Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom

47

Atos dos Apóstolos (e) Epístolas Paulinas I
1. Deus: O Autor do Projeto Salvífico

2. Jesus Cristo: O Construtor do Projeto Salvífico

3. O Espírito Santo <em Atos dos Apóstolos> O Administrador da Construção Salvífica Eterna em Jesus – Na Igreja –

Elementos Centrais de Atos
1. O Espírito Santo  O Πνεύματι Αγίω = O Pnevmati Agío 2. A Igreja  η εκκλησία = A Eklisía 3. Os apóstolos  Τῷν αποστόλων = Ton apostólon 4. Simão Pedro  Σίμων Πέτpος = Símon Pétros 5. Filipe  Φίλιππον = Fílipon 6. Estevão  Στέφανον = Stéfanon 7. Herodes Agripa Ηpᾡδης Αγpίππας = Iródis (Iróvis) Agrípas 8. Paulo  Παύλου = Pavlu 9. Saulo <declinações do nome Saulo em Atos 9> Σαῡλοs = Savlos <At 9:1> Σαοὐλ = Saul <At 9:4, 17 “Saul, Saul...porque me persegues”?>. Σαῡλον = Savlon <At 9:11>. Σαὑλω = Savlo <At 9:24>. 10. Tiago  Ιάκωβον = Iákovon <ou Ιάκωβος = Iákovos> 11. Ananias  Ανανίας = Ananías 12. Safira  Σάπφειpος = Sápfiros 13. Governador Félix  Ηγεμόνι Φῆλιξ = Igemóni Fíliks 14. Governador Festo  Ηγεμόνι Φῆστος = Igemóni Fistos 15. Jerusalém  Ιεpοσολύμων = Ierosolýmon 16. Monte das Oliveiras  Οpους Eλαιῶνος = Orus Eleõnos 17. Antioquia  Αντιοχείας = Antiochías

εκκλησία

Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom

47

18. Samaria  Σαμαpεία = Samaría 19. Judéia  Ιουδαίας = Iudéas ou Iuvéas. 20. Cesaréia  Καισάpειαν = Kesárian 21. Roma  Ρωμα = Roma 22. A Ilha de Malta  Η Νῇσος Μελίτη = I Nísos Melití 23. Pentecostes  Πεντηκοστῇς = Pentikostís 24. A Lei dos Judeus  Τον Νόμον τῶν Ιουδαίων = Ton Nómon ton Iudeon (ou Iuveon). 25. O Judaísmo  O Ιούδαισμός = O Iúdesmós (ou Iuvesmós) 26. Fariseu <singular> Φαpισαιος = Fariseos 27. Saduceu <singular>  Σαδδουκαιοι = Sadhukei (ou Savukei) 28. ...fariseus e saduceus  Φαpισαίων και Σαδδουκαίων = fariseon e sadukeon (savukeon) – At 23:7 <plural>. 29. Batismo com o Espírito Santo  βάπτισμα εν Πνεύματι Αγίω = Váptisma en Pnevmati Agío. 30. Sinais e prodígios  Σημεια καί τέpατα = Símia ke térata. 31. Poder <do Espírito Santo>  δύναμις = dýnamis ou výnamis. 32. Línguas segundo o Espírito <línguas estranhas>  Γλᾡσσαις καθᾠς το Πνεύμα = Glóses kathos to Pnevma. 33. Obediência  Υπακούω <At 6:7. 12:13> = Ypakúo.

A

maior riqueza da Igreja do Senhor Jesus

numa localidade está condicionada a uma só expressão: “A Vida de Deus” – A Igreja de Jesus precisa e deve ser sinônimo de Vida. Vida plena, Vida na plenitude, Vida santa. Como ser Igreja de Jesus numa localidade se não tivermos a Vida?! Sim! A Vida de Deus deve ser a vida da Igreja local. A Vida de Deus está no Corpo Invisível de Cristo e precisa estar no aspecto visível

do Corpo. As riquezas espirituais fluirão de tudo quanto fizermos na Igreja local quando tivermos conosco “A Vida de Deus”. Alicerçados na Vida de Deus podemos pregar, orar, ensinar, glorificar, louvar, evangelizar, etc. Tudo dará certo aos olhos do Senhor. A presença da Vida intimida os erros, os atos pecaminosos, os enganos, as mentiras. O culto a Deus na localidade deve ser o culto da Vida do Senhor. Os membros da Igreja na localidade precisam ser os membros da Vida de Deus. A vida da Igreja de Jesus começa nos escritos de Atos dos Apóstolos e prossegue nas doutrinas da mesma, inseridas nas Cartas Paulinas e Gerais. Nesta matéria estudaremos Atos e as Epístolas Paulinas não-pastorais <as quais estudaremos no próximo módulo>. Aprouve a Deus, portanto, acompanhar-nos em cada letra e palavra desta matéria.

Atos dos Apóstolos Πράξεις του Αποστολων Gr: Пpαξεις <Práksis> tu Αποστολων <Apostolon>
O que realmente é a base da Igreja do Senhor Jesus Cristo numa localidade? A identificação desta questão é de grande e sublime relevância, pois, de acordo com os escritos do Livro de Atos dos Apóstolos, a Igreja do Senhor tem uma base definida. As bençãos divinas, os privilégios, as promessas, o Espírito de Deus, a vida do próprio Senhor estão na Igreja e somente poderão ser encontrados na própria Igreja e em nenhum outro lugar. Por haver Deus comissionado à Igreja tantas coisas, fatos e eventos espirituais, é uma questão muito importante saber se uma “igreja” local é realmente a Igreja do Senhor Jesus Cristo dentro duma localidade. O Filho de Deus jamais doou ao crente individual todas as coisas espirituais. Mas Ele mesmo mostra-nos no

Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom
Livro de Atos dos Apóstolos [e na Carta de Paulo aos Efésios] que colocou todas as coisas espirituais unicamente na Igreja. Então, o fato de o grupo a que pertence o crente ser ou não a igreja fiel de Cristo é um assunto extremamente sério! Imagine um crente necessitado de profunda e íntima comunhão com o Senhor, mas sempre dependente de irmãos e irmãs que não refletem a igreja de Jesus em algum aspecto? Uma perda de tempo. As bençãos e as promessas do Senhor encontram-se somente na Igreja e em ninguém mais. Elas não estão nas denominações “Assembléia de Deus”, “Deus é Amor”, “Maranata”, etc. ou naquilo que poderíamos chamar de melhor Convenção, melhor ministério de pregação internacional, no pastor e congressista, nos profetas, etc. “todas as bençãos, privilégios e promessas do Senhor estão unicamente na Igreja DEle”. A palavra profética do Salvador Jesus Cristo: “...sobre esta pedra <rocha> edificarei a minha igreja”  é muito clara, profunda, maravilhosa. O resultado desta promessa do Filho de Deus é mostrar a Igreja como único lugar onde “...os portais infernais não poderão jamais prevalecer”. Pois bem: esta promessa destina-se unicamente à Igreja de Cristo e nunca a um crente apenas. É muito difícil a um crente resistir o adversário satânico, todavia, quando a Igreja aparece na vida desse crente, Satanás é imediatamente derrotado e banido. Os

47
reais servos de Deus são receptáculos de bênçãos individuais sim, mas é na Igreja do Senhor que o crente torna-se 100% abençoado. O Livro de Atos dos Apóstolos trata-se do livro onde encontram-se os escritos principais da Igreja do Senhor Jesus. Em Atos, encontra-se o modêlo padrão da Igreja local e do culto individual e coletivo ao TodoPoderoso. É no Livro de Atos que conhecemos a atuação do Espírito Santo na Igreja, onde Ele manifesta-se escolhendo, chamando, nomeando <consagrando>] e enviando vidas ao campo missionário. Atos dos Apóstolos é singular naquilo que se propõe revelar aos filhos de Deus. Nele, cumpre-se de forma singular o Salmo 133, quando nossos antepassados, em nível de congregados e ministros do Senhor, pregam e vivem na íntegra aquilo que pregam. Atos dos Apóstolos é um livro vitorioso e completo. No Céu, o livro da Igreja é o Livro da Vida; na terra, Atos é o livro da Igreja de Cristo. É o livro padrão que orienta do pastor ao porteiro do templo da casa do Senhor. Numa época em que igrejas locais deixam-se levar por cartilhas vítimas de legislação de homens emocionalístas e desprovidos das mais profundas revelações da Palavra de Deus, Atos continua à disposição daqueles que realmente desejarem manter compromisso indivisível com a obra do Senhor.

Introdução ao Livro de Atos Εισαγωγή στο βιβλίο των πράξεων
No versículo 1 do Capítulo 1 de Atos dos Apóstolos, lemos: “fiz o primeiro tratado” [ O PRIMEIRO TRATADO DE LUCAS é o Livro do Evangelho de Jesus segundo Lucas]. A palavra tratado, no latim, é TRACTATU. Significa “estudo ou obra desenvolvida a respeito de uma ciência, arte, etc.” – Em grego original, lemos: Τὸν

καὶ (ke=também) διδάσκειν (didáskin=a ensinar). λόγον = relato, é: narração, exposição,
exposição escrita ou oral de algum fato, descrição, ato ou efeito de descrever, história. Ainda no versículo 1, lemos:

“...a

respeito de todas as coisas, as quais

(ton=o) πρῶτον (prõton=primeiro) λόγον (lógon=relato) ἐποιησάμην (episámin=fiz) περὶ (peri=a respeito de) πάντων (pándon=todas as coisas), ὦ (õ=ó) Θεόφιλε (Theófile=Teófilo), ὧν (õn=as quais) ἤρξατο (irksato=começou) Ἰησοῦς (Isus=Jesus) ποιεῖν (pin=a fazer) τε (te=e)

começou Jesus a fazer e também a ensinar .

Nota Especial
O Evangelho do Senhor Jesus é o princípio da Obra de Deus na terra. As cartas revelam os padrões do Senhor na administração dessa obra evangelística. O Apocalípse, finalmente, mostra o encerramento da obra do Todo-Poderoso.

Autoria de Atos – Пpαξεις
É absolutamente impossível encontrarmos algum vestígio de dúvidas quanto à autoria do Livro de Atos dos Apóstolos. Os primeiros quatro versículos do Capítulo 1 do Livro de Lucas irmanizam-se com os dois primeiros versículos do Capítulo 1 de Atos, os quais apontam Lucas como o autor de ambos. Lucas, à exceção de todos os demais escritores bíblicos neo-testamentários, procedia do mundo GENTÍLICO, [o gentio, nos meios judaístas, era identificado com termos depreciativos <cães, imundos, porcos>]. No latim a palavra GENTIO é GENETIVU. Suas três principais propriedades, qualificações, traduções, são:

1. Para os hebreus [ISRAELITAS], estrangeiro <indivíduo
estranho>.

2. Para os cristãos, aquele que professava o paganismo 3.

<pagão ou paganista>. Que segue o paganismo, idólatra. O nome Lucas é de origem romana [ LATIM] e significa
“LUMINOSO, QUE TRAZ A LUZ, O CONHECIMENTO”.

Habilidade profissional de Lucas: Médico. De acordo com a narrativa dos escritos do Evangelho que traz sua assinatura, Lucas possui traços visíveis de médico especializado em clínica geral. O estudante do Evangelho de Lucas e do Livro de Atos dos Apóstolos, há de perceber

Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom

47
Lucas: 1) O médico amado. Cl.4:14. 2) Cooperador de Paulo. Filemom. 24. 3) Companheiro de Paulo. At.16:10. 2 Tm.4:11. 4) Escritor do livro do Evangelho que traz o seu nome
por título e do presente exemplar: Atos dos Apóstolos. Testamento.

que o escritor desses dois livros foi um homem de refinada cultura, especial. A Bíblia Sagrada, no entanto, não revela a cidade de origem de Lucas. As poucas palavras do Apóstolo Paulo referentes a Lucas, são o bastante para revelar-nos que, além de existir uma especial amizade entre ambos, Lucas sustentava padrões de finalidade não somente como cristão evangélico, mas também como amigo e companheiro. Na segunda e última prisão do apóstolo dos gentios em Roma, revela-nos o próprio Paulo: “SOMENTE LUCAS ESTÁ COMIGO”. 2 Tm 4:11. Que exemplo!

5) Único escritor bíblico de origem gentílica no Novo

Tema e Esboços de Atos – Пpαξεις
Atos dos Apóstolos destina-se a historiar a vida da Igreja de Jesus, de Jerusalém a Roma [capital do Império Romano e sede especial de fatos e de direitos dos domínios romanos sobre a Ásia Menor], no período de trinta e três anos, com vistas à continuação no decorrer dos séculos. Em Atos tornámo-nos conhecedores do porquê da Igreja de Cristo. O que realmente é a Igreja do Senhor e o que a Igreja de Jesus jamais o é. Em Atos conheceremos a vida prática do diácono, do presbítero, do evangelísta, do apascentador de ovelhas, do missionário, do profeta, do pregador e ensinador da Palavra de Deus, da localidade, dos Dons Espirituais e Ministeriais regendo a Igreja de Cristo, etc. etc. Atos dos Apóstolos também é conhecido como atos do Espírito Santo, atos da Igreja do Senhor. É um livro de atividade missionária. Trata-se do único livro da Bíblia Sagrada que narra a história primitiva do Novo Testamento. No dia de Pentecostes a Igreja tornou-se edificada. Após Pentecostes a Igreja de Jesus tornou-se difundida e definitivamente confirmada.

Esboço 1 - σκίτσο ένα = skítso éna
1. O Cristianismo Evangélico Pentecostal na cidade de Jerusalém. 1:1 a 8:3. 2. O Cristianísmo Evangélico Pentecostal na Palestina e na Síria. 8:4 a 12:25. 3. O Cristianísmo Evangélico Pentecostal nos confins da Terra. 13:1 a 28:31.

Esboço 2 - σκίτσο δύο = skítso dhýo (výo)
1. O Estabelecimento da Igreja de Jesus entre OS JUDEUS. 1 a 12. 2. O Progresso da Igreja do Senhor entre OS GENTIOS. 13 a 28.

O Propósito Básico de Atos

η βασική πρόθεση των πράξεων
O propósito básico do Livro de Atos dos Apóstolos sub-divide-se em cinco itens especiais

1.

O registro fiel e verdadeiro de expansão

2.

do cristianismo evangélico, desde o dia da memorável descida do Espírito Santo de Deus [Pentecostes], até a chegada do Apóstolo Paulo à cidade de Roma, na Itália, não somente para ser julgado e condenado pelo Tribunal Romano, sendo lançado no sistema prisional dos italianos, mas sobretudo para anunciar o Evangelho do Senhor Jesus Cristo na então capital do mundo. Os trinta anos da história da Igreja de Jesus, cobertos pelo Livro de Atos dos Apóstolos, foram anos de grande relevância no que tange à vida dos cristãos evangélicos atuais. Começamos com uma igreja local repleta de judeus em Jerusalém. Era o povo do judaísmo que, mesmo agregando-se à Igreja

3.

4.

do Senhor Jesus não mostrava-se disposto em abandonar rituais tais como lavagem dos pés, uso de véus, a guarda do sábado, o ósculo santo, circuncisão, etc. Com a chegada dos gentios aos cristianismo, a Igreja de Cristo distanciou-se do judaísmo. Atos mostra-nos esta história. O Livro de Atos dos Apóstolos mostra-nos a doutrina e a disciplina da Igreja do Senhor Jesus na prática, em Jerusalém, Antioquía, Filipos, Corinto, Éfeso, Colossos, Tessalônica, etc. É o Livro de Atos dos Apóstolos que revela aos cristãos ingressos nas gerações posteriores [da Igreja] O PADRÃO ÚNICO e irreversível para a Igreja do Senhor Jesus em todos os tempos e em quaisquer lugares do universo. É lógico e evidente que jamais voltaremos aos dias de Atos como Igreja, face à uma

Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom
série de alterações temporais, culturais, etc. Entretanto, o modelo da Igreja local hoje deve e precisa ser o de Atos dos Apóstolos.

47
5. O Livro de Atos dos Apóstolos fornece

TODOS os princípios de trabalho missionário prático. Enfim, Atos dos Apóstolos, na realidade, trata-se da Igreja de Jesus em ação, andando, em movimento, ativa.

Data de Atos – Пpαξεις

ημερομηνία (data) των (de) Пράξεων (Atos)
Para fixar a data e o local em que Lucas escreveu o livro de Atos, não encontramos absolutamente nada de sólido, básico, nem mesmo na antiga tradição. O livro termina no PRIMEIRO cativeiro romano de Paulo em 61-63. Certos eruditos chegaram a taxar os anos 80 a 100 o que não seria impossível [que idade teria Lucas nas décadas de oitenta a cem?].

O Vocábulo “ATO” – πράξη
No grego bíblico, ato <singular> é

(práksi)

 práso ou Significa: fazer, praticar – em At 17:7 aparece no
termo “procedem”

πpάσσω πράξη (práksi) (πράσσουσι –

3. Documento público em que se exprime decisão de
uma autoridade. TRÊS NOTAS procedentes deste item 3

(a) Recomendação,

prásusi) – No latim, ATO [singular] é ACTU e
possui diversas designações. Citemos, pois, apenas três: 1. Aquilo que se fez. 2. Modo de proceder, conduta, procedimento.

preceito, norma, doutrina, ordem, prescrição. (b) Qualquer base de conhecimento, fixada materialmente e disposta de maneira que se possa utilizar para consulta, estudo, prova, etc. (c) Escritura destinada a comprovar com fato ou fatos.

Os Três Grandes Adversários da Igreja em Atos – Пpαξεις
1. O Diabo [ACUSANDO] – Satanás [TENTANDO)] At 5:1-3. 13:6-10. 20:28-29. Todas acusações, indistintamente, movidas contra o povo de Deus em Atos dos Apóstolos foram originadas pelo Diabo. Na expressão Satanás, alimentou Ananias e Safira, estimulando-os à mentira, engano, etc., impulsionou Saulo [PERMISSÃO DA VONTADE DE DEUS] não somente à 2. 3.

Instituto Bíblico ENOM

perseguição dos servos de Jesus em Jerusalém, mas também à morte de Estevão, etc. O Judaísmo [a religião maior dos judeus] . At 4:1-21. 14:1-19. Etc. etc. O Império Romano. At 12:1-2 Os três poderes do Império Romano: O Senado – O Consulado e Os Imperadores.

Sintetizando Atos – Пpαξεις
Resumamos, pois, o Livro de Atos dos Apóstolos, uma vez que, por carência de matéria prima, espaço, etc. etc, lamentavelmente, ser-nos-ía impossível analisar cada versículo do magnífico Livro de Atos. Entretanto, sintetizando, abordaremos minuciosamente a mensagem geral deste livro.

Resumo Histórico de Atos – Пpαξεις
Do Capítulo 1 a 12, a Bíblia Sagrada revela-nos o estabelecimento da Igreja Primitiva entre os Judeus. Um milagre. Lucas, inclusive, do versículo 1 ao 8:3 , ocupase em mostrar-nos a Igreja na cidade de Jerusalém. De 8:4 a 12:25, ele mostra-nos a ação da Igreja na Palestina e na Síria. Do versículo 1 do Capítulo 13 ao versículo 31 do Capítulo 28, ele faz a narração do grande progresso da Igreja Primitiva nos meios gentílicos. Trata-se do Evangelho de Jesus aos Confins da terra. mesmos, uma vez que estivessem registrados nas Escrituras Sagradas neo-testamentárias, especificamente no Livro de Atos dos Apóstolos. Estranhamos, portanto, a ausência desses fatos nos registros finais de Atos dos Apóstolos. Exemplos de fatos marcantes da época da escritura de Atos: 1. O incêndio de Roma, fato de autoria de Nero César –

Nota: Estranha-se porque Lucas omite fatos de
grande interesse da época do livro. Acontecimentos gerados no mundo da Igreja Primitiva e que seria importante conhecermos dados especiais sobre os

Nero Claudius Caeser Augustus Germanicus (latim) – Imperador
Romano de 54-68 dC – e que conturbou ainda mais a presença dos cristãos não somente em Roma, mas em toda a Ásia Menor [Mundo Romano]. O martírio do Apóstolo Paulo na cidade de Roma.

2.

47 2) Teria Lucas planos de escrever uma terceira obra além do Evangelho e do Livro de Atos? ENTÃO. No latim. Depois. envia missionários. em Pentecostes. Fortalece e encoraja os irmãos para que a morte estúpida e grosseira procedente da espada romana seja suportada por amor a Cristo. habilitando os apóstolos com todos os Dons Espirituais (os Dons Ministeriais foram doações de Jesus . no latim. por que não o fez? Hipóteses admitidas: 1) Escassez de conhecimentos palpáveis de Lucas? Teria sido martirizado ou então consumido pelos romanos? Obs: No Capítulo 2 de Atos dos Apóstolos temos a certidão de nascimento da Igreja de Jesus. mas também a Igreja do Senhor Jesus Cristo distanciando-se do Judaísmo. não somente para edificar templos evangélicos. • ATOS [III] – O livro mostra-nos a prática da doutrina e da disciplina da Igreja do Senhor Jesus. diante das intensas atuações da Igreja do Senhor. Destinatário de Atos – Пpαξεις Theófile = Teófilo  nome de origem grega e significa “AMIGO DE DEUS”. O livro de Atos é um exemplar apologético. é EXCELLENTIA e significa “tratamento das pessoas de alta hierarquia social”. Certamente.Ef 4:11-12). APOLOGIA trata-se de substantivo feminino e significa “DISCURSO PARA JUSTIFICAR. Determina e encoraja Paulo. Esse destinatário. sobretudo. A destruição de Jerusalém. • ATOS [V] – Trata-se do único livro do Novo Testamento que revela na íntegra o padrão de Deus para a vida da Igreja em qualquer localidade terrestre. veio o período da chegada dos gentios. DEFENDER OU LOUVAR”. • ATOS [IV] – Atos dos Apóstolos é o livro que nos fornece os princípios do trabalho missionário prático da Igreja do Senhor. formado em medicina. • ATOS [I] nos oferece o registro da expansão do cristianísmo. A Teologia de Atos η θεολογία των πράξεων É intensa e progressiva a atuação do Espírito Santo de Deus em Atos dos Apóstolos. EXCELLENTISSIMU O Ênfase Apologética de Atos Απολογητική (Apologética) έμφαση (Ênfase) των (de) πράξεων (Atos) O escritor Lucas usa os escritos de Atos dos Apóstolos para justificar e defender fatos. etc. pois o Doutor Lucas.Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom 3. oferece-lhe tratamento diferenciado. O Espírito Santo revela. Em Atos o Espírito Santo impulsiona a Igreja em Jerusalém. para anunciar o Evangelho de Cristo na então capital do mundo.1:3]. Ele edifica a Igreja. παραλήπτης των πράξεων O Livro de Atos. coisas e o comportamento do Evangelho de Cristo na Igreja do Senhor nas localidades. Teófilo é Theophile. deveria tratar-se de pessoa com patente de autoridade imperial romana. cria livramentos. O livro de Atos em si trata-se de uma apologia. até a PRIMEIRA chegada de Paulo na cidade de Roma não somente para ser julgado. separa obreiros. mesmo referindo-se a um amigo. foi destinado a Teófilo. O Contínuo Valor de Atos . Teófilo era pessoa de alta hierarquia social. 1:3]. o cenário histórico de onde saíram os atos dos apóstolos de Cristo dentro da Ásia Menor. fala. Θεόϕιλε  latim é o superlativo absoluto sintético de EXCELENTE. desde o dia da descida do Espírito Santo. mas também para padecer diante dos romanos. • ATOS [II] aponta para os 30 [trinta] anos de história de vida da Igreja de Jesus no primeiro século. A palavra EXCELÊNCIA. Começamos com OS JUDEUS. deixando inquieto o Império Romano e a Religião estatal dos hebreus: O Judaísmo. mas. A apologia de Lucas. ciência médica. condenado e cumprir pena no sistema prisional dos romanos. revelando-nos não somente um período de transição. assim como o Evangelho de Lucas [Lc. pelo fato do tratamento que Lucas lhe oferece [EXCELENTÍSSIMO – Lc. O grego APOLOGETIKÓS e o latim APOLOGETICU significam “QUE ENCERRA APOLOGIA”. Tanto no grego quanto no latim.

Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom 47 Τον συνεχίζω αξία των πράξεων Atos dos Apóstolos. devem conviver com a Igreja de Jesus. em Tessalônica. Quando a localidade não tem o Espírito as pessoas podem até mesmo manifestarem-se como educadas. etc. boas. Conjunto de princípios que servem de base a um 2. trata-se de um livro de grande ênfase apologética. E ORAL το θεία σημαία στο βιβλίο των πράξεων Atos dá EVANGELHO. 7) Do serviço de integração [A Igreja na localidade precisa saber integrar vidas não somente na localidade. ativa e fiel de todos os seus membros numa localidade. Atos mostra-nos que a vida de Deus na Igreja somente pode ser liberada pelo poder do Espírito Santo. norma. em Roma. doutrina”. em Filipos. em Greta. preceito. mas sobretudo na vida da Igreja no aspecto invisível]. ultraortodoxos. liberais. etc. etc. Paulo. etc. Atos dos Apóstolos é a Carta Magna [a constituição] de Jesus às Igrejas locais hoje. Ensinamento. etc. para interceder. tratar-se-á sempre de uma seita. continuidade à missão de Jesus. A Bandeira Divina no Livro de Atos Deus. NÃO! A Igreja numa localidade deve se manifestar como a vida de Deus [a fonte dessa vida deve ser o Espírito Santo operando na vida de cada membro ativo]. filosófico. ofertar. etc. obrigatoriamente. pregação. 6) Dos serviços de missões eficientes com base na Palavra de Deus e na revelação do Espírito do Senhor. Atos identifica-nos a Igreja Primitiva chamando-a de Igreja em Jerusalém. Catequese [DOUTRINAÇÃO – διδασκαλία – didaskalía = “aquilo que é ensinado. em Antioquía. as mensagens e o poder dos Dons Espirituais e Ministeriais. 3) Dos Dons Ministeriais doados por Cristo [Ef. em Corinto. το βασικό δόγμα των πράξεων O vocábulo doutrina. 3. EM ATOS. É o padrão de Deus para Sua Igreja. A Igreja do Senhor não pode e nem deve se manifestar como um movimento religioso. . uma escola de religião onde pessoas aprendem a cantar. onde. ATOS DOS APÓSTOLOS é a grande herança da Igreja de Jesus na terra. principalmente. Entretanto. não somente em defesa de todo o Evangelho de Jesus. fiéis àquilo que defendem. honestas. NO Jesus Cristo é o elemento que revela 8) Da separação do legalismo religioso [os dogmas do Judaísmo tentaram ofuscar as ações da Igreja Primitiva]. ensinar. 4) Dos Dons Espirituais doados pelo Espírito Santo. Etimologia do latim doctrina : INSTRUÇÃO METÓDICA SOBRE RELIGIÃO] cristã. uma belíssima escola de educação religiosa ou um movimento religioso. 4. Ou seja. louvar. etc. 9) Da cooperação prática. científico. Se uma Igreja Local não consegue liberar a vida do Senhor. em Colossos. Mostra-nos o padrão de amor que gera união entre os cristãos. político. quando e porque Deus opera na Sua Igreja. orar. etc. uma seita. em Éfeso. 2) Do Batísmo com o Espírito Santo. mas também mostra-nos o porquê do comportamento espiritual prático dos obreiros do Senhor nos dias primitivos. Regra. Atos mostra-nos como. do latim dos gregos A Doutrina Básica de Atos “ DOCTRINA ” e  1. Atos dos Apóstolos revela aos cristãos que a vida da Igreja do Senhor depende: 1) Do Espírito Santo em TODOS os aspectos da vida do Corpo. é porque essa localidade não tem o Espírito. a presença dos anjos do Senhor dentro dos dominios do povo de Cristo. consagração de obreiros. NOTA: A voz de Deus. etc. 5) Da pregação e ensino eficaz da Palavra de Deus. Eventos Centrais de Atos 1) Jesus Cristo ressurreto.4:1112]. Os pergaminhos da mensagem de Atos dos Apóstolos foram fartamente liberados a gentios e judeus ortodoxos. a Igreja de Jesus é o elemento que revela a Divindade Eterna em GRAÇA e PODER. διδαχή – didachí = “ensinamento” – “aquilo que é ensinado” sistema religioso. conforme comentário anterior.

encontra-se no LATIM. o cenáculo se situava a sudoeste de Jerusalém. 14:26. • Segundo: Testemunhar na Judéia – Distrito de Jerusalém. isto é: Ιεpοσολύμων  Jerusalém Ιουδαίας  Judéia Σαμαpεία  Samaría . literalmente. elevação”. Próximo a ele encontra-se o Getsêmani. distante dela menos de 1 Km. COMO INCOMPARÁVEL COM A SOBERANIA DO DEUS DE ISRAEL ”. significa “MEMBRO DE UM PARTIDO JUDEU DO TEMPO DE CRISTO.8:1 ]. No grego bíblico. o lugar vivia coberto por árvores de oliveiras e era especialmente agradável para a meditação a sós – Lc. nome procedente do grego Mateus. Bartolomeu. A nuvem faz parte do quadro das teofanias do Velho Testamento [Ex. As instruções básicas ao núcleo da Igreja para a vida da própria igreja nas localidades . Ao subir verticalmente para o Céu. ENCAMINHAR. Discípulo.24:30. discípulo é Etimologicamente. significa: “aprendiz”. O vocábulo DIREÇÃO. do latim DISCIPULU. Filipe. O Cenáculo – Palavra da língua portuguesa oriunda do latim COENACULUM. *A palavra ZELOTE. • Primeiro: Testemunhar em Jerusalém – [o lugar da base da Igreja – o BAIRRO]. Tradicionalmente. Tiago. Lc. A escolha e a separação ministerial de Matias em substituição a Judas Iscariotes . incluindo Pedro. DIRIGIR. referindo-se a Simão. e do outro lado do Vale do Cedrom. Jesus Cristo foi encoberto por uma nuvem. O Monte das Oliveiras. 3) 4) 5) 6) 7) João. (c) Ajuntamento de indivíduos que professam as mesmas idéias ou visam a um mesmo fim. 2) Aquele que aprende. Tomé. 21:37 – Nesse lugar. (a) Sala em que se comia a ceia ou o jantar [REFEITÓRIO] (b) Lugar onde Cristo teve a última ceia com seus discípulos.22:39. No grego. é ATO DE DIRIGIR EXERCENDO AUTORIDADE: GOVERNO. μαθητής <mathitís> e. não somente em [1] Jerusalém [2] Judéia e [3] Samaria.13:22] e do Novo Testamento [Lc.. bem relacionados com Ele. Sua inclusão ao apostolado exigia este fator: não somente conhecer o Senhor Jesus.26:30. conhecedores de Jesus. no latim. μαθητής é “aquele que segue os ensinamentos de alguém”.21:1. para que Sua vitoriosa e distinta obra tivesse progresso. Cristo pregou a seus discípulos as profecias referentes à destruição de Jerusalém e os fatos referentes aos fins dos tempos – Mt. O padrão divino para TESTEMUNHAR DE JESUS [recebimento de poder espiritual – Atos 1:8 – partes iniciais] – para os trabalhos de missões. Jo. MATIAS. A estrada romana de Jericó a Jerusalém passava pelo Monte das Oliveiras. Simão [ O ZELOTE*] e Judas [IRMÃO DE TIAGO]. A ascensão de Jesus.13:3 – e foi para onde se dirigiu depois da última Ceia – Mt. as quatro partes finais do mesmo texto. Tiago [FILHO DE ALFEU]. COMANDO. situada a leste de Jerusalém. mas também ter seguido o Mestre de perto Atos 1:21-26. Também chamado Monte do Olivedo [Mt. a palavra ZELOTE é ZELOTES e.19:29. Mc. Na época de Jesus. mas [4] em todas as nações da terra. Eqüivalente ao município do bairro da igreja local. é ASCENSIONE. Síntese Especial do Capítulo 1 de Atos – Пpαξεις No capítulo 1 de Atos. Mc. Etimologias: 1) Aquele que recebe ensino de alguém. QUE SE OPUNHA À DOMINAÇÃO ROMANA. Significa “subida.9:34-35]. Matias era seguidor de Jesus Cristo desde o princípio do ministério terreno do Salvador do mundo em Israel..και <e> ἒως <até> ἐσχάτου <extremidade> τῆς <da> γῆς <terra>. Um dos mais famosos elevados de Israel. • Quarto: Testemunhar nos confins da terra. Maria [MÃE DE JESUS] e seus irmãos biológicos. encontramos o Senhor Jesus Cristo orientando e direcionando seus cerca de cento e vinte discípulos-servos. 24:3. Mateus. André. Colina de uns 3 Kms. • Terceiro: Testemunhar em Samaria – Eqüivalente ao Estado da confederação de um país.. NORTEAR. 3) Aquele que segue as idéias ou doutrinas de outrem. 26:30. O Batismo com o Espírito Santo e a Manifestação de Dons Espirituais no Capítulo 2 de Atos . Isto é.Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom 47 2) Cerca de 120 [cento e vinte] cristãos. ASCENSÃO. assim como no latim. Orientar é INDICAR O RUMO. do latim “directione”.

o Batísmo com o Espírito Santo manifesta-se como uma porta aberta na vida do crente. Shavuot chama-se também HAG HÁ-BICURIM [Festa das Primícias] . Jerusalém.pentikostís No Judaísmo. UVAS. saíram as mais sábias palavras que a humanidade jamais ouvira. o Decálogo tem encontrado ressonância e se impôs como fundamento moral. Assim como Jesus Cristo usou o corpo que a virgem Maria Lhe deu quando estava na terra. os Dez Mandamentos. através dos séculos. 21. trata-se de uma recordação da missão de Israel renovada anualmente. Lv 23:15-21. exatamente porque Deus o escolheu como mensageiro e depositário dos sábios ensinamentos contidos no decálogo. onde entregavam seus cestos aos sacerdotes levitas. os membros habilidosos. os evangelístas. Em todo o mundo. dando-lhe acesso aos Dons Espirituais. finalmente. Posteriormente.23:26. através do Apóstolo Pedro. Em cestas decoradas com fitas e flores. A Igreja do Senhor é um corpo. falando. não há igreja. no Capítulo 2. conforme a promessa de Jesus em Mateus 16:18 e habilitação especial dos apóstolos através dos Dons Espirituais. O Filho. No estudo da Primeira Carta de Paulo aos Coríntios <pg 33>. Πεντηκοστῇς . Atos 2:4. – daí provém seu nome não–hebraico de Pentecostes (Pentecostes. É considerada uma das festas máximas do Judaísmo. a Festa de Pentecostes comemorava tanto as primícias apresentadas no Templo – Nm 28:26. 1 Co 16:8  Ex 23:16. A AUTORIDADE DO ESPÍRITO SANTO : Devemos entender que. A Igreja de Jesus Cristo. FIGOS. temos: 1) Pentecostes. reflete o sentimento da alma israelita: agradecer a Deus pela Lei recebida e pela colheita dos frutos da terra. produtos que davam renome ao solo de Israel. Coube. Da voz divina manifesta no Monte Sinai. falaremos fartamente sobre os Dons Espirituais. Na antiguidade. Shavuot readquiriu seu caráter de festa campestre. No seio do Judaísmo. Então. 23:15-16. manter guardado esse tesouro de ética e sabedoria de autoria divina. 3) O Batísmo com o Espírito Santo. 34:22. O próprio Senhor Jesus Cristo batizou Seus servos com o Espírito Santo em Pentecostes. . significa “qüinquagésimo” <qüinquagésimo dia depois da Páscoa. Dt 16:9-11 ). contado a partir do segundo dia da Festa – At 2:1. a vida em Israel gira em torno do cultivo da terra. A frase hebraica Asher bahar bánu micol haamim venatan lanu et Toratô. escutando e caminhando conforme desejava. pois comemora a data em que Deus. da mesma maneira Ele. Quando a Igreja está sob a autoridade do Espírito Santo. ROMÃS. Na cidade santa. o hebreu retornou à sua inerente predileção pelos trabalhos agrícolas. esses peregrinos eram acolhidos com cânticos de boas-vindas e penetravam no Templo.Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom 47 O Capítulo 2 de Atos é o setor da descida do Espírito Santo para edificação da Igreja. é como se o Senhor usasse o Seu próprio corpo que Maria Lhe deu quando estava na terra de Israel. 5) A Primeira conversão de almas à Igreja do Senhor Jesus. só pode ter uma autoridade.2:4. At. como ontem. por meio do qual o Espírito do Senhor pode expressar Seus desejos sem impedimento algum. Somente aquilo que é capaz de expressar a mente do Espírito Santo pode ser chamado de Igreja de Cristo. Trata-se de uma obra exclusivamente Dele. findando a cerimônia ao som de hinos e acordes musicais de harpas. em todo o trajeto. quando se terminava a colheita de cereais. hoje [ano 2001]. no Sinai. 34:22. 20:16. separavam-se as primícias que eram levadas ao Templo e oferecidas ao Eterno Criador e Redentor em sinal de agradecimento. hoje. o Espírito Santo manifestou-se capacitando Pedro com os Dons Espirituais específicos para pregar ensinando [PRESTEMOS ATENÇÃO: pregar ensinando] e arrebatar uma multidão de quase 3000 [três mil] vidas para Cristo. do princípio ao fim. do grego . Pentecostes é denominado shavuot [Pentecostes. que é o Espírito Santo. mas também capacitando-os para o Evangelho de Poder de Deus [1 Ts. a essa nação hebraica. Em seguida. Esse amálgama do Divino [ TER RECEBIDO A TORÁ] e a terra [ A FESTA DA COLHEITA]. esses mandamentos foram o elo que manteve a união dos judeus por séculos afora. Numerosos grupos de agricultores israelitas de todas as partes do país marchavam em longas peregrinações para Jerusalém. Mt. não somente tornando-os testemunhas velozes e dinâmicas do Evangelho da Graça. por intermédio de Moisés. Festa das Semanas] e é a segunda das três festas de peregrinação. acompanhados. onde não há a vida do Espírito Santo.3:11. deu ao povo hebreu. usa a Igreja. através do Espírito Santo. O nome hebraico de Pentecostes procede da determinação divina de contar sete semanas a partir da segunda noite da Páscoa até o dia seguinte do dia de descanso – Lv. significa: “que nos escolheu entre todos os povos e nos deu a Torah”. Ex. AZEITONAS E MEL . Lv 23:17. Com o restabelecimento do Estado de Israel.1:5]. um poder e uma vida. 2) A descida do Espírito Santo e suas manifestações como Vento e como Fogo nos cerca de 120 [cento e vinte] discípulos do Senhor dentro do Cenáculo. por alegres sons de flautas. 4) A Primeira mensagem procedida pela Igreja do Senhor edificada. Foi assim em Pentecostes. A igreja não é absolutamente o pastor. O único sinal inconfundível do Batísmo com o Espírito Santo são as línguas estranhas. O povo de Israel festeja SHAVUOT com justa satisfação. Nm 26-31. CEVADA. como a entrega da Torah. libertado do cativeiro egípcio. cada um conduzia sua oferenda a Deus: PRIMÍCIAS DE TRIGO.

inclusive. A Porta Formosa que levava as pessoas do Átrio dos Gentios ao Átrio das Mulheres. louvor.14:13. O MAIOR PECADO DESSE CASAL não foi a sonegação dizimal.21:14. A palavra COXÉ. Havia muitos mendigos deficientes nas proximidades do Templo. Ser coxo era um mal bastante comum na Palestina dos tempos de Jesus. Hannah (Ana) = Graça. Qualquer tipo de mentira ao Espírito Santo sempre refletirá catastroficamente na vida do mentiroso. Tratava-se da oração das três horas da tarde. uma vez que eles. face à total libertação do coxo. Capítulos 3-5 de Atos Os Capítulos 3 e 4 de Atos narram a libertação total de um coxo e as exposições públicas do Apóstolo Pedro no Templo. os saduceus. . sinais e prodígios e amor recíproco entre os membros da igreja. diante de judeus atônitos. o Átrio dos Gentios. Resultado Imediato: A Igreja não somente alcançou excelente nível de classificação no seio da sociedade civil de então. Enfim. no latim. Consequentemente. era costume das pessoas deficientes físicas aglomerarem-se em lugares de grande fluxo de pessoas. Lc. O Senhor Jesus. havia queima de sacrifícios no templo. o Átrio de Salomão. A doutrina da ressurreição de Jesus era inadmissível. nos portais principais. coxo é coxu e significa “INCOMPLETO. 15:30ss. O Salmo 133 e seus reflexos espirituais manifestos na vida da Igreja em Jerusalém. Esses servos usavam a Palavra do Senhor: 1) Para conscientizar os convertidos ao cristianismo. situava-se no Átrio de Salomão. A essa desgraça física acrescentava-se que a Lei declarava o aleijado inapto para o desempenho das funções religiosas. os convertidos viviam o Salmo 133 na Celebração da Ceia do Senhor. Na Porta chamada Formosa. São três etimologias: “Graça de Deus” ou “Deus tem (tenha) Piedade” ou “o amado de Deus”. como inerentes ao sacerdócio. A segunda grande pregação de Pedro após os eventos espirituais de Pentecostes. nas reuniões de intercessão. Havia temor. IMPERFEITO”. e sim a mentira contra o Espírito Santo de Deus. Jesus Cristo curou muitos coxos tanto coletiva como individualmente – Mt. afirmou também que era melhor suportar esse padecimento por causa do Reino de Deus do que não tê-lo e ser condenado ao Inferno – Mt. A cura do coxo. 4:1-22. Mt. Dois fatos básicos incomodavam os saduceus: 1) Os discípulos não eram mestres autorizados pelo 2) Sinédrio. mas também muitos outros novos convertidos eram. Além das orações. perplexos. etc. 3:11-26. o Átrio das Mulheres. não acreditavam na ressurreição dos mortos. Ανανίας και Σάπφειρος (ou Σάπϕιpη) Ananías e Sápfiros (ou Sápfiri) Capítulo 5:1-11  O nome ANANIAS vem do hebraico Hannan-Iah . o Átrio Real. revelam as primeiras perseguições sofridas pela Igreja. Os Capítulos 3 a 5 mostram-nos apenas o início das barbáries que viriam contra a Igreja de Jesus. diariamente. Os Capítulos 3 a 5 de Atos COXO: No latim. 4:32-37. na Porta das Ovelhas [ ONDE LOCALIZAVA-SE O TANQUE DE BETESDA ].18:8. impossível de ser resolvida por quaisquer tipos de tecnologia científica médica. é uma variante da palavra coxu e significa ‘PESSOA QUE TEM UMA PERNA MAIS CURTA QUE A OUTRA”. Em Israel. Pedro e João subiam ao Templo para a oração da hora nona. compaixão + Iah = partícula hebraica usual para referenciar Deus ou Yhwh CONSCIENTIZAÇÃO e INTEGRAÇÃO deve ser o serviço dos servos de Jesus na Igreja. no Pátio dos Gentios. trata-se de uma séria deficiência física. TRUNCADO.9:45. Os saduceus entenderam que os discípulos de Jesus estavam totalmente fora de posição no que tange aos ensinamentos. 3:1-10. Mc. uma grande porta que apontava para o Monte das Oliveiras. Era preciso e necessário possuir uma formação judaísta. 2) Para integrá-los definitivamente no Corpo de Cristo. etc. Ananias e Safira Σάπϕιpη – Do grego (e do latim Saphirus) “Pedra preciosa” e do hebraico “formosa”. O Capítulo 6 de Atos retrata bem a preocupação dos Apóstolos em relação ao ensinamento da Palavra de Deus. Pedro e João expostos diante do Sinédrio.Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom 47 A Primeira Manifestação Pública dos Dons de Curar No Templo construído por Herodes havia os portões Hulda.

Seria Estevão um terrível espinho (2 Co. assim como seu falecido colega Estevão. poder é “autoridade. 1) Estevão. soberania. capacidade. centralizada no Monte Gerizim – João 4:20-22.Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom 47 integrados à obra. Nicolau. Do gr Νικόλαον – Nikólaon “Vitorioso sobre o povo”. poder <do Espírito Santo> é recursos. No GREGO .12:7-10) na carne do grande Paulo? Assim como o cantar do galo jamais pode ser esquecido pelo velho Apóstolo Pedro. Pármenas. força. Do gr Τίμωνα – Tímona = “Aquele que presta honra a Deus”. Capítulo 8 de Atos “O Evangelho em Samaria” Το Eυαγέλιον σε Σαμαpεία Os samaritanos eram descendentes de colonos gentios que os reis assírios haviam enviado para o território de Israel depois da queda de Samaria em 722 aC. Paulo é o principal instrumento divino [apóstolo dos gentios]. potência. domínio. fortaleza. Nicanor. Eram desprezados pelos judeus por causa de seu sangue meio gentio e pela sua religião paralela. Do gr Пpόχοpον – Próchoron = “Mestre do Coro”. certamente Paulo jamais conseguiu esquecer a terrível e trágica morte de Estevão. ato de poder”. Obs: No Capítulo 8 o Evangelho é propagado fora de Jerusalém. capacidade.net Os Sete Diáconos do Capítulo 6 de Atos Οι επτά διάκονοι GREGO de Atos 6:5 και ηρεσεν ο λογος ενωπιον παντος του πληθους και εξελεξαντο στεφανον ανδρα πληρης πιστεως και πνευματος αγιου και φιλιππον και προχορον και νικανορα και τιμωνα και παρμεναν και νικολαον προσηλυτον αντιοχεα LATIM de At 6:5  et placuit sermo coram omni multitudine et elegerunt Stephanum virum plenum fide et Spiritu Sancto et Philippum et Prochorum et Nicanorem et Timonem et Parmenam et Nicolaum advenam Antiochenum. Leiamos atentamente 6:8-15 e 7:1-60. O Evangelho do Senhor Jesus tornou-se um elemento sempre adornado face à ministração do mesmo em Palavras e Poder. influência. Timão. Anotemos 1) Nos capítulos 1 a 7 de Atos Jesus tem testemunhas em Jerusalém. direito de deliberar. Do gr Νικάνοpα – Nikánora = “Conquistador”. δύναμις – dýnamis = “poder com Pr Joel Machado enom. Prócoro. Pedro é o principal instrumento do Espírito de Deus. recurso. mas também recebera de Cristo ministérios específicos para a realização de obras específicas. Do gr Στέϕανον 2) 3) 4) 5) 6) 7) – Stéfanon = “Coroa”. agir e mandar”.zip. Do gr φίλιπποη – Fílipon = “Amador de cavalos”. Do gr Пαpμενᾱν – Parmenan “Firme”. No LATIM . 3) Nos capítulos 9 a 28 de Atos o Salvador tem testemunhas até às extremidades da terra. Filipe. Filipe é o instrumento principal direcionado pelo Espírito do Senhor. força. Lemos em Atos 8:6 “E as multidões unanimemente prestavam atenção ao que Filipe dizia. Filipe. 2) No capítulo 8 de Atos Jesus tem testemunhas em Judéia e Samaria. habilidade. . não possuía apenas o ministério local de Diácono.

7 “. Capítulo 9 8) Perseguidor da Igreja de Jesus em Jerusalém. vv. jato de luz procedente do Céu.3:18]. então.16:7. imediatamente os milagres e as maravilhas se manifestarão no cotidiano do obreiro.. nos domínios da permissividade e circunstancialidade da 5) Parente de Andrônico e Júnias. paralelo ao diaconato exercia na prática a chamada ministerial de evangelista [Ef. A chamada no aspecto At 9:11. principal cidade da chamada primária [quando a pessoa vai a Deus Cilícia [GRÉCIA]. o mesmo Senhor chama O NOVO HOMEM aos levantou-se de forma selvagem e bruta contra o domínios do “chamamento específico”. chamada no aspecto circunstancial da vontade 3) Grande autoridade no apedrejamento de Estevão. esus escolheu e chamou Saulo. era diácono. a Lei Mosaica geral”.1:13.1:13. Não somente caiu do cavalo. 21:39. Primeiro o elementos inerentes a essas instituições eram de Senhor chama o velho homem à salvação eterna.: Evangelista teórico é aquele que não possui uma missão específica e nem tampouco possui os Dons Espirituais e Ministeriais especiais para operação de milagres e maravilhas palpáveis e visíveis para edificação da Igreja do Senhor na localidade.. os surdos ouviam. O chamamento cristianismo em Jerusalém e. O Ministério de Evangelista não pode e nem deve ser conseqüência da cobiça do obreiro.21:8-9. foi chamado aos e o Templo dos judeus em Jerusalém e todos os domínios do “chamamento específico”. Possuía quatro filhas moças que profetizavam. 9:1.. At.. A Bíblia diz: “Era um dos sete – agora. 22:4. Depois. Do grego Fil. At. 9) Escolhido especial de Jesus para ministrar o Evangelho aos gentios.23:6. exatamente pelo fato de ousar Pequeno. No chamamento geral o velho homem autoridades religiosas do Judaísmo em Jerusalém. foram Pd. Paulo é = perseguir a Igreja do Senhor Jesus. que PAULO. Fil. 11:25.7:58.8:1. permissivo da vontade do Senhor [quando Deus 2) Jovem no tempo da morte do diácono Estevão. forçados a deixar Jerusalém. PAULO. a Palavra da Ciência. Isso acontece quando a vida do diácono pertence à Igreja de Jesus.os espíritos imundos saíam gritando em alta voz.22:3. Diante de Filipe o cego enxergava. de Cristo. Filipe era diácono da Igreja do Senhor. permite algum evento para conduzir alguém a Ele]. e não de uma sigla religiosa. simultaneamente. membro assombrosamente a Sua Igreja em Jerusalém. mas detentor dos Dons de Curar. 21. Gl. Conheces evangelistas tipo Filipe? NÃO! Cuidado. É nesse Capítulo 9. Filipe era um servo de Deus de larga e profunda fé em Cristo. o coxo e os paralíticos andavam. A Conversão de Saulo At. na parte oriental da Ásia Menor. no Saulo dirigiu-se à cidade de Damasco [Capital da chamamento específico o novo homem precisará saber SÍRIA] em busca dos servos de Deus que.7:58. unicamente por amor]. no chamamento específico o estado espiritual Teologia Histórica: De posse do homem precisará estar NOTA 10 diante do autor da de documentação especial liberada pelas principais chamada: Jesus.Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom 47 porque OUVIAM e VIAM os sinais que ele fazia”. Rm.5:34. Deus permitiu dois fatos 6) Discípulo de simultâneos: [1] A morte do santo Estevão [2] O mesmo Senhor permitiu a Saulo perseguir = Gamaliel. É preciso possuir imenso poder de Deus para atender a chamada de evangelista. não precisará saber absolutamente nada de Cristo. com a morte MUITO do Senhor Jesus [Graça e conhecimento . 1 Co. do Sinédrio e doutor da lei judaica . O Capítulo 9 de Atos dos Apóstolos revela a SAULO identifica o nome hebraico do apóstolo. Saulo foi surpreendido por um fortíssimo nome. A 1) Procedente da cidade Tarso. o velho nome. 7) Membro da Seita dos Fariseus. Discernimento de espíritos. o Corpo vivo e ativo Significa: “pequeno”. conversão de Saulo. o Filho de Deus. o escolhido finalmente ouça-O]. local. 4) Israelita da Tribo de Benjamim. no afã de exterminá-lo geral é um fato. o chamamento específico é um outro para sempre encontrou-se pessoalmente com Jesus fato. . vontade do Senhor. Filipe possuía uma patente interna. pois. do Senhor [quando Deus cria circunstâncias para que At. da Palavra da Sabedoria. J Σαυλος – Savlos Пαύλου – Pavlu Σαυλος . 9:15..Paralíticos e coxos eram curados” .3:5. At. Operação de Maravilhas. ao aproximar-se de Damasco. Existem diversos tipos de chamadas divinas.4:11-12]. Quando o próprio Cristo chama o evangelista. Consequentemente. No chamamento geral não importa o estado do Cristo na estrada que ligava Jerusalém a Damasco. Fil. os mudos falavam. evangelista prático” . e nunca à denominação. SAULO foi chamado aos domínios do “chamamento No conceito particular de Saulo de Tarso.Savlos PAULLUS Γαμαλιήλ - Gamalíl . Porém. At.2 de Estevão e uma indiscriminada perseguição. um fariseu. Significado: encontramos esse célebre e zeloso doutor do judaísmo caindo do cavalo. identifica o nome grego. 1 Tm. Ou seja. caráter inviolável e eterno.15:9. porém. homem.3:5. Todavia. ao contrário de Saulo. At. A At. um diácono não apenas cheio do Espírito Santo. Resumo Biográfico de Saulo-Paulo mas foi acometido de uma incômoda e imediata em Filipenses 3:5-6 cegueira física. em busca de refúgio junto Paulo – é o novo aos damascenos. No latim. Filipe. Obs. Endemoninhados libertos era fato simples diante do ministério de Filipe.3:6. e sim uma chamada especial do próprio Senhor Jesus. A chamada de Saulo ocorreu.

2) Conjunto de cem objetos da mesma espécie. impiedoso. batizado com o Espírito Santo dias após a conversão a Jesus. cerca de 500 Kms. Deus não faz acepção de pessoas. atenda o Seu grande chamamento. Σαυλος: Chamado em meio ao primeiro grande massacre de cristãos no mundo asiático. Fato ensinado. as quais ilustravam vidas humanas do mundo gentílico. Os Discípulos na Cidade de Αντιοχείας = Antiochías Antioquia – Uma cidade às margens do Rio Orontes. Deus estava ensinando ao duríssimo Pedro uma lição inerente à vida da criatura humana. Cornélio – Do latim PIEDOSO. Foi nesse tempo que o Senhor o chamou para ser o segundo maior nome do mundo neotestamentário depois de Cristo Jesus. Fil. A autenticidade do Batísmo com o Espírito Santo foi provada pelo falar em línguas estranhas. Parte de uma legião. formada por 100 [cem] cidadãos. o Filho de Deus. A BASE DOS FATOS: Atos 10:43 “haviam crido em Cristo Jesus”. tropa. Resultado: Trágicas circunstâncias ocorridas na cidade de Jerusalém. É preciso falar em línguas estranhas. Através da visão de aves imundas. No Capítulo 10 o mesmo Senhor chama um homem de natureza mansa. catastróficos.10:17.23:6. ao norte de Jerusalém. Cornélio. sede do judaísmo. batizado com o Espírito Santo no ato da conversão a Cristo. As duas principais designações do vocábulo cohorte são: 1. O caso de Cornélio trata-se do primeiro de sua espécie. Parecia. entre os antigos romanos. Portanto. LEGIÃO. de onde Saulo saíra.2:11-14] 10:34. defensor fanático do Judaísmo. Segundo nome: PAULO. mas agora o ex-perseguidor encontrava-se não apenas cego. . soldados. com a conversão de Cornélio. Κοpνήλιος Kornílios No Capítulo 9 o Senhor chama um homem de índole rude. abriu-se definitivamente a porta da Igreja de Jesus aos gentios. Cornélio. Cornélio. piedoso e temente a Deus. etc. autoridade judaica em Jerusalém. Enumeremos as quatro principais designações do latim CENTÚRIA. ex-Saulo da cidade de Tarso. isto é.3:5. um ponto crucial que poderia influenciar o crescimento da Igreja do Senhor. At. Saulo. Saulo. da seita dos Fariseus. Saulo. ficaram convencidos da presença de Jeová no evento condutor de Cornélio à comunhão íntima com Deus através unicamente da fé em Jesus. Saulo. no Velho Testamento. Aos companheiros de Pedro que ali estavam ficou demonstrado que Deus recebera os gentios da mesma forma que recebera judeus como igreja. da coorte chamada italiana [ROMANA] 10:1. decretara a morte da Igreja de Jesus]. duas perguntas se manifestam de imediato: Primeira pergunta: Pode a fé em Jesus Cristo admitir à comunhão com Deus um gentio incircunciso? Segunda pergunta: Até quando a questão iría perdurar diante dos extremístas ainda amantes do judaismo e membrados na Igreja Primitiva tais como o próprio Pedro? [Gl. No início do Capítulo 11 os judeus da circuncisão questionaram asperamente o Apóstolo Pedro sobre os fatos concernentes a Cornélio. “comandante de uma centúria. 10:44 “caiu o Espírito santo sobre todos” . Centurião – Do latim CENTURIONE. Cornélio. As duas chamadas de Saulo e. Fundada por Selêuco Nicanor no ano 300 ªC. Porção de gente armada. ao próprio Pedro. COORTE. Cornélio. agora. Saulo. Capítulo 10 A Conversão de Cornélio – Gr  Dt. um encontro pessoal com Cristo através do apóstolo Pedro. Foi nesse tempo que o Senhor fez-lhe a primeira chamada. Depois do relatório desse apóstolo sobre os fatos pertinentes a Cornélio.Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom 47 1) Centena. gentio. 10:2. sobretudo. As circunstâncias costumam ser trágicas. quando o Senhor deseja que alguém não somente ouça-O. foram antecedidas de fatos extremamente desgostosos e amargos: 4) Na milícia romana. Aqui. companhia de 100 [cem] Deus comissionou Pedro para ir a Cornélio. O fato ocorreu independente de imposição de mãos. é LEGIONE e significa “corpo do antigo exército romano constituído de infantaria e cavalaria”. onde ele manifestava-se como um dos comandantes da fúria judia contra a Igreja de Jesus. conduziram Saulo a Cristo. O elemento básico da comissão: uma visão de elementos imundos AOS OLHOS DO JUDAÍSMO. Pedro ainda pregava quando o Espírito de Deus caiu sobre seus ouvintes. autoridade romana em Cesaréia. inclusive. 3) Uma das divisões políticas dos romanos. Antíoco. um encontro pessoal com o próprio Senhor Jesus. Пαύλου: O calor da fúria contra a Igreja ainda não fora cessado [a cúpula sacerdotal de Jerusalém. 2. desde que a fé não fosse comprometida. Com Cornélio. 10:46. Primeiro nome do Novo Testamento: Jesus Cristo.19:7 O Apóstolo Pedro foi despertado e compreendeu que o plano divino de salvação eterna é para todos os povos e que o Batísmo com o Espírito Santo é para todos os que crêem ardente e fervorosamente no Senhor. 10:1. que o Evangelho havia atingido. no latim. O caminho para Cristo costuma ser antecedido de fatos amargos. na milícia romana”. e chamada Antioquia em honra de seu pai.2 Cr. mas humilhado e manifesto como elemento de desconfiança tanto do lado dos servos de Deus quanto do lado dos judaístas. dolorosos. do latim cohorte. Aqui vemos uma pregação acompanhada de sinais. posteriormente. mas. 10:28. Paulo.

15:35. AS ALGEMAS CAEM QUANDO OS SERVOS DE CRISTO COLOCAM-SE NA POSIÇÃO EM PÉ. 14:1-20. Ez. onde fundou-se a primeira igreja local no seio dos gentios. percebendo Herodes Agripa que havia agradado as autoridades religiosas de Jerusalém. devido a morte de Tiago. Muitos profetas do Senhor saíram de Jerusalém para prestação de serviços a Deus em Antioquía. pelo fato de encontrar-se no mundo espiritual. mesmo entre uma guarda romana atenta.8:23-26]. pelo menos exteriormente. foi despertado por um ser angelical que não poderia jamais ser percebido pela guarda gentílica. Tiago. 25. Profetizou a prisão de Paulo. neto de Herodes Magno. A PALAVRA BARNABÉ é de origem ARAMAICA e significa “FILHO DA CONSOLAÇÃO”. 4) Defendeu o trabalho entre os gentios no Concílio de Jerusalém. mesmo diante dos adversários. 9:27. ocasião em que Paulo foi perseguido. Antioquia era conhecida como ANTIOQUIA DA SÍRIA. disse o anjo do Senhor a Pedro. Ágabo profetizada à moda dos profetas do Velho Testamento.Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom Durante cerca de 1000 anos Antioquia foi a capital dos governadores romanos e gregos da Síria. 3. era zeloso praticante de rituais judaicos e era patriota em questões religiosas. Entretanto: 1. passando pelas sentinelas que absolutamente nada puderam perceber. pela primeira vez. representando a Glória de Cristo.4.6:14. 12:2 “Fez Uma vez tendo as mãos livres. ANTIOQUIA DA PSÍDIA situava-se na Frígia. 21:10-11. A Igreja de Jesus em Antioquia notabilizou-se pela presença de homens específicos de Cristo. 2. trata-se do primeiro apóstolo do Senhor a sofrer o martírio no mundo da Igreja Primitiva. habilitados com os Dons Ministeriais e os Dons Espirituais. At. penetrou no cárcere e. autorizou a prisão de Pedro. Pedro conseguia dormir [APRENDERA COM O MESTRE JESUS Mt. Antiochías.2:1. A ANTIOQUÍA DA PSÍDIA também fundada por Seleuco Nicanor em honra a seu pai Antíoco. – Homem bom. em estava Barnabé. milagrosamente viu as cadeias abrirem-se e caírem ao solo.6:15]. Ef. 12:1. Antioquía da Síria com Antioquía da Psídia. uma das lideranças da Igreja do Senhor. então. momentos após a perseguição de Saulo contra a Igreja e reconheceu que o movimento que chegara a Antioquia procedia unicamente de Deus. Trata-se de Herodes Agripa I. 11:2224. Profetizou uma grande fome nos dias do Imperador Cláudio. 2.2:11-12. Posteriormente.11:19-26. . Pedro (πέτρος = Pétros) Lá. Gl. irmão de João” . os demônios. 6:5. 4:36. A PRISÃO do Capítulo 12 de Atos aponta para o maldito pecado que prende e encarcera o pecador. O Evangelho de Jesus Cristo. Preso Pedro. logo em seguida. Pedro calçou suas alparcas [APONTA PARA O PODER DO EVANGELHO NA VIDA DOS FILHOS DE DEUS • Ef. VIDA 1) Convenceu os apóstolos quanto à clareza da conversão de Saulo. chegou imediatamente em Antioquia. Dentre esses profetas. Agripa entendeu estar prestando um grande serviço aos legalístas judeus. 15:12. cheio do Espírito Santo e de Fé genuína em Cristo. os antioquianos de Antioquia da Psídia uniram-se ao povo de Icônio. 13:1. Jr. Foi dessa Antioquía [PSÍDIA] que o Apóstolo Paulo e Barnabé foram expulsos. 13:2. sentiu-se prestigiada por Herodes. 18:22. Tiago. face aos estragos físicos causados pelo povo de Antioquia da Psídia e de Icônio. 22.11:27-28. que reinara no tempo do nascimento de Jesus. At. O Grande. Um forte clarão de luz. • Pedro. a Igreja intercedia pelo seu livramento. inclusive. libertando suas mãos. o termo “cristãos” aplicado aos seguidores do Senhor Jesus Cristo. METÁFORA DO CAPÍTULO 12 1. Não confundamos. Toda a classe sacerdotal de Jerusalém. os quais diuturnamente mantêm vigilância sobre aqueles que estão presos e acorrentados em masmorras satânicas. descrito pelo escritor Lucas como um homem consolador. como resultado das intercessões da Igreja. Em Antioquia surgiu. 11:24. depois da perseguição de Saulo à Igreja de Cristo em Jerusalém. eliminando Tiago. levantou-se DEPRESSA. Foi em Antioquia que o Apóstolo Paulo desentendeu-se com a Apóstolo Pedro. Cingi-te. João e Pedro faziam parte do grupo íntimo do Senhor Jesus quando por ocasião da estada do Salvador em Israel. LOMBOS CINGIDOS APONTAM PARA CRISTÃ EQUILIBRADA. Barnabé desenvolveu papel de grande relevância no seio da Igreja do Senhor. quase nos limites da Psídia.11:26. 14:26. A NOITE do Capítulo 12 de Atos aponta para as densas trevas que envolvem quaisquer tipos de prisões. Herodes. tomando a túnica sobre os ombros seguiu o anjo do Senhor. 2) Representou os apóstolos na própria Antioquia. Mesmo acorrentado e guardado por dois militares.13:14. o qual foi imediatamente preso pela guarda romana na Palestina. Agripa. At. 3) Barnabé e Paulo foram os escolhidos do Espírito Santo para a primeira viagem missionária de Paulo. Pedro. At. • • Ez. 13:50-51. apedrejado e considerado fisicamente morto. 47 passar ao fio da espada a Tiago. imaterial. Mais tarde.13:1-9. Por quê? Exatamente para diferenciá-la da outra Antioquia. A POSIÇÃO DE ALERTA DOS GUARDAS aponta para os espíritos de Satanás. At. inclusive. Antioquia da Síria tornou-se centro de atividades missionárias iniciais da Igreja Primitiva. Posteriormente.: • Pedro. Atos 13:1-2ss. Ágabo.

Num eloqüente discurso dirigido a produtores de grãos das cidades de Tiro e Sidom. Herodes Agripa I. sentiu-se pessoal e literalmente polido diante da aclamação pública que lhe fora dirigida após discurso que foi além da expectativa dos tirenses e sidonitas. Profetas e Mestres da Palavra de Deus. calçado na Palavra do Senhor>]. Uma espécie de vírus tão letais quanto as bactérias cancerígenas. vestido de vestes reais [12:21]. ocasião em que o comportamento verbal e intelectual do monarca foi considerado uma obra genuinamente Os acontecimentos em Antioquía da Síria. CRENTE FORTEMENTE CALÇADO: Ef. ininterrúpta. Ata as tuas alparcas [SANDÁLIAS]. CULTO”. em dia de grande inspiração verbal. o monarca sentiu-se literalmente absoluto e supremo. manifesto em duas expressões.700 Km. e. Um homem impulsionado pelo Espírito de Deus. Herodes Agripa I. Chipre era uma ilha e república do Mar Mediterrâneo. posição do crente. jamais da criatura humana. manifesta-se como a figura principal do livro. é: calceare. 6. CONSEQUÊNCIA IMEDIATA: Um ato fulminante de Deus o fez tombar mortalmente ferido. CINGIR-SE é equilibrar a vida espiritual com a Palavra de Deus e a oração. sapatos.Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom 4. A obra do Senhor em Antioquia. Também Barnabé encontrava-se junto a Paulo na primeira viagem missionária. Comprimento de 3. O CRENTE só pode seguir e λατрες – latres. esperavam ouvir um verdadeiro bombardeio procedente do rei. significam “ADORAÇÃO. palavra que Jesus sempre dirá àqueles que decidem deixar os cárceres: “SEGUE-ME”. e nunca. Profundidade: 3. infestado de bichos malígnos. O ANJO ABRINDO A PORTA DO CÁRCERE E CONVIDANDO PEDRO A DEIXAR A PRISÃO identifica a vontade do Senhor em nos libertar das masmorras frias e malígnas. simultaneamente.]. consequentemente. 5. C) Revestir as mãos de [luvas]. segundo At 12:20-25. Em 13:5 João Marcos. AS ALGEMAS PRENDENDO AS DUAS MÃOS DE PEDRO apontam para o estado de inatividade 47 de Deus [Deus com letra maiúscula]. no 1. ambos. A estada de Paulo em Chipre vai de 13:4 a 13:12. De Antioquia vamos para os fatos em Chipre. como conseqüência de consagração diuturna. Significa: A) Revestir os pés de [botas. cada pecador tem o livre arbítrio para decidir SAIR ou FICAR.960 mts. interior” . situado entre terras. Capítulos 13-14 Itinerário da Primeira Viagem Missionária de Paulo No Capítulo 13 de Atos dos Apóstolos começa o que tem sido chamado de “os Atos de Paulo”. O latim LATRA é o grego ADORA IDOLATRANDO”. Levanta-te “depressa”. grego. εγολατрια εγολατрα egotísta. A palavra Mediterrâneo procede do latim MEDITERRANEU e significa “situado no meio de terras. Trata-se da pessoa que adora a si mesma. possuía diversos valores espirituais e ministeriais.6:15. εγολατрια – egolatria [grego] O latim LATRIA é λατрεια – latria.aponta para a única εγοτήσμο – egotísmo [grego] 2. isto é. 13:1-3. EGOTÍSMO é o sentimento excessivo que a pessoa nutre pela sua própria personalidade. Cinge-te. QUE εγολατрα é a pessoa que tem a si mesma como objeto de culto. etc. vírus mortais. conforme relato anterior. Lança às costas a tua capa [túnica]. é auxiliar de Paulo. D) Ajustar-se.4:10]. O Mar Mediterrâneo encontra-se situado entre a África e a Europa. pois o apóstolo. A PRESENÇA DO ANJO DO SENHOR NA PRISÃO aponta para Jesus como Aquele que nos liberta da prisão dos pecados e delitos contra Deus. A Morte de Herodes Agripa I Ηpᾡδης <Herodes> Αγpίππας <Agripa> ένα <um> 12:20-25. no latim. primo de Barnabé [Cl. A palavra “calçar”. Em 13:9 o nome Saulo é mudado para . e εγοτίστα  A antipatia e a prepotência sempre foram características tradicionais na família dos Herodes. depois das pessoas divinas. 3. CAUSA MORTIS: O ato pecaminoso de Herodes Agripa I. 5. A QUINTA DETERMINAÇÃO DO ANJO A PEDRO: “Segue-me” . chinelos. é o culto idolátrico do “eu”. adaptar-se [aquilo que se calça <O crente precisa e deve estar sempre ajustado à Palavra de Deus. foi. 4. do mundanismo e do Diabo. O CRENTE DEVE REVESTIR-SE DAS RIQUEZAS DA SANTIDADE. Indiferente à colocação da opinião pública e extremamente soberbo e vaidoso. contrariando as expectativas. Ambos significam “QUE CULTUA. os quais não viviam um bom momento diante da monarquia herodiana. Aponta para a primeira 2. PARA VIVER EM SANTIFICAÇÃO. meias. Cinco Determinações 1. 7. acompanhar o Senhor após observar todos os padrões divinos de libertação. quando o monarca recebeu para si honras devidas unicamente a Deus: aqueles que são aprisionados nas masmorras frias da carne. B) Revestir as pernas de [calças ou calções. Segue-me. etc.]. Entretanto.

Barnabé e João Marcos foram à Galáxia. onde João Marcos é o pivô de tudo. João Marcos e Barnabé. A Decisão. quando homens notáveis de Deus. Em 13:35 o Salmo mencionado é o de número 16. 6-18. A Entrega da Carta em Antioquía. No País da Galáxia houve um extenso avivamento entre os gentios e grande rejeição dos judeus. o Senhor acabou produzindo algo satisfatório: [1] Duas equipes. Através do problema. o cristianismo vai até aos confins da terra. Entendamos. principalmente. entretanto. Procônsul era um antigo magistrado romano. O judaísmo. pediram aos Silas  gr Σιλᾷν = Silãn  Companheiro Missionário de Paulo . 4. Resultado: Dois homens de Deus e amigos separam-se face à imprudência e falta de vigilância de uma terceira pessoa. um mágico que tentava bloquear penetrações do Evangelho. face às manifestações divinas específicas na vida ministerial de Paulo. Vejamos. Debate. entretanto. o terceiro missionário acompanhante. A separação entre os missionários Paulo e Barnabé foi a única solução encontrada diante do fatídico impasse. Capítulo 15:1-35 O Concílio de Jerusalém Concílio trata-se da reunião de autoridades eclesiásticas. O JUDAÍSMO. os dois homens de Deus escolhidos e separados pelo Espírito Santo para a Primeira Viagem Missionária. Paulo. diante de Paulo e Barnabé. segundo os ritos mosaicos para Israel. as unhas do Diabo procurando confundir a obra do Senhor Jesus através de um estopim especial: JOÃO MARCOS. Foi reduzida a província romana em 25 aC. Capítulos 15-18 Itinerário da Segunda Viagem Missionária de Paulo <15:36-41> Do Capítulo 13:1 a 28:31. 30-35. A primeira controvérsia veio de fora ao encontro de Paulo e Barnabé. violento. 3. Uma igreja evangélica comprometida com rituais da Lei Mosaica. em Atos dos Apóstolos onde localizavase a insatisfação de Paulo com João Marcos – Observar atentamente o comportamento de João Marcos quando por ocasião da Primeira Viagem: 13:13. 13:13 a 14:20. A Segunda Viagem Missionária começa com uma outra séria controvérsia. Não devemos jamais espelharmo-nos nesse fato. Perceba no versículo 39 que a discussão entre Paulo e Barnabé. selvagem não conseguiu transformar a controvérsia do capítulo 15 em barreira contra a unidade da Igreja do Todo-Poderoso. pois.Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom Paulo. inclusive. o partido dos judeus convertidos. foram enviadas à obra missionária. O Capítulo 15 ocupa-se de duas questões: Primeira questão: A Circuncisão. que tem por finalidade tratar de assuntos doutrinários ou disciplinares. Galáxia era uma antiga região da Ásia Menor. Quando a viagem missionária dos filhos de Deus são direcionadas e orientadas pelo Senhor. é de caráter áspero. Motivo da separação: João Marcos. A Igreja de Jesus em Jerusalém aceitara os gentios em condições iguais às dos judeus. Ainda em território chipriano. O capítulo 15 está subdividido em 4 [quatro] partes: 1. pois. Divergência de opiniões. nas missões que fazes. Uma facção oculta do segundo maior adversário da Igreja do Senhor Primitiva. e não apenas uma. A Primeira Viagem Missionária terminou com uma séria controvérsia solucionada. 15:1-35 No Capítulo 15:1 surge uma grande controvérsia em Antioquía. leiamos 15:37-38 onde Paulo. Devemos ver sim. quando o Evangelho foi ao mundo Asiático. Resumo dos fatos do Capítulo 15: As lutas causadas pela presença de gentios na Igreja de Jesus começavam a se manifestar de forma constrangedora para Paulo. era o governador romano de uma província. instantes antes da próxima grande viagem missionária. consequentemente. alcançando os gentios de forma definitiva e incontestável. 50. 2. Agora. Isto é. magistrados rendem-se diante do poder de Deus? Fatos na Galáxia. onde centenas manifestavam tendências ultra-ortodoxas. 19-29. Barnabé foi diretamente para Chipre [2] O interesse de Barnabé por João Marcos salvou-o de tornar-se inútil ao Evangelho do Senhor Jesus. Foi exatamente isto que os homens de Deus pediram aos gentios convertidos ao cristianismo. O Apóstolo Paulo empreendeu três especiais viagens de caráter genuinamente missionário. direcionados e orientados pelo Espírito do Senhor. procurando inserílo no plano do Espírito Santo para Paulo e Barnabé. Pedro. não consegue esquecer o comportamento pregresso de Marcos e. havia aprendido que pessoa alguma deve ser considerada impura se Cristo a recebe [Capítulo 10 de Atos dos Apóstolos]. Paulo amaldiçoa Elimas. Segunda questão: Os Alimentos. o exclui da Segunda Viagem. Entretanto. 1-5. vv 10 . isto é. em referência aos fatos do Capítulo 15 acabou sendo promovida entre judeus e gentios. mas até autoridades em nível de governo rendem-se diante de Deus. 13:48. Esses judeus desejavam uma igreja tipo sabatísta. No versículo 12 o Procônsul de Chipre rende-se a Deus. Paulo e Barnabé. A Segunda Viagem Missionária vai do capítulo 15:36 ao Capítulo 18:22. A paz. 47 gentios novos convertidos a abstinência total de coisas abomináveis aos judeus (NÃO FAÇAMOS A ALGUÉM O QUE NÃO GOSTARÍAMOS QUE FIZESSEM CONOSCO). Caro leitor. não somente sinais e maravilhas se manifestam. Adventísta. desejava ver todos os membros da Igreja do Senhor Jesus devidamente circuncidados. separaram-se no que tange à Segunda Viagem Missionária. manifesta-se através de judeus procedentes da Igreja na Judéia. A segunda controvérsia encontrava-se junto a Paulo. através de malícias e engano.

Alguns atenienses uniram--se a Paulo. Paulo dirigiu-se a Corinto. Paulo estava a caminho de Éfeso. o israelita tinha de apresentar as seguintes ofertas: Pacífica. Contava com uma população de 600 mil habitantes. Ensinavam que Deus é o conjunto de tudo quanto existe. vocábulo mitônimo que significa “DEUSA DA BELEZA E DO AMOR” . e. Todavia. inclusive.. portanto. O império da filosofia sempre estivera montado em Atenas. semi-deuses e heróis da antiguidade greco-romana. Era capital da Acáia. 18:18.. Libação pelo pecado e holocausto. MYTHOLOGIA é a história fabulosa dos deuses. chama alguns de seus convertidos em “dizer”. procedentes de diversas nacionalidades do mundo de então. 3739. sobretudo. αрειονπαγιτής significa: “membro . íntimos de Paulo em Corinto. Epicuro. também era chamada de areópago. Sl. Somente seis ou sete anos mais tarde Lucas retornou à convivência próxima com o Apóstolo Paulo. VOTO é uma promessa especial e solene que o crente faz diante do Senhor. Obrigações do crente diante do voto: Js.. Revisando igrejas Paulo encontrou o moço Timóteo que foi incluído ao grupo missionário.6:2. 2.. do gr do areópago”. Paulo encontra-se totalmente careca. repete as mesmas palavras desse servo de Deus ditas no Capítulo 7:48-50. Ofenderam o apóstolo. ou seja. onde edificou . Ofício secular específico do apóstolo. significa [a] “mencionar”. 2. A Obra de Deus em Tessalônica. A Grande Obra em Filipos. Os pais judeus eram estimulados a ensinar a seus filhos uma profissão especial. Mitônimo é o nome próprio pertencente à mitologia clássica ou a qualquer outra.18:18-22. Enfim. No grego. 132:2-5. Segundo Nm 6:1321. 4. 6..enéo. cabeça raspada [os cabelos precisavam ser queimados].16:11-40. O Apóstolo Paulo na cidade de Corinto  Κόpινθον <Kórinthon> Κόpινθον era uma cidade portuária e um rico centro comercial.. Dt. 30. Beréia e Atenas. A Colina. Os votos têm regulamentos especiais diante de Deus: Lv 27. Corinto. A POBREZA DE ATENAS: Uma cidade que não conhecia Jesus.23:21. quando o período de tempo de um voto temporário se esgotava. os judeus foram os mais ferrenhos adversários de Paulo: 1. então. entretanto. significa: “COLUNA DE MARTE”. 18:1-28 Paulo em Atenas  Αθηνα <Athina> Capital dos Deuses da Grécia <gr  Ελλάδα> e da Sabedoria Humana .18:1-17. pois: άινέω . ditas anos passados. e. Ofereceram resistência.1:14. Blasfemaram contra o nome do Senhor Jesus Cristo. uma indústria de grande importância na cidade de Tarso. O Continente Europeu. de Manjares.. Em Corinto. As igrejas revisadas – as igrejas edificadas na Primeira Viagem.. simplesmente: O areópago era o local do venerável concílio que cuidava dos assuntos religiosos e educacionais em Atenas. Áquila e Priscila. Primeira cidade da Grécia. O comentário em referência a Áquila e Priscila. calvo. Nm. No grego. Corinto era dominada pelo luxo. Identificavam Deus com o mundo. “prometer”. um membro do areópago. O culto dominante na cidade de Corinto era o culto à deusa Afrodite. Sócrates. 3. portanto. Ainda em Corinto. Dentre esses atenienses. 3. Versículo 34.16:6-10. Isto é. A idolatria dominava a população corintiana nos aspectos básicos da vida. Dionísio. especialmente o nazireu.16:15]. nos aspectos comerciais. em Atos dos Apóstolos não há registro da formação de uma Igreja em Atenas. acompanhando-o até Filipos.arionpagitis. inclusive. A RIQUEZA DE ATENAS: Uma cidade genuinamente religiosa.66:13-14. Paulo parece ouvir o éco das palavras de Estevão. Conclusão da Segunda Viagem Missionária. O lt AREOPAGITA. AFRODITE. O areópago encontrava-se situado na Colina de Ares [MARTE]. Permanecia. [b] “votar”. primeiros frutos na Grécia [1 Co. O menino Saulo aprendera como fabricar tendas. 76:11. Paulo. especialmente no que diz respeito à menção honrosa.9:18-20. Entendamos. logo após deixar Atenas. Por quê? UM VOTO DIANTE DO SENHOR. juntando-se a dois servos de Deus.Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom 1.17:1-34. Paulo exerceu a atividade do fabrico de tendas. “louvar”. Ml.. encontra-se na Carta aos Romanos.17:16-34 Atenas era território do panteísmo. Nos versículos 24-25. sociais e religiosos. Em Trôade. 1 Sm. 14:24. Paulo usou o areópago de Atenas para pregar aos atenienses. em território da Grécia. página 01 da presente apostila. 47 Corinto de primícias da Acáia. assembléia de magistrados. Designação única: Tribunal ateniense. pela imoralidade e. AREÓPAGO: dos vocábulos gregos Arion Págon  Aрειον Πάγον – e do latim AREOPAGU. Atenas era a sede de Platão.15:41 a 16:5. 5. O apóstolo. pela idolatria. o doutor Lucas foi incorporado ao grupo paulino.

<Ágabo. praticamente. Pessoa má. pestilência. que se situam ao longo dos vasos linfáticos (gânglios linfáticos). Até alegramo-nos sim. Coisa funesta. nas Bíblias latinas> liga suas mãos com o cinto do Apóstolo 21:17-26. Doença contagiosa grave. significa: AFORTUNADO. ÊUTICO: Do grego Εὔτυχος . POR ISSO.Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom uma gigantêsca Igreja para Cristo. eliminou o ferrão da morte contra Êutico. ou rabugenta. através da Macedônia. No versículo 24 a cidade estava impregnada de calúnias e difamações contra Paulo. De Mileto. no que se refere à presença dos gentios na Igreja do Senhor Jesus Cristo. etc. Que se cuidem o pessoal das janelas de templos.Eftychos. 47 Romana e do Judaísmo. 6. Por exemplo. Designações: 1. a Jerusalém. Pessoa corruptora. [2] Incircunciso [3] Amante de alimentação ilícita à Lei de Moisés. 20:13-15. segundo grande e terrível adversário da Igreja de Jesus [depois de Satanás] no primeiro Século. espessura e constituição. mesmo diante de um ambiente de perseguições do Diabo. 4. No versículo 18. MAS DIANTE DA PORTA DA SALVAÇÃO ETERNA [Mt. não de janela alguma. bubões]. Andamos aborrecidos com tudo e com todos. 20:18-38. Em Corinto Paulo sofre diante de uma conspiração armada pelos judeus. A Igreja encontrava-se regozijante. Afinal. etc. 18:22-23. [2] Janela não é lugar onde um crente sério acomoda-se para participar de um culto de adoração a Deus.21:3-6. 19:19. Hoje. Os amigos permanecem em Tiro. o Apóstolo Paulo encontra-se com Tiago [irmão biológico do Senhor Jesus – Mt. 2. Fig. Paulo inicia a Terceira Viagem Missionária. que qualquer outro motivo. 'flagelo'. 1. um divisionista do Judaísmo ou inimigo de Moisés ou um débil mental – “Temos achado que este homem é uma PESTE” 24:5. neste. variáveis em forma. 20:3. o qual ministrou-lhe a vida. ao cair da janela e morrer. Paulo vai à cidade de Tiro. Que lástima pertencer a essa geração de “cristãos evangélicos”. Horário da queda: MEIA-NOITE [20:7]. através de Rodes e Pátara. Foi sumo-sacerdote judeu nos anos 48 a 58 . A Chegada de Paulo à cidade de Jerusalém – séde do Judaísmo. 13:55]. angústia provocada por familiares. ocasião em que Paulo pregava a Palavra de Deus. Segundo Jesus. Itinerário da Terceira Viagem Missionária Paulina 18:23 a 21:17. 21:17. 21:1-3. essencialmente do rato. epidemia. a Mileto. De Éfeso. 7. além de construir um grande templo. A primeira dessas formas é benigna. Alegria sim. Em Cesaréia.25:1-13]. . exatamente devido às calúnias e difamação levantadas contra esse homem de Deus. 6. fome. através da Macedônia. feiticismo. fazemos totalmente o contrário. Na realidade. A GRANDE LIÇÃO: [1] Se dormir nos bancos do templo já é perigoso. era mais de caráter tradicional. Em Trôade. não havia ambiente para Paulo em Jerusalém. Muito afortunado 5. Paulo despede-se dos presbíteros de Éfeso. assumindo. e a pneumônica [que se desenvolve com um quadro clínico típico de pneumonia lobar]. Éfeso. um apóstata. De Trôade. doença. de imediato o judeu enxergava três elementos no próprio: [1] Praticante de sacrifícios a ídolos. Pestilência. De Antioquía da Síria à Galácia. 4. 'calamidade'. e que por meio da pulga se transmite ao homem. uma de duas formas: a bubônica [em que há o aparecimento de tumefações ganglionares <ganglionar: Da natureza de gânglio. ou relativo ou pertencente a ele> < gânglio: Cada uma das pequenas formações. nem sempre os pregadores da noite têm vínculo com o Senhor do apóstolo Paulo. ao contemplar um gentio. e a segunda acarreta a morte. No versículo 35 do capítulo 19 uma revelação de maldição amarga e cruel para os habitantes de uma cidade. Um cristianismo de resultados. perseguição. De Corinto. isto é. Doença infecciosa. a Éfeso:19:1. NO HORÁRIO DA MEIA-NOITE [espiritual] também cinco virgens loucas cairão pela última vez. 2. 20:36. dificuldades. ou seja. quanto mais na janela do santuário em horário de adoração a Deus. Em meio a regozijo e gozo espiritual a Igreja em Jerusalém recebe o Apóstolo Paulo. popularmente. infelizmente. causada pelo bacilo de Yersin. os convertidos queimam livros de bruxarias. Da Galácia. Fig. teve a felicidade de ter o Apóstolo Paulo como pregador da Palavra de Deus naquela noite. A implicância. desde que não haja desemprego. 20:12. idólatra. ocultismo. em todos os casos. do latim peste. Para alguns. perniciosa. 21:7-15. PESTE. Para outros. ÊUTICO CAIU DA JANELA. o Profeta Αγαβος – Ágavos – Paulo – 21:10-11. De Tiro. por Mar. 3. ou se localizam no curso das raízes posteriores da medula espinhal ou no sistema nervoso autônomo (gânglios nervosos)> denominadas. mesmo. ou melhor: uma profissão de fé de acordo com o momento. um dia após a chegada a Jerusalém. Entre os judeus da Igreja do Senhor havia séria contestação contra o apóstolo do Senhor. através da Frígia. desde que não haja nada que nos perturbe no que tange à comunhão com o Senhor. através de Cesaréia. Êutico cai da janela. a Corinto. a Trôade. Em 3. pestilência. Em Mileto. Os gentios eram taxados de porcos. da Espada Paulo perante o Superior Tribunal dos Judeus: “O SINÉDRIO” Συνέδpιον – Synédrion 23:1-10 O sumo-sacerdote da época de Paulo chamava-se Ananias. Qualquer epidemia caracterizada por uma grande mortandade. 5.

que manifestar-se-se-á logo após o arrebatamento da Igreja. exatamente no afã de proteger a integridade física do apóstolo. . Agindo assim. pois: O termo grego generalizado para a palavra tribunal. falando do tribunal de Cristo. Era exatamente o retrato do clima que pairava em Jerusalém contra o apóstolo. o Imperador Romano era o maníaco e desprezível Nero César (finalmente. Primeira Cesaréia: A Cesaréia de Filipe. O vers 2 do Cap 23 de At . fulminado por Deus no capítulo 12]. Pelas leis de Roma o cidadão romano jamais poderia ser açoitado ou sofrer quaisquer danos físicos e até mesmo morais sem o consentimento do Tribunal Romano. anotemos: Paulo esteve preso na Cesaréia de Herodes.Deus te ferirá. os quais terminariam na cidade de Κλαύδιος Λυσίας – Klavdios Lysías (pronuncia-se Klavios Lysías) = Cláudio Lísias <na Roma. em Cesaréia. Cesaréia de Filipe encontrava-se a leste das famosas águas de Merom. 47 Judéia era Félix. ao pé do Monte Carmelo. Outra vez mais os judeus não encontraram acusações suficientes para condenar o apóstolo. em mais um tribunal. finalmente. Paulo. é: δικαστήριο – dikastírio = “lugar onde se administra a justiça”. que situava-se exatamente em Cesaréia. O Porto de Haifa. 23:3. Paulo sai ileso diante da acusação dos judeus). quando Paulo identificou-se como fariseu e filho de fariseu. após sua prisão em Jerusalém. o Grande. Um grupo de ricos e poderosos de Jerusalém. protegidos por leis romanas. o Grande. Enumeremô-los. para que se tornasse cumprida de forma cabal as palavras de Paulo lançadas contra ele. Paulo foi conduzido à presença do Sinédro. inclusive. é enviado ao tribunal maior dos romanos: O Tribunal Romano na cidade de Roma – composto pelos membros do senado). inclusive. Na época da prisão de Paulo. ISTO É. Essa Cesaréia. Quinto Tribunal: Diante do Tribunal A Via Crucis <o caminho da cruz> de Paulo . Atualmente aquele porto marítimo foi substituído pelo porto marítimo de Haifa. tratava-se da mais famosa das duas CESARÉIAS. usou a expressão: τοῦ βήματος τοῦ Χριστοῦ = o tribunal de Cristo – 2 Co 5:10. A cidade foi construída por Herodes. Os sacerdotes judeus sempre procederam da seita dos fariseus. pois havia a promessa de que os judeus matariam o apóstolo. grosseira e autoritária. Caracterizou-se como um religioso de reputação insolente.Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom dC. Foi através do porto marítimo de Cesaréia de Herodes que o Evangelho do Senhor Jesus chegou ao Ocidente. SEPULCRO CAIADO. era um porto marítimo situado entre Jope e Tiro.O Apóstolo é Conduzido à Cidade de Cesaréia 23:11-35 Havia duas Cesaréias no território hebreu. “. condenar o apóstolo que. os quais eram amparados. 1) Primeiro Tribunal: Diante do συνέδpιον – synédrion = 2) “Sinédrio”. Edificada em honra a seu patrono César Augusto. A Judéia. o que significa dizer que situava-se dentro do território de Decápolis. na realidade. Ambas. Tribunal do Judaísmo. em Cesaréia. o que poderia acontecer somente em casos de condenação. a influência do sumo-sacerdote que era saduceu (INIMIGO DIVERGENTE DOS FARISEUS) e Paulo foi reconduzido à prisão num presídio de segurança máxima.. o procurador de Roma na 3) 4) 5) <gr Ρωμαιος = Romeos>. encontra-se no rol dos portos marítimos mais belos e seguros do mundo. Prevaleceu. Livre dos açoites. Bíblia latina>. autoriza alguém a BATER exata e especificamente na boca de Paulo. cerca de sete meses mais Romano – tarde. ao norte do Mar da Galiléia. dois anos mais tarde (outra vez mais. parede branqueada”. ocasião em que discursou diante do Sinédrio. tinha na cidade de Cesaréia o centro do governo. Nessa época. Félix. uma vez que havia uma conspiração dos judeus para assassinar Paulo. ENTÃO. Diante do Sinédrio. Quarto Tribunal: Diante de Herodes Agripa II [filho de Agripa I. mostra-nos o sumo-sacerdote de Jerusalém considerando-se insultado diante das palavras do apóstolo. e.. Cesaréia. Paulo é condenado a cumprir dois anos de prisão em regime doméstico fechado na própria cidade de Roma). foi submetido a 5 (cinco) tribunais. Paulo era cidadão israelita e romano. rei dos judeus na época. Lísias também ver-se-ía livre dos fatos que circundavam o apóstolo dos gentios. transformou-se no início de uma sequência de horrores e torturas mentais que viriam a Paulo. tendo na sua fala audazes alegações. no que tange a condenação. consequentemente. cidade onde Paulo esteve preso durante 2 (dois) anos. o qual encontrava-se em Cesaréia em visita especial a Festo (ainda não foi possível. onde não foi possível condenar o apóstolo. em Jerusalém. todos os membros do Tribunal judaico se levantaram e dividiram-se em opiniões a respeito do apóstolo. Ananias morreria assassinado no ano 66. Segunda Cesaréia: Na realidade. Segundo Tribunal: Diante do procurador romano. dentro da cidade de Roma. situada a cerca de 40 Kms. comandante da guarda militar romana achou oportuno a transferência de Paulo para o presídio de Cesaréia. reivindicou seus direitos individuais como cidadão romano. logicamente. No momento em que seria açoitado em via pública. Assim como Saulo. domínios romanos. sob o governo de procuradores romanos. hoje. Paulo. procurador romano que substituiu Félix. todavia. Terceiro Tribunal: Diante de Festo.

PROMOTOR de sedições (agitações. Alguns destaques da comitiva: 1) O sumo sacerdote Ananias. todavia. A profanação do templo dos judeus era crime passível de morte. apresentava Jesus Cristo como O Filho de Deus que morrera e ressuscitara dentre os mortos. Podemos chamar o momento da defesa de Paulo de DEFESA DO ESPÍRITO SANTO. conhecia toda aquela gente que usava a religião como capa de imundícies.Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom Cesaréia. organizaram-se para irem a Cesaréia acusar o apóstolo diante do Procurador Romano Félix. Peste sempre foi uma epidemia gravíssima aos olhos dos judeus. fétida. Era advogado da Lei e das tradições rabínicas. O próprio Sinédrio preocupou-se em organizar a comitiva de acusação contra Paulo. Félix era corrupto e de baixo padrão moral. Paulo Perante Félix e Festo 24:22-27. saduceu. O Espírito Santo de Deus falou diante de Félix. um romano cheio de vivacidade. PESTE era sinônimo de pessoa má. a atuação foi 100% do Espírito Santo de Deus. Lamentavelmente. Félix recomenda ao chefe da guarda militar tratamento benígno e especial ao apóstolo. inclusive. 2) Tértulo – Τεpτύλλου <tertýlu> – 3) Um advogado romano convidado especialmente pelos judeus para acusar Paulo e pedir sua condenação diante de Antonio Félix. Ofertas. a história moral e espiritual de muitos ministérios de igrejas locais e Convenções estaduais com status de grandeza é o retrato do Sinédrio em Israel. Tértulo era conhecedor profundo da Lei de Moisés e habilitado em discursos de acusação. quando este falou-lhe com autoridade sobre o futuro. mas não haviam comparecido. de início. devasso. Os saduceus eram mais respeitados pelos cabelos grisalhos do que através da própria conduta moral. fora acusado de ser o agitador maior da explosão espiritual que. o que frustraria todos os planos de conspiração de morte contra o prisioneiro. Um homem rico. Os saduceus. O Sinédrio deveria ser sim. estavam constantemente em choque de opiniões. principalmente. AGITAÇÃO era crime que deveria ser respondido com a morte na forca. os judeus da Ásia deveriam servir como testemunhas. desde que lhe trouxessem benefícios econômicos. 24:5. ENTENDAMOS: As palavras de defesa de Paulo saíram realmente de seus lábios. portanto. Paulo registra a ausência desses irmãos ao governador Félix. Consequentemente. jamais. diante de Antonio Félix. 47 No que tange aos romanos. a maioria de anciãos que foi a Cesaréia era constituída de anciãos saduceus. os judeus aborreceram-se com Cláudio Lísias [um aborrecimento que estremeceria o governo de Roma em Israel]. Félix possuía os mesmos hábitos de seus antecessores. após as palavras inflamadas e envenenadas de Tértulo. ruim. Como livrar-se desse tipo de acusações infernais? Descrições Especiais do Calvário de Paulo em Direção a Roma Acusação e Defesa de Paulo 24:1-27. o apóstolo de Jesus Cristo. no Império Romano e no universo do judaísmo. 25:1-12. – Havia uma explosão espiritual no mundo romano. nunca. Félix conhecia fartamente o sumo-sacerdote Ananias e a intransigência dos anciãos que imperava no Sinédrio. Acusações Contra Paulo Proferidas por Tértulo 1) Paulo. No discurso de sua própria defesa. Diante da Lei. Esmolas para os irmãos carentes. na fogueira. na guilhotina ou na cruz. assim como fora seu antepassado colega Pilatos (24:26). inclusive. Entretanto. Fariseus e saduceus. esconderijo 2) 3) . Por quê? (1) Félix roubara Drusila de seu primeiro marido (2) Como governador. No versículo 25. 24:22 revela-nos que Félix ouviu de forma respeitosa a defesa de Paulo e. o tribunal santo dos judeus e. Félix amedronta-se com as palavras de Paulo. Uma coisa contagiosa. A Igreja de Jesus crescia assustadoramente e era motivo de todas e quaisquer reuniões nas trevas. na instrumentabilidade de Paulo. ENTRETANTO. Imaginava-se que. Paulo saísse da presença de Félix praticamente com o cabeça decepada pela guilhotina romana. Paulo. olhemos a palavra profética no programa do Rei Jesus para os seus servos em Mateus 10:16-20. posteriormente. abordando o juízo divino. Por quê? Exatamente porque Lísias não encontrava-se em Cesaréia para prestar testemunho. Era homem aberto a quaisquer tipos de imundícies morais. detestável. irônico e que não gozava da simpatia de quem o conhecia. PROFANADOR DO TEMPLO. Após tomar conhecimento da transferência de Paulo [De Jerusalém para Cesaréia]. para a obra de Deus. Reler o versículo 5. Antes de abordarmos esta questão. motins) e PRINCIPAL DEFENSOR da seita dos nazarenos (A IGREJA) Versículo 5. seria o primeiro passo dos horrores que acabariam afunilados em Roma. invejosos e extremístas religiosos. não acreditavam em ressurreição de mortos (Atos 23:8a). Alguns anciãos – O Sinédrio era composto de anciãos fariseus e saduceus. Os próprios herodianos viviam em conflitos religiosos constantes com as facções religiosas do Sinédrio. adiou o julgamento da causa. procurador romano em Cesaréia. Félix. Lísias era comandante do destacamento militar romano em Jerusalém. dias depois. Isto é. é identificado como uma PESTE. Após a defesa de Paulo. Paulo denota inicialmente o carente estado social da Igreja na Judéia (24:17). A Defesa de Paulo 10-21. sobretudo. Segundo os versículos 18 e 19. a maior referência divina entre os homens na terra. O Governador Félix tinha ampla convicção tratar-se Paulo de um homem inocente na mira de acusadores cruéis.

especificamente em Jerusalém. Festo Expõe o ‘Caso Paulo’ a Herodes Agripa II 25:13-27. pedem. e nunca pelo fato de possuírem integridade moral e espiritual diante de milhares de rebanhos do Senhor Jesus. (LEIA Mateus 21:23).. Todavia. e nunca as reais fontes geradoras de miséria. No versículo 23. revela o próprio Paulo. Uma praga que acabaria conduzindo Paulo à morte física. de imediato. diuturnamente vivem no vale da sombra da morte. O Apóstolo Paulo foi caçado como se caça um bicho desprezível. 47 Paulo. 26:1-23 Um seríssimo caso chamado Paulo. Festo. Pórcio Festo foi o sucessor de Félix.eu o sou de nascimento”. o Sinédrio. Convenções estaduais e ministérios de igrejas locais hoje vivem a dar vida àquilo que o Inferno gera. Ainda existem velhos de cabeças embranquecidas [anciãos do sinédrio] e seus adeptos sem juízo no meio do povo do Senhor. um animal irracional. de regras disso e daquilo. religiosos. através de emissários ou mensagens escritas. homens sanguinários. Já havia sido amaldiçoado. desrespeito.Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom de aves de rapina. etc. Já não estavam preocupados com legitimidade ou ilegitimidade do julgamento de Paulo. O Sinédrio convencera a população de Jerusalém a recebê-lo com injúrias. evitando criar-lhes dificuldades. O apóstolo era legítimo cidadão romano. Paulo tornara-se um negócio complicado e difícil de ser resolvido. é que respeitassem os costumes dos judeus. Festo pretendeu levar Paulo a Jerusalém e. Caçado porque tinha a mensagem de Deus que introduzia o pecador gentio à uma nova dimensão de vida com o próprio Senhor. ocorreriam a Festo. Por quê? 1. todavia. e continuava vivo. Festo poderia deixá-lo à mercê das autoridades judaicas. vizinhos não-cristãos. Caçam homens de Deus como se esses fossem bestas feras ruins. Como Saulo. etc. etc. Afinal. apelar para o Supremo Tribunal Romano (STR). mesmo sofrendo os horrores das calúnias. etc. o que acabava deixando os procuradores romanos na Judéia em situações constrangedoras e difíceis. O cristão evangélico precisa e deve possuir conhecimentos gerais. 3. de estatutos. invejosos. espirituais. cidadão judeu. era a pior possível. E foi exatamente o que Paulo fez. a responsabilidade final por quaisquer danos à vida de Paulo diante do Supremo Tribunal Romano jamais sería cobrada dos judeus. o qual encontrava-se sediado em Roma. Tem sido exatamente assim em muitas igrejas locais. Como Paulo. Os judeus. a legitimidade da justiça romana em Cesaréia tornou-se nula em relação a Paulo. São respeitados apenas face à cabeça impregnada de fios de cabelos brancos. O mesmo Sinédrio que caçou o Senhor Jesus Cristo. Não por causa de feitiço de macumbeiros. Consequentemente. então. queriam que Festo decidisse a questão.). encontrou o pior ambiente possível para um homem de Deus. A mudança ocorreu por volta do ano 59. Tratava-se de um homem extremamente esclarecido e inteligente. detentores de uma mensagem genuinamente especial e. O Inferno gerou Judas Iscariotes. somente o pastor responderá pelos danos a alguém no seio de um rebanho. específicos. de construção de templos. apelando definitivamente para César. quando membros de algum seguimento da igreja impulsionam pastores contra alguém. calúnias. unicamente porque o Filho de Deus além de não fazer parte desse malígno grupo de homens velhos e de cabeça embranquecida.4:7a. uma autorização escrita da escola dos fariseus e saduceus para pregar e ensinar. o título de cidadão romano conferido a Paulo procedia de seu próprio pai. A eles não importa se há ou não legalidade naquilo que defendem. mesmo estando absolutamente certo da inocência de Paulo. não. caso ele inclinasse seus ouvidos FESTO = Φῆστος – Fístos. conspirado. incapazes de promover a paz e a segurança no meio do povo de Deus. não possuía um diploma. Homens e mulheres de Deus. Era direito individual de Paulo. A reputação moral e espiritual de Paulo. num tribunal especial em Roma. e sim do próprio Festo. executado pelos romanos.”. Diante de Deus. assim como o saudoso irmão Paulo. uma besta fera. De acordo com o relato de Atos 22:25-29. as autoridades sacerdotais. mesmo debaixo de custódia militar. sobretudo. 2 Tim. mas não conhecem a essência da Palavra de Deus. Muitos cristãos sérios. Paulo conhecia direitos civís. Caçado exatamente por quem deveria proteger o povo de Deus em Israel. diría o próprio Paulo anos mais tarde (2 Tim. como cidadão romano. 2. até porque assim agiam os romanos com seus cidadãos. somente um tribunal romano poderia julgá-lo e estabelecer uma sentença. solucionado. O apóstolo era cidadão romano e decidira apelar para seus direitos individuais conferidos aos cidadãos romanos. determinam. Um bom combate. O Sinédrio disseminara uma praga contra o apóstolo.. acabam se transformando num caso extremamente sério e complicado para muita gente que sabe tudo de religião. Apascentadores sérios e comprometidos com Deus precisam tomar extremos cuidados com os membros do Sinédrio dentro da Igreja local. Festo não pretendia contrariar os judeus. o Sinédrio deu vida ao traidor. diante da posição de . Uma vez apelando para o Superior Tribunal Romano. difamações. Não havia em Jerusalém ambiente para esse servo de Deus. Lamenta-se que líderes nossos ainda mantêm o mesmo perfil dos homens do Sinédrio. Félix determina razoável grau de liberdade para Paulo. proceder um julgamento “justo” do apóstolo. pessoas estranhas do Evangelho de Jesus. inteiro. difamações e perseguições cruéis. Caçado porque prejudicava os interesses pessoais e religiosos do Sinédrio. todavia. depois de três vitoriosas viagens missionárias mostrando Jesus Cristo EM PALAVRAS E PODER ao mundo de então. Paulo era cidadão romano. certamente por serviços prestados ao Império Romano. lá. NÃO! Paulo. Assim como Félix. A ordem predominante de Roma aos seus procuradores na Judéia. Paulo.4:6-8. Caçado porque não tinha o aval do Sinédrio. sempre procuravam deixar o Imperador Romano ciente dos fatos na Judéia. Quatro fatos. depois de tudo quanto fizera para Deus. ao chegar na cidade de Jerusalém. temeu aceitar a proposta do governador. concordou e até sentiu-se aliviado em livrar-se de uma incômoda situação chamada Paulo – Sinédrio e os judeus. de igreja local.

4) Certamente teria um fim idêntico ao de Pilatos. lutas. Festo. O Apóstolo Paulo em Direção a Roma Capítulos 27 e 28 Dramas. “O pouco ou o muito das palavras de 47 salvação eterna..Por pouco me queres persuadir a que me faça cristão!”. dá amplo lugar a Satanás. disse-lhe Paulo. passou alguns dias com o amigo Festo que. tudo quanto Paulo lhe dissera a respeito de Cristo. 1) Receberia dura e exemplar punição do Império Romano. mostrando o posicionamento de Félix [representante de Roma no Estado Judeu] no episódio chamado Paulo. certamente jamais poderia compreender o vocabulário de um homem de Deus tipo Paulo. deu mostras de que não era o homem de natureza branda e educada que alguns imaginavam que fosse. conspirador. uma vez que já tinha apelado para César. É preciso estar do mesmo lado do servo do Senhor.. gritando contra o apóstolo. O Começo da Viagem 27:1-8 Foram mais de dois anos detido numa cela de presídio em Cesaréia.Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom aos clamares malígnos procedentes dos membros do Sinédrio. 4. desvairamento” . enviados imediatamente a Roma. argumentos” .. Rei da Judéia. O Mar Mediterrâneo seria cruzado de um lado a outro.eu também gostaria de ouvir esse homem”.. induzir com razões. raciocínios sejam compreendidos. estava a dizer que. Convencer. promotor de orgias sexuais. no latim. Governador Romano na Judéia nos dias de Jesus Cristo. Todavia. finalmente. é preciso ser espiritual e encontrar-se na mesma dimensão de vida. Agripa. Chegara. na realidade. anexo à carta de Cláudio. Festo. Festo. ou pouco se modifica. inimigo de Deus. Mar Adriático. um romano. As autoridades de Cesaréia. Citemô-las: 1. Pois. exclamou: “. apontava a cidade de Roma. para que palavras. etc. O fato de Paulo pregar a ressurreição de Jesus Cristo era a origem do protesto das autoridades judaicas. agitação. do latim PERSUADERE.. Agripa tinha autoridade para libertar Paulo e desejou fazê-lo. Uma carta especial assinada por Cláudio Lísias. Festo. O lado alimentado pelos poderes infernais das trevas. Festo. por outro lado. o apóstolo havia apelado para o Superior Tribunal Romano e os documentos de sua solicitação de audiência em Roma já encontravam-se em tramitação na metrópole italiana.. Perguntado a respeito dos profetas (26:27). como de costume na administração romana. Um outro pecador imundo. ao contrário de seu colega. mas aproveitou a oportunidade de testemunhar de Jesus diante do rei dos judeus. honesto. o Senado Romano solicitaria a presença do prisioneiro na capital do Império. mas também todas as cidades litorâneas e portos marítimos da Ásia Menor. Herodes Agripa II. furiosamente. vocabulário. bradou em alta voz: “. 3) Perda de todas as vantagens sociais e econômicas conseqüentes da posição política de governador romano. é DELIRIU e significa “Distúrbio de julgamento devido a alteração global da consciência da realidade e que. numa visita de cortesia política. foram unânimes em reconhecer a inocência do apóstolo. não somente conhecia as águas do Mar Mediterrâneo. posicionado ao lado de Festo. 3. Em meio a tanta repugnância. etc. de 52 a 68. IMODERADA excitação do espírito. não se modifica. é encontrado opinando com autoridade nos muitos momentos amargos da viagem. momentos difíceis e interrogativos. em dado momento da mensagem de Paulo. foram mais quatro meses dentro de três navios distintos. principalmente. no que tange à questão Paulo e de acordo com os ditames das leis romanas. classificando-o de louco. endereçada ao colega Félix.estás louco. queira ou não. na Ilha de Malta. O prisioneiro. Paulo demonstrara muita paciência. 26:8. conforme vimos. revelou-lhe todos os fatos relacionados a Paulo. E o apóstolo foi 100% fiel à revelação divina. Todos esses documentos foram. Conforme percebemos. Agripa e Berenice e outras pessoas que estavam juntas ao rei na audiência com Paulo. Consequentemente. enviaram antecipadamente uma documentação especial às autoridades de Roma. 2. diante de Agripa II. 26:28 . Paulo. Herodes. além de ser cidadão romano apelara para o Tribunal de César. era pouco para persuadí-lo a ser cristão. a qualquer momento. na parte . O relatório de acusação dos judeus. é sempre o bastante para tornar alguém seguidor de Jesus Cristo”. em face de um raciocínio correto. Durante todo esse tempo de injustiça. problemas. O dedo de Deus em relação àquilo que todos os poderes celestiais esperavam de Paulo. Outro fato que chama-nos a atenção é a questão de Paulo questionando Herodes Agripa II com base na nacionalidade judia de Herodes. em público. 26:29. etc. Um relatório especial. foram alguns dos elementos acompanhantes de Paulo nas águas do Mar Mediterrâneo. Por diversas vezes o Diabo e todos os espíritos das trevas tentaram ceifar a vida do apóstolo em terra e mar. aproveitando a oportunidade. 26:24. encontrava-se do outro lado. indo a Cesaréia. em dado momento da mensagem de Paulo. o que significava dizer que. Paulo não tinha nenhuma obrigação de se defender perante Agripa II. Palavras de Agripa II em Atos 25:22 “. diante de uma revelação especial de Deus a Paulo. Excluindo os três meses em terra. Um relatório especial de Festo. respondeu. A palavra PERSUADIR. Paulo! As muitas letras te fazem delirar”. Roma estava situada no final do País da Itália. Delírio. o dia de embarque para Roma. exclamando: “Por pouco me queres persuadir a que me faça cristão!”.. entretanto. afinal. significa “levar a crer ou aceitar. fé e confiança absoluta no Senhor Jesus. 2) Exoneração do excelente e vantajoso cargo de governador.

deixamos o navio ser levado pelos ventos]. Prestemos atenção: O SOTA-VENTO revelado em 27:4 indica a presença do outono em Chipre. era confortado e assistido pelos servos de Deus nas localidades desses portos. Um navio velho e com suas tábuas totalmente avariadas. Paulo. na Lícia e destinava-se à Itália. determinando vigilância e prudência prévias. e não podendo navegar contra o vento. Agora. 27:23 “. Somente um jejum era prescrito pela lei. gerando ondas altamente perigosas e constantes chuvas. que Deus enviou um anjo que esteve ao lado de Paulo. Mais da metade da viagem estava cumprida. Uma viagem suicida.27:1. O Mar Mediterrâneo havia ficado para trás. Todavia. chamado BATEL ou DINGA. O jejum era celebrado no mês de outubro. além de merecer a confiança de Júlio. ou seja. meio grega e meio latina. No versículo 41 Lucas descreve o encalhamento do navio. pois o navio começara a perder altura.Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom noroeste italiana. Em Chipre os . Devemos sim.o que significa dizer que cerca de dois meses haviam se passado e Paulo permanecia confinado no interior de uma embarcação marítima. Aristarco. Duas conseqüências imediatas: Primeira: ENCALHAMENTO DO NAVIO. Os Perigos da Viagem 27:9-26 Reler os versículos 9 e 10. os quais poderiam nadar até à praia mais próxima. garantindo-lhe não somente vida em meio às tempestades bravias. Finalmente. No versículo 38. mas também que todas as duzentas e setenta e seis pessoas (vv 37) a bordo seriam salvas.. Paulo. prisioneiro. APRENDAMOS: Quando um servo de Deus. na Turquía. toma uma posição de liderança dentro do navio.esta mesma noite.o jejum já tinha passado”. o navio encontra-se em águas do Mar Adriático. 27:15-16 “E. dando de mão a tudo. não somente contemplou de perto a amarga presença da morte física como conseqüência de fortíssimas tempestades geradas pelos ventos que assopravam as águas marítimas. 27:2. Era exatamente tudo quanto o Diabo desejava. revelou o anjo do Senhor: pereceria nas águas tempestivas de uma noite sem precedentes na histórica vida de Paulo . na verdade era preciso terem me atendido e não partir de Creta. orientado pelo próprio Senhor. Foi nessa frágil embarcação. Segunda: Um trágico naufrágio. sendo o navio arrebatado. A palavra composta euro-aquilão é de natureza híbrida. ancorado em Mirra. 3) Um outro navio também de origem alexandrina. Os navegantes foram tomados de grande pânico. ‘de quem eu sou’ e ‘a quem sirvo’. revelar a proximidade de vendavais e tempestades. membro da Igreja do Senhor em Tessalônica. A Deus. correndo abaixo de uma pequena ilha chamada Clauda <vv 16>. OBS: Há coisas e fatos que Deus permite que não se explicam. e já começava a ser tomado pelas águas marítimas. 1) Um navio adrâmitino. mas também o medo dos próprios militares diante da possibilidade de morte.16:29-34). lançando sacas de trigo ao mar. Companheiros especiais de Paulo presentes nessas embarcações marítimas: Lucas. que situação aflitiva a de Paulo e seus companheiros de navio!. O Naufrágio ναυάγιον = navágion 27:27-44 27:27. 27:31-36. Significa VENTO LESTE-NORTE. Tratava-se de um traiçoeiro vento leste-nordeste. Só não transformou-se num massacre em massa porque Paulo encontrava-se dentro da embarcação. aceitá-los. O versículo 21 revela que Paulo levantou-se no meio deles. Três embarcações marítimas seriam usadas na viagem à mais importante cidade do Império Romano. E. A vida do Apóstolo Paulo foi um milagre nas mãos de Deus. Os navegantes estavam desmotivados e cheios de angústia e medo. conforme dissera o anjo do Senhor a Paulo (22-23). ancorado na Ilha de Malta. a situação dentro do navio é tão grave que torna-se necessário aliviar a carga da embarcação. NA ILHA DE CRETA] um pé de vento chamado EURO-AQUILÃO”. aos poucos a tempestade destruiu completamente a embarcação. um porto marítimo na costa oeste da Ásia Menor. apenas pudemos ganhar o batel [isto é. transformou-se na última embarcação de Paulo em direção a Roma.. outros presos acompanhavam Paulo ao Superior Tribunal Romano em terras italianas. Isto é. interessava a Satanás a morte de Paulo. e assim evitariam este incômodo e esta perdição”. Havia muitas ilhas nas proximidades da embarcação. acabou transformando-se na segunda embarcação do apóstolo. 2) Um navio alexandrino. OBEDEÇAMOS!!!”. Esse BOTE. Lemos em 27:14 “Mas não muito depois deu nela [ISTO É. esteve comigo”. no afã de levar Paulo à morte. conseguimos recolher o bote]”. dizendo: “Senhores. Nesse navio. era rebocado pelo navio. Quanto ao navio. É importante observar que o Mar Adriático incluía uma porção de águas do Mar Mediterrâneo leste da Sicília. interessava NOTA: O comandante da viagem. Os ventos e as tempestades decorriam do menosprezo à Palavra de Deus manifesta nos lábios de Paulo. o anjo de Deus. o médico amado. O texto bíblico diz: “o jejum já tinha passado” . Os próprios militares temiam uma fuga em massa dos prisioneiros. uma vez que não conseguira vencê-lo através de conspirações e constantes torturas mentais e sentimentais em Jerusalém e Cesaréia.. o jejum do dia da expiação (Lv. um navio de adrâmítrio. Nos portos marítimos que serviram de âncora para os navios condutores de Paulo. “. o centurião romano Júlio. Do ponto de vista espiritual. 47 ventos predominavam no início do outono – MÊS DE AGOSTO. durante toda a viagem demonstrou profundo zelo pelo Apóstolo Paulo. em substituição ao segundo. Companheiros igualmente prisioneiros: Segundo At. em noite escura e turbulenta. nos deixamos ir à toa [isto é.. todavia. permanecendo livre nas periferias dos portos. MUITA AGÔNIA. o apóstolo.

abençoava com poder em tempos difíceis e amargos. corvos alimentam profetas. Era costume de Paulo render constantes louvores de agradecimento. A atividade de glorificação a Deus era parte integrante na vida desse apóstolo genuinamente servo. veio a nova partida. Deus permitiu a Paulo exercer na Ilha de Malta a operação dos Dons de Poder. destroçou-se. em tudo e diante de todos. seguiu-O à risca (1 Co. ficamos à procura dos possíveis culpados de nossas dores e lutas. Outra vez disse o Senhor: 2) . Paulo. Nada acontecido a Paulo. Gl. Que vergonha! Paulo foi um missionário digno do nome “missionário”. 47 Diabo. definitivamente até Roma. são: 1) Aquele que fala uma língua estrangeira. uma língua estranha ao grego e ao latim. Paulo vivia na prática tudo quanto ensinava.6:14. O Diabo falhara em Jerusalém.12:22-23. finalmente. disse: NÃO! Em águas marítimas. Os bárbaros encontrados na Ilha de Malta. A sede do Superior Tribunal. Paulo. improvisaram pranchas. No projeto do Senhor. bacanais. entretanto. O vv 44 revela “todos se salvaram em terra”. No grego. estrategicamente preparada pelo próprio Satanás que continuava em busca da vida do apóstolo. O lugar do trono de César. naturalmente. agradeceu e glorificou o nome do Senhor e Salvador Jesus Cristo.O mesmo animal outrora chamado para destruir Adão e Eva. A questão é que o grande Deus precisava de Paulo totalmente inteiro dentro da metrópole romana.Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom colocá-lo em Roma. Sabendo disso. Agora. lançando-o ao fogo. além de serem distinguidos com honrarias entre os habitantes de Malta. Lá.11:1). não tratam-se de pessoas violentas e cruéis. ficaram à espera das consequências do terrível fato. Assim como Jesus abençoou. Paulo.5:18. o instrumento escolhido e chamado para destruir o servo do Senhor fora uma víbora. mesmo tendo as mãos furadas e presas. AGORA. Deus. apenas sacudiu o maldito réptil. 2 Co 4:7-15. As duas principais designações da palavra. 2) Pessoa sem civilização. um escravo fugitivo de Colossos. foi atacado e ferido numa de suas mãos de forma violenta por uma víbora. o centro do Império Romano. quando muitas pessoas foram curadas diante da manifestação do Espírito Santo na vida desse servo prisioneiro. Agora. receberam diversos elementos necessários à sua permanência na Ilha e à própria viagem. segundo a revelação de 28:10. tratava-se de um conflito entre Deus. via Paulo. 1 Co. superou Paulo no que tange a lutas e batalhas travadas contra os homens e o Três meses depois. etc. Paulo era desses servos de Deus que abençoam em tempos de vendavais e lutas indescritíveis na própria vida. em terra.1:27-31. os servos fiéis em Roma precisavam transformar-se numa grande e avivada Igreja nos domínios de César. etc.32:39. desejaram a morte do apóstolo. no versículo dois. Os companheiros de Paulo. usando destroços do próprio navio e chegando à margem do mar. galo canta para que discípulos se arrependam de suas traições debaixo de lágrimas. jumenta fala para que profetas ouçam a sentença divina. Paulo na Cidade de Roma 28:11-31. No latim. o Diabo tem mais é que sair da frente do rôlo-compressor divino. Certamente os tripulantes e os passageiros estavam impressionados com o cumprimento exato das palavras de Paulo. isto é. etc. rude. INTEIROS NA ILHA DE MALTA. arrancando-nos do interminável vale. inculta. Quando Deus quer: os rios se abrem tantas quantas vezes necessário for. grandalhões e presunçosos caem “do cavalo” (SAULO). Todos os acontecimentos inerentes a Paulo. 3) Fatos na Ilha de Malta 28:1-10 1) Paulo. o apóstolo encontrava-se dentro de Roma. em Cesaréia. na cidade de Roma. espinhos na carne confirmam a Graça de Deus na vida de ministros. Estaria o Diabo cansado de tantas tentativas frustradas contra a integridade física do servo de Deus? Negativo! O Diabo jamais se cansa quando o alvo é a destruição de vidas íntegras diante do Todo-Poderoso. Que diferênça para pregadores e ensinadores de hoje. nas conspirações. Ao invés de abençoarmos hoje. para cumprimento exato da palavra profética. coube ao Diabo fazer o que os judeus não conseguiram fazer em terra. Alguns homens nadaram até à praia. os homens e Satanás. nas águas do Mar Mediterrâneo e Adriático. Outros. Dignificava este nome por conhecer de perto o maior dos maiores missionários de todos os tempos e sua magnitude: Jesus Cristo. crimes de mando. ambiente comprometido com imundícies sexuais. no Novo Testamento. traições conjugais. bárbaro é BÁRBAROS. Certamente. Lucas e Aristarco. etc. BARBARU. Dt. A Estadia de Paulo na Ilha de Malta 28:1-10. Da Ilha de Malta até Roma não houve incidentes e nem acidentes. traições. 1 Ts. conspirações. e Cristo. consideraram-no uma divindade na terra. O judeus. segundo conceito geral do ser humano. ao contrário. etc. haveria um grande encontro entre Onésimo. Ao contrário de Paulo estaríamos procurando quem pudesse nos abençoar. BICHOS VIVOS E LETAIS ) em At. A víbora é uma cobra que faz parte de uma família de répteis extremamente ruins e venenosos. queixada de jumento vira espada mortífera. ao contrário de Herodes Agripa I (DESTRUÍDO PELOS VÍRUS DA MORTE. O navio. à bordo de um navio alexandrino. PAULO. Apenas o Senhor Jesus Cristo. Cerca de sete meses ficara para trás desde que Paulo saíra de Cesaréia. cheio do Espírito de Deus. Paulo.

para que o Senhor viva sempre a dizer “NÃO” para o Diabo e suas imensas corjas infernais. Aleluia! .Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom NÃO. SATANÁS! É preciso ser 47 homem e mulher de Deus.

A unidade da Igreja não obedece limites. Nero. 1:8. na localidade. o assassinato de Agripina.Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom 47 Paulo e os Judeus na Cidade de Roma Junto aos servos do Senhor em Roma. ligados no Corpo do Senhor. 6. eram as piores possíveis. 23:1-23. Durante dois anos o apóstolo esteve numa prisão domiciliar em Roma. A orientação da Igreja deve ser a orientação do Espírito Santo. na nossa conduta moral e espiritual. todavia. fronteiras. Paulo escreveu 4 (quatro) cartas : 1) EFÉSIOS 2) FILIPENSES 3) COLOSSENSES e 4) FILEMOM. quando somos realmente servos legítimos do Senhor. Nesse tempo. a própria mãe do Imperador. A morte de Otávia. Diante do Tribunal Superior Romano. Paulo foi acusado. foi abrandada devido aos relatórios que Félix e Festo enviaram ao Superior Tribunal Romano. Epílogo: 1. A defesa da Igreja deve ser a defesa do Espírito Santo. Tratava-se de um homem extremamente louco. 2. 4:32-35. A morte de Pompéia. 4:24-31. 2:1-Amém! Epístola aos Romanos Έπιστολή στους Pωμαιους Epistolí stus Romeus Leitura bíblica obrigatória: Pωμαιους 1:1-7 . Cada dia dentro da prisão foi aproveitado de forma cabal no sentido de orientar e direcionar servos de Deus que jamais envergonharam-se do ilustre prisioneiro sempre desprezado e rejeitado não somente pelas elites. Paulo evitou tecer comentários maldosos contra seus próprios perseguidores. Detestava os cristãos. o imperador romano da época da prisão de Paulo. O poder da Igreja e na Igreja deve ser o poder do Espírito Santo. Durante o tempo de aprisionamento em Roma. Paulo evitou qualquer relatório difamante contra seus inimigos judeus de Jerusalém. especificamente ao Imperador Nero César. Foram dois anos aproveitados por Paulo no que tange à edificação da Igreja em Roma. um crime sempre considerado grave pelos romanos. Os membros da Igreja invisível e imbatível de Jesus são os servos em comunhão com Cristo. sobretudo. por exemplo: as orgias sexuais envolvendo as elites do Império. julgado e condenado por crime de agitação. 4. destacamos. Quando Paulo chegou a Roma. mas também por alguns amigos próximos. Que exemplo para todos os servos de Deus. 3. Palavras do apóstolo quando por ocasião desta primeira prisão em Roma. esposa de Nero e também executada a mando do marido. de onde saiu para ser executado como criminoso contra o patrimônio maior dos romanos. a influência malígna de ambientes satânicos e mundanos jamais interferirão na nossa chamada ministerial e. 13:1-2. assassinada a mando do próprio filho. Paulo retornou à prisão romana. Nero encontravase no poder há quase 6 (seis) anos. 12:1-18. Recebeu a condenação de 2 (dois) anos de reclusão. 5:34-42. Foi Imperador Romano de 54 a 68. as notícias vinculadas a Roma. Sua prisão. a cidade de Roma. Paulo ensina-nos que. As línguas estranhas na Igreja obrigatoriamente devem ser as línguas do Espírito de Deus. Filipenses 4:11-23. após alcançar a liberdade. Dentre tantas notícias ruins vinculadas ao Imperador Nero Cláudio César Augusto Germânico ou Nero Claudius Cæsar Augustus Germanicus. Dois anos mais tarde. 5. 1:8. A Igreja de Jesus deve ser poderosa em atos e palavras. segunda esposa de Nero e assassinada pelo próprio Imperador. os quais consideraram-no vítima de religiosos extremístas e invejosos. Mesmo num ambiente tão podre e imundo. incendiada por Néro César e lançada a culpa sobre o apóstolo .

a Igreja de Jesus em Roma tornara-se conhecida no mundo evangélico como modelo de Fé em Cristo Jesus. 4:9-12. tem por finalidade central tirar quaisquer tipos de dúvidas diante de perguntas tais como “É POSSÍVEL ENCONTRAR JUSTIÇA NUM HOMEM MORTAL?” . Dados especiais inerentes ao esboço da Carta de Paulo aos Romanos A Carta de Paulo aos Romanos apresenta de forma sistemática ramificações. 7 e 8. I.. Consequentemente. O autor da Carta é o Apóstolo Paulo. Em Romanos 3:25 Cristo é retratado como propiciatório. o Império Romano. 3:9-11. Rom. Famosos historiadores descrevem a Igreja (vê=mas) Ὁ (o) δίκαιος (díkeos=justo) ἐκ (ek=de) πίστεως (písteos = <a> fé) ζήσεται (zísete=viverá) Rm. isto é. É na Epístola aos Romanos que o crente torna-se conhecedor do poder e dos recursos da Fé.. 4:13-15. Entretanto. O tema da Carta Aos Romanos é “a justiça de Deus”. 12:1-21. IV.15:22-32. porque em Jesus são satisfeitos todos os requisitos de Deus. os fracos na Fé.Advertências Práticas.1:8-9. O apóstolo fala da doutrina da justificação. PRISCILA é nome hebraico e significa VELHA. A Carta de Paulo aos Romanos é o sexto livro do Novo Testamento e.16:14. O Capítulo 4 da Carta aos Romanos faz uma profunda apresentação da Fé de Abraão. 4:16-25. considerava a Carta de Paulo aos Romanos o principal livro do Novo Testamento. 16:3-6. a Igreja em Filipos como A IGREJA AMOROSA. Uma Fé unicamente em Deus. 2. separação total e irrestrita de tudo quanto é (c) Os membros do Corpo de Cristo toleram pernicioso à salvação do pecador.A Dispensação da Graça de Deus expressa a (d) Os membros do Corpo de Cristo têm Jesus soberania divina. Paulo fala de Cristo como propiciação.. 13:1-14. Paulo desejou conhecê-la pessoalmente. 3. devido a edito do Imperador Cláudio César. além de ser considerada uma das mais belas e expressivas obras literárias de todos os tempos. trata-se da Sexta epístola de Paulo. na carta enviada aos irmãos de Roma. 3:21 a 5:21. 15:1-13. 10 e 11. no sentido de fortalecer a vida espiritual dessa localidade. Independente de quaisquer dogmas religiosos. Corpo de Cristo. ÁQUILA. em nenhum momento menciona o nome de Pedro. célebre reformador religioso. acompanhado de sua mulher Priscila. ao País da Espanha (Rm. 20:3 . inclusive. A Fé de Abraão. possivelmente por meio de Áquila (conferir At. A Carta de Paulo aos Romanos é o maior compêndio revelador da Fé e de todas suas infindas riquezas inserido nos livros do Novo Testamento. cujos poderes. 1:10-11. parte final. 3:24. 3:25. Paulo fala da universalidade do pecado. II. Assim como a Igreja do Senhor em Corinto tornara-se conhecida como A IGREJA RICA EM TODOS OS DONS ESPIRITUAIS. Mas não foi o apóstolo o fundador da Igreja em Roma e não recebera mais que parcas informações sobre a sua situação. A cidade de Roma era a grande e majestosa metrópole do grande Império dos Césares. Capítulos 6. enriquecendo-a através da revelação de algum Dom do Espírito de Deus. 5. V. no latim. a tampa da Arca da Aliança.Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom 47 de Jesus em Roma como parte integrante dos servos de Deus que sofreram os horrores e as agruras das perseguições do Imperador Romano Néro César no ano 64 AD. 1:16-17. Lv. A tradição religiosa afirma tratar-se do Apóstolo Pedro o fundador da Igreja em Roma. prestes a partir para a cidade de Jerusalém. cf. 4. 1 Cor. foi obrigado a deixar a cidade de Roma. a Igreja na Galáxia como A IGREJA INDECISA. 7:24.O método divino para salvar o pecador chama-se (b) Os membros do Corpo de Cristo devem A JUSTIFICAÇÃO. Judeu que. de onde ele espera dirigir-se a Roma e.18:2). O tema básico de Romanos é: “O JUSTO VIVERÁ DA FÉ” – δὲ P aulo encontra-se em Corinto – inverno de 57-58. domínios e força estendiam-se por quase todo o mundo de então. onde se lê: “Mas o justo viverá da Fé”. 14:1-23. A Carta de Paulo aos Romanos . de lá. em nenhum lugar do Novo Testamento encontramos base para tal afirmativa. At19:21. Sub-Divisão da Epístola aos Romanos Dentre três ou quatro esboços cabíveis à Carta de Paulo aos Romanos. independente das obras 4:1-8.1:17. Paulo. respeito e consideração às IIIA Santificação é a fonte divina geradora de autoridades constituídas na terra.. Atos 18:2. cronologicamente. Capítulos 9. Martinho Lutero. destacamos 5 (cinco) partes especiais: (a) Os filhos de Deus são membros do 1:1 a 3:20. que representava a Glória de Deus no meio do a sublime doutrina da Justificação da Fé e suas povo do Senhor no Velho Testamento. 1:1-7. como exemplo. é ÁGUIA.“MISERÁVEL HOMEM QUE EU SOU! QUEM ME LIVRARÁ DO CORPO DESTA MORTE? ” Rm. 13. Independente da Lei. .A Causa da Condenação do homem é o pecado. Rm. 1. Seu versículo predileto na Carta aos Romanos era o de número 17 do Capítulo 1.

3:15.. A Prática da Nova Doutrina. GRAÇA. ser dividida em duas partes distintas: 1. Os SANTOS estão na localidade. 12:3-8. Gn. SEPARADO para o ministério específico de Apóstolo. ao contrário. Separado para o Evangelho de Deus. A promessa do Evangelho do Senhor Jesus Cristo começa nas páginas do Velho Testamento . recebeu o apostolado. Paulo é nome gentílico. que o nosso homem velho foi com ELE (Jesus) crucificado. servindo ao δουλος – vulos (ou dulos) e do latim Senhor”. à lei do pecado”. Paulo. Saulo era o nome gerador de medo aos servos do Senhor na localidade de Jerusalém. (c) Nomeado (consagrado). 1:2-3. na Fé e na Justiça de Deus. Is. da carência de visão espiritual. (II) 6:19 “Falo como homem.7:14. o adversário.1:27-31. A CHAMADA e suas consequências espirituais. O termo servo. 2. Então. Simples exemplo: . 1:7. Paulo faz uma apresentação do pecado original 7. sede fervorosos no espírito (no homem interior).6:6 “Sabendo isto. nos primórdios da Igreja. Esta história espiritual não mudou e nem deverá mudar jamais. o precursor. nosso Senhor. o servo”. os SANTOS não são da localidade. da maldade. Não importa.25:8. A lei da chamada chama-se Bíblia Sagrada. isto é. 5) A vitória de Cristo sobre a morte. em substituição à marca de seu primeiro estado. Depois. Depois. É o preço da chamada. pequeno e. era Paulo. O título “ SERVO DE DEUS” dá acesso ao Céu. O apóstolo manifesta-se primeiro como “Paulo. 1) O nascimento de Jesus. etimologicamente. principalmente.40:3. E agora? Paulo. 10. Isto é.separado para o Evangelho de Deus”.28:16. A Doutrina da Nova Vida na Graça. APÓSTOLO) – A patente ministerial vem a reboque. prossegue o apóstolo: “Desde agora. na visão do apóstolo dentro da Carta aos Romanos: (I) Rm. para que nesse atual estado de gozo o Senhor Jesus seja glorificado. Paulo. do gr servu. Is. O cristão não deve jamais esquecer o nome que Deus lhe doou. É secundária. indica uma pessoa com grande disposição e otimismo contagiante>. significa “AQUELE QUE NÃO TEM DIREITOS OU NÃO DISPÕE DE SUA PESSOA E BENS”. Capítulo 6. Saulo foi literalmente moído para dar lugar a Paulo. Is. Gálatas 6:17. o perseguidor. obviamente. (III) 7:25 “Dou graças a Deus por Jesus Cristo. Paulo revela Dons Espirituais. A Carta de Paulo aos Romanos pode. mas com a carne. 1 Co. Paulo recebeu de Cristo a graça do próprio Salvador. assim apresentai agora os vossos membros para servirem à justiça para santificação”. após o privilégio da eleição. pela fraqueza da vossa carne. para que o corpo do pecado seja desfeito. não. O nome Saulo. A lei que regulamenta a Graça do Senhor Jesus chama-se JOELHOS DOBRADOS. identificava-se com a perseguição ao povo de Deus. a PATENTE MINISTERIAL. Capítulos 1 a 11. 4) A morte de Jesus na cruz. (a) Escolhido (b) Chamado. Sintetizando A Epístola aos Romanos 1:1 a) Paulo (Saulo é o nome hebraico do apóstolo b) <era o nome aceito pelo judaísmo e vergonhoso entre os gentios – o nome Paulo. 3) A salvação mediante a Fé. O respeito devido às autoridades CONSTITUÍDAS. Trata-se do nome da opulência. Agora. Servo de Jesus Cristo [Antes de identificar-se como obreiro do Senhor. 9. o assassino dos servos de Deus em Jerusalém.. Assim que eu mesmo com o entendimento sirvo à lei de Deus. SERVO DE JESUS. c) Chamado d) para apóstolo (Depois de identificar-se como PAULO. porque trago no meu corpo as marcas do Senhor Jesus”. “. 5:12. (IV) 12:11 “Não sejais vagarosos no cuidado. Capítulos 9. Is. ninguém me inquiete.51:1) – Paulo ao iniciar sua apresentação aos irmãos em Roma. Capítulos 12 a 16. de origem romana <Paullus – Significa pouco. A Palavra de Deus.Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom 6. Primeiro. assim como apresentastes os vossos membros para servirem à imundícia e à maldade para maldade. 10 e 11. evita apresentar de imediato sua patente ministerial. Saulo é Paulo. 1:5. e sim apresenta a primeira palavra da composição de seu novo nome: Paulo. A benção da patente ministerial depende da benção do Senhor inserida no título “ SERVO DE DEUS”. o inimigo da Igreja. A eleição e a rejeição temporária de Israel. para que não sirvamos mais ao pecado”. gerado no Éden. No entanto. Palavras do Profeta Isaías: “olhai para o rocha donde fostes cortados” – Is. Antes.53:7-8. a identidade espiritual deve continuar merecendo lugar superior. Paulo identifica sua patente ministerial. Paulo. é o nome aceito pelos gentios e rejeitado pelo judaísmo>. 47 8. 2) O ministério de João Batísta. para depois identificar sua patente eclesiástica] – o vocábulo “servo”. O apóstolo fala da união dos membros do Corpo com Cristo Jesus. Is. Primeiro. pois que. 13:1-7.

por suas ações e de livre e espontânea vontade. 3) São dominados pelas paixões infames (SODOMIA: Lesbianismo. que não sabe nada” – ou – (s. No grego. Versículo 23. falta. Nota: O homem é condenado por duas razões: • 1º Por causa da verdade. Os versículos 25-27 mostramnos o que eles fizeram: 1) Mudaram a verdade de Deus em mentira. 1:24-32. sem propósito de lesar. à primeira aparição de Cristo aos homens (o moralista sempre dirá “não” à graça salvadora). O versículo 5 declara que o resultado da rejeição da Graça de Deus é a ira de Deus.) = “falta de saber”. mas da qual proveio dano ou ofensa a outrem. 2:7 entenderemos duas coisas: 1) BOAS OBRAS não podem salvar.f. “A Culpa dos judeus” Culpa. indica uma referência à encarnação. contestam esta verdade. ao mesmo tempo. NOTA: O Apóstolo Paulo faz um sério ataque à idolatria que imperava na maior parte do mundo gentílico: 1) Animais eram considerados deuses. todavia. αμαθία – amathía αγνοια agnoia “SEGUNDA PARTE”: As consequências (PLURAL) da condenação dos gentios: Abandono divino. Eles estão na Assembléia de Deus. 2) Prevalecimento imperativo da perversão sexual. e significa “pessoa que ignora. que não tem conhecimento de determinado fato ou coisa ou pessoa que não tem instrução.). há um quadro com duas faces: (1) A face humana e (2) A face divina. Moraloista é aquele que somente crê nos princípios da moral. A Culpa dos Defensores da Moralidade. Observaremos a repetição desta expressão nos versículos 26 e 28. nas ações da moral. Pelo lado enochos e significa “sujeito ou humano. etc. Lemos em Tito 2:11 “Porque a Graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens”. significa: 1) Conduta negligente ou imprudente. quaisquer que sejam as atividades do crente em prol da igreja na localidade. Versículos 26-27. 2) Honraram e serviram mais a criatura do que o Eterno e Supremo Criador. segundo Rm 3:9-20. tornamo-nos literalmente comprometidos com a própria verdade. elas jamais darão acesso à salvação eterna (os moralistas. culpado é ενοχος 9-24 do Cap 2. na localidade <Éfeso representa a localidade dos santos> – Ef. porquê do “abandono” divino: 2:1-16. rejeitou a VERDADE a ele liberada. crime. É alguém que procede única e exclusivamente de um sistema filosófico que se consagra exclusivamente à moral. homossexualismo). etc. entretanto. este modo de vida precisa do RESPALDO da Graça de Deus na vida do homem. - . É interessante observarmos que nos versículos No grego. um castigo e a consequência da rejeição humana à Verdade do Senhor. SIM! A verdade foi dada ao homem e. • 2º Porque ele. nos ditames da moral. (são de Cristo em Éfeso. – ler o versículo 24 observando as palavras “DEUS ENTREGOU”. Versículos 29-32. Ler os versículos 19 e 20. estão na denominação Batísta.f. IGNORÂNCIA. Entendem que méritos pessoais podem perfeitamente salvar uma pessoa).1:1). 2:17-28. O O abandono divino é. O estudante bíblico há de perceber nos versículos 21 a 32 do capítulo 1 o retrato fiel dos que abandonam o caminho do Senhor.Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom Não são da Assembléia de Deus e nem da Batísta. 47 CULPADOS Romanos 1:18-32 Gentios Ímpios: O contexto bíblico de Romanos 1:18-32 divide-se em duas partes: “PRIMEIRA PARTE ”: A causa da condenação dos gentios: Ignorância deliberada. logo após havermos tomado conhecimento dela. 2) BOAS OBRAS são. única e exclusivamente uma prova de uma vida transformada pela Graça de Deus e nada mais que isto (o que contraria a filosofia dos moralistas). o homem não tem merecedor de uma coisa ou penalidade”. o homem. NOTA: O tempo do verbo neste versículo 11. Isto é. 1:18-23. do latim CULPA. Nos versículos 6-11 do Capítulo 2 estão as recompensas pelas obras praticadas: BOAS ou RUINS. ignorância é (s. O moralista sempre preconizará preceitos de moral. Unindo Efésios 2:8-9 c/ Rom. 3) Presença maciça do pecado. O MORALÍSTA pode manifestar uma vida decente e salutar moralmente. 2) Delito. isto é.

incircuncisos. 3:1-20. em juízo. pronunciar justo. É pior que o câncer. Dentre os infindos tropeços dos judeus diante da lei. todos os povos.. a condenação do judeu é exatamente porque ele. Em Joel 2:23 o Senhor faz uma advertência aos judeus: “rasgai os vossos corações. João 4:23. diante de Deus. O pronome indefinido ‘TODOS” indica todos os homens. todos os jovens. tratar como justo. O pecado é reconhecidamente uma chaga coletiva e universal. libertar de. todas as mulheres. e mentiroso – TODO – homem”. – Díkeosis: Δικαιοσύνη – Dikeosýni: justiça. No Latim. imundos abomináveis. mata-o de forma impiedosa e cruel.7:20. todos os anciãos. Observar o versículo 25 e. 3) Reaver. O homem não conseguiu manter sua palavra. Ec. Um judeu violador da lei está.12:3. 1:9-10. Nada. Nota Especial: “TODOS” pecaram e carecem da Glória de Deus [terrível veredicto do tribunal da revelação da Palavra de Deus]. vindicação.27 e Dt. torna-se totalmente nula diante do ato sacrifícial de Cristo. O substantivo feminino gr palingenesía παλιγγενεσία – (renascimento. retidão. posteriormente. 3:4. jamais os judeus tiveram sucesso completo no que tange a guardá-la. atingindo os dois hemisférios terrestres . mais tarde. O pecado é campeão de mortes em todos os tempos e em todos os lugares. e nunca.. o judeu.. e não os vossos vestidos” . A condenação do pecado e suas terríveis consequências imposta ao homem. 4) Vingar. VINDICAR (verbo transitivo direto) é VINDICARE e significa: 1) Exigir em nome da lei.). Reclamar ou exigir. absolutamente NADA em todo o planeta terra é capaz de matar mais que o pecado. A Justificação Daqueles que são alcançados pela Graça do Perdão Divino Prestemos atenção nos termos gregos usuais na área da justificação 1) 2) 3) 4) 5) Δίκαιωσις justificação. “Seja Deus verdadeiro. não guardou jamais a Lei de Deus. Uma chaga extremamente mortal. exigência. 2:25 “a tua circuncisão já se tornou incircuncisão” (revelação extremamente grave). 1 Tm. e nunca. Este era o plano divino com o povo de Abraão (versículos 19 e 24 do capítulo 2). 2) Defender. No presente.10:16). A morte e a ressurreição de Jesus restitui cabalmente a vida eterna aos filhos de Deus. Em Rm. jamais o Todo-Poderoso. jamais salvar alguém dos ferrolhos do pecado – Atos 13:39. ENTÃO. No futuro. justo. 2:17 “que tens por sobrenome judeu” . Paulo está 47 declarando aos judeus a impossibilidade de cumprir de forma perfeita o legalísmo judaico da Velha Aliança. A tragédia do Éden está literalmente vingada. Jesus Cristo. : regulamento. culpável por causa dos privilégios que desfrutava sobre a Lei Mosaica e as promessas de Deus. dá polimento total a esta advertência ao dizer a uma outra geração de judeus: “os verdadeiros adoradores adorarão o Pai [1] em espírito e [2] em verdade”. aos olhos de Deus.2:29 temos ‘a circuncisão em três sentidos’: 1) A circuncisão representa os judeus (no versículo 27 os gentios são chamados de incircuncisos). Portanto. Rm. Não há nenhum justo. O judeu podia e devia ter sido guia e luz para os que viviam em trevas. absolvição. INOCENTAR. a morte do Filho de Deus foi o deslize mais bárbaro e inconcebível. nacionalmente. aos olhos da Lei Mosaica. mandamento. 3:21 a 5:21. ato de justiça. 2:29 “circuncisão é a que é do coração”. 3:9 – Judeus e gregos (gentios) estão no mesmo nível de condenação e culpa diante de Deus. A Culpa de caráter mundial. todas as crianças.. A culpa dos judeus. 2) A circuncisão indica a cerimônia ordenada pela Lei Mosaica . Lv. 3) A circuncisão representa uma vida que é separada da carne para a comunhão com Deus (vv.Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom condições de escapar. 3:10-11. Salmo 51:4. Não há quem não peque. eram considerados cães. Δίκαιωμα – Díkeoma VINDICAR. O fracasso do judeu torna-o. como resultado do pecado de Adão. A revelação deste texto aponta para o fato de que o homem precisa compreender que foi ele quem quebrou o acordo. envergonha barbaramente o pecador. Desde que a Lei Mosaica foi promulgada no Sinai. no mesmo nível que um pagão (os gentios. No versículo 20 o Apóstolo Paulo revela que a função da lei é dar conhecimento sobre o pecado. . a restituição de alguma coisa. Δίκαιoω – Díkeo: justificar. Δίκαιος – Díkeos: reto.

“aquele que é puro e imaculado”. Romanos Capítulos 6 a 8:29 “Os filhos redimidos Justificados e a Graça da Santificação” A Santidade e a Santificação são elementos distintos. SANTIDADE: No latim (antigo idioma dos romanos). SANTIDADE é αγιαςμός santidade. Adão voltou para o jardim. Os efeitos da justificação: (a) Paz total e eterna. αγιος SANTO: No grego. consagrar. 47 Adão foi tentado e caiu num majestoso jardim.Percebemos. palingenesía 1) Eterno retorno. Adão fechou o Céu para o homem. no Calvário. santificar. desde que esta aceite os preceitos do Gólgota. Prestemos atenção nas etimologias dos termos gregos inerentes à santidade e santificação. atenção que agiasmós 4) 5) pode ser aplicado às duas palavras.Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom regeneração) Etimologias de marca. Jesus Cristo santificou o Calvário. a morte de Cristo inaugurou uma dimensão de vida plena com Deus. é . (d) Liberação de TODAS as bençãos divinas. de forma extraordinária. no grego. Prestemos – agiasmós: santificação. sanctitate – no αγιότης – agiótis: Santidade. porém. Adão acusou Eva. Isto é. Nas Cartas paulinas. então. (c) Prosperidade. (e) Participação de TODAS as promessas divinas. “Modo de existir”. τοῖς ἁγίοις = “OS SANTOS”. Com Adão. com a devida prudência. no Calvário. lugar dedicado à morte. “aquele que é separado (do pecado. Adão despiu a raça humana. Jesus Cristo abriu definitivamente o Céu para os homens arrependidos da maior tragédia da história da humanidade. significa: “modo de ser ou estar”. indissociáveis. com Jesus Cristo e nele TODO ser humano REDIMIDO entra nos domínios celestiais. (b) Fruto. TODOS os homens foram expulsos dos domínios de Deus. Posição é “postura corporal adotada espontaneamente” – “lugar onde uma pessoa ou coisa é colocada” – “maneira” – “situação”. no Calvário Jesus Cristo justificou os filhos de Adão e as filhas de Eva. pode ser usado para a palavra santidade e também para o termo santificação. santo é e significa “aquele que vive segundo a lei de Deus”. Pela desobediência de Adão TODOS os homens tornaramse pecadores diante de Deus. sanctificatione e. serem aplicadas ao vocábulo santidade. as palavras grego. αγιάζω – agiázo: tornar santo. Adão tirou a santidade do Éden. sagrado. lugar de delícias e criado para a vida eterna entrou a morte. Estado de vida. fronteira entre dois mundos. santificação é αγιότης agiasmós. conforme demonstração acima. . (f) Privilégios como criaturas de Deus. αγιωσύνη – agiosýni: Santidade . 1) Os instrumentos 2) divinos da justificação: O Sangue de Jesus e o próprio Salvador. do mundanismo) para Deus”. No Éden o homem perdeu o contato com Deus. ἁγιασμόν – agiasmón é: e significa “os efeitos após o processo de santificar ”. que. no Calvário a árvore profanada foi queimada para sempre. e significa “posição (modo de vida) de santo”. No Éden a árvore da vida foi profanada. Jesus Cristo foi tentado pelo mesmo inimigo e o venceu num terrível e sinistro deserto. A morte de Adão trouxe consequências trágicas. o eterno ato do Filho de Deus. santificação é um estado de vida. vindicação e inocência dos filhos de Deus. unicamente para Deus. agiótis e agiosýni podem. No Éden. 2) A volta das coisas aos seus lugares. Jesus Cristo despojou o pecado. o termo consagração. A doutrina da Justificação declara absolvição. No Éden. Então. pela obediência de Jesus Cristo MUITOS alcançaram a justiça de Deus. Jesus Cristo revestiu toda essa mesma raça humana. o apóstolo identifica os cristãos evangélicos chamando-os de 1) 2) 3) αγιος – ágios: santo. SÃO AS BENÇÃOS DA JUSTIFICAÇÃO. SANTIFICAÇÃO: No lt. dando lugar à arvore da vida celestial. no Calvário o homem reencontrou Deus. entrou a vida eterna. em Cristo. No Éden Deus procurou Adão e o encontrou despido.  A FONTE DA JUSTIFICAÇÃO: Deus. dos erros. [isto é. o homem reveste-se do próprio Jesus. Aleluia!]. O pecado despojou Adão. “É uma condição definida”.

Estavam. Recomendamos a leitura de Romanos 12:1-2. batizar. todavia. sempre sofrendo investidas da própria consciência (Mt 23:1ss). Ethymología. 7:1-9. se alguém desce às águas batismais à margem da graça da regeneração. acreditando na sua regeneração. indica o sepultamento do pecador na morte de Jesus – Cl. e passa a desfrutar das riquezas de seu casamento com o Senhor Jesus. FINALMENTE: O banho por imersão na água – sentido etimológico – O termo ethymología procede de duas palavras gregas: = que significa verdadeiro e εϑύμον = λογία – logía = que significa estudo>. O processo divino de libertação desse sinistro mercado de escravos: (a) Comprados NO MERCADO.4:4ss. (II) Como homem novo. do latim BAPTISMO. Prazer. Prestemos atenção nas etimologias dos termos gregos referentes à palavra BATÍSMO. οὐδεὶς (sem) οὖ (a qual) χωρὶς (ninguém) ὄψεται (verá) τὸν (o) κύριον (Senhor).10:38 – de onde levanta-se com o próprio Jesus na ressurreição: (I) Como nova criatura. A Lei Mosaica e a Analogia do Casamento. caminhando dia-após-dia. Grego βαπτίζω: vaptízo: mergulhar. Ef. Proporcionalmente.. 2 Co. κοινή βαπτισμός: vaptismós: ato de mergulhar ou lavar. O batísmo nas águas não regenera o pecador arrependido. O Mercado de Escravos Espirituais. mas confirma a Graça da Santificação. Ele fala de um casamento frutífero. 6:15-23. Santificação é um estado de vida vivido cotidianamente pelos filhos de Deus. o que significa dizer que encontra-se em nível acima do pecado. o pecado. A antiga união exigia uma vida medrosa. O apóstolo introduz uma nova analogia no seu sistema de ensino.2:12 c/c Mc. Satanás. a santificação é a santidade em ação. βαπτισμα: ethýmon vaptisma: batismo. Significa “TORNAR SANTO”.5:17. mas confirma a regeneração do crente. As pessoas têm a responsabilidade moral de . A nova união EXIGE como fruto uma vida de piedade e justiça. A Lei da Consciência. significa “imersão”. é o estudo da origem das palavras. sobretudo. diferente. fundamental. καὶ (e) τὸν (a) ἁγιασμόν (santificação). Alimentação dos aprisionados: Os vômitos do Diabo. comete pecado contra Deus. é uma posição especial que o pecador arrependido assume diante de Deus. (c) Lavados LONGE DO MERCADO (na Igreja). A palavra ANALOGIA é de origem grega e significa “ponto de semelhança entre coisas diferentes” . no âmbito espiritual. (b) Resgatados DO MERCADO. A consciência é o sentido básico do espírito humano. o pecado é maior que o Diabo. Também não santifica. João 4:23 recomenda que o culto da consciência é fator básico. trata-se de uma instituição universal]. Ou seja. Daí que. a santificação e. αγιάζω e do latim . 12:14 (a) (b) (c) (d) βάπτω: vápto: mergulhar.2:13. Os gestores das trevas: Os demônios. Ef. Lemos em Hb santificare  μετὰ (segui) εἰρήνην (<a> paz) διώκετε (com) πάντων (todos). Salário: a morte. o Diabo: Administrador-proprietário. segundo o grego. mas confirma a salvação eterna. está livre de seu antigo casamento com a Lei Mosaica. satisfação: o pecado. contra a Palavra do próprio Deus e contra a Igreja local que deu-lhe carta branca para o batísmo. sendo o Diabo uma pessoa. por causa de sua morte com Cristo Jesus. pois. A palavra batizar. pois. segundo Paulo. Enfim. 1 Ts 5:23. Viceadministrador: o pecado [o Diabo é o pai do pecado. ao contrário. 1 Co. (III) Como membro do único corpo 100% animado pelo Espírito de Deus. portanto. O termo batizar. A verdade das palavras. (d) Redimidos pelo poder do sangue de Jesus. Portanto. imergir. os passos do crente em direção ao Céu. Os judeus esforçaram-se por guardar a lei. vingativa. Não salva. O conflito interior do crente com a carne é o conflito da consciência. o batísmo nas águas torna público a regeneração. O batísmo nas águas oficializa aquilo que já existe. O crente.2:15.Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom SANTIFICAR: O termo santificar vem do grego 47 Elementos Centrais dentro do contexto de Rm 6-8:29 As Águas Batismais – 6:114. submergir. Trata-se de uma faculdade distinta. Exteriormente tinham aparência de religiosos nota DEZ. A santidade andando. Ambiente interno: As Trevas. porém. Os escravos: a criatura humana. ENTENDAMOS: Santidade.

o próprio Jesus na qualidade de Messias. Não! O ex-querubim pecou e. Assim como os judeus ortodoxos.2:12 “naquele tempo. devendo abrir essa gaveta quando por ocasião da Grande Tribulação. (III) Em Romanos 8 o crente é recebido na família divina como filho de Deus por adoção. e eis que a Glória do Senhor apareceu na nuvem. um movimento religioso dentro da terra santa. longe de predeterminar o fim de Israel. A consciência pode ser definida como a voz de Deus procedente do interior da criatura. entrará espontaneamente em comunhão com o Pai – ISTO É ANDAR EM ESPÍRITO. se esta 3) 2) Judeu Ultra-Conservador (extremista ou ultra-ortodoxo) . meu primogênito”. – i. programa para a juventude. sagrada para Deus. predeterminando o fim do mesmo. Lemos em Ef. etc. GLÓRIA: Lemos em Ex. Romanos 8. estáveis sem Cristo (OS GENTIOS) separados da comunidade de Israel. (II) Em Romanos 6 o crente é santificado. A consciência é geradora de duas ações básicas. A Dispensação do Povo de Abraão: ISRAEL Deus não procedeu com Israel da forma que procedera com o ex-querubim ungido dos capítulos 28 de Ezequiel e 14 de Isaías. Israel falhou e pecou gravemente contra Deus e contra a palavra profética. normas e regras a situações concretas. 16:10 “Quando Arão falava a toda a congregação dos filhos de Israel.é. Andando no Espírito de Deus. milhares de promessas do Todo-Poderoso. contidas em suas alianças? 9:4-5. entretanto. consequentemente. Professa o judaísmo. Encaram a Torah e sua interpretação tradicional como divina. Paulo fala sobre os privilégios do povo de Israel. especificamente em Jerusalém. Estão sempre dispostos a ouvir a Igreja de Jesus. Judeu Reformísta: Esse tipo de judeu procede do judaísmo reformísta. e que deve ser aplicada à vida diária de cada judeu. quatro tipos de judeus em Israel 1. segundo as regras estabelecidas na . A Salvação de Israel no Presente. 10:1-13. Trata-se do judeu que acredita que é possível ao próprio judeu espiritualizar os homens. cuja autoridade julgam ser incontestável. os patriarcas. condena ou absolve a própria pessoa. Judeu liberal: Φιλελευθέρων Εβραίος 1) Judeu Conservador (ortodoxo). e estranhos às alianças da promessa”. esses judeus são fartamente encontrados no sul da terra de Israel. A Lei Mosaica. etc. Escolhido de Deus  9:1-33 A Rejeição de Israel No versículo 1 o apóstolo começa a discutir questões complicadas. Judeu conservador: Συντηρητικό Εβραίος 2. O Senhor. apenas o engavetou. são privilégios especiais do povo de Israel. das 47 quais não há como escapar: (1) o reconhecimento ou a conscientização interior do que é certo e errado e ( 2) a capacidade mental de aplicar leis. lei escrita e oral. Prestemos atenção: (I) Em Romanos 5 o crente é justificado. O contexto bíblico apresenta três questões: 1) Por que razão estavam os israelitas rejeitando o Evangelho do Senhor Jesus Cristo? 2) De que forma o plano de justiça à margem da Lei se relacionava com a posição privilegiada dos israelitas? 3) Teriam falhado as promessas do Senhor. O judeu conservador é aquele que se opõe a mudanças extremas nas observâncias tradicionais. basicamente.Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom seguir sua consciência.Quando o crente valoriza estas altíssimas dádivas divinas. o culto no tabernáculo e no templo. valorizá-los ANDANDO EM ESPÍRITO. imediatamente. Existem.4:22 “Israel é meu filho. O crente precisa reconhecer seus ganhos através de Cristo e. É exatamente por causa dela que a mente humana acusa. Consciência: Semáforo divino dentro do crente. Caracteriza-se pela observância rigorosíssima dos rituais. círculos femininos. Judeu reformista: Εβραϊκή μεταρρυθμιστών 4. Judeu ultra-conservador: Εβραϊκό υπερ-συντηρητικός 3. nação especial. Ainda hoje a sinagoga dos conservadores vive promovendo atividades para os dias da semana tais como escola de religião judaica. . olharam para o deserto. o Senhor o lançou às trevas. os quais incluíam Adoção Nacional: Lemos em Ex.

a razão de uma coisa. doou sua terra como berço para amparar o Salvador do mundo. Batizar é ser mergulhado [Mateus 3:11 – natureza carnal queimada]. mas é apenas de caráter temporário. sem base no mérito humano. juízo. frustradas. por vontade própria. no entanto. todo cristão evangélico é membro desse a B) Após revelar a santificação do corpo vida do crente e tudo quanto lhe é pertinente. O corpo físico do cristão deve substituir os animais sacrificiais do Velho Testamento em todos os sentidos. irmãos. No Velho Testamento o sacrifício básico era a ovelha. Consequentemente. isto é. Há cristãos evangélicos que 11:1-36. fato este que dar-se-á apenas quando por ocasião do final da Grande Tribulação. de Moisés. inclusive. juízo.. julgar. de conhecer. Consequentemente. pensativas. Faculdade de conhecer o real.. os eleitos jamais serão O cristianísmo duas de testemunho: (1) O testemunho em palavras (2) O testemunho manifesto salvos se nãoexige crerem na formas mensagem pregada pelos enviados do Senhor. No Novo Testamento o crente precisa ser envolvido e queimado com o fogo da renúncia [cruz]. em termos de nação. em obras. Elementos Básicos 3) Doutrinas em referência aos crentes 14. 10:14-15. 2) Doutrinas com CULTO respeito autoridades constituídas homens. 47 4) ENOM É profundamente deprimente o cristão saber tudo de Deus e. fazem parte da Igreja de Cristo hoje. Deus. o Filho de Deus. Aliança: Romanos 12:1-3. Israel Restaurado no Futuro desmotivadas. No Novo Testamento o crente precisa manifestar-se como SACRIFÍCIO VIVO sobre o altar. encontram-se na gaveta de Deus. no entanto. No Novo Testamento o próprio crente deve ser o sacrifício. prudência. suplicar. dentro de Sua soberana vontade. culto da razão. jamais alcançam asserá riquezas da felicidade cristã na terra. Capítulos 15 e 16. às Culto RACIONAL é sinônimopelos de CULTO inteligente. raciocínio. ευχομαι efchome Pedir com instância. do latim ratione e do grego λόγος (razão. pois. Corpo a de Cristo. Saber tudo em referência ao cristianísmo e. Na Dispensação da Graça. No Velho Testamento o sacrifício era queimado com o fogo aceso no altar. A) O corpo do servo de Deus deve um sacrifício queimado. na Dispensação da Graça. que apresenteis os vossos corpos. encontrado em grande número no centro e no norte da terra israelita. raciocínio.”. de compreender. Brevemente Israel será desengavetado. interrogativas. 4) O Exemplo de Jesus Cristo. b) Faculdade que tem o homem de estabelecer relações lógicas. Esse terceiro tipo de judeu também é conhecido dentro do judaísmo israelita como judeu liberal. 1) A Igreja encontra-se inserida no físico. Verbo transitivo direto. o povo que 12:1 “Rogo-vos IMPLORO-VOS . deve agradar unicamente Corpo.. Rogar . ATUALMENTE. etc. em substituição à ovelha. instar (instar é pedir com insistência): Fazer súplicas com lágrimas. ponderar idéias universais. servo do ) Todo-Poderoso. inteligência. Deus jamais Lemos rejeitará em para Rm sempre o povo de Abraão. Capítulo . pelas misericórdias de Deus. Capítulo 13. por oposição ao que é aparente ou acidental. A proclamação do Evangelho no Planeta Terra LO na prática.(amigo do Senhor. Há um batismo de fogo. inteligência. o cordeiro. Deus [ISSO É práticas UM GRANDE ]. não pode salvar NACIONALMENTE o País de Israel. No Velho Testamento o sacrifício era colocado morto sobre o altar. c) Filos. Zacarias 13:7-9. desconhecê10:14-21. Por quê? A rejeição hoje existe sim. desconhecer as obrigações do cristianísmo evangélico e todas suas infindas riquezas em Cristo.Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom dirigir-se a eles. Capítulos 12 a 16 – Exortações que produzem O apóstolo revelou aos cristãos em Roma o padrão divino para prestação de culto a Deus na Nova vida . Versículo 2 – recomendações aos racionais: . Embora Deus eleja o seu povo por sua livre escolha. práticas do grego –fracos na fé. Judeu Liberal [adeqüa-se a qualquer sistema à margem dos princípios hebreus – nos dias de Jesus a Galiléia foi o centro maior do judeu liberal]. Bom senso..) RAZÃO. São pessoas desanimadas. quando os israelenses. Muitos judeus reformistas. Etimologias: a) Faculdade que tem o ser humano de avaliar. cansadas. Capítulo 12. de raciocinar. etc. gozarão as delícias milenares ao lado de Jesus Cristo. santo.

3) Serviço. pernas. Evitando falar dos grandes elementos do corpo físico. O corpo humano precisa de uma estrutura para se manter de pé que são os ossos e o nome que se dá ao seu conjunto é esqueleto.O alimento é levado à boca e triturado pelos porém. são aquilo que poderíamos chamar de “verdadeiras salas de adorações a Deus”... assim como num só corpo temos muitos membros.. amor. que não permitem que a poeira e a fumaça passem para os pulmões. portanto. enfermidades. pregar. “corpos em sacrifício vivo” A expressão “sacrifício vivo” possui uma única raiz de identificação dentro da Bíblia Sagrada: misericórdia: piedade.. Somente os membros do Corpo de Cristo conhecem na prática as três partes especiais de culto a Deus: consagração total de vida. Lemos em Hb. mas em todo o plano divino de salvação eterna.. Depois de dentes. Rm. Quem anda muito sem sapatos.. Que exemplo! Em Rm.” Nota: Enquanto o homem está em vida física. do hebraico Etimologia: “sacrifício inteiramente queimado no fogo”.... Há músculos voluntários e músculos involuntários. profetizar. pois. 8:8 o Apóstolo Paulo declara: “na carne não podemos agradar a Deus”.” .•  Não com este mundo [ISTO É. A vida terrena de Jesus ilustra especial prestação de culto a Deus. O resultado imediato da celebração do culto INTELIGENTE. . devem ser os serviços do corpo (os membros vivos e ativos do corpo são os membros da Igreja). glorificar. são os pelinhos que nascem dentro das narinas do homem. 12:4 “Porque. boca. 2) Amor. orar. bondade. é o Corpo de Cristo: os serviços da Igreja. vos conformeis celebrados ao Senhor na Igreja local? CARÊNCIA DE INTELIGÊNCIA!!!??? É preciso •  Transformai-vos pela renovação do vosso entendimento [Uma das maiores riquezas da Nova Aliança é o novo posicionamento de vida que o pecador toma ao aceitar a Cristo como Senhor e Salvador único de sua vida. de acordo com as necessidades do Corpo. vêm pela shoah. longanimidade. ensinar.sacrifício vivo. A renovação espiritual do entendimento humano é uma fonte de TRANSFORMAÇÃO]. tronco e membros . em concordância com o Seu Espírito.. além de ser expor a doenças. NOTA: O cristão precisa saber e conhecer o porquê de louvar a Deus. sola dos pés 12:1 “Rogo-vos. mas não se morre por isso. Subdividem-se em três partes: 1) Consagração.Trata-se das misericórdias divinas descritas não apenas nos capítulos anteriores. Misericórdias.. mas nem todos os membros têm a mesma função.. etc. O adorador é conduzido aos domínios das riquezas da: *boa. O corpo humano pode partir ou deslocar um osso.. *E Perfeita “vontade de Deus”... PERGUNTA-SE: Por que batalhões de crentes não conseguem ser abençoados nos cultos 1) 2) 3) inteligência para adorar.. Por exemplo: .. O Espírito Santo. é dever sagrado que este homem atenda às necessidades da matéria física. na expressão sacrificial e serviço: A Igreja. Os músculos voluntários são aqueles que podemos controlar e os involuntários são os que não podemos controlar como o bater do coração. *agradável.. doenças. O corpo humano é dividido em três partes e essas partes chamam-se cabeça. santo e agradável a Deus. Os músculos servem para podermos fazer os movimentos. faz doações de Ministérios específicos. aponta para as riquezas da Graça da própria é a saliva que amolece esse alimento. ofertar.. face a esse serviço do Corpo. cantar. Lemos em Rm. Retornemos ao capítulo 12.15:3 “Cristo não se agradou a Si mesmo” . pelas misericórdias de Deus.. bem mastigado (10 vezes) é engolido e passa pelo esôfago (um órgão jamais lembrado pelo homem) . Basicamente. Os versículos 1 a 21 do capítulo 12 . olhos.olokaftoma. Os ossos são duros porque tem ferro e cálcio.. Jesus. o sistema montado na terra pelo maior espírito das trevas para fazer oposição à vida de Deus na Igreja]. mantendo-a em condições de saúde. estudar a Palavra. no plural descalços. Eles servem como peneira. 12:28 “Sirvamos a Deus de modo agradável”. . aquilo que parece mínimo no corpo físico do homem deve ser observado com extrema dedicação. paciência. Do gr ολοκαύτωμα .. mansidão. (οἰκτιρμῶν – ikitirmôn). amor. conforme dissemos. Holocausto. que é o vosso culto racional (O CULTO DA RAZÃO. Por que adoramos a Deus cotidianamente no templo? Precisamos e devemos aprender a cultuar dentro dos domínios da razão. DO CONSCIENTE ). Há mais de duzentos ossos no nosso corpo humano e há mais de seiscentos músculos. tais como: cabeça.em sacrifício vivo.12:1 “. muitas doenças. irmãos. fica com os pés feios e grandes. faz doações de diversos tipos de Dons Espirituais aos membros do Corpo de Cristo.. O abandono do corpo físico traz resultados catastróficos. santo <separado> e agradável a Deus. por que glorificar? O crente precisa saber quando é que sua oração é elemento de consagração ou intercessório ou solicitação solene.

Enfim..Encontramos Paulo falando do valor do matrimônio e da virgindade.. abordando o mistério do corpo espiritual. todo o teu corpo será luminoso" (Mt 6:22). se a morte FICAR. grupos. Há leis naturais para que o corpo natural funcione. Os membros da igreja estavam subs quatro mais distintas cidades do Império Romano foram: Roma. muito usadas para passas”... os dedos. chamada tímpano. o bolo alimentar. do grego Κοpινϑιους – korinthius CORINTHIU “habitante de Corinto”. incorruptível. Se os olhos forem bons. Revelação de Jesus pertinente aos olhos: "Os olhos. CORINTIOS.. Está feita a digestão de uma maneira geral. Os olhos. não poderá mastigar os alimentos inseridos na boca. Respeito e cuidados recíprocos entre esses membros. Na cabeça estão: a boca. Como é triste ser surdo! No ouvido existe uma membrana muito delicada.. . O crente precisa nascer duas vezes para morrer uma só vez. Os micróbios passam exatamente pela boca e vão alojar-se nos intestinos e com isso surgem doenças perigosas. Alem da pessoa ficar feia sem os dentes. escova-los diariamente para não perde-los. A BOCA é a entrada para os alimentos. constituído de membros espirituais.. A palavra Corinto significa “casta de uvas miúdas. eles jamais serão vistos. o nariz. sem as mãos. sem a cabeça. (Jesus disse: "A boca fala do que está cheio o coração"). Epílogo: Se o crente não morre [a morte Nota: A Igreja de Jesus é o Corpo do próprio Cristo. A cabeça. Trata-se de uma mensagem paulina inerente aos muitos problemas gerados na localidade de Introdução Corinto. Ou seja: 2) A vida saudável e perfeita de cada membro do corpo físico ou espiritual é 100% dependente de outros membros. A cidade de Corinto. Antioquia e Corinto.a importância dos olhos: Quando o homem fica doente dos olhos. celestial. vidas da própria localidade tornaram-nas conhecidas do Apóstolo Paulo.. assim como na vida natural o corpo físico é constituído de elementos naturais.. Havia escândalo de incesto. uma outra terrível morte virá [a morte espiritual eterna no Lago de Fogo e Enxofre]. Pr Joel Machado Primeira Epístola aos Coríntios A Πρώτη Έπιστολή στους Kοpινθιους A Primeira Carta de Paulo aos irmãos em Corinto Próti Epistolí stus foi escrita em Éfeso. destacava-se como a maior e mais rica dentre as quatro aqui citadas. . também há leis para que o corpo espiritual funcione!!  As constituições do corpo humano e do Corpo de Jesus (A Igreja) exigem que TODOS os membros funcionem em harmonia. Se for perfurada. glorioso. É usada também para falar. os olhos.. com certeza morrerá duas vezes. Éfeso. as mãos sujas podem ser fonte de grandes males para o corpo físico do homem. os ouvidos e o nariz. vai para os intestinos.. Caso nasça uma só vez. Prestemos atenção: A Igreja é o Corpo de Jesus. são as lâmpadas do corpo. . facções. – e do latim Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom . na primavera dos anos 55 Korinthius ou 56. havia problemas sérios e preocupantes no seio da Igreja em Corinto e. Ali a comida vira um bolo que é amolecido por líquidos do estômago. a pessoa pode ficar surda.. Igualmente. As mãos interessam-se pelos dedos e respeita-os. precisa e deve ser retirada com cotonetes especiais. interessam-se pelos pés. entretanto. a boca e os ouvidos sabem que. Devemos ter cuidado com os dentes. durante a Terceira Viagem Missionária do apóstolo. precisa procurar um oftalmologista. Um Corpo espiritual.. Um corpo da cobiça carnal e seus agentes]..indo cair no estômago. faz revelações extremamente profundas inerentes aos Dons Espirituais. os dedos sabem que. fala da conduta espiritual dos membros da igreja tanto do sexo masculino quanto do sexo feminino. a morte FICA [a morte espiritual em vida física].. terá feições de fantasma. é lógico. Depois de alguns minutos. E aí!!!! . sem eles. Os pés interessam-se pelos dedos. A cera acumulada nos ouvidos. divididos em partidos. sem sementes. eles inexistem. igualmente. do arrebatamento da Igreja e da ressurreição dos mortos em Cristo. aborda a questão das carnes imoladas aos ídolos.... Visão generalizada: 1) Dependência MÚTUA. Na boca estão os dentes que vão triturar os alimentos.

os servos do Senhor. o amor não trata com leviandade.16:18). não suspeita mal. Prestemos atenção também na riqueza espiritual da Igreja de Jesus em Corinto. Segunda Sub-divisão da Primeira Carta de Paulo aos Κοpινϑιους 1) A posição do crente diante da Graça Divina. é benigno. 1:17 ao Capítulo 2. a palavra Corinto significa “casta de uvas miúdas. 19) O corpo ressurreto dos servos de Deus. Sub-dividindo a Primeira Carta de Paulo aos Κοpινϑιους 1) A saudação de Paulo. face à salvação eterna. não busca os seus interesses. da Igreja e o mistério da ressurreição dos mortos em Cristo. 1:10-16. tudo suporta. o Arrebatamento <gr agápi . Trata-se de uma Carta inerente aos muitos problemas gerados na localidade de Corinto. 10) O matrimônio. não se ensoberbece. Uma expressão sentimental até então desconhecida no que tange à revelação de sua eternidade e riquezas que contrariam leis naturais da própria criatura humana: “O amor é sofredor. Não folga com a injustiça. 5:1-13. a conduta espiritual dos membros da igreja tanto do sexo masculino quanto do sexo feminino. Paulo censura a vida escandalosa e litigiosa dos membros da Igreja de Jesus em Corinto. 15:5-34. o amor não é invejoso. 11) O relacionamento marido e mulher. serão aniquiladas. a Graça do amor de Deus e suas insondáveis riquezas. 14) Desordens identificadas na Igreja em Corinto. 6) Questões 2) Do Capítulo 1 a 16 – Censura. Éfeso. Caps 3 e 4. quando por ocasião do porvir. sem sementes. 10:23. um lugar de adoração a Deus. 13) A questão referente à liberdade. 6:1-8. mas havendo profecias. 17) A ressurreição dos filhos de D-eus. nitidamente envolvido pelo Espírito de Deus. havia escândalo de incesto <união sexual ilícita entre parentes consangüíneos>. 20) A ressurreição dos servos do Senhor e a Volta de Jesus. . 18) Provas Irrefutáveis da ressurreição dos filhos de Deus. 1:1-9. 6:13-20. A identificação desse tipo de de apelação. revelada no versículo 7 “NENHUM DOM VOS FALTA”. 5) A ministério da disciplina na Igreja do Senhor Jesus. revela. Entretanto. durante a Terceira Viagem Missionária do apóstolo. 3) Do Capítulo 7 a 15 – Respostas Paulinas. Ele revela o amor sacrificial A Primeira Carta de Paulo aos membros da Igreja em Corinto foi escrita na cidade de Éfeso. 15) Os Dons Espirituais na Igreja: Caps 12 e 14. Paulo. (V) O estado final do corpo físico do cristão. onde o apóstolo. Prestemos atenção na expressão de Paulo no versículo 2 Uma expressão pertinente à posição da Igreja – “À Igreja de Deus que ESTÁ EM CORINTO”. muito usadas para passas”. 6:12. desaparecerá”. O vocábulo CORINTIOS procede do grego KORINTHIOS e do latim CORINTHIU e significa: “habitante de Corinto”. Caps 8 a 10. 15:51-58. cessarão. negativas anti-bíblicas: Cristãos conduzindo cristãos a tribunais pagãos. Cap 13. usou a carta para falar do valor do matrimônio e da virgindade. Cap 15. 7) Exortações contra o relaxamento diante dos princípios morais. (III) Ordem nas celebrações de Culto a Cristo. pela primeira vez nas páginas da Bíblia Sagrada.A Posição da Igreja do Senhor em Κοpινϑιους As quatro mais distintas cidades do Império Romano foram: Roma. e sim ESTÁ EM CORINTO (mas é de Jesus – (Mt. O amor nunca falha. não se irrita. 15:35-50. 7:12-40. 9) O corpo físico do crente deve funcionar como TEMPLO DO ESPÍRITO DO SENHOR. A cidade de Corinto. 2) As divisões da Igreja local em Corinto. 1:1-9. Não se porta com indecência. mesmo o livro paulino apresentando os magníficos e insondáveis Dons Espirituais contidos dentro dos Capítulos 12 e 14.ἀγάπη>. 7:1-11. Paulo responde de forma sucessiva a cinco perguntas propostas pelos membros da Igreja de Cristo em Corinto: (I) Matrimônio. os Dons Espirituais. havendo ciência. entretanto. (IV) Importância. na primavera dos anos 55 ou 56. o maior destaque da Primeira Carta aos Coríntios é o Capítulo 13. Antioquia e Corinto. valor e uso dos Dons sobrenaturais doados pelo Espírito de Deus. 6:9-11. destacava-se como a maior e mais rica dentre as quatro aqui citadas. consequentemente. além de abordar a questão das carnes imoladas aos ídolos. 3) A sabedoria do mundo diante da sabedoria de Deus. 16) O amor SACRIFICIAL e o exercício dos Dons Espirituais. (II) Carnes imoladas aos ídolos. 12) O princípio da renúncia pessoal. mas folga com a verdade. Os membros da igreja encontravam-se sub-divididos em partidos distintos. tudo crê. Por outro lado. Cap 11. havendo línguas estranhas. tudo sofre. os filhos redimidos. A Igreja não é de Corinto. 8) Princípios da liberdade cristã. os servos. tudo espera. 4) O ministro do Evangelho de Jesus.

a Palavra de Deus Primeiro Grupo: χαρίσματα της αποκάλυψης. O Capítulo 13 de 1 Co. é DOM. Os Dons Espirituais são canais pelos quais os crentes são habilitados e equipados para a realização da obra de Deus. Sem os Dons Espirituais a Igreja perde quase que totalmente sua característica de organísmo vivo do Senhor Jesus Cristo. ocultar) e απo – apo (de). Dons de Inspiração Verbal ou Dons de Elocução Verbal (I) Dom de Variedade (DIVERSIDADE) de Línguas (Línguas estranhas). “manifesto”.e. NOTA ESPECIAL: O presente comentário ocupar-se-á exclusivamente dos Capítulos 12. Dom de Operação de milagres. como resultado. O Capítulo 12 de 1 Co. 16:1-12. καλύπτω – kalýpto ( esconder. A língua grega possui diversos termos e expressões relevantes a este processo.21) A ressurreição dos filhos de Deus: DETALHES FINAIS. O Capítulo 14 de 1 Co. os Dons Espirituais. alguma coisa fica sendo conhecida e manifesta. Tradução: “FORÇA DIVINA CONFERIDA A UMA PESSOA ” – “dom da Graça. (II) Dom da Palavra de Conhecimento (A CIÊNCIA). derivado de dilos. Cap 15. religiosa. segundo o Capítulo 12 de 1 Coríntios. Descreve os Dons Espirituais e o Corpo de Cristo. A revelação na Dons de Revelação. (III) Dom de Discernimento de espíritos (ESPÍRITOS com letra minúscula e no plural). i. que. uma – palavra idéia de “desvendar” alguma coisa anteriormente oculta .12:1-11. No grego. 23) O padrão do homem de Deus. A porta aberta para que entremos nos domínios dos Dons Espirituais chama-se BATÍSMO COM O ESPÍRITO SANTO. Dons de Poder (I) (II) (III) Dons [plural] de curar. AMOR” [na expressão sacrificial]. Descreve o amor [na expressão sacrificial]. (II) Dom de Interpretação DAS línguas (AS LÍNGUAS ESTRANHAS PROFERIDAS NA (III) Dom de Profecia PROFECIA. a Igreja. No latim. chama mais atenção ao alvo. Prestemos atenção nos termos gregos abaixo: . o único elemento que pode dar valor ao ministério dos Dons Espirituais. não. final da matéria oferecemos um outro comentário pertinente à “1ª Carta aos Coríntios”.. 13 e 14 – OS “DONS ESPIRITUAIS” E “A SUPREMA EXCELÊNCIA DAS RIQUEZAS DA GRAÇA DO AMOR” [na expressão sacrificial]. O amor – αγαπή – produz maturidade espiritual. são 9 (nove) e sub-dividem-se em três grupos de 3 (três). identificando-se mais com uma organização meramente humana. No Poucos assuntos no Novo Testamento são tão importantes quanto os Dons Espirituais. levar consigo a composta formada de Απoκαλύπτω apokalýpto. No final da matéria oferecemos um outro comentário pertinente à Primeira Carta de Paulo aos Coríntios. BASICAMENTE) Os Dons Espirituais à Luz da Bíblia. REGULA o ministério dos Dons Espirituais na Igreja de Jesus. DOM é charisma. teologia cristã expressa a auto-revelação significativa de Deus ao homem.dilo. 16:13-24. 22) A oferta dos servos de Deus na casa do Senhor e a LIBERALIDADE cristã. χάpισμα – chárisma Πνευματικῶν = Pnevmatikõn (Dons) Espirituais Capítulo 12 Os “Dons Espirituais” Os Dons Espirituais. Conheçamô-los: 1 Co. Dons (χάpισματα) de Revelação (δήλωσις) Dílosis = “ação de mostrar” (I) Dom da Palavra de Sabedoria. Dom de Fé (Fé sobrenatural). “claro”. dom envolvendo a Graça”.

1 Rs. 4:18.5:14).16:12. mas sim DEVE ATUAR NA VIDA DA IGREJA DE JESUS . o Diabo. de posse desse magnífico Dom espiritual vê e esquadrinha a fonte espiritual. CONHECER é Dom de Discernimentos de espíritos. O substantivo grego se emprega no sentido de distinguir ou diferenciar entre os espíritos (1 Co. – – imparcial. vir a saber. a primeira qualidade exigida de um rei era a prática de justiça γνῷσις – gnosis: conhecimento. reconhecimento. descoberta. vigílias noturnas.5:20-26. não para governar-se. distinguir. solução de problemas. esplêndido. claro. e Deus lha concedeu (1 Rs. entender. separar. através dos seguintes textos bíblicos a manifestação do Dom da Palavra do Conhecimento. fatalmente. Jo. sofía é sabedoria.5:3-4. revelar. perceber. principalmente. 25:5. 1 Sm. sofizo é tornar sábio. Consequentemente. 12:10). Conheçamos. pois: Quando a Igreja de Jesus na localidade carece da presença do Dom espiritual de discernimento dos espíritos. 27:23-25. Era preciso ser justo. Um prejuízo incalculável. reuniões de membros. certamente qualquer que seja a fonte de manifestação espiritual dentro da casa de Deus será 100% desvendada.CIÊNCIA INFUSA. revelação. PRESTEMOS ATENÇÃO: Salomão. cultos semanais. No que tange à Igreja de Jesus na localidade. Etimologias: “estabelecer diferença. carnal. δῆλος: dílos – επιϕανής: επιϕάνεια: aparecimento. cognoscere e significa: (1) estar certo. . manifestar. Mt. manifestação.No latim. a Igreja santa. ensinar. aparecer. 3) O espírito humano. At.• • • • • • • • δηλόω: diló – notificar. Is.1:48. o que é o Dom da Palavra da Sabedoria? Este Dom Espiritual é liberado ao servo de Deus para que a Igreja do Senhor na localidade seja habilitada. rei de Israel. επιϕαινω: epifeno – ϕανεpόω: faneró – tornar conhecido. No grego. afinal. revelar. a história dos versículos 16-28 do mesmo capítulo mostra a justiça associada à sabedoria divina em ação. tornar claro.9:15-20. 2) O espírito satânico. Em todo Oriente Antigo. Sem a presença do Dom da Palavra da Sabedoria divina em ação no meio do povo de Deus. UM CÁOS. 2 Rs. compreender. separar”. Leiamos At 8:19-21. επιγινώσκω – epiginósko: saber.9:6. não somente pode atuar dentro dos templos evangélicos. Anotemos. convencido (2) ter indícios certos de fatos e coisas (3) distinguir . certamente a Igreja do Senhor na localidade ficará à mercê da sabedoria humana. Mas. dividir. mas para administrar o povo do Senhor. Χάρισμα του διακρίσεις (discernimentos) πνευμάτων (espíritos). eventos festivos. mostrar. Três espíritos podem atuar dentro διακpίσις – diakrísis – de um templo evangélico: (1) O espírito humano (2) O espírito satânico e (3) O Espírito Santo de Deus que. mas também dos serviços de evangelização.16:23. O Dom da Palavra do Conhecimento é Deus comunicando um fato projetado na Sua mente à falível e limitada mente humana. evidente. confiramos Sl 72:1-2. reconhecer. terrível. Afinal. ver ao longe. sofós é sábio.3:9). os espíritos são três: 1) O Espírito Santo de Deus. 4:29-34. epifanís epifánia poderoso. Exemplos: administração não somente da obra em si. entender. divisar. 14:6. Quanto a Israel. 6:8. no latim é SCIENTIA INFUSOS e significa “conhecimento vindo de Deus precedido de uma inspiração”. de Sabedoria. 5:1-11. Observemos alguns O Dom da Palavra termos gregos inerentes à palavra CONHECIMENTO. O Dom Espiritual de Discernimento de espíritos tem por finalidade revelar a verdadeira fonte das manifestações espirituais em quaisquer lugares. enxergar. Lc. reconhecer. dar informações. inominável. Pv. • επίγνωσις – epígnosis: conhecimento. revelação. Sugiro a leitura de 1 Reis 3:16-28. . A brecha por onde entram vitoriosos o espírito humano e o espírito satânico na casa de Deus na localidade chama-se: ausência do Dom Espiritual de Discernimento dos espíritos. Dom da Palavra instruir. tornar • • • γινώσκω – ginósko: saber. seus demônios e o homem carnal e profano farão na localidade o que bem entenderem fazer dentro dos domínios do Dom de Profecia. pediu a Deus que lhe concedesse sabedoria prática.. e entre o bem e o mal (heb. Χάρισμα της λόγος σοφίας. ϕανέpωσις: fanérosis – ϕαντάζω: fandázo – visível. O servo do Senhor. mostrar. conhecida. 29:14. capacitada para dirigir todos os serviços inerentes à sua vida. de Conhecimento: Χάρισμα της λόγος γνώσεως. 10:22. Salomão pediu a sabedoria (1 Rs.3:11-12).19:5. manifesto.

admirado. Δύναμαι – dýname: ser suficientemente forte. • Εκϑαμβος – ekthamvos: totalmente atônito. portento. 8:22-26. a pessoa é conduzida aos domínios da cura divina e. • Τέpας – téras: sinal milagroso. Atos 3:1-9. as localidades não estão sabendo nem mesmo como curar vidas enfermadas por simples males tais como encefalía (dor de cabeça). suficientemente forte.10:46-52. seja esse alguém bom ou ruim. Dýnamis. doente. A Fé Natural. Infelizmente. aos olhos humanos jamais terá solução. maravilhoso. maravilha. • Διναμιτής – dinamitís = dinamite. medo. SEGUNDA: Cura progressiva. Conheçamos alguns termos gregos usáveis em prol da palavra “milagre”. força. EM NOME DO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO. Absolutamente. ficar surpreso. diante da Igreja local munida desses Dons de Curas. • Δυναμόω – dynamó: fortalecer. Mc. potente. Χάρισμα της ἐνεργήματα δυνάμεων. etc. O Dom de operação de Milagres tem a finalidade de manifestar o grande e tremendo poder de Deus para realizar aquilo que. entretanto. (3) Convicção íntima. milagre. dor de barriga. • Σημειον – simion: sinal. cabe à Igreja de Jesus vencer esses males no nome do Senhor e. 19:11-12. habilidade.Segundo Grupo: Dons de Poder. conduzir multidões a Cristo através desses profundos sinais manifestos através do Dom de Operação de Milagres. Etc. • Θαμβέω – thamvéo: ficar atônito. etc. Mc. maravilha. Χαρίσματα της δύναμιν. notável. estômago. nada. forte. Prestemos atenção que a palavra sobretudo. Alguns termos gregos para a palavra PODER: • Δύναμις – dýnamis [a palavra tem som de dinamite. Existem três tipos de Fé. presságio. Χάρισμα της πίστης. • Θαυμαστός – thavmastós: prodigioso. Dom de operaçõe s de Milagres. • Εκϑαυμάζω – ekthavmázo: ficar grandemente admirado. Mc. significa poder. milagre. nada.7:31-35. novenas. • Θαυμα – thavma: objeto de admiração. consequentemente. (fé natural é crença) CRENÇA. Numa época de tantas doenças e enfermidades incuráveis. fortaleza. sete semanas. maravilhar-se. ἰαμάτων. Mc. Promulgamos sete dias.8:22-26. quando pronunciada em grego moderno  dhýnamis]. • Δυνάστης – dynástis: governante. • Δυνατός – dynatós: poderoso. poderá se • DOM revela-se no plural. do latim • credentia (1) Fé religiosa. Por quê? Exatamente devido à variedade de manifestações divinas para eliminar doenças e enfermidades. Atos 9:36-40. ato de poder. • Εκϑαμβέω – ekthamvéo: ficar assombrado. QUARTA: Ação do próprio doente. maravilha. admirável. recursos. (2) Aquilo em que se crê. alarmado. capaz. para isso e para aquilo e. capaz. Têm a finalidade de conduzir o servo de Deus (COM OUSADIA EXTREMA) a matar quaisquer tipos de vírus geradores de doenças. TERCEIRA: Atos aparentemente absurdos: Mc. da saúde.3:1-5. Dom de Fé. 7:31-35. A cura. 9:34-35.8:1-3. prodígio. potência. 20:9-10. Mt. que é objeto de crença. . A fé natural é encontrada em qualquer tipo de pessoa. etc. • Θαυμάσιος – thavmásios: maravilhoso. • Θάμβος – thámvos: assombro. etc. capacidade. prodígio. χαρίσματα magníficos Dons Espirituais de Poder. Não importa o tipo de manifestar em quatro aspectos: PRIMEIRA: Cura instantânea. soberano. A Igreja de Jesus precisa dos Dons Espirituais para viver na terra e provocar glórias eternas a Jesus. η φυσική (φυσικός) πίστη. Θαυμάζω – thavmázo: ficar atônito. • Δυνατέω – dynatéo: ser forte.

Por isto justifica-se 1 Co. Hebreus 11:32-37. 2 Tm. A Fé A Fé Sobrenatural.14:27-28. sim. Recomendamos a leitura de Atos 4:13-20. Terceiro Grupo: Dons de έμπνευση – Dons de Elocução Verbal – λεκτικός. TODAVIA. confiar. diz: “Não havendo intérprete fique calado na igreja. Пεποιθησις – pepithísis: fé. PRESTEMOS ATENÇÃO : No batísmo com o Espírito Santo o crente pronuncia línguas estranhas como SINAL do batísmo. Lembremo-nos de Abraão. são: η πίστη σωτήρας Пειθω – pitho: convencer. Atos 2:4. O terceiro grupo dos Dons Espirituais. (2) OPERAÇÃO: a) Do batísmo: Inspirar o crente a louvar e a glorificar o nome do Senhor Jesus Cristo. • • • • • • • . dos idiomas de nações. Os vários termos gregos empregados para a palavra fé. O Dom Espiritual de Diversidade de Línguas difere das línguas estranhas do batísmo com o Espírito Santo nos seguintes aspectos: (1) PROPÓSITO: a) Do batísmo: Conduzir o servo de Deus a uma grande dimensão de vida em relação a Jesus. 22:1-17. o crente falará uma diversidade de línguas estranhas. mas o Dom Espiritual de Diversidade de Línguas é infinitamente melhor. η υπερφυσική (υπερφυσικός) πίστη. Пεισμονή .. Versículo 32 “E os espíritos dos profetas estão sujeitos aos profetas” . O Dom Espiritual de Diversidade de Línguas. através dos lábios dos servos de Deus. O Dom de Variedade de Línguas NADA tem a ver com a cultura γλωσσῶν. 14:28. ao receber o Dom de Variedade de Línguas. Um Dom Espiritual interpreta outro Dom Espiritual.4:6-8. Dom de Línguas. Línguas estranhas no ato do batísmo com o Espírito Santo NÃO CARACTERIZAM-SE COMO DOM ESPIRITUAL . dentre suas inúmeras atuações. mansidão. O sinal é a porta aberta para que entremos nos domínios dos Dons Espirituais. Todo cristão evangélico precisa entender que. Пειθομαι – pithome: obedecer. A Fé salvadora é encontrada no versículo 3 de Judas e é identificada pelo nome: “a fé que uma vez foi dadas aos santos”. – χαρίσματα της χαρίσματα της άρθρωση Inspiração manifesta-se apenas Dom de Gêneros de Línguas . Пέποιθ – pépith: ser convícto. Deus tem propósitos específicos e maiores que visam unicamente a Igreja na localidade. QUANDO O PROFETA perde o controle do seu comportamento. O Dom Espiritual de Fé também atua sustentando a Igreja do Senhor na obra de intercessão e exige altíssimo nível de ousadia dos servos de Deus. Por quê? Ora. Interpretação das Χάρισμα της ερμηνείας των γλωσσών. O sinal do batísmo com o Espírito Santo é bom. uma graça divina liberada aos santos em Cristo. porque não seria proveitoso para a Igreja muitos falarem línguas em voz audível ao mesmo tempo. confiança. A Fé sobrenatural. o versículo 39 recomenda-nos: “. confiança. SEGUNDA: As línguas interpretáveis (linguas congregacionais) – Línguas estranhas como sinal do Batísmo com o Espírito Santo não são interpretáveis. Versículo 20 “não sejais meninos no juízo”. Пειθός – pithós: persuasivo. como Dom Espiritual.e não proibais o falar em outras línguas” . Χάρισμα της γένη GÊNEROS OU DIVERSIDADE DE LÍNGUAS ESTRANHAS..pismoní: persuasão. tem o poder de sustentar com gozo. Em caso de ausência do Dom de . é porque trata-se de um profeta falso na localidade da Igreja de Jesus. crer. e sim trata-se de um sinal.decência e órdem”. ao ser batizado com o Espírito Santo. persuadir. paciência. falando consigo mesmo e com Deus”.A Fé Salvadora. caso um outro Dom Espiritual também de inspiração verbal [CITAREI A SEGUIR] inexista nessa mesma localidade.. Gen. O DOM DE VARIEDADE DE LÍNGUAS ESTRANHAS jamais será totalmente proveitoso à Igreja na localidade. b) Do Dom de Línguas: O Dom de Línguas visa confirmar a palavra bíblica ensinada na Igreja do Senhor. coragem e alegria os servos de Deus e a Igreja do Senhor quando por ocasião das grandes perseguições. b) Do Dom de Línguas: Edificar TODA a Igreja de Jesus na localidade. Versículo 40 “. Trata-se da manifestação da mente de Deus por intermédio de todos os sistemas de fala do ser humano. ao contrário dos dois anteriores. Portanto. está fracassando diante do propósito de Deus para Sua Igreja na localidade. Se um crente é batizado com o Espírito Santo e não trabalha para receber o Dom Espiritual de Diversidade de Línguas. Como explicar o gozo de Estevão e Paulo diante da iminente execução? Atos 6:8 a 7:60. 10:46. As línguas estranhas podem se manifestar de duas maneiras: PRIMEIRA: As línguas não interpretáveis (LÍNGUAS DEVOCIONAIS) – Trata-se das línguas estranhas como sinal do batísmo com o Espírito Santo.. O Dom de Diversidade de Línguas somente será proveitoso e útil à Igreja de Jesus caso haja a seu lado O DOM ESPIRITUAL DE INTERPRETAÇÃO DAS LÍNGUAS (faladas no Dom de Variedade de Línguas). Пειθαpχέω – pitharchéo: obedecer. No entanto. sobrenatural é o Dom Espiritual de Fé.

e aquele em quem está a minha palavra. Lemos em Jr 23:28 “O profeta que tem um sonho. uma doação de Jesus (Ef.o que profetiza fala aos homens para edificação. “fazendo amor”. Se a língua falada for de caráter humano ou satânico.23:13-14. IMBATÍVEL. o Dom Espiritual de Profecia é tremendamente melindroso. Existe o profeta procedente do MINISTÉRIO DE PROFETA. CONSOLANDO OU EDIFICANDO. Então. conte o sonho. etc. Dom de Profecia. De nada adiantará à Igreja de Cristo o Dom Espiritual de Profecia. Mq. eventos de aniversário. 16-17. Dentro dos padrões bíblicos. POTENTE.Interpretação das Línguas. namoro. esse Dom espiritual não tem por finalidade trazer uma mensagem nova à Igreja de Jesus na localidade. exortação e consolação” 1 Co 14:3. Jr. do grego . “prostituindo-se”.14:3. “Segui o amor [AMOR SACRIFICIAL]. Entretanto. CERTAMENTE ENGOLIRÃO TODAS AS MAZELAS CARNAIS E ATÉ MESMO SATÃNICAS travestidas de espirituais. inclusive. etc. Por quê? Porque esse Dom tem a faculdade de conhecer somente as línguas de origens celestiais e nada mais que isto. 13:9-16. O Dom Espiritual de Profecia tem por finalidade comunicar a mensagem de Deus à Igreja na localidade ou ao membro. 25-26 e 32. (1) Exortar (2) Consolar (3) Edificar. não havendo o Dom Espiritual de Interpretação de Línguas no seio da Igreja de Cristo??? O Espírito Santo ministra o Dom Espiritual de Profecia com a finalidade de elucidar fatos. O Capítulo 13 de 1 Coríntios na Dimensão do Amor O Capítulo 13 de 1 Coríntios apresenta-se como eixo central das teologias dos Capítulos 12 e 14 da Primeira Carta de Paulo aos Coríntios. sem a presença do Dom Espiritual de Discernimento dos espíritos. e procurai com zelo os dons Nota Final (τελική <final> σημείωση <nota>): O Dom Espiritual de Profecia não é superior às Escrituras Sagradas. o Dom de Diversidade de Línguas jamais será proveitoso e útil à vida da Igreja de Jesus na localidade. A Bíblia Sagrada é a única voz autorizada a revelar e falar desse sentimento singular denominado amor. fale a minha palavra. principalmente porque praticamente todos os crentes desejam possuí-lo.12:10). O Dom Espiritual de Profecia jamais destinar-se-á à orientação de assuntos pessoais. Algum objeto que possa ser encontrado “transando”. DESTEMÍVEL. NÃO! A finalidade única do Dom Espiritual de Profecia encontra-se em 1 Cor. PERGUNTO: É possível a Igreja na localidade possuir vida plena sem a presença dos Dons Espirituais?? Poderemos até ser uma belíssima escola de religião. e sim Dom Espiritual de Profecia . Não existe dom espiritual de profeta.4:12) e o profeta que procede do DOM ESPIRITUAL DE PROFECIA . É a mola mestra. 3:5-6. uma doação do Espírito Santo (1 Cor. o de O Capítulo 13  αγάπη Como sociedade hodierna é bem possível que o conceito pessoal e moderno de grande parte dessa sociedade olhe para a milenar expressão “amor” como algo banal. em especial. mas o próprio homem desprovido da Graça do temor de Deus aproveitam quaisquer tipos de brechas que surgirem para fraudá-lo. oram. Algumas advertências devem ser levadas em consideração: Ez. administra até mesmo as línguas estranhas faladas como consequência do Batísmo com o Espírito Santo. entendamos: existe O DOM MINISTERIAL DE PROFETA e O DOM ESPIRITUAL DE PROFECIA. verdades bíblicas que são particularmente importantes em diversos momentos da Igreja de Jesus ou do servo do Senhor. jejuam. Que valor teria o Dom Espiritual de Diversidade de Línguas. isoladamente. manifesto de forma detalhada no Capítulo 14. MENTIRA. encontrado em qualquer esquina de rua. estudam bíblias. CONSPIRAÇÕES DENTRO DE TEMPLOS LOCAIS. VENCEDORA DIANTE DAS PORTAS INFERNAIS. της προφητείας profitías (ii) O espírito satânico. com verdade. particulares. consequentemente. Jr. Então.14:1.23:15-22. 23. desprovidos do Dom Espiritual de Discernimento dos espíritos. não obterá a atenção e o respeito especial do Dom de Interpretação das Línguas.23:16-17. Ou seja. pregam. certamente será identificada como tal pelo DOM ESPIRITUAL DE DISCERNIMENTO DE ESPÍRITOS e. significa “predição do futuro feita por um profeta” . profecia. O Dom Espiritual de Profecia elucida problemas que pastor algum jamais conseguirá elucidar: PECADO ESCONDIDO.. Jr. u’a mão do Capítulo 13 . O Dom Espiritual de Profecia visa relembrar à Igreja do Senhor ou aos servos de Cristo o que já está registrado na Bíblia Sagrada: EXORTANDO. “ficando”. Exemplos: casamento. Duas fontes estranhas costumam fraudá-lo com grande frequência. a força geradora de vida espiritual plena encontrada nos Dons Espirituais revelados no Capítulo 12 e. Que tem a palha com o trigo? – diz o Senhor” . no extraordinário “Dom de Profecia”. Igreja de Jesus. Entretanto. Infelizmente o crente mau-caráter usa o magnífico Dom Espiritual de Profecia para trazer coisas e fatos novos a crentes que.. as possibilidades de fraudes na área deste Dom Espiritual são enormes. quando O Dom Espiritual de Discernimento dos espíritos encontra-se ausente na localidade: (i) O espírito humano. onde todos cantam. PODEROSA. NÃO! Ainda não. Χάρισμα . etc. O Dom de Interpretação de Línguas. somente com a presença dos magníficos Dons Espirituais. “. etc. 31-32. Não somente Satanás. 13:17.22:28. ENGANO RELIGIOSO. mas principalmente profetizar” 1 Co. A palavra profecia.

Este tipo de amor sustenta os lares. edificante. introvertidos e extrovertidos. que a Graça de agápi inunde cada cristão evangélico. Muitos o designam como amor natural ou amor psíquico. da sociedade e da nação. carnal. conselheiros.. Não há divisas. manso. 20-21 Tríplice Fonte Sentimental de Amor A Fonte Carnal. NADA SERIA”. Em alguns casos ele pode vir a ser símbolo de um amor mais profundo. A nova vida em Deus precisa e deve enquadrarse na Graça do amor. Trata-se de um sentimento capaz de unir pessoas estranhas e mantê-las aproximadas até mesmo por toda a vida física. mantém o equilíbrio da sociedade e pode vir a contribuir efetivamente para a estabilidade da família. Praticamente todos os atuais veículos de comunicação encontram-se impregnados de sexo ilícito. avaliar seu sentimento amoroso. porém. ricos e pobres. nos cinemas. a Davi e Salomão. havia palavras especiais em uso corrente na língua grega no tempo em que foram escritos os livros do Novo Testamento. Tais palavras são traduzidas por amor em nosso idioma. nas revistas pornográficas. Portanto. conhecesse todos os mistérios e toda a ciência. e não tivesse amor. colocando-o nos domínios do ódio. Pois. ódio. A Fonte Familiar. inveja. crimes. Esse tipo de amor. em jornais de expressiva circulação. barreiras. um monarca pagão. e não tivesse amor. assim sendo. O amor social uniu Hirão. zero e dez. Nesse espaço encontramos o culturalismo religioso de Israel. esperançoso. Sem agápi. é a prova cabal e inquestionável do real novo nascimento. agápi é o maior milagre gerado na vida do homem pós Adão e Eva. É a excelência do amor espiritual. A Cultura Greco-Romana Dentro da Era Paulina Foi no seio de três inéditas culturas que o Senhor edificou Sua santa Igreja. conquanto seja muito importante.. 13:1-2. ame também a seu irmão” 1 João 4:7. Dt 15:16. ciúme. etc. etc. bondoso. PERGUNTAMOS: Que tipo de sentimento rege nossas atividades nos domínios cristãos? Tudo quanto fazemos para Deus está realmente embasado no Capítulo 13 de 1 Coríntios? Que tipo de sentimento acompanha-nos como membros da Igreja na localidade. do rancor. cultos e incultos. Manifesta-se sempre contido de magnífico e extraordinário poder. Literalmente. não é perfeito em si mesmo. é egoísta. através do Judaísmo. monarcas de Israel – 1 Rs 5:1. são as únicas notas conhecidas de Deus? Recomendações de Jesus: “Isto vos mando: que vos ameis uns aos outros”. O crente precisa e deve. “Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos. Afinal. o culturalismo político e . sendo fartamente aplaudido. não! Trata-se do amor estendido sem divisas a todos e quaisquer tipos de pecadores. No que tange ao amor de Deus. é o mais importante e o mais eficaz dos três capítulos aqui citados. ira. e ainda que tivesse toda a fé. ao qual viu. Sidom e outros centros de culturas aberrantes – o espaço cultural do primeiro século da era cristã tornou-se digno de nota. manifestos no cristão evangélico. seria como o metal que soa ou como o sino que tine – E ainda que tivesse o Dom de Profecia. portanto. o homem sempre estará debaixo da maldição do Éden. 17:9. Em todos estas três expressões de amor. ensinadores. Sim! Por mais que pensemos em Sodoma. malígno. Vemo-lo comercializado nas telenovelas e nos intervalos de programas televisivos. Todavia. impregnado de sensualidade voltada sempre para a satisfação de um bem-estar próprio. é salutar. etc. Essa fonte é bíblica. Palavras do Apóstolo João: “. inclusive. O amor de Deus e suas insondáveis manifestações. Então. cantores. da vingança. difundido e vendido pela grande mídia. a outra mão segura o esplendor do Capítulo 14. Citemô-las: εpως = eros – ϕιλέω = filéo – ὰγαπάω = agapáo (amar) – αγαπή = agapí = <amor (Amor que se avalia pelo sacrifício)>. diuturna e urgentemente.qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus – Se alguém diz: Eu amo a Deus. Sem a Graça do amor jamais o cristão será paciente. pregadores. Pv 7:18. sabendo que. rei de Tiro. encontra-se em alta escala nesses dias modernos. Título do Capítulo 13: “A suprema excelência do amor” . etc. É descrita mundialmente como “amizade”. certamente encontraremos tragédias. como pode amar a Deus a quem não viu? E dele temos este mandamento: que quem ama a Deus. Essa fonte de amor. construtiva. obreiros? Temos acesso satisfatório em 1 Coríntios 13? Que nota daríamos a nós mesmos. A Fonte Social . Amém! Ainda no que é pertinente ao amor. o pecado edênico mexeu sensivelmente na natureza do homem. Afinal. Gn 22:2 <Abraão e Isaque> – Gn 37:3 <Jacó e José> – Rt 4:15 <Noemi e Rute> – Gn 25:28 <Isaque e Esaú> etc. mas sempre envolve um relacionamento sangüíneo e concorre para a existência de harmonia no ambiente natural da vida. Coincidência? Jamais! A Bíblia Sagrada não é um livro de coincidências. rancor. Pois quem não ama a seu irmão. O amor procedente da fonte carnal se distingue pelo seu constante relacionamento com o sexo. Gn 24:67. depressão. une pais e filhos. do outro lado. medo. Ostenta o respaldo da Palavra de Deus. insegurança. longânimo. nos palcos teatrais. profetas. Gomorra. São graças que manifestam-se como riquezas da Graça do amor de Deus. e aborrece a seu irmão. manifesta-se como um sentimento cheio de morbidez. em programas radiofônicos. O Capítulo 13. somente a extraordinária Graça de agápi une negros e brancos. veremos igrejas locais mais felizes e poderosas. Ler Pv 16:13. mesmo em tempos de ira sobre o planeta terra.segura todo o as riquezas do Capítulo 12 e. misericordioso. portanto. de maneira tal que transportasse os montes. é mentiroso.

pela primeira vez nos anais da história as riquezas da Graça de . Os gregos conviviam com dois reinos especiais no que tange à sexualidade: “o reino dos prazeres”. onde Astaroth aparecia com o nome de Ishtar (pronuncia-se Istar) ou Inanna (pronuncia-se inanha). mas entre “deuses e deuses”. O Nome Asteroth também aparece associado à maior divindade dos cananeus. o famoso rei de Israel. Esta maldita divindade bíblica é uma herança mitológica da história dos povos da Suméria e da Acádia <Gn 10:10>. onde seus rituais eram múltiplos. referido na Bíblia como Camoesh <pronuncia-se Quemos>. Em Sidom o culto a Afrodith era dividido primariamente entre dois deuses Eshmund e Astaroth <ou Astarth>. dos prazeres e do amor. Celebravam semanalmente cultos ao amor. no culto a essa divindade no Velho Testamento. isto é. libações e também adoração das suas imagens ou ídolos. fazer exercícios corporais. para os gregos Astaroth foi chamada de Afrodith e Hera (Juno para os romanos. recebia o nome de Isis ou. tais como: beber. A exemplo da Grécia. Afrodith casouse com Hefesto. anotemos. sede do Império Romano e o culturalismo filosófico e moral dos gregos. Cultos regados a sexo no estilo bacanais. cheio do Espírito de Deus. Baal <Jz 2:13. orgias. Valores sentimentais literalmente santos e 100% divorciados dos conceitos sentimentais sustentados no mundo da cultura greco-romana. religioso. O amor entre os homens <homossexualismo> na Grécia era acima de tudo um comportamento pedagógico e visava alcançar o mundo de <o reino dos amores>. Afrodith era a divindade da formosura. esposa de Zeus e deusa do casamento). Afrodith identificava-se com o nome de Astaroth. Dentro do mundo romano. contrariando sensivelmente não somente a Palavra de Deus. o homem grego adulto estava impedido pela legislação grega de submeter-se a qualquer papel passivo na relação sexual. ex-fiéis de Afrodith. Nas diversas literaturas de Homero. Moralidade grega infundada: Na Grécia Antiga. No Egito. o homossexualismo era uma forma de culto ao próprio . irmã gêmea de Camus <divindade maior do País de Moabe> e casada com o igualmente imundo Tamuz. Sócrates. intitulado de . tornava Astaroth profundamente simpática e 100% aceita entre os povos antigos. igualmente. I Rs 11:36. fundamentados nos patriarcas Epicuro. “deuses e homens”. foi vítima de suas seduções . etc. A Deus. Salomão. os prazeres sensuais ou físicos estavam na contemplação de prazeres da vida diária. I Rs 18:19>. que o Apóstolo Paulo. como também através dos prazeres. passando por ofertas corporais de teor sexual. Nos domínios de 'afrodisias'. Uma revelação inédita aos gentios membros da Igreja em Corinto. a divindade do fogo – símbolo de marido infiel à esposa) – Nas literaturas de Hesíodo. imundas e capazes de envergonhar outras culturas da antiguidade. Platão. εpως encontrado não só entre homens. A Igreja era constituída de gentios procedentes do mundo grego. Daniel.1 Rs 11:15. mas o próprio Todo-Poderoso Senhor de Israel. pouco importa o cenário cultural em que localiza-se a Sua santa Igreja. “elementos da natureza e humanos”. Hator. um sentimento extremamente reverenciado pelos gregos. no Velho Testamento ela é filha de Baal. Hananias e Misael foram 100% servos de Deus no âmago da cultura dos agápi . tanto através da contemplação do belo. intitulado de 'afrodisias'. comer. revelou. domínios da Grécia de Afrodith e do Império Romano de Vênus. a deusa Afrodith aparece através do nome Vênus (altera apenas a identificação nominal). Segundo a mitologia suméria e acádia. contrariamente ao homoerotismo masculino. Séculos mais tarde. II Rs 23:13. Afrodith aparece como a divindade que nasceu da espuma do mar. a quem destronou> – Também conhecido como Júpiter – Por ordem de Zeus. Ishtar <Astaroth> era irmã de Shamash. o mais feio dos imortais. absurdas. NOTA: Foi dentro desse cenário cultural. essa divindade aparece como filha de Zeus (o “deus” dos Céus – Ζεΰς <filho de Saturno. o deus (a divindade) do amor. “deuses e animais”. poeta grego. e “o reino dos amores”. uma divindade referenciada no Livro do Profeta Ezequiel <8:14>. etc. No Velho Testamento. A promiscuidade sexual. O amor entre os homens. Azarias. transferido para o universo da Igreja no Novo Testamento. um rastro de pornografias e imundícies sexuais acompanha a história dessa divindade em Roma. Afrodith aparecia como a mãe de εpως .moral de Roma. Se no universo do Novo Testamento ela aparece como filha de Zeus e esposa de Hefestos. “animais e seres humanos”. cuja relação sexual estava pautada em uma atividade e passividade. A prática de “cunilingus” <sexo oral> para com uma mulher era. como outros defendiam. fabricando condutas diversas. Nos domínios do reino dos amores. conforme relato acima. Leiamos Mt 23:24 εpως εpως εpως era Astaroth x Afrodith x Vênus De acordo com a história mitológica grega. O seu principal culto ocorria no início da primavera e revelava-se com prática de sexo. condenável e reprovável na cultura grega.

Aleluia! “. Inspirado ou provocado pelo erotismo. sensualidade.. Sensual.É do vocábulo ϕιλέω ϕιλέω ϕιλέω o que manifesta-se o termo FILANTROPIA que é uma forma de tratamento especial e generoso que os homens podem perfeitamente demonstrar entre si mesmos na vida cotidiana – At 28:2. “libido” é: “desejo violento”. A Igreja de Jesus na localidade precisa e deve entender que a diferença só pode ser liberada através dela. Jesus: Jo 3:16. Relativo ao amor. 1.. palavra. lubricidade <kabritismo – εpως . O amor de Deus. 1. e dar-te-ei a coroa da vida”. Exatamente por não tratar-se de uma expressão sentimental que exija sacrifício da criatura humana. fornicação. O adepto de εpως vive diuturnamente pensando no parceiro unicamente para fins de sexo. O Amor na Expressão ϕιλέω = filéo Φιλέω  filéo Etimologia: “uma profunda afeição” A palavra Filéo não aparece nos escritos do Novo Testamento quando ocorre um mandamento determinando ao homem que ame a Deus. o flecheiro cego>. A eterna Palavra do Senhor para Seus servos. No entanto.Sê fiel até a morte. cuja energia é a libido <instinto ou desejo sexual>. Afinal. Inspirado pelo amor. lascívia  ὰσέλγεια – asélgia].. e de quadrúpedes. no que tange a seu verdadeiro caráter. etc. para desonrarem o seu corpo entre si”.. <Sinônimo: os epítetos do deus cego. Etimologia do grego καμπpιτήσμος – kabritísmos. o amor inconfundível. acompanhada de promessa.. Por quê???? Porque a expressão não contraria a vontade de Deus para a humanidade.babilônios. amor lúbrico <escorregadio. Mitologia: Cada um dos gênios infantis alados que acompanham Cupido e Vênus e aparecem representados nas obras de arte romanas rodeando esses ou outros personagens mitológicos. Homem ridículo. E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem do homem corruptível. At 2:47. * CUPIDO – Do mitônimo Cupido. não podemos e nem devemos jamais desprezar este estilo sentimental. à imundícia. 3. Princípio de ação. esta expressão sentimental. ERÓTICO do grego  Palavra procedente εpως: 1. que a Igreja de Jesus dirigiu-se para revelar o amor real. metido a galanteador. sensual. tornaram-se loucos.. Hein!!!! Imaginemos servos e senhores se confraternizando sempre! Patrões e empregados de mãos dadas. 2. Foi a uma sociedade nos domínios de εpως εpως. 2. Quão bom seria se todos os humanos fossem realmente ligados pelos laços saudáveis da amizade. deus do amor. que tem o caráter de lirismo amoroso. lascivo>. o deus alado do amor. isto é. Lemos em Rm 1:22-24 “Dizendo-se sábios. a ordenança do Filho do Eterno. é: “. encontra-se oculta no seio da humanidade. símbolo do desejo.. lascivo. que é representado freqüentemente de olhos vendados e munido de arco. o amor na expressão EROS é a forte atração física e sexual alimentada por uma pessoa em relação a outra. Ap 2:10 O Amor na Expressão A expressão <amor apaixonado> não ocorre no texto original neo-testamentário. Por extensão: Personificação do amor. dominada pela cultura grega. filho de Vênus. O amor oposto ao ardente sentimento gerador de adultério. No latim. e de répteis. 2. ricos olhando para os pobres e nutrindo por eles uma grande afeição.. Sim!!! é um sentimento de grande estima nas páginas da Bíblia Sagrada. Pelo que também Deus os entregou às concupiscências do seu coração. flecha e carcás. mesmo não aparecendo em termos de escrita. Dentro dos domínios de εpως eros  εpως  é a fonte geradora de EROTÍSMO [paixão amorosa. Infelizmente. Cupido*. inaudito.. εpως .eros εpως. e de aves. “paixão”. prostituição. Parece que vivemos em tempos de . é: “Em todo tempo sejam alvos os teus vestidos. “luxúria”. A Igreja na localidade é a referência visível do amor de Deus que encarnou-SE e revelou-SE aos homens. e nunca falte o óleo sobre a tua cabeça” – Ec 9:8 – Aos membros da Igreja nos domínios da Nova Aliança. vale qualquer negócio para estar com o parceiro<a>. εpωτικός – erotikós e do latim eroticu. o que já é motivo suficiente para desconfiarmos desse termo sentimental de nível de erótico. quando homens e mulheres almejam simbolizar desejo através do corpo físico. Etimologia latina de . 3. promiscuidade.E todos os dias acrescentava o Senhor à Igreja aqueles que se haviam de salvar”.

Sl 31:2324. “humanitarismo” <Doutrina filosófica e política que visa a eliminar as injustiças reinantes no mundo a fim de se alcançar a felicidade humana . como criatura e filho de Deus na Igreja de Jesus na localidade. Ez 18:7. todo aquele imenso e extraordinário poder de nada valeria diante de Deus. O amor é um bilhete de ida-evolta. Tão importante é esse sentimento. Em um mundo saturado de paixões sórdidas e violentas. É esse tipo de amor que ilustra a natureza de Deus – 1 Jo 4:8. Rm 5:5. Esse tipo de amor é “sentimento na expressão sacrificial”. “os seus muitos pecados lhe são perdoados. comungue sempre com o sentimento de filanthropía. os assustou ao revelar-lhes que. um amor que merece uma resposta também de amor. Não é um círculo vicioso senão uma corrente contínua. inclusive. esmola”. o rebanho de Jesus Cristo se compraz num insondável sem reservas. Ele foi até o fim. mas pelo comportamento que ele suscita – ao <αγάπη> . carnais. desnortearam-se totalmente. Sl 22: 7-16.Amor à humanidade>. Tudo deve começar com a Graça do Amor de Deus na expressão sacrificial . o fundamento. A Igreja é a comunidade dos amigos de Jesus. Uma observação certamente bombástica.17:26>. que a palavra amor em suas diferentes formas e variações ocorre mais de quinhentas vezes no contexto bíblico. É com esse tipo de amor que Deus ama a raça humana < Rm 5:8>. gerencia tudo quanto é concernente à obra do Senhor na vida dos servos de Cristo. αγάπη αγάπη do Deus Criador e Redentor foi Nota: A Graça do αγάπη de Deus. inédita. As circunstâncias não podem detê-lo.17. Isto é. leiamos atentamente o que diz-nos Paulo. são: FILANTROPIA procede do grego ϕιλανϑpωπία – “Amor ao ser humano”. mundanos. o amor no aspecto ágape”. imorais. os louvores. seu Filho “AMADO em quem Ele (Deus) se compraz” <Mt. Jo 15:12. chega a revelar-lhes no versículo 13 que: “O AMOR É MAIOR. disse: “Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a sua vida pelos seus amigos” João 15:13. Jo. a ponto de entregar Sua própria vida. Am 5:15. Paulo. Se a Igreja do Senhor numa localidade despreza esse mandamento.7:47.. O próprio Senhor Jesus. Amar <ὰγαπάω = agapáo> é um privilégio. diante dos olhos dos mundos em paralelo. É a base. 16. Uma filantropia desprovida de interesses políticos. na expressão sacrificial. Nos versículos 4-8 do Capítulo 13 de 1 Coríntios o amor é descrito por uma série de quinze verbos. compaixão.3:17. Amado leitor. O Amor na Expressão <amor (Amor que se avalia pelo sacrifício)> αγάπη = agápi Agápi é palavra chave dentro do Cristianísmo evangélico e se refere a um tipo de amor espiritual. porque muito amou” – Lc. 15:10 O αγάπη na Igreja em prol do Senhor Jesus Amar <ὰγαπάω = agapáo> é uma obrigação moral. ‘procurando’ identificar-se com o amor de Deus. no qual se derrama a sublimidade do próprio amor de Deus. portanto. É vencedor imbatível. Não há barreiras capaz de conter esse tipo de amor. Js 22:5. Dele. MAIS EXPRESSIVO. É com esse tipo de amor que Deus ama a Jesus. num crescendo sublime. pois “o imenso DERRAMADO em nossos corações”. suas duas principais qualificações. beneficência. não sabendo como administrar tão grande força e poder espirituais de Deus numa só localidade. Cristo amou de forma convicta e determinada. Ef. Enquanto o mundo respira ódio e rancor e as armas não cessam de disparar terror. “benevolência. se deles. A Graça do amor é o alicerce do culto a Deus. morrendo por ela. Jo 13:1. os ensinamentos e as manifestações de poder espiritual não trarão jamais frutos para a localidade. sempre em direção a Deus. Os servos do Senhor em Corinto. tão eufóricos e alegres diante de tantas habilidades espirituais recebidas do Espírito Santo. olhando para a dimensão de Seu amor. Amar <ὰγαπάω = agapáo> é mandamento bíblico. amar dentro dos moldes da vontade de Deus é um privilégio dos remidos pelo sangue do Cordeiro de Deus. etc. At 2:44-47. no entanto. ensinou Paulo aos nossos antepassados na cidade de Corinto: as mensagens. O αγάπη de Jesus em prol da Igreja Jesus Cristo amou sacrificialmente a Igreja. É caracterizado não de maneira abstrata. A obrigação moral de amar resulta do fato de havermos sido eleitos pelo amor do Eterno. não fluísse a Graça do amor segundo a revelação de 1 Coríntios 13.O vocábulo filanthropía e. “Caridade” – Do latim caritate significa: “o amor que move a vontade à busca efetiva do bem de outrem. 5:2. expondo-SE em público. mas capaz de gerar glórias ao Eterno e Santo Deus. MAIS DIVINO E MAIS RICO EM PODER QUE AS PORTENTOSAS E INABALÁVEIS GRAÇAS DA FÉ E DA ESPERANÇA” . nos versículos 4 a 8 do Capítulo 13 de 1 Coríntios. complacência. os filhos de Deus naquela localidade. impactante. O amor vem de Deus ao coração do crente e retorna dele ao coração de Deus. Aleluia! Recomendamos a leitura de Is 58:7. Dt 6:5. O Apóstolo Paulo.

vos foram inquietar com certas afirmações. Paulo e Tiago.passo que o conhecimento imperfeito <versículo 1> e indireto <versículo 12> que a criatura humana tem do TodoPoderoso Deus desaparecerá para dar lugar à visão do Senhor face-a-face. com certeza. ao rodapé da página: “O discurso de Pedro é fundamental e contém a orientação conciliar. Fareis bem evitando isto tudo. Aqui fica mais evidente ainda que Pedro e Paulo não eram divergentes quanto à essa questão. que deixeis de molestar os que se convertem do paganismo para Deus. não poderia agir de outro modo. que. para resolver. na Síria e na Cilícia. Pedro parte de fatos concretos: ele foi o primeiro evangelizador dos pagãos e compreendeu que Deus não faz distinção entre pagão e judeu [cf. Resolvemos por unanimidade escolher alguns representantes e enviá-los a vós. Fomos informados de que alguns dos nossos. 34. sem fazer nenhuma distinção entre nós e eles. que faz essas coisas conhecidas desde os tempos mais antigos. d) Decisão do Concílio b) Apóstolo Paulo. voltarei e reconstruirei a tenda arruinada de Davi. numa de suas notas explicativas. entretanto não estavam relacionadas ao problema da circuncisão. Mas. homens de muito prestígio entre os irmãos. 44-47]. Tiago. Estes dois têm dedicado suas vidas à causa de Nosso Senhor Jesus Cristo. Enviamos. do uso do sangue e da carne de animais estrangulados e das uniões ilegais. o que faziam sobre o assunto do concílio. Ao questionar sobre os que queriam impor aos outros os preceitos da Lei Mosaica. vossos irmãos. que tiveram oportunidade de expor suas idéias perante o Concílio. por isso. relata tudo o que aconteceu a ele e Barnabé quando estavam a divulgar o Evangelho do Cristo. Aleluia!!! O Concílio de Jerusalém Aconteceu no ano 49 d. logo de início. E. Edição Pastoral. Depois. Figuras principais deste Concílio foram Pedro. se Atos 15: 22-29: Os apóstolos. impondo aos discípulos um peso que nem nossos pais nem nós mesmos pudemos suportar? Mais uma vez: pela graça do Senhor Jesus é que nós cremos ter alcançado a salvação. dando-lhes o Espírito Santo do mesmo modo que a nós. para vos transmitir de viva voz as mesmas diretivas. E. Judas e Silas. manifestou-se em favor deles. Foram elas: abster da carne imolada dos ídolos.C. pois o que salva a todos é a graça que leva à fé em Jesus Cristo. E Deus. Reedificarei as suas ruínas e as reerguerei. presbíteros e toda a assembléia resolveram então escolher entre eles alguns homens e enviá-los a Antioquia junto com Paulo e Barnabé. escutai-me! Simão acabou de explicar como Deus. nesse momento. Por seu intermédio lhes foi enviada a seguinte carta: “Os apóstolos e presbíteros. para ser coerente com o que já vinha fazendo na prática. que para ficar bem registrada e para que todos pudessem cumprir a decisão tomada deu origem a uma carta que foi enviada aos convertidos do paganismo que moravam em Antioquia. Paulo. Isto concorda com a palavra dos profetas. exatamente como eles”. 10. toma posição favorável a não haver necessidade de circuncidar os convertidos. porque está escrito: Depois disso. vejamos: a) Apóstolo Pedro Atos 15. provenientes do paganismo. Barsabás e Silas. a questão da circuncisão e outros atos dos gentios convertidos ao cristianismo. Por que agora tentais a Deus. Assim fala o Senhor. Julgo. de uma vez por todas. depois de purificar seus corações pela fé. Pedro salienta que os costumes judaicos são um jugo. dignou separar dentre os pagãos um povo consagrado a Ele. depois de ouvir Pedro e a Paulo. 7-11: Depois de uma longa discussão. Atos 15:12: Toda a assembléia ficou em silêncio e escutou a Barnabé e Paulo relatarem todos os sinais e prodígios que Deus tinha feito entre os pagãos por meio deles. sem nossa autorização. Aí coloca. Saudações. Pedro pregou também aos pagãos. no princípio. . Barnabé e Paulo reforçam o testemunho de Pedro”. nem tampouco comendo sangue ou carne de animais estrangulados. explicando que eram totalmente contra essa prática. pois. Na pratica Pedro também não concordava com a imposição de se fazer a circuncisão aos convertidos. junto com nossos queridos irmãos Barnabé e Paulo. Passai bem!”. Eram eles: Judas. Pedro se levantou e lhes disse: “Irmãos! Sabeis que desde muito tempo Deus fez uma escolha entre vós: que os pagãos ouvissem de minha boca o Evangelho e abraçassem a fé. Os outros homens irão procurar o Senhor. c) Apóstolo Tiago Atos 15:13-20: Quando acabaram de falar. Tiago tomou a palavra e disse: “Irmãos. diz que quem agia desta maneira estava tentando a Deus. Porque desde muito tempo a Lei de Moisés está sendo lida e proclamada todos os sábados nas sinagogas de cada cidade”. criando confusão em vossas mentes. A opinião de Tiago acaba por ser a decisão final do Concílio. do uso do sangue e da carne de animais estrangulados e das uniões ilegais. isto é. algumas exigências da Lei Mosaica ficaram ainda em vigor. que conhece os corações. isso fica mais claro quando recorremos à Bíblia Sagrada. mas concede a ambos o mesmo Espírito Santo que leva o homem a seguir Jesus. At. Basta lhes escrever que não se contaminem com a idolatria ou uniões ilegais. um elemento cultural que não deve ser imposto aos pagãos. como também as nações que foram consagradas pela invocação de meu Nome. Porque o Espírito Santo e nós mesmos decidimos não vos impor nenhum outro peso além do indispensável: abster-vos da carne imolada dos ídolos. aos irmãos que moram em Antioquia. na Síria e na Cilícia.

semi-despir-se desde que os órgãos genitais sejam cobertos. Capítulos 8 e 9. os quais teimavam em disseminar dúvidas quanto à autoridade apostólica de Paulo. encontrando-se finalmente com Tito que o confortou em relação aos irmãos em Corinto. A OFERTA especial para os servos NECESSITADOS na Judéia (território da Igreja em Jerusalém – A Igreja mãe – lá. enviado a Corinto. na parte final da segunda viagem missionária. como cidadão do Céu na terra. ríspida. quando o apóstolo quase perdeu a vida. a validade da Carta esteja literalmente diluída. Porém. mas eu não me deixarei dominar por nenhuma”. Desde que nossos atos não caracterizem crime e fíram o Código Penal. 10:23 “Todas as coisas me são lícitas. após receber sua primeira Divisões da Segunda Epístola aos Kοpινθιους Introdução 1:1-11.: Como cidadão comum é lícito despir-se. passara três anos em Éfeso.18:10-11. fora proveitosa. cerca dos anos 50-51. Amém! Segunda Epístola Aos Coríntios Δεύτερος Έπιστολή στους Kοpινθιους P 1. ainda em Éfeso. ENTÃO. Encontrando-se nas regiões de Filipos e Tessalônica. At. Atos 19. . é: “. Paulo dirigiu-se à Macedônia. A Carta. Deixando Trôade. mas nem todas as coisas convêm. diante desses fatos. então. Paulo fizera uma multidão de discípulos. na terceira viagem missionária. em busca de informações. estavam os servos com as maiores carências sociais). o que fazia aumentar ainda mais a tortura mental desse servo de Deus – Ler 2 Co. a recomendação paulina. desejando notícias de Corinto. etc???? SIM! Como cidadão comum é constitucional uma diversidade de outros procedimentos do mesmo naipe.. Deixando Éfeso. 54-57. Defteros Epistolí stus Korinthius carta. é plenamente aplicativa à vida da Igreja de Jesus em qualquer lugar ou tempo. aulo passara um ano e meio na cidade de Corinto. portanto.2:13. Lemos em 6:12 “Todas as coisas me são lícitas [como cidadão]. mas nem todas as coisas edificam”. Paulo escreveu 1 Coríntios (1 Co. o apóstolo decide imediatamente escrever a Segunda Carta aos Coríntios estando ainda em solo macedônico. todavia. Paulo aborda o CARÁTER dos serviços ministeriais de seu apostolado à Igreja em Corinto: 1:12 a 7:16. dura e repleta de advertências. houve um grande tumulto em Éfeso. o apóstolo estava vivendo com muita ansiedade e sofrimento. Todas as coisas me são lícitas. parecia tardar em voltar ao apóstolo. participar de motins de todas e quaisquer naturezas – etc. Estariam tristes os irmãos em Corinto? Tito. NÃO! As circunstâncias e a forma externa dos problemas da igreja sempre sofrerão variações de século [ou milênio] para século [ou milênio]. Na primavera de 57. que.. uma epístola severa.nem todas as coisas edificam”. mas nem todas as coisas convêm [como servos de Deus]. Entretanto.16:8) – Logo depois. Não há como fugirmos da doutrina do Senhor inserida na Primeira Carta aos Coríntios. Obs . como instrumento divino.. Servos de Deus estavam radicalmente arrependidos de seus atos pecaminosos.Epílogo: Seria errado imaginarmos que os escritos da Primeira Carta aos Coríntios estejam presos unicamente ao passado e. o comportamento de muitos havia mudado de forma radical. Em Corinto. O apóstolo estava preocupado em relação ao comportamento da Igreja em Corinto. o homem é livre para fazer o que melhor lhe apraz. o apóstolo tomou conhecimento do comportamento de seus adversários. A primeira carta. 2. Paulo foi para o País da Macedônia (Atos 18). todas as coisas me são lícitas. Depois.

Tratase da Lei de Cristo em substituição à Lei Mosaica. No latim. um dos porquês de Deus permitir tribulação na vida de um filho Seu é para que este experimente o conforto divino na prática (2 Co 12:9).) – Nos versículos 18-20 Paulo ensina-nos que o Evangelho Divino não é um amontoado de “ SIM e NÃO” da parte de Deus. não são suas habilidades pessoais e nem a sua posição eclesiástica. ALMA e CORPO FÍSICO) uma vez participante da Nova Aliança. Ao contrário do conceito humano negativo contra o apóstolo. suportar adversidade αλγος – algos é sofrimento. O versículo 5 aponta para o sublime fato de que. Em 2:9-10 o compartimento é de provas e obediência na presença de Jesus.34:2935. todo o cristão que se identifica com Jesus compartilhará com Ele do Seu sofrimento e. franco. Versículos 13-14 Falsos apóstolos e obreiros (alguns pertencentes às facções). 10:1 sinceridade. o Cordeiro de Deus.Ex. A NOVA ALIANÇA é a dispensação da Graça de Deus entre os homens. obter por mérito. Paulo inicia sua carta dando uma resposta aos falsos apóstolos que haviam invadido a Igreja de Jesus na localidade de Corinto. 1 Jo. afligido por. na Nova Aliança. aflição.  Lágrimas e Conquistas no Ministério de Paulo. pois a lei era a lei da condenação. o rosto de Moisés brilhou de tal forma que ninguém podia contemplá-lo 2 Co. alcançar. SINCERIDADE COMO COLUNA BASE NO MINISTÉRIO DE PAULO. A Nova Aliança foi escrita nos corações dos servos de Deus. Agora. tudo quanto Paulo fez para o Senhor. O crente deve viver uma vida de cruz permanente. assim como Cristo. entrar em agonia”. 3:1-18.3.3:7 . O GRANDE APELO DE PAULO AOS SERVOS do Senhor em Corinto: “Que sejam maduros na Fé em Jesus” 13:11-13. padecer com paciência. leal. o . Na Nova Aliança TODOS OS SERVOS DE DEUS SÃO CHAMADOS PARA BRILHAR LITERALMENTE EM ESPÍRITO. 3:1-3. No gr. Na Nova Aliança Espírito Santo é a liberdade eterna do crente. literalmente. A Nova Aliança ministra a Lei da Justificação no sangue de Jesus Cristo. verdadeiro. (3) Sem afetação ou disfarce. sem intenção de enganar. sincero é sinceru e significa “sem mistura”. irrefletido ao falar. 4.. As quatro principais designações do vocábulo sinceru são: (1) Que se expressa sem artifício. Afligir. (5) Na Velha Aliança apenas a face de Moisés brilhou. obter a simpatia. acusavam Paulo de irresponsável pelos atos que praticava e pelas palavras ditas na primeira Carta aos Coríntios. deve ser palco da manifestação da Glória de Deus. isto é. (2) A Velha Aliança foi escrita em pedras. apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de Deus”. diz: “CISTO SEMPRE NOS CONDUZ EM TRIUNFO”. – συκνακοπαθέω syknakopathéo. Quando por ocasião da Aliança Sinaitica (SINAI). Gal. Dele. autêntico. O versículo 4 ensinanos que. A palavra CONQUISTAR. puro. A palavra sofrer. ALMA E CORPO FÍSICO. ou sujeito a ela”. significa: juntamente com alguém –  A Nova Aliança no Ministério de Paulo. o apóstolo obteve a palavra AMÉM. é bíblico escreve-se χειρόωe – chiróe. da parte de Deus. No grego Esboço Especial para Síntese da Segunda Epístola aos Coríntios  O Sofrimento no Ministério de Paulo. Taxavam-no de leviano (isto é. citando o que se falava dele. volúvel. Suportar adversidade – Significa “adquirir à força do trabalho. torturar. no latim. “sem malícia”. (4) A Velha Aliança ministrou a lei do olho-por-olho e dente-por-dente. sofrer é affligere Пάσχω  páscho e indica suportar – κακοπαθέω – kakopathéo significa sofrer o mal ou estar em má situação. leal. E. sentir dor física ou moral. “puro”. À Nova Aliança encontram-se adicionados PODER e GLÓRIA permanentes. para o cristão não ser jamais vencido. também alcançará conforto. padecer. do latim . E SIM AS LÁGRIMAS DERRAMADAS DIANTE DO TODO-PODEROSO. 1:1 “Paulo. A Nova Aliança foi promulgada pelo Espírito. (6) Na Velha Aliança não havia liberdade. A Nova Aliança foi concedida com a Glória do Espírito de Deus. no latim é CONQUISTARE. ser acometido de alguma dor. O apóstolo DEFENDE SUA AUTORIDADE APOSTÓLICA diante da Igreja em Corinto. (2) Que se mostra disposto a reconhecer a verdade. inconstante. No versículo 17 Paulo praticamente está memorizando. um período de tempo administrado pelo Espírito Santo e localizado entre o nascimento de Jesus e o arrebatamento da Igreja do Senhor.. Capítulo 2. e/ou o amor. Ele. do Senhor. mas todo o corpo do cristão (ESPÍRITO. Finalmente. o crente é o bom cheiro de Cristo (CRISTO SACRIFICADO). a 13:10. (3) A V. sufferere e significa: “ser atordoado. no Novo Testamento. significa “grande aflição.2:19-20. 1:12-24. face à sua tremenda (1) A Velha Aliança foi promulgada pela letra. Nos versículos 14-16 Paulo revela aos nossos antepassados que o triunfo do crente não é de caráter transitório. Aliança foi concedida com glória transitória. atormentar. não somente o rosto. Principalmente quando por ocasião da Volta do Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. o que valoriza o ministério de um obreiro. e/ou o respeito de alguém”. franco. 1:1-11.

do Espírito Santo. da família. Alguns termos gregos usados com mais frequência no Novo Testamento para a palavra ESPERANÇA. O Ministério de Paulo. . prisões. É o amor de Jesus na própria vida do servo do Senhor.14:5). . PORTANTO. Conjunto de atitudes e reações do indivíduo em face do meio social.  A Separação Espiritual possui motivos e determina responsabilidades. Era corajoso. etc. Assim como a salvação eterna impõe responsabilidades ao candidato ao Céu. ter Apelpizo esperar de volta. Diversas varadas espalhadas pelo corpo (At. do mundanísmo e de tudo quanto é pernicioso e satânico. Cada riqueza é uma outra graça e cada graça. esperança. Em Filipos.  As Riquezas da Responsabilidade no Ministério de Paulo. Paulo teve admirável paciência no sofrimento. têm suas riquezas especiais. etc. benignidade. da sociedade. abatimentos. não foram registrados nas Escrituras Sagradas – 2 Co 11:23-27. O versículo 6 aponta para três bençãos do Evangelho de Jesus. da dirigente do círculo de oração. do presbítero. a própria vida. da Igreja. 5:14-21.13:50). Serviço para Deus sem responsabilidade é fraude. Elpízo <ἐλπίζω>: expectativa. Na Nova Aliança o crente contempla apenas a Glória de Deus. Até cantava louvores em cárceres.16:23-24). Foi obreiro e servo do Senhor obediente em tudo até a morte. Tentaram apedrejá-lo em Icônio (At. no latim. Três elementos práticos na vida de Paulo. como que por contágio”. A alegria de Paulo tem como elemento sobrenatural. etc. foi vítima de doenças. engano. estando este em seu ambiente e em dadas circunstâncias”. etc. etc. calúnias. paciência. etc. Paulo não deu algumas horas de sua vida em prol da Igreja de Jesus. o Espírito Santo de Deus e. esperar. etc. ENTRETANTO. portanto. As graças divinas têm suas próprias riquezas. At. Sua base e propósito – Seu princípio e promessa. separai-vos do emocionalismo carnal. Foi assim com o Apóstolo Paulo. Foi expulso de Antioquia (At. Deu sim. NOTA: “À semelhança dos saquinhos de chá. etc. 5:14-18. 5:10-13. preso e algemado. mundanísmo. etc. perseguições cruéis. como elemento natural: a informação recebida de Tito . do pregador. viciar. carnalidade. difamações injustas. Em Listra foi apedrejado e dado como morto (At. Ficar na expectativa (de um negócio).9:29). esperança. 7:1.  As Riquezas da Graça da Esperança no Ministério de Paulo.Exemplo de riquezas da Graça da Fé: confiança. paciência. 1) Responsabilidade. Contaminar. de Jesus. – significa “provocar infecção em. mansidão.  As Riquezas do Amor de Deus no Ministério de Paulo. Pastores descontrolados diante de Deus. açoites.14:19). do diácono. Há sofrimentos de Paulo que não foram escritos. “Um ministério apostólico” 4:1-18. que precisam de vasilhas de água quente para que seu sabor apareça.  O Ministério de Paulo adverte quanto ao perigo da Contaminação. etc. a verdadeira força do cristão somente se manifesta quando este é jogado em ÁGUA FERVENTE”. gozo. Com base em 6:15. O que controla o ministério do Pastor. Maneira de se comportar. dos membros da Igreja do Senhor. Proelpizo esperar de antemão. Foram incessantes privações. foi açoitado com varas. 3) Disciplina. naufrágios. misericórdia. Exemplo de riquezas da Graça do amor de Deus: bondade. Leiamos 7:6. A palavra CONDUTA procede do latim conducta e do grego συμπεριφορά – syberiforá – significa “procedimento moral (BOM OU MAL). (8) Na Velha Aliança o crente tinha de ficar de olho fixo na maldição da lei. 5:1-9. dos regentes musicais. do Evangelísta. 6:14 a 7:1. 2) Respeito. 6:1-13. 7:2-16. caso estejamos despojados do elemento chamado responsabilidade. injúrias. O amor de Jesus na vida de Paulo controlou o ministério do apóstolo.  A Conduta no Ministério de Paulo. etc.(7) Na Velha Aliança o crente tinha a obrigação de ser a imagem da lei. Todas as graças divinas possuem infindas riquezas.  O Gozo de Paulo diante do arrependimento dos servos em Corinto. também o serviço para Deus jamais poderá ser perfeito e à altura do Deus que anunciamos. hem! Certamente terá o Diabo como sogro. do presidente de grupos no templo. determinado. Conjunto das reações que se podem observar num indivíduo. dos instrumentístas. imagine um (a) crente casado com um filho do Diabo. ser invadido por sentimento ou emoção. do ensinador. é porque jamais experimentaram as riquezas do controle do amor de Jesus na própria vida.9:24) – Quase morreu em Jerusalém (At. <απελπίζω>: <πрοελπίζω>: corromper. Quase perdeu a vida em Damasco (At. convícto.16:25. Na Nova Aliança o crente é transformado na imagem de Cristo. é CONTAMINARE e no grego é μολύνουν – molýnun 1) 2) 3) 4) Elpís <ἐλπίς>: esperança.

2:6-11. Foi obreiro do Senhor de profunda convicção.3:13-17.14:8.2:7) para nos enriquecer de privilégios aos quais Ele renunciara.3:5. 2) É fiel. com ênfase na glorificação final de Cristo Jesus pelo Pai.6:2. isto é. explanando a questão da POBREZA. Prosseguindo no capítulo 10. Nele estão as armas necessárias para lutar contra as obras da carne. é SPINU. ao passo que em 2 Cor. PARAÍSO. embaraço.9:24. Fardo. perturbação”. A palavra gloriar. grego. encontraremos nos versículos 13. idioma persa. Capítulos 8 e 9. no versículo 13). Cruz é o cumprimento fiel e exato da Palavra de Deus. Muitos gloriam-se em pomposos fatos e coisas.não convém gloriarme” – 12:1a. Dentre seus diversos e vastos significados. Recomendo ao aluno ENOM que empenhe-se em estudar todo o capítulo aqui sugerido.Testamento: Jr. Mt. 2. RECINTO CIRCULAR). Possuir uma experiência espiritual prática com Deus ‘no deserto’ .3:1).4 “. 4:1). 5) “não vê valores gloriosos em si mesmo”. Isto é comunhão. compartilhou nossos sofrimentos. cf. Sua conversão. 8:5). isto é. σκόλοψ (espinho) τῇ (na) σαρκί (carne).1:11. CARGAS são problemas. no latim. 1. É . entre os gentios para o qual foi chamado – 2 Tm. Fil. O ensinamento do Senhor no V. Quando os discípulos de Jesus voltaram gloriando-se pelos trabalhos realizados. no velho paridaeza (JARDIM. Cargas. Ser ‘carregador de cargas’  A Única Razão de Paulo para gloriar-se. No Versículo 2 do Capítulo 8 Paulo exorta os Coríntios à piedade. O apóstolo sentia-se constrangido ao apresentar suas identidades eclesiásticas – 2 Co. Jesus (Mt. Ef. etc. Seu conhecimento bíblico. Significado generalizado (hebraico. grande sofrimento. crises e lutas de terceiros. Fardo 4. é φορτίον – é a vida pessoal do fortíon.arrebatado ao paraíso”. 5:25. 12:7-18.5:1. destacamos: σκόλοψ – skólops (espinho) “extremidade aguçada. osso de peixe.assim como Moisés (no deserto de Horebe – Ex. principalmente ao tornarem-se alvos de elogios.1 Rs. João Batísta (forjado no deserto da Judéia – Mt. gloria-se diante de coisas grandes. nossa morte (cf. Fil.  Paulo e o Espinho na Carne . dificuldade. extraordinário. Elias (procedente do deserto de Tisbeth . O ensino de Paulo: 2 Co.10:20.10:17. Paulo exerceu seu ministério com grande profundidade.. de fardo’ – Gl 6:5. O companheirísmo de Tito (somente o Senhor sabe o quanto Paulo dependia do companheirismo de Tito. a Igreja (no deserto espiritual da dispensação da Graça Ct. o capítulo 11.3:6. especialmente. Tg.1) O conforto de Deus aos filhos abatidos 2) 3) (como Paulo precisou e dependeu desse conforto!!!). 3) Desfruta de comunhão com Deus. O mesmo tema ocorre em Fil. é 3. em nobreza e caráter. Etc.3:7. fonte de enriquecimento para outros (comparar 7:2 com 6:10). Do heb gan eden Do grego παράδεισον e do latim paradisus. Possuir ‘uma cruz para carregar’. Ser ‘carregador βάρη – vári. no versículo 14) (moderação e crescimento espiritual..17:1). extrema humildade e poderosa visão espiritual. Em 8:9 Paulo revela o mistério Cristo. A língua. 4) “NÃO É EXALTADO”. “. grego e latim): “lugar aprazível. delicioso”.1:1-2). é GLORIARE e significa COBRIR OU COBRIRSE DE GLÓRIA. 14 e 15 poderosas armas de defesa do cristão: (humildade. Cinco fatores são fundamentalmente básicos na vida do obreiro do Senhor. o Filho de Deus na terra despojou-se voluntariamente da sua glória e dos seus privilégios divinos. (obediência e pregação da palavra de Deus.  A Contribuição Financeira na Igreja do Senhor. Capítulo 10. em próprio crente. Algo em extinção hoje: companheiros grandes amigos para os pastores) A comunhão dos santos – Paulo ALEGROU-SE com a chegada de Tito. singular. Apostólica de O versículo 4 é um ARSENAL do Espírito Santo. Capítulo 11. 2 Ts. (no plural) – Gl. O próprio Deus deu testemunho de Paulo .16:24.  O Céu Revelado a Paulo. Jamais alguém igualou-se a Paulo. no versículo 15). Nota Especial: os versículos de 1 a 10 constituem-se numa porta aberta para que os filhos de Deus entrem e conheçam um homem de Cristo: 1) Tem visões e revelações celestiais. receberam do excelente Mestre uma lição: Lc. no latim. apesar de pequena. em grego. 8:9 o acento é colocado sobre a obra salvífica do Salvador – Note-se a motivação do comportamento dos cristãos a partir do exemplo de Jesus – o que é característica da moral paulina – Rm. vv..11:12. é 12:1-6. Espínho. dificuldade..At 9:15.  A Autoridade Paulo. aflição.2:5.

porém. quebra de fidelidade. queira ou não o servo de Cristo. suplicar. O Senhor. toda honra. a capacidade e o poder de Deus inserido na sua vida frágil e debilitada. jamais! Explicações cabem obrigatoriamente aos servos procederemnas diante da Igreja do Senhor. 2:19-20. etc. Finalmente. justificar-se. Os irmãos em Corinto são chamados ao arrependimento. isenta de pecados.445/0001-49 . valer-se de alguém ou de alguma coisa. Possuir ‘um espinho na própria carne’ (espinho é algo que incomoda ao ser lembrado pelo servo em grandes momentos de manifestações distintas e especiais do Senhor – nesses momentos. como ocorreu a Paulo. [2] sacrifícios. o apóstolo apela para que esses cristãos sejam maduros na Fé. 5. fazer súplicas. justificações. Crente maduro é idôneo. poder e glória. Outrossim. pedir.viver a Palavra do Senhor em atos e palavras. quanto às questões amargas levantadas contra o obreiro de Cristo dentro de sua própria localidade. queda. procede unicamente do Todo-Poderoso Senhor! Então. indignação do Senhor. LATIM appellare (apelar) e do grego e significa “invocar proteção ou testemunho. 12:19 a 13:13. O espinho na carne de Pedro era o cantar do galo às madrugadas.317. AMÉM! Comentários do Pr Joel Machado Instituto Bíblico Enom CNPJ 07. Gl. A palavra APELO vem do  O Apelo de Paulo aos Santos em Corinto. Pedro viveu toda sua vida incomodado com o cantar do galo. quando seus valores espirituais e ministeriais foram questionados por homens infiéis e chegaram a balançar a localidade dos coríntios. chamamento”. 12:19 a 13:4. Paulo ainda os chama para que se examinem a si mesmos. não! Somente o Senhor Jesus justifica os Seus. o Senhor é sempre lembrado como a única fonte de poder e digno de todas as manifestações de louvores e glórias). 13:7-10. pedir auxílio. Os corintios são chamados a uma vida santa. Absolutamente perfeito e digno de honra. convém ao servo do Senhor explicar fatos sim. É renúncia imparcial diante de tudo quanto contraria a Palavra do Senhor. 13:5-6. Logicamente procedem de 2 Pedro 3:18. a Ele. rogar. Amém!! κλήση – klísi – Epílogo A vida ministerial de um fiel obreiro do Senhor deve ser marcada por [1] motivos especiais. [3] responsabilidades e [4] eficiência nos serviços do Senhor na Igreja local. O cantar do galo lembrava-lhe traição. Espinho na carne é um incomodo na vida do servo e deve ser conhecido somente do Senhor e do próprio servo. somente o Todo-Poderoso! O servo precisa e deve entender que.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful