Você está na página 1de 25

Trabalho de Comunicação

Empresarial I

1
Tipos de redação

•Carta comercial
•Requerimento
•Memorando
•Ofício
•Telegrama
•Procuração
•Correio Eletrônico
•Fax

•Relatório
•Atas
2
Carta comercial

A carta é a forma recomendada para


levar idéias e defender posições. Por sua
natureza dissertativa, é o mais livre dos
tipos de textos apresentados, já que
permite a opinião, a parcialidade e o
posicionamento de idéias.

3
Exemplo:

4
Requerimento
Petição por escrito, feita com as
fórmulas legais, na qual, empregando os
dizeres de praxe, se solicita alguma coisa
permitida por lei. É todo pedido que se
encaminha a uma autoridade do Serviço
Público. Um requerimento é o instrumento
que serve para solicitar algo a uma
autoridade pública. Não se envia
requerimento a empresas comerciais; o
pedido ou a solicitação é, nesse caso,
objeto de carta.
5
A AUTORIDADE DESTINATÁRIA (usa-se
Excelentíssimo (Exmo.) para Juiz, Promotor,
Senadores, Deputados, Vereadores, Presidente da
República, Governador, Prefeito e Ministros de Estado;
usa-se Ilustríssimo (Ilmo.) para as demais
autoridades);

NOME E QUALIFICAÇÃO DO REQUERENTE


EXPOSIÇÃO E SOLICITAÇÃO
PEDIDO DE DEFERIMENTO
LOCALIDADE E DATA
ASSINATURA

6
Exemplo:

7
Memorando

O memorando é um documento
utilizado para comunicação entre
unidades, divisões ou setores de uma
instituição ou empresa. Trata-se de
uma forma de comunicação escrita e
eminentemente formal, trazendo
eficiência na transmissão de dados.

8
Exemplo:
Memorando nº (informar) Em, (dia) de (mês) de (ano).

Ao Senhor (indicar o nome e/ou cargo):

Assunto: Aquisição de Equipamentos de Informática.

Nos termos do plano de estratégia estabelecido na reunião mensal de julho deste


ano, solicitamos a Vossa Senhoria a tomada de orçamentos para aquisição de
equipamentos dos novos informática para o departamento de Recursos Humanos.

As especificações deverão ser obtidas junto a departamento de informática, e os


orçamentos deverão ser apresentados na próxima reunião que ocorrerá no
próximo dia 28 para deliberação.

Atenciosamente,

(assinatura)
(nome completo)
(cargo)

9
Ofício

É quase que exclusivamente utilizado no serviço


público, na comunicação entre chefias e com o público
externo. Na empresa privada só é utilizado quando
dirigido ao serviço público. Seu conteúdo é formal,
sem os exageros do passado, quando se utilizavam mais
linhas para a introdução e para o fecho do que
propriamente para o conteúdo. Como, geralmente, é
dirigido a autoridade, é necessário observar o
tratamento que cada cargo exige.

10
Exemplo:

11
Procuração

A procuração é um instrumento que dá direito a uma


pessoa de agir oficialmente em nome de outra.
Quem recebe os poderes definidos em uma
procuração (que podem ser específicos ou amplos)
é chamado de outorgado ou mandatário. Quem dá
os poderes é o outorgante ou mandante.
Existem dois tipos de procuração. Uma é chamada
procuração pública, lavrada em cartório, utilizada
para atos jurídicos de maior importância. A outra
é chamada procuração particular, igualmente
válida, mas geralmente utilizada para atos mais
simples e cotidianos, como por exemplo um aluno
que autoriza um colega a fazer a matrícula em seu
nome, na faculdade.

12
Exemplo:

13
Telegrama

Embora o telegrama tenha sido em muitos casos substituído pelo


telefone, celular e internet, existem situações em que ainda é
utilizado. Os telegramas podem ser expedidos pelo telefone
ou nas próprias estações de Correios e, neste caso, utilizam-
se impressos próprios.
 O custo do telegrama é determinado pelo número de palavras
utilizadas, mas o texto é normalmente breve. Não há
vantagem em substituir palavras por abreviaturas, porque
quer umas quer outras contam como uma unidade.
 É aconselhável escrever quaisquer números por extenso para
evitar erros, e é preferível mencionar um dia da semana
específico a usar termos como "hoje" ou "amanhã" que
poderão ser erradamente interpretados por quem recebe o
telegrama.

14
Exemplo:
Picture 7

15
https://www.correiosonline.com.br/pt_SGMTelegramaNacional.asp?&dept_id=1&sku=7&indice=3
Correio Eletrônico
Uma das ferramentas mais populares da web,
talvez a mais popular, é o e-mail. Como em todas as
áreas, na comunicação empresarial ele também
ganhou papel de destaque. Mas é preciso saber
utilizá-lo corretamente.
O correio eletrônico, mais conhecido como e-
mail, é a maneira mais rápida de enviar e receber
cartas atualmente.
O texto pode seguir em arquivo anexado (e
neste caso será uma carta comum em um editor de
texto como o Word) ou então no corpo da
mensagem.
Vantagens: Simplicidade, Rapidez, Baixo custo,
Acessibilidade e Praticidade.

16
Exemplo:

17
Fax

Chama-se, de forma comum, o fax como a


transmissão de uma mensagem escrita ou
gráfica por via telefônica com auxílio do
aparelho de fax.

18
Exemplo:

TRANSMISSÃO VIA FAC-SÍMILE

AUTORIZAÇÃO: DATA: Nº. DE PÁGINAS:


ORIGEM: FAX:
014 – 221-6101
DESTINO: FAX:

Em caso de mensagem truncada ou mal recebida, favor contatar pelo


telefone (014) 221- _______

MENSAGEM:

(escreva aqui a mensagem que se refere ao documento que


será enviado, ou o próprio conteúdo do fax se for o caso)

19
Relatório

O relatório é um documento apresentado com


simplicidade, objetividade e didática. Deve ser simples
porque representará conhecimento de uma certa
atividade, e precisará ser entendido por qualquer
pessoa,
mesmo por aquela que não esteja diretamente envolvida
no assunto técnico de que o documento trata. E
deve ser objetivo porque avaliações de natureza
subjetiva podem comprometer o conteúdo técnico
apresentado.

20
Partes de um Relatório:

Obrigatórias Opcionais

1.1 – Capa 1.8 – Comentários


1.2 – Sumário 1.9 – Resultados
1.10 – Simbologia
1.3 – Índice
1.11 – Referências
1.4 – Introdução 1.12 – Tabelas
1.5 – Objetivo 1.13 – Anexos
1.6 – Desenvolvimento
1.7 – Conclusão

21
Exemplo:
Relatório de Gestão de Condomínio Residencial
 
Em cumprimento ao que dispõe o artigo 6° do Estatuto do Condomínio Residencial Tal, vimos apresentar-lhes o Relatório e
prestação de contas de nossa gestão referente ao período de 01 de janeiro a 31 de dezembro de 2003, para serem apreciados e
avaliados pelos senhores condôminos e expor de modo sucinto os principais acontecimentos no período citado.
 
Submetemos também a suas considerações as nossas propostas de trabalho para os próximos doze meses, bem como o
orçamento das benfeitorias a serem executadas.
 
Do orçamento para o período
.....................................................................................................................
Das obras de benfeitoria e manutenção
.....................................................................................................................
Dos serviços contratados
.....................................................................................................................
Da relação entre os condôminos
.....................................................................................................................
Dos eventos
.....................................................................................................................
Das mensalidades
.....................................................................................................................
Das condições de trabalho
.....................................................................................................................
Do Planejamento para o próximo exercício
......................................................................................................................
 
Finalmente, solicito aos senhores que os que estiverem de acordo com este documento que se manifestem formalmente por
escrito, e àqueles que desejarem maiores esclarecimentos nos encaminhem suas argüições, da mesma forma, dentro de, no máximo, dez
dias, a contar desta data, quando deveremos nos reunir em Assembléia Geral.
 
Manaus, de de 2003
 

Fulano de Tal
  22
Síndico do Condomínio Tal
Ata
A ata é um documento testemunhal, ou seja,
reflete a visão — de preferência imparcial —
da pessoa que a redigiu. Usa-se a ata,
principalmente, para promover o relato
escrito de fatos, ocorrências, resoluções e
decisões de assembléia, sessão ou reunião.
Escrevem-se todas as informações
seguidamente, sem saltos de linhas. A ata não
pode conter rasuras.
Lançam-se atas, geralmente, em livros próprios
que têm termos de abertura e de
encerramento.

23
Exemplo:
Ata da……………… reunião do Conselho Fiscal da Empresa…………………… (sigla), realizada no(s)
dia(s) do mês de………………do ano de ………………… (por extenso) Aos  tantos  dias  do mês ……………
…..........……(por extenso)do ano de …………………,  reuniu- se o  Conselho Fiscal da  Empresa .......(por
extenso)
……………  (sigla),  na  sede  da referida  Sociedade,  sita à …........….......,(por extenso)na cidade
de …………, UF ……………,
reunião esta marcada nos termos do …………………(indicar documento e data), assinado pelo
Presidente  do  Conselho Fiscal, Senhor ……………, a qual contou com  a presença dos
Membros Efetivos (indicar os nomes dos membros).
Dando início a reunião, a Secretária fez a leitura da Pauta dos Trabalhos, constituída dos
seguintes:
I) Leitura e Aprovação da Ata da Reunião Anterior;
II) ……….……………;
III) …………;
IV) ………;
V) ……………;
Nada mais tendo a tratar o Senhor Presidente do Conselho   Fiscal   deu   por   encerrada  
a   presente   reunião da qual  eu ….....……………………, lavrei a presente Ata, que após aprovada,
será assinada por todos os presentes.
 
Presidente
 
Membros

24
Grupo: Andréa
Tatiana
Elma
Stephany

Profª: Maria Lúcia

2° PERÍODO - ADMINISTRAÇÃO

25