Você está na página 1de 3

Pgina 1 de 3

Aluno: Maurcio Faria B. Junior. Disciplina: Estrutura de ao

Matrcula: 120196 Data: 22/07/13

QUESTO EXTRA VALOR 0,2 PONTOS 01. Questo Dimensionar a conexo excntrica (console metlico) dada na Figura 1 utilizando parafusos A325. Considere a carga de 10 tf oriunda de uma carga permanente, chapa de 12 mm de espessura e ao MR250.

50 50
y

10 tf

75

# 12mm

75

Figura 01

Figura 02 Representao da cortante e do momento fletor.

Pgina 2 de 3 Este problema pode ser resolvido por superposio de efeitos. Transportando a carga aplicada para o centro de gravidade dos parafusos (ponto 0), aparece um momento devido excentricidade da carga em relao a esse ponto. Ligaes com Conectares 85 Analisaremos separadamente o efeito da fora vertical e do momento, admitindo que todos os conectores tm a mesma rea. 1- Corte do parafuso (cisalhamento) a) Fora vertical A fora vertical se transmite igualmente para os conectores. Cada conector recebe uma carga igual a: Q = 10 = 1,67 Tf, ou pode trabalhar na unidade de medida em KN, 16,67KN. n 6 Onde: Q = cortante, ou seja, carga vertical. n = nmero de furos de parafusos na chapa. b) Momento fletor Para o clculo da fora atuante nos conectores devida ao momento, considera-se a placa como um disco rgido ligado a conectores elsticos, conforme indicado na figura. Para dimensionamento, basta calcular o esforo no conector 1 que o mais solicitado.

r = 6 x 5 + 4 x 7,5 = 375 cm M = F x d = 100 x 12 = 1200 kNcm Fx = 7,5/375 X 1200 = 24 KN Fy = 5/375 X 1200 = 16 KN c) Dimensionamento dos parafusos O esforo total de corte no parafuso mais desfavorvel ser: R = 1,3( ) = 52,7 KN

Obs.: Conforme tabela 1 Valores dos coeficientes de ponderao das aes f = f1 x f2, que consta na norma ABNT NBR 8800:2008 para peso prprio de estruturas prmoldadas normais utiliza o valor de 1,3. Determinao da rea necessria do parafuso

Pgina 3 de 3 0, 4 x Ag x 82, 5/ 1, 35 = 52, 7 KN Ag = 2, 16 cm, portanto o parafuso a ser utilizado o d (polegadas). Da o parafuso a ser utilizado 0, 75 x 2,54 = 1,905 cm ou 19,05 mm. Obs.: Quando parafuso passa pelo furo utiliza 0,4. Parafusos de alta resistncia Padro americano Ao ASTM A325 a tenso ltima de ruptura adotada entre 72,5 a 82,5 KN/cm, porm confirma o valor a ser utilizado de tenso ltima na tabela 1.1 Propriedades mecnicas de aos-carbono utiliza fu 825/10 Igual a 82,5. Podem-se usar parafusos d = 19,05 mm (3/4), ASTM A325. Como o afastamento entre os parafusos superior a 3 d, basta verificar a presso de apoio na chapa de 12 mm de espessura. Rasgamento da chapa Fc,Rd = 2,4*d*t*fu/a2 Onde: d = Dimetro da chapa t = espessura da chapa fu = tenso ltima (utiliza em ruptura) a2 = coeficiente de ruptura, tabela 3 Valores dos coeficientes de ponderao das resistncias m. Fc,Rd = 2,4*d* t* fu/1 ,35 = 2,4 x 1 ,905 x 1 ,2 x 40/ 1 ,35 = 162,6 KN 162,6 KN > 52,7 KN; Portanto ok.

Fu da Chapa MR250 = 400/10 = 40 KN.