Você está na página 1de 6
UniversidadeUniversidade dede EstadualEstadual dede MontesMontes ClarosClaros DepartamentoDepartamento dede
UniversidadeUniversidade dede EstadualEstadual dede MontesMontes ClarosClaros
DepartamentoDepartamento dede FisiopatologiaFisiopatologia
BiologiaBiologia CelularCelular
INTRODUÇÃO
INTRODUÇÃO
À À
BIOQUÍMICA
BIOQUÍMICA
DA CÉLULA
DA CÉLULA

CÉLULACÉLULA PROCARIÓTICAPROCARIÓTICA

Células pobres em membranas - ex.: bactérias e algas azuis

- Escherichia coli

- Parede extra-celular;

-Membrana plasmática;

- Poribossomos (ribossomos + moléculas de RNA);

- Nucleóides (dois cromossomos idênticos ocupando uma região);

- Seres vivos: bactérias e algas azuis

A DIFERENÇA MAIS MARCANTE É A POBREZA DE MEMBRANA

CÉLULACÉLULA EUCARIÓTICAEUCARIÓTICA

Possuem um sistema de compartimentos;

Duas partes morfologicamente distintas: citoplasma e núcleo;

- Citoplasma: membrana plasmática;

- Núcleo: envoltório nuclear;

Presença de diversas organelas com funções distintas:

-Mitocôndrias, Retículo Endoplasmático, Aparelho de Golgi, Lisossomos, Ribossomos, Citoesqueleto

A CARACTERÍSTICA MAIS IMPORTANTE É A RIQUEZA DE MEMBRANAS

CÉLULACÉLULA

Características

Unidade que constitui os seres vivos, podendo ocorrer isoladas (unicelulares) ou formas arranjos ordenados (pluricelulares);

Unidades de vida compartimentalizadas ;

Complexo de moléculas agrupadas por funções;

Processos metabólicos:

Replicação de DNA Síntese protéica Produção de energia

Classificação: Procarióticas e Eucarióticas

CÉLULACÉLULA PROCARIÓTICAPROCARIÓTICA

Escherichia coli
Escherichia coli

CÉLULACÉLULA EUCARIÓTICAEUCARIÓTICA -- AnimalAnimal

CÉLULACÉLULA EUCARIÓTICAEUCARIÓTICA -- AnimalAnimal

CÉLULACÉLULA EUCARIÓTICAEUCARIÓTICA -- VegetalVegetal

CÉLULACÉLULA EUCARIÓTICAEUCARIÓTICA -- VegetalVegetal

CÉLULACÉLULA PROCARIONTEPROCARIONTE XX EUCARIONTEEUCARIONTE

Características

Procariotos

Eucariotos

1. Envoltório Nuclear

Ausente

Presente

2. Cromossomo

Único

Múltiplos

3. Nucléolo

Ausente

Presente

4. Divisão Celular

Cromossomos separados por ligação à MP

Cromossomos são

separados por

Microtúbulos

5. Citoplasma

Sem Citoesqueleto

Citoesqueleto

6. Organelas

Nenhuma

Várias

7. Organização Celular

Principalmente

Principalmente

Unicelular

Multicelular

ORGANELASORGANELAS CITOPLASMÁTICASCITOPLASMÁTICAS

MITOCÔNDRIA

Corpúsculos esféricos ou alongados constituída de duas unidades de membrana, sendo a interna pregueada originando dobras em forma de túbulos;

Principal função: liberar energia gradualmente das moléculas de ácido graxo e glicose provenientes dos alimentos, produzindo calor (ATP);

Células que utilizam bastante energia como as células musculares possuem bastante mitocôndrias.

CÉLULACÉLULA PROCARIONTEPROCARIONTE XX EUCARIONTEEUCARIONTE

poliribossomos DNA Parede celular Membrana plasmática Citoplasma
poliribossomos
DNA
Parede celular
Membrana plasmática
Citoplasma
PROCARIONTEPROCARIONTE XX EUCARIONTEEUCARIONTE poliribossomos DNA Parede celular Membrana plasmática Citoplasma

MEMBRANAMEMBRANA PLASMÁTICAPLASMÁTICA

Parte externa do citoplasma separando o meio extracelular do intracelular; Principais funções: manutenção do meio
Parte externa do citoplasma separando o meio extracelular do
intracelular;
Principais funções: manutenção do meio intracelular; conexões
celulares;
Constituição: bicamada lipídica com moléculas protéicas inseridas e
fazendo saliência numa face ou nas duas faces da membrana

MITOCÔNDRIAMITOCÔNDRIA

MITOCÔNDRIAMITOCÔNDRIA

ORGANELASORGANELAS CITOPLASMÁTICASCITOPLASMÁTICAS

LISOSSOMOS Organelas de forma e tamanho variado e contendo enzimas hidrolíticas sintetizadas no Reticulo
LISOSSOMOS
Organelas de forma e tamanho variado e contendo enzimas
hidrolíticas sintetizadas no Reticulo Endoplasmático Rugoso;
Os lisossomos são apenas depósitos de enzimas utilizadas para
digerir partículas provenientes do meio externo e a renovação de
estruturas celulares;

ORGANELASORGANELAS CITOPLASMÁTICASCITOPLASMÁTICAS

ORGANELASORGANELAS CITOPLASMÁTICASCITOPLASMÁTICAS

ORGANELASORGANELAS CITOPLASMÁTICASCITOPLASMÁTICAS

ORGANELASORGANELAS CITOPLASMÁTICASCITOPLASMÁTICAS

ORGANELASORGANELAS CITOPLASMÁTICASCITOPLASMÁTICAS

RETICULO ENDOPLASMÁTICO

Vesículas achatadas que se intercomunicam:

Existem dois tipos: REL e RER;

-RER: contêm na superfície partículas densas: ribossomos – polirribossomas (ribossomo + mRNA) que ficam dispersos no citoplasma ou preso ao retículo com a papel fundamental na síntese de proteínas;

- REL: função – síntese de lipídeos (gorduras, colesterol, testosterona e estrógenos, etc)

ORGANELASORGANELAS CITOPLASMÁTICASCITOPLASMÁTICAS

APARELHO DE GOLGI Complexo de Golgi: vesículas circulares e achatadas delimitada por membrana; Encontra quase
APARELHO DE GOLGI
Complexo de Golgi: vesículas circulares e achatadas delimitada por
membrana;
Encontra quase sempre ao lado do núcleo:
Principais funções:
- Armazena, transforma e transportar substâncias produzidas para
fora das células;
-Ex.: enzimas digestivas, muco

ORGANELASORGANELAS CITOPLASMÁTICASCITOPLASMÁTICAS

RIBOSSOMOS Organela encontrada em todos os tipos celulares, podendo estar aderido a membrana do RER
RIBOSSOMOS
Organela encontrada em todos os tipos celulares, podendo estar aderido
a membrana do RER ou livres no citoplasma;
Função: Síntese de proteínas

ORGANELASORGANELAS CITOPLASMÁTICASCITOPLASMÁTICAS

CENTRÍOLO

Estrutura relacionada com o processo de divisão celular. O centríolo é um cilindro cuja parede é constituída por nove conjuntos de três microtúbulos e geralmente ocorrem aos pares nas células.

Função: originam estruturas locomotoras denominadas cílios e flagelos

e geralmente ocorrem aos pares nas células. Função: originam estruturas locomotoras denominadas cílios e flagelos
e geralmente ocorrem aos pares nas células. Função: originam estruturas locomotoras denominadas cílios e flagelos

CONSTITUIÇÃOCONSTITUIÇÃO CELULARCELULAR -- MACROMOLECULASMACROMOLECULAS

As moléculas que participam da estrutura e do funcionamento da matéria viva são chamadas BIOMOLÉCULAS ou BIOPOLÍMEROS

As Biomoléculas: São na sua maioria compostos de carbono, cujas massas são formadas em 99 % por C, H, O e N. Em porcentagem do peso seco da célula, temos:

Carbono: 50 a 60 % Oxigênio: 25 a 30 % Nitrogênio: 08 a 10 % Hidrogênio: 03 a 04 %

CONSTITUIÇÃOCONSTITUIÇÃO CELULARCELULAR -- MACROMOLECULASMACROMOLECULAS

99% da massa das células são formados de HIDROGÊNIO, CARBONO, OXIGÊNIO E NITROGÊNIO;

•Água = 70% do peso da célula, logo a maioria das reações químicas da célula ocorrem em ambiente aquoso.

• Presença de moléculas de alto peso molecular (macromoléculas):

polímeros constituídos de unidades menores que são os monômeros.

Ex: Glicogênio – polímero

glicose – monômero

• Polímeros de maior importância: proteínas (aminoácidos), polissacarídeos (monossacarídeos), ácidos nucléicos (nucleotídeos)

• Polímeros menores: água, lipídios, sais minerais - constituição e funcionamento da célula

BASES MACROMOLECULARES DA CÉLULA

CONSTITUINTESCONSTITUINTES BIOQUÍMICOSBIOQUÍMICOS DADA CÉLULACÉLULA

Carboidratos Água e Minerais Lipídios Proteínas Ácidos Nucléicos O segredo da vida!
Carboidratos
Água e
Minerais
Lipídios
Proteínas
Ácidos Nucléicos
O segredo
da
vida!

ÁGUAÁGUA

Características

Encontrado em maior quantidade nas células (70%); Solvente natural de íons, minerais e outras substâncias (dipolar);

natural de íons, minerais e outras substâncias (dipolar); Substâncias que possuem afinidade e outras não;

Substâncias que possuem afinidade e outras não; Interação hidrofílica (amigo da água) e hidrofóbica (aversão a água); Importantíssima para o metabolismo celular

ÁGUAÁGUA

Características

Indispensável para o metabolismo;

Conteúdo de água: 70% do corpo humano é formado por água Perdemos por dia em condições normais:

Respiração (durante a expiração) - 0,4 litro Urina - 1,2 litro Transpiração - 0,6 litro Evacuação - 0,1 a 0,3 litros TOTAL (aproximadamente) - 2,5 litros

-Quanta água precisa repor por dia:

Bebendo água - 1,5 litros. Ingerindo alimentos - 1,0 litro

LIPÍDEOSLIPÍDEOS

Características

LIPÍDEOSLIPÍDEOS Características PERGUNTA INTERESSANTE!!! Cabeça Polar Grupo Fosfato Glicerol Cauda Apolar

PERGUNTA INTERESSANTE!!!

LIPÍDEOSLIPÍDEOS Características PERGUNTA INTERESSANTE!!! Cabeça Polar Grupo Fosfato Glicerol Cauda Apolar
Cabeça Polar Grupo Fosfato Glicerol Cauda Apolar Molécula Fosfolipídio
Cabeça
Polar
Grupo
Fosfato
Glicerol
Cauda
Apolar
Molécula
Fosfolipídio

CARBOIDRATOSCARBOIDRATOS

CARBOIDRATOSCARBOIDRATOS Monossacarídeo Polissacarídeo Dissacarídeo

Monossacarídeo

CARBOIDRATOSCARBOIDRATOS Monossacarídeo Polissacarídeo Dissacarídeo
CARBOIDRATOSCARBOIDRATOS Monossacarídeo Polissacarídeo Dissacarídeo

Polissacarídeo

Dissacarídeo

LIPÍDEOSLIPÍDEOS

Características

Função energética e estrutural Duas regiões: Hidrofílica (Polar) e Hidrofóbica (Apolar) Moléculas insolúveis em água Solúveis em solventes orgânicos Bicamadas: Membrana Plasmática Dois tipos de lipídeos:

- Reserva nutritiva: células adiposas – triglicerídeos - Estruturais: membrana plasmática devido a uma extremidade polar e apolar (anfipáticas)

Cabeça Polar Grupo Fosfato Glicerol Cauda Apolar Molécula Fosfolipídio
Cabeça
Polar
Grupo
Fosfato
Glicerol
Cauda
Apolar
Molécula
Fosfolipídio

CARBOIDRATOSCARBOIDRATOS-- POLISSACARÍDEOSPOLISSACARÍDEOS

Características

Principal fonte de energia celular Encontrado na superfície externa da membrana celular Glicose, sacarose, frutose, celulose, amido, etc Classificação:

Monossacarídeos

Monossacarídeos

Dissacarídeos

Polissacarídeos

Polissacarídeos de reserva: glicogênio e amido Polissacarídeos estruturais: prende-se a superfície da célula – glicoproteínas, participando do reconhecimento celular

PROTEÍNASPROTEÍNAS

Características

Polímeros de aminoácidos (20 aa essenciais) Moléculas orgânicas mais abundantes e importantes da célula (catalisadora, anticorpos, hemoglobina) Formadas por aminoácidos ligados entre si por ligações peptídicas Uma ligação peptídica é a união do grupo amino (-NH 2 ) de um aminoácido com o grupo carboxila (-COOH) de outro aminoácido

peptídica é a união do grupo amino (-NH 2 ) de um aminoácido com o grupo

PROTEÍNAS/OrganizaçãoPROTEÍNAS/Organização estruturalestrutural

Estrutura Secundária

Estrutura Primária

estruturalestrutural Estrutura Secundária Estrutura Primária Estrutura Terciária Estrutura Quaternária

Estrutura Terciária

estruturalestrutural Estrutura Secundária Estrutura Primária Estrutura Terciária Estrutura Quaternária
estruturalestrutural Estrutura Secundária Estrutura Primária Estrutura Terciária Estrutura Quaternária

Estrutura Quaternária

estruturalestrutural Estrutura Secundária Estrutura Primária Estrutura Terciária Estrutura Quaternária

ÁCIDOSÁCIDOS NUCLÉICOSNUCLÉICOS

ÁCIDOSÁCIDOS NUCLÉICOSNUCLÉICOS

ÁCIDOSÁCIDOS NUCLÉICOSNUCLÉICOS

RNA

• Ocorre em fita simples (cadeia única de polinucleotídeos). Transfere a informação genética do DNA para as proteínas.

Fluxo da informação genética:

Distinguem-se 3 tipos:

1. RNA de transferência ou tRNA

2. RNA mensageiro ou mRNA

3. RNA ribossômico ou rRNA

DNA

RNA

Proteína

ÁCIDOSÁCIDOS NUCLÉICOSNUCLÉICOS

Características

•Grandes biomoléculas: Nucleotídeos - molécula de ácido fosfórico + 1 pentose + 1 base nitrogenada

Tipos DNA e RNA DNA: Cromossomos contendo genes RNA: Síntese de proteínas

+ 1 pentose + 1 base nitrogenada Tipos DNA e RNA DNA: Cromossomos contendo genes RNA:
+ 1 pentose + 1 base nitrogenada Tipos DNA e RNA DNA: Cromossomos contendo genes RNA:

ÁCIDOSÁCIDOS NUCLÉICOSNUCLÉICOS

DNA

• Responsável pelo armazenamento e transmissão da informação genética para as células filhas. Encontrado principalmente nos cromossomos; pequenas quantidades nas mitocôndrias e cloroplastos. Ocorre em fita dupla (duas

cadeias de polinucleotídeos).
cadeias de polinucleotídeos).

ÁCIDOSÁCIDOS NUCLÉICOSNUCLÉICOS

Patologias

Alterações Numéricas: Aneuploidias Alterações Estruturais: Síndromes e Cânceres Mutações: Desordens Genéticas

Numéricas: Aneuploidias Alterações Estruturais: Síndromes e Cânceres Mutações: Desordens Genéticas
Numéricas: Aneuploidias Alterações Estruturais: Síndromes e Cânceres Mutações: Desordens Genéticas