Você está na página 1de 25

Gestão Industrial

Teoria das Relações Humanas

Professor: Diego Abich Rodrigues
01/27 Charqueadas, 20 de Abril de 2012

Ênfase: Pessoas
A Teoria das Relações Humanas, surgiu nos estados unidos como consequência imediata das conclusões obtidas na Experiência em Hawthorne, desenvolvida por Elton Mayo e seus colaboradores. Foi basicamente um movimento de reação e de oposição à Teoria Clássica da Administração.
02/27 Charqueadas, 20 de Abril de 2012

As conclusões da Experiência em Hawthorne. sob a coordenação de Elton Mayo. 20 de Abril de 2012 . desenvolvida entre 1927 e 1932.Origem  A necessidade de humanizar e democratizar a administração.   O desenvolvimento das chamadas ciências humanas. 02/27 Charqueadas.

Os estudos em Hawthorne  No período entre 1927 e 1932 foram realizadas pesquisas em uma das fábricas da Western Electric Company. 20 de Abril de 2012 . 02/27 Charqueadas. localizada em Hawthorne. distrito de Chicago.

 Possuía cerca de 40. 20 de Abril de 2012 .  Preocupada com o bem estar de seus funcionários.000 funcionários.  Não estava interessada em aumento de produção e sim em conhecer melhor seus funcionários 02/27 Charqueadas.  Mais de 20 anos sem greves ou manifestações.Os estudos em Hawthorne  Características da empresa:  Fabricava equipamentos para empresas telefônicas.

medida pelos níveis de produção alcançados.  Método: Manter um grupo de funcionários trabalhando sob luz constante (Controle) e um grupo trabalhando sob intensidade de luz variável (Observação) 02/27 Charqueadas.Os estudos em Hawthorne  Primeira Fase (1924):  Objetivo: Avaliar a influência da intensidade da iluminação na eficiência dos funcionários. 20 de Abril de 2012 .

 O simples fato de serem observados levou a mudanças comportamentais.Os estudos em Hawthorne  Primeira Fase (Conclusões):  Não foi encontrada relação entre a intensidade da luz e o ritmo de produção. 02/27 Charqueadas.  Os pesquisadores verificaram que os resultados da pesquisa foram afetados por fatores psicológicos. 20 de Abril de 2012 .

20 de Abril de 2012 .Os estudos em Hawthorne  Segunda Fase(1927):  Os estudos básicos efetuados por Mayo e seu grupo tiveram três fases:  Sala de provas de montagem de Relés  Programa de Entrevista  Sala de observações da montagem de terminais 02/27 Charqueadas.

Charqueadas.Os estudos em Hawthorne  Sala de provas de Montagem de Relés  Objetivo: realizar um estudo da fadiga no trabalho. 20 de Abril de 2012 . e dos efeitos gerados por mudanças de horários ou introdução de intervalos de descanso no período de trabalho.  Método: Foi criado um grupo de observação formado por seis moças (cinco montadoras e uma fornecedora de material) que trabalhavam no departamento de 02/27 montagem dos relés de telefone.

 Etapa 2 – Isolamento na sala de provas. 20 de Abril de 2012 .Os estudos em Hawthorne  Sala de provas de Montagem de Relés  As 12 etapas:  Etapa 1 – Registro da produção semanal (2400 unidades/semana/moça). 02/27 Charqueadas.Aumento da produção.  Etapa 3 – Pagamento de acordo com as tarefas realizadas pelo grupo .

Os estudos em Hawthorne  Sala de provas de Montagem de Relés  As 12 etapas:  Etapa 4 – Intervalo de 5 minutos pela manhã e tarde – Aumento da produção  Etapa 5 – Períodos de intervalo de 10 minutos – Aumento da produção. 20 de Abril de 2012 02/27 . Charqueadas.  Etapa 6 – Três intervalos de 5 minutos pela manhã e tarde Produção não aumenta.

Os estudos em Hawthorne  Sala de provas de Montagem de Relés  As 12 etapas:  Etapa 7 – Intervalos de 10 minutos + lanche leve – Aumento da produção  Etapa 8 – Redução do expediente de trabalho (16:30h) – Aumento da produção. Charqueadas.  Etapa 9 – Redução do expediente de trabalho (16:00h) – Produção não aumenta. 20 de Abril de 2012 02/27 .

Charqueadas.  Etapa 12 – Retorno ao regime inicial de trabalho – Produção atinge 3.Os estudos em Hawthorne  Sala de provas de Montagem de Relés  As 12 etapas:  Etapa 10 – Retorno ao expediente normal de trabalho (17h) – Aumento da produção  Etapa 11 – Estabeleceu-se semana de 5 dias de trabalho – Aumento da produção.000 unidades/semana/moça. 20 de Abril de 2012 02/27 .

 Conclusões:  As moças gostavam de trabalhar na sala de provas.Os estudos em Hawthorne  Sala de provas de montagem de Relés.  O grupo desenvolve liderança e objetivos comuns. 20 de Abril de 2012 .  Não havia temor ao supervisor.  Havia um ambiente amistoso e sem pressões. 02/27 Charqueadas.  Houve um desenvolvimento social do grupo experimental.

20 de Abril de 2012 . 02/27 Charqueadas. a maioria dos supervisores foram incluídos no programa como entrevistadores.Os estudos em Hawthorne  Programa de entrevistas  Objetivo: desvendar os motivos que levavam os funcionários a adotar postura tão diferentes nos seus departamentos e na sala de provas.  Método: Todos os funcionários seriam entrevistados anualmente.

o que se mostrou insuficiente.Os estudos em Hawthorne  Programa de entrevistas  Resultados:  A produtividade dos operários aumentou e a supervisão melhorou.  As entrevistas inicialmente tinham duração de 30min.  A maioria dos funcionários agia e pensava de modo obsessivo. Charqueadas. 20 de Abril de 2012 02/27 .

 A principal descoberta dos pesquisadores nesta fase foi a existência dos chamados grupos informais. 20 de Abril de 2012 02/27 . Charqueadas. formados pelos operários nos periféricos da empresa para zelar pelo seu bem-estar.Os estudos em Hawthorne  Programa de entrevistas  Conclusões:  Constatou que os fatores psicológicos afetavam de maneira significativa o comportamento dos funcionários.

20 de Abril de 2012 . observados em tempo integral e entrevistados esporadicamente 02/27 Charqueadas.Os estudos em Hawthorne  Sala de observações de montagem de Terminais  Objetivo: analisar a organização informal dos operários. nove soldadores e dois inspetores. todos da montagem de terminais passaram a trabalhar em uma sala especial com idênticas condições de trabalho do departamento.  Método: nove operadores.

Os estudos em Hawthorne  Sala de observações de montagem de Terminais  Considerações:  O sistema de pagamento era baseado na produção do grupo. 20 de Abril de 2012 . 02/27 Charqueadas. para o caso de interrupções na produção. havendo um salário-hora com base em inúmeros fatores e um salário mínimo horário. Os salários somente poderiam ser elevados se a produção total aumentasse.

 Os funcionários apresentavam certa uniformidade de sentimentos e solidariedade grupal. 20 de Abril de 2012 . 02/27 Charqueadas.Os estudos em Hawthorne  Sala de observações de montagem de Terminais  Resultados:  Os funcionários controlavam os índices de produção.  O grupo desenvolveu métodos para assegurar suas atitudes.

02/27 Charqueadas.  Comportamento social dos empregados  Se apoiam totalmente no grupo. O grupo pune o indivíduo que sai das normas grupais. 20 de Abril de 2012 .Conclusões da experiência em Hawthorne  Nível de produção é resultante da integração social  É a capacidade social do trabalhador que estabelece seu nível de competência e de eficiência.

Conclusões da experiência em Hawthorne  Grupos Informais  Esses grupos informais definem suas regras de comportamento. sua escala de valores sociais. suas crenças e expectativas. 20 de Abril de 2012 02/27 .  As relações humanas  São as ações e atitudes desenvolvidas pelos contatos entre pessoas e grupos. suas formas de recompensas ou sanções sociais. Charqueadas. seus objetivos.

20 de Abril de 2012 .Conclusões da experiência em Hawthorne  A importância do conteúdo de cargo  A maior especialização e portanto a maior fragmentação do trabalho não é a forma mais eficiente do trabalho. 02/27 Charqueadas. não planejados e mesmo irracionais do comportamento humano passam a merecer atenção especial.  Ênfase nos aspectos emocionais  Os elementos emocionais.

Comparando as Teorias 02/27 Charqueadas. 20 de Abril de 2012 .

Decorrência da teoria das Relações Humanas   Motivação O Moral e a Atitude  Liderança  Estilos de Liderança 02/27 Charqueadas. 20 de Abril de 2012 .