Você está na página 1de 10
CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA PELOURO DO AMBIENTE COASTWATCH EUROPE 2008 - RELATÓRIO PELOURO DO AMBIENTE
CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA PELOURO DO AMBIENTE COASTWATCH EUROPE 2008 - RELATÓRIO PELOURO DO AMBIENTE

CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA

PELOURO DO AMBIENTE

COASTWATCH EUROPE 2008 - RELATÓRIO

PELOURO DO AMBIENTE COASTWATCH EUROPE 2008 - RELATÓRIO PELOURO DO AMBIENTE – Rua da Liberdade, 2460-501

PELOURO DO AMBIENTE – Rua da Liberdade, 2460-501 Alcobaça TELEFONE: 262 580 800, FAX: 262 580 887

CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA PELOURO DO AMBIENTE INTRODUÇÃO O Pelouro do Ambiente participa activamente na
CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA PELOURO DO AMBIENTE INTRODUÇÃO O Pelouro do Ambiente participa activamente na

CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA

PELOURO DO AMBIENTE

INTRODUÇÃO

O Pelouro do Ambiente participa activamente na Campanha Coastwatch desde o Outono de

2004. Esta participação traduz-se na cedência de transporte a escolas concelhias para o litoral de Alcobaça bem como apoio técnico nas saídas de campo e acções de preparação para as turmas que realizam as saídas. Estas acções não têm sido efectuadas com todas as turmas mas

antes, nas turmas que solicitam a acção.

O interesse na campanha tem sido crescente verificando-se este ano a inscrição de 7 escolas

concelhias. Recentemente, verificou-se a adesão de Eco-escolas (nos dois últimos anos aderiu o Externato Cooperativo da Benedita e este ano, a EB2 Frei António Brandão juntou-se a este Projecto) e, face à obrigatoriedade de trabalho nos temas água e Biodiversidade dá-se primazia às inscrições das Eco-escolas. Este ano lectivo, o Pelouro do Ambiente constitui-se como coordenador regional de Coastwatch.

Assim, compilam-se as inscrições de todas as escolas concelhias, atribuem-se blocos do litoral e faz-

se a gestão de transportes pelos inscritos. As escolas do concelho, EB 2,3 Frei Estêvão Martins e EB

2,3 de Pataias realizam blocos concelhios atribuídos pela Oikos Leiria. A envolvência neste projecto prende-se com a grande interactividade que se estabelece entre os alunos e o seu meio: os alunos contactam “uma outra praia, a praia do Inverno, sem veraneantes e com muitos resíduos”. O Projecto também promove o melhor conhecimento do litoral concelhio:

tem-se verificado que muitos alunos conhecem apenas a praia que frequentam no Verão e nada mais dos 17 km do litoral de Alcobaça. Apresentam-se, nas páginas seguintes, os resultados da campanha 2008-2009.

PELOURO DO AMBIENTE – Rua da Liberdade, 2460-501 Alcobaça TELEFONE: 262 580 800, FAX: 262 580 887

1

CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA PELOURO DO AMBIENTE RESULTADOS CAMPANHA 2008 -2009 Na tabela seguinte, resume-se
CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA PELOURO DO AMBIENTE RESULTADOS CAMPANHA 2008 -2009 Na tabela seguinte, resume-se

CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA

PELOURO DO AMBIENTE

RESULTADOS CAMPANHA 2008 -2009

Na tabela seguinte, resume-se a participação concelhia no Projecto em 2008

Tabela 1: Informação sobre as escolas participantes.

     

Núme

     

Escola

participante

Bloco/unidade

Praia

monitorizada

ro

aluno

de

Número

de

Data

saída

da

de

Informação

geral

s

docentes

campo

         

20-Out-08

 

Externato

Cooperativo

da Benedita

5/ 1-10

Salgado

71

5

22-Out-08

23-Out-08

12-Nov-08

EB2,3

Frei

         

Estêvão

(OIKOS) *

S.Gião

21

3

5-Nov-08

Martins

País 12

           

EB2

Frei

 

António

6/8-9

São Martinho do Porto

25

2

5-Nov-08

NUT 16 B

Brandão

EB2,3 S.M.P

6/3-5

São Martinho do Porto- Gralha

22

2

17-Jan-09

   

Paredes

da

     

E.S.D.I.C.A

1/6-10

Vitória-Polvoeira

10

1

16-Dez-08

EB2,3

Pataias*

   

Água

de

       

de

(OIKOS) *

Madeiros

Polvoeira

a

20

2

3-Nov-08

 

Total de participantes: 184 pessoas

 

* houve apenas cedência de autocarro – os dados foram entregues à Oikos –Leiria.

Na tabela seguinte, discrimina-se as disciplinas envolvidas e o número de docentes.

Tabela 2: Informação sobre as disciplinas e docentes envolvidos.

Nº de docentes

Disciplinas envolvidas

2

Geografia

1

Educação Visual

1

Educação Física

4

Biologia e Geologia

6

Ciências da Natureza

1

Inglês

PELOURO DO AMBIENTE – Rua da Liberdade, 2460-501 Alcobaça TELEFONE: 262 580 800, FAX: 262 580 887

2

CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA PELOURO DO AMBIENTE A – INFORMAÇÃO SOBRE O LOCAL E SOBRE
CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA PELOURO DO AMBIENTE A – INFORMAÇÃO SOBRE O LOCAL E SOBRE

CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA

PELOURO DO AMBIENTE

A – INFORMAÇÃO SOBRE O LOCAL E SOBRE O QUEM PREENCHE O QUESTIONÁRIO

De uma forma geral os alunos conhecem os lugares visitados de forma regular no entanto, 3 turmas visitaram as praias monitorizadas pela primeira vez.

As unidades monitorizadas não têm qualquer designação especial, sendo a maior parte das unidades Zonas Balneares oficialmente conhecidas; esta informação é do desconhecimento (ou ausência de resposta) de mais de metade dos participantes.

Das 20 unidades monitorizadas 12 têm acesso a pé. As excepções são a unidade 5 da Praia da Gralha, as unidades 2-7 e 9-10 da Praia do Salgado e a unidade 9 das Paredes. Estas unidades têm acesso a partir das unidades periféricas.

B – ANÁLISE GERAL DA UNIDADE Das 20 unidades monitorizadas poderão considerar-se zona rochosa a unidade 10 do Salgado, 9 de Paredes com arribas de altura média. As unidades 3, 6 e 7 da praia da Gralha são rochosas, com arriba abrupta. Portanto, 15 unidades monitorizadas são não rochosas.

Nos areais, predominam as areias finas e médias à excepção da praia do Salgado e Gralha onde as areias são mais grosseiras. De uma forma geral, o grau de rolamento das areias é elevado (Grau

1).

Foto 1: Praia da Gralha, unidade 5 (FOTO DE Sofia Quaresma)

Relativamente ao tipo de formação, grande parte das unidades correspondem a praias com dunas vegetadas. As excepções são a unidade 8 da praia de S. Martinho do Porto, as unidades 7, 8 e 9 de Paredes da Vitória (infestação com Acacia longifolia) e as unidades 9 e 10 do Salgado (areal muito estreito, elevada proximidade à arriba). A unidade 3 da praia da Gralha é uma arriba abrupta,> 20 m.

PELOURO DO AMBIENTE – Rua da Liberdade, 2460-501 Alcobaça TELEFONE: 262 580 800, FAX: 262 580 887

3

CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA PELOURO DO AMBIENTE A costa encontra-se muito artificializada na unidade 10
CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA PELOURO DO AMBIENTE A costa encontra-se muito artificializada na unidade 10

CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA

PELOURO DO AMBIENTE

A costa encontra-se muito artificializada na unidade 10 de Paredes e nas unidades 8 e 9 de São

Martinho do Porto. A unidade 9 Salgado encontra-se pouco artificializada. De uma forma geral esta

zona da costa portuguesa é natural.

O solo encontra-se coberto por campos agrícolas na unidade 10 de Paredes (vale da Ribeira das

Paredes ainda agricultado). Toda a praia de Salgado, Gralha e Polvoeira apresenta uma cobertura

de matos nas arribas envolventes. Na praia das Paredes existe, na envolvente, floresta de pinheiro-

bravo. Em S. Martinho, a cobertura do solo (até 500m de A) na unidade 9 são culturas

agrícolas/dunas e a unidade 8 é ocupada pela vila.

Drenagem natural de linhas de água existem em Paredes da Vitória e em S. Martinho do Porto, Foz

da ribeira das Paredes, < 2m de entrada, e foz do Rio Tornada, > 5m respectivamente. É assinalado

despejo de lixo na linha de água das Paredes (proveniente do vale). Foi referida uma surgência

com < 2m de entrada , sem nitratos detectados, Praia da Gralha.

C – ZONA SUPRATIDAL

A zona supratidal é praticamente inexistente nas unidades 3, 6 e 7 da praia da Gralha e na

unidade 6 de Paredes. As unidades 7 e 8 de Paredes apresentam 1-5 m. De resto, a zona supra-tidal

das unidades visitadas apresenta largura entre 5-50m.

A zona lodosa não está representada no litoral do concelho.

Nas zonas rochosas existe Crypthum maritimum nas unidades 10 do Salgado e 3 da Praia da Gralha.

Grande parte desta zona do litoral são dunas com vegetação onde as 4 espécies nomeadas no

questionário ainda estão bem representadas. Na praia da Gralha, existe uma população

significativa de Othantus maritimus. As camarinhas encontram-se mais a Norte (Paredes).

Foto 2: Baía de S. Martinho do Porto, limite entre as duas unidades 8 e 9 com fim da zona dunar bem marcado apresentando-se a unidade 8 muito artificializada (foto de Sofia Quaresma)

D – ZONA INTERDITAL

A zona interdital é apresenta-se inferior a 5m nas unidades 10,9, 8 da praia do Salgado e unidade 9

da Praia das Paredes. Nas restantes unidades monitorizadas, a zona intertidal apresenta-se com 5-

50 m de largura. Estes dados apontam para erosão!

PELOURO DO AMBIENTE – Rua da Liberdade, 2460-501 Alcobaça TELEFONE: 262 580 800, FAX: 262 580 887

4

CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA PELOURO DO AMBIENTE A zona lodosa não está representada nas unidades
CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA PELOURO DO AMBIENTE A zona lodosa não está representada nas unidades

CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA

PELOURO DO AMBIENTE

A zona lodosa não está representada nas unidades monitorizadas Nas zonas rochosas concelhias encontram-se representantes de Fucus spp., existe Codium tomentosum e Ulva spp. e, evidencia dessas espécies são os resíduos destas algas na linha de maré de muitos dos areais monitorizados. As algas vermelhas (Corallina spp) são muito comuns na linha de maré da baía de S. Martinho do Porto.

Foto 3: Linha de maré na baía de S. Martinho, foto da escola Frei António Brandão.

Também foram referidos resíduos de conchas em quase todas as praias visitadas. Os principais representantes da fauna da zona intertidal Mytilus galloprovincialis, Patella spp., alguns caranguejos, cracas e ouriços, são muito comuns na unidade 9 e 10 do Salgado (zona rochosa). Foi indicada uma alforreca na praia da gralha.

Foi encontrado 1 rato na baía de S. Martinho do Porto (associação com Foz do Rio Tornada). Relativamente aos golfinhos, os participantes encontraram um cetáceo em estado de decomposição avançado na unidade 9 da praia das Paredes e um outro na praia da Polvoeira; estes animais pertenciam ao género Delphinus spp.

Foto 4: Carcaças de cetáceos encontradas pelos alunos.

Quanto às aves encontradas nas unidades, nenhuma apresentou contacto com petróleo ou derivados. A maioria das aves encontradas estavam vivas: foi identificada uma colónia de gaivotas nas Paredes, unidade 10- foz da ribeira das Paredes. Ainda nesta praia foram referidos os outros dois intervalos, 1-10 e 11-50 para várias unidades. Paredes da Vitória é a praia que apresenta mais aves (colónia local de gaivotas). No Salgado, unidade 10 surgiram entre 11-50 aves vivas. A Gralha, unidades 3, 4, e 5 apresenta poucas aves (1-10 aves).

Relativamente às aves mortas, foram registadas (de 1-10 indivíduos) nas unidades 8 e 9 da praia de S. M. Porto (gansos-patola) e na unidade 6 da Praia das Paredes (gaivotas).

PELOURO DO AMBIENTE – Rua da Liberdade, 2460-501 Alcobaça TELEFONE: 262 580 800, FAX: 262 580 887

5

CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA PELOURO DO AMBIENTE Figura 1: Fotos da escola Frei António Brandão,
CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA PELOURO DO AMBIENTE Figura 1: Fotos da escola Frei António Brandão,

CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA

PELOURO DO AMBIENTE

Figura 1: Fotos da escola Frei António Brandão, e de Pataias –aves mortas

E – RESÍDUOS E POLUIÇÃO NAS VÁRIAS ZONAS DA COSTA Foram registados lixo doméstico em sacos ou amontoado em 8 unidades monitorizadas (unidades 8

e 9 da praia de S.M.P, as unidades 1, 3 e 4 da praia do Salgado e as unidades 6, 9 e 10 da praia

das Paredes). Foram identificados resíduos de construção em S. Martinho do Porto e Salgado. Foram encontrados monos nas unidades 1 e 3 do Salgado. Foram reportadas redes de várias dimensões na Praia das Paredes e Polvoeira; estes resíduos

aprisionavam lixo doméstico.

Figura 2: Foto da E.S.D.I.C.A. – lixo doméstico e artes de pesca.

Relativamente à categoria embalagens de bebida, a praia que apresentou maior quantidade foi

a praia do Salgado, seguida da praia das Paredes. A praia de S.M.P foi a praia que apresentou

menos embalagens de bebida. Relativamente às outras categorias de resíduos, dada a sua diversidade e quantidade, sistematiza- se a informação na tabela seguinte.

Tabela 3: Informação sobre resíduos (excepto embalagens de bebidas)

Resíduos (excepto embalagens de bebidas)

Resíduos encontrados nas unidades monitorizadas

Pneus

Entre 0-5 pneus em 11 unidades monitorizadas

Sacos de plástico

 

Entre 6-50 sacos encontrados em 13 unidades, 51-100 sacos em 4 unidades e mais de 100 sacos na unidade 3 do Salgado.

Aparelhos de pesca

 

Mais de 100 unidades em 7 unidades monitorizadas, 51-100 aparelhos de pesca em 6 unidades e de 6-50 em 5 unidades

Material médico e sanitário

0-5 em 8 unidades

Recipientes

com

substâncias

 

potencialmente perigosas

0-5 recipientes em 10 unidades

Têxteis

6-50 em 9 unidades e 0-5 em 6 unidades

Papel, madeira, cartão

 

mais que 100 em 6 unidades, de 51-100em 5 unidades e 6-50

PELOURO DO AMBIENTE – Rua da Liberdade, 2460-501 Alcobaça TELEFONE: 262 580 800, FAX: 262 580 887

6

CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA PELOURO DO AMBIENTE   em 4 unidades Vidros 0-5 em 10
CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA PELOURO DO AMBIENTE   em 4 unidades Vidros 0-5 em 10

CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA

PELOURO DO AMBIENTE

 

em 4 unidades

Vidros

0-5 em 10 unidades e 6-50 em 4 unidades

Latas

0-5 em 7 unidades, 6-50 latas em 5 unidades

Outros resíduos não quantificáveis

Esferovite referida em 16 das 20 unidades monitorizadas. Beatas encontradas em 5 unidades e alcatrão em 7 unidades

Fezes

Referenciadas em 3 unidades

Da tabela anterior destacamos 3 categorias de resíduos muito representadas no litoral concelhio:

Sacos de plástico,

aparelhos de pesca

papel, madeira e cartão

Destaca-se ainda a enorme presença de latas em Paredes e Salgado e a esferovite também está presente em quase todo o litoral monitorizado. A praia do Salgado é a praia que apresenta mais resíduos.

A aparência das unidades monitorizadas, mantém-se em 8 unidades (nomeadamente nas unidades 8 e 9 de S.M.P, na unidade 4, 8 e 9 do Salgado, nas unidades 8 e 9 das Paredes e na unidade 3 da Gralha).

Nas unidades 6, 7 e 10 das Paredes houve modificações na aparência devido a condições meteorológicas bem como nas unidades 4 e 5 da Praia da Gralha- zonas fortemente erosionadas pelo alargamento do limite supra-tidal no Inverno.

F – PERCEPÇÃO DE RISCOS Na unidade 9 da praia de S.M.P não foi percepcionado qualquer risco – cordão dunar bem estabelecido e de grande largura. Foi percepcionado risco,

de degradação ambiental unidade 4 da praia do Salgado - risco de erosão costeira e muita quantidade de resíduos acumulados na praia.

de degradação ambiental na unidade 10 da praia das Paredes com presença de infestantes nas unidades 1-10, de Paredes a Polvoeira.

PELOURO DO AMBIENTE – Rua da Liberdade, 2460-501 Alcobaça TELEFONE: 262 580 800, FAX: 262 580 887

7

CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA PELOURO DO AMBIENTE • De erosão costeira nas unidades 3, 4
CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA PELOURO DO AMBIENTE • De erosão costeira nas unidades 3, 4

CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA

PELOURO DO AMBIENTE

De erosão costeira nas unidades 3, 4 e 5 da praia da Gralha e unidades 8 e 9 da Praia das Paredes (zonas com areais estreitos ou inexistentes).

das Paredes (zonas com areais estreitos ou inexistentes). Figura 5: Aspecto da arriba entre Polvoeira e

Figura 5: Aspecto da arriba entre Polvoeira e Paredes: infestação por Acacia longifolia.

G – OBSERVAÇÕES Sem registos.

Conclusão

A principal conclusão que se retirou dos dados recebidos no Pelouro foi a de algum desconhecimento do litoral local; confunde-se por exemplo praia arenosa com zona rochosa, é referido encontro de um airo e denota-se fraco conhecimento de algumas espécies vegetais. Este diagnóstico remete para uma melhor preparação da campanha. O dia do Mar, este ano comemorado, parece ser um momento oportuno, pela data 16 de Novembro (bastante coincidente com a campanha) e pela temática (litoral): assim, em Novembro próximo, poderá insistir-se na preparação dos alunos e professores. Parece, também ser, um bom momento para apresentar resultados de campanhas anteriores. Dada a tipologia dos dados dos questionários, a presença de professores de Biologia, Ciências Naturais e também de Geografia parece-nos muito importante para o acompanhamento das campanhas/resultados. Dos dados apresentados continuam a destacar-se imensos resíduos de várias tipologias. O surgimento de animais mortos também é de referir, não devido às quantidades mas tipologias; apareceram golfinhos, gansos-patolas, gaivotas e caranguejos. Esta informação remete para a sensibilidade de vários organismos marinhos ao que se passa no oceano. A presença de uma

PELOURO DO AMBIENTE – Rua da Liberdade, 2460-501 Alcobaça TELEFONE: 262 580 800, FAX: 262 580 887

8

CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA PELOURO DO AMBIENTE grande colónia de gaivotas em Paredes da Vitória,
CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA PELOURO DO AMBIENTE grande colónia de gaivotas em Paredes da Vitória,

CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA

PELOURO DO AMBIENTE

grande colónia de gaivotas em Paredes da Vitória, de muitas conchas de lapas, mexilhões e algumas cracas em algumas unidades são, por outro lado, bons bio-indicadores do ecossistema litoral. Nesta faixa do litoral destaca-se por um lado, uma grande infestação por acácias (entre Paredes a Água de Madeiros) mas, por outro lado, existe, na praia da Polvoeira uma população de Corema album, um endemismo ibérico. Esta faixa do litoral é, por assim dizer, bastante heterogénea, com endemismos e exóticas, com animais vivos e saudáveis mas também com muitos resíduos e cadáveres de várias espécies: parece-nos um bom exemplo da capacidade de adaptação dos seres vivos ao impacto da espécie humana no litoral/oceanos. A percepção desta realidade pelos alunos, de várias faixas etárias, parece-nos ser , por demais importante, para que cresçam com esta consciência ambiental e possam intervir positivamente no litoral do concelho onde residem.

PELOURO DO AMBIENTE – Rua da Liberdade, 2460-501 Alcobaça TELEFONE: 262 580 800, FAX: 262 580 887

9