Você está na página 1de 1

Nome Completo do autor: Afranio Patrocnio de Andrade Titulao: Doutor em Cincias da Religio e Doutor em Direito Instituio: ULBRA Universidade

e Luterana do Brasil E-mail para contato: afraniun@gmail.com Simpsio Temtico pretendido: Questes religiosas contemporneas Ttulo do trabalho: Em busca de critrios para o estudo objetivo da Religio

Resumo: Distingue-se a religio da religiosidade. A primeira, objetiva, consiste num sistema de crenas sustentado por uma comunidade de f e exercitado atravs de atos religiosos. A religiosidade, subjetiva, entendida como uma qualidade do sujeito de f e caracterizada pela sua disposio para aderir a determinado sistema de crenas e praticar os atos ali configurados.

A religio se insere na cultura, que por sua vez se insere na sociedade, aqui entendida como efetiva convivncia dos seres humanos, como parte da vida em geral e, por conseguinte, da natureza. Na natureza vamos encontra os fatos e, na natureza humana, os atos, inclusive os atos religiosos. Atos so aqueles acontecimentos que dependem da atuao direta do ser humano.

Demonstram-se que os fatos se caracterizam como religiosos na medida que determinada comunidade reconhecer que um evento objetivo tem para ela significao religiosa. Este reconhecimento se d atravs do seu sistema de crenas. Este mesmo sistema de crenas filtra os atos da conduta humana e os reconhece ou no como religiosos. O sistema de crena , ao mesmo tempo, incorporador e interpretativo. Forma-se assim um trip indissocivel: comunidade de f; sistema de crenas; e atos religiosos. Tipologia do ato religioso: a) perfeito aquele praticado em consonncia ao sistema de crenas, visando o fim estritamente religioso e respaldado pela comunidade de fiis ; b) imperfeito despido dos elementos essenciais, nulo; desprovido de alguns destes, parcial; c) aleatrio tem apenas fim religioso, mas falta-lhe os demais elementos essenciais. Palavras-chave: sistema de crenas; comunidade de f; atos religiosos.