Você está na página 1de 14

ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SÃO ROQUE

Relatório

Elaborado pelos sócios do Clube de Ciências - 2008 / 2009


A Câmara Municipal do Funchal pelo quarto ano consecutivo pediu a
colaboração da nossa Escola, através do Clube de Ciências, para o Projecto
Coastwatch. Este projecto é de âmbito europeu e consiste na caracterização
ambiental da faixa costeira, ocorrendo em simultâneo nos diferentes países
durante os meses de Outubro/Novembro/Dezembro, período pós balnear.
Tem como principais objectivos sensibilizar a população em geral,
instituições e escolas para a problemática da degradação da faixa litoral e
dos oceanos e simultaneamente melhorar o conhecimento da situação
ambiental do litoral português através do levantamento de dados
ambientais.
Após contacto telefónico com uma das pessoas responsáveis pela
implementação deste projecto foi-nos enviado para a escola alguma
documentação: questionários, tabela de marés, mapas da área a ser
analisada e fitas para a realização da análise química da água do mar a ser
recolhida.
Posteriormente foram marcadas várias datas para possíveis visitas, pois
estas dependem da análise da tabela das marés, da disponibilidade das
professoras do Clube de Ciências bem como dos sócios do mesmo.
As coordenadoras, juntamente com os sócios do clube, procederam à
preparação da visita de estudo, da qual constou o aconselhamento do
vestuário apropriado, o material a levar e a análise pormenorizada dos
questionários. Ficou decidido nestas reuniões que um só elemento tiraria
notas (com a colaboração dos outros), em folhas brancas onde inicialmente
só constava a identificação da unidade a ser analisada. Tomámos esta
decisão tendo em conta que a visita realizar-se-ia num bote pois a maior
parte da área que estávamos responsáveis por analisar não tinha acesso por
terra e seria complicado para os vários elementos estarem a observar e a
preencher os inquéritos em simultâneo.
A visita realizou-se no dia 15 de Dezembro, dia em que as condições
meteorológicas estavam óptimas.
Saída de bote

No dia 15 de Dezembro de 2008 realizou-se a actividade do Projecto


Coastwatch.
O bote (fig.1) deste ano era pequeno, mas permitiu-nos deslocar até perto
das rochas para observar a fauna e flora com alguma nitidez.

Fig. 1

Como tinha sido combinado nas reuniões de clube de preparação para


esta viagem, um dos membros do clube tomou nota do que era observado
pelos restantes (Fig.2) e com a ajuda de um elemento da Divisão de
Educação da Câmara Municipal do Funchal – Sr. Alexandre Fernandes
(Fig.3), demarcámos o princípio e fim de cada unidade.

Fig. 2
Fig. 3

A nossa área apresentava 10 unidades sendo a primeira junto ao Mirador


do Molhe da Pontinha e a última, a décima Doca do Cavacas - Praia
Formosa, como podemos ver no mapa que vai em anexo.

A figura seguinte pertence à unidade 1 – Mirador do Molhe onde


observámos as águas límpidas sem qualquer lixo e nas rochas muitos
caranguejos, ouriços-do-mar, cracas, lapas, gaivotas, algas verdes e
vermelhas.

Fig. 4
Nesta primeira unidade existe uma entrada - Ribeiro Seco (Fig 5) por
isso procedemos a recolha de água junto à saída. A análise feita aos nitratos
desta água deu negativa.

Fig. 5

Na unidade 2 – Cliff Bay, voltamos a encontrar muitos seres vivos como


podemos ver na figura 6.

Fig. 6 Visualização de um caranguejo

Encontramos um objecto de plástico em cima da rocha.


Observamos uma escorrência natural figura 7.

Fig. 7

Na unidade seguinte a 3 Clube de Turismo os sócios tiveram a tarefa de


contagem de muitos caranguejos. Também observaram na zona interdital
muitos exemplares de algas verdes e vermelhas e alguns ouriços-do-mar
figura 8.

Fig. 8
Junto às piscinas do Lido unidade 4 – Lido, embora seja uma zona
balnear muito frequentada não foi encontrado qualquer vestígio de lixo no
mar e nas rochas como vemos na figura 9.

Fig. 9

Observamos a saída do excesso da água da piscina, figura 10.

Fig.10
- Na Praia do Gorgulho observámos uma entrada - Ribeiro - como nos
mostra a figura 11.
Efectuamos a recolha de água do mar junto à mesma e após a análise aos
nitratos o resultado foi negativo.

Fig.11
Unidade 5- Cais do Carvão zona onde pescadores amadores passam o seu
tempo livre figura 12. Nesta zona visualizamos também caranguejos figura
13.

Fig.12 Fig.13
A figura seguinte mostra-nos o complexo balnear do Clube Naval situado
na unidade 6 – Clube Naval onde não encontrámos qualquer tipo de
poluição.

Fig. 14

Como podemos observar na figura 15 temos duas gaivotas no seu habitat


na unidade 7 - Ponta Gorda.

Fig. 15 Fig. 16

A figura 16 mostra-nos a zona balneária da Ponta Gorda e pudemos


observar as águas límpidas e as rochas limpas e com algas, cracas e
caranguejos.
Na unidade 8 – Estátua de Gonçalves Zarco observámos várias saídas de
esgoto inactivas (Fig. 17)

Fig.17

Nesta unidade 8 observamos de perto a zona intertidal que continha algas


verdes, cracas e caranguejos como podemos ver na figura (Fig.18).

Fig.18
Na unidade 9 – Ponta da Cruz tivemos o prazer de observar uma gruta, a
água límpida e nas rochas algas verdes, lapas e cracas como nos mostra as
figuras (19 e 20).

Fig. 19 Fig. 20

Nesta unidade Ponta da Cruz observamos uma escorrência (figura 21).


Foi efectuada recolha da água do mar nesta zona e após análise aos nitratos
a mesma deu negativa.

Fig.21
Na última unidade a 10 - Docas do Cavacas voltamos a observar na zona
interdital imensas espécies como algas verdes e vermelhas, cracas, lapas e
pombos da rocha. Figura 22. Na figura 23 observamos a Praia Formosa
limpa tanto no calhau como no mar.

Fig. 22 Fig. 23

Após o desembarque os sócios do clube aproveitaram para clarificar


algumas dúvidas com o senhor Alexandre Fernandes. Figura 24.

Fig. 24
Dias depois, na hora de Clube de Ciências, os sócios do clube juntamente
com as coordenadoras procederam ao preenchimento definitivo dos
inquéritos com base nos registos efectuados durante a viagem.

Fig. 24

Embora a área observada seja essencialmente hoteleira e balneária é de


salientar a qualidade da água e a quase inexistência de lixo.
ANENOS