Você está na página 1de 2

Resolução SSP-118, de 05-08-2013 Estabelece diretrizes para atuação do Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc) O Secretário

da Segurança Pública do Estado de São Paulo, Considerando que o Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (DENARC) atuará nos limites da capital e, apenas excepcionalmente, nas demais localidades do Estado de São Paulo; Considerando que os órgãos de Segurança Pública devem atuar com agilidade, eficiência, presteza, transparência e probidade na apuração de infrações penais de sua atribuição, resolve: Artigo 1º. O Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico - DENARC, órgão de execução da Polícia Civil, tem por finalidade executar ações de prevenção especializada, investigação e repressão da produção não autorizada e do tráfico ilícito de drogas no âmbito da Capital e, excepcionalmente, nas demais localidades do Estado de São Paulo. § 1º. Ressalvada a hipótese do art. 250 do Código de Processo Penal, qualquer ato ou diligência fora da Capital dependerá de autorização prévia do Delegado de Polícia Diretor do DENARC, comunicada imediatamente ao Delegado de Polícia Diretor do Departamento em cuja circunscrição se dará a ação policial. § 2º. As apreensões ou prisões em flagrante serão apresentadas para a devida formalização e instauração do competente inquérito policial, quando for o caso, na DISE da localidade aonde ocorrer o ato, vedada sua apresentação na Capital. § 3º. Portaria da Delegacia Geral de Polícia regulamentará a matéria, inclusive no tocante à cassação, quando ausente justificativa, da autorização da atuação fora dos limites da capital. Artigo 2º. Nenhum ato de polícia judiciária ou diligência será realizado pelo Departamento Estadual de Prevenção eRepressão ao Narcotráfico (DENARC) sem ordem de serviço expedida pela Autoridade Policial da respectiva unidade. § 1º. A ordem de serviço conterá obrigatoriamente o número do inquérito policial, salvo diligência originária que deverá ter respaldo no setor de inteligência, sob o controle e responsabilidade da Autoridade Policial da unidade e do Delegado de Polícia Diretor do Departamento, na forma disciplinada em portaria da Delegacia Geral de Polícia. § 2º. As ordens de serviço serão mantidas nas respectivas unidades, de forma a permitir permanente controle, bem como acesso à Corregedoria da Polícia Civil, à Autoridade Judiciária e ao órgão do Ministério Público. Artigo 3º. O Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico - DENARC adotará providências para implantação de sistema eletrônico de controle do uso de viaturas, inclusive as descaracterizadas e as cedidas pelo Poder Judiciário. Parágrafo único. Sem prejuízo da providência mencionada no caput, toda diligência deverá ser comunicada inicialmente ao CEPOL, na forma disciplinada em portaria da Delegacia Geral de Polícia. Artigo 4º. O Departamento priorizará a atividade de inteligência e contrainteligência em apoio às atividades de suas DISES e das DISES dos demais Departamentos. § 1. Os relatórios de inteligência, mantidos sob sigilo legal, serão centralizados na unidade de inteligência do Departamento, sob a responsabilidade da Autoridade Policial do setor e do Delegado de Polícia Diretor do Departamento, respeitado o acesso à Corregedoria da Polícia Civil, ao Poder Judiciário e ao Ministério Público. § 2º. O Delegado de Polícia Diretor do Departamento anterá sistema de controle dos números e telefone objetos de pedidos de interceptação deferidos e indeferidos pelo Poder Judiciário, garantido o acesso à Corregedoria da Polícia Civil, ao Poder Judiciário e ao Ministério Público. Artigo 5º. O Delegado de Polícia Diretor do DENARC desenvolverá trabalho permanente de acompanhamento da atuação dos policiais designados para atuar no Departamento.

o disposto nesta Resolução na forma disciplinada em Portaria da Delegacia Geral de Polícia. mensalmente. ficando revogadas as disposições em contrário. O Delegado de Polícia Diretor do DENARC apresentará. Artigo 7º. no que couber. .Parágrafo único. Aplicam-se aos demais Departamentos da Polícia Civil.Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação. Artigo 6º. Artigo 8º . acompanhado do competente plano de incineração. Toda designação de policiais civis para o Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (DENARC) será precedida de consulta à Corregedoria da Polícia Civil. ao Delegado Geral de Polícia relatório circunstanciado das drogas apreendidas.