Você está na página 1de 2

1. O que é pneumonia?

A pneumonia é uma infecção nos pulmões, na qual a criança apresenta tosse, febre e
dificuldade respiratória. É muito comum em crianças, sendo importante causa de
internação nessa idade.

2. O que causa a pneumonia?

A pneumonia é causada por microorganismos que atingem os pulmões através da


inalação pelo ar, sendo os mais comuns os vírus e as bactérias. Também pode ser
causada pela aspiração, para dentro dos pulmões, de alimentos, substâncias do estômago
ou corpo estranho (brinquedo, bala, feijão e outros), assim como por parasitos.

3. Sempre vai ter pneumonia quem entrar em contato com uma pessoa que tem a
doença?

Não. O nosso corpo tem alguns meios de defesa, como o nariz que aquece e filtra o ar
que é inspirado, cercando alguns microorganismos para que eles não alcancem os
pulmões. A tosse é outro mecanismo de defesa e constitui um meio de expulsar os
microorganismos. Se eles conseguirem passar por estas barreiras, dentro dos pulmões
existem outros meios de proteção.

4. Em que idade ocorre a pneumonia?

A pneumonia ocorre em todas as idades, sendo que a que ocorre nos recém-nascidos
até 3 meses é mais grave e diferente da pneumonia que ocorre em crianças maiores.

5. Quais são os sintomas da pneumonia?

Geralmente a criança apresenta sintomas como tosse, dificuldade para respirar e febre
alta. Além disso, a criança fica abatida, quieta e sem vontade de comer.

6. Toda criança com pneumonia deve ser internada?

Não. A maioria das crianças pode ser tratada em casa se houver condições de dar os
remédios no horário certo, pelo tempo certo. As crianças com doença mais grave e os
recém-nascidos devem ser internados. Pode-se também tratar a pneumonia com injeção
uma única vez permanecendo, assim, a criança em casa.

7. Existe princípio de pneumonia?

Não. Existem pneumonias que não são graves, ou seja, os sintomas são mais leves e a
criança pode ficar menos abatida, mas a criança tem pneumonia.

8. Quais exames um médico pode solicitar para uma criança com suspeita de
pneumonia?

O exame de maior importância é a radiografia do tórax. Outros exames como


hemograma, PCR, hemocultura, gasometria arterial, ultra-som, tomografia
computadorizada, bioquímico e cultura de punção torácica, biópsia pulmonar, podem
ser necessários, conforme a gravidade do caso.

9. Toda pneumonia precisa ser tratada com antibióticos?

Não. Um grande número de pneumonias em crianças são causadas por vírus e estas não
são tratadas com antibióticos. As pneumonias causadas por bactérias essas sim devem
ser tratadas com antibióticos.

10. Que outros remédios devem ser tomados?

Deve ser dado à criança um remédio para a febre. Remédio para tosse não deve ser
dado, pois esta constitui um meio de expulsar os microorganismos. Somente em
situações especiais, em que a tosse incomoda muito a criança, atrapalhando o sono e
dificultando a alimentação é que o remédio deve ser dado, mas somente com indicação
médica.

11. O que mais deve ser feito quando a criança está com pneumonia?

Oferecer à criança uma alimentação adequada de acordo com a vontade dela e dar
grandes quantidades de líquidos. Além disso, pode ser necessário repouso que pode
variar conforme a gravidade do caso.

12. Quando a criança melhora pode parar de dar o antibiótico?

Não. Mesmo a criança tendo melhorado, estando sem febre, o remédio deve ser dado até
o final dos dias indicados pelo médico. Na verdade, parar ou continuar o antibiótico,
contrariando a indicação do médico, pode trazer conseqüências mais sérias para o
doente.

13. Existe vacina para pneumonia?

Toda criança recebe 3 doses da vacina tetravalente – aos 2, 4 e 6 meses de idade – mais
reforço com 1 ano e meio, que dá proteção contra um tipo de bactéria chamada
“hemófilos”, responsável por muitos casos de pneumonia. Essa vacina não impede
totalmente que a ocorra a pneumonia, porque outras bactérias e vírus também podem
causa-la.