Você está na página 1de 6
P.21 Um carro viaja de Atibaia (SP) a Cambuí (MG), que dista 90 km, parando
P.21 Um carro viaja de Atibaia (SP) a Cambuí (MG), que dista 90 km, parando

P.21 Um carro viaja de Atibaia (SP) a Cambuí (MG), que dista 90 km, parando durante 30 min num posto à beira da estrada, para refeição e abastecimento. De Atibaia até o posto gasta 1h 30 min, fazendo o percurso do posto a Cambuí em mais 30 min. Calcule a velocidade escalar média do carro nessa viagem.

P.25 (UFRJ) Um estudante a caminho da UFRJ trafega 8,0 km na Linha Vermelha a 80 km/h (10 km/h a menos que o limite permitido nessa via). Se ele fosse insensato e trafegasse a 100 km/h, calcule quantos minutos economizaria nesse mesmo percurso.

v 1 =

s

⇒ 8,0 80 = ⇒∆ t 1 = 8 80 h = 6,0 min

8,0

80 =

⇒∆t 1 =

8

80 h = 6,0 min

 
   

t

1

t

1

 
  v 2 = ∆ s ⇒ 8,0 100 = ⇒∆ t 2 = 8,0 h

v 2 =

s

8,0

100 =

⇒∆t 2 =

8,0

h = 4,8 min

 

t

2

t

2

100

t = 1h 30 min + 30 min + 30 min = 2h 30 min ⇒ ∆t = 2,5h

O

estudante economizaria:

 

6,0

min – 4,8 min = 1,2 min

 

s

90 km

 

v m =

t

v m =

2,5h

v m = 36 km/h

P.26 (UFPE) Quatro cidades A, B, C e D estão dispostas de tal modo que as distâncias rodoviárias entre A e B, B e C, e C e D são, respectivamente, AB = 60 km, BC = 100 km e

= 90 km. Se um automóvel vai de A até B

CD

P.23 (Ufac) Um carro com uma velocidade de 80 km/h passa pelo km 240 de uma rodovia às 7h 30 min. A que horas este carro chegará à próxima cidade, sabendo-se que ela está situada no km 300 dessa rodovia?

a

uma velocidade de 60 km/h, da cidade B até

a

C a uma velocidade média de 50 km/h e da

 

C

até a D a uma velocidade média de 45 km/h,

 
  determine a velocidade média desse automóvel

determine a velocidade média desse automóvel

em km/h, para o percurso de A até D.

 
     

v m =

s

t

80 =

60

t

⇒∆t = 3 4 h ⇒ ∆t = 45min

 
v m = ∆ ∆ s t ⇒ 80 = 60 t ∆ ⇒∆ t =
 

t = t 2 – t 1 45 min = t 2 – 7h 30 min t 2 = 8h 15 min

Trecho AB

 

P.24 (PUC-Campinas-SP) Numa corrida de carros, suponha que o vencedor gastou 1h 30 min para completar o circuito, desenvolvendo uma velocidade média de 240 km/h, enquanto um outro carro, o segundo colocado, desenvolveu

v m =

s

t

AB

AB

60 =

60

t

⇒∆t AB = 1h

AB

Trecho BC

 

v m =

s

t

BC

BC

50 =

100

t

⇒∆t BC = 2h

BC

Trecho CD

 

a

velocidade média de 236 km/h. Se a pista

v m =

s

CD

45 =

90

⇒∆t CD = 2h

tem 30 km, quantas voltas o carro vencedor

t

CD

t

CD

chegou à frente do segundo colocado?

Percurso de A até D:

 
 

s

total

sss

AB

BC

+∆

+∆

CD

 
 
  v m = ∆ t ⇒ v m = total ∆ ttt AB +∆ BC

v m =

t

v m =

total

ttt

AB

+∆

BC

+∆

CD

 

v m =

 

60

+

100

+

90

v m = 50 km/h

 

Em t = 1h 30 min = 1,5h, o carro vencedor

 

122

+

+

percorre ds 1 = v 1 . t e o segundo colocado,

 

ds

2 = v 2 . t. A distância entre eles é:

P.27 Um percurso de 310 km deve ser feito por um ônibus em 5h. O primeiro trecho de 100 km é percorrido com velocidade média de 50 km/h,

= s 1 s 2 d = (v 1 – v 2 ) . t d = (240 –

236) . 1,5 d = 6km Como 1 volta corresponde a 30 km, 6 km correspondem a 0,2 volta.

d

o segundo trecho de 90 km, com velocidade média de 60 km/h. Que velocidade média

e

deve ter o ônibus no trecho restante para que a viagem se efetue no tempo

deve ter o ônibus no trecho restante para que a viagem se efetue no tempo previsto?

1º trecho: ⇒∆ t 1 = 1 0 0 ⇒∆ t 1 = 2h 2º

1º trecho:

⇒∆t 1 = 100 ⇒∆t 1 = 2h

2º trecho:

v

2

⇒∆t 2 = 90 60 ⇒∆t 2 = 1,5h

3º trecho:

t 3 = t – t 1 t 2 ⇒∆t 3 = 5 – 2 – 1,5 ⇒ ∆t 3 =

1,5h

t

3 1,5

t 3 = ∆ t – ∆ t 1 – ∆ t 2 ⇒∆ t 3

t 1 =

s

1

v

1

50

t 2 =

s

2

v 3 =

s

3

v 3 = 120

v 3 = 80 km/h

P.28 A velocidade escalar média de um automóvel até a metade de seu percurso é 90 km/h e na metade restante é 60 km/h. Determine a velocidade escalar média no percurso total. Ela é a média aritmética das velocidades escalares médias em cada trecho do percurso?

Primeira metade: d d v 1 = ⇒ 90 = ⇒∆t 1 = d ∆t
Primeira metade:
d
d
v 1 =
90 =
⇒∆t 1 = d
∆t
∆t
90
1
1
Segunda metade:
d
d
v 2 =
⇒ 60 =
⇒∆t 2 = d
∆t
2 ∆t
60
2
Trecho todo:
s
2d
∆ t
∆t + ∆t
1
2
2d
⇒ v m = 72 km/h
d
d
+
90
60

v m

=

v m

=

v m

=

Note que a média aritmética das velocidades, em km/h, em cada trecho é:

v

1

+

v

2

=

90

+

60

150

 

2

22

==

75

Logo, a velocidade média v m = 72 km/h não é

a média aritmética (75 km/h) das velocidades em cada trecho do percurso.

P.29 A velocidade escalar média de um automóvel

é

80 km/h no primeiro trecho de seu percurso

e

60 km/h no trecho restante. Os trechos são

percorridos no mesmo intervalo de tempo. Qual é a velocidade escalar média durante todo o percurso? Ela é a média aritmética das velocidades escalares médias em cada trecho do percurso?

1º trecho: ∆ s 1 = v 1 . ∆ t 2º trecho: ∆ s

1º trecho:

1º trecho: ∆ s 1 = v 1 . ∆ t 2º trecho: ∆ s 2

s 1 = v 1 . t

2º trecho:

s 2 = v 2 . t Percurso todo:

s total = s 1 s 2 ⇒∆s total = (v 1 + v 2 ) . t t total = 2 . t

80

+ 60

2

v m = 70 km/h

=

Note que a média aritmética das velocidades,

em km/h, em cada trecho é:

+

v 1 v

2

=

80

+

60

= 140

2

2

2

= 70

Logo, a velocidade média v m = 70 km/h é a média aritmética (70 km/h) das velocidades

em cada trecho do percurso.

v m

=

s

total

v m

=

v

1

+ v

2

v m

t

total

2

P.30 Um trem de comprimento 200 m gasta 20s para atravessar um túnel de comprimento 400m. Determine a velocidade escalar média do trem.

∆ s L + L trem túnel 200 + 400 ⇒ v m = 30
∆ s L + L trem túnel 200 + 400 ⇒ v m = 30
∆ s
L
+ L
trem
túnel
200
+
400
⇒ v m = 30 km/h
20

v m

=

t

v m

=

t

v m

=

P.35 (Unicamp-SP) (Unicamp-SP) A figura abaixo mostra o esquema simplificado de um dispositivo colocado em uma rua para controle de velocidade de automóveis (dispositivo popularmente chamado de “radar”).

(dispositivo popularmente chamado de “radar”). Os sensores S 1 e S 2 e a câmera estão

Os sensores S 1 e S 2 e a câmera estão ligados

a um computador. Os sensores enviam um

sinal ao computador sempre que são pressionados pelas rodas de um veículo. Se a velocidade do veículo está acima da permitida,

o computador envia um sinal para que a

câmera fotografe sua placa traseira no momento em que esta estiver sobre a linha tracejada. Para um certo veículo, os sinais dos sensores foram os seguintes:

certo veículo, os sinais dos sensores foram os seguintes: a) Determine a velocidade do veículo em

a) Determine a velocidade do veículo em km/h.

b) Calcule a distância entre os eixos do veículo.

a) rodas da frente passam pelos sensores S 1 As e S 2 no intervalo
a) rodas da frente passam pelos sensores S 1
As
e
S 2
no
intervalo
de tempo de 0,1s
percorrendo d = 2m:
∆ s
2
v = v m =
⇒ v =
0,1 ⇒ v = 20m/s = 72km/h
∆ t
b) ∆t = 0,15s é o intervalo de tempo decorrido
entre as passagens das rodas dianteiras e das
rodas traseiras, por um dos sensores.
Neste caso, a distância percorrida (no caso
∆s) é a distância entre os eixos do veículo.
Portanto:
∆ s
s
∆ t
0,15

v =

20 =

s = 3m

P.40 É dada a função horária do movimento de um móvel s = 100 + 80t, onde s é medido em metros e t em segundos. Determine:

a) O espaço inicial e a velocidade escalar;

b) O espaço quando t = 2s;

c) O instante em que o móvel se encontra a 500 m da origem dos espaços;

d) Se o movimento é progressivo ou retrógrado.

a) Comparando s = 100 + 80 t (s → m e t → s)

a) Comparando s = 100 + 80 t (s m e t s) com s = s 0 + vt, vem:

s 0 = 100 m e v = 80 m/s

b) = 100 + 80t s = 100 + 80 . 2 s = 260 m

c) = 100 + 80t 500 = 100 + 80t t = 5s

d) O movimento é progressivo, pois v > 0.

s

s

P.41 É dada a função horária do movimento de um móvel s = 60 – 12t, na qual s é medido em quilômetros e t em horas. Determine:

a) O espaço inicial e a velocidade escalar;

b) O espaço quando t = 3h;

c) O instante em que o móvel passa pela origem dos espaços;

d) Se o movimento é progressivo ou retrógrado.

a) Comparando s = 60 – 12 t ( s em km e t em

a) Comparando s = 60 – 12 t (s em km e t em h) com s = s 0 + vt, vem:

s 0 = 60 km e v = –12 km/h P.45 Duas cidades A e

s 0 = 60 km e v = –12 km/h

P.45 Duas cidades A e B estão separadas pela distância de 300 km, medidos ao longo da estrada que as liga. No mesmo instante, um móvel P passa por A, dirigindo-se a B, e um

b) s = 60 – 12t s = 60 – 12 . 3 s = 24 km

c) s = 60 – 12t 0 = 60 – 12t t = 5h

d) O movimento é retrógrado, pois v < 0.

P.43 Dois móveis percorrem a mesma trajetória e seus espaços estão medidos a partir do marco escolhido na trajetória. Suas funções horárias são:

móvel Q passa por B, dirigindo-se a A. Seus movimentos são uniformes e suas velocidades (em valor absoluto) são iguais a 80 km/h (P) e 70 km/h (Q). Determine:

a) o instante do encontro;

 

s A = 30 – 80t e s B = 10 + 20t Nessas funções, t é o tempo em horas e s A e s B são os espaços em quilômetros. Determine o instante e a posição do encontro.

b) a posição de encontro.

 
   
 

a) s P = 0 + 80t (s P em quilômetros e t em horas)

a) s P = 0 + 80t (s P em quilômetros e t em horas) s

s

Q

=

300 –

70t

(s Q

em quilômetros e t em

 

horas)

 

No encontro, temos:

 

s A = s B 30 – 80t = 10 + 20t ⇒ ⇒ t = 0,2 h (instante de encontro) Substituindo t por 0,2 h em qualquer uma das funções horárias, obtemos a posição de encontro:

No encontro, temos:

No encontro, temos:

s A = 30 – 80 . 0,2 s A = 14 km (posição de encontro) Para confirmar:

s P = s Q 80t = 300 – 70t t = 2h

b) Posição de encontro:

 

s P = 80 . 2 s P = 160 km

 

s B = 10 + 20 . 0,2 s B = 14 km

P.44 Dois móveis P 1 e P 2 caminham na mesma trajetória. Na figura indicamos os sentidos de seus movimentos, bem como suas posições no instante em que se aciona o cronômetro (t = 0). As velocidades de P 1 e P 2 são respectivamente iguais a 20 m/s e 10 m/s (em valor absoluto). Determine o instante e a posição de encontro dos móveis.

iguais a 20 m/s e 10 m/s (em valor absoluto). Determine o instante e a posição

P.46 Dois carros A e B realizam movimentos retilíneos uniformes. A velocidade escalar de A é 15 m/s. Determine a velocidade escalar de B, sabendo que eles colidem no cruzamento

C.

 
de B, sabendo que eles colidem no cruzamento C.   s 1 = 15 + 20t
de B, sabendo que eles colidem no cruzamento C.   s 1 = 15 + 20t

s 1 = 15 + 20t (s 1 em metros e t em segundos) s 2 = 45 – 10t (s 2 em metros e t em segundos) No encontro, temos:

 
1 em metros e t em segundos) s 2 = 45 – 10t (s 2 em
 

s 1 = s 2 15 + 20t = 45 – 10t t = 1s (instante de encontro) Posição de encontro:

v A =

s

A

⇒∆t =

s

A

=

60

⇒ ∆t = 4,0s

t

v

A

15

s

B

v B =

80

4,0 v B = 20 m/s

s 1 = 15 + 20 . 1 s 1 = 35m

v B =

t

P.47 Um carro de 4,0 m de comprimento desloca-se em movimento retilíneo uniforme com velocidade

P.47 Um carro de 4,0 m de comprimento desloca-se em movimento retilíneo uniforme com velocidade escalar v = 15 m/s, aproximando-

 

se

de um cruzamento. Quando o carro está a

150 m do cruzamento, a luz do semáforo passa de vermelha para verde, assim permanecendo por 15s. A largura da rua é de

Calcule o valor máximo de v para que não haja colisão.

26 m. Determine se o carro cruzará totalmente

a

rua com a luz ainda verde.

 
 
 
 
totalmente a rua com a luz ainda verde.       A figura abaixo mostra o
 
 

A

figura abaixo mostra o deslocamento que o

Trem de passageiros: v = 400 t

carro deverá efetuar para cruzar totalmente a rua.

Trem de carga: 10 = 250 t

v = ∆ s ⇒ 15 = 1 8 0 ⇒ ∆ t = 12s

v

=

s

15 = 180

⇒ ∆t = 12s

De t = 25s

Substituindo t por 25s em : v = 400

25

v = 16 m/s

P.49 (Vunesp) Uma caixa de papelão vazia, transportada na carroceria de um caminhão que trafega a 90 km/h num trecho reto de uma estrada, é atravessada por uma bala perdida. A largura da caixa é de 2,00 m e a distância entre as retas perpendiculares às duas laterais perfuradas da caixa e que passam, respectivamente, pelos orifícios de entrada e de saída da bala (ambos na mesma altura) é de 0,20 m.

 

t

t

Logo, o carro consegue cruzar totalmente a rua, pois o sinal permanece verde por 15s.

P.48 (UFRJ) Dois trens, um de carga e outro de passageiros, movem-se nos mesmos trilhos retilíneos, em sentidos opostos, um aproximando-se do outro, ambos com movimentos uniformes. O trem de carga, de 50

m

de comprimento, tem uma velocidade de

m de comprimento, tem uma velocidade de

módulo igual a 10 m/s e o de passageiros, uma velocidade de módulo igual a v. O trem

de

carga deve entrar num desvio para que o

passageiros possa prosseguir viagem nos

mesmos trilhos, como ilustra a figura. No instante focalizado, as distâncias das dianteiras dos trens ao desvio valem 200 m e 300 m, respectivamente.

de

Supondo que

a

direção do disparo é

perpendicular às laterais perfuradas da caixa e

ao deslocamento do caminhão e que o

perpendicular às laterais perfuradas da caixa e ao deslocamento do caminhão e que o Prof. Eduardo
atirador estava parado na estrada, determine a velocidade da bala, suposta constante. Caminhão: v C

atirador estava parado na estrada, determine a velocidade da bala, suposta constante.

Caminhão: v C = 90 km/h = 25 m/s ∆ s C v C =
Caminhão:
v C = 90 km/h = 25 m/s
s C
v C =
⇒ 25 = 0,20
∆t
⇒ ∆t = 0,0080s
∆ t
Bala:
s B
v B =
⇒ v B =
0,0080 2,00 ⇒ v B = 250 m/s
∆ t

P.50 Duas pequenas esferas A e B percorrem uma mesma trajetória retilínea com movimentos uniformes e velocidades escalares 8,0 m/s e 6,0 m/s, respectivamente. No instante t = 0, as esferas estão posicionadas conforme a figura abaixo. Determine em que instantes a distância entre as esferas é de 4,0 m.

em que instantes a distância entre as esferas é de 4,0 m. s A = s
s A = s 0 A + v A . t s A = 0

s A = s 0A + v A . t s A = 0 + 8,0t (SI) s B = s 0B + v B . t s B = 10 + 6,0t (SI)

s B = s 0 B + v B . t s B = 10 +

Possibilidades:

1ª)

s B – s A = 4,0 m 10 + 6,0t – 8,0t = 4,0

t

= 3,0s

2ª)

s A – s B = 4,0 m 8,0t – 10 – 6,0t = 4,0

t = 7,0s

T.51 (UEPB) Em um dado trecho reto e plano de uma rodovia, estão se movendo os carros A, B, C e D, com velocidades e posições indicadas na figura.

B, C e D, com velocidades e posições indicadas na figura. Com base nessas informações, analise

Com base nessas informações, analise as

proposições a seguir e assinale a correta.

a) Para o motorista A (observador em A), o carro B está se aproximando com uma velocidade de 20 km/h.

b) Para o motorista B (observador em B), o carro C está se afastando com uma velocidade de 10 km/h.

c) Para o motorista D (observador em D), o carro C está se afastando com uma velocidade de 100 km/h.

d) Para o motorista C (observador em C), o carro A está se aproximando com uma velocidade de 130 km/h.

Resposta: d a) Errada. O carro B está se aproximando de A com velocidade de

Resposta: d

a) Errada. O carro B está se aproximando de A com velocidade de 150 km/h (80 + 70).

b) Errada. O carro C está se afastando de B com velocidade de 140 km/h (80 + 60).

c) Errada. O carro C está se afastando de D com velocidade de 10 km/h (60 – 50).

d) Certa. Em relação a A, o carro D está se aproximando com velocidade de 20 km/h (70 –

50).

e) Errada. Em relação a C, o carro A está se aproximando com velocidade de 10 km/h (70 –

60).