Você está na página 1de 1

Araguaína, 12 de maio de 2009.

Atividade de Psicologia do Desenvolvimento

Hereditariedade

A hereditariedade, ou herança biológica, é o fator que define a diferença entre as


espécies. Carrega consigo uma vasta gama de informações biológicas que auxiliam no
desenvolvimento/aprendizado de algumas estruturas mentais. Contudo, a inteligência não
a herdamos. Como foi dito, trazemos conosco apenas um organismo herdado que,
conforme ocorre o seu desenvolvimento, nos ajuda a interagir com o ambiente resultando
em determinadas estruturas cognitivas, as quais trabalharão de forma semelhante por toda
a vida.
O ambiente, tanto físico como social, tem fundamental importância no
desenvolvimento do comportamento humano. Através dele o individuo mantém relações
com o seu meio externo, que oferecerá estímulos e ocasiões que exigem um processo de
aprendizado para habituação.
A inteligência, em seu desenvolvimento, sofre contínua interferência pelo ambiente,
de modo que este pode ser rico ou pobre em estímulos físicos e/ou sociais. No âmbito de
riqueza em estímulos físicos, o ambiente pode proporcionar brinquedos que possam ser
manuseados pelas crianças, ocasiões de interação com os fenômenos da natureza (chuva,
neve, trovões etc.), lugares que possam ser descobertos, dentre outros. Com relação à
riqueza em estímulos sociais, ocorrerá quando o ambiente valorizar e reforçar a obtenção
de talentos em diversos aspectos. No caso do ambiente produzir estímulos pobres,
resultará uma criança que poderá ser tímida, frustrada, ter dificuldade de se comunicar, se
expressar, de aprender, e até mesmo desenvolver alguma espécie de doença mental. Por
outro lado, quando a criança lida com estimulações ricas ocorre maior possibilidade de ela
ter um alto nível de aprendizado e de se comunicar com maior facilidade, contribuindo para
o saudável desenvolvimento da mente e do corpo.
Por conseguinte, o sujeito herda a capacidade para o aprendizado, e desempenho,
das tarefas que necessitam de desenvolução cognitiva. Entretanto, a efetivação na
realização destas capacidades depende das condições que o ambiente irá oferecer.

Referência Bibliográfica 
DAVIDOFF, L. L. Introdução à psicologia. 3. ed. Tradução por Lenke Peres. São Paulo: Pearson Books, 2001.