Você está na página 1de 3

ATIVIDADE DE OBSERVAÇÃO - OBSERVANDO O CÉU

1. Vamos olhar para o céu numa noite sem nuvens e algumas horas após o pôr-do-sol. Utilizaremos o procedimento a seguir, observando o céu de meia em meia hora respondendo às questões apresentadas.

Para realizar a observação, utilize um tubo construído segundo as instruções que se seguem ou use o tubo que acompanha o kit do telescópio refrator, sem as lentes.

a. Para construir o tubo com uma cartolina (dura), faça um tubo com diâmetro de 15 a 20cm e comprimento de 50cm.

b. Escolha um grupo de estrelas brilhantes e visualize-as pelo tubo.

c. Mantenha o tubo nesta posição e observe as estrelas meia hora depois. Faça o ajuste necessário para conseguir observar o mesmo grupo de estrelas.

Responda:

(a)

Como as estrelas mudaram de lugar após meia hora? Desenhe abaixo, como, as estrelas que você escolheu, estavam no início e depois de meia hora.

(b)

As posições das estrelas se alteraram umas em relação às outras? (Observe se a figura que o grupo de estrelas que você escolheu se mantém ou está diferente).

(c)

Escolha um segundo grupo de estrelas e repita o procedimento por mais duas vezes, observando novamente as estrelas escolhidas sempre a cada meia hora.

Responda:

(a)

Como foi o movimento total descrito pelas estrelas escolhidas? Desenhe abaixo o que você observou.

(b)

O movimento observado é chamado de “movimento do céu” ou “movimento diurno dos astros”. Durante a observação das estrelas escolhidas, você pode perceber o movimento das demais estrelas? Elas também descreveram esse mesmo movimento que o grupo escolhido por vocês?

(c)

Explique qual a razão do movimento observado nas estrelas.

2. Cruzeiro do Sul

Localize no céu a constelação do Cruzeiro do Sul. Se você não souber onde acha-la peça ajuda a outra pessoa, normalmente as pessoas mais idosas sabem encontra-la. Você já encontrou a direção sul através do Sol, então olhe para o céu nessa direção. O Cruzeiro do Sul são cinco estrelas formando uma cruz, (figura 6). É mais fácil se você procura-la estando na cidade, pois num local escuro você verá muitas estrelas e isso irá confundi-lo. As estrelas da constelação são brilhantes o suficiente para serem vistas na cidade, com as luzes acesas.

suficiente para serem vistas na cidade, com as luzes acesas. Figura 6 - Por causa do

Figura 6 - Por causa do movimento da Terra temos a sensação que o Cruzeiro do Sul e todas as estrela que vemos giram ao redor do pólo celeste sul. Se fizermos várias fotos durante uma noite perceberemos que as estrelas fazem uma circunferência ao redor de um ponto (o polo celeste sul). Esse ponto fica na direção do corpo (maior braço) da cruz e a uma distância de aproximadamente 4,5 vezes o tamanho do corpo a partir do pé da cruz.

Cuidado! Não adianta prolongar o braço da cruz até o horizonte, você não encontrará o sul. O que você deve fazer é medir as 4,5 vezes a partir do pé da cruz, (figura 6), e aí descer para o horizonte onde estará o sul. Constelação

Para facilitar a localização de astros no céu e para homenagear deuses e objetos os antigos usavam grupos de estrelas brilhantes para formar figuras imaginárias no céu, que são as constelações, como o Cruzeiro do Sul ou as constelações dos signos: Peixes, Aries, etc.

Atualmente o céu todo é dividido oficialmente em 88 constelações diferentes. Muitas não podemos ver por estarem no hemisfério norte

Se você que está fazendo esse curso estiver próximo do equador verá que medindo 4,5 vezes o corpo da cruz encontrará o pólo celeste sul muito próximo do horizonte. Enquanto que outro professor dos estados da região sul do Brasil encontrará o pólo celeste sul bem alto no céu. Os professores da região sul devem tomar mais cuidado, pois é mais fácil errar quando for procurar a direção sul no horizonte.