Você está na página 1de 8

WWW.JOSEPONTES.

COM

WWW.JOSEPONTES.COM
WWW.JOSEPONTES.COM

3º Edição ampliada

A todos aqueles que


amam a Deus, fazem
evangelismo e investem
na obra missionária

WWW.JOSEPONTES.COM
WWW.JOSEPONTES.COM

INDICE

INTRODUCÃO

O que é o puro evangelho de Cristo?

Quem deve evangelizar?

Movimentos “Modernos” de evangelização: Vantagens e


Desvantagens”

Resgatando o verdadeiro Evangelismo

Como dominar o Plano de Salvação

COMO EVANGELIZAR:

Sua família
Seus colegas
Seus vizinhos
Nos presídios
Nos Hospitais
Casa x casa
Adeptos de seitas
Orientações para profissionais (médicos, dentistas,
professores, desportistas etc)
Orientações para patrões
Orientações para empregados
Palavra final

WWW.JOSEPONTES.COM
WWW.JOSEPONTES.COM

COMO EVANGELIZAR...

É um livro que irá ajudá-lo a tornar-se um filho de Deus frutífero e


ganhar muitas almas para o reino do Senhor Jesus.

Este é um verdadeiro manual de orientação práticas, para quem é


médico, detento, arquiteto, mãe de família, patrão, empregado,
estudante, ou outra profissão, e deseja saber evangelizar, conhecer
biblicamente o plano de Salvação e Glorificar a Deus no lugar que
vive o seu labor cotidiano.

Transforme este livro em um curso e ministre na sua


comunidade.Com certeza este estudo irá transformar pessoas a
tornarem-se discípulos produtivos do Reino de Deus, fazendo grande
diferença por onde passar, começando dentro da sua própria casa.

O autor

WWW.JOSEPONTES.COM
WWW.JOSEPONTES.COM

INTRODUÇÃO

Evangelizar sempre foi e sempre será uma prioridade nos


planos de Deus para os seus servos. Desde o livro de Gênesis até o
apocalipse, encontramos inúmeras vezes lições de homens e
mulheres transmitindo a mensagem de Deus para a conversão de
outros semelhantes seus.
Quando Deus planejou o resgate do homem caído, Ele o fez
como alvo central da sua vontade e é exatamente isso o GRANDE
PLANO de Deus, seu maior anseio, o máximo de todo seu projeto da
criação humana, ou seja, o resgate e a conversão daquele que está
perdido, e isso só é possível através da mensagem salvadora do
evangelho, através do evangelismo transmitido pelos salvos em
Cristo.
Enquanto o evangelismo é prioridade para Deus,esse mesmo
evangelismo é a obra que o Diabo mais detesta. Por quê? Porque é
exatamente através da mensagem pregada que o ser humano é
transportado do reino das trevas para o reino da luz, e ele, o diabo,
perde seus escravos seguidores, é devido a esse fator que a
evangelização é o alvo central que o inimigo quer destruir, ele lutará
com todas as forças para que a igreja e os crentes parem de
evangelizar, esfriem na transmissão da salvação. Isso é muito sério,
pense e reflita.
Por outro lado, vemos que, em toda a historia da igreja, até os
nossos dias, evangelizar sempre foi a tarefa de poucos, talvez 90%
dos nossos crentes nunca experimentaram o gozo de ver uma alma
salva, nunca evangelizaram seus familiares, colegas, vizinhos etc.É
impressionante, mas muitos Seminaristas que estão preparando-se
nos Seminários Teológicos das cidades, nunca evangelizaram
ninguém. Outros ainda acham que evangelizar é só para pessoas
formadas, como pastores, missionários, evangelistas, presidentes dos
jovens etc.
Observamos que essa idéia já está mudando e muitos cristãos
“comuns”, leigos, estão despertando e entendendo o seu papel no
corpo de Cristo, ou seja, frutificar para gloria de Deus. Todos os
salvos de verdade tem a missão de evangelizar onde vivem, essa é a
tarefa prioritária para um servo de Deus.
Dentro desse despertamento, encontra-se um grande
problema, muitos estão querendo evangelizar dentro dos seus lares,
na sua profissão, na escola e em todo seu campo de ação, mas
sentem-se incapacitados, sem conteúdo bíblico, sem uma orientação
lógica, sistemática e com pouco preparo para enfrentar as terríveis
heresias que estão se espalhando por todos os lugares. Ainda há
outro agravante, que é a popularização do evangelho; cantores

WWW.JOSEPONTES.COM
WWW.JOSEPONTES.COM

famosos se dizem crentes, temos hoje centenas de emissoras de


rádios evangélicas, redes de TV, propagadas variadas, grandes
espetáculos, culto da prosperidade, culto da amizade, culto dos
empresários, culto dos artistas e ainda o grande movimento
carismático católico cantando nossos hinos, profetizando, falando em
línguas, evangelizando e realizando grandes cultos de oração. Além
de tudo isso, ainda temos bem crescente em todo o Brasil, o
ecumenismo entre os evangélicos, católicos, espíritas etc.
Nunca em nenhum tempo foi tão difícil discernir o certo e o
errado, o que é o evangelho puro e o que não é. O que é licito dentro
da evangelização ou não. Dentro desse desafio estão algumas
perguntas:

Como evangelizar minha família?


Como evangelizar meus vizinhos e colegas?
Qual o papel prioritário dos profissionais liberais?
Qual o papel dos empresários evangélicos?
Como pregar um evangelho puro no meio de tanta confusão
teológica?
Afinal, o que Deus quer de mim?
São respostas para essas perguntas que as paginas a seguir
procuram trazer; de forma simples, essencialmente bíblicas e
objetivas.

Necessitamos urgentemente resgatar a pureza, a


simplicidade, o poder e o conteúdo sem variações do evangelho de
Cristo; pessoas que O amem acima de tudo, e transmitam de forma
clara e incansável a sua mensagem salvadora onde estão plantados,
e até os confins da terra.

“Nisto é glorificado o meu Pai, em que


deis muito fruto; e assim vos tornareis
meus discípulos.”

João 15.8

WWW.JOSEPONTES.COM
WWW.JOSEPONTES.COM

O QUE É O PURO EVANGELHO DE JESUS CRISTO

Porque ninguém pode lançar outro


fundamento, além do que foi
posto, o qual é Jesus Cristo.
1 Cor. 3.11

O evangelho de Cristo é o plano único de Deus


concretizado através da vida, da morte e ressurreição de Jesus
Cristo, pelo qual o ser humano é liberto da escravidão do
pecado e da condenação eterna.
O apóstolo Paulo escreve aos Romanos, cap. 1. Versos 16 e 17:
“Pois não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus
para a salvação de todo aquele que N’ele crer... Visto que a justiça de
Deus se revela no evangelho...”
O evangelho são boas novas de Deus para o homem perdido, é
Deus, reconciliando o ser humano com Ele mesmo, pois no Éden,
quando do pecado de Adão, todos os seres humanos foram feitos
pecadores e se tornaram inimigos do Deus Santo, escravos do
pecado e condenados a perdição e ao inferno eterno.
Como diz a Bíblia:

...todos... estão debaixo do pecado. Como está escrito: Não


há justo, nem sequer um, não há quem entenda, não há quem
busque a Deus; todos se extraviaram...
Rom. 3.9-12 a
Pois todos pecaram e estão longe da Gloria de Deus.
Roma. 3.23

Deus enviou seu filho amado Jesus Cristo à terra para nascer
como homem, viver como homem e sofrer terríveis males terrenos
tudo por amor e resgate do homem pecador. A gloria do evangelho é
o eterno e imensurável amor de Deus em buscar da ovelha perdida. A
essência do evangelho está em salvar a alma do homem das garras
do diabo, da escravidão do pecado e a perdição eterna.
A obra primária de Cristo nunca foi dar ao homem prosperidade
material e um “céu” aqui na terra, nem tão pouco livrá-lo de
tribulações, doenças ou sofrimentos na terra; essas coisas podem
acontecer normalmente, mas nunca como prioridade absoluta na obra
que Cristo fez na Cruz.
O puro Evangelismo de Cristo é Ele mesmo Salvando-nos do
inferno eterno e aqui na terra vivermos uma vida para sua glória,
tenho comunhão com Ele, comunhão com os nossos semelhantes e
ensinando a sua mensagem aos perdidos sem esperança.

WWW.JOSEPONTES.COM
WWW.JOSEPONTES.COM

... a saber, que Deus estava em Cristo


reconciliando consigo o mundo, não imputando aos
homens os seus pecados...
2º Cor. 5.19

QUEM DEVE EVANGELIZAR

E tudo provém de Deus, que nos reconciliou


consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos DEU
O MINISTÉRIO DA RECONCILIAÇÃO.
II Cor. 5:18

Começo este assunto com a seguinte afirmação: NEM TODO


CRENTE É CHAMADO PARA FAZER MISSÕES, INDO ÀS TRIBOS
INDÍGENAS, ÀS DISTANTES NAÇÕES OU RINCÕES SERTANEJOS;
MAS TODO CRENTE VERDADEIRO TEM UM CHAMADO ESPECÍFICO,
QUE É O DE EVANGELIZAR NO MEIO EM QUE VIVE.
No livro de Efésios (cap.4, vers.11) está escrito que o próprio
Jesus, no meio da sua igreja, escolheu uns para apóstolos, outros
para evangelistas e outros para pastores e mestres. O texto fala de
alguns e não de todos. O mesmo se aplica aos dons espirituais, que o
próprio Espírito Santo distribui na igreja; Ele o faz, não escolhendo os
mais “santos”, os merecedores ou os especiais no rebanho, mas com
quem lhe apraz (veja I Cor. 12.4 a 11), para um fim proveitoso na
Igreja. Nem todos têm o dom de curar, nem todos têm o dom de
línguas, nem todos têm o chamado para ser pastor, e assim por
diante.
Na nossa cultura, doente pelo capitalismo cruel e pela aparência
exagerada, fizemos uma certa distribuição de valores de status
evangélico, ou seja, aqueles que falam em línguas, profetizam, são
eloquentes na pregação e aparecem na mídia, são tidos como mais
abençoados e espirituais, esses são requeridos, buscados, e até
idolatrados; enquanto um crente “comum” sente-se incapaz de
cumprir alguma missão dentro do corpo, ele é apenas um consumista
dos produtos evangélicos e um espectador das inúmeras
programações da sua Igreja.

ADQUIRA A VERSÃO COMPLETA DIGITAL

PARA DOWNLOAD EM

WWW.JOSEPONTES.COM

WWW.JOSEPONTES.COM

Interesses relacionados