Você está na página 1de 24
Substância Pura Substância Pura É aquela que apresenta composição química invariável e homogênea. Características ◦ Pode
Substância Pura
Substância Pura
É aquela que apresenta composição química
invariável e homogênea.
Características
◦ Pode ser encontrada em várias fases sem
alteração da composição química.
◦ Água, Ar (considerada substância pura)
Substância Pura Substância Pura Sistema Compressível Simples ◦ Consiste de um sistema constituído por uma substância
Substância Pura
Substância Pura
Sistema Compressível Simples
◦ Consiste de um sistema constituído por uma
substância compressível simples.
◦ Substância compressível apresenta mudanças
significativas na densidade quando a pressão
varia.
Equilíbrio dede Fases Equilíbrio Fases Vapor- Vapor-Líquida Líquida-- Sólida Sólida Ponto Crítico ◦ É o ponto
Equilíbrio dede Fases
Equilíbrio
Fases Vapor-
Vapor-Líquida
Líquida--
Sólida
Sólida
Ponto Crítico
◦ É o ponto além do qual não existe calor
latente de vaporização
e
nenhuma outra
característica relacionada como a mudança de
fase.
◦ Água Pura T c = 374,14 K e P c = 22,09 kPa
Equilíbrio dede Fases Equilíbrio Fases Vapor- Vapor-Líquida Líquida-- Sólida Sólida Pressão de Saturação ◦ Pressão na
Equilíbrio dede Fases
Equilíbrio
Fases Vapor-
Vapor-Líquida
Líquida--
Sólida
Sólida
Pressão de Saturação
◦ Pressão na qual ocorre a vaporização de uma
substância pura a uma dada temperatura.
Temperatura de Saturação
◦ Temperatura na qual ocorre a vaporização de
uma substância a uma dada pressão.
Equilíbrio dede Fases Equilíbrio Fases Vapor- Vapor-Líquida Líquida-- Sólida Sólida Líquido Saturado ◦ Estado em que
Equilíbrio dede Fases
Equilíbrio
Fases Vapor-
Vapor-Líquida
Líquida--
Sólida
Sólida
Líquido Saturado
◦ Estado em que uma substância pura existe
como líquido na temperatura e pressão de
saturação.
Equilíbrio dede Fases Equilíbrio Fases Vapor- Vapor-Líquida Líquida-- Sólida Sólida Líquido subresfriado ◦ A temperatura do
Equilíbrio dede Fases
Equilíbrio
Fases Vapor-
Vapor-Líquida
Líquida--
Sólida
Sólida
Líquido subresfriado
◦ A temperatura do líquido é mais baixa que a
temperatura
de
saturação
para
a pressão
existente.
Equilíbrio dede Fases Equilíbrio Fases Vapor- Vapor-Líquida Líquida-- Sólida Sólida Líquido comprimido ◦ A pressão do
Equilíbrio dede Fases
Equilíbrio
Fases Vapor-
Vapor-Líquida
Líquida--
Sólida
Sólida
Líquido comprimido
◦ A pressão do líquido é mais alta que a pressão
de saturação para a temperatura existente.
Equilíbrio dede Fases Equilíbrio Fases Vapor- Vapor-Líquida Líquida-- Sólida Sólida Vapor saturado ◦ Estado em que
Equilíbrio dede Fases
Equilíbrio
Fases Vapor-
Vapor-Líquida
Líquida--
Sólida
Sólida
Vapor saturado
◦ Estado em que uma substância pura existe
como vapor na temperatura
saturação.
e pressão
de
Equilíbrio dede Fases Equilíbrio Fases Vapor- Vapor-Líquida Líquida-- Sólida Sólida Vapor superaquecido ◦ Estado em que
Equilíbrio dede Fases
Equilíbrio
Fases Vapor-
Vapor-Líquida
Líquida--
Sólida
Sólida
Vapor superaquecido
◦ Estado em que uma substância pura existe
como vapor na temperatura
maior
que
a
temperatura de saturação.
Gases vapores altamente superaquecidos.
Equilíbrio dede Fases Equilíbrio Fases Vapor- Vapor-Líquida Líquida-- Sólida Sólida Ponto Crítico ◦ Pressão pressão crítica
Equilíbrio dede Fases
Equilíbrio
Fases Vapor-
Vapor-Líquida
Líquida--
Sólida
Sólida
Ponto Crítico
◦ Pressão pressão crítica p c
◦ Temperatura temperatura crítica T c
◦ Volume específico volume específico
crítico v c
Equilíbrio dede Fases Equilíbrio Fases Vapor- Vapor-Líquida Líquida-- Sólida Sólida Ponto Crítico Substâncias Temperatura crítica, °C
Equilíbrio dede Fases
Equilíbrio
Fases Vapor-
Vapor-Líquida
Líquida--
Sólida
Sólida
Ponto Crítico
Substâncias
Temperatura
crítica, °C
Pressão crítica,
MPa
Volume crítico,
m
3 /kg
Água
374,14
22,09
0,003155
Dióxido de
31,05
7,39
0,002143
carbono
Oxigênio
-118,35
5,08
0,002438
Hidrogênio
-239,85
1,30
0,032192
Diagrama TT-v-v Diagrama Figura 5 – Diagrama T-v para uma substância pura
Diagrama TT-v-v
Diagrama
Figura 5 – Diagrama T-v para uma substância pura
Diagrama pp-T-T Diagrama Figura 1 - Diagrama p-T para uma substância que se expande na solidificação
Diagrama pp-T-T
Diagrama
Figura 1 - Diagrama p-T para uma substância que se
expande na solidificação
Diagrama pp-T-T Diagrama Figura 2 - Diagrama p-T para uma substância que se contrai na solidificação
Diagrama pp-T-T
Diagrama
Figura 2 - Diagrama p-T para uma substância que se
contrai na solidificação
Diagramas pp-T-T Diagramas Ponto triplo ◦ Ponto no qual as três fases (sólida, líquida e gasosa)
Diagramas pp-T-T
Diagramas
Ponto triplo
◦ Ponto no qual as três fases (sólida, líquida e
gasosa) podem coexistir em equilíbrio
◦ Temperatura e pressão da água
T c = 0,01°C e p c = 0,6113 kPA
Diagramas pp-T-T Diagramas Sublimação ◦ Processo no qual uma substância pura passa diretamente da fase sólida
Diagramas pp-T-T
Diagramas
Sublimação
◦ Processo no qual uma substância pura passa
diretamente da fase sólida para a de vapor
Curva de sublimação
◦ Curva ao longo da qual a fase sólida pode
existir em equilíbrio com a fase de vapor
Diagramas pp-T-T Diagramas Vaporização ◦ Processo através do qual o fluido passa da fase líquida para
Diagramas pp-T-T
Diagramas
Vaporização
◦ Processo através do qual o fluido passa da
fase líquida para a fase de vapor.
Curva de vaporização
◦ Curva ao longo da qual a fase líquida pode
existir em equilíbrio com a fase de vapor
Diagramas pp-T-T Diagramas Fusão ◦ Processo através do qual o fluido passa da fase sólida para
Diagramas pp-T-T
Diagramas
Fusão
◦ Processo através do qual o fluido passa da
fase sólida para a fase líquida.
Curva de fusão
◦ Curva ao longo da qual a fase sólida pode
existir em equilíbrio com a fase líquida.
Diagramas pp-T-T Diagramas Estado A ◦ Líquido sub-resfriado ou líquido comprimido. Estado B ◦ Vapor superaquecido
Diagramas pp-T-T
Diagramas
Estado A
◦ Líquido sub-resfriado ou líquido comprimido.
Estado B
◦ Vapor superaquecido
Diagrama pp-v-v--TT Diagrama Figura 3 - Diagrama p-v-T para uma substância que se expande na solidificação
Diagrama pp-v-v--TT
Diagrama
Figura 3 - Diagrama p-v-T para
uma substância que se expande
na solidificação
Figura 4 - Diagrama p-v-T para
uma substância que se contrai
na solidificação
Diagrama pp-v-v Diagrama Figura 6 – Diagrama p-v para uma substância pura
Diagrama pp-v-v
Diagrama
Figura 6 – Diagrama p-v para uma substância pura
Diagrama TT-s-s Diagrama Figura 7 – Diagrama T-s para uma substância pura
Diagrama TT-s-s
Diagrama
Figura 7 – Diagrama T-s para uma substância pura
Diagrama hh-s-s Diagrama Figura 8 – Diagrama h-s (Mollier) para uma substância pura
Diagrama hh-s-s
Diagrama
Figura 8 – Diagrama h-s (Mollier) para uma substância pura
Diagrama pp-h-h Diagrama Figura 9 – Diagrama p-h (Mollier) para uma substância pura
Diagrama pp-h-h
Diagrama
Figura 9 – Diagrama p-h (Mollier) para uma substância pura