Você está na página 1de 2

1-Por que os problemas econômicos fundamentais (o que, como, quanto e para quem produzir) originam- se da escassez de recursos produtivos?

Porque caso não houvesse escassez de recursos não teria razão para pensar em que, quanto, como e para quem produzir já que todas as pessoas do planeta teriam acesso a todos os recursos disponíveis dado que os recursos seriam ilimitados e por isso todos os produtos poderiam ser produzidos em unidadesilimitadas.

Um detalhe importante é que se não há escassez de recursos os produtos não teriam valor monetário algum pois a curva de oferta seria ilimitada e por isso a demanda cruzaria com ela quando o preço fosse zero.

2-Quais as principais diferenças em uma economia de mercado e em uma economia centralizada?

Chamamos Economia de Mercado a lago que, em diferentes interpretações teóricas, tem sido designado por capitalismo. Ou seja, é caracterizado pelo funcionamento de um sistema econômico, baseado na propriedade privada dos meios de produção, na livre concorrência, na liberdade de exercício de uma atividade econômica e no equilíbrio dos mercados através das leis da oferta e da demanda ( procura).

Por uma Economia Centralizada ou de Direção Central, entende-se a denominação dada às economias comunistas, por oposição à descentralização que caracteriza as economias capitalistas ou de mercado.

Distingue-se pela propriedade estatal dos meios de produção e pela planificação centralizada da economia nacional.

O Estado,por meio de órgãos especializados, administra a produção em geral, determinando seus meios,

objetivos e prazos de concretização; organiza os processos e métodos de emprego dos fatores de produção; controla de forma rígida os custos e preços dos produtos; controla ainda os mecanismos da distribuição e dimensiona o consumo. Isto tudo através de um Planejamento muito rigoroso, com objetivos muito bem definidos que eram, periodicamente avaliados. Com a queda dos países de leste,

praticamente desapareceram as economias de Direção Central, subsistindo hoje a China e a Coreia do Norte, se bem que a China funcionando com os dois sistemas, seja um caso mais particular.

A principal critica que se faz a uma economia centralizada é ao fato de coartar a iniciativa e a liberdade

criadora do indivíduo, sujeitando este a uma massificação imposto pelas elites autoritárias do regime

comunista.

3-Explique o que vem a ser análise positiva e análise normativa?

Análise positiva - interpreta a economia como ela é realmente, sendo, assim, descritiva. O economista comporta-se como um cientista.

Análise normativa - interpreta a economia como ela deveria ser, sendo, assim, prescritiva.

O economista é um político.

Exemplo. Duas economistas, Maria e Ana

Maria: - Leis que obrigam o pagamento de salário mínimo podem causar desemprego. (afirmação de economia positiva) Ana: - O governo deveria aumentar o salário mínimo. (afirmação de economia normativa)

4-Explique o Fluxo Circular de Renda: fluxo real e fluxo monetário?

O sistema econômico funciona da seguinte maneira: As famílias fornecem seus recursos (mão de obra)

às empresas e as empresas produzem e fornecem às famílias os bens e serviços de que necessitam. Chamamos isto de fluxo real.

Com o auxílio do dinheiro (moeda), as empresas pagam às famílias pelo serviço realizado e, por sua vez, as famílias, também com o auxilio do dinheiro, pagam às empresas os bens e serviços adquiridos, o que configura o fluxo monetário.

O fluxo real e o monetário interligam as famílias e as empresas, que são o que chamamos de agentes

econômicos.

Do lado do fluxo real estão o emprego dos recursos e o suprimento de bens e serviços necessários. Do lado monetário se dá a remuneração dos fatores de produção e o pagamento dos bens e serviços adquiridos. Mas ainda existe mais um agente econômico que não mencionamos, mas deve ser incluído: o governo.

5-O que mostra a Fronteira de Possibilidade de Produção?

A Fronteira de Possibilidades de Produção representa as quantidades máximas de produção que podem

ser obtidas por uma economia dadas as tecnologias de produção existentes e as quantidades de fatores de produção disponíveis nessa economia. A Fronteira de Possibilidades de Produção representa assim uma lista de combinações de escolha possível de bens numa determinada economia. A existência desta fronteira implica que quanto mais recursos utilizarmos na produção de determinado bem, menos recursos

podem ser utilizados na produção de um outro.

6-Explique o formato da Fronteira de Possibilidade de Produção?

A Fronteira de Possibilidades de Produção pode ser representada de uma forma simplificada num gráfico

bidimensional em que em cada eixo é colocado um determinado bem. Neste gráfico, a Fronteira de Possibilidades de Produção é representada por uma curva que une os eixos representando as quantidades máximas que é possível produzir de cada bem tendo em conta a quantidade produzida do outro; quando se está sobre esta fronteira, diz-se que a economia está numa situação de eficiência produtiva. Os pontos no exterior dessa curva representam combinações de produção impraticáveis ou impossíveis de atingir. Ao invés, os pontos no interior da curva indicam que a economia não está a produzir eficientemente (o que pode acontecer, por exemplo, em períodos de desemprego elevado durante as flutuações cíclicas da economia).