Você está na página 1de 3

Estas receitas foram extraídas de um livro que temos aqui em casa.

A bem da verdade,
experimentamos apenas o “porco bêbado” que ficou sensacional...

Porco Assado com Vinagre e Folhas de Louro

(Para 6 porções)

2 Colheres de sopa de manteiga

1 colher de sopa de óleo vegetal

900 g de lombo de porco desossado ou paleta em uma só peça

Sal a gosto

1 colher de chá de pimenta-do-reino preta em grãos

3 folhas de louro

1/2 xícara de vinagre tinto

1. Escolha uma panela de fundo grosso ou de ferro fundido esmaltado que comporte
folgadamente a carne. Coloque a manteiga e o óleo, ligue o fogo médio alto e, quando a
espuma da manteiga assentar, adicione a carne. Se houver gordura, o lado gorduroso deve
ficar voltado para baixo. Doure todos os lados da carne, virando-a quando necessário. Se a
manteiga começar a ficar escura, diminua o fogo.

2. Adicione o sal, virando bem a carne para salgá-Ia por inteiro. Esmague os grãos de
pimenta com um batedor (ou mesmo com um martelo para carnes), e em seguida coloque-os
na panela junto com as folhas de louro e o vinagre. Com uma colher de pau, raspe os resíduos
grudados no fundo e nas laterais da panela, mas não deixe que o vinagre evapore. Abaixe o
fogo, tampe bem a panela e cozinhe, virando a carne de vez em quando, até ficar macia ao ser
espetada com um garfo. Se durante esse período o molho diminuir muito, acrescente duas ou
três colheres de sopa de água.

3. Transfira a carne para uma tábua de cozinha. Deixe-a descansar por alguns minutos,
depois corte-a em fatias de mais ou menos 1 cm de espessura (ou um pouco menos). Arranje-
as na travessa aquecida em que pretende servi-Ias.

4. Incline a panela e retire uma boa parte da gordura e as folhas de louro. Adicione duas
colheres de sopa de água, passe para fogo alto e, enquanto a água evapora, pegue uma colher
de pau e vá raspando os resíduos do fundo e das laterais da panela. Regue a carne com o
molho e sirva imediatamente.
Porco Assado Bêbado

Esta carne cozinha em uma quantidade de vinho tinto suficiente para cobri-la, o que lhe dá
uma maciez extraordinária e uma bela cor de mogno. Escolha um vinho que desempenhe bem
seu papel crucial neste prato. Um Barbera ou Dolcetto do Piemonte seriam perfeitos, e o
mesmo se pode dizer dos vinhos toscanos totalmente feitos com a uva sangiovese. Dos vinhos
não italianos, o ideal seria usar um Shiraz da Austrália ou da África do Sul, um Zinfandel da
Califórnia ou um Côte du Rhône francês. Ao servir a carne, tenha uma ou duas garrafas do
mesmo vinho para oferecer a seus convidados.

3 cenouras médias

1.500 a 1.800 g de lombo de porco ou paleta, bem amarrados com barbante

1 colher de sopa de óleo vegetal

2 colheres de sopa de manteiga Farinha para espalhar num prato

2 colheres de sopa de grappa, calvados ou conhaque

1/2 xícara (ou mais) de vinho tinto (ver sugestões acima)

1 noz-moscada inteira

2 folhas de louro

Sal a gosto

Pimenta-do-reino preta moída na hora

De 6 a 8 porções

1. Descasque as cenouras e lave-as, depois corte-as de comprido em palitos de 1 cm de


espessura (ou menos, se preferir).

2. Pegue um furador, um palito desses que os japoneses usam para comer ou um utensílio
semelhante e perfure os dois lados da carne, fazendo orifícios separados por 3,5 cm. Introduza
um palito de cenoura em cada orifício.

3. Escolha uma panela de fundo grosso ou de ferro fundido esmaltado que seja grande o
suficiente para conter folgadamente a carne. Adicione o óleo e a manteiga, e ligue o fogo
médio. Quando a espuma da manteiga começar a baixar, passe a carne na farinha,
empanando-a por igual, e coloque-a na panela. Doure bem de todos os lados, virando-a de vez
em quando.

4. Depois de dourar a carne, adicione a grappa, ou outro conhaque. Deixe ferver por
alguns segundos e coloque vinho suficiente para cobrir ligeiramente a carne. Se a xícara e meia
não for suficiente (isto vai depender do tamanho de sua panela), acrescente mais.

5. Adicione uma pitadinha de noz-moscada, as folhas de louro e umas boas pitadas de sal e
pimenta-do-reino. Vire a carne uma ou duas vezes. Quando o vinho entrar em ebulição, ajuste
a chama para cozinhar em fogo bem lento e tampe bem a panela. É aconselhável colocar uma
folha dupla de papel-alumínio entre a panela e a tampa.

6. Cozinhe em fogo baixo por mais ou menos três horas, virando a carne de vez em
quando, até ficar macia ao ser espetada com um garfo. Depois de cozinhar por duas horas e
meia, veja quanto líquido ainda há na panela. Se houver muito, retire o papel-alumínio, deixe a
panela semi-tampada e aumente um pouco o fogo.

7. Quando pronta, a carne deve estar bem escura e deve haver uma pequena quantidade
de molho na panela. Passe-a para uma tábua de carne, corte em fatias e arrume-as em uma
travessa aquecida em que pretende servi-Ias. Regue-as com o molho e os pedacinhos de
cenoura que podem ter saído do recheio, e sirva imediatamente.

Preparo prévio: Esta carne pode ser concluída com várias horas de antecedência, na
manhã do dia em que pretende servi-Ia. Para reaquecer, leve-a ao fogo em uma panela com
tampa e deixe o tempo suficiente para esquentá-Ia por inteiro. Se for preciso, acrescente duas
ou três colheres de sopa de água.