Você está na página 1de 7

FACULDADE DE DESPORTO DA UNIVERSIDADE DO PORTO

MAIO DE 2009

ATLETISMO : BLOCO DE SALTOS


PROGRESSÃO PEDAGOGICA DE SALTO EM ALTURA

TRABALHO REALIZADO POR ...................................................................... ARMANDO LEITÃO


1ºD
ATLETISMO: BLOCO DE SALTOS FADEUP

INDICE

INDICE 2

1.FACTOS HISTORICOS 3

1.1 HISTORIA GERAL 3

1.2 RECORDES 4

2.RENDIMENTO 5

3.PROGRESSÃO PEDAGÓGICA SALTO EM ALTURA 6

4.BIBLIOGRAFIA 6

2
ATLETISMO: BLOCO DE SALTOS FADEUP

1.FACTOS HISTORICOS
1.1 HISTORIA GERAL

Os saltos no atletismo são parte fundamental da história da modalidade.Estes fazem


parte do programa olímpico desde a sua reinvenção em 1896 e perduram até hoje, tendo
obviamente sofrido uma progressão técnica acentuada.Podemos dividir os saltos em duas
categorias os saltos horizontais e os verticais.

O salto em comprimento era uma modalidade já praticada pelos gregos, na altura


eram utilizados alteres durante o salto.Desde 1896, que os homens praticam salto em
comprimento, mas apenas em 1928 nos Jogos de Amesterdão foi iniciada a competição
feminina.

Como salto horizontal temos ainda o triplo salto, modalidade também praticada na
antiga Grécia e que esteve no programa dos primeiros jogos da modernidade, composto por
três saltos, sendo dois seguidos com o mesmo pé.A prática do triplo salto feminino nos jogos
olímpicos iniciou-se em 1996 em Atlanta.

Nos saltos verticais temos o salto com vara e o salto em altura.O salto com vara integra
o programa olímpico desde os primeiros jogos em Atenas 1896, o salto com vara feminino
apenas fez parte do programa oficial desde 2000 em Sydney.

A vara era utilizada em tempos antigos, para transpor rio e pantanos e por isso foi no
século XIX que passou a ser tratada como actividade física. Inicialmente as varas utilizadas
eram feitas de um material duro como bamboo ou alumínio, actualmente são feitas de fibra de
vidro e por isso tornam-se mais flexíveis. Agilidade e velocidade são essenciais para a
transposição.

O salto em altura, é um salto que sofreu inúmeras evoluções ao longo do século XX. Os
primeiros saltos eram executados de frente com os membros inferiores a ultrapassarem a
fasquia em tesoura, existiu ainda a técnica de rolamento ventral utilizada essencialmente pelos
saltadores russos e americanos.Mais tarde Dick Fosbury inventou uma técnica de transposição
dorsal completamente inovadora e que é actualmente a preferida dos saltadores.

É de referir ainda que o salto em altura esteve presente nos jogos olímpicos desde o
seu início.

3
ATLETISMO: BLOCO DE SALTOS FADEUP

1.2 RECORDES

PROVA RECORDE RECORDISTA ANO

S.ALTURA 2.45 SOTOMAYOR(CUB) 1993

S.COMPRIMENTO 8.95 POWELL(USA) 1991

TRIPLO-SALTO 18.29 EDWARDS(GBR) 1995

S.VARA 6.14 BUBKA(UKR) 1994

TABELA 1:RECORD HOMENS*

PROVA RECORDE RECORDISTA ANO

S.ALTURA 2.09 KOSTADINOVA(BUL) 1987

S.COMPRIMENTO 7.52 CHISTYAKOVA(URS) 1988

TRIPLO-SALTO 15.50 KRAVETS(UKR) 1995

S.VARA 5.05 ISINBAEVA(RUS) 2008

TABELA 2 : RECORD MULHERES*

4
ATLETISMO: BLOCO DE SALTOS FADEUP

2.RENDIMENTO

A corrida de balanço compreende três fases que são o início de acção, a continuação
de aceleração e estrutura e o ritmo das passadas.

A primeira é caracterizada por passadas em aceleração progessiva; é dinâmica, mas o


andamento tem como caracteríticas a facilidade e o relaxamento.

A segunda fase é uma fase de continuação que prolonga a segunda fase e respeita
todos os seus princípios adicionando-lhe ritmo. Os joelhos elevam-se bem á frente.

Na terceira fase que diz respeito aos últimos apoios observa-se um ligeiro
endireitamento do tronco, uma velocidade em aceleração constante e um ritmo muito
elevado.

Em relação ao penúltimo apoio observa-se o pé entrando em contacto com o solo pelo


calcanhar (altura), pela planta do pé ou tendência para a parte anterior (vara, triplo,
comprimento); observa-se também a perna flectindo-se sobre a coxa, grandemente (na
altura), medianamente (no comprimento) e menormente (na vara e triplo).

A última passada é mais curta que a penúltima, mais rápida e o joelho da perna de
chamada sobe menos.

A colocação do pé de chamada é á frente da bacia, pelo calcanhar (altura) e pela planta


do pé (vara, comprimento e triplo).

5
ATLETISMO: BLOCO DE SALTOS FADEUP

3.PROGRESSÃO PEDAGÓGICA SALTO EM ALTURA

O método de ensino da prática do salto em altura necessita da intervenção de


inúmeras áreas ,tais como a velocidade, a técnica de corrida e a técnica de salto e
transposição.

O primeiro passo a ser dado, consiste na técnica de corrida em curva que deve ser
treinada recorrendo à marcação de uma circunferência no solo, com marcadores e os alunos
percorrem a circunferência em aceleração, e com o ombro de dentro sempre inclinado em
direcção do solo. Este exercício, deve seguir os persupostos técnicos de corrida, em que o pé
aborda o chão com o calcanhar primeiramente e seguidamente da planta e dos dedos.

Em seguida os alunos devem executar uma sequência de multi-saltos executando


saltos da seguinte forma:

 Saltos alternados com pé esquerdo, pé direito, com progressão utilizando


correctamente a técnica de corrida em cima referida

 Os alunos devem executar coxinhos de forma alternada, três coxinhos com


membro inferior esquerdo e em seguida com o direito.

Outro elemento fundamental do salto em altura, são as quedas que têm que ser
treinadas. Para trabalhar quedas deve-se usar diferentes tipos destas. Os exercícios indicados
são:

 Alunos devem colocar-se de costas para o colchão e efectuar um salto dorsal

 Alunos em cima do colchão deixar-se cair e fica apoiado nos ombros

 Em último os alunos colocam-se em cima do cavalo de ginástica e efectuam


queda dorsal para o colchão.

Os alunos devem efectuar no solo uma pequena corrida de balanço e fazer uma
rotação no ar de 180º, com elevação do membro inferior contrariamente ao da chamada.

Após este trabalho ter sido efectuado,os alunos devem efectuar saltos com pouca
corrida de balanço e com a fasquia colocada a um nível baixo.

No final do bloco de salto em altura, os alunos devem efectuar com sucesso um salto
com corrida de balanço e técnica correcta de transposição (fosburyflop).

4.BIBLIOGRAFIA

http://en.wikipedia.org/wiki/Long_jump

http://en.wikipedia.org/wiki/High_jump

6
ATLETISMO: BLOCO DE SALTOS FADEUP
http://en.wikipedia.org/wiki/Pole_vault

http://en.wikipedia.org/wiki/Triple_jump

http://www.iaaf.org/

http://www.olympic.org/uk/index_uk.asp