Você está na página 1de 11

UNIVESIDADE DE RIO VERDE- UNIRV

FACULDADE DE EDUCAÇÃO: PEDAGOGIA DICIPLINA: SOCIOLOGIA PROFª MS: ELI GUIMARÃES

ACADÊMICOS: CRYSTIANE SILVA, JANAINA, MARCELO DAMASIO, MARIA PATRICIA, PATRICIA, TAYNARA E VALDENI

.

MOVIMENTOS SOCIAIS NO BRASIL CONTEMPORÂNEO . CONFLITOS E AÇÃO COLETIVAS: MUDANÇA E CONCERVAÇÃO 3.1. MOVIMENTOS SOCIAIS: CONCEITOS 2. NOVOS MOVIMENTOS SOCIAIS 4.

*Sharer-Warren afirma que os elementos que constituem os movimentos sociais são três: projeto. . ideologia e organização.1-Movimentos Sociais: Conceitos. *As ações de grupos organizados para a conquista de determinados fins estabelecidos coletivamente partindo de necessidades e visões específicas de mundo e de sociedade com o objetivo de mudar ou manter as relações sociais. Este conceito define o movimento social.

*É nessas direções que os movimentos sociais podem provocar mudanças na sociedade. *Conflito é o elemento central motivador de qualquer movimento social. *A existência de conflito na sociedade impulsiona a ação coletiva no intuito que busca a resolução de movimentos conflitantes.2-Conflitos e Ação Coletiva: Mudança e Conservação. .

Levando assim à novas práticas de mobilização social. . só poderia surgir no campo social a inovação e transformação . *Com profundas mudanças ocorrendo na sociedade capitalista e o fato da convivência entre o excesso de regulação e o advento de movimentos emancipatórios poderosos.3-Novos Movimentos Sociais. *A população passa a desenvolver e definir interesses sobre a ordem política e social.

*Os movimentos sociais brasileiros principiaram a tomar suas feições modernas com base na configuração das problemáticas atinentes ao trabalho urbano.4-Movimentos Sociais no Brasil Contemporâneo. as pessoas queriam agora demonstrar sua utilidade e reivindicar por seus direitos . . *O ciclo colonial foi pontuado por movimentos motivados pela luta contra o peso da espada política e econômica lusitana. *Crescia no Brasil a consciência a respeito da vinculação direta entre os problemas sociais e as decisões. com a necessidade da luta pela emancipação política.

.

3. 7. 4. 6. CONSOLIDAÇÃO E/OU INSTICIONALIZAÇÃO DO MOVIMENTO.1. 8. ATOS PUBLICOS ETC. 5. REUNIÕES. AGLUTINAÇÃO DE PESSOAS. CONFERÊNCIAS REPRESENTAÇÃO TEATRAIS. TRANSFORMAÇÕES DAS DEMANDAS EM REIVINDICAÇÕES. ENCAMINHAMENTO DAS REIVIDICAÇÕES. 9. SITUAÇÃO DE CARÊNCIA OU IDÉIAS E CONJUNTOS E METAS E VALORES A ATINGIR. PRATICAS DA DIFUSÃO (JORNAIS. PRÁTICAS COLETIVAS DE ASSEMBLÉIAS. ORGANIZAÇÃO ELEMENTAR DOS ELEMENTOS. FASES DO MOVIMENTO SOCIAL LATINO AMERICANO . TRANSFORMAÇÃO DAS DEMANDAS. FORMULAÇÃO DE ESTRATÉGIAS. 2. NEGOCIAÇÕES COM OS OPOSITORES OU INTERMEDIARIOS. 10. 11.

por isso movimentos sociais e divergências existirão em toda e qualquer época desde que existam seres pensantes neste mundo!! . e crescentemente estão incluídos em todos os lugares. e esse está repleto de novidades fazendo com que cada ser social desperte um olhar para o mundo. Fazendo com que a sociologia tenha um fim: o de estudar.Os movimentos sociais já são parte integrante fundamental da sociedade. questionar e buscar resultados benéficos ou não para a sociedade. Cada passo que dermos é um novo começo rumo ao futuro.

da Glória Maria. Teorias dos Movimentos Sociais. Introdução à Sociologia. Dacio Nelson. Loyola.• GOHN. São Paulo. São Paulo. • TOMAZI. 1993. . Atual Editora. 2004.