RESUMO DO FILME – OLGA

O filme foi baseado no livro de Fernando de Morais, e conta a história de Olga Benário Prestes, que nasceu em Munique, na Alemanha, em 1908. Olga era uma revolucionária, ativista do comunismo, e sofreu muito por sua condição de judia. Após libertar seu namorado Otto Braun da prisão, ambos são forçados a se refugiarem na União Soviética, e lá receberam, treinamento de guerrilha. Olga No Partido Comunista, Olga conhece Luís Carlos Prestes, que viria a se tornar um dos principais líderes comunistas do Brasil. Em 1934, quando Prestes volta ao Brasil, designado pela Internacional Comunista para liderar uma revolução armada, Olga é designada para escoltá-lo, e eles iniciam uma relação amorosa, passando a viver na clandestinidade enquanto planejam a derrubada do governo de Getúlio Vargas. Olga fica grávida em 1936. O movimento revolucionário é derrotado pelas forças de Vargas, e Olga e Prestes foram presos pelo chefe de polícia Filinto Müller. Diante de rumores de que seria deportada, Olga divulga sua gravidez e solicita asilo político por ser casada e estar grávida de Prestes. O governo Vargas, que neste momento simpatizava com a ditadura de Adolf Hitler, deporta Olga, mesmo grávida de sete meses. Ela dá à luz dentro da prisão alemã, e coloca o nome da filha de Anita Leocádia, em homenagem a Dona Leocádia, mãe de Prestes. Após o período de amamentação, a menina foi retirada de Olga e entregue à sogra. Após anos de prisão em campos de concentração, durante os quais a opinião pública internacional fez inúmeras tentativas de libertá-la, Olga é morta na câmara de gás. Somente após anos, Prestes e sua filha leriam a última carta de Olga, que se tratava de uma despedida a eles.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful