Você está na página 1de 3

Nome do curso: OAB Data da aula: 09.04.2011 Nome do professor: Alysson Disciplina: Ética e Estatuto da OAB

PROCESSO DISCIPLINAR

Disciplina: Ética e Estatuto da OAB PROCESSO DISCIPLINAR 1. Natureza Jurídica: é processo administrativo, ou seja,

1. Natureza Jurídica: é processo administrativo, ou seja, o processo na OAB é um processo simplificado e

que possui formalismo moderado.

2. Dispositivos aplicáveis:

- Código de Ética e Disciplina

- Estatuto da Advocacia (EAOAB) – Lei 8.906/1994

OBS.: se o enunciado da questão falar sobre “infração” de forma subsidiária, aplicaremos o CÓDIGO PENAL. Caso o enunciado nada falar, aplicaremos o primeiramente o Processo Administrativo e posteriormente o Código Processo Civil.

3. Prazos:

15 dias
15
dias

para a manifestação de interessados no processo na OAB em quaisquer atos.

15 minutos para defesa oral

15 dias para a defesa prévia, entretanto este prazo pode ser prorrogado a critério do Relator que conduz.

4. Representação do Advogado:

A representação de ofício por:

I.

Conselho Seccional; Subseção;

II.

Tribunal de Ética e Disciplina (TED, sempre que ele souber de alguma infração);

III.

Qualquer interessado (sendo vedado o anonimato)

5. Sigilo: o procedimento na OAB é sigiloso. Só terá acesso às informações: as partes, seus defensores e a autoridade judicial.

6. Testemunhas: podem-se arrolar testemunhas em procedimento disciplinar em até o número de

(cinco).
(cinco).
05
05

O

advogado representado irá juntar o rol de testemunhas na sua defesa prévia.

O

interessado (representante) irá juntar o rol na sua peça de representação.

Atualmente, pode-se requerer que a testemunha seja intimada pessoalmente a comparecer. Caso não compareça, pode-se pedir a substituição no dia da audiência.

7. Defensor Dativo: ocorrerá em duas hipóteses:

a) quando o advogado representado não for encontrado. b) quando o advogado foi encontrado, mas ficou caracterizada a sua revelia (ou seja, ele não apresentou sua defesa prévia).

8. Competência para o procedimento disciplinar: é do local da infração, ou seja, do Conselho Seccional

do local da infração (REGRA GERAL).

Excepcionalmente, o Conselho Federal será o órgão competente para processar e julgar em 3 (três) hipóteses:

I.

Quando for o local da infração (ou seja, quando a infração for pratica perante o Conselho

Federal);

II.

Quando o representado for um membro do Conselho Federal;

III. Quando o representado for presidente de algum Conselho Seccional.

9. Revisão do Processo Disciplinar:

9. Revisão do Processo Disciplinar: Revisão NÃO é recurso, pois tem natureza de ação exclusiva. Revisão

Revisão NÃO é recurso, pois tem natureza de ação exclusiva.

Revisão é a revisão de uma decisão transitada em julgado.

Decisão transitada em julgado pode ser revista em 2 (duas) hipóteses:

a) erro de julgamento; b) condenação com base em falsa prova.

A condenação com base em falsa prova para inscrição (requisitos do art. 8º do EAOAB).

Todo o processo correu normalmente, sendo que houve condenação ao advogado em que houve a imposição de sanção disciplinar.

INFRAÇÕES (art. 34 do EAOAB) E SANÇÕES DISCIPLINARES:

O art. 34 possui vinte nove incisos, daí ao estudarmos as sanções disciplinares abordaremos as infrações.

Espécies de sanções:

 

-

censura (é a sanção mais leves, para infrações menos graves);

 

-

suspensão (envolve $);

 

-

exclusão (é a sanção mais grave);

 

-

multa (está relacionada com circunstâncias agravantes).

 
   

Forma

 

Publicação

Registro

no

Substituição por:

 

assentamento

CENSURA

   

Escrita

 

NÃO

SIM (registro no prontuário do adv.).

Advertência (art. 40 do EAOAB)

   

diante

de

O

adv. deixou de

circunstâncias atenuantes. Feita de forma ORAL e não registrada no assentamento do inscrito.

ser primário.

 

$USPENSÃO

   

O

adv.

permanecerá

 

SIM (pois

a

SIM

(deixando

 

(impede

 

o

suspenso até que preste

OAB

entende

de

ser primário)

exercício

da

contas

á

OAB e

ao

seu

que precisam saber que aquele adv. está suspenso)

todos

 

advocacia

por

cliente.

 

30

dias

a

12

 

meses)

 

EXCLUSÃO

   

Sendo necessário 2/3 dos membros para a aplicação por ser a sanção mais GRAVE

 

SIM

SIM

(deixando

 
 

de

ser primário)

MULTA

   

será

aplicada

de

     

Vai

de

1

a

10

forma

CUMULATIVA

 

anuidades (cada

(ou

seja,

NUNCA

de

Estado

 

da

forma

isolada)

 

com

Federação

tem

censura

 

ou

com

competência para dar valor a

suspensão.

NÃO

TEM

 

MULTA

 

COM

sua anuidade) EXCLUSÃO OBS.: diferença entre censura e advertência. É que a censura não é

sua anuidade)

EXCLUSÃO

sua anuidade) EXCLUSÃO
sua anuidade) EXCLUSÃO
sua anuidade) EXCLUSÃO
sua anuidade) EXCLUSÃO

OBS.: diferença entre censura e advertência. É que a censura não é publicada, a advertência também não é. A censura é escrita, enquanto que a advertência é ORAL e não será registrada no assentamento do inscrito. Tanto a censura quanto a advertência, quando o adv. for primário, podem ser substituídas por um

quando o adv. for primário, podem ser substituídas por um curso de ética dentro de 120

curso de ética dentro de 120 dias. (o curso NÃO tem a duração de 120 dias).

OBS.: Princípio do Sigilo Profissional – a violação de sigilo profissional SEM justa causa enseja a aplicação da sanção de CENSURA.

Dica: Código de Ética e Disciplina (CED) – o examinador dirá “o adv. violou o
Dica: Código de Ética e Disciplina (CED) – o examinador dirá “o adv. violou o

Dica: Código de Ética e Disciplina (CED) – o examinador dirá “o adv. violou o art. 17 do CED,

– o examinador dirá “o adv. violou o art. 17 do CED, qual será a punição?”.

qual será a punição?”. Quando se violar normas do CED aplica-se a sanção de ADVERTÊNCIA.

qual será a punição?”. Quando se violar normas do CED aplica-se a sanção de ADVERTÊNCIA.

A suspensão ocorre quando o adv. deixar de prestar contas à OAB ou ao seu cliente de quantias recebidas. O adv. permanecerá suspenso enquanto não prestar contas à OAB ou ao seu cliente.

 

Dica:

qualquer

infração

encontrada

no

exame

da

OAB

relacionada

a

DINHEIRO

($)

a

punição/sanção será a de suspensão.

 

Hipóteses de cabimento de suspensão:

1. A suspensão será aplicada quando ocorrer à retenção de autos do processo de forma abusiva. Para que fique caracterizada a retenção abusiva é necessária a NOTIFICAÇÃO.

2. Diante da reincidência em infração será aplicada a sanção de suspensão.

3. O adv. será suspenso diante de erros reiterados. “Erros reiterados” é a ÚNICAS hipóteses que o adv. será suspenso até que preste e seja aprovado em novo exame da OAB.

4. Prática de conduta incompatível com advocacia de forma habitual. Ex.: embriaguez habitual; toxicomania; incontinência pública escandalosa ECT.

Hipóteses de exclusão:

a. Diante da 3ª suspensão;

b. Diante de condenação com base em falsa prova para inscrição na OAB (ex.: falsificação da certidão de conclusão de curso de direito);

(não é necessário que haja o processo pelo crime e nem o trânsito em

c. Diante da

prática
prática

julgado da sentença condenatória) de um crime infamante;

d. Quando o adv. perder sua idoneidade moral (ou seja, diante da inidoneidade moral). Ex: adv. que trai a confiança do cliente – patrocínio infiel; adv. que faz trabalhos (monografia) de conclusão de curso para formandos de direito

ª§º