Você está na página 1de 100

2o TRIMESTRE _ 2009 _ No 287

NO PRINCÍPIO
Estudos BasEados no Livro dE GênEsis

45ª

Geral
Um dever do consagrado, um direito do membro

Assembléia

27, 28 e 29 de novembro de 2009
Estância Árvore da Vida – Sumaré, SP
Informações no site: www.portaliap.com.br

MISSÃO DA ESCOLA BÍBLICA ————————————————————————————
Transformar as pessoas em discípulas de Cristo, através do ensino e da prática da palavra de Deus.

com – secretariaiap@terra. Papaiz.portaliap. Manoel Lino Simão Pr. Irgledson Irvison Galvão Pr. Manoel Pereira Brito Pr. A – Centro – São Paulo – SP – CEP 01014-030 Fone: (11) 3119-6457 – Fax: (11) 3107-2544 – www. da Silva Pr. Otoniel Alves de Oliveira Pr. Adelmilson Júlio Pereira Pr.com. Vilma Martins Bertulino Alan K. LIÇÕES depARtAMentO de edUCAÇÃO CRiStà decapgeral@hotmail.465 Pr. da Silva Eudoxiana Canto Melo Marcorélio Murta e Ana Luiza Assumpção Farol Editorial e Design com foto da StockXpert Impressão Prol Editora Gráfica Av. Valdeci Nunes de Oliveira expediente REDAÇÃO Jornalista responsável Redação e preparação de originais Revisão de textos Editoração Capa Pr.2º TRIMESTRE – 2009 – Nº 287 B ÍBLICAS REVISTA PARA ESTUDOS NAS ESCOLAS BÍBLICAS Copyright © 2009 – Igreja Adventista da Promessa Revista para estudos na Escola Bíblica.com Diretor Conselho Editorial Pr. Elias Pitombeira de Toledo MTb. da Silva Pr. Ednei Rodrigues Brito Pr. Aléssio Gomes de Oliveira Pt.br . 581 – Diadema. Sebastião Lino Simão Pr. 314 – 6º andar – Conj. 24. José Lima de Farias Filho Pr. Pereira Rocha Atendimento e tráfego Geni Ferreira Lima Fone: (11) 2955-5141 Assinaturas Informações na página 96 REDAÇÃO – Rua Boa Vista. Genilson S. Genilson S. Genilson S. SP – Fone: (11) 2169-6199 Seleção de hinos Leituras diárias Dsa. É proibida a reprodução parcial ou total sem autorização da Igreja Adventista da Promessa.

No PriNcíPio Estudos baseados no livro de Gênesis. SUMÁRIO ABREVIATURAS APRESENTAÇÃO 4 5 7 14 21 28 35 42 49 55 61 67 73 79 86 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 O início da nossa história Cuidando do jardim O primeiro casamento O paraíso perdido Uma oferta ao Senhor A terra corrompida Um novo começo A falência dos projetos humanos Uma escolha soberana Na escola da fé Ele cumpre o que diz O incansável amor de Deus Triunfando nas provas .

ABREVIATURAS DE LIVROS DA BÍBLIA UTILIZADAS NAS LIÇÕES Antigo Testamento Gênesis Êxodo Levítico Números Deuteronômio Josué Juízes Rute I Samuel II Samuel I Reis II Reis I Crônicas II Crônicas Esdras Neemias Ester Jó Salmos Provérbios Eclesiastes Cantares Isaías Jeremias Lamentações Ezequiel Daniel Oséias Joel Amós Obadias Jonas Miquéias Naum Habacuque Sofonias Ageu Zacarias Malaquias Gn Ex Lv Nm Dt Js Jz Rt I Sm II Sm I Re II Re I Cr II Cr Ed Ne Et Jó Sl Pv Ec Ct Is Jr Lm Ez Dn Os Jl Am Ob Jn Mq Na Hc Sf Ag Zc Ml NOVO Testamento Mateus Marcos Lucas João Atos Romanos I Coríntios II Coríntios Gálatas Efésios Filipenses Colossenses I Tessalonicenses II Tessalonicenses I Timóteo II Timóteo Tito Filemon Hebreus Tiago I Pedro II Pedro I João II João III João Judas Apocalipse Mt Mc Lc Jo At Rm I Co II Co Gl Ef Fp Cl I Ts II Ts I Tm II Tm Tt Fm Hb Tg I Pe II Pe I Jo II Jo III Jo Jd Ap ABREVIATURAS DE TRADUÇÕES E VERSÕES BÍBLICAS UTILIZADAS NAS LIÇÕES BLH – Bíblia na Linguagem de Hoje RA – Revista e Atualizada RC – Revista e Corrigida NVI – Nova Versão Internacional BV – Bíblia Viva BJ – Bíblia de Jerusalém TEB – Tradução Ecumênica da Bíblia NTLH – Nova Tradução na Ling. de Hoje .

a queda. Uma oferta ao Senhor. o livro dos princípios.2 Das treze lições desta série. 1. começa no capítulo 11.1 O livro de Gênesis é. versículo 9. dos quais “virá a nação de Israel e por fim o Salvador Jesus Cristo”. e aborda os princípios da raça humana. e mostra os princípios da raça hebraica. Ele cumpre o que diz. O primeiro casamento. Na escola da fé. versículo 10 e vai até o capítulo 50. Wilkinson & Boa (2000:5). cujo título é No princípio. O incansável amor de Deus e Triunfado nas provas). 2. A parte histórica começa no capítulo 1. por sua vez. portanto. o dilúvio. Um novo começo e A falência dos projetos humanos) e cinco fazem parte do bloco biográfico (Uma escolha soberana.APRESENTAÇÃO Pela graça e para a glória de Deus. A terra corrompida. geração ou princípio’. “Gênesis é uma palavra grega que significa ‘origem. Isaque. versículo 26. . fonte. O título original hebraico Bereshith significa ‘No princípio’”. baseada no livro de Gênesis. oito fazem parte do bloco histórico (O início da nossa história. versículo 1 e termina no capítulo 11. retratando quatro pessoas: Abraão. descrevendo quatro eventos: a criação. as nações. Cuidando do jardim. A parte biográfica. Jacó e José. apresentamos aos estudantes das escolas bíblicas da Igreja Adventista da Promessa a mais nova série de lições bíblicas. Ele pode ser dividido em duas partes: uma histórica e outra biográfica. Idem (2005:6). O paraíso perdido.

de maneira didática (inserimos subtópicos para facilitar a sua leitura e a compreensão) e resumida (apenas dez parágrafos). Colaboraram na pesquisa e na produção desta série os pastores Alan Pereira Rocha. da Silva Diretor do Departamento de Educação Cristã 6 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . comenta a narrativa bíblica que fundamenta a lição. Ao Rei eterno. Na primeira parte. o missionário Eleilton William de Souza Freitas. José Lima de Farias Filho. Valdeci Nunes de Oliveira. sejam dadas a honra e a glória. extraídas da narrativa analisada. Que Deus continue abençoando a vida deles. quando estivermos estudando e praticando os princípios bíblicos presentes nas lições desta série. da Silva. Genilson S. Analisando o relato bíblico. o escritor. para todo o sempre! Pr.Cada lição é dividida em duas partes. Genilson S. Eudoxiana Canto Melo e Virgínia Ronchete David. Lições para viver. temos três aplicações práticas. Na segunda parte. Que Deus também nos edifique espiritualmente.

Sem esse importante livro.. 1 de abril .... encontramos registrado o início da nossa história........ da redenção........ do trabalho.......... que servirá de base para as lições deste trimestre...... mesmo enfrentando diversos ataques de falsas teorias inventadas por homens.. o primeiro versículo do livro de Gênesis revela... do casamento......... Vejamos como tudo aconteceu.. TEXTO BÁSICO: No princípio criou Deus os céus e a terra......... a Bíblia continua sendo a única fonte confiável que revela o início da nossa história.. Em seu primeiro capítulo. I... essa doutrina foi aceita como verdadeira..Gn 1:20-23 Sexta.....Gn 1:9-13 Quarta..... 2. de forma majestosa.......................................... etc... porém........ 29 de março.................. Gn 2:1-3 ObjetIvO Levar o estudante a compreender que. que Deus é o criador do universo! Mesmo enfrentando diversos ataques de falsas teorias inventadas pelos homens.Gn 1:1-5 Segunda......4 ABR 2009 1 O início da nossa história Hinos sugeridos: BJ 33 – HC 124 / BJ 127 – SH 21 LEITURA DIÁRIA Domingo.................. Embora pequeno.Gn 1:14-19 Quinta.... (Gn 1:1) INTRODUÇÃO: O livro de Gênesis....................Gn 1:24-31 Sábado..... mas incompreensível! Gênesis conta a história do começo da criação do universo.. Gn 1:6-8 Terça................ Nos últimos duzentos anos. das civilizações....... a Bíblia fica não só incompleta............. 31....com | 7 . desde o início....... 3... do homem........portaliap..... ela tem www. do pecado........... forma o alicerce sobre o qual se ergue todo o edifício das Escrituras. tema da lição desta semana............ 4.... ANALISANDO O RELATO BÍBLICO No princípio criou Deus os céus e a terra (Gn 1:1)............ 30 ... forma uma introdução indispensável para todo o restante da Bíblia Sagrada......

Em segundo lugar. igualmente universal e comprovada. concluímos que ele não conta com o apoio dos fatos. A crença dos evolucionistas de que. o mar e tudo o que neles há (Ex 20:11). Os pesquisadores não encontram restos de uma forma que esteja no meio do caminho. A teoria é falsa! Vejamos por quê. de qualquer mudança gradual de uma espécie para outra”. A Bíblia afirma que em seis dias fez o Senhor o céu e a terra. Esse versículo bíblico está plenamente de acordo com a primeira lei da termodinâmica. constitui-se em um dos ataques mais vigorosos contra a criação divina. “todas as espécies descendem de um antepassado comum. uma segunda lei. Em primeiro lugar. Existe.2 Segundo esse ponto de vista. por modificação gradual. o homem sempre foi homem. Toneladas de fósseis têm sido encontradas em todo o mundo. e todos eles têm sido facilmente classificados como peixes. Em primeiro lugar.2 O argumento teológico: Pelo menos dois argumentos teológicos podem ser apresentados aqui. quanto ao registro fóssil.4 Em outras palavras.  Moreland & Reynolds (2006:32). 5.  Saint (1987:27). o peixe sempre foi peixe e assim por diante. no seu livro A origem das espécies. Mas o que diz essa falsa teoria? 1. aqui. 3. aves. 1. ensinada na maioria das escolas públicas e particulares e também nas universidades. Além disso. mamíferos e homens. dois argumentos. Em toda essa massa incalculável de ossos. ao analisarmos o evolucionismo.  Ferreira (2007:255).sido atacada com rigor!1 A chamada “teoria da evolução”. que diz que “nada está sendo criado ou destruído. uma continuidade entre todas as formas de vida”.  Morris (1979:9). 2. répteis. então. a mais certa de todas as leis científicas. quanto ao princípio da criação através de um criador. mediante 1.1 O argumento científico: Destacamos. “não há prova alguma.5 Essa tendência sugerida por essas duas leis é oposta ao conceito da evolução que pressupõe um princípio de ordem crescente. Morris (1979:10).3 Entretanto. “evoluindo”. e pode ser definido como a teoria de que todas as coisas se originaram de materiais preexistentes. 8 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . 4. quanto às leis da termodinâmica. estatui que todos os sistemas atuais tendem a decair e desordenar-se”. 1. mediante processos naturais. o macaco sempre foi macaco. A falsa teoria da evolução: O evolucionismo foi apresentado ao mundo pelo naturalista inglês Charles Darwin. seja ela qual for.

todas as coisas vieram a existir é falsa.portaliap. 8. Em Gênesis 1:1. www. durante a semana da criação: primeiro ele formou e depois encheu. Outro engano dos evolucionistas é o de dizerem que todas as coisas se originaram de materiais pré-existentes. que estuda a origem do universo. nos ajudará a entender como se deu o verdadeiro início da nossa história. At 17:24. no segundo dia.1 Deus formou: Depois de criar a terra (Gn 1:1). lemos: Pois toda casa é estabelecida por alguém. Voltemos o nosso olhar para a palavra de Deus e vejamos como se deu o início da nossa história. criando. 45:12. podemos dizer que a conhecida frase “a ciência. 21 e 27 de Gênesis. “tudo o que foi começado tem que ter uma causa adequada”.  Thiessen (2001:29).9 Nos três primeiros dias. quanto ao princípio da criação a partir do nada. colocou um firmamento entre as águas superiores e chamou de céus (Gn 1:6-8)... 2. Ef 3:9. lemos: No princípio criou Deus. Cl 1:16. A correta teoria da criação: Estudamos um pouco sobre a falsa teoria da evolução. por meio da ação de um poder criador soberano.  Wiersbe (2006:16). 6. assim. agora. que. Mais uma vez. Ne 9:6. Is 40:26.com | 9 . que aparece nos versículos 1. Deus deu forma à terra. Ap 4:11). Em segundo lugar. A essa altura. A palavra criou. Deus reuniu as águas e fez surgir a porção seca. 9. Deus começou a organizá-la. a “terra”. ele ordenou que a luz brilhasse e separou a luz das trevas (Gn 1:3-5). Wiersbe diz que existe um padrão nas atividades de Deus. visto que nunca está relacionado a nenhuma menção do material. e significa a produção de algo fundamentalmente novo. 7. a “vegetação” e os “mares” (Gn 1:9-13).7 Esse significado concorda com o que afirmou o autor de Hebreus: .6 Em Hebreus 3:4. Deus separou águas e águas. Rejeite-a! 2. no terceiro dia. universalmente crê na evolução” é mentirosa. capítulo 1. mas aquele que estabeleceu todas as coisas é Deus. é a tradução da palavra hebraica bara.  Bruce (2009:156). que ocorre 44 vezes. passemos. no Antigo Testamento. No primeiro dia. a considerar a correta teoria da criação. Ele é o criador e arquiteto do universo! (cf. O versículo 2 de Gênesis 1 diz: A terra era sem forma e vazia. a teoria da evolução errou.processos naturais. Morris (1979:30). de fato.o visível foi feito do que se não vê (11:3). Milhares de cientistas de alto gabarito são criacionistas bíblicos para valer8 e acreditam que há um Deus criador. Segundo a cosmologia. por meio de quem todas as coisas foram feitas.

2.2 Deus preencheu: A terra sem forma do versículo 2, ao final do terceiro dia da criação, ganhou forma. Depois de criar as estruturas fundamentais do nosso mundo, Deus começou a preencher esse mundo. No quarto dia da criação, ele colocou luminares nos céu (Gn 1:14-19). No quinto dia, Deus criou os peixes para povoarem os mares e as aves para voarem no céu (Gn 1:20-23). No sexto e último dia, a criação chegou ao seu ápice: após criar toda a fauna, Deus disse: Façamos o homem à nossa imagem, conforme nossa semelhança (...) Assim Deus criou o homem (Gn 1:26-27). Depois de seis dias de muita criatividade, por parte de um criador extremamente sábio, a terra sofreu mudanças fenomenais. No final dos seis dias, viu Deus tudo o que tinha feito, e que era muito bom (Gn 1:31). “Tudo no universo, desde a maior das estrelas até a menor das folinhas, produziu alegria no seu coração. Era uma linda sinfonia”.10 Assim, Deus, no sétimo dia, já havia concluído a obra que realizara, e nesse dia descansou (Gn 2:2 – NVI). Vejamos, agora, na seqüência desta lição, três atitudes que devemos tomar, depois de constatarmos que o Senhor, com sabedoria, fundou a terra (Pv 3:19).

1. Com base nos dois primeiros parágrafos do comentário anterior, responda: O que ensina a falsa teoria da evolução sobre como foi o início da nossa história?

2. Comente sobre os dois argumentos científicos apresentados no comentário anterior que negam a veracidade da teoria da evolução.

10.  Pfeiffer (1986:5).

10 |

Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009

3. Após ler Gn 1:1, 21, 27; Hb 3:4, 11:3; Ne 9:6, comente sobre os dois argumentos teológicos apresentados no comentário anterior que negam a veracidade da teoria da evolução.

4. Com base no item 2 do comentário anterior e em todo o capítulo 1 de Gênesis, fale sobre a correta teoria da criação. Como tudo aconteceu?

II. LIÇÕES PARA VIVER
1. Tudo foi criado por Deus! Entreguemos nossa adoração a ele! É impossível estudarmos o relato da criação e não ficarmos admirados com o poder e a inteligência do nosso criador! Considere, por exemplo, a vastidão da criação:11 Mais de 500 mil espécies de insetos, 30 mil espécies de aranhas, 6 mil espécies de répteis, 5 mil espécies de mamíferos, 3 mil espécies de rãs. Todas, segundo a Bíblia, criadas por Deus (Gn 1:12, 21, 24, 25). Entreguemos a nossa adoração a ele! Bendito seja o teu nome glorioso, e seja exaltado (...). Fizeste o céu, o céu dos céus, e todo seu exército, a terra e tudo o que nela há, os mares e tudo o que neles há (Ne 9:5-6).
5. Após ler a primeira aplicação, explique a seguinte afirmação: “Tudo foi criado por Deus! Entreguemos a nossa adoração a ele!”
11.  Champlin (2000:14).
www.portaliap.com

| 11

2. Tudo foi criado por Deus! Manifestemos nossa gratidão a ele!

O grande ensinamento de Gênesis capítulo 1 é: Existe um Deus por trás de todas as coisas que acontecem! E é por esse motivo que de nada vale o esforço de muitos para harmonizar a “teoria da evolução” com a “teoria da criação”. É impossível fazer isso! No evolucionismo, não há espaço para Deus. Porém, nós, que cremos nas Escrituras, sabemos que existe um Deus que se preocupou com o nosso mantimento (Gn 1:29) e com o nosso descanso (Gn 2:1-3), quando nos fez. Manifestemos nossa gratidão a ele, todos os dias da nossa vida.

6. Após ler a segunda aplicação, explique a seguinte afirmação: “Tudo foi criado por Deus! Manifestemos a nossa gratidão a ele!”

3. Tudo foi criado por Deus! Depositemos nossa confiança nele! A Bíblia é clara, quando diz que o Deus que é central na narrativa da criação – seu nome aparece trinta e cinco vezes – é o mesmo que a sustenta: Tu os conservas com vida a todos (Ne 9:6); pois nele vivemos, nos movemos e existimos (At 17:28). “É ele quem faz o sol brilhar e a chuva cair. Ele alimenta os pássaros e protege as flores. Isso pode ser poético, mas é também verdadeiro”.12 É ele que tem cuidado da nossa vida! Diante dos perigos e das dificuldades, lembre-se de que você tem um fiel criador e mantenedor. Deposite sua confiança nele! Afinal, é o Senhor que guarda os fiéis (Sl 31:23).
7. Após ler a terceira aplicação, explique a seguinte afirmação: “Tudo foi criado por Deus! Depositemos a nossa confiança nele!”

12. Stott (2007:14).

12 |

Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009

Nosso desejo é que todos nós tenhamos como certo o relato das Escrituras sobre o início da nossa história. acreditar que os mundos foram criados pela palavra de Deus.com | 13 . Estejamos certos disto: Tudo foi criado por Deus! Entreguemos a nossa adoração a ele.CONCLUSÃO: Chegamos ao final do nosso primeiro estudo desta nova série de lições.portaliap. somente nele! www. de maneira que o visível não foi feito do que se vê (Hb 11:3). manifestemos a nossa gratidão a ele e depositemos a nossa confiança nele. Tudo aconteceu exatamente como está escrito! Cabe-nos. pela fé.

........................ 7 .......................... 5 de abril.......... por muitos.... ANALISANDO O RELATO BÍBLICO Como você vê o trabalho? No mundo grego antigo............................................ 9.. TEXTO BÁSICO: Então o Senhor Deus pôs o homem no jardim do Éden.... para que... 11 . Gn 2:6-7 Quarta.. é segunda-feira! Com toda certeza.... satisfação e equilíbrio....... I.. (Gn 2:15 – NTLH) INTRODUÇÃO: Graças a Deus........ inclusive nós........ a segunda-feira é tida... um mal absoluto...Gn 2:4 Segunda.... 14 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 ....... ........2 11 ABR 2009 Cuidando do jardim Hinos sugeridos: BJ 165 – HC 115 / BJ 309 . de posse desse ensino.. para cuidar dele e nele fazer plantações. cristãos..... Gn 2:5 Terça......... Mas será esta a visão bíblica do trabalho? Como o podemos encarar? É por esse caminho que pretendemos andar na lição desta semana......HC 93 LEITURA DIÁRIA Domingo... caminhemos um pouco mais..... isso porque a maioria...... Gn 2:15 ObjetIvO Mostrar ao estudante da palavra de Deus a correta visão bíblica sobre o trabalho. o trabalho era visto como uma maldição....Gn 2:10-14 Sábado.............. encara o trabalho como algo penoso e doloroso.......... ao invés de estarmos ansiosos para começar mais uma semana de trabalho.... Gn 2:8 Quinta.......... você não ouve essa frase com freqüência....................................... possa vê-lo com seriedade....... Mesmo depois de desfrutarmos do descanso restaurador do final de semana.... Com a Bíblia na mão............. especialmente entre os filósofos............... 8 ................. 10 ... 6 ............. Gn 2:9 Sexta..... como o pior dia da semana.......

mas o pó estava longe de ser um homem.  Stevens (2005:97). Esse gesto evidencia carinho. 4. sem precedentes! O verbo “formou” faz lembrar o oleiro criando uma obra de arte com suas mãos habilidosas. escolher. o primeiro trabalhador. mas apenas “uma visão mais pormenorizada do capítulo 1”.1 Será esta a visão bíblica? É certo que não. cada uma com um autor. 1.  Wiersbe (2006:18). No presente estudo. a ênfase está na criação do universo. O relato do capítulo 2 de Gênesis não é outro relato da criação.  Kdner (1979:57). e o homem se tornou um ser vivente (Gn 2:7). Deus comunicou sua própria vida àquela massa sem vida. Em primeiro lugar. como aos animais (Gn 2:19). Com seu sopro.Deus formou o homem do pó da terra e soprou em suas narinas o fôlego de vida. Em segundo lugar.2 Nesses versículos. O valor dos seres humanos é incalculável! Somente nós. chegamos ao capítulo dois. a criação do homem foi enfatizada. com a proximidade do contato face a face de um beijo. seres humanos. Diz o texto: . A Bíblia inicia sua narrativa com Deus trabalhando.3 Já o verbo “soprou” indica um sopro caloroso. É por isso que.com | 15 . continuando a nossa caminhada no livro de Gênesis.e ficar sem trabalho era um fato singularmente apreciado. 3. “não há elo biológico entre o homem e os animais”. E é com base nele que descobriremos a maneira correta de encarar o trabalho. Em terceiro lugar. www.4 Formar do pó foi um passo enorme.. houve quem dissesse tratar-se de duas versões diferentes da criação.. pessoal. depois a morada e por fim.5 Não é correto e nem bíblico chamar os seres humanos de “animais racionais”. No capítulo 1. o autor do livro conta a mesma história e acrescenta mais alguns detalhes. Analisemos o relato por partes: Primeiro a criação. amar e adorar! 1. O texto diz que o Senhor soprou no nariz dele a respiração de vida (Gn 2:7). criar. Ao comparar o capítulo 1 e o capítulo 2 de Gênesis. são vistas neste capítulo. Já no capítulo 2. a criação do homem foi detalhada. temos a imagem de Deus (Gn 1:26-27). a criação do homem foi valorizada.  Hoff (1983:27). Isso é um grande mal entendido. A criação do homem foi especial. a criação do homem é enfatizada. 5. a missão do homem.portaliap. A criação do homem: Pelo menos “três marcas” peculiares da criação de Adão. mesmo tendo sido formado do pó da terra.  Davidson (1963:84). Somos “seres humanos”! Os únicos capazes de pensar. 2.

O lugar era formidável! Analisando esse relato. Em Gênesis. por certo. o Senhor Deus fez nascer do solo todo tipo de árvores (Gn 2:9a).não havia homem para cultivar o solo (Gn 2:5 – NVI). 16 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . um vasto sistema de irrigação foi providenciado por Deus: Saía um rio do Éden para regar o jardim. 8. é impossível não concluir que Deus queria que a vida de Adão e Eva fosse de prazer e felicidade. mas alguém teria de cuidar delas.  Allen (1987:180). Deus colocou o homem que ele havia criado para cuidar do jardim que ele havia plantado: O Senhor colocou o homem no jardim do Éden para cuidar dele e cultivá-lo (Gn 2:15). capítulo 2. A morada do homem: “Três qualidades” desse lugar são evidenciadas no capítulo 2 de Gênesis e. antes mesmo da formação do jardim. no Éden não havia espaço para a ociosidade. O solo era cultivável. com elas. Éden significa “deleite” ou “lugar de muita água” e indica que esse jardim. Em terceiro lugar. ter uma correta visão sobre o trabalho. lugar da morada do homem. Uma missão singular! Deus podia fazer todo o trabalho sozinho.. está implícito na frase: . versículo 8. trata-se de uma missão singular. por iniciativa própria. ele plantara o jardim. a morada do homem era cultivável. Nesse lugar de indescritível beleza. aprendemos que. o criador. 7. A missão do homem: Depois de estudarmos alguns detalhes sobre a criação e a morada do homem. e outras apenas para proporcionar beleza e torná-lo mais bonito:7 agradáveis aos olhos (Gn 2:9b). não havia lugar para a ociosidade. era um paraíso!6 Neste magnífico jardim.  Stott (2007:23). Mas. a fim de precisar de cooperação. Deus também preparou um lugar para ele viver. a morada do homem era formidável. Além de criar o homem. a morada do homem foi preparada. humilhou-se. Em primeiro lugar.. aqui. No versículo cinco. afinal. estamos prontos para entender corretamente a missão do homem e. Quem? É o que veremos na seqüência. Em primeiro lugar. umas para propiciar comida: boas para alimento (Gn 2:9c). As árvores forneciam alimento. Em segundo lugar. para o ser humano.  Wiersbe (2006:24). um dos cuidados que qualquer pai tem com seus filhos. é empregado metaforicamente em relação a Deus. assim. O verbo “plantar” é tirado da linguagem agrícola e. lemos que o Senhor Deus plantou um jardim na região do Éden (NTLH). dali se dividia e se tornava em quatro braços (Gn 2:10).8 6.2. A missão do homem tem três características marcantes. Depois de plantar o jardim. 3. O jardim do Éden era um presente vindo direto das mãos de Deus.

Deus amaldiçoa a “terra” e não o trabalho. trata-se de uma missão agradável. Em terceiro lugar. fale sobre as três marcas peculiares da criação de Adão.10 Com isso em mente. comente sobre como o mundo grego antigo. O que a Bíblia ensina é que a maldição. Deus deu ao ser humano um trabalho que contribuiu para sua felicidade.Em segundo lugar. “Sem um trabalho construtivo o homem não pode obter da vida uma verdadeira satisfação”. encaravam o trabalho. trata-se de uma missão digna. 9. Gênesis ensina a dignidade do trabalho na criação. que aparece no texto hebraico original. mas eram agradáveis. A responsabilidade de Adão era “cultivar” o solo ou “trabalhá-lo”.portaliap. o homem se sentiria feliz ficando inativo. Adão já trabalhava. porém. Querer um paraíso sem trabalho é buscar algo diferente do propósito de Deus. em decorrência da queda do ser humano. como sugere o verbo abad. na segunda parte desta lição. Há quem pense que o trabalho é parte da maldição. a Bíblia não ensina isso. como encarar o trabalho. A ociosidade e a preguiça nunca estiveram nos planos de Deus.9 Dessa forma. 2:7 e no item “1” do comentário anterior. Com base no primeiro parágrafo do comentário anterior. versículo 17. As obrigações existiam. especialmente os filósofos. Com base em Gn 1:26-27. transformou o trabalho bom em algo difícil e com fadiga. mesmo iniciando sua vida na terra. vejamos. 1. Em Gênesis.  Allen (1987:180). www.com | 17 . antes da queda. capítulo 3.  Harris (1998:1067). Não podemos imaginar que. Será essa a visão bíblica? 2. o primeiro trabalhador. 10.

.3. 3:17 e no item 3 do comentário anterior. Encare o trabalho com seriedade! 5. Encare o trabalho com seriedade! Trabalhar é uma ordem divina.) trabalhar com as próprias mãos. no jardim do Éden. Adão e Eva foram colocados no jardim para “cuidar dele” e “cultivá-lo” (Gn 2:15).  Com base em Gn 2:8-14 e no item 2 do comentário anterior. e as vigas logo vão apodrecer e cair (Ec 10:18 – BV). a fim de que andem descentemente aos olhos dos que são de fora e não dependam de ninguém (I Ts 4:11-12). fale sobre as três qualidades da morada do homem. que são  evidenciadas nesse texto. Para os irmãos que moravam na cidade de Tessalônica. LIÇÕES PARA VIVER 1. Como já estudamos. explique por que o trabalho deve ser encarado com seriedade? 18 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . fale sobre as três características marcantes da missão do homem. Naquele lugar. Responda também o que foi amaldiçoado em Gn 3:17? II. Após ler a primeira aplicação. Com base em Gn 2:15. A Bíblia condena a preguiça e rejeita a ociosidade! O telhado da casa do preguiçoso é cheio de goteiras. Paulo escreveu: Esforcem-se para (. como nós instruímos. havia espaço para ociosidade? 4..

acima de tudo. para viver. Não trabalhamos apenas para “preencher o tempo”. 6. remunerado ou não. como o próprio Deus o fez: Lembra-te do dia de sábado para o santificar (. não devemos trabalhar apenas para sobreviver. mas. sempre de olho na próxima folga.11). dignifica o ser humano. os homens lembram que Deus é o criador e reservam tempo para adorá-lo.. Após ler a segunda aplicação. Encare o trabalho com equilíbrio! Apesar de entendermos que o trabalho. sabendo que somos cooperadores de Deus. Não trabalhamos apenas para ganhar a vida. 7. fazei-o de todo coração. www. mas de tal maneira que possamos ofertar nosso trabalho a Cristo. E tudo o que fizerdes. devemos trabalhar com satisfação em simplicidade de coração. afinal. mas para ter uma vida. explique por que o trabalho deve ser encarado com equilíbrio. a vida não é só trabalhar! A humanidade também precisa descansar. nas férias ou no final de semana. Encare o trabalho com satisfação! Como cristãos. é benção e não maldição. engrandece o caráter. mas ao sétimo dia descansou (Ex 20:8. temendo a Deus. Também sabemos que devemos ter uma visão equilibrada sobre ele.).2. o mar e tudo o que neles há.com | 19 . Pois em seis dias fez o Senhor o céu e a terra.portaliap. 3. Após ler a terceira aplicação.. mas. como ao Senhor e não aos homens (Cl 3:22-23). Não devemos trabalhar por ambição.Trabalho não é tudo! Observando o sábado. explique por que o trabalho deve ser encarado com satisfação.

um privilégio. fazei tudo para a glória de Deus (I Co 10:31).CONCLUSÃO: Seja sincero consigo mesmo: Você é uma das pessoas que tem o nome na lista daqueles que sofrem com a síndrome das “famosas” segundas-feiras? Se a resposta for sim. a partir de hoje. do cuidado com animais até a física nuclear. aceite o conselho de Paulo: . Ao desenvolver o seu trabalho.. a vê-lo como uma benção de Deus. Amém! 20 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . um presente de um Deus sábio que não tem comunhão com a ociosidade e nem com a preguiça. ou façais outra coisa qualquer. quer bebais. Por isso. Comece. cuidado! Sua visão a respeito do trabalho pode estar equivocada. das tarefas domésticas à contabilidade..quer comais. não esqueça que você é um colaborador de Deus.

........ diz a Bíblia... (Gn 2:18) INTRODUÇÃO: Adão vivia num mundo maravilhoso! O jardim do Éden era um lugar de beleza indescritível! O que mais ele poderia desejar? Ali...........1 Deus...... 13 ....................... que não se achava uma ajudadora que fosse como sua outra metade (Gn 2:20).... leis....... Não é bom que o homem esteja só (Gn 2:18a) foi a 1.Gn 2:18 Segunda........... a solidão o sufocava.... TEXTO BÁSICO: Disse mais o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só.... far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea........... Gn 2:19 Terça...... deliciar-se com o burburinho das águas cristalinas dos rios que cruzavam o Éden e davam um toque a mais de beleza ao ambiente. Porém..... Adão podia apreciar a beleza das árvores agradáveis à vista........ 15 .......... que enchia o ar de romantismo? À primeira vista.... Estado ou igreja”............................. parecia que não faltava nada a Adão.com | 21 .................. sabia que............................. Gn 2:20 Quarta. que sonda os corações.................. Gn 2:25 ObjetIvO Mostrar ao estudante da palavra de Deus os propósitos e as características do primeiro casamento........ O que Deus fez? É disso que trata a lição desta semana.3 18 ABR 2009 O primeiro casamento Hinos sugeridos: BJ 11 – HA 283 / BJ 108 – CC 380 LEITURA DIÁRIA Domingo...... I.... 17 ........Gn 2:21-22 Quinta. 18 ..................... possa entender corretamente o casamento segundo o plano original de Deus.. www.......... Gn 2:24 Sábado....... ANALISANDO O RELATO BÍBLICO O trecho bíblico de Gênesis 2:18-24 ensina-nos que o casamento “nasceu no coração de Deus quando não havia ainda legisladores..... ..... Lopes (2005:24)............... 12 de abril.... .. 14.portaliap.. através desse ensino........ 16.. no peito Adão.. E o que dizer do canto dos pássaros. Gn 2:23 Sexta............... para que..

Ao invés de lhe conceder um animal. a expressão auxiliadora idônea (Gn 2:18) não sugere. Com a criação de Eva. temos muito a aprender sobre o casamento no plano original de Deus. não devemos supor uma importância menor da mulher. com o primeiro casamento. assim. Ela deve ter sido a mulher mais bela do universo.observação que Deus fez. A 2. 22 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . com uma parte do corpo de Adão. instituindo. Ela será chamada mulher porque Deus a tirou do homem (Gn 2:23). o casamento. seria um grave erro restringirmos a frase: Não é bom que o homem esteja só (Gn 2:18) ao contexto do casamento.  Wiersbe (2006:25).3 sem dúvida. pelo menos. apesar de Eva ter sido criada para Adão. três propósitos em mente.4 Além do mais. os animais passaram diante dele em pares. 1. A amizade também é um dom de Deus. Sempre! É bom frisarmos. Pouco tempo depois. capaz de compreendê-lo e ajudá-lo.2 A solidão não é boa. ele proveu a Adão uma companheira. Foi o primeiro da história humana! Analisando esse relato bíblico. quando realizou o primeiro casamento. Stott (2007:26). formou uma auxiliadora à altura dele (Gn 2:18). 3. talvez. 4. Deus queria proporcionar amor mútuo. O casamento foi a forma que Deus usou para resolver o problema da solidão humana. com o primeiro casamento. Eles pertenciam um ao outro e foram feitos para se amarem mutuamente. Feita pelas mãos do próprio Deus! Esculpida por ele. Em terceiro lugar. A mulher foi o presente de Deus para o homem. Adão tenha se perguntado: “Por que eu não tenho uma companheira?”. em hipótese alguma. Deus. descobertas. lemos que Deus trouxe todos os animais diante de Adão para que ele pudesse nomeá-los. Nos versículos 19 e 20 de Gênesis 2. Segundo Wiersbe. aqui. Os propósitos do primeiro casamento: Deus tinha. capítulo 11. Deus queria oferecer companhia adequada para o homem. Em primeiro lugar. sentido de inferioridade. Adão deve ter ficado boquiaberto com a beleza estonteante de Eva. Deus deu a Adão alguém com quem se relacionar.  Grudem (1999:379). resolver o problema da solidão. e. Ela foi feita dele. que. em segundo lugar. como lemos em I Coríntios. conversar. Além de resolver o problema da solidão. “mas sim que existe uma diferença de papéis desde o início”. dividir alegrias. Diante dela. Vejamos na sequência. para ele. Entretanto. Adão declama o primeiro poema de amor da história: Agora sim! Esta é carne da minha carne e ossos dos meus ossos. etc. versículo 9. Deus nos fez seres sociais.

6. o casamento deve ser uma união monogâmica.deixará o homem seu pai e sua mãe. Pois bem. depois de analisar os propósitos. Deus criou um homem e uma mulher. Tanto a “poligamia” (um homem com várias mulheres) quanto a “poliandria” (uma mulher com vários homens) estão fora do padrão de Deus para o casamento.6 Em terceiro lugar. Em segundo lugar. Foi por causa da dureza dos corações.  Lopes (2005:28). Em Gênesis 2:24. é bom relembrarmos sua base bíblica. o casamento deve ser uma união heterossexual. capítulo 2. versículo 24. passa a ser o outro. 7. Em quarto lugar. Rm 1:26-28). www. A palavra “unir”.. agora. em uma ou duas situações bem definidas. As características do primeiro casamento: Com o crescente ataque que o casamento tem sofrido nos nossos dias.  Kemp (2005:76). Em primeiro lugar. Apesar de a Bíblia permitir o divórcio. no plano original de Deus. o casamento deve ser uma união indissolúvel. mostra que a prioridade de um. diz 5.com | 23 . Dt 23:17-18. ambas as palavras estão no singular. Um casal dividido entre o casamento e os pais terá problemas sérios. O casamento tem que durar por toda a vida. a analisar as características do casamento. Com base em Gênesis. O texto diz: . O relato bíblico diz: unir-se-á à sua mulher . significa cimentar. 7 O casamento deve ser para sempre! (Mt 19:6b). ele continua sendo uma coisa horrenda aos olhos de Deus: Eu odeio o divórcio. passemos. É bom ponderarmos que o texto não ensina o casal a ignorar ou descuidar dos pais. mas no princípio não foi assim (Mt 19:8).portaliap. Apesar de a sociedade atual fazer apologia do divórcio.  Santos (2006:42). 2. porém. é um homem e uma mulher. Esse texto é bem claro: O casamento é a união entre um homem e uma mulher. O homossexualismo desonra e distorce os planos de Deus para a humanidade5 e é claramente condenado e reprovado nas Escrituras (Lv 18:22-29. o casamento deve ser uma união exclusiva. não podemos confundir “permitir” com “aprovar”. com o casamento. no hebraico..diferença entre os homens e as mulheres está nos papéis e não na importância. veremos seis características bíblicas desse relacionamento. O marido tem de viver para a esposa e a esposa para o marido. Ambos são iguais para Deus.

Com base no primeiro parágrafo do comentário anterior. comente o que ensina o trecho bíblico de Gn 2:18-24.o Senhor (Ml 2:16 – NVI). O versículo encerra-se da seguinte forma: . O que. exclusivo. é proibido.. homem e mulher precisam deixar os pais. Pois bem. como vimos neste segundo item. 2.  Lopes (2005:107). com base em Gênesis 2:24. agora. público e físico.e serão os dois uma só carne (Gn 2:24). monogâmico. “Deus planejou que os laços matrimoniais deveriam ser terminantemente indissolúveis”. A expressão uma só carne se refere à união sexual e revela a pureza e a santidade do sexo dentro do casamento. na seqüência deste estudo. o casamento deve ser uma união pública. Ao casarem. 9. O divórcio é a apostasia do amor.  Pfeiffer (1986:8). os amigos. Vejamos. todos devem saber o que está acontecendo. explique os propósitos que Deus tinha em mente quando realizou o primeiro casamento. O perdão ainda continua sendo a melhor saída. o casamento deve ser uma união física . é ordenado! Não vos priveis um ao outro (I Co 7:5). o casamento deve ser: Heterosse xual. Esse “deixar” que o texto apresenta também indica uma ocasião social e pública.9 Em quinto lugar. a sociedade.8 Não existe divórcio sem dor. 1. alguns cuidados que devemos tomar no casamento. para os solteiros. 8. Em sexto e último lugar. indissolúvel. sem sofrimento. Com base no item 1 do comentário anterior. A família.. 24 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . para os casados.

a união precisa ser mostrada. Deus proveu para Adão uma companheira para colaborar com ele. No casamento segundo o plano original de Deus.com | 25 . Como já mencionamos no comentário anterior. O casamento é regado por intrigas e discussões. um dos propósitos de Deus com o casamento é oferecer companhia adequada. comente sobre as três primeiras: Heterossexual. ser uma só carne. desde que isso aconteceu. Mas não se engane. a união precisa ser mostrada? www. Com base em Gn 2:24 e na primeira aplicação. Com base no item 2 do comentário anterior. pública e física”. a união precisa ser mostrada. o Senhor ordena benção e vida para sempre (Sl 133:3). II.portaliap. explique a seguinte afirmação: “O casamento deve ser uma união indissolúvel. LIÇÕES PARA VIVER 1. mas a vontade de Deus não mudou. no casamento segundo o plano original de Deus.3. 4. no casamento segundo o plano original de Deus. viver em comunhão. num campo de batalha. Milhares de anos se passaram. Onde há união. Junto. que trata das “seis” características do casamento no plano original de Deus. responda: Por que. monogâmico e exclusivo. Ainda com base no item 2 do comentário anterior. 5. o casal é mais forte! É triste constatar que alguns casais vivem em pé de guerra.

2. No casamento segundo o plano original de Deus, a aliança precisa ser mantida. Hoje em dia, está cada vez mais fácil casar e cada vez mais difícil manter o casamento. A aliança feita, no dia do casamento, de amar e respeitar, na doença e na saúde, na riqueza e na pobreza, na prosperidade e na adversidade, até que a morte os separe, é quebrada com frequência, na nossa sociedade. Em alguns países, 50% dos casamentos terminam em divórcio.10 Porém, no casamento segundo o padrão de Deus, a aliança deve ser mantida. Nenhum homem pode separar o que Deus ajuntou (Mt 19:6). Se o seu casamento está por um fio, lembre-se: O perdão continua sendo melhor caminho.

6. Com base em Mt 19:6 e na segunda aplicação, responda: Por que, no casamento segundo o plano original de Deus, a aliança precisa ser mantida?

3. No casamento segundo o plano original de Deus, o amor precisa ser cultivado. Deus fez a mulher de uma parte do homem (Gn 2:21) para nos ensinar que, dentro do casamento, tanto a esposa é incompleta sem o esposo quanto o esposo é incompleto sem a esposa. Os dois foram feitos para amar-se mutuamente. Por isso, dentro do casamento, o amor precisa ser cultivado. Só o verdadeiro amor supera as crises! Só o verdadeiro amor não naufraga diante das tempestades: As muitas águas não podem apagar este amor, nem os rios afogá-lo (Ct 8:7). Paulo disse que os maridos devem amar suas esposas como partes de si próprios, e concluiu: Ninguém odeia o seu próprio corpo, mas dele cuida com todo amor (Ef 5:29). Cultivemos o amor!

10.  Lopes (2005:98).

26 |

Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009

7. Com base em Ct 8:6-7 e na terceira aplicação, responda: Por que, no casamento segundo o plano original de Deus, o amor precisa ser cultivado?

CONCLUSÃO: Você conhece alguém que está com o seu casamento abalado pelas muitas águas, que, constantemente, insistem em apagar o verdadeiro amor? Alguém que está com o seu casamento fora daquele que é o plano original de Deus para essa união? Se a resposta for sim, diante de tudo o que você acabou de estudar, não deixe de orar por esse casal. Se for o caso, visite-o, fale sobre os propósitos, as características e os cuidados do casamento segundo o plano original de Deus. Quem sabe Deus não pode usar você como facilitador para ajudar esse casal! Entretanto, se o problema é com você, chame o seu cônjuge, conversem, orem, reafirmem sua aliança entre vocês mesmos e com Deus. Faça isso o quanto antes!

www.portaliap.com

| 27

4
25 ABR 2009

O paraíso perdido
Hinos sugeridos: BJ 125 – CC 187 / BJ 295 – CC 239

LEITURA DIÁRIA
Domingo, 19 de abril. ..................Gn 2:16-17 Segunda, 20 ........................................... Gn 3:1-4 Terça, 21.................................................... Gn 3:4-8 Quarta, 22 .............................................Gn 3:9-12 Quinta, 23...........................................Gn 3:13-16 Sexta, 24 ..............................................Gn 3:17-20 Sábado, 25 .........................................Gn 3:21-24

ObjetIvO
Levar o estudante da Bíblia a refletir sobre o pecado de Adão e sua mulher e sobre os terríveis resultados que ele trouxe a toda raça humana e mostra, também, que a única esperança para humanidade é Jesus Cristo.

TEXTO BÁSICO: Então, a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis. Porque Deus sabe que no dia em que comerdes desse fruto, os vossos olhos se abrirão, e sereis como Deus, conhecendo o bem e o mal. (Gn 3:4-5) INTRODUÇÃO: Quando Deus terminou a criação, após seis dias de intenso trabalho, viu que tudo o que havia feito era muito bom (Gn 1:31). Ele e sua obra estavam em total harmonia. Sendo obra prima da criação, Adão e sua mulher viviam em um paraíso, um lugar de delícias,1 onde não havia morte, dor e nem tristeza. O mundo era maravilhoso! Hoje, porém, ao olharmos em nossa volta, logo notamos que tudo está diferente. O que aconteceu? É o que veremos nesta lição, que se baseia no terceiro capítulo de Gênesis. Nela, veremos como se deu a entrada do pecado no mundo, suas conseqüências e a esperança que temos em Cristo.

I. ANALISANDO O RELATO BÍBLICO
O ser humano foi criado livre e com todo o direito de fazer suas escolhas. Tanto isso é verdade que Deus disse: De toda árvore do jardim comerás
1. Hoff (2003:27).

28 |

Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009

Além de conversar com o tentador. E. 4. no céu. O Senhor queria que Adão e Eva o amassem de forma livre e espontânea. manipula a palavra de Deus. com o propósito de lançar dúvida: É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim? (Gn 3:1). em terceiro lugar. Ele. ao comerem do fruto proibido. e acrescentou a expressão “nem tocareis nele”. Em primeiro lugar. da ordem divina. seriam como Deus. foi a soberba de querer ser igual a Deus e de se tornar independente do Senhor (Is 14:12-14. o resultado e a esperança. mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás. O disfarce perfeito! Satanás usou exatamente este animal para tentar o ser humano. a palavra “livremente”. afirmando: É certo que não morrereis (Gn 3:4). a serpente. ao dizer à mulher que. A proposta sedutora da serpente: A Bíblia começa informando que a serpente era o animal mais sagaz (hb. A presa havia mordido a isca! Em segundo lugar. questiona a palavra de Deus.  Wiersbe (2006:35). Kidner (1985: 63).  Pfeiffer (1986:9). certamente morrerás (Gn 2:16-17). Esse foi o golpe final e fatal. Foi o que ele sempre tentou implantar no ser humano. Leia versos 1 a 5 de Gênesis 3 e observe os passos dado pela serpente. o que já é muito perigoso. fazendo uma pergunta maliciosa e alterando o mandamento. sutil. Ez 28:15-17). não como robôs programados. www.com | 29 . vamos analisar quatro elementos do relato de Gênesis 3: a proposta. por isso. O teste foi inevitável! Para entendermos isso melhor. Perceba que a essência da rebelião de Lúcifer. esperto2 (Gn 3:1).. arum). no dia em que dela comeres. ainda hoje. Repare que Eva subtraiu.portaliap.. conhecedores do bem e do mal (Gn 3:5). a escolha. 3. astuto. contradiz a palavra de Deus. lhes deu opções. ele próprio é identificado como o grande dragão. Em Ap 12:9. Sua proposta instigava o ego e sugeria rebeldia. porque.) o sedutor de todo o mundo (grifo nosso). com suas sutilezas e estratégias.livremente. 2. isto é. a serpente. a serpente. 1. lançando sedução ao coração humano.4 Eva parece gosta da conversa. A resposta de Eva mostrou que ela estava seguindo o exemplo de Satanás e alterando a Palavra de Deus3 (compare Gn 2:16-17 com 3:2-3). a antiga serpente (. O relato da primeira tentação tem muito a nos ensinar sobre seu método. tem levado muitos à derrota.

O resultado desastroso do pecado: O que aconteceu? Imediatamente.6 3. parecidos com a serpente. A escolha equivocada do homem: Só Deus é autossuficiente. compare esse versículo com I João 2:16 e observe que há três áreas em que a tentação atua: a concupiscência da carne (boa para se comer).  Wiersbe (2006:36). agradável aos olhos e árvore desejável para dar entendimento. Por isso.16) e luz (I Jo 1:5).  Harris (1998:1173). 8.2. Eva foi induzida ao pecado. “Adão fez uma escolha. Os demais seres dependem dele como criador e sustentador. Adão e Eva foram expulsos do paraíso e condenados à morte física e espiritual. a concupiscência dos olhos (agradável aos olhos) e a soberba da vida (desejável para dar entendimento). a mulher e o homem pelo pecado (Gn 3:14-19). os olhos dos dois se abriram. Deus puniu a serpente. Além disso. A provável indagação era “por que deveriam permanecer naquela situação humilhante de dependência e subordinação? Por que não declaravam sua independência a se tornavam iguais a Deus? Eles não iriam morrer. Warren Wiersbe8 comenta que o amor de Deus pelo pecador jamais elimina sua abominação santa pelo pecado. inclusive o ser humano. O termo nus (hb. Também aprendemos que. arumim) tem a mesma raiz da palavra arum (qualidade da serpente em Gn 3:1). 6. diante do outro e de Deus. perceberem que estavam. Agora.  Stott (2007:32). e eles perceberam que estavam nus (Gn 3:7). ao perceberem o erro absurdo que cometeram. Adão pecou conscientemente (I Tm 2:14). de certa forma. sentiram vergonha de si mesmos.5 Assim. Foi contra esse princípio que a serpente levaria Adão e Eva a se rebelarem.7 Aprendemos com isso que a nudez deles era muito mais do que física: era. eles duvidaram da bondade e da sinceridade de Deus e escolheram acreditar no tentador. e ele comeu.  Wiersbe (2006:38). porém. Deixaram de ser livres e 5. O autor de Gênesis (3:6) diz o seguinte: Vendo a mulher que a árvore era boa para se comer. sentiram-se culpados. pois ele é amor (I Jo 4:8. espiritual. a escolha errada. 7. e a humanidade tem sofrido desde então”. ao contrário. também. 30 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . O Deus santo trata do pecado visando ao bem do pecador e à glória de seu nome. envergonhados e separados de Deus. tomou-lhe do fruto e comeu e deu também ao marido. De fato. se tornariam como Deus”.

passaram a ser escravos do pecado. Por isso. É a primeira vez que aparece. 10. Esse ato já era prenúncio do que Cristo faria pelos pecadores. encontramos outro ato gracioso de Deus: fez roupas de pele e com elas vestiu Adão e a sua mulher. os seus descendentes já nasceram com a natureza decaída. em que Deus promete que. 1. provavelmente. Sabemos que. A seguir. Após ler o item 1 do comentário e Gn 3:1-5. chamou sua mulher de Eva. por isso. na Bíblia. I Tm 2:14 e comente a escolha equivoca do homem. a promessa do Salvador. Essa promessa é conhecida como proto-evangelho9. nasceria aquele que esmagaria a cabeça da serpente. ou “primeiro evangelho”. um animal teve de morrer. A esperança graciosa do salvador: O Senhor Deus. 3:23. 4. vemos lampejos da graça divina. o cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo (Ap 13:8). Uma evidência disso é Gn 3:15. por causa do seu imenso amor.portaliap. está disposto a perdoar o pecador (Jo 3:16. porém. Gn 3:6. em toda a narrativa da queda. Leia o item 2 do comentário.  Morris (1979:48).  Bruce (2009:161). responda: O que o relato da queda do homem nos ensina sobre o método do tentador? 2. vamos considerar três lições práticas que aprendemos com o capítulo 3 de Gênesis. pois dela nasceria aquele que é a esperança de vida! No v.21. em escravidão e morte (Rm 5:12. www. a partir da mulher. Rm 5:8). vida10 (Gn 3:20). I Jo 2:15-16. Adão confiou nestas palavras e. na Cruz. não aceita o pecado. 6:23). Jesus é a única esperança. isto é. por causa de sua perfeita santidade. 9.com | 31 . para providenciar a pele.

32 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . Portanto. e nos dá meios suficientes para vencermos (Ef 6:10-18. após terem cometido o pecado? Quais foram as conseqüências para toda a humanidade? 4. a promessa e a esperança do salvador? II. responda: Como encontramos. nos seduzindo ao pecado. Porém. LIÇÕES PARA VIVER 1. Após ler Gn 3:9. Leia a primeira aplicação.20-21. não podemos ser ignorantes quanto às estratégias e os métodos do tentador. no capítulo 3 de Gênesis. I Co 10:11-13 e responda: Por que a história do paraíso perdido nos mostra a realidade da tentação? 11. Com base em Gn 3:7-19 e no item 3 do comentário. II Co 10:4-5).  Lutzer (2003:15-17).3. Mas é possível vencer as tentações! Deus nunca permite sermos tentados além de nossas forças (1Co 10:13). A história do paraíso perdido nos mostra a realidade da tentação. a tentação acontece com a permissão de Deus e ele tem propósitos nisto: testar nossa lealdade e desenvolver nosso caráter11. Ele sempre age em nossos pontos fracos.15. nenhum ser humano está livre da tentação. 5. responda: O que aconteceu com Adão e Eva. Assim como o primeiro casal foi tentado pelo diabo no princípio.

parecia coisa trivial. e pelas suas pisaduras fomos sarados (Is 53:5).portaliap. os resultados foram catastróficos. Portanto. Leia a terceira aplicação. Is 53:4-5. É por isso que carecemos de um salvador. Por ser a morte. então. Quando Adão e Eva pecaram. isso não foi suficiente! Ainda assim. A história do paraíso perdido nos mostra a carência de salvação. Que maravilhoso salvador! 7.2.com | 33 . Gn 3:7-8. o preço pelo pecado. não se engane: não brinque com pecado! (Is 59:1-2. Note que o primeiro pecado não parecia muito sério. 6. Tg 1:15). Jo 8:34. Isso nos mostra a incapacidade dos recursos humanos em salvar a si mesmo. fizeram aventais de folhas de figueira para cobrir sua culpa e sua vergonha. Mas o pecado nunca é sem preço e seu custo é caro demais. Leia a segunda aplicação. se esconderam de Deus (Gn 3:7-8). porém. Cristo morreu em nosso lugar. e responda: Por que a história do paraíso perdido nos mostra a gravidade do pecado? 3. O pecado é grave porque tem seu início na rebelião e na ingratidão. O relato da queda do homem é também um alerta sobre a gravidade do pecado. Jo 8:34. o castigo que nos traz a paz estava sobre ele. Tg 1:15. Hb 9:22. o perdão por nossa culpa só é obtido através da morte de um inocente em sacrifício (Hb 9:22. Rm 3:23.21. enquanto mantém nossa mente afastada de suas consequências. A história do paraíso perdido nos mostra a gravidade do pecado. porém. Jo 1:29). seu fim é sempre a morte. e responda: Por que a história do paraíso perdido nos mostra a carência de salvação? www. O tentador enfatiza o prazer momentâneo do pecado. porque o salário do pecado é a morte (Rm 3:23).

no uso de seu livre arbítrio. foi expulso do paraíso e condenado à morte. que o ser humano foi criado para viver eternamente feliz. 34 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . assim também a morte passou a todos os homens. como alguns supõem. o que trouxe terríveis consequências a toda a raça humana. porém. Esse relato não é um mito. e pelo pecado. e. Cristo é a nossa única esperança! Ele é o caminho de volta ao paraíso. tentando mascarar a realidade de que. escolheu rebelar-se contra o Criador. hoje. por isso. de forma correta. Essa verdade é fundamental para entendermos. o evangelho.CONCLUSÃO: Estudamos. a morte. porque todos pecaram (Rm 5:12). assim como por um só homem entrou o pecado no mundo.

.... Agradou-se o SENHOR de Abel e de sua oferta........ aceitou com agrado Abel e sua oferta.......... trouxe das primícias do seu rebanho e da gordura deste..................... Então............. nós também encontramos o primeiro relato bíblico de um ato de adoração na história da www....... 26 de abril.. ANALISANDO O RELATO BÍBLICO O capítulo 4 de Gênesis conta a história de Caim e Abel..portaliap................. apresentou uma oferta ao Senhor.. filhos de Adão e Eva........................ a sua maneira. Nesse capítulo... Gn 4:5-7 Terça. que..com | 35 .... .............Gn 4:11-14 Quinta. 2.... vamos ao estudo! I............... 27 ..Gn 4:8-10 Quarta........ 1....Gn 4:25-26 ObjetIvO Mostrar ao estudante da Bíblia Sagrada que uma oferta que agrada ao Senhor é marcada pela voluntariedade............ por sua vez............. (Gn 4:3-4) INTRODUÇÃO: Os irmãos Caim e Abel já nasceram fora do paraíso.. pela qualidade e pela sinceridade TEXTO BÁSICO: Aconteceu que no fim de uns tempos trouxe Caim do fruto da terra uma oferta ao SENHOR.5 2 mAI 2009 Uma oferta ao Senhor Hinos sugeridos: BJ 315 – CC 296 / BJ 151 – HC 5 LEITURA DIÁRIA Domingo.. Caim matou seu próprio irmão! O intrigante é que tudo começou quando cada um....Gn 4:19-24 Sábado..... 29 ............................Gn 4:1-4 Segunda... com a natureza pecaminosa........ por sua vez...... os primeiros bebês nascidos no mundo..... que tem muito a nos ensinar sobre a maneira correta de nos aproximarmos de Deus....... 30........................ 28..Gn 4:15-18 Sexta. Abel... Mas por que Deus aceitou uma oferta e rejeitou a outra? É isso que veremos na lição de hoje....... ......... mas não aceitou Caim e sua oferta (Gn 4:3-4 – NVI)...... e protagonizaram uma das histórias mais triste de todo relato bíblico.............

“sopro”. Deve ter dito para eles que eram privilegiados por poderem trabalhar. Alguns comentaristas chegam a sugerir que o nome pode também significar “fraqueza” ou “vaidade”.2 Os dois significados podem ser verdadeiros. Ao passar os dias. 36 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . O nome desse segundo filho deriva-se de um vocábulo hebraico que quer dizer “sopro” ou “vapor”. até anos se passaram e Eva deu à luz novamente: Tornou a dar a luz. Eva deve ter se alegrado com nascimento de seu primeiro filho. quem sabe.  Allen (1987:187). “adquirido do Senhor”. E ela pôs nele o nome de Caim (Gn 4:1 – NTLH). as mais “bonitas” ofertas externas tornam-se inaceitáveis para Deus. Os dois escolheram boas profissões! Sem dúvida alguma. Preparar a terra. os meses e. tracemos um paralelo entre os dois filhos de Adão e Eva e entre as atitudes deles com relação à oferta que apresentaram a Deus. Adão deve ter ensinado para os seus filhos a importância do trabalho.1 Pena que ele foi uma grande decepção para seus pais. Então. Não sabemos se esse era o objetivo de Adão e Eva. Por isso.enchei a terra (Gn 1:28) e eles obedeceram gerando filhos e filhas (Gn 5:4). 2. tornou-se pastor de ovelhas. 3. semear e fazer colheitas eram as coisas que mais gostava de fazer.  Wiersbe (2006:42). eles tinham necessidade de aproximar de Deus e adorá-lo. ao estudarmos um pouco mais sobre esse relato. Abel.humanidade. Caim se tornou lavrador da terra. Para entendermos isso de forma mais clara. ficava cada vez mais evidente que cada um tinha suas próprias habilidades e interesses distintos. 1. Os dois filhos: Deus ordenou a Adão e Eva: . o caçula. Certamente.. veremos que. nos lembra que a vida é breve. 1. O primogênito do casal foi Caim (Gn 4:1). Caim.3 Apesar de serem irmãos. Apesar de Deus ter multiplicado grandemente o sofrimento na gravidez e no parto (Gn 3:16). tive um filho homem. como ele próprio fazia (Gn 2:15). Ela exclamou: Com a ajuda de Deus. sem uma atitude interior correta. Pois bem.. eles eram bem diferentes um do outro. seus pais haviam lhes ensinado sobre o Criador e sobre o valor de buscá-lo. “fraqueza” ou “vaidade”. passado o tempo. enquanto que Abel. mas os nomes desses dois irmãos lembram algumas verdades importantes. o Senhor. Ambos conheciam a Deus. O significado que mais se aproxima ao nome de Caim é “adquirido do Senhor”.  Cézar (2001:33). e teve Abel (Gn 4:2). Os dias. nos lembra que a vida vem de Deus. Seu prazer era cuidar do rebanho (Gn 4:1-2). “vapor”.

diferentemente de Abel. quem sabe. Caim não foi rejeitado por causa da oferta que escolheu. não. Caim e Abel..  Souza & Mcgree (2007:62). aqui. isso se tornou evidente.7 Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado. mas por causa de si mesmo. Não sabemos como eles ficaram sabendo disso. “não é correto afirmar que a ausência de sangue desqualificou a oferta de Caim e qualificou o sacrifício prestado por Abel. eram aceitas por Deus.  Smith (2001:99). ó Deus (Sl 51:17). nos versículos 4 e 5 de Gênesis capítulo 4. 2. O Senhor se agradou de Abel e de sua oferta. na sentença de aprovação e reprovação de Deus. Cabe-nos. a um coração quebrantado e contrito não desprezarás. não haviam sido normatizadas. pela dádiva da fertilidade da terra e dos animais.certo dia. quando o rebanho de Abel se multiplicou. Tanto a oferta de animais como a de frutos da terra. Abel também trouxe dos primogênitos das suas ovelhas e da sua gordura (Gn 4:3-4). visto que uma envolvia morte e derramamento de sangue e a outra. 5. trouxeram uma oferta ao Senhor (Gn 4:3-4). cada um de acordo com a sua profissão. Todavia. mas a atitude com que o fizeram.8). As duas ofertas: Caim e Abel. Deus está “mais interessado” na pessoa do ofertante do que no tipo da oferta. era uma resposta de gratidão deles a Deus. www.  Cézar (2001: 34).4 Vejamos como aconteceu. Deus fez a sua escolha conhecida.com | 37 .  Allen (1987:188). 7.trouxe Caim do fruto da terra uma oferta ao Senhor. ofereceram do resultado do seu trabalho ao Senhor: . os nomes dos ofertantes aparecem antes das referências as suas ofertas. Ralph L. O texto não diz e nem deixa transparecer que essa oferta foi ordenada.. Caim despejou toda a sua ira sobre seu irmão. Eles fizeram isso voluntariamente. enquanto a colheita seguinte de Caim foi um fracasso. provavelmente. Ao se sentir rejeitado. Observe que.portaliap. mas reprovou Caim e sua oferta. ou. 6. que. e o matou (Gn 4:5. Smith diz que esse gesto. Talvez Deus tenha demonstrado sua aprovação enviando fogo do céu.5 Seja como for. até então. que “veio a Deus com atitude certa de um coração disposto a adorar e pela única maneira em que os ho- 4. uma pergunta: Por que o Senhor aceitou uma oferta e rejeitou a outra? O problema estava na oferta ou no ofertante? Muitos dizem que o problema estava na oferta. ambos.6 Isso ficou evidenciado na sua atitude posterior. Caim foi rejeitado por que a intenção do seu coração era má”. O problema não foi o que eles ofertaram.

e as do seu irmão justas (I Jo 3:11). 1. Leia os três primeiros parágrafos do item 2 do comentário anterior. e responda: Por que Caim e sua oferta foram rejeitados? 8. A essa altura.) suas obras eram más. 9. Pfeiffer & Harrison (1986:13). Jesus disse: .. e também mostra que as suas obras eram diferentes das dele: Caim (. três marcas de uma oferta que agrada ao Senhor. e aí te lembrares que teu irmão tem alguma coisa contra ti.... vamos considerar.. I Jo 3:11a. Gn 4:3-4.mens pecadores podem se aproximar do Deus santo”.8 Abel era especial! O Novo Testamento mostra que a sua fé era diferente da de Caim: Pela fé. Note que a ênfase de Cristo está no ofertante. deixa diante do altar a tua oferta. Após ler Gn 4:1-2 e o item 1 do comentário anterior. Culto e oferta só agradam a Deus quando o ofertante tem fé e obras. responda: Quais são as principais diferenças entre os dois primeiros filhos de Adão e Eva? 2. mas não é o principal. 38 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . Abel ofereceu a Deus mais excelente sacrifício do que Caim (Hb 11:4). é bom entendermos que a oferta também é importante para Deus.se trouxeres a tua oferta ao altar.. Abel foi aprovado como ofertante! E nós? Na seqüência deste estudo. Cézar (2001:34).9 o que não era o caso de Caim. pelo menos. vai primeiro reconciliar-te com teu irmão (Mt 5:23-24).) era do maligno (.

responda: Por que uma oferta que agrada ao Senhor é marcada pela voluntariedade? www. 5. Jesus disse que o Pai “procura” os verdadeiros adoradores que o adorem em espírito e em verdade (Jo 4:23). comente com a classe onde está a ênfase deste textos: nas ofertas ou nos ofertantes? O que isso nos ensina? II. versículos 1 a 5. Elas foram espontâneas! Adorar a Deus não deve ser encarado como uma obrigação penosa. ela deve brotar de um coração voluntário. I Jo 3:11b. Jr 29:13. Leia com atenção todo o texto de Gênesis capítulo 4. Mt 5:23-24. mas produtos da voluntariedade.com | 39 . Com base na primeira aplicação. um fardo pesado a se carregar. Ele “procura” e não os “obriga” a isso. LIÇÕES PARA VIVER 1. Jl 2:13. Uma oferta que agrada ao Senhor é marcada pela voluntariedade. Davi entendeu a vontade de Deus. Hb 11:4. Após ler Sl 51:17. e você vai constatar que as ofertas de Caim e Abel não são frutos de uma imposição. e tudo o que ofereceu ao Senhor foi espontaneamente e com integridade de coração (I Cr 29:17 – NVI).portaliap.3. e responda: Por que Abel e sua oferta foram aceitos? 4. Leia os dois últimos parágrafos do item 2 do comentário anterior. muito pelo contrário.

Duas ótimas ofertas! Quem olhasse de fora. talvez. Aquele que tem atitudes internas corretas. Mas diz: Caim pegou alguns produtos da terra (Gn 4:3). Uma oferta que agrada ao Senhor é marcada pela qualidade. com seus lindos frutos da terra. que tu provas os corações e que da sinceridade te agradas (I Cr 29:17). Não estamos querendo dizer que os frutos de Caim eram ruins. afinal. lhe agradará! Faça isso. Primeiro Caim: A Bíblia não diz que ele pegou as “primícias dos frutos da terra”.2. mas. há sinceridade em nosso coração? 7. porém o Senhor olha para o coração (I Sm 16:7). e Abel. que por sua vez. Entretanto. Caim..) e ofereceu as melhores partes ao Senhor (Gn 4:3-4). com o melhor dos seus rebanhos. observe o diferencial em Abel. meu Deus. seria incapaz de pensar em rejeitar uma delas. ou seja. Com base na segunda aplicação. O homem olha para o que está diante dos olhos. não fossem os melhores. responda: Por que uma oferta que agrada ao Senhor é marcada pela qualidade? 3. como também não existia uma regra que dizia que o Senhor só aceitava os “primogênitos das ovelhas”. e essa oferta. Preste atenção nos detalhes fornecidos pelo autor sagrado. os primeiros e melhores frutos. no que diz respeito às ofertas de Caim e Abel. Imagine Caim e Abel indo adorar a Deus. não havia uma regra que dizia que o Senhor aceita apenas as “primícias dos frutos da terra”.. Mas Deus não vê como vê o homem. sempre oferecerá o seu melhor ao Senhor. Deus se agradou da sinceridade de Abel e aceitou sua oferta. responda: Por que uma oferta que agrada ao Senhor é marcada pela sinceridade? 40 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . pegou o primeiro carneirinho (. 6. E quanto a nós? Quando o adoramos. Com base na terceira aplicação. Isso não desqualifica sua oferta. Uma oferta que agrada ao Senhor é marcada pela sinceridade. Davi sabia disso: Bem sei. com certeza.

que a nossa oferta seja marcada pela voluntariedade. tendo o próprio Deus aprovado as suas ofertas (Hb 11:4 – NTLH). assim como a de Abel. pela qualidade e pela sinceridade. www.com | 41 . coração compungido e contrito. pois ele é a trilha da morte! Procuremos sempre andar pelo caminho de Abel. enquanto Caim e sua oferta foram rejeitados? Que o Senhor Deus nos livre do caminho de Caim (Jd 11).CONCLUSÃO: Você conseguiu entender por que Abel e sua oferta foram aceitos. Com espírito quebrantado.portaliap. que conseguiu aprovação de Deus como homem correto. aproximemo-nos do Senhor! E.

Gn 6:13-22 Sexta.Gn 5:9-24 Terça........Gn 7:17-24 ObjetIvO Mostrar por que uma civilização foi dizimada no dilúvio....6 9 mAI 2009 A terra corrompida Hinos sugeridos: BJ 380 – CC 259 /BJ 282 – CC 279 LEITURA DIÁRIA Domingo...... fique atento..................... foi corrompida....... e que hoje.. (Gn 6:12-13 .... assim também será na vinda do Filho do homem. enquanto Noé e sua família foram poupados.........Gn 6:1-12 Quinta........ Eu os destruirei com a terra....Gn 5:25-32 Quarta............ 6 ......... 5 ..... pois esse será o assunto do estudo de hoje................. 42 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 ........ pois toda a humanidade havia corrompido a sua conduta.. 9.... Com essas palavras.. com exceção de Noé e sua família.......1 Dê uma olhada 1........ A civilização que foi destruída no dilúvio: A civilização perversa que foi dizimada pelas águas nasceu em Caim........ 4 .......... 7.............. porque a terra encheu-se de violência por causa deles...... 3 de maio.... o povo comia e bebia (.. TEXTO BÁSICO: Ao ver como a terra se corrompera........ quando toda a terra............ Pois nos dias anteriores ao dilúvio..... a história se repete e devemos.. Hoff (2003:34). Então..... dizendo: Como foi nos dias de Noé........ ANALISANDO O RELATO BÍBLICO 1....... fazer a diferença..) até o dia em que Noé entrou na arca (Mt 24:37-38)................ a exemplo de Noé........................NVI) INTRODUÇÃO: Questionado sobre seu retorno à terra e o fim do mundo..... ..... I.... 8.... Deus disse a Noé: Darei fim a todos os seres humanos............. andar com Deus............. ele confirmou que o dilúvio realmente aconteceu e nos mostrou o valor de estudarmos aqueles “dias anteriores ao dilúvio”. Jesus citou vários sinais que iriam acontecer e concluiu..... e pregar a palavra..Gn 5:1-8 Segunda... .....Gn 7:1-16 Sábado.........

Assim. de sua descendência. entre os quais se destaca Enoque. Entretanto.com | 43 .  Morris (1979:55). Caim fundou. a arte. uma cidade. que fez instrumentos cortantes de ferro e cobre. Essa é a civilização mais antiga de que se tem notícia!2 Mas. Como um câncer.3 À medida que o ser humano desenvolvia-se. Nesse texto. já que Abel estava morto e Caim estava longe de Senhor.em Gênesis 4:16-24. a ciência. Sete surge em uma linhagem piedosa. Por isso.5 Já não havia mais nenhuma diferença entre eles. a condição moral. pois Deus o havia arrebatado (Gn 5:24). infelizmente. era moralmente um fracasso. Seriam esses casamentos de anjos com seres humanos? Certamente. A conclusão bíblica é esta: A terra. mais notável era o progresso do pecado. quando os “filhos de Deus” se casaram com as “filhas dos homens”. a pecuária.  Morris (1979:62). mas era longe da presença do Senhor (v. e a esperança ressurgiu! Nasceu Sete. Desse modo. continuava extremante decadente. ao se casarem com mulheres ímpias e descendentes de Caim. Conforme vemos no capítulo 5. e.16). e essa situação se agrava no capítulo 6 de Gênesis.  Wiersbe (2006:51). o pai dos que habitam em tendas e criam gado. ele se mudou para um lugar chamado “Node”. composta de homens santos. Era uma sociedade que tinha tudo. porém. vemos que. estabeleceram-se duas linhagens: A linhagem maligna de Caim e a linhagem piedosa de Sete.portaliap. 5. o pecado atingiu o seu grau máximo e a maldade se alastrou por toda terra. esta2. porém. construída longe de Deus e independente dele. e Tubalcaim. Nasceram também Jubal. a construção. www. Então. etc. Por certo tempo. não!4 O sentido indicado pelo contexto é a corrupção dos descendentes de Sete. 4. surgiam. o Criador concedeu a Adão e Eva outro filho. o mal se alastrava. era um sucesso em proezas e realizações. ali. o inventor de instrumentos musicais. que não era distante geograficamente. nasceu Jabal. após matar seu irmão.  Kidner (1985:73). já não foi mais encontrado. que substituiu Abel na verdadeira adoração. a indústria. pela promiscuidade e pela devassidão (Gn 4:24-25). A promessa de um salvador (Gn 3:15) parecia não fazer mais sentido. que andou com Deus e então. Deus é soberano! Ele tudo pode e nenhum dos teus planos é frustrado (Jó 42:2). ela é marcada pela violência e pela lei do mais forte. Todavia. em todo mundo. 3. de forma embrionária. a política (devido à cidade).

2. 7. Noé obedeceu a todas as orientações dadas por Deus. o Senhor decidiu: Destruirei. O dilúvio que destruiu aquela civilização: É impossível tratar sobre dilúvio sem mencionar Noé.9 Isso significa que.  Whitcomb (:95). ela tinha grande capacidade de carga e de flutuação.7 Hoje. 10. 22. encontrou graça aos olhos do Senhor (Gn 6:8).va corrompida diante da face de Deus. considerando os três andares que possuía. (v. às medidas e à construção. “apagar”. Qual o segredo de Noé? A resposta é simples e magnífica: Ele andava com Deus (Gn 6:9b). De acordo com Dr. quando avisado a 6. e encheu-se a terra de violência (v. Mas com você eu vou fazer uma aliança (Gn 6:17-18 – NTLH). Ele recebeu uma missão: deveria fazer uma grande arca. literalmente. quando viesse o dilúvio. Ele brilhou como um farol em meio às trevas! Em meio àquela civilização corrompida.. ele era diferente e. na arca. a fim de destruir tudo o que tem vida (. “Que tipo de pessoa era Noé? Ele era o tipo de pessoa que você e eu devemos ser ao viver em nosso mundo de hoje”.). o Senhor lhe disse: Vou mandar um dilúvio para cobrir a terra.000 animais e alimento para todos.5m de altura. Note que tudo foi construído longe do mar e num tempo que ainda não chovia (Gn 2:5-6). relacionadas ao material. ele e sua família estivessem seguros e também fossem salvas todas as espécies de animais que pudessem se afogar nas águas. A expressão “destruirei” significa.  Wiersbe (2006:54). Como isso aconteceu? É o que veremos a seguir. ela tinha o tamanho suficiente para abrigar o conteúdo de 522 vagões ferroviários modernos.5 m de largura e 13.10 ainda sobraria espaço para os seres humanos que se convertessem. 9.  Allen (1987:196). A obra era monumental! A arca media 135m de comprimento.11). por isso. de sobre a face da terra. “O cenário para o dilúvio estava pronto”. pois ele se destacava em meio à depravação total de sua sociedade..7). como lemos na Bíblia Viva: Isto cortou o coração dele!..8 Sua história pode ser resumida em poucas palavras: era homem justo e íntegro entre os seus contemporâneos (Gn 6:9a). Henry Morris.. Devido a seu fundo achatado. 8. diríamos que Deus queria “deletar” aquela civilização maldita. 44 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 .  Stott (2007:40).6 Então. O escritor de Hebreus diz o seguinte: Pela fé Noé. ou. para que.  Wiersbe (2006:56). havia espaço para mais de 120. como se faz com a borracha ou apagador. Certa vez.

Noé escutou todo tipo de deboches e críticas.com | 45 . 5:1. mas. exceto Noé e sua família. mais uma vez. Mas ele não deu ouvido. hoje? Nós também vivemos numa terra corrompida.portaliap. Por isso.11 Certamente. Este foi o juízo de Deus para aquela civilização perversa. movido por santo temor. e precisamos seguir o exemplo de Noé. Quando ele terminou. era tarde demais. todos os seres humanos. Com base em Gn 4:25-26. Ele já havia dado mais de um século para que os pecadores se arrependessem. responda: A partir de quem nasce aquela civilização que foi destruída pelo dilúvio? Como ela se desenvolveu e qual é a semelhança com a geração dos nossos dias? 2. comente a diferença entre a linhagem piedosa de Sete e linhagem maligna de Caim. prestes a ser destruída.24. consideraremos três lições práticas que aprendemos com ele. obedeceu a Deus. Seus contemporâneos devem ter achado tudo uma grande piada. a seguir. agora. Deus falou para que ele. o Senhor fechou a porta da arca e abriu a comporta do céu! Todas as fontes do abismo jorravam águas e houve copiosa chuva sobre a terra durante quarenta dias e quarenta noites (Gn 7:11-12). Quando essa diferença deixou de existir? Como isso contribuiu para o dilúvio? 11. www. no quintal de sua casa. construiu uma arca para salvar sua família (Hb 11:7 – NVI). 1. 6:1-3. Após ler a primeira parte do comentário e Gn 4:16-24. Então. obedeceu. Ele. Noé passou anos construindo um barco enorme. sua família e os animais entrassem na arca. foram exterminados da face da terra. afinal. simplesmente.respeito de coisas que ainda não se viam. E quanto a nós.  Stott (2007:41). Assim. sob um céu azul e límpido.

Noé escolheu manter-se fiel. Portanto. O tempo em que vivemos não é diferente. II. não podemos nos conformar com este mundo (Rm 12:1-2). Ele remou contra a maré e fez a diferença em sua geração. A exemplo de Noé. devemos fazer a diferença. Após ler a segunda parte do comentário e ainda Gn 6:13-22. Noé era um homem justo e integro (Gn 6:9). Rm 12:1-2. Leia a primeira aplicação. O que é ser justo? É ser um pecador em dia com Deus! O que é ser integro? É ser irrepre ensível no caráter e correto diante dos homens. Leia Gn 6:5-12 e responda: Como estava a terra nos dias que antecederam o dilúvio? Sabemos que Noé era diferente. Que tipo de pessoa era ele? Qual era o seu segredo? 4. Mt 5:13-16 e responda: O que significa “fazer a diferença” em uma terra corrompida? 46 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . Jesus espera que sejamos sal e luz em nossos dias (Mt 5:13-16). 5. Embora os demais descendentes de Sete tivessem se misturado com os descendentes de Caim e se corrompessem.3. LIÇÕES PARA VIVER 1. comente sobre a arca e também sobre o dilúvio que destruiu aquela civilização perversa. Gn 6:9a. 7:6-7 e 16-17.

pregar o evangelho (Mt 28:19. Somos pregadores da justiça. comente o que significa dizer que “somos pregadores da justiça no século XXI”. 6. Gn 6:9b e Am 3:3.andarão dois juntos. fruto de uma escolha. Após ler a segunda aplicação. Revista Ultimato (2007). Noé foi considerado perfeito no meio da sua geração. devemos andar com Deus. Trata-se de um processo de comunhão e amizade com o Senhor.portaliap. comente o que significa “andar com Deus” em nossos dias. agora. em condições semelhantes às de Noé? Por que devemos andar com Deus? Porque é só em sua companhia que podemos ser justos em uma terra corrompida. Amá-lo significava ouvir. e cabe-nos. 3:3-7.13 Nos dias de Noé. devemos pregar a palavra. www. Assim diz o profeta: . A exemplo de Noé. será destruído com fogo (II Pe 3:3-7). Conhecer a Deus significava amá-lo. De acordo com um artigo da revista Ultimato.12 Não vivemos.. O apóstolo Pedro chamou Noé de “pregador de justiça” (II Pe 2:5) ou aquele que anunciou que todos deveriam obedecer a Deus (NTLH). Mt 24:12- 14 e Mc 16:15. Mc 16:15). no século 21. hoje. o mundo foi destruído com água. e não podemos nos calar. Andar com Deus signifi ca andar na mesma direção de Deus.2.com | 47 . por meio da construção da arca (levava Deus a sério) e por meio da palavra (não se calava)”. hoje. 12. Andar com Deus “significava conhecê-lo. se não houver entre eles acordo? (Am 3:3). Com base na terceira aplicação e ainda em II Pe 2:5.. Spangler (2004:38). Ouvir.. 13. a pregação de Noé era tríplice: “. 7. ele pregava por meio de seu estilo de vida (era justo e íntegro). mas.. obedecer”. 3. A exemplo de Noé. Qual era o seu segredo? Ele andava com Deus (Gn 6:9).

.assim como foi nos dias de Noé. nestes dias que restam. Notemos o aviso do Mestre. uma evidente mensagem de alerta para o mundo de hoje. e preguemos a palavra. também será a vinda do Filho do Homem (Mt 24:37). também. a exemplo de Noé. andemos com Deus.CONCLUSÃO: O relato do dilúvio não é simplesmente um fato histórico. antes do juízo final.. Que. que está tão cheio de violência e perversidade e tão sujeito ao castigo de Deus como o mundo em que viveu Noé. denunciou a maldade e o desinteresse da geração dos últimos dias pela palavra: . em seu sermão profético. é. que. façamos a diferença. 48 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 .

............... 10 de maio............ 14. e aquietaram-se as águas....... ......... 13 ................. a partir do exemplo de Noé..... essa medida extrema só foi adotada por Deus tê-la considerado necessária.................Gn 9:20-29 Sábado.. com certeza...........Gn 8:15-22 Quarta. A Edição Revista e Corrigida da Bíblia emprega os seguintes títulos para dividi-los: as águas do dilúvio diminuem (8:1-6).. 12.. Gn 9:1-7 Quinta..............Gn 8:1-5 Segunda.... o próprio Deus declarou que a terra estava cheia de violência (Gn 6:13).... 11 ........com | 49 ..... que um novo começo requer paciência.................7 16 mAI 2009 Um novo começo Hinos sugeridos: BJ 224 – HC 58 / BJ 225 – CC 278 LEITURA DIÁRIA Domingo.. 16 ........ obediência e prudência. I............... TEXTO BÁSICO: E a lembrou-se Deus de Noé. e de todo animal............. e Deus fez passar um vento sobre a terra......Gn 8:4-14 Terça. A presente lição trata desse novo começo............. “Noé www.Gn 9:8-19 Sexta.. os quais Deus preservou da destruição...... .portaliap.. seus três filhos e as mulheres dos seus três filhos........................... e de toda rês que com ele estava na arca........ 15 ........ Porém......... (Gn 8:1) INTRODUÇÃO: O dilúvio foi uma grande catástrofe........................Gn 10 ObjetIvO Mostrar ao estudante da palavra de Deus. ANALISANDO O RELATO BÍBLICO A base bíblica da lição de hoje gira em torno dos capítulos 8 e 9 do livro de Gênesis... Aliás....... decidiu exterminar os seus moradores e começar uma nova geração. marcada pela destruição daqueles que viviam em pecado e desobediência (Gn 6:5-7).......... Então... sua esposa... Fizeram parte desse novo começo da história humana oito pessoas: Noé.... por terem sido achados justos diante dele....

a morte é opção escolhida pelo ímpio (Rm 1:21. o Senhor deixou claro que toda maldade praticada pelos seres humanos é punida. “o pacto que Deus fez com Noé” (9:1-19) e “Noé planta uma vinha” (9:20-29). Até então. O juízo de Deus é suspenso: Deus estava insatisfeito com a conduta dos seres humanos. Com isso. A ordem de Deus é transmitida: Ao pisar em terra firme. Eis um título que resumiria bem conteúdo desses capítulos: “a volta da misericórdia”. após cento e cinqüenta dias. Era o décimo sétimo dia do sétimo mês. quer que ele se converta dos seus maus caminhos e viva (Ez 18:33. foi a forma de juízo utilizada para julgar os ímpios daquela geração. portanto. II Pe 3:9). quando a arca repousou num dos montes de Arará. Somadas todas as parcelas de tempo mencionadas nos capítulos 7 e 8 de Gênesis. “Noé e sua família saem da arca” (8:15-22). Deus não tem prazer na morte do ímpio (Ez 18:32. Cinco meses haviam passado. um corvo e uma pomba. numa circunstância em que todos os outros seres viventes haviam sido mortos e como sinal de consagração de sua vida a Deus. que saíam da arca e voltavam para ela. 28). até que não mais voltaram. e por mais de uma vez. como vamos ver a seguir.solta um corvo e depois uma pomba” (8:7-14). a primeira providência tomada por Noé consistiu na construção de um altar e no oferecimento de um sacrifício a Deus. o Senhor assumiu perante si mesmo o compromisso de que jamais destruiria os ha1.1 2. começaram a diminuir (Gn 8:1-5). Porém. como prova de sua gratidão. em muitos casos. 33:11). aguardando o abaixamento completo das águas. a terra ficou seca (Gn 8:13-14). 50 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . uma vez que estes já tinham sido classificados por Deus.  Prof. Teve Noé o cuidado de utilizar apenas aves e animais limpos (Gn 8:20). Noé e os que com ele estavam na arca foram os únicos sobreviventes de tudo o que havia na terra. Nos cálculos feitos por Davidson. Noé soltou alternadamente. Davidson (1987:92). é possível determinar o tempo em que as águas permaneceram sobre a terra. Ao cumprir com o propósito de Deus. Por isso decidiu exterminá-los. antes. por já terem encontrado terra firme. esse tempo foi de 371 dias. 24. O dilúvio. desde que começara a chover. permaneceram na arca. Após sentir o suave cheiro do sacrifício de Noé (Gn 8:21). Esses dois capítulos transbordam misericórdia divina. as águas do dilúvio. no dia em que ordenara a entrada deles na arca (Gn 7:2). 1. até então. por ter sido poupado da morte. Da arca. Aos vinte e sete dias do segundo mês do ano seiscentos e um da vida de Noé.

sem interrupção. atualmente.portaliap.  Stott (2007:43). isto é. Para o sudeste da Mesopotâmia.bitantes da terra da maneira como tinha feito. Cam e Jafé. temos as lições desse novo começo para a nossa vida cristã. enquanto a terra durar (Gn 8:21-22). Sendo assim. O Senhor deixou o arcoíris como sinal desta aliança. também. O concerto feito por Deus com Noé consistiu na reafirmação da promessa de que ele não mais destruiria os habitantes da terra com um dilúvio: não será mais destruída toda a carne pelas águas do dilúvio. ao sudoeste. e como garantia de que sua promessa seria cumprida (Gn 9:11-15). Em razão do dilúvio que devastou a terra. onde. O Senhor. Ao vê-lo nas nuvens. em um mundo purificado pelo juízo de Deus. se multiplicassem e enchessem a terra (Gn 9:1). houve um novo começo. para destruir a terra (Gn 9:11 e 12). de repente. E foi o que aconteceu. e o regime alimentar vegetariano que parecia prevalecer até então (Gn 1:29). Foi aí que. Sem. veio o estabelecimento da aliança: E eu. mas. Deus autorizou o uso de carnes. estava a vida (Gn 9:3-4). após o dilúvio. sem receio de ver. De acordo com Gênesis. foram os filhos de Sem. versículo 32. isto é. surgiram os povos que se espalharam por todas as regiões da terra de então. ele poderia plantar e edificar. passava a ter um novo significado. capítulo 10. agora. Assegurou. proibiu o uso do sangue como alimento. através das águas. Assim. esta precisou de algum tempo para voltar a produzir alimento. É provável que o arcoíris já existisse. o Senhor abençoou Noé e seus filhos. www. no local que hoje é conhecido por Golfo Pérsíco. ordenando-lhes que frutificassem. depois de afirmar que. é a Ásia menor e a Europa.com | 51 . o ser humano se lembraria da promessa misericordiosa de Deus. e em virtude da importância que passaria a ter como objeto de sacrifício. foram aqueles que descenderam de Cam. Em direção a Canaã. e que não haverá mais dilúvio. Então. desses três filhos de Noé. Egito e norte da África. 2. Logo a seguir. nele. Os descendentes de Jafé foram para o oeste da região do Arará. foi alterado (Gn 9:3-5). eis que estabeleço o meu concerto convosco e com a vossa semente depois de vós (Gn 9:8 e 9). porém. que o ciclo da natureza continuará o seu curso normal. tudo destruído por um outro dilúvio. A aliança de Deus é estabelecida: Após a transmissão da ordem. a exemplo do que fizera com Adão e Eva.2 3.

dentro da arca. com todos aqueles animais. o comentário e responda: Tendo exterminado todo o ser vivente. pois a convivência. deve ter sido muito desconfortável. no tocante ao povoamento da terra e como isso se tornou possível? 4. o comentário. a partir de quanto tempo as águas do dilúvio começaram a baixar e onde finalmente a arca repousou? 2.  Leia Gn 9:1 e 7. 10:31 e 32. Leia Gn 9:18. o comentário e responda: Por quantos dias as águas permaneceram sobre a terra e que fez Noé. LIÇÕES PARA VIVER 1. Entretanto. não consta que tenham re52 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . e responda: Em que consistiu a aliança de Deus com Noé e que sinal dessa aliança deixou o Senhor? II.1. Noé e sua família continuaram resignados. Para que haja um novo começo. é necessário que haja paciência. Durante todo o tempo em que as águas permaneceram sobre a terra. Foi necessária muita paciência da parte de cada um dos integrantes dessa família. por tanto tempo. o comentário e responda: Que ordem deu Deus a Noé e a seus filhos.  Leia Gn 8:14-20.  Leia Gn 7:22 e 23. 8:3 e 4. 10:32. logo depois de sair da arca? 3.

então. O que vimos em Noé durante sua estada na arca foi um exemplo de obediência a Deus. ao embriagar-se e despir-se no meio de sua tenda (Gn 9:20 e 21). é necessário que haja prudência. as águas baixariam e. 6. Noé. Para que haja um novo começo é necessário que haja obediência. Para o Senhor. Estavam certos de que. assim como não devemos deixar de fazer o que ele nos mandou fazer. mas www. Já havia dado prova de paciência e de obediência.com | 53 . necessitais de paciência (Hb 10:26). e. não entrou nela. mesmo depois de a ter construído. Leia o conteúdo da segunda aplicação e responda: Que outro importante exemplo nos deixou Noé? 3. O mesmo aconteceu no momento de sair. poderiam sair da arca com segurança. Confirmando as palavras do Senhor de que a imaginação do coração do homem é má continuamente (Gn 6:5. senão no momento em que Deus o autorizou. 5. no tempo certo. o comentário da aplicação 1. Para que haja um novo começo. vale mais obedecer do que sacrificar (I Sm 15:22). precisamos seguir o exemplo deixado por Noé: nunca devemos fazer algo. 8:21). ele a demonstrou essa obediência já ao receber a incumbência de construir a arca. Em muitas situações de nossa vida. Aliás. se Deus não nos mandou fazer. Leia Hb 10:26 e Tg 5:7 e 8.clamado de tal desconforto. o homem escolhido por Deus para representar os novos moradores da terra. acabou por dar sinais de fraqueza. que exemplo digno de ser imitado nos deixou Noé e sua família? 2. A palavra de Deus recomenda: Sede vós também pacientes (Tg 5:7-8).portaliap. e responda: Enquanto esteve na arca.

Portanto. pois continuou sendo tratado como justo (Ez 14:14). Jesus Cristo se apresenta. com relação à prudência. certamente. não é menos triste saber que algo semelhante está para acontecer no futuro. da mesma forma. com base nesses textos? CONCLUSÃO: É muito triste lembrar o que aconteceu no passado. Leia Gn 6:5. quando da inundação da terra pelo dilúvio e da destruição das criaturas que nela viviam.não foi tão cuidadoso quanto deveria ter sido. Porém. os seres humanos continuaram errando e. 8:21 e responda: A que conclusão podemos chegar. o perdoou. Todavia. 7. mesmo depois do dilúvio. crer em Jesus Cristo é o primeiro passo a ser dado por aqueles que quiserem usufruir o novo mundo. dependentes da graça e da misericórdia de Deus. assim como a arca foi. por isso. Ficou. a certeza de que. Deus. hoje. 54 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . que por Deus será criado. sem que a maioria das pessoas se deem conta disso. no passado. um meio de salvação para Noé e sua família. como o único meio de salvação para aqueles que nele acreditam. porém.

. TEXTO BÁSICO: .... Gn 11:14-19 Sexta...Gn 11:5-6 Terça................. 22 ..8 23 mAI 2009 A falência dos projetos humanos Hinos sugeridos: BJ 238 – CC 169 / BJ 156 – HC 334 LEITURA DIÁRIA Domingo.. 20 ......... 23 ... e a da massa humana que se corrompeu.................... agora não haverá restrição para tudo que intentam fazer.. Gn 11:10-13 Quinta....... e todos têm a mesma linguagem................... .. O estudo de hoje nos mostrará que os descendentes www............... na palavra de Deus... Nossa proposta é apresentar o ponto de vista bíblico sobre o que levou esse projeto à decadência e buscar orientações.Gn 11:1-4 Segunda. Vinde.. 19..... que matou o próprio irmão.........com | 55 ....Gn 11:7-8 Quarta.............. 17 de maio.. confiar na presciência de Deus e reconhecer a soberania de Deus. 21............ Gn 11:20-25 Sábado. para conduzir-se bem e para que seus projetos tenham a aprovação do Senhor........portaliap...... para que um não entenda a linguagem de outro. (Gn 11:6-7) INTRODUÇÃO: Nas lições anteriores desta série........ aprendemos que Deus abençoou Noé e sua família e ordenou-lhes que se multiplicassem e se espalhassem pela terra (Gn 9:1. Gn 11:26-32 ObjetIvO Conscientizar o estudante de que precisa valorizar a sabedoria de Deus........ apresenta mais um caso de falência: o projeto de construção de uma cidade pelos descendentes de Noé.....e o SENHOR disse: Eis que o povo é um.... Um novo começo. I............. que é base deste estudo.. estudamos a respeito de ações humanas mal sucedidas: a de Adão e Eva... que quiseram saber mais do que lhes convinha.................. desçamos e confundamos ali a sua linguagem.. ANALISANDO O RELATO BÍBLICO Na lição anterior............... para a boa condução de nossos projetos de vida..... a de Caim......... O relato de Gn 11:1-9................ Cada escolha errada foi um projeto falido............. até ser destruída no dilúvio. Isto é apenas o começo..... 18 ..7)......

contrariando a ordem divina. a arrogância dos projetos humanos e. em oposição à ordem de Deus de se multiplicar e povoar a terra.). eram unidos pelo uso de uma mesma língua e comungavam os mesmos costumes. entretanto. falando a mesma língua. não era benéfico. Assim. que haviam encontrado a planície de Sinar. ainda que não fosse negativa em si mesma. que nos mostra. ousava tornar-se autor e protagonista de sua história. Sobre isso. aquele povo escolheu manter-se fechado.. apesar de lhes ter ordenado que se espalhassem. permanecerem naquela planície. para que não sejamos espalhados por toda a terra (Gn 11:3-4). e lhes havia dado toda a capacidade que possuíam para executarem projetos. 56 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . Deus lhes havia dado liberdade para escolherem seu rumo. ao contrário do que poderíamos pensar. seria usada para mantê-las distantes dos propósitos divinos. uma cidade com uma torre. o propósito de construírem uma cidade. Foi em torno desses propósitos que os habitantes de Sinar se uniram para executar seu projeto. analisar esse episódio. além disso. Percebemos que os desejos comuns àquela gente eram fazer algo grandioso. a coragem e o uso de seu potencial físico e intelectual. aquele povo tinha uma intenção arrogante: conquistar glória para si: . Vamos. Nesse sentido.. Não havia lugar para Deus no projeto de vida daquelas pessoas. eram fundamentais para o sucesso do seu projeto. ali.de Noé.. e extrair dele ensinos importantes para a nossa vida. tomado de arrogância. pela intervenção de Deus. Deus interrompeu esse projeto rebelde. a decadência desses projetos. em primeiro lugar. tornar-se um povo poderoso e permanecer onde estava. façamos tijolos e queimemo-los bem (. Assim.tornemos célebre o nosso nome (v.. Como símbolo de sua soberba. O ser humano. Esses elementos em comum permitiam que as pessoas se entendessem bem e se acomodassem ao seu estilo de vida. pois a união. edifiquemos para nós uma cidade e uma torre cujo tope chegue até aos céus e tornemos célebre o nosso nome. o povo de Sinar estava unido pelos mesmos propósitos: E disseram uns aos outros: Vinde. estavam usando a liberdade e as capacidades que o Senhor lhes dera para tomarem para si a glória que só ele merece. em segundo lugar. 4). o texto nos diz: E era toda a terra de uma mesma língua e de uma mesma fala (Gn 11:1). A arrogância dos projetos humanos: Os descendentes de Noé. 1. começava a erguer uma torre que chegasse até os céus. como a cooperação. a despeito de valer-se de atitudes positivas. decidiram instalar-se na terra de Sinar (Gn 11:2) – antigo nome da Babilônia – e construir. então. Contudo. Não bastasse estar unido pela língua.

mas para executar juízo sobre aquele povo rebelde (vv. porque o Senhor não tem prazer na destruição do ser humano e preferiu espalhá-lo a ter de destruí-lo ou a deixar que a finalização daquela obra levasse aquele povo a afundar-se definitivamente no pecado (v. conhecida como “portão de Deus”.  Tudo indica que o sentido de confusão dado a Babel se deve à semelhança desse nome com a palavra hebraica balal.com | 57 . O mal consistia em que o projeto empreendido por aquelas pessoas estava na contramão da vontade de Deus. através de torres como aquela. Não era o trabalho humano em si a causa do juízo de Deus. justifica uma má intenção. mas a motivação com que era levado a efeito. impediu a continuidade da obra. 3. nenhuma ação.  Champlin (2000:97). 6). 2. É importante entendermos que a ação de Deus não ocorreu pelo desejo de progresso do ser humano. tornouse palco de confusão e passou a ser conhecida como Babel3 (Gn 11:9). Mas por que o Senhor quis preservar aquele povo? Em primeiro lugar. Assim.2. Segundo a crença da época. que Deus cumpriria fielmente. os deuses desciam à terra. 200:96. O Senhor. É curioso o fato de que o Deus da unidade tenha desfeito a união daquele povo. o que os descendentes de Noé não 1. 1). em segundo lugar. então. www. e agiu com justiça. mas pela autossuficiência e pela prepotência deste. vol. Deus precisava preservar o ser humano. porque já havia um plano de salvação para a humanidade. para abençoar o povo. A decadência era. Matthews. O Senhor sabia o que motivava aquelas pessoas. Chavalas (2003:41). Champlin. Deus preservou a humanidade de se perder em seus próprios projetos mal intencionados. não para se rebaixar ou se conformar à vontade humana. mas também com misericórdia. que desceu. confundindo a língua do povo e espalhando-o por toda a terra (Gn 11:8-9). mas a intenção arrogante das pessoas que promoviam aquela obra. onde ficava o santuário. Por isso.1 O topo da torre.portaliap. os homens de Sinar queriam provocar a descida de alguma divindade.  Walton. necessária. por mais nobre que seja. portanto. Acontece que o problema não era a união. aquela cidade. A decadência dos projetos humanos: Ao construir a torre. e a maneira que escolheu foi desfazer a unidade que os descendentes de Noé queriam manter. era considerado a “entrada dos deuses”. 5-8).2 Daí se percebe o tamanho da ofensa feita a Deus. que significa “confundir” (Cf. De fato.

Aquelas pessoas queriam tornar-se absolutamente independentes de Deus. o item 1 e responda: O que contribuía para o sucesso do projeto dos descendentes de Noé e com que propósitos eles construíam uma cidade com uma torre? 3. Queriam o progresso. a demonstração do progresso e do engrandecimento humano. Com base no item 2. em vez de destruí-la? 58 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . tiveram de fazer obrigatoriamente.3-4. o orgulho pelas grandes conquistas. mas sua arrogância a destruiria. Tratava-se de uma sociedade de ações louváveis. Seu potencial físico. Leia Gn 1:1. Leia Gn 9:1. mas completamente distante do seu criador. portanto. de grandes ambições. responda: Por que foi necessária a decadência do projeto do povo de Babel e por que Deus espalhou a humanidade. 11:2 e responda: Qual fora a ordem de Deus a Noé e seus filhos e o que fizeram seus descendentes? 2. social e emocional. intelectual e artístico a levaria a realizações tremendas (Gn 11:6). vamos conhecer três lições importantes que nos ajudarão a não repetir a atitude desse povo. O episódio da construção de Babel foi.7.quiseram fazer espontaneamente. 1. mas não queriam Deus. A seguir. pois ninguém pode zombar de Deus (Gl 6:7). a estabilidade econômica.

uma vez que indivíduos e nações defendem seus próprios interesses. sempre www. 6). Projetos mais arrogantes viriam. a ciência. portanto. Para evitar a falência dos nossos projetos. a tolerância cultural e religiosa podem ser conquistadas por meios que não provêm da sabedoria divina. responda: Qual o resultado da arrogância a excelentes projetos e grandes conquistas humanas e qual o resultado da arrogância para o próprio ser humano? II.  A partir da primeira aplicação. ao invés de obedecer à instrução sábia de Deus. A sabedoria divina. responda: Por que precisamos valorizar a sabedoria divina para conduzirmos bem nossos projetos de vida? 2. Pv 16:18. o Senhor frustra muitos projetos de cientistas arrogantes. Devemos. na sua presciência. O povo de Babel pensava que teria tudo de bom. é a segurança de que estamos nos conduzindo bem. precisamos confiar na presciência de Deus.  A partir do item 2 e de Gn 11:3-9. precisamos valorizar a sabedoria de Deus. sabia de antemão o resultado da construção de Babel: não haveria restrição para as ações da humanidade (v. se permanecesse onde estava. a justiça. 5. que nos ensina a amar a Deus e ao próximo. Para evitar a falência dos nossos projetos.4. Por isso. Deus não permitiu que isso acontecesse. nem sabedoria alguma na maneira mundana de conduzirmos nossos projetos de vida. Não há coerência. Semelhantemente. o mundo atual acredita que a paz entre as pessoas e as nações. valorizá-la. que tem sido uma bênção para a humanidade.portaliap. Deus. LIÇÕES PARA VIVER 1. Da mesma forma. até que o ser humano se destruiria pela própria soberba.com | 59 .

e cairá todo poder humano que se levanta contra Deus. mas que só seremos vitoriosos em nossos projetos se reconhecermos a soberania de Deus. Precisamos crer que o Deus soberano observa atentamente as ações dos homens mais poderosos do planeta e coloca limites aos projetos destes. precisamos valorizar sua sabedoria. 60 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . 3. ao fazermos nossos projetos. Portanto. confiar na sua presciência e reconhecer a sua soberania. todos os grandes impérios caíram. 7. devemos lembrar que temos liberdade para realizar grandes coisas. 6. explique a importância de confiarmos na presciência de Deus para nos conduzirmos bem.  Leia a terceira aplicação e responda: Qual a importância de reconhecermos a soberania de Deus na condução de nossos projetos de vida? CONCLUSÃO: Neste estudo.terá. um limite colocado por Deus. Para evitar a falência dos nossos projetos. Sendo assim. sabe até onde a ação humana deve ir. teremos a certeza de que ele levará a bom termo o que projetarmos. Deus mostrou que. aprendemos que a arrogância levou à falência o projeto dos descendentes de Noé. precisamos reconhecer a soberania de Deus. O Senhor conhece o futuro e é amoroso o bastante para nos preservar da soberba. quando nossos projetos forem frustrados. não precisamos nos desesperar. Quando o Senhor determinou que chegassem ao fim. A lição que esse episódio nos traz é que só o Senhor merece toda honra e toda glória. que lhes dera tudo que tinham e os preservara do dilúvio. Deus. Se Deus estiver no comando de nossas vidas. apesar de dar liberdade à humanidade para empreender grandes projetos. para que o ser humano reconheça sua finitude. Portanto. Ao executar juízo sobre o povo de Babel. Com base na segunda aplicação. fora esquecido por eles. diante de si.

24 de maio.... misericordiosa e abrangente..... Sê tu uma bênção! (Gn 12:1-2) INTRODUÇÃO: Em nossos dias...... de ti farei uma grande nação................ que a escolha soberana de Deus é surpreendente........ mas ele confiou no Deus soberano que o escolhia......Gn 15:7-20 ObjetIvO Mostrar ao aluno........... A Bíblia... Também conheceremos três princípios que nos encorajarão a nos rendermos à soberania de Deus....... Como filho primogênito de www....... uma cidade ao norte da Mesopotâmia......... e te abençoarei.. submissão e adoração. 27 ...... 30 .....Gn 14:1-11 Quinta.. sobre o momento em que Abrão foi escolhido para ser aquele de quem descenderia o Cristo. através do exemplo do chamado de Abrão........... que era filho de Noé..... encorajadora.... as pessoas se recusam a aceitar a interferência de Deus em suas vidas..com | 61 ... nos apresenta um relato.. No estudo desse relato.... Consequentemente. I....Gn 15:1-6 Sábado.......... Gn 13 Quarta... soberania só é entendida como um atributo de cada pessoa....... no entanto.... TEXTO BÁSICO: Ora...... ANALISANDO O RELATO BÍBLICO Abrão era descendente de Sem......... em Gn 12:1-9.................Gn 12:1-9 Segunda....... 26....... aprenderemos que a escolha soberana de Deus é surpreendente........... misericordiosa e abrangente.... 29 ..... Gn 12:10-20 Terça.....9 30 mAI 2009 Uma escolha soberana Hinos sugeridos: BJ 234 – SH 392 / BJ 299 – CC 308 LEITURA DIÁRIA Domingo............ ..... da tua parentela e da casa de teu pai e vai para a terra que te mostrarei...portaliap.. disse o SENHOR a Abrão: Sai da tua terra.. Cada indivíduo quer e procura fazer suas próprias escolhas e ditar suas próprias regras................. Morava em Ur dos caldeus....... e encorajá-lo a atender ao Deus soberano com renúncia... 25 ............... e te engrandecerei o nome..... encorajadora............... 28......... Gn 14:18-24 Sexta. A ordem não fazia sentido algum....

e a Ló. sua esposa. ao escolhê-lo. Partiram para a terra de Canaã. Com esse encorajamento. pois. agora. o Senhor também lhe fez promessas: . Vamos conhecer. o Senhor mostrou que sua escolha implicava algo muito maior que qualquer prestígio terreno: um plano eterno de salvação. apresenta a genealogia de Sem. As promessas de Deus encorajaram Abrão a tomar a decisão de partir de Harã: Levou Abrão consigo a Sarai. e as pessoas que lhes acresceram em Harã. da companhia de amigos e parentes. da tua parentela e da casa de teu pai e vai para a terra que te mostrarei (v.. Porém. de Ur para Harã. Não há também nenhum indício de que o futuro patriarca buscava uma divindade diferente daquelas que o povo de Ur costumava adorar. sua esposa. em ti serão benditas todas as famílias da terra (Gn 12:2-3). o autor de Gênesis. A escolha soberana de Deus é encorajadora: Deus não havia pedido algo fácil a Abrão. 2. disse o SENHOR a Abrão: Sai da tua terra. seria o herdeiro legítimo de todos os privilégios e as responsabilidades que cabiam ao patriarca de um clã (família). porém. sua mulher. Tera.Tera. Ló. Há. Abrão se surpreendeu com aquele pedido. bem como a mudança de Abrão. quatro características dessa escolha soberana de Deus. 1. Mas o rumo da história desse homem foi completamente mudado. escolhendo-o para ser o patriarca de todos os fiéis (Gn 12:3). nos versículos anteriores. Sair de Harã implicava perdas para ele: dos privilégios de herdeiro de seu pai. Essas palavras foram ditas no momento menos esperado para Abrão e por quem ele não conhecia. O Senhor o surpreendeu. Foi após a morte de Tera que ocorreu o momento inesperado. e seu pai. Só Deus poderia cumprir promessas 62 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . e todos os bens que haviam adquirido. Abrão. A escolha soberana de Deus é surpreendente: O texto de Gn 12:1-9 inicia-se assim: Ora. e te engrandecerei o nome. era estéril. Com certeza. Ao encorajá-lo. Sê tu uma bênção! Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem. Deus ordenou que Abrão saísse de sua terra. 10-27). para suceder seu pai no patriarcado da família. pois Sarai.1). não teria herdeiro. Abrão havia sido escolhido para algo muito especial. seu sobrinho. quando recebeu uma ordem e promessas maravilhosas de Deus. Antes de narrar a escolha soberana de Deus com relação a Abrão. o Senhor estava produzindo fé no coração de seu servo. filho de seu irmão. no capítulo anterior (vv. Abrão nunca havia imaginado tal coisa. e lá chegaram (Gn 12:5).. também. e te abençoarei.de ti farei uma grande nação. quando este pensava que ficaria ali. fazendo-o confiar em sua palavra. a narrativa da constituição das famílias de Abrão e Naor. não há informação alguma de que ele tivesse qualquer noção do pedido que Deus lhe faria.

Não partiu dele a iniciativa de buscar a Deus. a salvação é garantida a todo que crê. Deus enviou seu Filho Jesus Cristo ao mundo. Através do sangue de Jesus. Ele não seria o único beneficiado. para pagar o preço de nosso resgate com seu próprio sangue. porque as suas misericórdias não têm fim (Lm 3:22). filho de Jacó. mas creu que a promessa de Deus se cumpriria. O restante da humanidade também estava incluído na bênção: . porém. Isso nos lembra o que foi dito pelo profeta Jeremias: As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos.tão grandiosas! Abrão entendeu que aquele que lhe prometia o impossível é digno de confiança. o único Deus. Abrão habitava em uma terra idólatra e não conhecia o Senhor. 3. o caráter confiável de Deus. A escolha soberana de Deus é misericordiosa: Como já dissemos anteriormente. ela se cumpriu plenamente: no devido tempo. Deus escolheu Abrão por pura misericórdia! 4.portaliap. que encorajou Abrão. a escolha de Deus não foi por um indivíduo em especial. sem a mínima condição de ter fé. www. Deus tinha um plano para salvar a humanidade e escolheu Abrão para ser pai da nação através da qual esse plano se concretizaria.. revelado nas suas promessas. Na verdade. Em Jesus.com | 63 . que. recebeu a promessa de que seria pai de uma nação. Abrão estava cuidando de sua família e de seus bens e não lhe passava pela mente que havia um Deus amoroso preocupado em salvar a humanidade.. Abrão estava morto em seus pecados (Ef 2:5). Tampouco ele sabia que esse Deus o escolhera para ser pai daquele que seria o Salvador. Deus. não há nada no texto bíblico que nos leve a acreditar que Abrão já adorava a Deus. pois. lhe encheu a vida de esperança e o fez crer no impossível. perceberemos que elas não se limitam a uma pessoa em particular. Nesse sentido. o ser humano conheceria o seu criador. De fato. antes de ter esse encontro com ele. A promessa de Deus se cumpriu no descendente de Judá. A escolha soberana de Deus é abrangente: Se observarmos atentamente nas promessas de Deus a Abrão. o Senhor queria mostrar seu amor à humanidade toda e reconduzi-la para junto de si. como todo o restante da humanidade.em ti serão benditas todas as famílias da terra. Foi. estava condenado a morrer eternamente! Ele. ao escolher Abrão. Foi o Senhor quem buscou Abrão. O patriarca não viveu para ver quão grande se tornaria sua descendência. fomos reconciliados com o Pai e passamos a ser seus filhos. que foi neto de Abrão (Mt 1:1-17). A partir da descendência dele. que merecia passar o restante de sua vida na infelicidade de nunca ter um filho.

Após ler Gn 12:2-3 e o item 2 do comentário anterior. após lhe ordenar que saísse de sua terra? Que efeito as promessas de Deus têm em nossas vidas? 3. responda: O que o Senhor fez a Abrão. Abrão creu. 64 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . Leia o item 3 do comentário anterior e explique a afirmação: “A escolha soberana de Deus é misericordiosa”. não porque já tivesse fé antes de ser escolhido. Leia o item 1 do comentário anterior e responda: Por que a escolha soberana de Deus foi surpreendente para Abrão? O que isso tem a ver com a nossa vida? 2. portanto. encorajadora. Essa escolha se tornou manifesta de forma surpreendente. misericordiosa e abrangente. Não havia nada em Abrão que o tornasse mais digno que outras pessoas para ser o pai da nação de Israel e o pai de todos os crentes em Jesus.Podemos entender. por aquele que lhe fizera promessas de um futuro grandioso. Foi tão somente o caráter confiável de Deus a garantia do patriarca. Trata-se de uma escolha soberana. que a escolha de Deus não teve por base qualquer qualidade especial do patriarca. 1. mas porque foi capacitado a crer.

aos prestígios de que desfrutaria como chefe de sua família? Deus parecia estar pedindo demais! Todavia. Abrão tinha tudo para negar-se a atender a ordem de Deus. Abrão realmente entendeu a soberania de Deus! Da mesma forma. Abrão atentou para a excelência do caráter do Deus que o escolhia. mas por fé. 5. nas promessas que lhe fazia. A escolha de Deus é soberana! Vamos atendê-la com submissão. Como renunciaria ao convívio de seus parentes e amigos. demonstrou submissão completa a Deus. Com base em Gn 12:3 e no item 4 do comentário anterior.com . se entendemos que Deus merece a nossa submissão. comente sobre a abrangência da escolha soberana de Deus. ao invés de olhar para o valor do que teria de renunciar.4. Leia a primeira aplicação e responda: Por que devemos atender à escolha soberana de Deus com renúncia? O que o exemplo de Abrão nos ensina sobre isso? 2. Deus é soberano e nos quer por inteiro (Mt 15:27. Lc 14:26-27). ele nos capacitará a isso. que diz: Assim partiu Abrão. Abrão.portaliap. Por ele. além de demonstrar renúncia. A escolha de Deus é soberana! Vamos atendê-la com renúncia. Precisamos também reconhecer que o Senhor é mais precioso que qualquer bem terreno ou qualquer prazer temporário. como o Senhor lhe tinha dito. Se o buscarmos. LIÇÕES PARA VIVER 1. e não o fez por simples obrigação. temos prazer em obedecer-lhe e | 65 www. vale a pena renunciarmos nossas vontades infames. II. Ele se preocupou em fazer tudo como o Senhor lhe tinha dito. Chama-nos à atenção a primeira parte do versículo 4 de Gênesis 12.

Nos versículos 7 e 8 do capítulo 12. encorajadora. Abrão mostrou-se um verdadeiro adorador. mas precisamos reconhecer. pois o reconhecimento de sua confiança em Deus não era apenas de palavras. submissão e adoração. mas tinha muitos motivos para se alegrar. Será que temos feito o mesmo? Não precisamos mais construir altares de tijolos para adorar a Deus. com palavras e atitudes. Ele fora escolhido dentre todos os seres humanos de seu tempo para gerar a nação eleita por Deus. Portanto. da qual viria o Salvador. misericordiosa e abrangente escolha soberana de Deus para nós. encorajado e alcançado pela misericórdia de Deus.  Com base na segunda aplicação. a terceira aplicação e responda: Como podemos oferecer verdadeira adoração ao Deus soberano? CONCLUSÃO: Abrão não tinha motivos para se gloriar. a excelência do seu caráter. Com essa atitude. o patriarca estava reconhecendo o Senhor como o único digno da sua adoração. A escolha de Deus é soberana! Vamos atendê-la com adoração. Jo 4:23-24. Que o estudo do relato de Gn 12:1-9 nos sirva de auxílio para entendermos a surpreendente. quando reconhecermos que as escolhas de Deus são o melhor para nós. 6. 66 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . mas também de atos. pois fora surpreendido.desejamos a sua interferência na nossa vida. Leia Gn 12:7-8. 7. responda: De que forma podemos mostrar submissão a Deus? 3. a nação de Israel. e que o exemplo do patriarca nos encoraje a atendê-la com renúncia. estava renunciando a si mesmo e reconhecendo o Deus soberano como o único Senhor de sua vida. o autor de Gênesis diz que Abrão edificou altares a Deus. não haverá lugar para a insubordinação.

...... Gn 20 Sexta......... Sarai.... 5............. sua esposa..... 4............. Sarai...... 1 de junho ..... 31 de maio...................... 6............ e vai-te à terra de Moriá..... ........ Gn 21 Sábado. que podemos alcançar o amadurecimento da fé e demonstrar isso em atitude práticas como: obediência imediata. O diferencial é que ele se colocou inteiramente à disposição de Deus.......... ele teve altos e baixos em sua trajetória espiritual........ Esta seria separada para Deus.. tão conhecida por todos nós.... pois ainda tem muito a nos ensinar sobre como alcançar êxito espiritual............ Como qualquer pessoa......... seria uma nação santa............portaliap...... 3 ..................... I..Gn 19 Quinta. oferece-o ali em holocausto.... ANALISANDO O RELATO BÍBLICO Deus fez a promessa a Abrão de que ele seria pai de muitos filhos........... (Gn 22:1-2) INTRODUÇÃO: Por meio de uma escolha soberana...................... Gn 22 ObjetIvO Compreender.................. Gn 18 Quarta.......... Entretanto...... 2 ... Faça um propósito de ingressar na escola da fé e aprender com um dos melhores alunos que por ela passou e foi por Deus aprovado............ Isaque........... escolhida para uma finalidade determinada... Querido leitor.. vamos observar o desenrolar da história desse patriarca destacado como Pai da Fé e amigo de Deus.... por meio da história de Abraão.. ....... analisando apenas sob a perspecti| 67 www............... pôs Deus Abraão à prova e lhe disse: Abraão! Este lhe respondeu: Eis-me aqui! Acrescentou Deus: Toma teu filho...Gn 16 Segunda.... a quem amas.......... TEXTO BÁSICO: Depois dessas coisas... era estéril... teu único filho............. Gn 17 Terça....com ...... entrega sacrificial e confiança inabalável.... Deus seleciona Abraão e decide que faria nascer dele uma grande nação...10 6 JUN 2009 Na escola da fé Hinos sugeridos: BJ 121 – HA 15 / BJ 368 – HC 126 LEITURA DIÁRIA Domingo........

e chamarás o seu nome Isaque.. Deus se apresenta a Abrão como o Deus “Todo Poderoso” (Gn 17:1). que riu pelo mesmo motivo que Sara riria mais adiante (Gn 18:12). o Senhor.va humana. a parte dele. provavelmente. Um ano depois desse acontecimento. assim. Isso a incentivou a providenciar meios alternativos para ter um filho. Por ser isso naturalmente improvável. Deus reitera a promessa para ambos e muda-lhes os nomes para Abraão e Sara. Abraão aprendeu a ser paciente: Quando Abrão tinha noventa e nove anos . Abraão aprenderia que vale a pena esperar. segundo o qual uma mulher era honrada através da geração de filho. não porque os novos nomes tivessem significado em si. Na Escola da fé.Sara. seu esposo concordou em ter um filho com a serva Agar. Eles tiveram Ismael (Gn 16). Nessa nova aliança. Abrão estava apenas iniciando sua carreira na escola da fé. num ato de devoção a ele. Ele menciona a idade avançada de ambos e sugere que Ismael seja herdeiro. Deus pede que todos da casa de seu servo sejam circuncidados. 1. e as incumbências de Abraão (Gn 17:9-14). Na Escola da fé. que é infinitamente mais poderoso do que imaginamos (Ef 3:20).. caracterizados como um povo santo. Então. sentiu-se frustrada e envergonhada. Alguns estudiosos dizem que seu riso foi de alegria. Deus mostra que havia duas partes: . ele ainda aprenderia muito com o Senhor. Abrão precisava continuar acreditando na promessa de Deus. confrontada pelo padrão social da época. pois Deus cumpre o que diz! 2. porque ele precisava crer que o Senhor era suficiente para garantir o pacto e cumprir o que prometera. Mesmo sem a aprovação de Deus.. Abraão e os seus obedecem. Dali para frente. sendo. não haveria nenhuma limitação ou empecilho. Abraão aprendeu a ser confiante: A promessa não é aparentemente absurda apenas para nós. mas porque queria fazer um novo pacto e mostrar que a promessa era para os dois. te dará um filho. cujo nascimento gerou muitas discórdias e desgostos a todos os envolvidos. ratifica-lhe a promessa.mais de vinte anos depois de receber a promessa de Deus -. e com ele estabelecerei a minha aliança (Gn 17:19). Riu por incredulidade. verifica-se o lapso de fé de Abraão. e que. tua mulher. pela esterilidade e pela demora) e afirma: . pelos versículos subsequentes. para ele. por sua infinita misericórdia.quanto a mim (Gn 17:4-8). Não nos parece muito coerente que um homem nessa idade seja o fecundo pai de uma multidão. verificou sua limitação física e. ser paciente. Entretanto. diferenciado para Deus. Deus. devolve-lhe a esperança que fora abatida pelas contingências (pela idade. 68 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . Entretanto. A sua incredulidade limitava as expectativas. Então. Abraão prostrou-se e riu (Gn 17:17)..

Esse nome. Isaque finalmente nasceria. Por exemplo: foi repreendido de seu erro por um ímpio. No versículo 21 do capítulo 17 de Gênesis. água para lavar os pés e alimento. proporcionando-lhes descanso. Neste episódio (Gn 18:22-19:29). provavelmente se tornaria um memorial de que. devido a uma meia verdade dita por Abraão. Abraão aprendeu a ter comunhão: Abraão recebe uma visita nada usual: Deus e dois anjos. Tudo tem seu tempo determinado (Ec 3:1). Abraão aprendeu a ser obediente: Abraão crescia no processo de aprendizado. Porém. como um bom hospitaleiro. Lc 6:38. por meio da oração intercessória de amor e preocupação pelos justos que moravam em Sodoma e Gomorra. 10.O menino deveria chamar-se Isaque (Gn 17:19). cf. nasceu Isaque (Gn 21:5). Nessa visita divina. por meio de um milagre divino (Gn 21:2). Abimeleque. Na escola da fé. Abraão havia aprendido muito com seus erros e acertos. o patriarca teve o privilégio de aprender sobre o caráter de Deus. o filho da promessa. que sempre são recompensados (Pv 15:33. 12:10-20). ou mesmo quando permite discórdias em seu lar. incentivadas por um erro do passado. O patriarca. contudo.com | 69 . não há nada demasiadamente difícil para o nosso Deus (Gn 18:14). Esse tratamento com os visitantes era um costume que tinha o intuito de tornar possíveis inimigos em amigos. no capítulo 18 de Gênesis. além de ter comunhão com Deus. recebe-os de forma solícita. ainda lhe restava a prova final. Na Escola da fé. Na Escola da fé. repreende o reincidente (Gn 20:9. versículos do 17 ao 33. mesmo em meio à incredulidade humana. de amigo de Deus (Is 41:8). Passou pela escola da vida. sendo alertado por Deus de que pecara. Sua passividade e sua aprovação do pecado resultaram no penoso afastamento do seu também amado filho Ismael (Gn 21:8-21). que significa “ele ri”. ao tomar Sara para fazer parte do seu harém (Gn 20:2). Abraão demonstrou ter também comunhão com outras pessoas. 4. o altruísmo. 3.portaliap. Um ano depois. através do qual ele podia ter a revelação dos planos do Senhor. que seria a mais dura prova pela qual teria de www. ainda teve vários deslizes. além de demonstrar um caráter de humanidade e generosidade. A vontade soberana de Deus se mostra determinante. Tal atitude de Abraão revela por que ele fora chamado. At 20:35). Aprendeu que Deus está sempre pronto a perdoar e que sua misericórdia é infinita (Sl 118:1). posteriormente. Tg 4:6. o patriarca pôde exercitar mais uma característica apreciada por Deus. e quem determina o tempo certo sempre é Deus. Deus coloca um prazo para o cumprimento da promessa: no período de um ano. Ele estava aprendendo a ter um relacionamento íntimo com Deus. Já havia recebido a bênção pela qual tanto esperara.

O Senhor queria provas de obediência absoluta e fé incontestável.5. 17:1-2. acaso. Na escola da fé. e se sentia amado. no hebraico (idioma original do Antigo Testamento). comente com a classe o que Deus estava querendo ensinar a Abraão. o filho da promessa. o item 3 do comentário anterior. estaria aprovado na escola da fé.. Abraão vivenciara um grande crescimento espiritual. significa que ele teria de passar por um teste que revelaria sua fé em Deus. Deus queria aquele que era o motivo de toda a sua alegria. Ele não nos prova simplesmente para nos ver fracassar. Então. Deus tem prazer em nos ver passar vitoriosos pelas provações. quando disse: Há. 19:29. comente com a classe o relacionamento de comunhão que Abraão desenvolveu com Deus e. A palavra “provar” (Gn 22:1).. 18:12-14. o item 1 do comentário anterior. 2.passar: oferecer seu próprio filho.  Após ler Gn 17:17. Ele reconhecia o agir de Deus em sua vida. 23-33. Ef 3:20. Abraão aprendeu a ser paciente”. 21:5. pôs Deus Abraão à prova. tinha paz com seus vizinhos.depois destas coisas (Gn 22:1). Is 41:8. 70 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . consequentemente. mas nos prepara para sermos aprovados. o item 2 do comentário anterior. o texto nos diz: . aquele que o enchia de orgulho. Abraão foi aprovado! 1. Se passasse em mais este teste. com seus irmãos. coisa demasiadamente difícil para o Senhor? 3.  Após ler Gn 18:1-5. comente com a classe a seguinte afirmação: “Na escola da fé. tinha prosperidade e seu tão querido filho era razão de alegria no lar.  Após ler Gn 12:1. Ele tinha sua casa em harmonia.

que nos ama incomparavelmente. ele não questionou. Não parecia contraditório que justamente o filho prometido pelo Senhor fosse agora requerido? A incoerência do pedido é maior quando levamos em conta que o caráter santo de Deus não permite sacrifícios humanos. 21:8-21. que aprovou sua atitude. a Moisés proíbem tais sacrifícios humanos e relatam como isso é abominação para Deus. aprendemos a demonstrar entrega sacrificial. não queria a vida de Isaque. um ato de entrega do seu melhor a Deus. As leis dadas. Deus fez isso porque. o item 4 do comentário anterior. 22:1-12. mas o coração de Abraão: Agora sei que temes a Deus. Entretanto. responda: Depois de muitos deslizes. www. O que. é um sinônimo de pesar. Com base na primeira aplicação. na verdade. Abraão aprendeu a responder “Eis-me aqui” ao chamado do Senhor. depois. pois não me negaste o teu filho (Gn 22:12). Na escola da fé. Essa frase significa que ele atendia com prontidão. II. um ato de entrega sacrificial. 5. para nós. para Abraão também deve ter sido. Após ler Gn 20:2. Mas Abraão não perdeu tempo pensando nisso.9-10.4. nem duvidou da fidelidade divina. Deus. Se Deus nos fizesse a mesma ordenança que fez a Abraão. 2. erros e acertos. sofrimento e uma dura prova. LIÇÕES PARA VIVER 1. Abraão aprendeu o segredo da obediência? Comente. aprendemos a demonstrar obediência imediata.com | 71 . a nossa primeira pergunta poderia ser “Por que comigo?”. mas simplesmente fez daquele momento um ato de adoração. fale sobre a importância de se demonstrar obediência imediata. tem sua lógica própria e nos ensina a confiar nele de todo o coração. Ele obedeceu imediatamente. Na escola da fé. Abraão ouviu e agiu (Gn 22:3).portaliap.

72 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . em resposta a Isaque: Deus proverá para si o cordeiro (Gn 22:8). Na escola da fé. Abraão já havia entregado o que lhe era mais importante. Ele sempre provê o que nos é necessário. é interessante notar a confiança inabalável de Abraão em Deus.10). Na perspectiva divina.6. Abraão estava totalmente decidido a sacrificar Isaque (Gn 22:9. Ele disse. aprenda a obedecer imediatamente ao chamado de Deus. Assim. A fé de Abraão havia amadurecido. o Deus provedor (Gn 22:13-14). o aprovou e o elegeu Pai da Fé. aprendemos a demonstrar confiança inabalável”. Tendo lido a terceira aplicação. Deus o ajudaria naquela ocasião. entre os santos. de alguma maneira. destaca-se. ele se sobressaiu a muitos. foi aprovado com louvor em seu teste final. Deus o avaliou. CONCLUSÃO: Abraão. fale sobre o valor da entrega sacrificial. Depois de ler a segunda aplicação. aprendemos a demonstrar confiança inabalável. que fora chamado por Deus do meio de um povo totalmente pagão. impedindo-o de matá-lo. Na escola da fé. Ingresse nessa escola. Aprenda com o Pai da Fé. no momento certo. Deus interveio na hora exata (Gn 22:11). evidenciou sua confiança inabalável. e ele cria que. O nosso Deus é “Jeová-Jiré”. como um herói. Porém. adore-o com todas as suas atitudes e confie que nosso Deus suprirá todas as suas necessidades. Deus não precisava de mais provas. 3. ao seu tempo e do seu modo! Creiamos nisso! 7. Entretanto. comente a seguinte afirmação: “Na escola da fé.

.. 12 ..... há pessoas que estão grandemente endividadas....... A sua história transcorre paralelamente à história de outras pessoas: Abraão....... Hagar. Há........ A lição de hoje..... ............... TEXTO BÁSICO: Apareceu-lhe o SENHOR e disse: Não desças ao Egito... 28 e 35 do livro de Gênesis..... e tem........................... Gn 24:15-32 Quarta......................... Gn 24:33-57 Quinta.... 26. Gn 24:58-67 Sexta.. (Gn 26:2-3a) INTRODUÇÃO: Se promessa é divida.... O marido promete para a família que não irá mais beber.. 27.. sem dúvida. Ele... 8 .. e faz.Gn 23 Segunda... sempre.. 25.... covardia e teimosia........... 24........ www. Como fazem promessas! O filho promete para o pai não usar mais drogas... 22.... e usa...... habita nela...... como diz o provérbio popular...... A mulher promete que não vai mais ter crises de ciúme..11 13 JUN 2009 Ele cumpre o que diz Hinos sugeridos: BJ 337 – HC 459 / BJ 419 LEITURA DIÁRIA Domingo............ 13 . cumpre o que diz. César (2006:268)................ A filha promete que não vai mais sair com aquelas “amigas”.. que tem por base o capítulo 26 do livro de Gênesis. sim.. deixa isso muito claro! I........... A namorada promete para Deus e para si mesma que não fará sexo com o namorado antes do casamento.. 11... 9 ...1 O mesmo não ocorre com Deus........Gn 24:1-14 Terça.................portaliap... 10 . Ismael..... Rebeca........ Gn 26 ObjetIvO Mostrar ao estudante que quem crê que Deus cumpre o que diz não reage com violência............ e bebe........... ANALISANDO O RELATO BÍBLICO Fatos sobre a vida de Isaque podem ser lidos nos capítulos 21.......... 7 de junho....... Fica na terra que eu te disser....... e serei contigo e te abençoarei.......... 1.com | 73 . Sara.... mais promessas não cumpridas do que cumpridas...... Gn 25 Sábado... e sai...

Ele pinta um retrato honesto do filho de Abraão e Sara. é o capitulo 26. A ênfase desse capítulo é: Deus cumpre o que diz. o amigo de Deus. o proibiu de seguir avante. Faltava o básico. 3. Não se deve pensar que essa ordem de Deus era uma ordem fácil de se atender. Sem rodeios.4 Sendo assim.. Não era mesmo! “Nada era mais difícil do que permanecer em um lugar.  Lopes (2001: 84). sem interrupções.. apesar de nossas imperfeições e limitações. o filho de Abraão. Realça tanto os defeitos quanto as suas virtudes. Diante disso. Desde então. a atenção de todos se voltou para a mulher dele. Ao chegar a Gerar. não há motivo para insubmissão: Uma grande fome assolou a terra. O que levou Isaque a mentir? O medo de que os pagãos o matassem para ficar com sua bela mulher. Pior do que o medo de Isaque foi o seu egoísmo. Que ousadia epiritual! 2. Nem mesmo a casa de Isaque. Isaque arrumou as malas. Habita na terra que eu te disser (Gn 26:2). 74 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . Tudo indica que o plano de Isaque era descer para o Egito. e serei contigo e te abençoarei (Gn 26:3a). Teve de viajar pouco mais de cem quilômetros. A crise atingiu a todos. não havia motivo para receio algum. Como Isaque pôde 2. Todo mundo queria saber quem era aquela linda mulher! Isaque disse: É minha irmã (Gn 26:7a). então.  Champlin (2000:177). sem argumentar e sem murmurar! A sua singela e imediata obediência é narrada da seguinte maneira: Assim. De todos esses oito capítulos. sem questionar. Se Deus cumpre o que diz. habitou Isaque em Gerar (Gn 26:6). ordenou-lhe: Não desças ao Egito. Ele abriu mão do próprio plano. ficou livre dela! Os filhos de Abraão também sofrem! A escassez era absoluta.3 Deus.2 1. O que Deus tinha acabado de dizer a Isaque? Isto: . 4. não há motivo para insegurança: A narrativa continua. Diante disso. analisá-lo. porém.peregrina nesta terra. parecia ilógica. Isaque expôs a vida da própria mulher. a ordem de Deus para Isaque ficar em Gerar. terra da sequidão. pegou a mulher e partiu para Gerar. para não dizer absurda. quando havia cereal no Egito”. Mas Isaque resolveu submeter-se à direção divina. E uma admirável demonstração de obediência é seguida por uma descarada manifestação de covardia. Se Deus cumpre o que diz. para morrer de fome. o que mais gasta tempo tratando a respeito de Isaque. “Grandes contingentes de semitas estavam migrando para o Egito”. Vamos. em função do plano de Deus.  Allen (1987:266). Para salvar a própria vida. ela corria sérios riscos de sofrer abusos de todo tipo (Gn 26:10).Jacó e Esaú.

. a narrativa destaca a sua iniciativa.. não há motivo para revanchismo: Em pouco tempo.. Enfim. começou a incomodar bastante: . Não havia sinal de chuva. enchendo-os de terra (Gn 26:15). O Senhor cumpriu a promessa. Isaque foi também rejeitado. partiu para os vales de Gerar. A sua mentira foi casualmente descoberta e severamente repreendida por Abimeleque. Se Deus cumpre o que diz. Após enfrentar inveja e rejeição. Isaque. Isaque era crente em Deus! Uma triste reprimenda! 3. enfrentou seguidas e injustas contendas (Gn 26:1921). www. que passou a sentir-se ameaçado com a presença dele.  Wiersbe (:153).. recolheu cento por um (Gn 26:13a).portaliap. mas as colheitas de Isaque eram mais fartas do que as deles. prosperou. então. Por causa de suas conquistas. então.. ele permanece fiel. Gostava de meditar (Gn 24:63). Deveria ser o contrário! Afinal. ficou riquíssimo. Não gostava de conflitos 5. pois de maneira nenhuma pode negar-se a si mesmo (II Tm 2:13). nos dias de Abraão. 4. Isaque tornou-se muito rico: Enriqueceu-se o homem.. o cenário era desfavorável. Isaque e seus vizinhos tinham acesso ao mesmo solo e dependiam do mesmo sol e da mesma chuva.porque o Senhor o abençoava (Gn 26:13). A pessoa passiva não semeia! Isaque investiu e semeou! Em vez de se entregar ao pessimismo. Mas não era uma pessoa passiva! A pessoa passiva não investe. mas da bênção de Deus na vida de Isaque! Quando Deus lhe disse para ficar em Gerar. O normal seria não semear nada. Se Deus cumpre o que diz. no mesmo ano.5 Por qual motivo? A resposta é encontra na seqüência do versículo: . A sua riqueza. O resultado foi estrondoso: Houve uma farta colheita: .com | 75 .e. Isaque era um homem pacífico e paciente. Acabou sendo expulso por Abimeleque. Afinal.. Se somos infiéis.e..de maneira que os filisteus lhe tinham inveja (Gn 26:14b). prometeu protegê-lo e abençoá-lo. possuía ovelhas e bois e grande número de servos (Gn 26:14a). Nada disso. porém. que parecia possuir uma conceito de casamento bem mais elevado e bem mais sólido.se portar de maneira tão insana e covarde?! Ainda bem que sua farsa não durou muito tempo. não há motivo para inatividade: Após retratar a fraqueza de Isaque. A inveja desses filisteus era de natureza agressiva: . Isaque era um homem de caráter tranqüilo. ele se entregou ao trabalho: Semeou Isaque naquela terra (Gn 26:12b). a terra era árida. impediu Isaque de semear. lhe entulharam todos os poços que os servos de seu pai haviam cavado. por isso. O fruto da terra não era fruto do acaso ou da sorte.

mesmo assim. o item 3 e explique afirmação: “Se Deus cumpre o que diz. filho de Abraão (Mt 1:1). não há razão para temor: o Deus de Isaque está ao nosso lado e jamais se omite! 1. sem deixar o coração se amargurar. Leia Gn 26:1-3. Deus cumpre o que diz! Ao final desta parte.6 O capítulo se encerra não com revanchismo. Ele soube enfrentar a inveja. Mas. o pai de Isaque. O fato de estar no lugar onde Deus o mandou estar não o livrou das tensões. mas também de tensões para a vida de Isaque. filho de Davi. 76 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . Há dias ensolarados e há dias tenebrosos.  Lopes (2007:67-78).e confrontos. Será assim até a volta de Jesus Cristo. Assim é a vida de todos os que servem a Deus. a rejeição e as contendas. Os períodos de bênçãos se misturam com os períodos de tensões. Após ler Gn 26:12-14a. não há motivo para inatividade”. 6. vale a pena pensar um pouco numa questão: Gerar foi um lugar não somente de bênção. Leia Gn 26:7-11. o item 1 e responda: Como Isaque reagiu diante da ordem de Deus para ficar em Gerar?  2. 6. mas com reconciliação. o item 2 e responda: Por qual razão Isaque negou a sua ligação conjugal com Rebeca? 3. em todos os tempos e em todos os locais.

O medo ruim fez de Isaque um homem mentiroso. Se você crê que Deus cumpre o que diz. Devemos amar os que nos perseguem (Mt 5:44). 26-31. saímos do lado de Jesus. não uma resistência violenta. contenda – é. egoísta e covarde. a sua esposa. responda: De que modo Isaque lidou com a inveja. O medo bom nos protege. 5. Há dois tipos de medo: o bom e o ruim. nos maltratam (Lc 6. O medo ruim nos leva ao pecado e nos torna imorais.  Piper (2008:236). O medo bom nos livra do pecado e nos torna mais santos. pois nos leva para longe do Senhor (Gn 3:8-10). Qual deve ser a nossa reação. LIÇÕES PARA VIVER 1. pois nos traz para perto do Senhor (II Cr 20:3). não reaja com covardia. Já o medo ruim nos acovarda. rejeição e contenda? A nossa reação deve ser a de Isaque. naturalmente. www. Quando temos outra reação. A reação cristã ao mal – inveja.28). 7. não reaja com violência.com | 77 . que tanto ensinou quanto viveu a não-violência. nos bate no rosto e nos tiram a capa (Lc 6:29). Por causa do medo ruim. Se você crê que Deus cumpre o que diz. nos odeiam (Lc 6:27).4. quando somos objetos de inveja. rejeição. O medo bom é sempre bem-vindo! E o medo ruim? Que Deus nos livre dele. Devemos reagir a tudo isso com amor. a resistência. Após ler Gn 26:14b-21. nos amaldiçoam. o item 4. com a rejeição e com a contenda? II. Isaque negou os laços conjugais com Rebeca.portaliap. mas a resistência amorosa e pacífica7. responda: Como devemos tratar aqueles que nos destratam? 2. Com base na primeira aplicação.

de sabedoria. de misericórdia. 3.8 As promessas são de bênçãos. Não seja como os ímpios. uma por uma! Amém! 8. porém. respeite as escolhas e as direções dele para a sua vida. Senhor. abortou os planos de descer para lá. de consolo. Qual deve ser a nossa atitude diante das ordenanças e direções de Deus? Leia a terceira aplicação.159).. para os tentados.. CONCLUSÃO: Deus é Deus de promessas. Bíblia de referência Thompson (2002:1. de fortaleza. para os que oram. Se você crê que Deus cumpre o que diz. não fazia parte da agenda de Deus para Isaque. Diga: . Quem tem juízo não teima com Deus. pois tu és o meu Deus (Sl 143:10). de longa vida. A sua palavra começa. Não teime em descer para o Egito. Peça: .. para os contritos. para os misericordiosos.6. Este. Há grandessíssimas e preciosas promessas (II Pe 1:4) para os aflitos. Após ler a segunda aplicação. de salvação. Se você quer ter uma vida que agrade a Deus. não reaja com teimosia. como vimos acima. de progresso. para os retos. continua e termina com promessas. então. de perdão. irá cumprir todas. para os humildes. para os obedientes. Para se livrar da grande fome. conforme as tuas ordenanças (Sl 119:149). o Senhor absoluto de tudo e de todos. 78 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . E o melhor de tudo é que o Senhor.faze-me viver. para os pequeninos. 7. para os santos. explique esta declaração: Se você crê que Deus cumpre o que diz. o Egito era a saída mais óbvia. no tempo certo. de limpeza. em cujos planos não existe lugar para Deus (Sl 10:4). para os pobres. de proteção. de dons espirituais.. para os trabalhadores.ensina-me a fazer a tua vontade. para os órfãos. para as viúvas. O Egito. para os arrependidos. de preservação. não reaja com covardia. de paz.

... 19 .. Não se endireita? O estudo de hoje mostrará que o incansável amor de Deus endireita................ que deixa de lado a astúcia e passa a confiar nas promessas divinas. promessas de Deus de abençoar o mundo através dessa gente... 20 . Predileção.... Gn 32 Sexta.......... Gn 30 Quarta.. que passa a se chamar Israel....12 20 JUN 2009 O incansável amor de Deus Hinos sugeridos: BJ 259 – MV 150 / BJ 50 – CC 7 LEITURA DIÁRIA Domingo........................... o lutador.Gn 33-34 Sábado.... 18.......... Com paciência e amor.Gn 28-29 Terça....Gn 35-36 ObjetIvO Levar o estudante a entender que a mentira. Estas só são derramadas pela fé nas promessas divinas.. a astúcia......Gn 27 Segunda........... .....com | 79 . a mãe ama mais o outro.... os atos inescrupulosos não operam as bênçãos de Deus.......... e te guardarei por onde quer que fores......... filhos de Isaque e Rebeca.... o enganador.portaliap.. mentira.. Deus muda a vida de Jacó............................. I.............. A vida dessa família é uma prova de que o amor de Deus é incansável.. astúcia................ Gn 31 Quinta............... Mas......................... porque te não deixarei......... até que te haja feito o que te tenho dito............... acima de tudo. 17 ....... Como? Diz um ditado popular: “Pau que nasce torto nunca se endireita“.................. 14 de junho............ 16..... farsa: armas carnais usadas para obter bênçãos de Deus... 15 ... TEXTO BÁSICO: E eis que estou contigo...... (Gn 28:15) INTRODUÇÃO: Discórdias entre marido e mulher: o pai ama mais um filho.................... Junto a tudo isso.. ANALISANDO O RELATO BÍBLICO Em Gênesis 25:19-34 e nos capítulos 27 a 35 é relatada a história do nascimento e da vida de Esaú e Jacó... e te farei tornar a esta terra.. Tudo www.... tais bênçãos alcançam os homens porque Deus os ama de forma incansável.........

De igual modo foi o sofrimento de Jacó. a família patriarcal estava interferindo numa decisão divina.1 E Jacó. Gardner (2002:292). e ela nunca mais viu o filho predileto. seria diferente: Jacó receberia a bênção. Como legítimo representante da herança divina. em Padã Arã (Gn 28:1-10). na ocasião da bênção. e foi viver num lugar incerto. 1. neste episódio. no caso. em Canaã. A discórdia entre Isaque e Rebeca se acentuou (Gn 25:28. Quando Isaque se preparou para transmitir a bênção divina. que assegurava autoridade maior no sistema de vida patriarcal. Em vez de se arrepender. Esaú passou a odiar Jacó e a planejar sua morte (Gn 27:41). Ela usou de astúcia e mentira para enganar seu marido e assegurar a bênção para seu filho predileto (Gn 27:5-29). A predileção é uma forma errada e explosiva de amar. Rebeca fez questão de não confiar na promessa divina que garantia a bênção a Jacó. a solidão de Rebeca cresceu. precisa saber que as consequências são dolorosas. Tudo leva a crer que Isaque fez questão de ignorar que o mais velho serviria o menor.começou quando Isaque se encontrava velho. com qualquer pessoa ou família. Com atos pecaminosos. Esaú. Em qualquer tempo. que perdeu a proteção familiar. seria o agraciado. Rebeca decidiu interferir. mostrou-se irresponsável com a santidade da bênção. Uma horrível conspiração: Desde o ventre da mãe. Tradicionalmente. não se dirigiu a Jacó. Diante da determinação do marido de não cumprir o decreto divino. ficou com medo de ser descoberto (Gn 27:12). a mãe mais o outro (Gn 25:28). o filho que mais amava (Gn 27:1-4). cego e cansado. 27:1-45). isso é muito grave. fez tudo como combinado com a mãe. o filho mais velho. como fruto da vontade de Deus (Gn 25:22-23). 57-60). 80 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . Tudo indica que não o fizeram. por sua vez. Esaú. confiante na astúcia (Gn 27:35). Jacó foi além: Com o apoio da mãe. “Mas tudo isso ocorreu na família patriarcal?” Sim! A Bíblia nunca es- 1. Por sua vez. mas a Esaú. corrompeu virtudes que eram parte de seu charme durante a juventude (Gn 24:15-20. Rebeca armou uma fraude. Veja que. Isaque e Rebeca estavam conscientes da decisão divina. envolveu Deus na farsa (Gn 27:20). O pai amava mais um filho. Mas. Quem decide viver alheio à vontade de Deus. e deveriam tê-la compartilhado com seus filhos. ele planejou transmitir a bênção da primogenitura. Deus havia determinado: O Mais velho servirá ao mais moço. a ponto de negociá-la de forma vil (Gn 25:29-34).

”2 Deus vai convencê-lo de que seus servos não prosperam com astúcias. sua preferida. Deus sabe que quem está acostumado a usar o engano para obter vantagens e. O incansável amor de Deus começa a dar frutos na vida de Jacó. em vez da astúcia e da esperteza humana. como esposa. mas com a sua bênção. www. A Bíblia Sagrada é honesta! Ela mostra o desespero de Rebeca. Então. Jacó vê uma escada posta da terra ao céu. vai ensinar ao futuro patriarca que. Agora. Jacó sabe o que Isaque e Esaú sentiram. Deus estava ao seu lado (Gn 28:16). passo a passo. Os capítulos 29 a 31 narram a saga do futuro patriarca no extremo norte da Palestina. Deus promete estar sempre a seu lado. Mas. Uma grandiosa transformação: Desolado na estrada para Padã Arã. de repente.condeu isso de ninguém. prometendo dar a Jacó as mesmas bênçãos dadas a Abraão e Isaque (Gn 28:13-15). Ele trabalha sete anos para ter Raquel.portaliap.com | 81 . é melhor confiar nas promessas divinas. com seu incansável amor. e. Jacó entendeu que. nela. ao ver seu esposo próximo à morte. Deus não recriminou a iniciativa espiritual de seu servo. Mas por cima dela estava o Senhor. Deus ama Jacó. no comando das ações. Jacó foi enganado? Foi. apesar de suas falhas. Por isso. terá de alterá-lo profundamente. por isso. Por isso. mudá-lo e cumprir nele seus santos propósitos (Gn 28:15). Deus vai acompanhar Jacó. sem mãe e sem irmão. Como os nossos pecados não confessados se voltam contra nós! De Deus não se zomba. está tendo um grande progresso espiritual. entregando-lhe a outra filha. ao ver seu filho Esaú bufando de ódio. e. aproveitou o momento de promessas para “testar” Deus. e. no meio de intrigas e mentiras? Em sua soberania. anjos sobem e descem. 2. O que Deus faz com tudo isso? Ele tem promessas a cumprir com essa família e é fiel! Mas como torná-las realidade. Ele foi obrigado a trabalhar mais sete anos e se casou com 2. na hora das núpcias. “Será que ele cumprirá o que prometeu?” Jacó ainda não confiava plenamente em Deus. seu tio Labão o engana. Lia. Animado. começa a reconhecer a presença de Deus e prometer entregar-lhe o dízimo. Jacó chega à casa dos parentes de sua mãe. Gardner (2002:293). através de um sonho que lhe encheu de esperança. Jacó viu Deus vir em sua direção. o Senhor não abandonou seu propósito declarado. fez um voto para por Deus à prova (Gn 28:20-22). Mas o Senhor entende Jacó. ao ver Jacó fugindo sem pai. “Embora ele desejasse conquistar a promessa de Deus por meio de suas manobras enganadoras.

venceu a si mesmo. Judá. “Jacó percebeu a sua própria fraqueza e a superioridade daquele que o tocou. que ficou manco. Mas.4 De enganador a lutador. Teve de sair fugitivo e. depois. com relação à bênção da primogenitura? 3. Deus deslocou a coxa de Jacó. Uma vitória do incansável amor de Deus. rebanhos e empregados. antes de se acertar com Esaú. Allen (1986:48) 4. o Salvador do mundo. enfrentar seu sogro na estrada. decidiu voltar para Canaã. Depois que formou uma grande família. “Deus luta conosco para derrubar nossa obstinação. Jacó é aquele que prevalece pelo engano. É um Jacó alterado pelo amor de Deus. Israel é aquele que prevalece pela luta com Deus e com os homens.3 Deus o abençoou e lhe deu um novo nome: Israel. Em forma de homem. Com base em Gn 25:21-23. as bases das doze tribos de Israel. de onde descenderia o Messias. de suplantador inescrupuloso a um homem disposto a ser governado por Deus. Ao perder para Deus.  Stott (2007:51). que transformou Jacó no pai de doze filhos. Então. Próximo a Canaã. Tudo terminou em paz. Jacó se acertou definitivamente com Deus: lutou com o Senhor a noite inteira. qual a determinação divina para o casal. tornou-se um novo homem”. É a certeza de vitória sobre seu relacionamento com Esaú e de triunfos por toda a sua vida. 82 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . Jacó estava com medo de Esaú. 1. dentre os quais. nós lutamos com Deus para buscar as suas promessas”. Como bem disse John Stott. No momento em que se submeteu. a raiz de Davi. responda: Depois que Isaque orou a Deus e este abriu a madre de Rebeca.Raquel. mas estava disposto a reparar seus erros.

2. LIÇÕES PARA VIVER 1.  Com base em Gn 27:1-17. se manteve firme. como Sara (Gn 18:12). Dê sua opinião a respeito da conduta do patriarca e de sua esposa. fracasso ou falta de fé do homem. de obstinado a submisso a Deus. Dê sua opinião a respeito da conduta do futuro patriarca. Com base em Gn 29:21-26. Rebeca não confiou. porém. ante a decisão do marido de dar a bênção a Esaú. Que você aprende com essas atitudes de Deus? II. 4. Com base em Gn 28:12-17 e 32:22-30. amando-os e mantendo suas promessas. explique a maneira de Jacó conseguir bênçãos. Isaque ignorou. Que lições você tira desse episódio para sua vida espiritual e moral? 5. Deus decidiu que Esaú serviria a Jacó (Rm 9:10-12). explique a reação de Isaque à determinação divina e a reação de Rebeca.portaliap. O incansável amor de Deus supera nossas fragilidades. 3.com | 83 . “O Senhor dos exércitos não pode ser impedido pela oposição. Deus. Com base em Gn 27:18-29. explique que lição Deus permitiu que o astuto Labão desse no enganador Jacó. explique as ações de Deus para corrigir a maneira de agir errada de Jacó e transformá-lo de enganador a lutador. Ele é capaz de fazer a sua vontade prevalecer apesar de www.

ao saber de suas atitudes pecaminosas? Desistiria ou os ajudaria a mudar e. O mesmo pode ocorrer com você: se você ainda usa armas humanas. O incansável amor de Deus oferece novas oportunidades. Paulo. Deus amou a Jacó (Gn 32:10. Jacó confessou ser indigno. Isaque deu a bênção a Jacó e ambos se uniram para proteger os filhos (Gn 27:42 a 28:9). Fez isso com Jacó. Rm 9:13). mudá-lo e transformá-lo numa pessoa que vive pela fé no Filho de Deus (Gl 2:20). e a tua fidelidade chega até as nuvens (Sl 36:5). e. discuta com a classe sobre a longanimidade do amor de Deus e como esse amor pode ser mais bem usufruído pelos cristãos de hoje? De que forma esse amor pode fortalecer a fé nas promessas de Deus? 2. você.  Com base no texto anterior. O teu amor. Jacó e Esaú.  Allen (1986:42). 84 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 .tudo”. Jonas. Rebeca. Jn 3:8-10). depois. alcança os céus. Ele sempre dá uma segunda chance aos fracassados. Você está disposto a essa mudança? 6.5 Resultado: Rebeca reconheceu seu erro. que se deve fazer para que os pecados cometidos não se tornem impedimentos às bênçãos divinas? Que impacto o amor de Deus tem sobre os pecados confessados? (Sl 51:17. Rm 9:13). dar-lhes-ia nova oportunidade? Deus é amor! (I Jo 4:8) Ele sempre ajuda o pecador a rever seus atos. Jn 3:8-10. 5. Davi. Que faria você com Isaque. Um Deus tão amoroso assim merece o seu amor. a mudar suas atitudes e lhe dá nova oportunidade. o incansável amor de Deus está pronto a alcançá-lo. por isso. Com base no texto anterior. você não acha? 7. Todo ato de arrependimento é respondido por Deus com perdão (Sl 51:17. Pedro. ó Senhor.

Jacó era o principal culpado pelo ódio assassino do irmão.portaliap. se arrependeram. Souberam que Deus os amou e os suportou incansavelmente. para que não venha ele matar-me. das mãos de Esaú. Só Deus! Jacó sabe disso. explique por que recorrer ao amor de Deus é uma atitude indispensável para a restauração de relacionamentos interrompidos. Ela não esconde os defeitos e as virtudes de suas personagens. Depois que confessou sua indignidade. Por seus méritos? Eles sabiam que não. alcançaram promessas e morreram firmes na fé. estratégias humanas que resolvam o ódio. Abraão. Jacó orou: Livra-me. pois eu o temo. Clame a Deus! Ponha a crise no altar do Senhor. lido e respeitado no mundo. 8. a fim de usá-lo poderosamente como bênção neste mundo (Tg 5:17 e 18). Deus o ouviu e fez a paz entre eles. O incansável amor de Deus restaura nossos relacionamentos. Isaque e Jacó são os patriarcas mais respeitados da história do povo de Deus. mas Deus o ama incansavelmente. Com base no texto anterior. mas insuficientes. Não é à toa. fraturas relacionais? Já causou profundo ressentimento ou ódio em alguém querido? Busque a restauração! Suas palavras e gestos são importantes. e a mãe com os filhos (Gn 32:11). foram transformados. Não há argumentos. E você? Você é sujeito aos mesmos erros e paixões que eles. Você já causou grandes desavenças entre irmãos de sangue e da igreja? Já foi a causa de rompimentos. Todos erraram. peço-te.3. CONCLUSÃO: A Bíblia Sagrada é o livro mais vendido. até que pudessem responder positivamente ao chamado divino e ser bênção para o mundo. Ef 2:14 e 16). Só o Deus de amor restaura inteiramente os relacionamentos (Lc 15:25-32. presentes. É a sua vez de ser abençoado por Deus! Amém! www. das mãos de meu irmão.com | 85 . e pode mudá-lo profundamente.

............ que o sucesso não precisa nos deixar corruptos nem vingativos nem amnésicos. O outro “José”....... 21 de junho..........Gn 49-50 ObjetIvO Mostrar ao estudante da palavra de Deus.................... José. é uma história da soberania divina sobre a história humana............................... José é uma prova eloquente de que 86 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . quer ir para Minas..Gn 39-40 Terça. e agora você? A lição de hoje gira em torno de “José”.. Foi um dos maiores poetas que o Brasil já teve.... 26 ........... o de Jacó.. a história de José é uma das mais conhecidas e mais apreciadas...... na cidade mineira de Itabira.. Analisemos a sua história...... não existe porta... mas do “José” de Jacó... quer morrer no mar.. a luz apagou................. para conservar vossa sucessão na terra e para vos preservar a vida por um grande livramento......... “José” é um dos seus mais famosos e populares poemas e começa assim: E agora........... o povo sumiu.................... A sua história.. 22 ... TEXTO BÁSICO: Deus me enviou adiante de vós............. I....... 23.... (Gn 45:7) INTRODUÇÃO: Carlos Drummond de Andrade nasceu em 1902..... José? A festa acabou........ Minas não há mais........13 27 JUN 2009 Triunfando nas provas Hinos sugeridos: BJ 353 – HC 454 / BJ 196 – HC 372 LEITURA DIÁRIA Domingo.......... mas o mar secou..Gn 41-42 Quarta. a noite esfriou..Gn 47-48 Sábado..... 24 .........................Gn 37-38 Segunda........ O “José” do poeta não tem saída: Com a chave na mão quer abrir a porta.. que começa no capítulo 37 e termina no capítulo 50 de Gênesis. 27 ..... ANALISANDO O RELATO BÍBLICO De todas as histórias das Escrituras Sagradas. não do “José” do poeta......... tem saída: tem Deus.Gn 43-44 Quinta...... a partir da história de José..Gn 45-46 Sexta..................... 25... e agora.....

como Deus fez com que todas as provações de José cooperassem para a realização do seu plano. que apascentavam o rebanho da família. mas de seus próprios irmãos. a ficar muito difícil dentro de casa. Antes de decidir pela morte de José. Uma análise sobre a procedência da provação de José: Jacó amava muito seu filho José. com muita calma. os irmãos de José. José foi jogado no fundo do poço. Ele clamou por ajuda. Vejamos. o preferido dele. A comunicação ficou ofensiva (Gn 37:4) e irônica (Gn 37:19). Primeiro: José era o primeiro filho de Raquel. Jacó deixou muito clara a sua preferência. Segundo: José nasceu quando Jacó já era idoso. Eles foram além. A vida do predileto do pai.Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam.1 Note que José não era a causa de suas próprias aflições. José passou a ser odiado pelos seus irmãos (Gn 37:4a). Ao vê-lo de longe. a esposa favorita de Jacó. e disseram: Achamos isto. Lopes (2007:101). Um de seus irmãos discordou do homicídio e sugeriu somente um castigo (Gn 37:22). www. vê 1. que era grande. seus irmãos começaram a ridicularizá-lo. estavam bem. do escolhido para receber as bênçãos de filho mais velho. seus irmãos o invejavam (Gn 37:11a). estranhas. mas o próprio irmão. dos que foram chamados de acordo com o seu propósito (Rm 8:28 – NVI). do que usava vestimentas distintas e sonhava coisas estranhas passou. então. José foi até a perigosa região de Siquém para ver se seus irmãos. O clima com seus irmãos ficou por demais tenso e hostil. Estas.com | 87 . mergulharam a túnica de José no sangue do bode recém-morto. Ele foi rejeitado por aqueles que mais deveriam amá-lo. na verdade. 2. mas seus irmãos o ignoraram. O pior veio a seguir.portaliap. Talvez essa predileção esteja relacionada a três fatos. quando José contou o seu sonho (Gn 37:5b). Uma análise sobre a severidade da provação de José: Por ordem de seu pai. sua própria carne (Gn 37:7)”. Além disso. Foi o que aconteceu. 1. José foi vendido para uma caravana de ismaelitas que viajava para o Egito. Idem pp. “Eles não venderam um inimigo capturado na guerra nem um estranho ou um criminoso perigoso. A combinação de ódio e inveja é letal. Depois desse mimo. “Havia ódio no coração deles e veneno em suas palavras. seu pai. O ódio. Falaram em assassiná-lo. 2.2 Pois bem. Analisemos a procedência. Levaram-na para Jacó. porém. Terceiro: A atitude e o caráter de José eram diferentes. então. Era. a superação e a finalidade da provação de José. ficou ainda maior. quando lhe deu uma túnica comprida e colorida. a severidade. 102-103. depois disso. inimigas. não vieram de pessoas distantes. firiram-no com a língua”.

primeiramente. competência técnica. Em pouco tempo. A seguir. 5. não vos entristeçais. Ele foi promovido. José foi parar na cadeia. o Senhor. profundamente aterrorizados e visivelmente entristecidos. porque.5 Ele não aceitou ser o amante dela. pois. mediante uma cadeia de interessantes eventos.  Swindoll (2000:62). nem vos pese aos vossos olhos por me haverdes vendido para cá. onde foi vendido para Potifar. vinha gente para o Egito. então. Tudo ia de bem a melhor para José. onde estava? O Senhor estava com José (Gn 39:2). Deus me enviou diante da vossa face. José revela sua verdadeira identidade. Ela. para lá. Ele jamais foi embora. Deus – e 3. Eles foram duas vezes ao Egito. Examine o que recebeu (Gn 41-39-43). Uma análise sobre a finalidade da provação de José: O sonho de Faraó se cumpriu do jeito que José havia dito. corretamente um sonho. capitão da guarda. ali. Ele interpretou. que ficaram grandemente espantados. para se vingar dele.  Vassão (2000:73). Depois das sete vacas gordas (sete anos fartura). pois. para conservação da vida. Ali. “Ele se tornou escravo numa terra da qual não conhecia sequer a língua”. de modo que ia muito bem em tudo o que fazia. Jacó concluiu que o seu amado filho José havia sido morto por um animal selvagem. Uma análise sobre a superação da provação de José: O jovem José foi. 88 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . lhe deu discernimento espiritual. então. 3. Entre os que iam. “Era ali que Deus estava. um plano de Deus: Agora. até que a mulher do seu senhor passou a assediá-lo sexualmente e diariamente. A situação era crítica e todos estavam famintos. 4. oficial de Faraó. José foi levado perante o rei da terra. Sem poder se conter por mais tempo. José passou a mostrar-lhes que tudo que lhe ocorreu fazia parte de um plano maior. o acusou de abuso sexual. Idem (:63).3 E Deus. Chegava ao fim a provação de treze anos! 4. Ele chorou por muitos dias e recusou ser consolado. foram também os filhos de Israel (Gn 42:5a). De todas as partes. Bem ali. depois de ter sido esquecido por mais dois anos. “As mulheres egípcias eram bem conhecidas por sua infidelidade conjugal e imoralidade”. levado para o Egito. passou a cuidar da casa e do campo do seu senhor. A seguir. Jamais partiu”. em busca de cereais.se é ou não a túnica de teu filho (Gn 37:33). que era com José (Gn 39:21). vieram as magras (sete anos de escassez). Diante daquela evidência sangrenta. impressionou Faraó com suas orientações e tornou-se repentinamente poderoso e próspero.4 Isso fez toda a diferença! Deus lhe deu. para o assombro dos irmãos (Gn 45:4b).

não seus irmãos – enviou José para o Egito. no ano certo.6 José sofreu muito e por muito tempo no Egito.  Wiersbe (2008:197). Baseie-se no item 2. os seus caminhos! (Rm 11:33). 1. José triunfou.portaliap. Ele realiza. No tempo certo. Treze anos. Após a leitura de Gn 37:12-36. E ele o enviou por uma razão: para preservar a vida (Gn 50:18-20). um dia.com | 89 . no mês certo. no tempo de Deus. Não se pode adiantar nem atrasar o tempo de Deus. 6. o Pão da Vida (Jo 6:48)”. tanto da sabedoria como do conhecimento de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos. No dia certo. e quão inescrutáveis. www. a nação de Israel pudesse dar ao mundo Jesus Cristo. 3. Leia Gn 41:1-46 e responda: Como José superou a provação? Leia também o item 3 do comentário. dos 17 (ano da sua chegada humilhante ao Egito) aos 30 anos (ano da sua promoção grandiosa no Egito). ele nos faz triunfar nas provas. da provação de José? 2. Deus livrou José de todas as suas aflições. explique a severidade da provação de José. do comentário anterior. Ele intervém. Deus está sempre por cima de tudo e de todos. Deus enviou José para o Egito “para preservar a vida de sua família (Gn 45:7) de modo que. Ó profundidade da riqueza.  Com base em Gn 37:1-11. responda: Qual a procedência. Ele planeja.

4. precisamos demonstrar integridade – o que somos quando ninguém está por perto para verificar. José tinha caráter.7 Perdoe! 7. O sucesso não precisa nos deixar vingativos. discuta com a classe esta afirmação: “O sucesso não precisa nos deixar corruptos”. Não se vingou dos seus irmãos que o venderam como escravo. O sucesso não precisa nos deixar corruptos. mas não contra-atacou. É deixar o outro livre e ficar livre O perdão oferece cura para os ofensores e ofendidos”. O melhor mesmo é ter uma atitude perdoadora. Quantos utilizam o sucesso alcançado para perseguir e castigar as pessoas que as ofenderam. Nesses lugares. Não houve fraude nem desvio financeiro. “Perdoar é restaurar. Ele pagou o mal com o bem (Gn 45:21-23. II. José foi um homem integro tanto na época das vacas gordas (Gn 41:4749) quanto na época das vacas magras (Gn 41:53-57). José era uma homem de coração perdoador (Gn 50:15-19).  Lopes (2007:115). Deus nos eleva a uma posição de autoridade e liderança em renomadas empresas públicas ou privadas. uma vez sequer! Todo dinheiro foi para onde deveria ir. é cancelar a dívida. LIÇÕES PARA VIVER 2. 90 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . Além de agradecido e íntegro. Ele não abriu nenhuma conta no exterior. Às vezes. José sofreu vários e enormes golpes. Com base no comentário acima. Em tempo algum se aproveitou da sua autoridade e da sua influência. nem da mulher de Potifar. 5. Ele não abusou do seu poder. nem do copeiro chefe que se esquecera dele. é não cobrar mais. 47:11-12). 50:18-20 e responda: Qual a finalidade da provação de José? 1. quando tinha poder e chance para fazê-lo. Não somos sempre afligidos.  Leia Gn 45:4-8. que o acusou falsamente. Não privilegiou ninguém.

pode ser tentado a esquecer quem o ajudou você a chegar lá (Dt 8:18. por duas vezes.com | 91 . O sucesso provoca amnésia espiritual. O sucesso sabota as lembranças do bem sucedido. No tempo certo. dos 17 (ano da sua chegada humilhante ao Egito) aos 30 anos (ano da sua promoção grandiosa no Egito). que está lendo estas linhas. Enquanto a sua virada não acontece. ele não permitirá que vocês sejam tentados (ou provados) além do que podem suportar (I Co 10:13). o seu Deus virá ao seu encontro e fará com que você triunfe sobre todas as suas aflições. CONCLUSÃO: José sofreu muito e por muito tempo no Egito. 3. admitiu. de um modo ou de outro. uma chance de abrir um negócio. um prêmio.portaliap.8 Você vai. continue servindo-o com integridade e disposição. Por que o sucesso pode provocar amnésia espiritual? Recorra à terceira aplicação. 25-39). O próprio José. 8:11-16). De onde veio o sucesso de José? De Deus (Gn 39:2-6.  Lucado (2005:132). alcançar sucesso. ele triunfou nas provas. diante dos seus irmãos. 50:15-21). O sucesso leva ao esquecimento de Deus (Dt 6:10-12. Mas não precisa ser assim! Siga o exemplo de José! 7. I Cr 29:12). Não é possível saber por quanto tempo você. 41:16. O sucesso não precisa nos deixar amnésicos. O que essa declaração significa? Utilize a segunda explicação. www. continuará sob provação. que fora Deus quem o fizera chegar aonde chegara (Gn 45:4-8. “O sucesso não precisa nos deixar vingativos”. Foram treze anos em que.6. Ninguém vai oferecer um trono a você. uma bolsa de estudos. graças a Deus. Treze anos. E quando o alcançar. 8. um aumento de salário. Mas lembrese disto: Deus é fiel. um contrato novo. mas talvez ofereça a você um cargo de chefia.

São Paulo: Vida Nova. 1979. São Paulo:Vida. BRUCE. 01. 1998. Wayne A. Clinfton J. Quem é Quem na Bíblia. Refeições diárias com o sabor dos Salmos.BIBLIOGRAFIA ALLEN. São Paulo: Vida Nova. Bíblia de referência Thompson. bíblica e apologética para o contexto atual. R. Franklin & MYATT. O Pentateuco. 2002. 1. Elber M. Gênesis: introdução e comentário. Paul. 1. HGB – História e Geografia Bíblica. São Paulo: Vida. GRUDEM. CÉZAR. São Paulo: Candeia. _____________________. O Antigo Testamento interpretado versículo por versículo. R. 1987. Viçosa: Ultimato. Laird. Comentário Bíblico NVI: Antigo e Novo Testamento. Comentário Bíblico Broadmam. 1983. São Paulo: Vida Nova. São Paulo: Vida Nova. 2000. DAVIDSON. vol. F. Alan. São Paulo: Vida. 2006. Lenz. São Paulo: Candeia. 2009. HOFF. 92 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . 1963. HARRIS. Derek. GARDNER. O novo comentário da Bíblia. (Editor geral). 2002. São Paulo: Vida Nova. 2007. Teologia Sistemática. Dicionário de Teologia do Antigo Testamento. vol. vol. 2001. F. Teologia Sistemática: Uma análise histórica.F. Paul. CHAMPLIN. FERREIRA. KIDNER. Rio de Janeiro: JUERP. São Paulo: Vida. N.

Henry. Revista Ultimato. São Paulo: Cultura Cristã. PIPER. Charles F. São Paulo: Vida Nova. 2008. São Paulo: Vida. Erwin W. método e men sagem. São Paulo: Hagnos. Max. Jaime. MORRIS. Vencendo a luta interior. 1979. O que Jesus espera de seus seguidores: mandamentos de Je sus ao mundo. LUCADO. Teologia do Antigo Testamento: história. São Paulo: Rádio Trans Mundial. SAINT. Hernandes Dias. John. John Vernon. casamento e sexo. 2007. J. São Paulo: Hagnos. um destino. Gênesis: comentário bíblico. noivado. Quatro homens. Comentário Bíblico Moody. 2003. Felipe. Belo Horizonte: Betânia. Isto não é para mim. 1. John Mark.KEMP. LOPES.com | 93 . São Paulo: IBP. 2005. Uma perspectiva cristã sobre homossexualidade. Rio de Janeiro: CPAD. 200. São Paulo: Candeia. _____________________. Edição 306: Maio-Junho 2007. São Paulo: Fiel. Prosperando no deserto. www. São Paulo: Vida. SANTOS. 2006. Fósseis que falam. Everett F. Valdeci Silva. Eu amo você: namoro. 2007 (Série Através da Bíblia). P. & HARRISON. __________________.portaliap. LUTZER. MORELAND. Itamir Neves de & MCGREE. vol. Divórcio e Novo Casamento. & REYNOLDS. 2005. SMITH. 2006. Criação e evolução: 3 pontos de vista. 2001. Criação ou Evolução. 1986. São Paulo: Vida. Ralph L. 1987. SOUZA. PFEIFFER. São Paulo: Hagnos. Casamento. 2001.

WALTON. Comentário Bíblico expositivo: AT. R. Mal em bem. Belo Horizonte: Atos. Os outros seis dias. Eleny. SWINDOLL. São Paulo: Imprensa Batista Regular do Brasil. Mark W. 2004. 2005. São Paulo: Mundo Cristão. São Paulo: Mundo Cristão.: Noemi Valéria Altoé. John H. 2000. CHAVALAS. 2007. Eles. 94 | Lições Bíblicas – 2º Trimestre de 2009 . A Bíblia toda. José: uma homem íntegro e indulgente. 2003. 97.. John C. A & WOLGEMUTH. São Paulo: Cultura Crista. 2006. Warren W. R. Santo André. 1. Victor H. Paul. VASSÃO. STEVENS. SP: Geográfica. 2000. Viçosa: Ultimato. Viçosa: Ultimato. WIERSBE. p. Palestras Introdutórias à Teologia Sistemátia. vol. THIESSEN. John. Trad.SPANGLER. Henry Clarence. 2001. MATTHEWS.. Comentá rio Bíblico Atos. A terra… de onde veio? São José dos Campos: Fiel. o ano todo: Meditações Diárias de Gênesis a Apocalipse. WHITCOMB. STOTT. Charles R.

nº 12 – CEP 02116-000 – Vila Maria – São Paulo – SP – Tel.: (11) 2955-5141 – Fax: (11) 2955-6120 Envie esta ficha e o comprovante do pagamento para: Departamento de Assinatura . Afonso Vergueiro.00 Rua Dr.FICHA DE ASSINATURA Código CEP Nome Endereço Bairro Cidade Estado Região E-mail Escolaridade Telefone Idade Sexo Pastor Presbítero Diácono/isa Assinatura Renovação GRÁFICA E EDITORA A VOZ DO CENÁCULO LTDA. BANCO DO BRASIL – Agência 0584-3 – C/C 7367-9 Itaú – Agência 0079 – C/C 29570-5 Bradesco – Agência 0099-0 – C/C 300936-0 VALOR DO INVESTIMENTO ANUAL: R$ 22.

NÃO ENVIE CHEQUES POR FAX. devidamente inscritos).br). persianas tipo black-out e carpete de madeira) e 4 tipo Vip (suíte com ar-condicionado. FORMAS DE PAGAMENTO BANCO (Depósito Identificado) Bradesco • Ag. O reembolso será feito até 15 dias após o evento. Acesse o site da FUMAP e conheça as condições específicas. Vista. 099 • CC 300.com. CHEQUE (pré-inscrições) Banco nº _______ Ag. persianas tipo black-out. Cancelamento de inscrição: devolução de 70% do valor para solicitação por escrito até 12/09/2009. Crianças de 5 a 10 anos têm desconto de 50%. cozinha com microondas. TV. SP o número é (11) 3106. .FICHA DE INSCRIÇÃO (favor preencher todos os campos) Nome Idade RG CPF No Sexo: ( )M ( )F Endereço Complemento Bairro Estado Celular País Cidade DDD E-mail RUMAP Telefone A qual IAP pertence? OPÇÕES DE PAGAMENTO Marque com um X a opção de pagamento preferida TAXA DE INSCRIÇÃO OPÇÃO ( ( ( ( ) Pagamento À VISTA ) Pagamento em 6 parcelas ) Pagamento em 8 parcelas *NOVO PRAZO (condição especial) Até 08/03/2009 Até 30/04/2009 6x R$32. Em ambos os casos.6509.00 NO LOCAL (somente à vista e em dinheiro) R$250. mediante depósito em Conta Corrente a ser informada pelo participante. Para enviar por fax. Acesse o site e confira (www. nominais à FUMAP e pré-datados para o vencimento de cada parcela.fumap.50 As inscrições pelo site podem ser feitas até 12/09/2009 e parceladas em 12x (com juros) com PagSeguro. o Maple Village.00 8 x R$24.br. frigobar. nº __________________ C/C nº _________________________________ Cheque nº _______________________________ Envie pelos correios a ficha e os cheques. sendo 48 tipo Luxo (suíte com ar-condicionado. frigobar. lavabo e carpete de madeira).162-8 Efetue o depósito de acordo com a opção escolhida e remeta a ficha de inscrição e o comprovante pelos Correios para: FUMAP – Rua Boa .50 Até 12/09/2009 R$195. e funciona em sistema de “hotel”.com. 314 – 6o andar – Centro – São Paulo. para secretaria@fumap. com recepção e serviço de camareira. Capacidade total: 268 pessoas. ) Inscrições pelo Site da FUMAP HOSPEDAGEM NO HOTEL MAPLE VILLAGE A Estância Árvore da Vida dispõe de uma nova unidade de hospedagem. sala com sofá-cama. TV. O novo prédio tem 52 apartamentos. Após essa data não haverá  reembolso. Comprovantes podem também ser enviados por e-mail. Crianças de 0 a 4 anos estão livres da taxa de inscrição. é necessário que estejam acompanhadas dos pais ou responsáveis legais (adultos pagantes.

.

Guitarra. violoncelo e contrabaixo. viola. Flauta Doce. Núcleo do Sopro – Madeiras. Orquestra e Coral.demaps. Piano. Violão. Núcleo das Cordas – violino. Elaboração e Direção de Culto. Teclado. Núcleo do Sopro – Metais. Técnica vocal para solistas e backs. 03 e 04 de abril 2010 • Curitiba-PR INSCREVA-SE PELO SITE www. 02. Musicalização Infantil através da Flauta Doce – para professores. Regência. Contrabaixo Elétrico. Lidando com os Músicos na Igreja. Multimídia. Sonorização de Ambientes. Bateria.com. Composição.PARTICIPE DESSE EVENTO DE CELEBRAÇÃO E APRENDIZADO SANTIFICAI E ADORAI CONGRESSO Um Culto Santo Para o Deus Santo O cinas Coletivas • Prática de Banda.br ou pelo fone (11) 3119-6457 (falar com Silvana) . Coreogra a na Adoração. O cinas Específicas • Arranjos. Teatro na Adoração.