Você está na página 1de 72

Técnica de Reportagem

Notas sobre a Narrativa Jornalística
Grupo Arthur Chagas Swami Marques Emanuel Limeira Lays Amaro Ester Rosendo Guilherme Alves
1

Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística

26/09/11

Introdução
ò  É a reportagem – onde se contam, se narram as peripécias da atualidade – um gênero jornalístico privilegiado. ò  Qualquer que seja o tipo de reportagem (interpretativa, especial, etc.), impõe-se ao redator o “estilo direto puro“, isto é, a narração sem comentários, sem subjetivizações.

Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística

2

26/09/11

A Narrativa Jornalística
ò  Narrativa, sabe-se, é todo e qualquer discurso capaz de evocar um mundo concebido como real, material e espiritual, situado em um espaço determinado. [...] O romance, o conto, às vezes mesmo o poema, constituem formas diferentes de narrativa.

Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística

3

26/09/11

As principais características de uma reportagem: ò  ò  ò  a)  predominância da forma narrativa b)  humanização do relato c)  texto de natureza impressionista d)  objetividade dos fatos narrados Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 4 26/09/11 . Sem um “quem” e um “o quê”.A reportagem de 1925 ò  A imprensa norte-americana desenvolveu táticas de conquista de público-leitor geraram um estilo próprio. Na reportagem. não se pode narrar. frases abreviadas e palavras selecionadas. dentro de uma retórica da ênfase ou da familiaridade. estes dois elementos têm de existir. feito de períodos concisos. pelo cinema. sobretudo despertar interesse humano. O indivíduo solitário afirmando sua identidade num mundo hostil era um personagem solicitado pela imprensa. pela literatura.

Denunciar ò  À notícia. Pronunciar. através de uma informação. Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 5 26/09/11 . cabe a função essencial de assinalar os acontecimentos. Enunciar. Tornar público um fato.Anunciar.

ò  O anúncio de um fato está ligado ao interesse que ele possa vir a despertar. Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 6 26/09/11 . “notícia é o que os jornalistas acreditam que interessa aos leitores. portanto.Anunciar ò  NOTICIAR seria o ato de ANUNCIAR. Na opinião de Herraiz. notícia é o que interessa aos jornalistas”.

usar a língua num discurso determinado. ex-põe.Enunciar ò  ENUNCIAR ato de ATUALIZAR. Que e-nuncia. Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 7 26/09/11 . manifesta os fatos. Modo de articulação do discurso. põe a mostra. ex-pressa. ou seja.

as notícias-pronúncias e denúncia informam sobre um tema. ò  Mais que o anúncio ou o simples enunciar dos fatos. pronunciamentos irônicos nas notícias.Pronunciar ò  PRONUNCIAR = DECLARAR. numa abstração que visa formar um conceito de natureza ideológica. DECRETAR ò  Aqui o autor explica a existência de opiniões machistas. Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 8 26/09/11 .

mas também. apenas assinalando os acontecimentos. são produzidos conhecimentos de dois tipos: ò  o que traz familiaridade com um tema – e nesse caso o discurso é concreto e descritivo. oferecendo informação contextualizada (background). ò  Conforme o teor da informação. Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 9 26/09/11 . a disposição gráfica das notícias. ò  o que produz conceitos sobre um tema – com um discurso mais abstrato e analítico.Denunciar ò  Não apenas o teor do discurso pode denunciar. as características dos discursos das notícias e o próprio encadeamento delas.

03 Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 10 26/09/11 .Modelos Cap.

Modelos O jornalismo contemporâneo (escrito. Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 11 26/09/11 . radiofônico ou televisual) comporta uma vasta variedade de modelos de reportagem. fundamentais: ò  Reportagem de fatos ò  Reportagem de ação ò  Reportagem documental. sendo três.

Reportagem de fatos (Fact-story) ò  O relato é objetivo ò  Obedece na redação a forma de pirâmide invertida ò  Fatos são narrados por ordem de importância Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 12 26/09/11 .

Reportagem de fatos (Fact-story) ò  Em reportagem televisiva (no caso de grandes acontecimentos) a edição parte do anúncio do fato. mas pode fazer de cada subtema uma notícia independente. Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 13 26/09/11 . ò  Embora esse tipo de reportagem se caracterize pela objetividade é possível encontrar textos onde o “distanciamento” seja menor.

de maneira a atrair o leitor ò  O leitor se envolve na narrativa (como em um filme) Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 14 26/09/11 .Reportagem de ação (Action-story) ò  O texto geralmente inicia pelo fato mais atraente ò  Em seguida os detalhes são expostos aos poucos.

Nesses casos a presença do repórter dá mais realismo e credibilidade a reportagem Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 15 26/09/11 .Reportagem de ação (Action-story) ò  A linguagem muitas vezes chega a ser poética ò  Os fatos são dramatizados ò  Na TV o repórter vira parte da narrativa. podendo correr riscos. como filmar e entrevistar pessoas durante um assalto.

Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 16 26/09/11 .ò  É possível que haja uma combinação da “Reportagem de fatos” com a “Reportagem de ação”: Para quebrar a frieza de uma reportagem documental e captar o interesse do leitor.

etc). ò  Na maioria das vezes deriva de uma notícia e pretende além de expor os fatos. contextualizá-los. ampliando o campo de abordagem e informando também sobre o tema. estatística. Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 17 26/09/11 . dados técnicos.ò  Também pode ocorrer de uma reportagem de ação ou de fatos conter referências documentais (entrevista.

Reportagem documental (Quote-story) ò  Apresenta os elementos de maneira objetiva. acompanhado de citações que complementam e esclarecem o assunto abordado ò  É expositiva e se aproxima da pesquisa ò  Na maioria dos casos (apoiada em dados que lhe dão fundamentação) adquire cunho pedagógico Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 18 26/09/11 .

Reportagem documental (Quote-story) ò  Pronuncia-se a respeito do tema em questão ò  Em alguns casos tem caráter denunciante. ò  Esse modelo é mais habitual em documentários de TV e cinema ò  É comum no jornalismo escrito Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 19 26/09/11 .

Esquemas de textos ò  Independente do modelo básico do relato (Reportagem de fatos. ação e documental) a reportagem pode variar no que diz respeito aos seus esquemas de textos. na maneira de como é hierarquizado os acontecimentos e informações Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 20 26/09/11 .

Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 21 26/09/11 . O texto pode começar pelo fato mais remoto e só depois partir para o fato principal.Tipos mais comuns de esquema Cronológico É o contrário da pirâmide invertida.

antítese e síntese Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 22 26/09/11 . apresenta modelo aparente de tese.Tipos mais comuns de esquema Dialético Esquema comum na reportagem documental É muito usado quando se trata de questões controvertidas O texto se põe a serviço da demonstração de idéia.

Aberturas
Cap. 04

Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística

23

26/09/11

Aberturas
ò  A boa construção da abertura do texto garante a continuidade da atenção do leitor em toda a reportagem.

ò 

melhor que a abertura de uma reportagem adapte-se ao gênero .

ò  Se o gênero for entrevista pode se iniciar com uma citação, caso seja reportagem de fatos uma boa opção é se iniciar com a principal seqüência narrativa, sendo em Técnica de Reportagem: sobre a forma deNotas notícia. 24 26/09/11
Narrativa Jornalística

Aberturas
ò  Costumam-se usar palavras concretas, frases curtas, incisivas e afirmativas, estilo direto, podendo-se indicar de saída o ângulo mais importante.

ò  No gênero de reportagem documental exige maior originalidade nas aberturas, porém, sair da convencional abertura informativa e partindo para algo mais literário pode atrair o interesse do leitor.
Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 25 26/09/11

Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 26 26/09/11 .FORMAS PARA ATRAIR A ATENÇÃO DO LEITOR.

Depois despareceu.Realçar a visão: abertura fotográfica. A filha. tinha os olhos azuis e quem a conheceu diz que era linda. cinematográfica ou descritiva ò  Ex. Tão bonita que chamavam de A Gata . Rosa. Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 27 26/09/11 . Buenos Aires – Silvia Mabel Isabela Valenzi era loura. morreu na incubadeira do Departamento de Neomatologia do hospital. Devia ter uns 25 anos quando deu a luz no Hospital Província de Quilmes na Grande Buenos Aires. A mãe foi vista pela última vez quando era levada da mesa de parto para uma caminhoneta preta de chapa fria que estava estacionada no pátio do hospital.

Os americanos estão desembarcando. São as primeiras batalhas de uma verdadeira guerra. um vale tudo.Realçar a Audição: abertura-citação declaração – real ou imaginada ò  Ex. A noticia. se espalha rapidamente e. na disputa pelos dólares dos 2 mil 500 marinheiros que integram a Força-Tarefa Norte-Americana. que acaba de atracar no Rio. Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 28 26/09/11 . mulheres e cambistas. em poucos minutos. como uma senha. o cais da Praça Mauá é invadido por uma multidão de táxis.

foi vê-lo movimentar-se pela ultima vez dentro das quatro linhas do Maracanã. Em dezembro de 1973. como se chamam piedosamente o afinal inútil ato de caridade em beneficio do já aniquilado herói das Copas de 58 a 62. o povo voltou ao Maracanã.Realçar a imaginação: abertura comparativa ou imaginativa ò  Ex. agora para contemplar o corpo inerte do ídolo de outrora. no jogo da gratidão . O povo amava Mané Garrincha. cujos feitos a maioria só conhece de filmes ou de ouvir cantar. Na ultima quinta-feira. Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 29 26/09/11 . 20.

Quantas oportunidades você perdeu por não saber dançar? A máxima comum a várias academias de dança de salão não é mera isca para alunos em potencial. A história digna de Cinderela ocorreu com uma aluna do professor Jorge Paulo. Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 30 26/09/11 .colocando-se em causa ou pondo em cena o leitor Realçar a pessoa: contar a historia pessoal. ò  Ex. cujo nome ele não revela por sua privilegiada condição social.

 em   Nova   Iorque.   Pelo   menos   foi   isso   que   se   constatou   numa   recente   exposição   de   cães  realizada  em  Madison  Square  Garden.  retendo-­‐os  tal  e  qual  ou  alterando-­‐os     Jogar  com  fórmulas:  frases  feitas  ou   ò  Ex.   enquanto   nosoutros   vamos   indo   de   mal   a   pior.nuam  gozando   de   altas   mordomias.   O   luxo   dos   caninos   só   perdia   mesmo   para   o   desfile   de   fantasias   do   Hotel   Glória.  os  cães  con.   Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 31 26/09/11 .clichês .   É   osso   duro   de   roer.   Em   meio   à   tremenda   crise  internacional.

  estreando   na   Radio  Jornal  do  Brasil.nhos   rosados   de   Moça   Bonita.   essa   caixinha  de  surpresas.   quando   o   esquadrão   rubro-­‐negro   adentrar   o   tapete   verde   do   Maracanã   para   embate   com   os   mula.   o   futebol.trocadilhos.   DOMINGO   próximo.  terá  mais  uma  vez  ao  seu   lado   a   voz   de   Waldir   Amaral.   e  entre  outras  dificuldades  ela  dispõe  o  locutor   à   uma   hora   e   meia   de   fala   incessante. anedotas etc.  É  uma  profissão  peculiar. ò  Ex.  ele  inventa  aquelas   expressões  delirante  –  todas  fora  do  repertorio   moderno  de  Waldir. paradoxos.   Para   encher  o  máximo  de  tempo.   Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 32 26/09/11 Jogar com as palavras: .

revestindo-os de intensidade. sem a brevidade da forma noticia. um modo especial de propiciar a personalização da informação ou aquilo que também se indica como “interesse humano”. à reportagem amplia a cobertura de um fato.Namoros com a Literatura ò  A reportagem é o conto jornalístico.] Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 33 26/09/11 .. [. assunto ou personalidade....

Características importantes para a construção de contos e reportagens   Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 34 26/09/11 .

Força ò  Um texto tem força quando arrebata o leitor e faz com que ele chegue ao fim da narrativa.Emoção ou Razão ò  Efeitos em harmonia. ò  Emotivo ou Racional . ò  À seleção de elementos que combinados em sequência. Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 35 26/09/11 . produzem um efeito. criação da força do texto.

com objetivo de compreensão imediata. Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 36 26/09/11 . tornando o excesso de detalhes um problema que ao invés de ajudar à narrativa.Clareza ò  Diz respeito à objetividade da narrativa. atrapalha.

..Condensação ò  Fala sobre à concentração e síntese com que se manipulam os recursos narrativos e descritivos [...] Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 37 26/09/11 . Condensar significa criar aproximação de elementos num segmento narrativo.

Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 38 26/09/11 . criando o suspense necessário para aguçar curiosidade do leitor. Funciona como um retardamento proposital (clímax).Tensão ò  Está ligada a dosagem com que os elementos são dispostos em sequência.

que é a inovação forçada e gratuita. fato. ò  Não sendo confundida com “novismo”.Novidade ò  Diz respeito à observação diferente de qualquer assunto. Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 39 26/09/11 . ò  A novidade também se apresenta pela imprevisibilidade que um texto possa contar. pessoa ou tema. tanto ao nível de conteúdo quanto da forma.

criando através de elementos da narrativa.A reportagem-conto ò  A reportagem-conto pode ser caracterizada por particularizar a ação. uma forma de prender a atenção do leitor para que após isso. a reportagem possa ser apresentada de maneira mais convencional. Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 40 26/09/11 .

ò  “Seu Onofre. ò  – Arrancar 85 mil pés de café ainda novos? Acho que esta história está mal contada.A reportagem-conto ò  Trecho tirado do texto: “O que fazer com tanto café” por Hamilton Ribeiro. o caseiro que tinha vindo para a fazendo quando aquilo era um mato só.” Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 41 26/09/11 . achou que alguma coisa estranha estava acontecendo.

A reportagem-conto ò  A típica reportagem-conto tem uma estrutura mais orgânica. característica marcante no conto. Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 42 26/09/11 . geralmente particulariza a ação em torno de um único personagem. Os dados documentais entram dissimuladamente na história e o texto aproxima-se do conto a ponto de incorporar fluxos de consciência dos personagens.

em todas as direções. Rosa prepara o café.A reportagem-conto ò  Trecho tirado do texto: “Este boi é meu” de Roberto Freire ò  “Quatro horas da manhã: João veste-se. os filhos ainda dormem. – Tive aquele sonho hoje de novo. São seis. mulatos como os pais. deitados na cama larga.” Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 43 26/09/11 . – diz ele apertando o cinturão.

digamos que a crônica se detém mais em situações fortuitas e flagrantes do cotidiano. Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 44 26/09/11 . Os personagens são acidentes da narrativa e compõem um painel atuando como figurantes.A reportagem-crônica ò  Dentre as discussões sobre as diferenças entre conto e crônica. Põe-se o narrador numa posição observadora ou reflexiva.

A reportagem-crônica ò  No conto. os personagens são autônomos. vivem conflitos que as vezes são passados através de monólogos interiores e a história gira em torno deles. Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 45 26/09/11 .

ò  “Eleonora Castanho mora num apartamento na Tijuca. Atualmente é relações públicas da facção de favelados liderada pelo personagem Zé do Queijo” Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 46 26/09/11 .A reportagem-crônica ò  Trecho tirado do texto “Até vaca e gambá ajudam na busca da notoriedade” – “Apartamento e favela” de Luiz Eduardo Rezende. mas desde 1976 pertence à diretoria da Associação dos Moradores da Rocinha.

como sob uma narrativa onisciente que crie no leitor a impressão dessa presença. Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 47 26/09/11 . ò  Isso pode ser feito tanto através do discurso em primeira pessoa. e do testemunho deste fato. não inventado. ainda que isso seja artifício do narrador.Crônica ou reportagem? ò  Digamos que a reportagem precise de um fato real.

durante toda uma semana.) ò  “A 1. andei esfaimado atrás de um convite para o casamento da filha do Conde Francisco Matarazzo com o “pracinha” João Lage.” Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 48 26/09/11 .002 noite da Avenida Paulista” ò  “Confesso que. 23 à 29.Crônica ou reportagem? ò  Trechos transcritos de As Grandes Reportagens de Joel Silveira. em São Paulo. pág. (1980.

mas eu vou e lhe conto tudo.Crônica ou reportagem? ò  [.] um deles. visivelmente encabulado. me procurou no domingo. véspera da fase mais importante do acontecimento... Você não vai.Não se aborreça.” Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 49 26/09/11 . e tentou suavizar meu desespero com a seguinte promessa: .

o povaréu.... A meia noite..” Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 50 26/09/11 .Crônica ou reportagem? ò  Agora. anônimo e friorento. mil luzes.. O palácio resplandecia.] [. mil reflexos. a reportagem como teria sido feita: ò  “A mais bela festa do Brasil”. os noivos dançaram a primeira valsa.. foi o baile.] [. ela propriamente dita.. Depois da cerimônia. se acumulando paciente no sereno.. as fontes luminosas lá fora.

Crônica ou reportagem? ò  A função do relato é assinalar uma presença. em espaços desconhecidos. A crônica vai além e faz com que o leitor não só veja os fatos como enxergue o que está por trás deles. um testemunho e marcar a posição do redator. através do repórter. ò  A reportagem mostra fatos e faz com que o olho do leitor penetre. Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 51 26/09/11 . O texto assim. resulta numa crônica da diferença entre ambas as histórias.

ò  No Brasil. o livro reportagem através do romance. Fornecendo ao leitor uma visão da história e também o estilo jornalístico da época. ò  O livro reportagem pode ser uma simples compilação de textos já publicados em jornal ou o trabalho feito para livro. Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 52 26/09/11 . é quase certo virar uma “reportagem novela”. de Euclides da Cunha.O livro-reportagem ò  Quando uma história se mantém no foco de interesse do público. um bom exemplo seria Os sertões. Surge então. mas concebido e realizado em termos jornalísticos.

O Tempo do texto e o tempo no texto .

.O Tempo do texto e o tempo no texto A técnica na dosagem do tempo da narrativa talvez seja o aspecto mais importante para que uma história (ou reportagem) mantenha as características de tensão – e consequentemente o interesse do leitor.

um desenrolar de ações dos personagens. enquanto situados em determinado momento.O Tempo do texto e o tempo no texto O tempo do texto não é o tempo da história. esse tempo pressupões uma sucessão de fatos. .

O Tempo do texto e o tempo no texto O tempo da história diz respeito as referencias temporais que estão presentes no texto. (ex.: Na manhã de sábado) .

O Tempo do texto e o tempo no texto O tempo do texto trata-se do modo mais acelerado ou mais retardado de produzir fatos. .

Reportagem e verdade .

Reportagem e verdade Não basta ser verdade. Isso exige certa técnica na dosagem da seleção e combinação de elementos. . reportagem te que parecer verdadeira.

Reportagem e verdade Literatura e jornalismo: na primeira predomina o imaginário. no segundo. deve-se impor a realidade (histórica. atual) dos fatos narrados. .

Perfil: o personagem em destaque Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 61 26/09/11 .

ò  Enfoque na pessoa.PERFIL ò  Descrever o interior ou exterior de um determinado personagem. Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 62 26/09/11 .

Apresentação: ò Implícita ò Explícita Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 63 26/09/11 .

ò  Uma apresentação breve ò  Perguntas e respostas ò  Termina (quase sempre) com a palavra do entrevistado. ò  Pode ser feita por telefone ou por escrito. Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 64 26/09/11 .1 ò  Pode se manter distante do entrevistado. deixando o mesmo se pronunciar.

1 ò  Discurso direto ò  Sem narrador para registrar impressões ou fazer comentários Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 65 26/09/11 .1.

2 ò  Discurso indireto ò  Quem fala é o narrador ò  Podendo retrabalhar alguma entrevista “direta”. Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 66 26/09/11 .

ò  Descobre junto com o leitor o caráter o entrevistado Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 67 26/09/11 .3 ò  Mistura os dois modelos anteriores ò  Não é muito comum ò  Narrados desconhece o personagem ò  Impressão de realidade/ao vivo.

ò  Isso faz a notícia Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 68 26/09/11 .O personagem – indivíduo ò  Exemplo: Ex-gangster e escritor de sucesso ò  Características que chamam atenção.

O personagem .) Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 69 26/09/11 . princesas. etc. milionários... aquilo que lhes deu fama (habilidade. ò  Enfatiza-se normalmente no perfil. cantores. talento..tipo ò  Esportistas.. dinheiro.

Caricatura ò  Sujeitos estranhos.O personagem . Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 70 26/09/11 . com tendência para exibição. de gestos grotescos e atitudes mirabolantes.

Miniperfil ò  Destaque aos fatos. ò  Os personagens são secundários ò  E rápido sobre eles. Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 71 26/09/11 . entrevista curta ou de forma narrativa. à ação ou levantamento de dados.

Multiperfil ò  Uma cobertura maior do perfil ò  Artigos. crônicas. entrevistas que testemunham vida e obra do focalizado ò  O conjunto de matérias que formam uma grande matéria. ò  Um grande perfil = Multiperfil Técnica de Reportagem: Notas sobre a Narrativa Jornalística 72 26/09/11 . poemas.