Você está na página 1de 4

1.

Novas mídias, novas formas de comunicação

Nos últimos anos presenciamos um crescimento exponencial da


internet que trouxe consigo novas formas de comunicação, novos
modelos de sociabilidade. Se por um lado somos tentados a olhar para
trás com aquele profundo saudosismo dos tempos em que os contatos
pessoais eram mais recorrentes, as visitas às casas dos amigos eram
mais freqüentes e ler um jornal por dia bastava para se manter
informado sobre as questões da sua cidade ou do mundo; por outro
somos convidados a nos desprender desse passado e encarar todas
as inovações como potentes instrumentos de difusão da fraternidade.
Paradoxal? Não se pensarmos que toda técnica, portanto também as
novas tecnologias, são uma forma do homem se relacionar com o
mundo. É preciso afastar os motivos que nos levam a temê-las e
conscientizarmo-nos de que não somente as inventamos, mas somos,
sobretudo, capazes de direcionar as suas aplicações e utilizações.
Essa reflexão pretende encorajar os empresários da Economia de
Comunhão a uma visão positiva das novas tecnologias, no sentido de
que a sociedade já entendeu claramente o potencial que elas têm para
fins mercadológicos. Se para o restante do mundo empresarial utilizar
as novas mídias significa aplicar estratégias que possibilitem
acumulação de capital, para os empresários da EdC essa utilização
significaria comunhão, formação de homens novos e fortificação do
projeto.

Nesse primeiro texto pensamos em expor algumas características


explicativas e possibilidades de utilização de uma nova mídia
altamente em voga na sociedade: o Twitter, uma rede social de
relacionamentos online que funciona com uma lógica de disseminação
de informação contidas em apenas 140 caracteres.

2. O que é o Twitter?

Quando alguém pergunta o que é o Twitter, geralmente a primeira


resposta é um tanto vaga. Passado o silencio inicial, começa a
tentativa de explicação por meio de exemplos da sua utilização. O
Twitter é um novo meio de comunicação na internet, gratuito e fácil de
usar.
Twitter, se pronuncia “tuiter” e tem algumas funcionalidades básicas:

1. Aqueles que querem se associar ao Twitter criam uma conta (um


nome) e dentro da rede começam a adicionar pessoas, conhecidas ou
que lhe sejam de interesse.

2. Possibilidade de conexão e interação com outros usuários do


Twitter. Esta conexão acontece quando você começa a “seguir” um
usuário. Seguir uma pessoa significa ver tudo o que ela vai escrever e
caso ela venha a seguir você, ela também verá tudo o que você
escrever. Seguidores (Followers): São as pessoas que te
seguem. Seguidos (Following): São as pessoas que você segue.

3. O Twitter funciona como um microblogue, permitindo aos seus


usuários publicar na internet mensagens de até 140 caracteres. Se o
Luigino Bruni ou o Alberto Ferrucci possuíssem uma conta no Twitter,
por exemplo, e disseminassem links com os seus artigos sobre EdC,
reciprocidade, comunhão, ou escrevessem sobre suas visões de
mundo, todos os seguidores deles receberiam essas informações e
dependendo do grau de interesse repassariam para as suas próprias
redes (conexões, pessoas adicionadas). O alcance do tema EdC com
certeza chegaria a um número maior de pessoas.

4. Etiquetas, chamadas também de tags, servem para cadastrar uma


determinada expressão, termo ou palavra. Toda vez que alguém
escrever um tweet com aquela tag, você pode acessar o Twitter
search (pesquisa) e acompanhar as discussões relativas aquele
assunto. Se a EdC realiza, por exemplo, um workshop para os jovens
sobre o Projeto e deseja que outros jovens possam seguir ao menos
virtualmente o andamento do evento, basta que alguém se
disponibilize a ‘cobrir’ o workshop via twitter escrevendo tweets que
contenham a tag #workshopedc, por exemplo. Todas as pessoas que
acessam o Twitter e sabem que haverá a cobertura online irão
cadastrar a tag #workshopedc no Twitter search e poderão
acompanhar em tempo real as discussões e andamento do workshop.

3. O Twitter empresarial

Não faz muito tempo tivemos conhecimento que o Twitter fez com que
a Dell lucrasse um milhão de dólares em vendas no ano passado. A
empresa criou uma conta (um domínio gratuito) na rede de
relacionamentos e passou a enviar os seus lançamentos e promoções
a todos os seus seguidores no Twitter (pessoas interessadas em
informática). A campanha política de Barack Obama nas redes sociais
da internet, que incluía a conta no Twitter com mais de um milhão de
seguidores, articulada pela Agência Blue State Digital, mobilizou mais
de 200 milhões de pessoas contribuindo com a sua popularidade e
posterior eleição.
Sem contar a Zappos, empresa de calçados americana, com
aproximadamente 659 mil seguidores no Twitter que se utiliza da rede
social de relacionamentos online para incrementar o relacionamento
com os clientes. A Zappos costuma anunciar promoções relâmpago e
distribuir brindes para os seus seguidores fazendo com que as
pessoas estejam sempre atentas aos seus produtos. Assim, eles
conquistam o cliente e abrem um novo canal de comunicação. Outro
exemplo interessante é da companhia de aviação SouthWest.
Também americana, ela costuma responder rapidamente seus
seguidores que utilizam o Twitter para fazer reclamações, elogios e
sugestões sobre os serviços da companhia. Uma utilização que
incrementa um bem relacional da empresa, que é o contato com o
cliente.

4. Das comunidades de antigamente para as redes sociais de hoje


em dia

Qual seria a explicação para a potência dessas novas mídias,


especialmente do Twitter em caráter de marketing econômico?
As pessoas hoje em dia não estão mais conectadas somente por
vínculos em comunidades tradicionais como clubes, igrejas, escolas,
família. Novas formas de comunidade surgiram, ampliando a rede de
relacionamentos dos indivíduos. Essas novas formas não substituíram,
mas complementaram as interações entre as pessoas. Hoje, além dos
nossos vínculos em redes de conhecidos, lidamos com diferentes
pessoas às quais nos conectamos por diferentes contextos, através
das redes sociais online. O que mudou foi a forma de nos
encontrarmos, trocarmos e comunicarmos com as nossas redes de
relacionamentos.
Esse aspecto facilitou a difusão de conhecimento em larga escala.
Passamos das mídias de publicação dos anos 90, em que uns
publicavam e outros liam, para mídias de comunicação, onde um
publica, outro complementa, outro comenta, outro dissemina e assim a
informação alcança outras redes que não as nossas. Não é um
processo polarizado, somente entre emissor e receptor, mas um
processo colaborativo.
A internet é toda permeada hoje por um senso de colaboração, de
altruísmo. As pessoas resolvem problemas em conjunto e trabalham
em função do benefício dos indivíduos. Se numa determinada tarde
você busca uma informação específica, como por exemplo, um
profissional que possa melhorar o design do seu produto por um preço
aceitável e não tem tempo para ligar para todas as empresas da
cidade, experimente lançar esse problema na sua rede de contatos do
Twitter. Há uma grande chance de obter algumas indicações de
candidatos até o fim do dia. As pessoas em rede agem como agentes
inteligentes uns para os outros. Isso nos faz lembrar, e nos corrijam se
estivermos erradas, do principio de gratuidade, que engloba formas
altruístas baseadas na comunhão como princípios básicos para uma
vida em sociedade, para o bom desenvolvimento econômico de uma
empresa.
O Twitter, ao nosso ver, e baseadas nas idéias de Rogério da Costa
sobre interações virtuais, constitui-se hoje como um importante
instrumento de conhecimento distribuído, de capacidade de ação e
potência cooperativa.
Com as ferramentas baseadas nele, existem modos de saber a
localização dos seus seguidores, saber quem deixou de lhe seguir no
ultimo período, ter gráficos da evolução do seu numero de
seguidores e até saber quem dos usuários que você segue que não te
seguem.
Basta um pouco de criatividade para entender como aproveitar o
twitter para o próprio negocio.
Para se cadastrar no twitter basta acessar www.twitter.com.

Seguem alguns links-fontes, caso alguém queira se aprofundar mais


no assunto:
http://nerd.com.br/2009/03/18/twitter-para-iniciantes/
http://www.interney.net/?p=9761875
http://www.interney.net/blogs/alexprimo/2009/05/05/
ferramentas_para_tirar_o_maximo_do_twitt/

Caso alguém se interesse mais pelo assunto para tirar dúvidas ou até
mesmo criar um plano de comunicação envolvendo novas mídias,
podem nos contactar:
Mariana Assis: mariana.assis@gmail.com (11 9209-3700) -
alemdobit.com
Cibele Lana: cibele.lana@gmail.com (27 9311-4663) - cibelelana.com

Google Docs Download X

A new version of GDD is available.

Visit Homepage

Disable Notices

Você também pode gostar