixa de prestar socorro à vítima de acidente,
mas solicita auxílio da autoridade pública.
GABARITO: D

30. Com base na Lei de Execução Penal, assinale a opção correta.


A) A assistência material ao preso consiste no fornecimento de alimentação, vestuário, objetos de
higiene pessoal e da limpeza da cela, bem como instrumentos de trabalho e educacionais.
B) A assistência à saúde do preso, de caráter preventivo e curativo, compreende atendimento médico,
farmacêutico e odontológico.
C) A autoridade administrativa pode decretar o isolamento preventivo do preso faltoso e incluí-lo em
regime disciplinar diferenciado, por interesse da disciplina, independentemente de despacho do juiz
competente.
D) Os presos, sem distinção, têm direito a contato com o mundo exterior por meio de visitas, inclusive
íntimas, correspondência escrita, leitura e demais meios de comunicação e informação.
GABARITO: B

31. De acordo com a Lei n.º 11.340/2006, conhecida como Lei Maria da Penha, constatada a prática de
violência doméstica e familiar contra a mulher, o juiz poderá aplicar ao agressor, de imediato, a
seguinte medida protetiva de urgência:
A) proibição de aproximar-se da ofendida, de seus familiares e das testemunhas, fixando limite mínimo
de distância entre estes e o agressor.
B) decretação da prisão temporária do agressor.
C) proibição de contato direto com a ofendida, seus familiares e testemunhas, salvo indiretamente, por
telefone ou carta.
D) arbitramento do valor a ser prestado a título de alimentos definitivos à ofendida e aos filhos
menores.
GABARITO: A

-7–