Você está na página 1de 55

INSTRUMENTO DE REGISTO DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO

Educação Pré-Escolar

Período de avaliação:

Avaliado: NIF:
Categoria Prof.: Vínculo: Departamento:
Avaliador: Sim Grupo:
Cargos:

Avaliador(a): NIF:
Categoria Prof.: Cargo: Competência:

Observações finais do(a) Avaliado(a):

Assinatura: Data:

Observações finais do(a) Avaliador(a):


Assinatura: Data:
Anexo II

FICHA DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO


DOCENTE DA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR
AVALIAÇÃO EFECTUADA PELO COORDENADOR

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
Agrupamento de escolas / Escola
Código
Direcção Regional de Educação
(A preencher pelo avaliador)
Nome do avaliador 0
Cargo 0
NIF 0

Nome do avaliado 0
Categoria 0
Departamento curricular 0
NIF 0

Período em avaliação0
Sub-total A
A Preparação e organização das actividades lectivas Classificação (A1+A2+A3+A4+A5
)/5
A.1 Correcção científico-pedagógica e didáctica da planificação das actividades educativas 1 - Insuficiente
Adequação do processo educativo às necessidades de cada criança e do grupo, tendo em
A.2 conta o seu nível etário e desenvolvimento 4 - Muito Bom
Criação de condições para a participação das crianças no planeamento das actividades
A.3 educativas 5 - Excelente 7.3
Diversidade, adequação e correcção das metodologias e recursos didáctico-pedagógicos
A.4 utilizados para o desenvolvimento de um currículo integrado 4 - Muito Bom
A.5 Outro a estipular pelo Agrupamento /Escola não agrupada

Sub-total B
B Realização das actividades lectivas Classificação B1+B2+B3+B4+B5)
/5
Cumprimento dos objectivos e das actividades educativas nas diferentes áreas de
B.1 conteúdo, tendo em conta as orientações curriculares 5 - Excelente
Utilização de metodologias e recursos didáctico-pedagógicos adequados ao
B.2 desenvolvimento da linguagem oral, da abordagem à escrita e à matemática 4 - Muito Bom
Criação de situações e de experiências de aprendizagem no domínio das expressões
B.3 motora, dramática, plástica e musical 2- Regular 8.0
B.4 Capacidade de comunicação e animação no desenvolvimento das actividades educativas 4 - Muito Bom
B.5 Outro a estipular pelo Agrupamento /Escola não agrupada

Sub-total C
C Relação pedagógica com os alunos Classificação (C1+C2+C3+C4+C5
)/5
Promoção de um clima favorável ao bem-estar e ao desenvolvimento afectivo, emocional e
C.1 social das crianças 5 - Excelente
Criação de um ambiente educativo favorável ao desenvolvimento das aprendizagens e ao
C.2 interesse das crianças pelas actividades educativas #DIV/0!
Concessão de iguais oportunidades de participação, promoção da integração das crianças
C.3 e da adopção de regras de convivência, colaboração e respeito 3 - Bom #DIV/0!
Equilíbrio no exercício da autoridade e adequação das acções desenvolvidas para a
C.4 manutenção da disciplina na sala 5 - Excelente
C.5 Outro a estipular pelo Agrupamento /Escola não agrupada
Sub-total D
D Avaliação das aprendizagens dos alunos Classificação (D1+D2+D3+D4+D
5)/5
Diversidade e adequação das técnicas e instrumentos de observação e registo de
D.1 avaliação diagnóstica e formativa das aprendizagens de cada criança e do grupo 5 - Excelente
Regularidade da avaliação e da informação aos pais e encarregados de educação sobre as
D.2 capacidades e competências das crianças e sobre o respectivo desenvolvimento 4 - Muito Bom
Utilização da avaliação formativa das crianças na preparação, organização e na realização
D.3 das actividades educativas 4 - Muito Bom 8.5
D.4 Participação das crianças na avaliação das actividades educativas realizadas 4 - Muito Bom
D.5 Outro a estipular pelo Agrupamento /Escola não agrupada

TOTAL= (A+2xB+2xC+D) / 6 #DIV/0!

Página 3 de 55
O avaliador , em ____/____/____

Página 4 de 55
ESCALA A UTILIZAR

DESCRIÇÃO NÍVEL

Os aspectos fundamentais da competência RARAMENTE são demonstrados. Para atingir


o nível adequado necessita, em elevado grau, de formação em aspectos básicos, treino 1
prático e acompanhamento.

Os aspectos fundamentais da competência são, ÀS VEZES demonstrados, mas de


modo inconsistente. Para atingir o nível adequado necessita de formação em aspectos 2
básicos, treino prático e acompanhamento.

O docente corresponde, em termos globais às exigências da competência.


FREQUENTEMENTE os indicadores da competência são demonstrados, com algumas 3
excepções em alguns aspectos secundários.

O docente corresponde, QUASE SEMPRE, aos indicadores da competência e apresenta,


4
ainda que ocasionalmente, práticas inovadoras.

O docente corresponde SEMPRE aos indicadores da competência e apresenta sempre


5
práticas inovadoras.

Legenda:
FONTES

AD - Análise DocumentalPCG - Proj. Curr. de Grupo / PF - Portefólio / DD - Dossier de Departamento / D - Dos


OD - Observação DirectaAO - Aula Observada / PA - Planif. da aula assistida
GO - Grelhas de Observação / Reg - Registos
Instruções de Preenchimento:

2
Página 1 – Identificação e Observações Finais
É a parte destinada à identificação do avaliado e do avaliador (o nome deverá ser digitado por extenso e completo). Em
«observações finais», tanto o avaliado como o avaliador poderá registar as considerações que se achar convenientes
(sugestões, aspectos mais relevantes, dificuldades, opiniões sobre o processo de avaliação, etc).

Página 2 - Ficha de Avaliação do Desempenho a entregar no final do período de avaliação (Ficha do ME)

Páginas 4 a 8 – Instrumento de Registo propriamente dito


É a parte destinada ao conteúdo propriamente dito do formulário e está dividido em vários sub-campos correspondentes
às competências previstas nas Fichas de Avaliação do ME.

O preenchimento deve ser feito em consenso avaliado/avaliador. Caso haja divergências, elas deverão ser registadas
pelo avaliado, na Ficha de Auto-avaliação e no campo «observações finais» e pelo avaliador nos campos referentes a
«observações finais» e «observações»; neste último campo, o avaliador também poderá registar eventuais aspectos que,
não “cabendo” nos campos acima, considere pertinentes.
Em cada ano escolar, quando a técnica de recolha é «Observação Directa», há 3 campos de possível registo para cada
indicador, mas apenas se deverá registar o que é observado. O mesmo é aplicável quando a técnica de recolha é
«Análise Documental» que tem apenas um campo para cada ano escolar; assim, este campo apenas deverá ser
preenchido perto do final do ano ou do termo do contrato (em data a definir no Regulamento Interno); até lá,
avaliado/avaliador deverão encontrar-se para que as fontes estejam o mais completas possível.

Este instrumento está construído em formato Excell e prevê a utilização da escala de 1 a 5, em função do n.º de
momentos, competências e indicadores registados que, depois de transposta para a classificação qualitativa, é
convertida na escala prevista no Anexo XVI - "Regras para aplicação das ponderações e dos parâmetros classificativos".
O avaliador apenas regista as competências e indicadores observados e que se sente em condições objectivas de o
fazer.

NOTA: A planificação da aula a ser observada deverá ser entregue ao avaliador até 2 dias úteis antes da aula, de modo
a permitir, na medida do possível, um encontro prévio avaliado/avaliador.

2
de Departamento / D - Dossiê

2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR

2008/2009
Momentos/Datas Clas. Qual.
Técnica Cód. Competências / Indicadores
de Fontes
Recolha A Preparação e organização das actividades lectivas

Correcção científico-pedagógica e didáctica da planificação das actividades educativas


PCG Revela correcção do ponto de vista científico?
PF
AD A.1 É adequada do ponto de vista pedagógico?
DD 1 - Insuficiente
PA É coerente com as orientações curriculares? 1
Considera as opções de programação do agrupamento/departamento?
Adequação do processso educativo às necessidades de cada criança e do grupo, tendo em conta o seu nível etário e desenvolvimento
PCG
Contribui para desenvolver as principais competências previstas no PCA e no PCG? 5
PF
AD A.2
DD Selecciona os objectivos gerais e específicos em função dessas competências? 4 - Muito Bom
PA
Usa processos educativos adequados e promove actividades variadas de acordo com o conteto
4
socioeducativo do grupo?
Criação de condições para a participação das crianças no planeamento das actividades educativas

PCG Planifica as actividades em linha com o PCA, com as orientações definidas pelo Departamento e com o PCG?
PF
AD A.3
DD Define estratégias e promove actividades que facilitam a interligação de conceitos com o quotidiano das 5 - Excelente
PA 5
crianças?
OD AO Cria situações de aprendizagem que estimulam o desenvolvimento das crianças?

Diversidade, adequação e correcção das metodologias e recursos didáctico-pedagógicos utilizados para o desenvolvimento de um currículo integrado
PCG Elabora com cuidado os materiais de apoio às actividades?
PF
AD A.4 Diversifica recursos, materiais e procedimentos tendo em conta os diferentes níveis de desenvolvimentos das
DD 4 4 - Muito Bom
PA crianças?
Prevê metodologias de acordo com o contexto do grupo? 5

OBSERVAÇÕES:

3
3
3
3
3
EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR

2008/2009
Momentos/Datas Clas. Qual.
Técnica Cód. Competências / Indicadores
de Fontes
Recolha B Realização das actividades lectivas

Cumprimento dos objectivos e das actividades educativas nas diferentes áreas de conteúdo, tendo em conta as orientações curriculares
O espaço está organizado em áreas, estando os materiais arrumados de forma organizada e perceptível para
as crianças?

OD AO B.1 O espaço da sala de actividades está organizado de forma a possibilitar experiências de aprendizagem nas
várias áreas de conteúdo? 5 - Excelente
Adequa ou modifica o trabalho planificado às necessidades educativas das crianças? 5
O Educador proporciona vivências diversificadas que se relacionam com saberes científicos no âmbito de
vários domínios do conhecimento humano?

Utilização de metodologias e recursos didáctico-pedagógicos adequados ao desenvolvimento da linguagem oral, da abordagem à escrita e à matemática

Usa linguagem acessível, clara e correcta.?


Estabelece ligações entre unidades temáticas de diferentes áreas de conteúdo?
OD AO B.2 Implementa actividades práticas com correcção e confiança?
4 - Muito Bom
O Educador promove um ambiente que facilita a familiarização com o código escrito nos seus diferentes
formatos?
O Educador proporciona experiências diversificadas e apoia a reflexão das crianças, no âmbito da
4
consolidação e sistematização de noções matemáticas?
Criação de situações e de experiências de aprendizagem no domínio das expressões motora, dramática, plástica e musical
OD AO B.3 Explora adequadamente os diferentes recursos que utiliza?
2- Regular
Promove experiências do domínio das expressões? 2

Capacidade de comunicação e animação no desenvolvimento das actividades educativas

OD AO B.4 Estimula a aplicação dos conhecimentos adquiridos na interpretação dos fenómenos do dia a dia?
4 - Muito Bom
Encoraja a participação de todas as crianças? 4

OBSERVAÇÕES:

4
4
4
4
4
4
4
4
4
4
EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR

2008/2009
Momentos/Datas Clas. Qual.
Técnica Cód. Competências / Indicadores
de Fontes
Recolha C Relação pedagógica com os alunos

Promoção de um clima favorável à aprendizagem, ao bem-estar e ao desenvolvimento afectivo, emocional e social das crianças
Conduz as actividades de modo agradável (actividade, entusiasmo, estado emocional, calma, sociabilidade,
OD AO C.1 afectividade)?
Organiza a sala de modo a dar a possibilidade de as crianças fruirem livremente os espaços? 5 5 - Excelente

A organização da vida do grupo favorece o confronto de opiniões e a solução de conflitos?

Criação de um ambiente educativo favorável ao desenvolvimento das aprendizagens e ao interesse das crianças pelas actividades educativas

Sistematiza procedimentos e tarefas de rotina para comprometer as crianças em várias experiências de


OD AO C.2
desenvolvimento?
#DIV/0!
Existem momentos de trabalho individual e momentos de interacção entre pares, em pequenos grupos e em
grande grupo?

Concessão de iguais oportunidades de participação, promoção da integração das crianças e da adopção de regras de convivência, colaboração e respeito

Responde adequadamente às questões das crianças? 3 3


OD AO C.3 Presta uma atenção individualizada às crianças, mantendo-se atento ao grupo?
3 - Bom
Encoraja o diálogo educador/criança, criança/educador?
Existe respeito mutuo entre crianças e adultos/ regras negociadas / divisão de tarefas? 3 3
Equilíbrio no exercício da autoridade e adequação das acções desenvolvidas para a manutenção da disciplina na sala

OD AO C.4 Fomenta comportamentos responsáveis? 5


5 - Excelente
Comunica e dialoga com as crianças sobre comportamentos?

OBSERVAÇÕES:

5
5
5
5
5
5
EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR

2007/2008
Momentos/Datas Clas. Qual.
Técnica Cód. Competências / Indicadores
de Fontes
Recolha D Avaliação das aprendizagens dos alunos

Diversidade e adequação das técnicas e instrumentos de observação e registo de avaliação diagnóstica e formativa das aprendizagens de cada criança e do
PCG grupo
PF/DD
AD PA/Reg
D.1
Aplica registos de observação de acordo com as áreas de conteúdo? 5
GO 5 - Excelente
Faz um registo organizado da observação das crianças (comportamentos, aquisições, …)?
Regularidade da avaliação e da informação aos pais e encarregados de educação sobre as capacidades e competências das crianças e sobre o respectivo
desenvolvimento

Reúne trimestralmente com os enc. de educação para abordar o desenvolvimento educativo das crianças? 4
PCG
PF D.2
Reúne sempre que necessário com os encarregados de educação para abordar alguma questão
AD DD 5 4 - Muito Bom
pedagógica/educativa relacionada com os respectivos educandos?
PA
Actas Entrega os registos de avaliação aos encarregados de educação e troca impressões com os pais sobre o seu
conteúdo?

PCG Utilização da avaliação formativa das crianças na preparação, organização e na realização das actividades educativas
PF
AD D.3 Utiliza o trabalho da criança para diagnosticar dificuldades de aprendizagem?
PA 4 - Muito Bom
D Organiza um dossier para cada criança com os seus trabalhos mais significativos? 4
Participação das crianças na avaliação das actividades educativas realizadas
Expõe os trabalhos na sala por forma por forma a valorizar o trabalho da criança e a estimular a sua análise
OD AO D.4 crítica, a auto e hetero-avaliação?
4 - Muito Bom
PCG/DD
AD PF/PA Integra a auto-avaliação como estratégia reguladora do desenvolvimento da criança? 4

OBSERVAÇÕES:

6
6
6
6
6
6
6
6
6
6
6
6