Você está na página 1de 15

Larvas Astrais e Mentais

Essas entidades do mental e do astral inferiores se alimentam de nossos pensamentos e desejos negativos e destrutivos. Normalmente são gerados em locais onde há uma Egrégora, ou seja, um ambiente que congrega pessoas que têm um pensamento, sentimento ou atitude característicos, como bares, bordéis, prostíbulos etc. Os elementares, também conhecidos como Elementários ou Larvas Astrais, podem ser gerados em nossos lares ou ambientes de trabalho quando se gera um hábito ou pensamento negativo. Eis alguns tipos de larvas astrais:

Dragões: formas-pensamento criadas em prostíbulos, bordéis, boates e congêneres.

Íncubos e Súcubos: nascidos de fantasias sexuais, sonhos eróticos e masturbação.

Os íncubos acompanham as mulheres e os súcubos permanecem na atmosfera áurica dos homens. Fantasmatas: átomos putrefatos desprendidos de cadáveres. Fixam-se nas pessoas

emocionalmente receptivas que visitam cemitérios e/ou que ficam pensando em pessoas falecidas. Leos e Áspis: Nascem de atitudes ligadas ao orgulho e ira exacerbados, em reuniões

de partidos políticos, desfiles militares e discussões que não levam a nada. Mantícoras e Basiliscos: gerados em atos sexuais antinaturais (bestialidades, homossexualismos, demais atos e fantasias sexuais).

Há muitos outros, como os Vermes da Lua, Caballis e Vampiros, que se alimentam de sangue (locais onde houver mênstruo, matadouros, depósitos de lixo hospitalar etc.), comida apodrecida, casas sujas etc.

Muitas dessas Larvas podem ser destruídas com as defumações, aliadas a trabalhos mágicos, com orações e rituais de limpeza.

Existem alguns elementos de comprovada eficácia, como aloés, mirra, cânfora, assafétida, pau d'alho, arruda, alecrim, benjoim, a casca de alho, enxofre (em pequena quantidade) e zimbro. Tais produtos, repito, se queimados num turíbulo, ou qualquer receptáculo que contenha carvão em brasa, irradiam junto com a fumaça desprendida múltiplos elementos purificadores do local e da aura.

Há, por outro lado, ervas que conseguem produzir um clima emocional superior, sutil, atraindo a atenção e presença de elementais e anjos. Temos, p.ex., óleo de rosas, heliotrópio, nardo, murta, além do mais famoso de todos, o olíbano, popularmente conhecido como "incenso de igreja" (os mais indicados são os importados dos países árabes e do Irã).

Aceita-se no esoterismo e nas práticas mágicas que a fumaça do olíbano tem a propriedade de criar um ambiente propício para a comunhão religiosa, devocional. Os elementais solares do incenso produzem uma vibração capaz de criar um estado receptivo para a captação das mensagens inspirativas e intuitivas que vêm das dimensões superiores. (Para saber mais sobre o elemental do Olíbano, clique aqui.)

Prática

Vá a um parque e escolha uma árvore frondosa e cheia de vida que tenha atraído sua atenção. Peça permissão ao elemental dessa árvore e coloque suas mãos em seu tronco. Feche os olhos e sinta a energia que sai dessa árvore. Se possível, vocalize o mantra AOM e dê Amor a esse ser. Peça-lhe que encha seu corpo e sua Alma com a energia que sai dele. Peça-lhe um sinal de seu amor para você. Se possível, volte para casa e entre em meditação, aproveitando a força recebida. Em outras ocasiões, dirija a energia desse elemental para a cura e harmonia de alguém que necessite. Observe o que se passa com essa pessoa.

Os tenebrosos têm uma infinidade de recursos para atacar de diversas maneiras ao homem: Os ataques

Os tenebrosos têm uma infinidade de recursos para atacar de diversas maneiras ao homem:

Os ataques durante o sono geralmente são através dos sonhos intelectuais, emocionais, sexuais, instintivos e motores.

Durante o estado de vigília, através de abordagens fascinações, dependências etc.

Os ataques de magia negra se referem às diversas formas de despachos, bonecos com agulhas, macumbas etc.

As obsessões psíquicas: tratam-se de entidades perversas que assumem o comando da máquina humana. Verdadeiras legiões de egos que sugam as energias vitais do possuído.

Outra forma muito conhecida de ataque dos tenebrosos é através de inimizades, calúnias, intrigas e difamações, que se infundem na mente dos outros, para que estes nos ataquem.

Há uma infinidade de doenças que são provocadas pela ação nefasta de entidades psíquicas. São doenças de tipo imaginárias como impotências sexuais, hipocondrias e até mesmo suicídios.

Os ataques de magia negra podem causar males através dos vícios, tais como as drogas, álcool, e também por meio de diversas formas negativas de cultura que impõem novos padrões de comportamento sexual, modas, novelas, filmes, propagandas enganosas etc.

Os danos provocados pelos falsos profetas são também uma forma de ataque dos tenebrosos. Eles geralmente experimentam uma parte da verdade, desenvolvem parcialmente alguns poderes internos e são dominados pelo fanatismo, mi-tomania e paranóia avançada. Para conseguirem seus propósi-tos, não hesitam em envolver seus seguidores com ameaças e medos, tornando-se insuportáveis fiscalizadores da consciência alheia. Esses falsos profetas, patriarcas e gurus, inconscientemente, são megalomaníacos e inimigos da liberdade individual.

Ataques Através das Larvas Astrais(Elementares)

As formas mentais e emoções negativas se crista-lizam no mundo astral sob a forma de larvas astrais que são uma espécie de vírus astral, invísivel aos olhos do homem comum.

Destacamos alguns tipos de elementares

Íncubos: São larvas resultantes da atividade men-tal mórbida das mulheres (com relação à luxúria). Súcubos: Larvas resultante da atividade mental mas-culina Fantasmatas: Larvas de pessoas desencarnadas. Dragões: Larvas encontradas nos quartos de pros-tíbulos, resultado da promiscuidade sexual.

Entre outras larvas destacamos os Caballis, Basiliscos, Áspis, Leos etc. (consultar Os Elementais de Franz Hartmann).

Sintomas Prováveis de Ataques dos Tenebrosos

  • 1. Palpitação, taquicardia.

  • 2. Vômitos, enjôos e diarréia.

  • 3. Pesadelos noturnos.

5.

Dificuldade súbita de respirar.

  • 6. Olheiras(olhos fundos).

  • 7. Manchas escuras pelo corpo.

  • 8. Dificuldade súbita de falar.

  • 9. Amnésia parcial ou total.

10. Sensação de frio no plexo solar (frio no estômago).

O anjo Aroch ensinou-nos uma conjuração contra tenebrosos, que diz textualmente o seguinte:

3x

BELILIN, BELILIN, BELILIN .. Ânfora de salvação, quisera estar junto a ti

O materialismo não tem força junto a mim.

BELILIN, BELILIN, BELILIN

...

(Diz-se cantando)

Um dos mais aborrecedores procedimentos e dos mais comuns usado pelos magos negros para causar danos as suas vítimas é o dos bonecos. Desde logo nos abstemos de explicar como se trabalha com esses bo-necos e como os tenebrosos os empregam para nào dar armas a certos sujeitos irresponsáveis e desumanos.

Sintomas e Terapêutica Teúrgica

A pessoa atacada por meio de bonecos é facilmente reconhecida: sente uma grande angústia, palpitações intensas no coração, depressão de ânimo, dores pungentes no cérebro e externamente nas fontes, dores no coração, bem como em outras regiões do corpo.

Em tais casos, devem ser organizadas sessões curativas para sanar esses pacientes embruxados. O enfermo sentar-se-á numa cadeira frente a uma mesa sobre a qual se terá colocado um mantel branco. No mantel deverão estar um Cristo, um copo com água e um candelabro com velas acesas. O taumaturgo, o curan-deiro, sentará por sua vez frente ao paciente. As pessoas interessadas, se houver, amigos ou parentes do enfermo, também acompanharão ao redor da mesa sob a condição de que possuam uma fé sincera e uma grande força.

Depois, quando tudo já esteja devidamente acondicionado e disposto, se invocarão os grandes Mestres da Luz, dizendo-se em voz alta a

CONJURAÇAO DOS QUATRO

Caput mortum, imperet tibi Dominus per vivum et devotum serpentem! Cherub, imperet tibi Dominus per Adam Jot-Chavah. Áquila errans, imperet tibi Dominus per alas Tauri! Serpens, imperet tibi Dominus tetragrammaton per angelum et leonem!

Michael

...

Gabriel

...

Raphael

...

Anael

...

Fluat odor per spiritum Elohim. Maneat terrae per Adam Jot-Chavah! Fiat firmamentum per Iahuvehu-Sabaoth. Fiat judicium per ignem in virtute Michael ... Anjo de olhos mortos, obedece ou dissipa-te com esta água santa. Touro alado, trabalha ou volta à terra, se não queres que te aguilhoe com esta espada. Águia acorrentada, obedece diante deste signo ou retira-te com este sopro:

Serpente móvel, arraste-te a meus pés ou serás atormentada pelo fogo sagrado e evapora-te com os perfumes que eu queimo. Que a água volte à agua, que o fogo arda, que o ar circule, que a terra caia sobre a terra, pela virtude do Pentagrama, que é a Estrela Matutina, e em nome do Tetragrama que esta escrito

no centro da cruz de luz. Amen.

CONJURAÇÃO DOS SETE DO SÁBIO SALOMÃO

Em nome de Michael, que Jeová te mande e te afaste daqui, Chavajoth. Em nome de Gabriel, que Adonai te mande e te afaste daqui, Bael. Em nome de Rafael, desaparece ante Elial, Samgabiel. Por Samael Sabaoth e em nome de Elohim Gibor, afasta-te Andrameleck. Por Zacariel e Sachiel-Meleck, obedece ante Elvah, Sanagabril. No nome divino e humano de Schaddai e pelo signo do Pentagrama que tenho na mão direita. Em nome do anjo Anael. Pelo poder de Adão e Eva, que são Jot-Chavah, retira-te Lilith. Deixa- nos em paz, Nahemah. Pelos santos Elohim e em nome dos gênios Cashiel, Sehaltiel, Aphiel e Zarahiel, e ao mandato de Orifiel, retira-te Moloch. Nos não te daremos nossos filhos para que os devores. Amen ...

Destruição Ígnea de Fluidos Malignos e de Larvas

Ademais, é conveniente manter junto à vítima um fogareiro com carvão em brasas bem aceso. Assim, o teurgo fará passes magnéticos rápidos e fortes com sua mão direita sobre os órgãos enfermos e jogará em seguida esses fluidos deletéricos, daninhos, desprendidos da vítima, sobre as brasas.

É ainda indispensável colocar sal e álcool num prato, porém esse sal deve ser preparado previamente com o seguinte exorcismo:

Exorcismo do Sal

In isto sale sit sapientia, et ab omni corruptione servet mentes nostros et corpora nostra, per Hochmael et in virtute Ruach-Hochmael, recedant ab isto fantasmata hylae ut sit sal coelestis, sal terrae et terris salis, ut nutrie turbos triturans et addat spei nostrae cornua auri volantis. Amen.

Continuando, ateia-se fogo no álcool para que arda com o sal. É neste preciso momento em que se recitará a Invocação de Salomão.

Terminada a cerimônia, o enfermo beberá a água da mesa porque nessa água estarão contidas as medicinas sagradas.

São Tomás dizia que contra o malefício se deveria usar a sálvia e a arruda, tanto como bebidas como em defumação.

O procedimento que revelamos e ensinamos aqui para curar enfermos prejudicados por bruxarias e com bonecos também pode ser empregado com êxito para se combater todo tipo de feitiçarias.

Técnicas de Defesa Psíquica

Neste texto passaremos algumas técnicas que podem ser utilizadas para o dia-a-dia. O estudante gnóstico e esoterista em geral podem utilizá-las sem nenhum temor a contra- indicações. Muito menos as pessoas que acham que nada sabem. Na verdade, só precisam exercitar-se nas práticas de Magia, nada mais. É como aprendermos a andar de bicicleta. As pessoas no início confundem as coisas, temem o que possa acontecer, temem o ridículo, o que os outros dirão etc. Tudo isso são obstáculos que impedem o início de nossa vida interior.

Outro obstáculo, antes de passarmos os exercícios, é a falta de constância nesses trabalhos. Como temos a pretensão de obter poderosos e efetivos resultados se nosso corpo e nossa psique não estão acostumados a fixar as energias cósmicas? Por muitíssimas encarnações (retornos mecânicos) estivemos com nosso corpo psíquico "enferrujado". Então, não podemos achar que meia dúzia de vezes já serão suficientes para obtermos resultados poderosos dentro do mundo do esoterismo prático. Portanto, mãos à obra, tire a poeira de seus ombros e fé em Deus. A cada dia, pratique os exercícios dados aqui e em outros textos de nosso site GnosisOnline. E boa viagem! Se você desejar, entre em contato conosco e te orientaremos com todo carinho e respeito.

1º Exercício

Essa técnica serve para o dia-a-dia. Faça-a antes de ir trabalhar. Sente-se confortavelmente em sua cama ou no sofá. Concentre-se em seu coração, sinta-o palpitando por uns dois ou três minutos. Invoque a teu Espírito Divino, que é seu Pai Interno (ou, como queira, use o termo Mestre Interno. Nunca use a frase Eu Superior, pois tem conotações egoístas). Peça-lhe que, desde os Céus da Consciência Cósmica desça o Anjo da Guarda. Ele possui poderes terríveis, mágicos mesmo, e pode orientar você no dia-a-dia. Depois dessa súplica, vocalize o mantra AOM por 3 ou 7 vezes. E lembre-se do adágio árabe: "Confie em Deus e amarre seu camelo".

2º Exercício

Este foi ensinado pelo mestre Gargha Kuichines, poderoso mestre dos mundos nirvânicos. Serve para nos proteger de ataques psíquicos noturnos. Sabe-se que no astral existem entidades que se encarregam de derrubar o estudante de esoterismo e fazê-lo voltar ao mundo profano, esquecendo-se de seu Deus Interior e do Caminho Iniciático. Deitado (ou deitada), você deve suplicar ajuda ao Pai Celestial. Peça-lhe para que envie seu Anjo Elemental, ou Intercessor Elemental. Em seguida, imagine um fio de luz verde saindo de seu umbigo. Visualize esse cordão verde rodear toda a sua cama, protegendo sua pessoa e, se desejar, seu cônjuge e também sua casa. Mentalize todo o ambiente de seu interesse sendo rodeado por esta proteção energética. Tenha certeza que seu intercessor fortalecerá essa envoltura com um poderoso fluido do mundo elemental.

Nós temos dois Anjos da Guarda. Um deles é justamente a parte de nosso Ser Interior especialista em dominar as forças elementais da natureza para nosso benefício espiritual. Nosso Intercessor Elemental nos ajudará nesta prática.

3º Exercício

Relaxe o corpo. Vocalize o mantra ARIO por pelo menos 7 vezes. Mentalize sua coluna vertebral como se fosse uma lâmpada fluorescente acesa, cheia de luz e força. Mentalize que essa luz se expande e sai de seu corpo, iluminando uma área não inferior a 5 metros de diâmetro. Invoque sua Divina Mãe Espiritual, aquele que criou seu espírito e sua alma. Ela é Deus, porém polarizado com a energia cósmica materna, feminina. Deus é Pai e Mãe ao mesmo tempo. Dentro de você, Ela reside em seu coração e manifesta seu Poder na coluna vertebral. Peça-lhe para que essa luz branca, alva, traga para você Força, Proteção, Iluminação e Prosperidade.

O mantra ARIO deve ser vocalizado numa única respiração profunda. Assim:

AAAARRRIIIIOOOOO ... Vocalize com força e concentração

4º Exercício

Se você gosta de trabalhar com a Magia das Flores, este é especial. Apesar de simples, é superefetivo. Vocalize um mantra de sua preferência, por exemplo o AOM, por algumas

vezes ...

Invoque mentalmente o Anjo do Amor, cujo nome é Anael. Este anjo-menino é o

"embaixador" das forças divinas que vêm de Vênus até nosso planeta. Ele canaliza a Força Maravilhosa do Amor. Invoque-o muitas vezes, com todo o coração, e peça-lhe, em nome do Cristo (sempre) que Ele crie uma proteção energética ao seu redor, para que você sempre atraia as energias amorosas das pessoas. Paralelamente a isso tudo, visualize-se rodeado (ou rodeada) com uma formosa guirlanda de rosas vermelhas, ao seu redor, na altura do umbigo.

5º Exercício

Tome um banho de folhas de arruda. Faça um litro de chá de arruda e logo depois do banho comum, jogue esse chá em seu corpo, da cabeça aos pés, e mentalmente ordene ao elemental da arruda para que livre seu corpo e sua alma de toda influência negativa vinda de qualquer lugar. Esse formoso elemental possui uma maravilhosa aura de cor amarela e pertence ao Raio do Fogo. Ele é cheio de poder para proteção psíquica, minimizar dores e mal-estares diversos. Ele tem o poder de penetrar em nossa Envoltura Áurica e queimar toda energia deletéria causada por enfermidades, fixações mentais e emoções negativas. Ele causa um grande alívio para quem sente dores gerais no corpo e na alma.

6º Exercício

Nos momentos difíceis de sua vida, invoque com todo coração e com toda alma ao poderoso mestre da Força, Samael Aun Weor. Invoque-o e peça-lhe ajuda, força, proteção e Paz Interior. Comunique-se com Ele mentalmente, com a Consciência, todos os dias, antes de deitar-se ou logo após acordar, quando sua consciência estiver ainda conectada com as energias do mundo astral. Invoque-o e vocalize o poderoso mantra do Raio de Marte: OM SEJA FORÇA várias vezes. E finalizando, vocalize o mantra AOM por 3 vezes. Tenha certeza que Ele te ajudará poderosamente, já que este Mestre é profundamente compassivo com nossas consciências.

7º Exercício

Para finalizar, sugerimos o poderoso exercício da Carta Astral. Para isso necessita-se de papel, caneta e um vareta acesa de incenso. Só isso. Ah, e muita fé também, é claro. Escreva uma carta a algum mestre de sua preferência. Sugerimos que de acordo com a necessidade, trabalhe com um mestre especialista. Diga nesta carta o que você mais deseja. De forma simples, sucinta e objetiva, sem enrolações nem subjetivismos. Finalmente, escreva seus agradecimentos sinceros por toda ajuda que puder receber e assine seu nome. Em seguida, incense a carta, passe a fumaça do incenso por toda a carta, em todos os lados. Dobre bem a carta e coloque-a com a mão direita em seu coração. Peça a que seu Pai Interno leva esta carta ao mestre de nossa maior devoção. Em seguida, queime a carta. Isso mesmo, queime a carta, já que é a parte astral da mesma que será enviada e lida pelo mestre. Tenha certeza absoluta que o mestre em questão lerá a carta e, se for de acordo com a Lei divina, seu pedido será atendido. Você pode suplicar proteção, cura, harmonia, prosperidade e Paz de Consciência. Ou aquilo que você mais necessitar. Lembre-se que não é delito algum pedir. Tenha cuidado para pedir aquilo que seu coração e sua consciência acharem justo e perfeito.

Dicas de Mestres para se trabalhar com as Cartas Astrais:

Proteção: Samael, Elohim Guibor, Michael. Cura: Arcanjo Rafael, Hilarion, Paracelso e Anjo Adonai. Prosperidade: Arcanjo Zacariel (regente de Júpiter) e Anjo Elvah. Processos Kármicos: Mestre Rabolú (Ele é um dos grandes Anjos da Defesa nos Tribunais da Consciência de Deus). Amor: Anjo Anael, Virgem Maria e Mestre Beethoven (Ele é o Guardião do Templo da Música, nos mundos causais). Equilíbrio mental e cura de doenças mentais: Mestres Rafael e Granádi.

Mantras de Defesa Psíquica

Mantras de Defesa Psíquica Todos os dias você entra em contato com uma série de pessoas,clique aqui ) . " id="pdf-obj-6-6" src="pdf-obj-6-6.jpg">

Todos os dias você entra em contato com uma série de pessoas, pensamentos e energias. Junte-se a isso o pouco contato com Deus e a Natureza que se tem, já que estamos tão atarefados com nosso emprego, problemas, dívidas, diversões profanas etc., além de estar cercados de prédios e cimento por todos os lados. A vida é corrida, de um lado para o outro é um corre-corre sem parar. E, pior ainda, o adormecimento de nossa Consciência é tão grave que não estamos em condição de escolher as energias que penetram em nossa Aura e na mente.

Para que não sejamos prejudicados pelo Energetismo Negativo que nos cerca (pois o universo energético é dividido em positivo e negativo, mas no planeta Terra, atualmente predominam o Energetismo Negativo), é importante voltarmos a nos centrar em nosso SER DIVINO e nas Forças Positivas do meio ambiente. Existem diversas formas empregadas para nosso equilíbrio e proteção psíquica. Alguns usam incensos e banhos com ervas e produtos aromáticos, outros tantos se sentem protegidos utilizando símbolos sagrados, como o Pentagrama Esotérico etc. Aqui, neste link de Defesa Psíquica do GnosisOnline, indicamos alguns mantras poderosos que nos ajudam em momentos de perigo (físico e psíquico), quando nos sentimos incomodados pela presença de alguém (física ou astralmente), quando percebemos que nossa saúde (física, emocional e mental) está ameaçada.

Mantras são letras, sílabas, palavras ou mesmo frases de Poder. Alguns desses mantras possuem a capacidade de limpar nossa Aura, outros são como incêndios purificadores ao nosso redor, e outros atraem a proteção dos Seres de Luz das Dimensões Sutis da Natureza. É importante, vital até, que tenhamos de memória esses mantras para que protejamos nossa saúde, nossa psique, nossa aura, de influências negativas que porventura estejam ao nosso redor, seja no ambiente de trabalho, seja em casa, e especialmente no quarto, momentos antes de nos recostarmos para descansar. Muitas vezes, sofremos com problemas financeiros, nossa saúde é atingida, a harmonia familiar é desfeita, justamente por não conhecermos as Armas Psíquicas que podem sanar tais problemas.

Os seguintes Mantras foram ensinados pelo Venerável Mestre Samael como tendo grande poder em caso de perigo:

  • - TETRAGRAMMATON (os exércitos de Anjos e Demônios tremem ante este mantra

poderosíssimo, que sacode as colunas do Céu e do Inferno. Dito com voz de Mando,

mentalmente e várias vezes, ante o perigo. Melhor ainda, antes de dormirmos).

  • - HELION MELION TETRAGRAMMATON (amplia e branqueia nossa aura de forma espantosa).

  • - O AO KAKOF NAKHONSA (combinado com a Oração a Hadith).

  • - KLIM KRISHNAYA GOVINDAYA GOPIJANA VALLABHAYA SWAHA (combinado com a

mentalização de uma Estrela de 5 Pontas ao nosso redor e um círculo de luz. Para saber mais

sobre o mantra do Pentagrama Esotérico, clique aqui).

  • - IAO (mentalmente concentrado no Fogo Interno).

  • - IOD HE VAU HE AMOA HE VAU HE AGTA (traçando a cruz e o círculo mentalmente dirigidos para o corpo físico e os corpos internos. Este mantra também nos faz ficar

despercebidos e protegidos em caso de perigo, em lugar inóspito.

  • - ELOHIM, COMBATEI POR MIM EM NOME DO TETRAGRAMMATON (repete-se este

mantra milhares de vezes mentalmente para que os Anjos do Karma nos acudam).

  • - Um pai-nosso (bem rezado, opera milagres. Para saber mais sobre o lado esotérico desta oração, clique aqui.).

  • - SOLU SIGI SIGG

...

SSSSS

...

(Traçar também a famosa runa Sig sagrada).

  • - ELOHIM ELOHIM ELOHIM SABAOT SABAOT SABAOT (pode-se combinar estas palavras

sagradas com os nomes poderosos dos 7 Arcanjos, tais como Gabriel, para a Magia Prática;

com Rafael, para curas poderosas e profundas; com Uriel para questões ligadas ao Amor,

Fertilidade etc.; com Mikhael, para termos uma Conduta Solar; com Samael para termos Força no Trabalho Interno; com Zakariel para prosperidade, bondade e pudor; e finalmente com

Orifiel, para problemas com terra e também para a Morte do Ego

cantados para que produzam harmonia ao nosso redor Divinos, clique aqui).

...

estes mantras devem ser

... (para saber mais sobre os 7 Arcanjos

Deve-se PERSEVERAR com o propósito de nos aperfeiçoarmos, pois as técnicas de MAGIA PRÁTICA ensinadas na Gnose nos foram ensinadas pelo Avatar de Aquárius, Samael Aun Weor, portanto são seguras e eficazes!

LARVAS ASTRAIS E VAMPIRISMO

A chamada larva astral tem sido muito confundida com espírito e até com a alma, mas na verdade a larva astral nada mais é que um resíduo de energia em dissolução que se desprende das pessoas após a morte. Essa energia, por imitação mecânica, vai vagar em busca da satisfação dos instintos, as sensações a que estava acostumada quando seu antigo hospedeiro era vivo. Larva astral é o mesmo que PARASITA . Vamos tomar como um exemplo um drogado. Passou parte de sua vida se entregando ao vício, onde encontrava satisfação e isso o acabou matando. Ao morrer, algo semelhante (mas não é) a um corpo astral se solta do corpo. Ainda conserva os co ntornos mas vai perder a capacidade de conservá-lo. É um molde de energia pesada, de baixa vibração. Para tentar prolongar sua existência vai ir em busca da satisfação do que lhe dava prazer quando seu hospedeiro estava vivo.

Vai vagar em busca de um drogado. Enquanto não encontra, vai perdendo os contornos, de forma que a larva astral do tipo padrão é sempre descrita como uma espécie de nuvem, algo como um "pedaço de neblina" , que vai ficando cada vez mais transparente pois vai aos poucos sendo absorvida pelo telurismo terrestre, até desaparecer.

Ao encontrar alguém com o mesmo perfil do antigo hospedeiro, sempre por imitação mecânica, vai se apegar a essa pessoa, grudando-se em sua aura. E dali vai incentivar esse drogado a se drogar cada vez mais, pois, por estar agarrada à aura dele, a larva astral vai conseguir sentir alguns vislumbres das sensações que o drogado está

experimentando, e isso dará à larva alguns instantes de prazer, o prazer a que estava acostumada.

Convém não esquecer que a larva astral é um parasita, e como todo parasita, vai exaurir seu hospedeiro até matá-lo.

No exemplo do drogado, ela vai fazer com que ele busque um "prazer" cada vez mais intenso, por uma razão simples : a larva precisará que as doses do viciado sejam cada vez maiores para que ela possa continuar sentindo.

Mas ela vai lentamente perdendo as forças, pois a existência de uma larva astral é relativamente curta. Mas até que ela tenha sido extinta ela já deixou a sua vítima em um estado tal que sua morte é uma certeza. E ao morrer, ele desprenderá sua própria larva astral, que também precisará se satisfazer e por sua vez sairá em busca de um hospedeiro, dando continuidade a um ciclo.

Todo tipo de vício atrai larvas astrais, cada uma de acordo com suas necessidades.

Há larvas astrais que encontram prazer no alcool, e por isso se grudam na aura de alcoólatras e os incentivam a beber cada vez mais. Mas as práticas de magias e rituais descontrolados também são um vício para muitas pessoas. Pessoas que, sem habilitação, de repente se metem com a Magia e passam a fazer dela a sua razão de ser, a transformam em vício. Há larvas astrais que são atraídas por isso, pois encontram satisfação em estarem unidas a pessoas assim.

Larvas costumam se manifestar em sessões espíritas mal-orientadas, e enganam os médiuns. São as larvas que costumam se apresentar e pedir sacrifícios de animais em troca da concessão de pedidos.

É que seja qual for o tipo de larva, invariavelmente todas elas se sentem atraídas pelo sangue fresco. Matadouros, por exemplos, são lugares incrivelmente insalubres, pela concentração de larvas ali. Os vapores do sangue dão às larvas a sensação de vida, e por isso muitas delas enganam médiuns e pedem "oferendas", na forma de sangue de animais, e para dar credibilidade se apresentam usando nomes de entidades que nos seus respectivos panteões são espíritos de luz. Poucas pessoas se dão conta do porque um espírito de luz iria pedir sangue como oferenda, e que não se trata do espírito iluminado e sim de uma larva astral que usa o nome dele.

Esta é uma larva astral clássica, já sem os contornos antigos. Por alguma razão esta se sente atraída por este ambiente. Esta foto foi tirada em uma casa que foi posta à venda. É uma foto tirada apenas para mostrar aos interessados no imóvel mas ao ser revelada mostrou que o ambiente não está completamente vazio.

É comum que se fotografem larvas astrais. Normalmente a pessoa que fotografa não vê nada disto na hora da foto, e isto só aparece na hora da revelação da foto.

Na foto abaixo, há uma curio sidade : a criança da foto dizia ver o avô, recentemente falecido. E apontava para o vazio e parecia brincar com o avô, que, em vida, passava muito tempo com o neto. Em uma dessas ocasiões em que a criança insistia ver o avô uma foto foi batida e isso apareceu :

Parece que o vício do avô era seu neto, e conclui-se que sua larva astral busca satisfação na única coisa que lhe dava prazer em vida. Mas uma outra foto foi batida na mesma casa e outra coisa estranha apareceu :

Tem-se a idéia de que a larva astral do avô tem uma necessidade de estar próxima às crianças da casa.

Agora veja a foto abaixo. Mostra um grupo de jovens de hábitos não muito recomendáveis. Observe-se as larvas que os rodeiam:

Onde houver a possibilidade da satisfação do instinto lá estarão as larvas que se sintam atraídas por esta satisfação. A simples reunião de pessoas mal-intencionadas já é suficiente para atrair as larvas, pois o contato é feito por empatia, ou seja, por afinidade.

Pessoas más, que vivem desejando o mal para os outros estão sempre cercadas por larvas astrais. São parasitas. É preciso que se livre delas.

Larvas Astrais II

No Capítulo anterior expliquei o que é uma larva astral e foram dados alguns exemplos. Agora explico que muitas larvas não se limitam a circundar pessoas. Algumas sugam energias de ambientes. Por exemplo, muitos prédios históricos, especialmente os que tenham sido palco de tragédias, tem uma população de larvas astrais, embora seja uma "população" constantemente renovada em função da sua curta existência. Existem pessoas que, quando vivas, eram fanáticas religiosas. Não será pelo fato de que morreu que seria diferente : sua larva buscará aquilo que lhe dava prazer, que é o fervor religioso. E por isso muitas larvas habitam templos religiosos, se nutrindo da fé das pessoas que freqüentam aqueles lugares.

Uma grande Amiga minha, a Galiza, em uma viagem de férias no Reino Unido, estava em Londres e como todo turista trouxe fotos. Algumas dessas fotos mostravam coisas impressionantes.

Seguindo em sua viagem de férias, ao passar por Paris, a Galiza fotografou alguns lugares que achou interessantes e ao revelar esta foto tirada na Rue Cortot , em Montmartre, haviam mais larvas lá, em plena rua :

Trata-se do tipo clássico, que se manifesta como névoa, por mais radiante que esteja o dia. Por alguma razão que não sei qual seria um tipo de larva se concentra nesse logradouro, assim como em muitos outros. Esse tipo de registro acontece ao acaso

Larvas Astrais e Mentais

Essas entidades do mental e do astral inferiores se alimentam de nossos pensamentos e desejos negativos e destrutivos. Normalmente são gerados em locais onde há uma Egrégora, ou seja, um ambiente que congrega pessoas que têm um pensamento, sentimento ou atitude característicos, como bares, bordéis, prostíbulos etc. Os

elementares, também conhecidos como Elementários ou Larvas Astrais, podem ser gerados em nossos lares ou ambientes de trabalho quando se gera um hábito ou pensamento negativo. Eis alguns tipos de larvas astrais:

Dragões: formas-pensamento criadas em prostíbulos, bordéis, boates e congêneres.Íncubos e Súcubos: nascidos de fantasias sexuais, sonhos eróticos e masturbações contínuas. Os íncubos acompanham as mulheres e os súcubos permanecem na atmosfera áurica dos homens.

Fantasmatas: átomos putrefatos desprendidos de cadáveres. Fixam-se nas pessoas emocionalmente receptivas que visitam cemitérios e/ou que ficam pensando em pessoas falecidas.

Leos e Áspis: Nascem de atitudes ligadas ao orgulho e ira exacerbados, em reuniões de partidos políticos, desfiles militares e discussões que não levam a nada.

Mantícoras e Basiliscos: gerados em atos sexuais anti-naturais.

Há muitos outros, como os Vermes da Lua, Caballis e Vampiros, que se alimentam de sangue (locais onde houver mênstruo, matadouros, depósitos de lixo hospitalar etc.), comida apodrecida, casas sujas etc ...

Muitas dessas Larvas podem ser destruídas com as defumações, aliadas a trabalhos mágicos, com orações e rituais de limpeza.

Existem alguns elementos de comprovada eficácia, como aloés, mirra, cânfora, assafétida, pau d'alho, arruda, alecrim, benjoim, a casca de alho, enxofre(em pequena quantidade) e zimbro. Tais produtos, repito, se queimados num turíbulo, ou qualquer receptáculo com carvão em brasas, irradiam junto com a fumaça desprendida múltiplos elementos purificadores da aura.

Existem por outro lado ervas que conseguem produzir um clima emocional superior, sutil, atraindo a atenção e presença de elementais e anjos. Temos, p.ex., óleo de rosas, heliotrópio, nardo, murta, além do mais famoso de todos, o olíbano, popularmente conhecido como incenso de igreja.

Aceita-se no esoterismo e nas práticas mágicas que a fumaça do olíbano tem a propriedade de criar um ambiente propício para a comunhão religiosa, devocional. Os elementais solares do incenso produzem uma vibração capaz de criar um estado receptivo para a captação das mensagens inspirativas e intuitivas que vêm das dimensões superiores.

Prática

Vá a um parque e escolha uma árvore frondosa e cheia de vida que tenha atraído sua atenção. Peça permissão ao elemental dessa árvore e coloque suas mãos em seu tronco. Feche os olhos e sinta a energia que sai dessa árvore. Se possível, vocalize o mantra

AOM e dê Amor a esse ser. Peça-lhe que encha seu corpo e sua Alma com a energia que sai dele. Peça-lhe um sinal de seu amor para você. Se possível, volte para casa e entre em meditação, aproveitando a força recebida. em outras ocasiões, dirija a energia desse elemental para a cura e harmonia de alguém que necessite.

O que são Larvas Astrais?

Quando começamos a estudar os ataques psíquicos, sempre vemos sobre as Larvas Astrais, mas muitas vezes nem ao menos sabemos o que é.

As Larvas Astrais nada mais são do que formas mentais e emoções negativas que se cristalizaram no mundo astral, sob formas de larvas, um tipo de vírus astral, invisível aos olhos do ser humano normal.

As Larvas podem ser classificadas em dois tipos:

Espíritos desencarnados e sem conhecimento espiritual, ou partes de

auras e espíritos de pessoas extremamente negativas acabam tornando-se meramente Larvas. Larvas criadas por pensamentos e emoções ruins.

...

Totalmente desprovidos da razão

O segundo tipo é um dos mais perigosos, pois pode ser criado por acaso em um momento de briga, por exemplo, ou então até mesmo por magos poderosos que tencionam usá-los para prejudicar alguém. Este tipo de Larva muitas vezes ataca quem o criou porque quem fez isso, não tinha o conhecimento e o poder necessário para controlá-la satisfatoriamente.

As Larvas atacam aderindo a nossa aura e sugando nossa energia e nfluenciando nossos pensamentos e ações. Ao aderirem a nossa aura, a Larva extrai o prana e substâncias materiais de nosso corpo, mente e alma.

As Larvas extraem o prana para poderem manter-se vivas, já que ao ficar um certo tempo sem um hospedeiro, as Larvas tem a desintegração como destino ... E extraem substâncias materiais para poderem aplacar suas vontades dos vícios de personalidade, comoálcool, drogas, sexo e fumo.

O Vampiro pode estar ao seu lado

Dez formas para identificá-lo

Todos nós os conhecemos! Sabemos como são! Como se vestem! E como agem! E seus propósitos: sugar o sangue de suas vítimas, pois só assim eles sobrevivem. De quem estamos falando??? É claro que dos "Vampiros dos filmes", o Conde Drácula e seus amigos, seres errantes de capa preta e grandes dentes, ávidos por sangue (ou energia vital), e que andam pelas sombras em busca de suas vítimas que, na maioria das

vezes, não percebem sua presença ou atuação maléfica, mesmo que estejam muito próximos.

Existe um tipo de vampiro que é de carne e osso, e que convivemos diariamente. Estamos falando dos "Vampiros de Energia". Os Vampiros de Energia são pessoas de nosso relacionamento diário. Pode ser nosso irmão(a), marido/esposa, empregado, familiar, amigo de trabalho. vizinhos, gerente do banco, ou seja qualquer pessoa de nosso convívio, que esta roubando nossas energias, para se abastecer. Eles roubam energia vital, comum no universo, mas que eles não conseguem receber.

Mas, por que estas pessoas sugam nossa energia, afinal? Bem, em primeiro lugar a maioria dos "Vampiros de Energia" atuam inconscientemente, sugando a energia de suas vítimas, sem saber o que estão fazendo.

O vampirismo ocorre porque as pessoas não conseguem absorver as energias das fontes naturais (cósmicas, telúricas, etc), tão abundantes, e ficam desequilibradas energeticamente. Quando as pessoas bloqueiam o recebimento destas energias naturais (ou vitais), elas precisam encontrar outras fontes de energia mais próxima, que nada mais são do que as outras pessoas, ou seja, você.

Na verdade, quase todos nós, num momento ou outro de nossas vidas, quando nos encontramos em um estado de desequilíbrio, acabamos nos tornando Vampiros de Energia alheia.

Mas, como identificar estas pessoas, ou estes vampiros? Em estudos feitos, foram identificados os seguintes tipos de vampiros (você provavelmente conhece mais de um):

  • a) Vampiro Cobrador: Cobra sempre, de tudo e todos. Quando nos

encontramos com ele, já vem cobrando o porque não lhe telefonamos ou visitamos. Se você vestir a carapuça e se sentir culpado, estará abrindo as portas. O melhor a fazer é usar de sua própria arma, ou seja, cobrar de volta e perguntar porque ele não liga ou aparece. Deixe-o confuso, não o deixe retrucar e se retire rapidamente.

  • b) Vampiro Crítico: é aquele que critica a tudo e a todos, e o pior

que é só critica negativa e destrutiva. Vê a vida somente pelo lado sombrio. A maledicência tende a criar na vítima um estado de alma escuro e pesado e abrirá seu sistema para que a energia seja sugada. Diga "não" às suas críticas. Nunca concorde com ele. A vida não é tão negra assim. Não entre nesta vibração. O melhor é cair fora e cortar até todo o tipo de contato.

  • c) Vampiro Adulador: é o famoso "puxa-saco". Adula o ego da vítima,

cobrindo-a de lisonjas e elogios falsos, tentando seduzir pela

adulação. Muito cuidado para não dar ouvidos ao adulador, pois ele simplesmente espera que o orgulho da vítima abra as portas da aura para sugar a energia.

  • d) Vampiro Reclamador: é aquele tipo que reclama de tudo, de todos,

da vida do governo, do tempo, etc. Opõe-se a tudo, exige, reivindica, protesta sem parar. E o mais engraçado é que nem sempre

dispõe de argumentos sólidos e válidos para justificar seus protestos. Melhor tática é deixá-lo falando sozinho.

  • e) Vampiro Inquiridor: sua língua é uma metralhadora. Dispara

perguntas sobre tudo, e não dá tempo para que a vítima responda, pois já dispara mais uma rajada de perguntas. Na verdade, ele não

quer respostas e, sim, apenas desestabilizar o equilíbrio mental da vítima, perturbando seu fluxo normal de pensamentos. Para sair de suas garras, não ocupe sua mente à procura de respostas. Para cortar seu ataque, reaja fazendo-lhe uma pergunta bem pessoal e contundente, e procure se afastar assim que possível.

  • f) Vampiro Lamentoso: são os lamentadores profissionais, que anos a

fio choram suas desgraças. Para sugar a energia da vítima, ataca pelo lado emocional e afetivo. Chora, lamenta-se e faz de tudo para despertar pena. È sempre o coitado, a vítima. Só há um jeito de tratar com este tipo de vampiro, é cortando suas asas. Corte suas lamentações dizendo que não gosta de queixas, ainda mais que não elas não resolvem situação alguma.

  • g) Vampiro Pegajoso: investe contra as portas da sensualidade e sexualidade da vítima.

Aproxima-se como se quisesse lambê-la com os olhos, com as mãos, com a língua.

Parece um polvo querendo envolver a pessoa com seus tentáculos. Se você não escapar rápido, ele irá sugar sua energia em qualquer uma das possibilidades, seja conseguindo seduzi-lo com seu jogo pegajoso, seja provocando náuseas e repulsa. Em ambos os casos você estará desestabilizado, e, portanto, vulnerável. Saia o mais rápido possível. Invente uma desculpa e fuja rapidamente.

  • h) Vampiro Grilo-Falante: a porta de entrada que ele quer arrombar é o seu ouvido.

Fala, absoluto, durante horas, enquanto mantém a atenção da vítima ocupada, suga sua

energia vital. Para livrar-se, invente uma desculpa, levante-se e vá embora.

  • i) Vampiro Hipocondríaco: cada dia aparece com uma doença nova.

Adora colecionar bula de remédios. Desse jeito chama a atenção dos

outros, despertando preocupação e cuidados. Enquanto descreve os pormenores de seus males e conta seus infindáveis sofrimentos, rouba a energia do ouvinte, que depois se sente péssimo.

  • j) Vampiro Encrenqueiro: para ele, o mundo é um campo de batalha onde as coisas só

são resolvidas na base do tapa. Quer que a vítima compre a sua briga, provocando nela um estado raivoso, irado e agressivo. Esse é um dos métodos mais eficientes para desestabilizar a vítima e roubar-lhe a energia.

Não dê campo para agressividade, procure manter a calma e corte laços com este vampiro.

Bem, agora que você já conhece como agem os Vampiros de Energia, vá a caça deles, ou melhor, saia fora deles o mais rápido possível.Mas, não esqueça de verificar se você, sem querer, é obvio, não é um destes tipos de Vampiro.